JORNAL-CORREIOSC-EDI799

 

Embed or link this publication

Description

JORNAL CORREIOSC EDI 799

Popular Pages


p. 1

www.correiosc.com.br / facebook.com/correiosc SEMANAL Tiragem: 5 mil exemplares São José, 1º de setembro de 2017 JORNAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE FLORIANÓPOLIS Ano XVIII - Nº 799 Biguaçu 66.558 Governador Celso Ramos 14.229 Antônio Carlos 8.327 São Pedro de Alcântara 5.602 São José 239.718 Florianópolis 485.838 Águas Mornas 6.298 Santo Amaro da Imperatriz 22.609 207.660.929 HABITANTES NO BRASIL 954.105 HABITANTES NA REGIÃO METROPOLITANA DE FLORIANÓPOLIS (MAPA) É o levantamento anual realizado pelo IBGE anunciado nesta semana. PÁGINA 9 ENTREVISTA Palhoça 164.926 ESPECIALISTA COMENTA O NOVO MODELO DE TRANSPORTE PARA A REGIÃO Lucas Cervenka/CSS PREFEITA ADELIANA: “NÃO SOU CANDIDATA” PÁGINA 3 Fecam promove Diálogo Municipalista em SJ PÁGINA 7 COLUNISTAS Margarida Pág. 13 Andrezinho Pág. 14 NA CÂMARA Vereadores querem explicações sobre faltas em consultas médicas Solução para os problemas dos contabilistas Pauta na Comissão de Segurança é violência contra mulher Mudanças na lei sobre antenas de telefonia PÁGINAS 2 E 6 Cássio Taniguc hi é superintendente da Suderef: dois terminais deverão estar concluídos em 2018 PÁGINA 3

[close]

p. 2

2 PRIMEIRA LINHA São José, 1º de setembro de 2017 EM SÃO JOSÉ Vereadores querem explicações sobre faltas em consultas médicas A Prefeitura de São José divulgou (22/8) que 278 pessoas faltaram às consultas na Policlínica de Barreiros, no mês de julho, assunto que movimentou o debate na Câmara de Vereadores de São José nesta quartafeira (23). O tema foi abordado pelo vereador Sanderson de Jesus (PMDB) ao destacar que vai encaminhar requerimento ao Executivo para saber os nomes dos faltantes e as datas cujas consultas foram marcadas. “Isso é muito preocupante, pois 278 pessoas a mais poderiam ser atendidas. Por se tratar de saúde, temos que ter atenção e saber os reais motivos das ausências”, afirmou. Em aparte da vereadora Gilmara Vieira Bastos (PSD), profissional da área da saúde, discorda do colega, porque, segundo ela, é impossível Vereador Sanderson de Jesus, na tribuna, quer que a Secretaria da Saúde divulgue o nome dos que faltam, mas vereadora Gilmara Bastos diz que juridicamente é impossível divulgar o nome dos ausentes por questões jurídicas. “Os agentes comunitários fazem esse comunicado à população, mas o ideal é que a ausência seja avisada com antecedência para permitir que novas pessoas fa- çam suas consultas ou exames”, ressaltou. VIVOS OU MORTOS? Já o vereador Michel Schlemper (PMDB) lembrou a necessidade de alertar os pacientes em datas próximas às consultas. “Na iniciativa privada, a clínica telefona para a pessoa alguns dias antes para confirmar o agendamento. Henrique Santos Silva/Divulgação/CSC Esse procedimento deveria ser repetido no poder público”, solicitou o parlamentar, tendo sua fala complementada pelo vereador Jair Costa (PSD): “Às vezes é tanta demora que o cidadão já veio a falecer”. Outro parlamentar a se manifestar sobre o tema, o vereador Antônio Lemos (PMDB) lembrou que há cerca de dois meses enviou requerimento questionando as ausências na área da saúde. CÂMARA APROVA PROJETO DE LEI QUE COLOCA UM FIM À INSEGURANÇA FISCAL “NÃO SOU CANDIDATA” Correio - Especula-se muito que Adeliana é candidata a deputada federal em 2018. A senhora é candidata? Prefeita Adeliana – Não. A imprensa está equivocada. Até o ano que vem eu terei um ano e três meses de governo o que é muito pouco para sair, então o meu mandato vai até 2020 e eu vou cumprir integralmente. Não sei quais são as fontes (que passam essas informações), mas minha não é. Correio - E se o seu partido, o PSD, chegar e disser vai ser? Prefeita Adeliana - Ficarei muito lisonjeada, mas o meu compromisso maior é com a população de São José, maior que partidária. Adeliana diz que “até o ano que vem terei um ano e três meses de governo”, fazendo o cálculo em cima da data que os candidatos têm para se desincompatibilizarem – fim de março, começo de abril de 2018 –, para disputarem a eleição. Em pouco mais de um ano “muita água vai correr por debaixo da ponte”, vetusto jargão que Orvino Coelho de Ávila, presidente da Câmara de Vereadores e fraternal amigo e correligionário da prefeita, costuma usar para despistes. Das duas uma: ou Adeliana gosta demais das duas funções executivas que exerce atualmente como prefeita de São José e presidente da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), quer dizer, dá atenção aos 295 municípios de SC, posição que não trocaria por uma cadeira, ainda incerta, na Câmara dos Deputados, mas que lhe dá uma tremenda visibilidade em todo o Estado; ou aposta tudo em uma campanha de sucesso do deputado e amigo Gelson Merisio a governador, que lhe daria muito fôlego e muita tranquilidade para pleitear benefícios para a cidade. Henrique Santos da Silva/Divulgação/CSC A Câmara de Vereadores de São José aprovou (28/8) o projeto de lei nº 99/2017 que permite condições adequadas ao trabalho dos contabilistas no município. O PL soluciona uma insegurança baseado no restabelecimento de uma norma da lei de 2009.  Tal prerrogativa tratava do recolhimento do Imposto de Serviço Sobre Qualquer Natureza – ISSQN e permite que os profissionais voltem a pagar seus impostos e estarem em dia com a União.  O vereador Orvino Coelho de Ávila (PSD) usou a tribuna e explicou a proposta. “É importante que se ressalte: não estamos dando nenhuma vantagem. O que estamos propondo com a matéria é que se volte a regra válida entre 2009 e 2016, a fim de restabelecer as condições de tra- balho da classe. Categoria nenhuma atende o setor público e colabora com a gestão pública como a dos contabilistas. Trata-se de uma profissão árdua e fundamental para a administração por lidar com as empresas que geram tributos, empregos e renda ao município”, afirmou o presidente do Legislativo. Orvino também lembrou a luta da fiscal de tributos Terezinha Claudino dos Santos, que sempre buscou essa mudança, junto com o vereador Moacir da Silva, secretário na época. O vereador Moacir da Silva (PSD) explicou que a tributação era feita sobre o faturamento das empresas e a lei federal atribuiu obrigações à categoria dos contabilistas sem contrapartida. Dessa forma, segundo o parlamentar, não havia com- pensação pelo trabalho prestado. “A categoria está sem contribuir para a cidade aguardando as mudanças que viriam a partir de 2018. A cidade não ganha, a categoria fica aflita e todo mundo permanece numa situação de insegurança”, salientou. SEGURANÇA Em seguida, o vereador Mauro Henrique da Silva (DEM), o Mauro Fiscal, profissional da área tributária, alertou que a prefeita precisa sancionar o mais breve possível o projeto aprovado pela Câmara.  Destacou o empenho do colega Orvino no processo e lembrou que “além de sancionar a matéria, a prefeita também altere o decreto que prevê data para os contadores darem entrada aos tributos, sem passar da data limite de pagamento”. Ainda usaram a tribuna para debater o projeto de lei os vereadores Clonny Capistrano (PM DB), Antônio Lemos (PM DB) e Sanderson de Jesus (PMDB). Este destacou que a defesa dos contabilistas significava o desenvolvimento de São José. “Trata-se de uma matéria simples, mas importante para a categoria e fundamental para o município”, afirmou Sanderson. O vereador Antônio Lemos destacou a compensação pelo trabalho prestado. “Hoje eu saio honrado dessa Casa, porque a categoria foi ouvida. Também reconheço o esforço enorme que fez o presidente Orvino e o prefeito em exercício, Neri Amaral, Presidente da Câmara, Orvino Coelho de Ávila: “é uma profissão árdua e fundamental para a administração” para que tivéssemos essa solução e para que fosse votada hoje.” Já vereador Clonny Capistrano salientou que muitos contabilistas não recolhem o ISS devido a insegurança jurídica. “Com a aprovação desse projeto de lei e o retorno à situação anterior, eles poderão contribuir com a cidade”, destacou. Por fim, os parlamentares agradeceram ao vice-prefeito, Neri Amaral (PSB) que, como prefeito em exercício, enviou o PL para a Câmara afim de agilizar sua tramitação e reconhecer o serviço dos contadores de SJ. Fundado em 19 de março de 2000. Diretor-editor Belmiro Sauthier Comercial Albano Aquino Edilton Maranhão Pedro Clasen Reportagem Lucas Cervenka Editoração e Arte Ronaldo de Moura Ferro ronaldoferro@gmail.com Tiragem semanal: 5 mil exemplares Circulação: Grande Florianópolis EXEMPLAR GRATUITO Artigos e colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do jornal. Correio de Santa Catarina é uma publicação da CSV Editores Associados Ltda. Endereço para correspondência: Rua Coletor Irineu Comelli, 225 Centro Histórico - São José - SC. CEP: 88103-050. Fone: (48) 3241-1252. e-mail: redacao@correiosc.com.br / comercial@correiosc.com.br

