Edição Abril - 2016

 

Embed or link this publication

Description

Entidades empresariais unidas contra pacote tributários estadual

Popular Pages


p. 1

OREVISTA LÍDER Ano 044|Edição1684|Abrilde2016 Órgão Oficial Associação Comercial Indústrial, Agro-Pastoril e Prestadora de Serviços de Barra Mansa Órgão o cial da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços de Barra Mansa www.aciapbm.com.br ENTIDADES EMPRESARIAIS UNIDAS CONTRA PACOTE TRIBUTÁRIO ESTADUAL Presidentes e diretores da ACIAP BM, CDL BM e Sicomércio BM participaram de audiência pública na ALERJ para debater a Lei 7.176/15. As entidades defendem a revogação da legislação que criou a ‘Taxa Única de Serviços Tributários da Receita Estadual’, a ser recolhida trimestralmente pelas empresas contribuintes de ICMS. Os deputados estaduais adiaram a vigência da lei até maio e se comprometeram a apresentar projeto de lei pedindo sua revogação – página 05 Comércio de BM adere ao movimento contra corrupção – página 11 ACIAP BM sedia o cinas gratuitas para MEI’s – página 06

[close]

p. 2

Expediente Diretoria Executiva – Membros efetivos - Presidente: Rafael Milton Teixeira Junior - 1o Vice-presidente: Rodrigo Amorim Camargo - 2a Vice-presidente: Denyse Singulani Ribeiro de Souza - 1º Secretário: Leonardo Ramos de Oliveira - 2º Secretário: Manoel dos Santos Duarte - 1º Tesoureiro: Francisco Ronaldo Vieira - 2º Tesoureiro: Hugo Tavares Nascimento - Vice-presidente Comercial: Leandro Amaral de Albuquerque - Vice-presidente Industrial: César Gonçalves de Carvalho - Vice-presidente Agropastoril: José Alencar de Avila - Vice-presidente de Prestação de Serviços: Fernanda de Almeida F. Moyses - Diretor Tributário e Fiscal: Flavio Lourenço Brandão - Diretor de Patrimônio: Alexandre Cosendey Rezende - Diretor Social: Leomar Gomes - Diretor de Associados: Vivaldo Cotrim M. Ramos Suplentes Marco Túlio Xavier Lanza | Jair de Medeiros | Tamara Ferreira de Carvalho | Alberto Almeida Carneiro | Paulo José Bastos Cosenza Conselho Superior - Presidente: Hilton Alexandre Alves da Silva - Vice-presidente: Abílio Fabiano Rezende Pedra - Secretário: Alfredo José Godoy Macedo - Membros efetivos: Arivaldo Corrêa Mattos | Benedito D’Arc Breves Rímulo | Carla Caravieri | Cláudio Marini | Edvaldo Xavier de Carvalho | Elias Nagib Felix | Fernando Simões | Francisco José de Oliveira Rezende | José Francisco de Souza Medeiros | José Marciano de Oliveira | Marcos Aurélio Carvalho | Michel Melhim Gattás | Oswaldo Judice de Moraes | Paulo Fernando Monteiro Pinto | Silvério Veloso | Venâncio Ferreira Dias | Willis de Castro Rolim Expediente O Líder – Órgão oficial da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços de Barra Mansa (ACIAP BM) | RJ. Registrado no Cartório de Títulos e Documentos sob o no 18. Fundado em 1971, pelo presidente Lino Raphael Berindelli e pelos jornalistas José Lourenço e José de Oliveira Produção e programação visual: Dupla Criativa - www.duplacriativa.com.br Editora: Flávia Resende (MTB 26.200 | RJ) Redação: Av. Domingos Mariano, 196, Centro, Barra Mansa (RJ) Tel: (24) 3323-4861 Impressão: Gráfica Drumond www.aciapbm.com.br atendimento@aciapbm.com.br | comunicacao@aciapbm.com.br 02 Revista O Líder Palavra do presidente O cidadão ouve falar de crise, ajuste fiscal... mas ele sente o impacto direto, principalmente, por duas formas: custo de vida e desemprego. E quem vê outros cidadãos sofrendo com esses efeitos tende a reagir de formas que agravam a crise – compra menos, investe menos, contrata menos. É um ciclo. Nesse momento de crise econômica, em que vemos nos jornais notícias de milhares empresas fechando as portas em todo o país, me pergunto? Onde está a capacidade dos nossos gestores públicos de administrar em tempo de adversidade? Sabemos que a gestão é muito mais fácil quando há recursos em abundância. Mas quando o dinheiro é escasso? Seria a hora dos políticos brasileiros, eleitos para administrar o país, mostrarem toda a sua competência profissional e criatividade. Mas, infelizmente, não temos visto isso. Aproveito esse espaço para reforçar a importância do associativismo. Se não fosse a união das entidades empresariais fluminenses, que pressionaram os deputados estaduais, a classe empresarial seria penalizada mais uma vez pela má gestão dos recursos públicos. Graças ao esforço em conjunto, as entidades conseguiram que os deputados dessem entrada em um projeto de lei pedindo a revogação da lei que criou a taxa única de serviços tributários. Sabemos que essa conquista foi apenas a primeira, por isso vamos continuar o trabalho de mobilização para garantir que o projeto de lei de revogação seja pautado em regime de urgência na Alerj. Somos fortes porque estamos juntos! Rafael Milton Teixeira Junior Presidente