[close]

p. 3

São José, 1º de setembro de 2017 Cidades ENTREVISTA - CÁSSIO TANIGUCHI, SUPERINTENDENTE DA SUDERF “Falta vontade para fazer o transporte marítimo” 3 Divulgação/CSC Cássio Taniguchi, duas vezes prefeito de Curitiba e atual superintendente da Suderf, órgão do Governo de Santa Catarina, em entrevista ao Correio de Santa Catarina faz um relato sobre o trabalho de planejamento do transporte coletivo na Região Metropolitana de Florianópolis (RMF). Correio – Em que fase está o trabalho de projetar o transporte público na região? Cássio Taniguchi – Nós já estamos com a parte da infraestrutura totalmente modelada: duplicação da Via Expressa, implantação de faixa exclusiva, concessão de terminais de integração. O que falta ainda é a parte de operação de sistema, ou seja, é criar um sistema metropolitano de transportes que abranja todos os municípios da região, que signifique qualidade, mais horários, melhores con- dições, veículos mais modernos e com tarifas mais baratas. Esse é o nosso objetivo e estamos fazendo as audiências públicas nos municípios agora. É bom que as pessoas entendam como é que vai funcionar o sistema e a política tarifária, no sentido de fortalecer o Continente, buscando fazer com que novas atividades se instalem gerando empregos lá mesmo, evitando tanto fluxo das pessoas para a Ilha. É o projeto básico, está muito bom e agora só falta estar de acordo com os prefeitos para a gente implantar. Correio – Qual avaliação o sr. faz das audiências públicas sobre o transporte coletivo? Taniguchi – As seis audiências realizadas foram muito bem recebidas porque não discutimos o sistema hoje, mas sim como vai ser. Então, o que é que está sendo planejado para melhorar o sistema de transporte é isso que está sendo colocado para a população. Correio – Na modelagem do trânsito já inclui alguma possibilidade para a Ponte Hercílio Luz? Taniguchi – Inclui sim. Há um estudo que está sendo realizado tecnicamente para saber o volume de tráfego que está programado para a ponte, especialmente de transporte público, que no meu entender deveria ter prioridade. É o que transporta mais pessoas. Correio – O Governo do Estado tem sinalizado que todo esse trabalho da Suderf vai gerar frutos no curto prazo? Taniguchi – Olha, a ideia é de que os dois terminais, um em Biguaçu e outro em Palhoça, sejam concluídos no máximo já no ano que vem para poder troncalizar as linhas, as faixas exclusi- vas nas ruas existentes, tanto em São José, como no Estreito, chegando até o Centro de Florianópolis também. Mas a obra maior, que seria a duplicação da Via Expressa, demora um pouco mais, provavelmente só concluída em 2019, e futuramente as linhas do BRT ao longo da BR101 somente quando a Arteris concluir o Contorno Viário. Correio – Recentemente houve a intenção de se iniciar um teste com uma linha marítima entre a Ponta de Baixo, em São José, e o Centro de Florianópolis. Por que ainda não começou? Taniguchi – O transporte marítimo é importante. Acho que deveria ser implantado o quanto antes. Mas a gente sempre acaba esbarrando ou na questão ambiental, que levou três a quatro anos para aprovarem a licença, e também um Cássio Taniguchi, superintendente da Suderf pouco de bom senso dos prefeitos. Vamos fazer um trapiche ou um ancoradouro, nem que seja simples, mas que possa fazer a interligação. Claro, esse ancoradouro tem que estar interligado com o sistema de transporte também. Então é necessário ter um pouco de coragem e fazer acontecer pra ver se funciona. Eu acho que funciona, é um bom sistema, mas será sempre um sistema complementar em função dos custos. Correio – Então está faltando boa vontade e diálogo dos prefeitos da Grande Florianópolis pra fazer este teste acontecer? Taniguchi – Exatamente isso. O diálogo existe, já falei com vários prefeitos, “tenho interesse e tal”, mas então vamos fazer acontecer, né? Eu to acostumado a trabalhar dentro dessa linha. Se concorda então vamos definir o local e começar a operar. Mas meu Deus do céu! Parece que é remover montanhas. Não deveria ser assim. COMDES QUER ABRIR CANAL DE DIÁLOGO COM PREFEITOS O Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis (Comdes) quer abrir um canal de diálogo com lideranças envolvidas com a criação da Região Metropolitana. Na última semana, prefeitos se posicionaram contra o projeto de lei que institui a Região Metropolitana e a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Florianópolis (Suderf). Por causa dos questionamentos levantados pelos prefeitos, o projeto parou na Comissão de Finanças da Alesc. Para o Comdes, a so- lução para o impasse é o diálogo. Para isso, vem sendo articulado um encontro entre prefeitos da região, Comdes e Suderf. O objetivo é esclarecer todos os pontos da proposta, considerada de grande importância para solução de problemas como mobilidade urbana, gestão de resíduos e saneamento básico. A coordenadora do Grupo de Trabalho de Governança Metropolitana, Zena Becker, e o coordenador do Comdes, Jaime Ziliotto, já estiveram com o deputado Marcos Vieira, relator do projeto. “Estamos abertos ao diálogo e vamos procurar também as câmaras de vereadores e os prefeitos, pois acreditamos que essa iniciativa pode beneficiar a todos”, diz Zena. Para Ziliotto, o encontro com os prefeitos será uma oportunidade para esclarecer melhor os pontos mais sensíveis da proposta. “Não haverá prejuízo aos municípios. Muito pelo contrário. O que buscamos é uma cidade melhor para todos”.

[close]

p. 4

4 Cidades São José, 1º de setembro de 2017 SEGURANÇA NAS PISCINAS Pedro França/Divulgação/CSC Senador Dário Berger: “é preciso disciplinamento na prevenção de acidentes em piscinas” Aprovada proposta de Dário no Senado Proposta que busca regulamentar o uso de piscinas e impor regras de segurança, como a instalação de proteção para evitar a sucção de cabelos pelo ralo, foi aprovada na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor, do Senado, nesta quarta-feira (30/8). O texto aprovado é um substitutivo de autoria do senador Dário Berger (PMDB/SC), ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 71/2014 e segue em regime de urgência para a apreciação do Plenário do Senado Federal. O projeto tramitava em conjunto com outros três, mas passou a ser analisado de forma autônoma, depois de ser aprovado em Plenário dia 1° de agosto, o requerimento do senador Dário para dar mais agilidade na tramitação da matéria. “Estou trabalhando para agilizar a aprovação deste projeto que, entre outras coisas, estabelece o disciplinamento na prevenção de acidentes em piscinas. Precisamos dar celeridade e criar uma legislação que possa evitar tragédias como a que aconteceu recentemente em Santa Catarina”, explicou o senador. (Uma menina de 7 anos de idade morreu na piscina de um hotel em Balneário Camboriú sugada pelos cabelos). A proposta aprovada, entre outros pontos, torna obrigatória a instalação de dispositivo que evite o enlace de cabelos ou a sucção de membros do corpo pelo ralo. Além disso, impõe a instalação de um equipamento manual que permita a interrupção imediata de sistemas automáticos para a recirculação de água em piscinas. O dispositivo deve ficar em local visível, bem sinalizado e de livre acesso para o caso de emergências. Também estabelece que a área das piscinas deve ter piso antiderrapante. “É uma matéria polêmica e de um alcance social impressionante”, avaliou Dário. Dário Berger decidiu apresentar um substitutivo com um texto mais objetivo que o originalmente sugerido pelo autor, deputado Mário Heringer (PDT-MG).