[close]

p. 3

ÍNDICE Página 04 Manual para registro de agroindústrias de produtos de origem animal Página 05 Entidades empresariais pedem revogação da Lei 7.176/15 Página 06 Oportunidade de capacitação para MEI’s Página 07 Conselho Comunitário de Segurança se reúne com empresários Página 08 Con ra os convênios da ACIAP Página 09 Boletim nanceiro Página 10 Diretoria da ACIAP BM Página 11 Movimento ‘10 minutos fechados pelo Brasil’ Página 12 Espaço CDL Espaço Sicomércio Página 13 Livro ‘Antologia histórica’ Página 14 Palestra sobre Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Página 15 Encontro de mulheres Revista O Líder 03

[close]

p. 4

ESPAÇO CAMPO Estado lança manual para registro de agroindústrias de produtos de origem animal Conteúdo da cartilha orienta sobre etapas e exigências sanitárias para regularização das unidades no SIE Um manual com o passo a passo para o registro de agroindústrias que produzem alimentos de origem animal no estado do Rio de Janeiro vai facilitar a vida daqueles que desejam regularizar seu empreendimento. Desenvolvida pelos técnicos da Defesa Agropecuária, da secretaria estadual de Agricultura, em parceria com a Firjan, o trabalho apresenta a legislação atualizada para o segmento e foi lançado no mês passado. De acordo com superintendente da Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes, o objetivo é divulgar as exigências para a regularização desses estabelecimentos junto ao SIE (Serviço de Inspeção Estadual). Atualmente, são 433 agroindústrias com registro ativo no estado do Rio, das quais 117 são apoiadas pelo Programa Prosperar para incentivo às agroindústrias de base familiar. “A legislação que trata de inspeção de produtos de origem animal está sendo revisada pelos governos estadual e federal. O objetivo é a descentralização dos serviços de inspeção federal e ampliação da industrialização de produtos da agroindústria familiar. Vinicius Magalhães Essa primeira edição da cartilha tem edição limitada de mil exemplares. Após a conclusão e modificações da legislação, o material terá versão atualizada”, explicou Paulo Henrique. “A cartilha presta uma orientação inicial aos empreendedores para adequação sanitária de suas unidades de produção. Todos os trâmites necessários foram descritos detalhadamente para obtenção do Registro de Estabelecimentos de Produtos de Origem Animal. Com essa documentação em dia, o produtor estará apto a produzir e comercializar produtos de origem animal dentro dos padrões exigidos”, afirmou José Alencar de Ávila, diretor da pasta agropastoril da ACIAP BM. O manual pode ser acessado gratuitamente no site da Firjan, no endereço http://www.firjan.com.br/publicacoes/manuais-e-cartilhas. Mais informações podem ser obtidas no Núcleo de Defesa Agropecuária de Barra Mansa, que funciona no Parque da Cidade, no Centro, e nos telefones (24) 3328-2479 / 3328-2003. 04 Revista O Líder 3325-8000