[close]

p. 5

São José, 1º de setembro de 2017 5

[close]

p. 6

6 Cidades São José, 1º de setembro de 2017 Divulgação/CSC ANTENAS DE TELEFONIA MUDANÇA NA LEI QUE REGULAMENTA INSTALAÇÃO Vereadora Sandra Martins preside reunião da Comissão Especial de Segurança na Câmara de Vereadores Violência contra a mulher em debate A Comissão Especial de Segurança Pública na Câmara de Vereadores de São José, na reunião desta segunda-feira (28/8), abordou a importância da criação de um protocolo de atendimento às mulheres vítimas de violência. “A criação do protocolo foi uma meta estipulada desde o começo da comissão. Agora, neste mês, trouxemos o tema à pauta e envolvemos todos os segmentos que já recebem tais demandas. Vamos produzir um documento base que ainda será discutido e apresentado à comunidade”, ressaltou a vereadora Sandra Martins (PSDB), presidente da Comissão. O vereador Antônio Lemos (PMDB), disse que o atendimento sistematizado permitirá a detecção dos tipos de violência e a escolha dos procedimentos assisten- ciais viáveis e regulamentados por lei. Para a vereadora Gilmara Vieira Bastos (PSD) “a intersetorialidade nas discussões contribui para encontramos soluções nas mais diversas áreas”. Já o vereador Caê Martins (PSD) reforçou a importância das ações propostas pelo secretário adjunto de Segurança de São José, Vânio Luiz Dalmarco, como o reforço no serviço de inteligência integrada entre Guarda Municipal e Polícia Militar. “Precisamos avançar nas ações e medidas para coibir o avanço da violência no nosso município”, disse. IGP EM SÃO JOSÉ Ainda na reunião foi abordada a possibilidade do Instituto Geral de Perícias voltar a funcionar em São José. A vereadora Sandra Martins (PSDB) esteve nesta terça-feira (29/8) com o diretor estadual do IGP, Miguel Acir Colzani; com o diretor regional do IGP, Tiago Petry; e com a diretora Administrativa e Financeira do IGP, Sidnéia Mansanar, buscando informações sobre a atual situação do atendimento do IGP/IML no município de São José. “A retomada desses serviços é fundamental para o atendimento de qualidade aos munícipes, já que hoje é preciso se deslocar até Palhoça ou Florianópolis para a realização dos exames de corpo de delito. O serviço de Identificação (expedição de carteira de identidade) continua com atendimento normal na Rua Nereu Ramos, 1.068, Campinas”, mencionou a vereadora tucana. A alteração na Lei Municipal nº 3783/2001, que dispõe sobre a instalação de Estações Rádio Base (ERBS) e serviços de telecomunicações como antenas para telefonia celular, foi aprovada (28/8) na Câmara de Vereadores de São José. Com a mudança, a empresa interessada deverá apresentar a licença ambiental respectiva, ou sua dispensa. A matéria é de origem do Executivo e prevê que o documento seja emitido pelo órgão ambiental competente. O projeto aprovado em primeira discussão, mereceu o adendo do vereador Sanderson de Jesus (PMDB). Ao usar a tribuna, o parlamentar sugeriu que a licença ambiental seja expedida por um técnico habilitado da prefeitura. “Concordo que a empresa interessada junte ao processo o estudo do impacto ambiental, mas o projeto carece de uma instrução técnica, pois se trata de antenas que pesam toneladas e podem prejudicar a saúde”. Contrapondo o parlamentar, o vereador Moacir da Silva (PSD) explicou que até então o empresário que quiser instalar uma antena em São José precisa solicitar à Fundação Munici- Divulgação/CSC Vereadores Sanderson de Jesus (E) e Michel Schlemper, na tribuna: adendo e contraponto pal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que contrata o estudo de impacto ambiental. “A Fundação não estava conseguindo dar vazão aos licenciamentos porque tudo era estudo de impacto ambiental. Contratar estudos para empresas privadas não é o papel da Fundação”. QUEM LICENCIA Ainda no mesmo contexto, o vereador Michel Schlemper (PM DB), afirmou que o licenciamento das antenas é concedido atualmente pela SUSP devido a medidas judiciais. O parlamentar também destacou a necessidade de constar no texto as legislações estadual e federal sobre o assunto. “Essa nossa lei corrige os problemas em partes, tendo em vista que a Lei Federal nº 13116/2015, conhecida como Lei Geral das Antenas, praticamente liquidou a Lei Municipal nº 3783, que nós estamos votando. A Lei Geral das Antenas trata do peso das antenas em cima de prédios e também da obrigatoriedade do laudo do engenheiro com relação a avaliação do prédio. Se ele tem condições de suportá-las. Já que muitas empresas de telefonia instalam antenas nos prédios sem buscar a aprovação de órgãos ambientais e da SUSP, causando insegurança. É preciso que se avance na reformulação da Lei Municipal em consonância com a legislação federal”, frisou, declarando que votaria a favor da matéria. O PL nº 74/2017 foi aprovado em primeira discussão. Para tornarse lei, ainda necessita ser votado em segunda discussão e sancionado pelo Executivo.

[close]

p. 7

São José, 1º de setembro de 2017 Cidades Onde buscar dinheiro para tapar buraco 7 Divulgação/CSC O governo federal elaborou um extenso cardápio de privatizações, e entre os 57 ativos prontos para negociar está a Eletrobras, uma das maiores empresas do governo, criada por Getúlio Vargas na primeira metade da década de 1950. Municípios e estados da federação estão acompanhando a onda, principalmente por necessidade. São Paulo, por exemplo, vai leiloar uma área que durante anos representou a joia da coroa - a Centrais Elétricas de São Paulo (Cesp). Nos estados e municípios, muitos deles afundados em dívidas, não será diferente. Uma das propostas para tirar muitos municípios de todo o país do sufoco é que concessionem ou privatizem o serviço de iluminação pública. Em São José, por exemplo, o serviço de iluminação pública é terceirizado e, no momento, como avalia a prefeita Adeliana Dal Pont (PSD), a possibilidade de privatizar ou concessionar o serviço “parece que não é viável para fazer a troca de led em toda a cidade num tempo mais curto do que aquele que o município consegue fazer”, pontua a prefeita Adeliana Dal Pont. O debate, segundo ela, “precisa acontecer com a sociedade e com a Câmara de Vereadores, mas isso não está na minha pauta no momento”, afirma. A Prefeitura de São José tem contrato de prestação de serviço com a empresa SQE Luz e para que fosse privatizado ou terceirizado é necessário fazer um profundo estudo, como observa a prefeita, demonstrando, no entanto, que não tem o mínimo interesse nessa proposta. A possibilidade de uma concessão é o prédio do Centro Multiuso, plantando a Av. Acioni Souza Filho, próximo ao Rio Araújo, mas tem alguns entraves. Se fosse encaminhada a proposta de concessão, em primeiro lugar deveria ser consultado o Serviço de Patrimônio da União, porque a área que o abriga – o aterro da Av. Beira-mar - é da União. A Prefeitura, lembra a prefeita, Adeliana batalhou durante dois anos para conse- Centro Multiuso é possível alvo de concessão ou privatização guir a concessão do aterro. Conseguiu e é gratuito. Para que seja oneroso é mais uma longa batalha que a Prefeitura vem tentando há algum tempo. Mas essa concessão junto ao SPU é complicada, reconhece a prefeita. “Aí tem que perguntar para a burocracia do Governo Federal. Tudo já foi encaminhado e parece que está prestes a acontecer. Depois disso, a Prefeitura tem que lançar um edital e ver quem está interessado, porque em contatos pessoais muitas fundações se apresentam como interessadas, mas têm que seguir todo um rito”, explica a prefeita. Adeliana ainda não tem um levantamento completo sobre o que representaria para a prefeitura um investimento no Centro e a concessão, mas “tem que ser algo que a prefeitura não saia perdendo”, afirma. A prefeita adianta que já encaminhou todos os documentos ao SPU e aguarda a definitiva manifestação. FECAM DEBATE CRISE E SOLUÇÕES PARA OS MUNICÍPIOS São José recebeu nes- Lucas Cervenka/CSC vel? ta quarta e quinta-feira Aroldi – Esse cami- (30 e 31 de agosto) o 7º nho da privatização po- Diálogo Municipalista, de resolver momenta- que reuniu prefeitos, ve- neamente. O que preci- readores e alguns deputa- samos ter no país, esta- dos estaduais no auditó- dos e municípios é uma rio do Golden Hotel, estrutura adequada. Te- bairro Serraria, em São mos uma constituição José. O presidente da que não cabe dentro do CNM, Paulo Ziulkoski, nosso PIB. Ela é maior não comparece porque ti- que nosso PIB. Esse nha compromisso na Ex- exemplo serve para as pointer, em Canoas (RS), a maior feira agropecuá- Prefeita de São José, Adeliana Dal Pont, presidente da Fecam, ao lado do prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos, deputados e dirigentes da entidade no Diálogo estruturas de União, Estados e Municípios. Não ria da América Latina, e vez vieram alguns técni- e Rio de Janeiro, que é o sastre para arrecadação Temer). Quem iria con- posso ter uma estrutura quem participou do cos de Brasília para dar pior de todos. Eu diria dos estados, municípios e tratar no outro dia não maior do que o orça- “Diálogo” foi o vice-pre- sua contribuição. Em que o Rio Grande do Sul, união. Não vejo que o contratou. Então a crise é mento permite, tem que sidente da CNM, Glade- tempos de crise é impor- no longo prazo, é o pior problema é economia, de ordem moral e ética. readequar. Essa privatimir Aroldi, três vezes tante melhorar a receita e de todos. A situação do vejo que o problema é de Quem quer ampliar o in- zação tem que analisar prefeito do município de melhorar a gestão dos Rio de Janeiro é mais moral e ética, no momen- vestimento acaba segu- se o serviço que a estatal Saldanha Marinho, no municípios”, observa. momentânea, porque no to em que acertar isso a rando para ver o que vai está prestando é de prio- Rio Grande do Sul. Correio - Como o sr. momento que o petróleo economia vai deslanchar. acontecer e isso deixa de ridade. Daqui a pouco A prefeita de São Jo- vê a situação dos 5.570 voltar a aumentar o valor, Em maio (2017) na mar- arrecadar, sendo menos estou injetando dinheiro sé, Adeliana Dal Pont, municípios brasileiros o Rio respira melhor. O cha a Brasília, o ministro recursos para saúde, se- numa estatal prestando presidente da Fecam, ex- no momento? Rio Grande do Sul está Henrique Meireles fez gurança, educação. Tudo serviço que não é da mi- plica o que é Diálogo Araldi - A crise está muito complicado mes- uma fala de duas horas isso é uma bola que vai nha competência e dei- Municipalista. “É um enorme, a busca de solu- mo. evento da Confederação ções das prefeituras entra entusiasmado com uma se formando. Se for ver, xando de investir em alexpectativa enorme, por- o grande problema é esse go que é de competên- Nacional dos Municípios (CNM) e o de Santa Catarina trouxemos para São José. É para dar alternativas aos prefeitos, troca de experiências e muitas informações para a melhoria da gestão. Mensalmente temos reuniões com os prefeitos de Santa Catarina e desta na onda de privatizações, acompanhar o que o governo federal está fazendo. Todos os municípios têm grandes dificuldades. A União, por uma série de razões, alguns estados em situação, alguns préfalimentar, como é o caso do Rio Grande do Sul, Minas Gerais CRISE NÃO É NA ECONOMIA Correio – E os municípios? Aroldi - A situação dos municípios não é diferente. O país vive uma crise, o PIB caiu em dois anos 8%, isso é um de- que os números estavam demonstrando que a economia estava reagindo, inflação sobre controle, o PIB em torno de 1,5%. Naquela mesma semana estourou aquela bomba contra o presidente Temer (gravação do dono da J&F, Joeslei Batista, com o presidente Michel e no momento que acertar isso, muitos problemas vão se resolver, principalmente os básicos. CHOQUE DE REALIDADE Correio – E qual seria uma solução possí- cia. Agora, precisa muita gestão e planejamento e a crise moral e ética começa pelos exemplos que a gente dá aqui na base. Será que eu furo a fila, se acho uma carteira, será que eu procuro o dono? O Brasil precisa de um choque de realidade.

[close]

p. 8

8 Cidades Desmatamento irregular no bosque da Agronômica Troncos caídos e clareiras no local onde deveria ser apenas mata fechada e nativa. Esta foi a constatação que os deputados Marcos Vieira (PSDB) e Luciane Carminatti (PT) tiveram ao vistoriar o Bosque da Agronômica, nesta quarta-feira (30/8), em Florianópolis. A vistoria foi feita pelos membros da Comissão de Finanças e Tributação da Alesc e foi definida após o exame do PL 077/2017, que trata da doação da área na BeiraMar de Florianópolis, no Bairro Agronômica, para a construção da sede administrativa do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A inspeção da área foi sugerida pela deputada Carminatti após a divulgação de imagens feitas pelo deputado Marcos Vieira que mostravam árvores caídas. “Estavam desmatando mesmo sem o projeto de doação ter sido apreciado. Então nos mobilizamos e imediatamente informamos os órgãos responsáveis, Divulgação/CSC Deputados Marcos Vieira e Luciane Carminatti foram ao boque ao lado da Casa D`Agronômica, residência oficial do governador, e comprovaram a destruição como Fatma, Polícia Ambiental e a própria prefeitura municipal”, disse o deputado Marcos Vieira. Em uma consulta informal ao governo do Estado, a resposta da Secretaria da Casa Civil por meio de um e-mail informava que estava sendo feita apenas uma limpeza no local por motivo de segurança, já que ao lado do bosque está a Casa da Agronômica, residência oficial do governador do Estado. Nesta quarta-feira (30/08), após a reunião da Comissão de Finanças na Alesc, os deputados se deslocaram ao local juntamente com integrantes da imprensa. “É triste ver que uma área tão nobre estava sendo desmatada para um fim nada nobre, que era a construção de um banco”, disse a depu- tada Luciane Carminatti. O prefeito em exercí- cio da Capital João Batista Nunes informou que acionou os órgãos responsáveis para constatar a infração e punir os responsáveis. O projeto de lei que o governo mandou para a Alesc e trata da doação desta área para uma instituição financeira foi retirado de pauta a pedido do próprio governo. EM SÃO JOSÉ CRAS CULTURAL PROMOVE GRUPO DE DANÇA EM AREIAS A dança foi a arte escolhida para marcar o projeto CRAS Cultural do mês de agosto. No último dia 25, a comunidade teve a oportunidade de participar de duas Oficinas de Dança, ministradas pelo professor Marissandro Goulart. A coordenadora do CRAS Areias (na Av. das Torres) Jessica Miolla Soares, explica que promover o acesso à cultura também é um dos objetivos do CRAS. “Por meio da parceria com CATI foi possível desenvolver esta ação, já que o professor Marissandro é professor de dança no Centro de Atenção à Terceira Idade”, conta Jessica. De acordo com ela, nas oficinas, foram trabalhados ritmos da dança de salão em uma aula em que pessoas de todas as idades puderam participar. A equipe técnica do CRAS Areias, formada por psicólogos e assistentes sociais, ressalta que a intenção do projeto é que toda família participe para que este espaço seja, além de um ambiente de trabalho com a dança, um espaço de interação entre as famílias. As atividades são voltadas para os moradores do território de Secom/PMSJ/Divulgação/CSC O evento ocorre todos os meses com o objetivo de aproximar as famílias da arte e do lazer atuação do CRAS Areias, que compreende os bairros Nossa Senhora do Rosário, Bela Vis- ta, Ipiranga, Real Parque, Areias, Barreiros, Potecas e Jardim Cidade Florianópolis. São José, 1º de setembro de 2017 R Rápidas • Como presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Adeliana Dal Pont, prefeita de São José, participou entre os dias 23 e 26 de agosto, a convite da Confederação Nacional de Municípios (CNM), com uma delegação de gestores municipais brasileiros, da XI Cumbre Hemisférica de Alcaldes. O evento teve como anfitriã a cidade de Pachuca, no México, e foi organizado pela Federação Latinoamericana de Cidades, Municípios e Associações (Flacma). A delegação era composta por 21 prefeitos, de diferentes entidades municipalistas estaduais e microrregionais. Em uma parte da programação, os gestores brasileiros compartilharam boas práticas locais. Outro momento de destaque no evento foi quando os gestores municipais brasileiros tiveram suas ações de governança reconhecidas. • Dia 19 de setembro São José comemora o Dia do Oleiro. Mestre Germano, da Olaria Beiramar, prepara exposição de algumas peças em espaço especial na Câmara de Vereadores. • De 9 a 16 de outubro, a vereadora em São José Cristina Sousa (PRB), que também é fotógrafa, expõe trabalho com a tribo indígena de Biguaçu Wera Tupã Poli Toty Dja, no hall da Prefeitura de São José. Ela repete a exposição que já fez na Escola Básica Nossa Senhora da Conceição. Mais tarde vai levar a exposição para a Assembleia Legislativa, que terá a presença do cacique e da tribo indígena de Biguaçu. • A Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa aprovou (29/8) o Projeto de Lei 379/2016, do deputado Dirceu Dresch (PT), que reconhece simbolicamente o poeta catarinense Cruz e Sousa como promotor público. A proposta segue agora para votação em plenário. Os membros da comissão acataram por unanimidade o parecer da deputada Luciane Carminatti (PT), favorável à aprovação. Em 1883, durante a monarquia, o então presidente da Província de Santa Catarina, Francisco Gama Rosa, nomeou João da Cruz e Sousa Promotor Público de Laguna, mas o poeta não pôde tomar posse no cargo devido à pressão de políticos locais, que não aceitaram um negro ocupando o cargo. Pesou ainda o fato de que, na época, Cruz e Sousa já se destacava como fervoroso conferencista em prol da abolição da escravatura. • Políticas Públicas para as Pessoas com Deficiência da Prefeitura de Florianópolis, apresenta neste 5 de setembro uma Conversa com os Pais no Hotel Majestic, em Floripa, onde serão abordados temas referentes ao relacionamento entre pais e filhos. Com vagas limitadas, o evento acontece às 20 horas e os convites custam R$ 100,00, com direito a petit food e exemplares de revistas educativas. Mais informações e inscrições pelo WhatsApp (48) 99914-8587 ou pelo e-mail conversacomospaisoficial@gmail.com. LIGUE E ANUNCIE (48) 3241-1252 comercial@correiosc.com.br / contato@correiosc.com.br