[close]

p. 5

POR DENTRO F.Alves Entidades empresariais de Barra Mansa pedem revogação da Lei 7.176/15 Representantes da ACIAP BM, CDL BM e Sicomércio BM participaram no dia 23 de março, da audiência pública organizada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para debater a Lei 7.176/15. O evento, realizado na capital carioca, contou com participação de centenas de pessoas, a maioria representante de entidades empresariais. Todas as entidades inscritas para usar a fala defenderam a revogação da lei, que criou a ‘Taxa Única de Serviços Tributários da Receita Estadual’, a ser recolhida trimestralmente pelas empresas contribuintes de ICMS. O diretor do Sicomércio BM, Rilmo Vieira de Souza, destacou que o fechamento de empresas e o desemprego serão consequências inevitáveis se a legislação não for extinta. “A situação das micro e pequenas empresas já é caótica. A criação de mais uma taxa, que se configura como um novo imposto, vai atingir diretamente às empresas. Nós empresários não temos mais condições de absorver novos impostos”, defendeu Rilmo. O ex-presidente da ACIAP BM e membro do Conselho Superior, Arivaldo Corrêa Mattos, lembrou que a legislação foi aprovada, no final do ano passado, sem nenhuma discussão com a classe empresarial. “Os próprios deputados que aprovaram a lei alegaram durante a audiência que foi tudo às pressas, sem tempo para um debate mais amplo. Em nossa visão, o novo pacote tributário vai potencializar ainda mais o cenário negativo da economia, com aumento de demissões e redução de arrecadação de impostos. É um verdadeiro tiro no pé que o Estado está dando”, afirmou Arivaldo. Depois de ouvir os argumentos das entidades, os deputados presentes na audiência decidiram solicitar ao governo do Estado a prorrogação do início da vigência da lei. Aprovada em 28 de dezembro de 2015, a lei estava prevista para entrar em vigor no dia 28 de março, no entanto foi adiada por mais 60 dias. “Com essa ampliação do prazo, vamos ganhar tempo para debater mais o tema e trabalhar pela retirada dessa medida”, disse o deputado Edson Albertassi. “Desde o início, a posição das entidades de Barra Mansa foi pela revogação da lei. Ouvimos os argumentos do Albertassi em um encontro no dia 21 de março, no Sicomércio BM, que seria mais viável alterar alguns pontos da legislação do que lutar pela sua extinção. Mas não abrimos mão do nosso posicionamento inicial. Na audiência do dia 23, tanto Albertassi quanto os demais deputados estaduais presentes puderam ver de perto o enorme descontentamento da classe empresarial e decidiram apresentar projeto para a revogação da lei”, explicou Rafael Milton Teixeira Júnior, presidente da ACIAP BM. “A união das entidades empresariais foi fator predominante para a mudança de posicionamento dos deputados. Vamos continuar o trabalho de mobilização para garantir que o projeto de lei de revogação seja pautado em regime de urgência”, finalizou Alício Camargo, presidente da CDL BM. Justiça – O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do estado concedeu liminar em ação de representação de inconstitucionalidade movida pelo Sistema Firjan e pela Fecomércio no dia 28 de março. A decisão beneficia todas as empresas do estado - independentemente do segmento - até então obrigadas ao pagamento da Taxa Única. “Apesar de ser uma boa notícia, essa decisão da Justiça pode cair a qualquer momento. Por isso, vamos continuar a acompanhar de perto o projeto de lei de revogação da lei”, garantiu Rafael. Revista O Líder 05