[close]

p. 9

São José, 1º de setembro de 2017 Cidades Lucas Cervenka/CSC 9 BRASIL TEM MAIS DE 207 MILHÕES DE HABITANTES Local foi comprado pela prefeitura por R$ 1 milhão em 2015 Reforma do Casarão Moreira só depois do Theatro Adolpho Mello Adquirido por cerca de R$ 1 milhão pela Prefeitura de São José em 2015 após dois anos de negociações com os herdeiros, o Casarão da Família Moreira não deverá ser reformado no curto ou médio prazo. Desde a elaboração do primeiro projeto de restauro, a prefeitura já havia informado que só investiria no Casarão após a conclusão da reforma do Theatro Adolpho Mello, que ainda não entrou na fase interna, a mais complexa e cara. Assim, como permanece indefinida a perspectiva de conclusão do próprio teatro – que em breve poderá ser tombado estadualmente, facilitando a captação de recursos – o Casarão Moreira não tem prazo para voltar a funcionar. Enquanto isso, moradores do entorno da construção denunciam nas redes sociais que frequentemente o local é alvo de ladrões, que retiram principalmente peças de metal. De acordo com a superintendente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo, Joice Porto, a equipe da prefeitura esteve várias vezes no local para verificar a situação e se o imóvel continua lacrado. O CASARÃO Localizado na Rua Getúlio Vargas, número 2.870, Centro Histórico, o prédio foi tombado municipalmente pelo Decreto 18.696/2005. A edificação possui dois pavimentos, em que o primeiro foi por muito tempo utilizado para comércio e o segundo como residência. Em 1930 foi adquirido por Jau Guedes da Fonseca, à época presidente da Caixa Econômica Federal em Santa Catarina, o que fez do Casarão um local de intensa movimentação política e social. CONCURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL A Prefeitura de São José, por meio das secretarias de Educação, Assistência Social e da Fundação do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, em parceria com a Caixa Eco- nômica Federal, está lançando um concurso com o tema “Reduzir, reutilizar ou reciclar – Qual a solução para o seu resíduo?”. O objetivo é promover a educação ambiental nas unidades de ensino da rede municipal. As escolas poderão entregar o formulário de inscrição preenchido até esta sexta-feira - 1º de setembro -, no setor pedagógico da Secretaria de Educação. O Brasil tem 207 milhões, 660 mil e 929 de habitantes, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados (30/8) no Diário Oficial da União. No ano passado, o levantamento anual do IBGE indicava uma população de 206,08 milhões de brasileiros - taxa de crescimento populacional de 0,77% entre 2016 e 2017. Resultado um pouco menor do que o período 2015/2016, que registrou uma taxa de 0,80%. São Paulo lidera como o estado mais populoso com 45 milhões, 94 mil e 866 habitantes. Em 2016, a população paulista era de 44,75 milhões de habitantes. Mais cinco estados têm população acima de 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (21.119.536), Rio de Janeiro (16.718.956), Ba- hia (15.344.447), Rio Gde do Sul (11.322.895) e Paraná (11.320.892). O Distrito Federal (DF), que no ano passado tinha 2,98 milhões de habitantes, agora tem mais de 3,039 milhões de pessoas. Acre (829,6 mil), Amapá (797,7mil) e Roraima (522,6 mil) são os estados que registram população inferior a 1 milhão de habitantes. Santa Catarina tem 7.001.161 habitantes. O IBGE registra um novo habitante a cada 5 minutos e 50 segundos em Santa Catarina e no Brasil a cada 20 segundos. A Região Metropolitana de Florianópolis (RMF) supera hoje a marca de 950 mil habitantes. CIDADE Águas Mornas Antônio Carlos Biguaçu Florianópolis Governador Celso Ramos Palhoça Santo Amaro da Imperatriz São José São Pedro de Alcântara Região Metropolitana POPULAÇÃO 6.298 8.327 66.558 485.838 14.229 164.926 22.609 239.718 5.602 954.105 ASSOCIAÇÃO PROBEM EM BUSCA DE DOAÇÕES Há cinco anos Eli Correa Rodrigues, mais conhecida como Nega, seu irmão Gilberto Correa Rodrigues, o Beto, e mais dois voluntários percorrem a Grande Florianópolis em buscas de doações. Eles integram um grupo voluntário chamado Probem, que faz diversos tipos de boas ações. As ações beneficiam crianças e idosos com doações de cestas básicas, café da manhã, higienização, corte de cabelo, unha e outras arrumações. Podem ser também trabalhos voluntários, como auxílio na alfabetização, acompa- Lucas Cervenka/CSC Nega está sempre na busca de voluntários para boas ações nhamento de doente e lazer cultural, contação de histórias e teatro. Algumas das famílias que fazem caridade estão na Lagoa do Peri e em bair- ros carentes de São José e Palhoça. Nega procura passar em cada bairro uma vez por ano, pelo menos, recolhendo contribuições espontâneas ou qualquer outro gesto de boa fé. “Não precisa dar só dinheiro. Pode ser carinho, roupas, atenção ou ir conversar com alguém no hospital que não tenha família”, conta. Nega diz que está de coração aberto para ajudar mais pessoas e receber mais contribuições e ajuda para a Probem. Quem quiser entrar em contato com ela pode ligar para (48) 991194669.

[close]

p. 10

10 Negócios Aqui Tem PRODUTOS & SERVIÇOS 2ª à 6ª BUFFET LIVRE R$ 15,00 DE 2ª À SÁBADO DAS 11 ÀS 13H30 BUFFET LIVRE E A QUILO + COPO DE SUCO (48) 3015-7462 / RUA ARTHUR MARIANO, 1054 - FORQUILHINHAS São José, 1º de setembro de 2017 Contabilidade www.accon.cnt.br Fone: (48) 3259-5999 / (48) 3035-5999 R. Charles Ferrari, 500 - Ed. Quefren Executive's Center Salas 402/403 - Kobrasol - São José