[close]

p. 6

POR Oportunidade de capacitação DENTRO para MEI’s Nos meses de maio e junho, os microempreendedores individuais (MEI’s) terão a oportunidade de se capacitar em Barra Mansa. Por meio de parceria entre a ACIAP BM, o Sebrae e Catei (Centro de Atendimento ao Trabalhador e Empreendedor Individual), serão disponibilizadas oficinas do programa SEI que tratam de temas básicos para gestão e fortalecimento dos negócios. “O SEI é o conjunto de soluções do Sebrae para a capacitação do microempreendedor individual, que foi criado a fim de oferecer mais oportunidades para esse segmento conquistar espaço no mercado”, explicou Juliana Gomes, analista do Sebrae, frisando que as vagas são limitadas, por isso há necessidade de inscrição antecipada. Atualmente, existem aproximadamente 7,2 mil microempreendedores individuais cadastrados na prefeitura. “As oficinas são uma ótima oportunidade para os MEI’s melhorarem as práticas do dia a dia do seu negócio. Em época de crise, nada melhor que investir em capacitação para desenvolver a empresa”, comentou a vice-presidente da ACIAP BM, Denyse Singulani. 04 de maio | 18h30 SEI Controlar meu dinheiro Gratuita 05 de maio | 18h30 SEI Vender Gratuita 19 de maio | 18h30 Me formalizei, e agora? Gratuita 09 de junho | 18h30 Me formalizei, e agora? Gratuita 23 de junho | 18h30 Como usar as redes sociais a favor do seu negócio Investimento: R$ 40,00 Local: Auditório da ACIAP BM (Av. Domingos Mariano, 196, Sobrado, Centro) Inscrições e informações: (24) 3347-5845 | 0800 570 0800 06 Revista O Líder

[close]

p. 7

CIDADE Conselho Comunitário de Segurança se reúne com empresários do Ano Bom Arquivo Os membros do Conselho Comunitário de Segurança (CCS) de Barra Mansa se reuniram no dia 29 de março, na CDL BM, com empresários do Ano Bom para discutir ações relacionadas à segurança pública no bairro. “Com o retorno das ações do CCS a proposta é criar uma política de integração junto à comunidade, aos órgãos de segurança e às entidades para que juntos possamos buscar soluções mais imediatas e efetivas nessa área”, explicou Leandro Amaral, presidente do CCS e diretor da ACIAP BM. De acordo com a Polícia Militar, no Ano Bom os principais problemas estão relacionados à população de rua e usuários de drogas. “Precisamos de apoio da secretaria de assistência social para esses casos”, relatou o tenente PM Pedro Henrique Costa. Um dos empresários presentes ao encontro também destacou essa situação. “Houve um aumento significativo de população de rua no Ano Bom e também de flanelinhas. Quando a população vê um guarda ou um policial transitando, a sensação de segurança fica maior”, disse o empresário Aluizio Sarmento. O vice-presidente do conselho e presidente da CDL BM, Alício Camargo, justificou que a escolha de iniciar o trabalho pelo Ano Bom partiu da latente necessidade de melhorar a segurança no bairro. “Há diversos estabelecimentos que funcionam à noite, necessitando de uma ação de segurança pública mais enérgica” ponderou. Entre os assuntos debatidos na reunião estiveram trânsito, ordem pública, iluminação das ruas, estacionamento, furtos e assaltos ao comércio do bairro. “Essa integração que o CCS proporciona trará resultados se criarmos planos de ações em conjunto, unindo também o poder executivo da cidade. Existem problemas de segurança sim, mas existem questões sociais relacionadas a eles e que precisam ser combatidas”, afirmou o delegado Ronaldo Brito. Ao final da reunião foi definido um planejamento para o reforço da segurança no bairro, principalmente nos horários e dias mais críticos. Kiss Motel Conforto, segurança e ótimo atendimento Suítes com sauna, hidro e piscina Dutra, km 269, Monte Cristo - Barra Mansa (24) 3323-7878 07 Revista O Líder