[close]

p. 11

São José, 1º de setembro de 2017 Cidades 11 EM PALHOÇA Enseada de Brito é atendida por prefeito e secretários O programa Prefeitura Com Você, de Palhoça, atendeu em sua segunda edição a comunidade de Enseada de Brito nesta terça-feira (29/8). O projeto mobiliza a estrutura da gestão municipal para ouvir as reivindicações dos moradores. Na Enseada foram cerca de 70 atendimentos, que expuseram as principais demandas dos moradores: construção de novas praças, áreas de lazer e pavimentação de ruas. Outra solicitação da comunidade da Enseada de Brito foi a construção de um memorial para homenagear os naufragados que fazem parte da histó- Nagib de Pieri/PMP/Divulgação/CSC Programa leva a administração às comunidades do município para receber as reivindicações dos moradores ria do bairro e da cidade. O prefeito Camilo Martins atendeu diretamente a demanda e garantiu a execução. Segundo Camilo, este tipo de evento aproxima o poder público da população e permite uma atuação direta nas neces- sidades de cada localidade. “Os moradores contribuem muito com a gestão, pois são os olhos da prefeitura em todos os cantos da cidade. A nova edição do programa vai nos auxiliar no planejamento deste segundo mandato”, finalizou o prefeito. O Prefeitura com Você continua em diversos bairros. Até o final da primeir quinzena de setembro deve passar pelo Aririu, Madri, Praia de Fora e Barra do Aririu. A agenda completa pode ser acompanhada pela página oficial da administração no Facebook. QUINTAL LIMPO A Prefeitura de Palhoça segue a Operação Quintal Limpo com novo cronograma em setembro. O trabalho, que visa o recolhimento de lixo pesado, segue a partir do dia 1º pelos bairros Bela Vista, Caminho Novo, Alto Aririú e Aririú. A coleta é coordenada pela Secretaria Executiva de Saneamento (Samae). CRONOGRAMA POR MÊS Julho: Brejaru, Ponte do Imaruim, Jardim Eldorado Agosto: Passa Vinte, Pedra Branca, Pagani, São Sebastião, Madri Setembro: Bela Vista, Caminho Novo, Alto Aririú e Aririú Outubro: Pinheira, Morretes, Guarda do Embau, Albardão e Maciambu Novembro: Praia de Fora, Guarda do Cubatão, Aririú da Formiga, Enseada de Brito, Praia do Sonho, Ponta do papagaio Dezembro: Pacheco, Barra do Aririú, Rio Grande e Centro. PALHOÇA RECEBE NOVA ILUMINAÇÃO A Prefeitura de Palho- No ano passado foram Nagib de Pieri/PMP/Divulgação/CSC ça está realizando melho- instaladas novas luminá- rias na iluminação públi- rias na orla da Praia da ca de vários bairros. Na Pinheira até a Ponta do primeira quinzena de Papagaio e também a agosto foram instaladas Avenida das Torres, que quase 150 luminárias de liga os bairros Passa Vin- multivapor metálico nos te e Pagani. Aos poucos, bairros Caminho Novo, a prefeitura promete que Pedra Branca e Aririu da outros bairros também Formiga. Agora, são sejam beneficiados com substituídas 126 lâmpa- equipamentos que repro- das com maior índice de duzem melhor as cores e reprodução de cor na rua proporcionam mais con- Arcanjo Candido da Sil- forto visual e fluxo lumi- va, na Praia de Fora. noso Bairros receberam iluminação moderna LICENÇA AMBIENTAL DE INSTALAÇÃO ASCOLI CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO LTDA, CNPJ: 08.229.175/0001-87, torna público que obteve Licença Ambiental de Instalação LAI n°019/2017 em 28/08/2017 para o loteamento Parque Residencial Ascoli, Rua Vidal Vicente de Andrade, Forquilhas, junto a Fundação do Meio Ambiente de São José - FMADS. Rua Cauassú, Loteamento Jardim Botânico, Potecas - São José Santa Catarina. Floripa ganha material esportivo O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina, Leonel Pavan, e o presidente da Fesporte, Erivaldo Nunes Caetano Junior, realizaram (29/8), a entrega de material esportivo para a Prefeitura de Florianópolis, por meio da Fundação Municipal de Esporte. Entre o material destacam-se kits completos de basquete, de vôlei, de tênis e de badminton, bolas de basquete, handebol, futebol e vôlei, além de apostilas, dvds e livros educacionais com informações sobre modalidades esportivas. Parte do equipamento vai ser utili- Divulgação PMF/Divulgação/CSC  trega ocorreu, também foi contemplada com o recebimento de material esportivo. Alunos da unidade de ensino acompanharam a entrega e, na sequência, estrearam os kits com jogos diversos no ginásio. O prefeito de Florianópolis em exercício, João Batista Nunes, destacou que o recebimento do material vai ampliar as atividades esportivas Entre kits completos, muitas bolas de futebol, basquete e outras no Floripa em Movimenzada nas atividades re- minhado para projetos to, além de fortalecer o creativas do Floripa em sociais conveniados com esporte do Município, Movimento, projeto que a Fundação Municipal de oferecendo mais oportumovimenta a Beira-mar Esporte. A Escolha Bási- nidades para que crianNorte e a Beira-mar Con- ca João Alfredo Rohr, no ças e jovens tenham continental aos domingos. Córrego Grande, local tato com alguma atividaO restante será enca- onde a solenidade de en- de esportiva. LIGUE E ANUNCIE (48) 3241-1252

[close]