[close]

p. 8

CONVÊNIOS Conheça as empresas conveniadas e as vantagens em ser um associado da ACIAP Barra Mansa Saúde - Unimed: descontos diferenciados nos planos de saúde para associados - Psicologia: desconto de 45% nos atendimentos com a profissional Karolina Menezes - Semart - Condições especiais para associados da ACIAP BM Educação Lazer - Creche Escola Favo de Mel - Desconto de 10% nas mensalidades - People Formação Completa - Desconto de 25% nas mensalidades - CIEE - Desconto de 25% na contribuição institucional por estagiário - Sesi/Senai - Desconto de 10% nos serviços médicos, odontológicos e educacionais e 30% nas mensalidades do Sesi Clube - CCAA - Descontos de 20% nas mensalidades de cursos de idiomas - Inspire-se: descontos de 20% nas inscrições em todos os cursos livres de Gestão, Oratória e Segurança do Trabalho - UniFOA: descontos nas mensalidades de cursos de graduação, pós-graduação e de extensão - FASF: desconto de 20% nas mensalidades de cursos de graduação, superiores e tecnologia e pós-graduação - ICT: desc. de 20% nas mensalidades das turmas de Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), Ensino Médio + Téc. e cursos técnicos subsequentes - Academia da Criança: desconto de 20% nas mensalidades das turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) -Aldeia das Águas Park Resort: descontos e condições diferenciadas para associados, seus funcionários e dependentes. Consulte tabela na secretaria da ACIAP BM Consultoria - Top Júnior (UBM): convênio de cooperação para elaboração de projetos nas áreas comercial, industrial e de serviços. Desconto de 50% de desconto na hora de consultoria e isenção da taxa de visita à empresa. Automotivo - Remobama: desconto de 15% à vista nos serviços de usinagem e montagem de motores ou parcelamento em até 10 vezes. Serviços de manutenção de frotas, mão de obra e peças, parcelamento em até cinco vezes. Empresas associadas à ACIAP BM ganham mais que boas notícias. 08 Revista O Líder

[close]

p. 9

$ BOLETIM FINANCEIRO Índices nanceiros Março | 2016 Ouro BM&F -9,73 % DÓLAR -9,25 % EURO -5,35 % IPCA 0,47% IGP-M 0,51% POUPANÇA 0,72% CDI 1,11% IBOVESPA 19,76% MEI pode usar casa como sede do negócio O Microempreendedor Individual (MEI), figura jurídica que pode faturar até R$ 60 mil por ano, poderá utilizar sua residência como endereço comercial. O Senado aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei da Câmara dos Deputados (PLC 167/2015) que concede esse novo direito ao MEI, desde que ele não exerça atividade que exija local específico. O projeto já foi publicado no Diário Oficial do Senado e vai direto para sanção. A aprovação reforça a atualização da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que já previa a possibilidade dos estados e municípios de identificarem como pessoa jurídica o endereço residencial utilizado para a atividade comercial do MEI. Apenas nos três primeiros meses deste ano, cerca de 260 mil pessoas se formalizaram como MEI. Desde que essa figura jurídica foi criada, em julho de 2009, já são aproximadamente seis milhões de empresários em todo o país. Ao se tornar MEI, a pessoa ganha cidadania empresarial com o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e, com isso, pode emitir nota fiscal, participar de licitações públicas, tem acesso mais fácil a empréstimos e se torna um segurado da Previdência Social. Revista O Líder 09