p. 12

12 Lazer PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL Crustáceo de grandes proporções Reviravolta em um caso de sumiço Professor (?), Nascido admirador da Dona Florinda (TV) (?) de ovo, ingrediente do quindim Funcionário de municípios, averigua o cumprimento de leis Ceramista Edibar - Lucio Oliveira São José, 1º de setembro de 2017 Ave brasileira de plumagem vermelha Hidrofobia (Med.) Artista que se utiliza do Sistema Stanislavski Dar ênfase a (uma parte do texto) Êxodo (?), fluxo do campo para a cidade Obrigação na resposta da prova discursiva Capitão(?), oficial português (Hist.) Depósito de cereais Ninfa amada por Zeus (Mit.) Padrão mais popular de celulares (sigla) Retalho triangular de roupas (?) média da terra: índice aumentado por causa do aquecimento global BANCO 3/pea. 4/ajax — card — lage — test. 5/eliot — stand. 11/sangue-de-boi. Time holandês Reagir bem à piada Recobre a traíra Rugido de feras (pl.) Ervilha, em inglês (?) Rule, rapper Reflexão sonora Estande, em inglês Moléculasgrama (Quím.) Interjeição de aversão ou nojo (?) metal: o dinheiro Cartão, em inglês Grupos de camelos Ingerido Oswaldo Aranha, diplomata brasileiro Adolfo Celi, diretor de Teatro Averigua Fonte de carboidrato, presente na batata Saia de dançarinas de balé clássico O esporte das corridas de cavalos de raça "Banco" genético Interjeição do mineiro Museu paulistano Renato (?), cenógrafo e carnava- lesco T. S. (?), poeta Teste, em inglês Reduto da família Termo repetido no teste de microfone (?) Santos, cantor de "Tão Bem" Local da construção de hidre- létricas Ao (?) livre: a céu aberto Solução 14 SANGUEDEBO I R A I V A MO L S A TO R P E A E CA N AJAX V I L G RI F A R C A R D R U R AL E C O O A E E SCAMA P JUST I F I CAR M O R A M I DO P E G R A N E L T UR FE I O DNA UA I GSM T S E T T A ALO LULU N E S GA R I O A R TE M P E R A T U R A C CINEMA Horários de sábado (2/9) ANNABELLE 2 A CRIANÇA DO MAL • Anos após a trágica morte de sua filha, um habilidoso artesão de bonecas e sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e dezenas de meninas desalojadas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amedrontador demônio do passado: Annabelle, criação do artesão. Itaguaçu: 14:30 16:40 19:00 21:10 (Dub) Continente Park: 16:15 19:15 (Dub) | 22:00 (Leg) Via Catarina: 14:40 17:00 19:10 21:20 (Dub) A TORRE NEGRA •Um pistoleiro chamado Roland Deschain (Idris Elba) percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto (Matthew McConaughey), passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário. Baseado na obra literária homônima de Stephen King. Itaguaçu: 17:00 19:00 21:00 (Dub) Continente Park: 14:15 16:45 22:10 (Dub) | 22:15 (Leg) Via Catarina: 15:00 17:00 19:00 21:00 (Dub) PLANETA DOS MACACOS: GUERRA •Humanos e macacos cruzam os caminhos novamente. César e seu grupo são forçados a entrar em uma guerra contra um exército de soldados liderados por um impiedoso coronel. Depois que vários macacos perdem suas vidas no conflito, César luta contra seus instintos e parte em busca de vingança. Dessa jornada, o futuro do planeta esta em jogo. Itaguaçu: 21:20 (3D, Dub) Continente Park: 21:00 (3D, Dub) Via Catarina: 21:20 (3D, Dub) POLÍCIA FEDERAL - A LEI É PARA TODOS • Inspirado em fatos reais sobre a Operação Lava-Jato, uma série de investigações sobre a corrupção no Brasil, desde o início do processo até a condução coercitiva do ex-presidente Lula. Marcelo Serrado interpreta o juiz Sérgio Moro. Via Catarina (6/9): 21:20 EMOJI - O FILME • Textopolis é a cidade onde os Emojis favoritos dos usuários de smartphones vivem e trabalham. Lá, todos eles vivem em função de um sonho: serem usados nos textos dos humanos. Todos estão acostumados a ter somente uma expressão facial – com exceção de Gene, que nasceu com um bug em seu sistema, que o permite trocar de rosto através de um filtro especial. Determinado à se tornar um emoji normal como todos os outros, ele vai encarar uma jornada fantásticas através dos aplicativos de celular mais populares desta geração – e no meio do caminho, claro, fazer novos amigos. Itaguaçu: 14:00 15:50 17:40 19:30 (3D, Dub) Continente Park: 14:00 16:00 18:45 (3D, Dub) | 17:30 20:00 (Dub) Via Catarina: 14:00 15:50 17:40 19:30 (3D, Dub) BINGO: O REI DAS MANHÃS •Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo exibido pelo SBT durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa. Itaguaçu: 14:40 (Leg) Continente Park: 16:30 21:45 ATÔMICA • Lorraine Broughton, uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival, chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões. Continente Park: 19:30 21:15 (Leg) | 13:00 15:45 18:30 (Dub) COMO NOSSOS PAIS •Rosa é uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações: como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Quanto mais tenta acertar, mais tem a sensação de estar errando. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas préadolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma super mulher sem falhas nem vontades próprias. Até que em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma. Continente Park: 17:45 20:30 DUPLA EXPLOSIVA • Um guarda-costas de elite, que só trabalha para os clientes mais seletos do mundo, descobre que terá um novo cliente: um assassino de aluguel que ressurgiu das cinzas, com quem costumava se estranhar no passado. Apesar do ódio mútuo, eles terão 24 horas para viajar de Londres para a Holanda, enquanto são perseguidos pelos agentes de um ditador do Leste Europeu. Itaguaçu: 14:20 16:40 19:00 21:20 (Dub) Continente Park: 14:30 17:00 (Dub) | 19:45 22:20 (Leg) Via Catarina: 14:20 16:40 19:00 21:20 (Dub) I IMAGEM DA SEMANA Albano Aquino/CSC C RG F H HORÓSCOPO Aquário 21/01 a 19/02 - Trabalho e persistência, vencer obstáculos, derrubar adversários e obter vitórias saborosas. Poderá passar por alguma instabilidade interior, uma vontade irracional de mudança ou rebeldia. Peixes 20/02 a 20/03 - Semana positiva, mas comporta um elevado grau de exigência, exponha ideias e emoções com algumas reservas. Tente dar passos após avaliação isenta de todas circunstâncias. Áries 21/03 a 20/04 - Permite viver uma semana mais harmoniosa e com forte alivio de tensões. As coisas tendem a correr de forma grandiosa. Perigo de má interpretação nas manifestações sentimentais. Touro 21/04 a 20/05 - A energia da conjuntura atual é norteada pelo princípio da mudança e o movimento desta tanto distribui alegria como tristeza. Esta semana é positiva desde que impere o sentido prático. Gêmeos 21/05 a 20/06 - Semana bastante equilibradaque dificilmente serão colhidos de surpresa por acontecimentos negativos. Não guarde as conclusões só para si, precisa de dialogar, exprimir sentimentos. Câncer 21/06 a 21/07 - A sua forte energia aliada a atual conjuntura permite modificar e conduzir a semana da forma que mais lhe agrada. Tomará as melhores decisões nos momentos certos, sem contestação. Leão 22/07 a 22/08 - Aproveite as circunstâncias e dê o seu melhor, ajudas e apoios não vão faltar abrindo novos horizontes na sua vida. Esforce-se para dar o máximo de carinho e evite discussões irrelevantes. Virgem 23/08 a 22/09 - Estará particularmente exigente e esta é uma boa hora para jogar tudo ou tentar definições sentimentais claras. Não insista em situações do passado, pois poderá voltar a dar-se mal. Libra 23/09 a 22/10 - Poderá ficar surpreendido com revelações ou atuações importantes que serão decisivas para formular juízos e escolher caminhos. Não dê respostas por impulso. Esteja mais atento. Escorpião 23/10 a 21/11 - Tenha os pés bem assentes e os olhos bem abertos. A semana será de condução difícil, aceite os fatos com naturalidade e não altere acontecimentos apenas por orgulho. Sagitário 22/11 a 21/12 - Algumas ideias ou ações por estarem mal fundamentadas podem não dar os resultados pretendidos. Tente pensar de cabeça fria em novas soluções. Não prolongue a insegurança. Capricórnio 22/12 a 20/01 - A conjuntura é de progressos e superação de dificuldades, cultive atitudes positivas e coloque o máximo das suas energias em cada projeto ou atuação. Melhorias na vida afetiva. Tons de azul: O ginásio do Jardim Zanelatto, em São José, recebeu um mural do grafiteiro Valdí. A imagem, como todas as obras do artista catarinense, é deslumbrante

[close]

p. 13

São José, 1º de setembro de 2017 13 torcedor e a grande maioria dos brasileiros. Falastrão Tem um certo linguarudo da mídia esportiva catarinense que não contentando os seus novos patrões foi demitido da empresa por não estar agradando a grande maioria dos telespectadores da emissora. Ele já havia sido demitido de uma grande empresa de comunicação do Sul brasileiro e agora foi mandado embora da atual. E dizer que tem gente que ainda dá Ibope para um falastrão desse. Gosto é gosto e não se discute. Ah, coitado. Fufuca neles Só na política brasileira para acontecer mais um caso “pitoresco” como esse. André Fufuca, que comanda a Câmara dos Deputados no afastamento de Rodrigo Maia, é apelidado de “Menudo do Maranhão”. O tal do deputado não tem boa reputação entre os demais parlamentares devido a sua inabilidade e está virando motivo de piadas na internet. Tudo isso acontecendo justo na semana decisiva para votação da reforma política. Fufuca neles. Colocando no pau O goleiro Agenor, ex-jogador do Joinville, está acionando o clube catarinense na CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas), um órgão trabalhista criado pela CBF para os clubes resolverem suas pendengas judiciais relacionadas às transferências. O ex-goleiro cobra a pequena quantia de R$ 600 mil referente a direitos econômicos que o Joinville Esporte Clube lhe deve. Agenor coloca o JEC no pau. Por merecimento Por merecimento, por dedicação, por ter sido mais eficaz nas finalizações neste jogo, o Avaí conquistou uma importantíssima vitória diante da Chapecoense no domingo (27/8) dentro da Ressacada. Essa é o tipo de conquista que chega para dar fôlego e tranquilidade pra que o time tenha sequência no trabalho de aplicação e aperfeiçoamento num departamento que vem sendo contrariado por alguns torcedores, que é o departamento de futebol. Surpreendente Que o Corinthians é o favorito para a conquista da taça de campeão brasileiro deste ano, disso não tenho duvida. Mas a maior surpresa da última rodada foi a derrota do Timão, no Itaquerão. E o que é pior, perdeu para o Atlético/GO, lanterna deste Brasileirão, e que faz a pior campanha na elite deste ano, surpreendendo o seu Divulgação/CSC O boa praça Edson, de São José, fazendo aquilo que mais gosta. Em sua moto numa viagem internacional Respirando contra a degola Na briga contra o rebaixamento, o Figueirense superou o Guarani de Campinas (SP) por 2 a 1 sábado passado (19/8). Foi uma vitória que não tirou o alvinegro da maldita zona desta segundona nacional, mas deu um novo alento para o clube tentar sair desta incomoda situação que está vivendo. Esse é o Figueirense que o seu torcedor quer ver, um time pragmático com jogadores cientes do que precisam fazer dentro de campo. Só assim os pontos bons vão chegando. Drops da arquibancada • Quando vejo o técnico Rueda do Flamengo comandando o time à beira do gramado, me vem a lembrança da figura do grande comentarista Raul Quadros, que já nos deixou. • A situação do São Paulo está ficando cada vez mais complicada neste Brasileirão. O time corre risco de rebaixamento e não mostra sinais consistentes de reação. • E que ninguém se iluda, a tal da Primeira Liga ainda não deu liga. É uma competição que não vale absolutamente nada. Nem os próprios clubes que disputam esse torneio valorizam o evento. • Parece que as coisas começam a mudar lá pro lado do Estreito. O que se viu diante do Guarani de Campinas foi um time com vontade e persistência. • Vinícius Eutrópio reclamou muito da arbitragem de Bráulio Machado, o nosso melhor árbitro, sem razão nenhuma. Ele pode não ter tido uma atuação de gala, mas suas decisões não influenciaram no resultado. Confesso que ela é gostosa demais e quando encosta na minha boca, o seu sabor é excepcional. Ela é uma loira linda, e apesar de ser um pouco fria, conquistou meu coração. Te amo, cerveja. PENSAMENTO DO BAMBI BRASILEIRÃO - SÉRIE A 23ª RODADA 9/09 - SÁBADO - 16:00 Atlético-MG X Palmeiras 9/09 - SÁBADO - 19:00 São Paulo X Ponte Preta 10/09 - DOMINGO - 11:00 Atlético-PR X Coritiba 10/09 - DOMINGO - 16:00 Sport X Avaí Vasco X Grêmio Santos X Corinthians Vitória X Fluminense 10/09 - DOMINGO - 19:00 Botafogo X Flamengo Chapecoense X Cruzeiro 11/09 - SEGUNDA - 20:00 Atlético-GO X Bahia BRASILEIRÃO - SÉRIE A Clube 1º Corinthians PG J 50 22 2º Grêmio 3º Santos 4º Palmeiras 5º Flamengo 6º Cruzeiro 7º Botafogo 8º Atlético-PR 9º Fluminense 10º Sport 40 21 38 22 36 22 35 22 31 22 31 22 30 22 30 22 29 21 11º Atlético-MG 12º Vasco 13º Ponte Preta 14º Bahia 29 22 28 22 27 22 26 22 15º Coritiba 16º Vitória 17º Chapecoense 18º Avaí 19º São Paulo 26 22 25 22 25 22 25 22 23 22 20º Atlético-GO 18 22 V 15 12 10 11 9 8 8 8 7 8 8 8 7 7 7 7 7 6 6 5 E D GP GC SG 5 2 33 11 22 4 5 35 19 16 8 4 23 14 9 3 8 33 25 8 8 5 31 21 10 7 7 26 20 6 7 7 25 23 2 6 8 25 25 0 9 6 31 29 2 5 8 30 28 2 5 9 24 26 -2 4 10 23 34 -11 6 9 23 27 -4 5 10 29 30 -1 5 10 21 27 -6 4 11 23 31 -8 4 11 26 35 -9 7 9 13 26 -13 5 11 28 33 -5 3 14 18 36 -18 Cartão Rosa Para o Papa Francisco, que recebeu os sobreviventes do acidente da Chapecoense, entre eles os jogadores Alan Ruschel e Jackson Follmann. O Verdão do Oeste está na capital italiana para um amistoso contra o Roma nesta sexta-feira (1/9), cuja venda será revertida para instituições de caridade. Cartão Vermelho Para esta onda de violência que estamos vivendo e que não escapa nem o próprio policial militar ou civil. Os assassinatos de PMs em Joinville e Balneário Camboriú nos últimos dias estão amedrontando a população. Muitos desses policiais morrem em atividades paralelas a da corporação, no chamado “bico”.

[close]

p. 14

14 São José, 1º de setembro de 2017 Andrezinho contato@correiosc.com.br - 3241-1252 Divulgação/CSC Big Sorte E nesta sextafeira (1/9) os diretores do Certificado de Capitalização Big Sorte irão fazer a entrega do prêmio cultural de R$ 10.000,00 no Bar do Bidu, em Campinas, São José. O terceiro sorteio aconteceu na cidade de Criciúma, e o sortudo é de São José. Repetindo Dizem os mais próximos da prefeita de São José, Adeliana Dal Pont (PSD), que hoje também é presidente da Fecam, que seu partido estuda uma possibilidade de lançá-la candidata a deputada federal, por isso ela está percorrendo todo o Estado. Como seu partido não tem nenhum candidato a federal, Adeliana poderia se inspirar e fazer o mesmo caminho que seu padrinho, o ex-deputado federal Gervásio Silva, que saiu de prefeito e virou federal. Realidade É lamentável o que vem acontecendo com os nossos agentes da segurança pública. Mas isso é reflexo das ações implantadas por quem comanda, ou melhor, a falta de ações voltadas para segurança. Quando o espaço está vazio, a tendência é alguém ocupar, e foi isso que o crime organizado fez. Está na hora de todos trabalharem juntos, criarem ações em conjunto, inclusive solicitando a participação do Exército na rua. Do jeito que está indo, em pouco tempo não teremos mais o controle da situação. Jorge Silva e sua esposa Teresinha Diniz reuniram amigos e familiares no Tião, em Campinas, para comemorar mais uma primavera do esposo. Parabéns, Jorge! Força Jovem O Coordenador Municipal de Políticas Públicas para Juventude, Fernando Fernandes, representou Florianópolis no II Encontro Nacional de Gestores Municipais e Estaduais de Juventude na Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), em Brasília/DF, nos dias 23 e 24/08. Com a participação de mais de 300 jovens/gestores da juventude, foi criada a Secretaria Nacional de Juventude o “Brasil Mais Jovem”. A ideia é tirar do papel os 11 eixos temáticos do Estatuto da Juventude – Lei 12.852/2013, e fazer com que os jovens, sobretudo os mais pobres e os que estão em situação de vulnerabilidade, tenham os seus direitos reconhecidos e respeitados. Fernando Fernandes conseguiu emplacar mais uma vaga na mesa diretora da FOMJUVE, sendo eleito Diretor de Assuntos institucionais de Gestores Municipais. Fico feliz e mais tranquilo por perceber que a juventude está começando a fazer parte do processo e pensa mais politicamente correto. Divulgação/CSC Mais um grande evento pra comemorar o aniversário do Richard Oliveira, neste sábado (1/9), no Senadinho do Kobrasol, com costelas uruguaias, roda de samba e muita gelada. Parabéns, jovem! Costelada da OAB São José Neste sábado (2/9), a partir das 11h, acontece mais um evento promovido pelos advogados de São José, em sua sede administrativa. Depois do sucesso da tradicional feijoada, agora eles estão lançando a Costelada da OAB, ao custo de R$ 25 por pessoa. Como os eventos que estamos sempre prestigiando são nota 10, tenho certeza que esse não será diferente. Agenda Nesta sexta-feira (1/9), no Divino Gastroclub, que hoje é considerado uma das casas mais charmosas e aconchegantes do Estado, localizada no Centro Histórico de São José, terá a apresentação da banda On The Bayou, com tributo à banda californiana Creedence. Certamente deverá lotar a casa. Cadeia neles Eu não sei você, mas eu muitas vezes não consigo acreditar que esse pessoal ligado ao sapo barbudo, aquele com nove dedos, que há muito era personagem de desenho animado, o ladrão com alcunha de Nove Dedos, realmente sente para falar tanta asneiras e mentiras? Eles estão sendo processados, envolvidos em diversos escândalos até o pescoço e mesmo assim agem como nada fosse nada. Será que é só eu que vejo isso? Alex Ribeiro/Bella da Semana/Divulgação/CSC Nossa gata da semana é a paranaense Michele Neves, 32 anos, essa baixinha de apenas 1,56 de altura, que está deixando muita gente grande cair no chão. Quer descobrir mais fotos, vai lá no Bella da Semana. Pensamento da semana Cerveja congelada, carne queimada e mulher grávida... Se tivesse tirado um pouquinho antes, nada disso teria acontecido. Tiago de Oliveira/Divulgação/CSC Palhoça recebeu uma ótima opção para quem gosta de comer bem e não deixar a diversão de lado. Inaugurou nesta quinta-feira (30/8) a segunda Garagem do Hambúrguer, na Rua José Bonifácio de Souza, atrás do Shopping Via Catarina. Vale a pena conferir

[close]

p. 15

São José, 1º de setembro de 2017 15 Gente redacao@correiosc.com.br Fotos: Lucas Cervenka/Foto na Rede/Divulgação/CSC 14ª Feijoada dos Amigos A 14ª Feijoada dos Amigos de Santo Amaro da Imperatriz rolou sábado (26/8) no Mallmann’s Eco Park, lugar deslumbrante que reuniu mais uma vez a turma mais animada da cidade. Diretores com esposas: Luciano, Juliana, Nelson (Presidente), Rose, Milton, Mari e Nilsonei Tiago de Oliveira/Divulgação/CSC Sócios: Ronaldo, Josué, Elias, Adelmo, Adelino, Cristóvão, Luciano, Joni, Nelson, Milton, Nilsonei, Jasen

[close]

Comments

no comments yet