[close]

p. 10

POR DENTRO Diretoria da ACIAP BM Revista O Líder traz per l dos diretores da entidade A edição deste mês da Revista O Líder continua apresentando os perfis dos empresários que fazem parte da diretoria executiva da ACIAP Barra Mansa. Eleitos em abril de 2015, eles permanecem no cargo por dois anos. José de Alencar Ávila Vice-presidente Agropastoril Formado em Direito, José de Alencar Ávila, 51 anos, é o vice-presidente agropastoril. Produtor rural do distrito de Antônio Rocha e proprietário da Ávila Contabilidade, exerce seu primeiro mandato na entidade. Ele conta que aceitou o convite para ingressar na diretoria por acreditar que a entidade possuía grandes desafios no setor rural. “Hoje vislumbro a importância do papel da ACIAP BM no desenvolvimento de Barra Mansa. O setor agropastoril tem grande relevância no cenário econômico regional e a entidade busca fomentar essa área apoiando diversas ações voltadas aos produtores da cidade”, frisou Alencar, completando: “Fico feliz em fazer parte de uma entidade atuante e empreendedora”. O vice-presidente faz parte da comissão agropastoril. Eros dos Santos Assessor especial Assessor especial da diretoria da ACIAP BM, o empresário Eros dos Santos, da Joalheria Regina, tem 42 anos e é formado em Engenharia Mecânica, com MBA’s em Estratégia Industrial e Gestão de Negócios. Ele aceitou o convite do diretor Manoel Duarte para auxiliar os trabalhos da diretoria no início de 2016. “Tenho muito respeito pela ACIAP e espero poder contribuir com os meus conhecimentos para o crescimento da entidade e o desenvolvimento da nossa região”, ressaltou Eros, destacando: “Todos os principais assuntos que estão ligados à evolução do município são debatidos em nossas reuniões. Agradeço muito o convite e me comprometo a ajudar na superação dos desafios que aparecem no dia a dia”, finalizou. O assessor integra as comissões de comunicação e de convênios. 10 Revista O Líder

[close]

p. 11

POR DENTRO Movimento ‘10 minutos fechados pelo Brasil’ Comerciantes de Barra Mansa participaram da ação No dia 24 de março, o comércio de Barra Mansa amanheceu e permaneceu fechado para a ação ‘10 minutos fechados pelo Brasil’. Estabelecimentos comerciais localizados no Centro e em diversos bairros paralisaram as atividades simultaneamente durante dez minutos, de 09h às 09h10, em protesto contra a corrupção no país. Na cidade, o movimento teve a iniciativa da CDL BM, com o apoio da ACIAP BM e Sicomércio BM. A adesão dos empresários foi bastante satisfatória: praticamente todas as lojas das Avenidas Domingos Mariano e Joaquim Leite e das Ruas Mário Ramos e São Sebastião ficaram fechadas. Lojistas e suas equipes foram para as frentes de lojas e fizeram barulho com apitos e cornetas. A população também apoiou e elogiou o movimento dos comerciantes. Muitos motoristas passaram pelas ruas e avenidas fazendo ‘buzinaço’. “Foi emocionante participar. Mostramos nossa insatisfação com o que está acontecendo no país. As coisas não podem continuar como estão”, disse o comerciante Nilton São Thiago, da loja Mundo Verde. “Mesmo sendo uma data primordial para as vendas de Páscoa não pude deixar de participar. Foi uma ação muito importante e que esperamos que faça a diferença para sensibilizar a população”, comentou Fabiola Intorne, proprietária do Chocolates Brasil Cacau. “O objetivo foi chamar a atenção da população para a crise econômica e política do Brasil, que tem afetado diretamente os trabalhadores, com alto índice de demissões no comércio e na indústria, maiores geradores de emprego do país”, explicou Alício Camargo, presidente da CDL BM, agradecendo a todos que aderiram ao movimento. Para o presidente da ACIAP BM, a economia do Brasil vive um momento muito difícil, com milhares de empresas fechando as portas, gerando desemprego. “Precisamos nos mobilizar para essa situação mudar. Não dá mais para a população brasileira ficar refém da corrupção”, disse Rafael Milton Teixeira Júnior. O presidente do Sicomércio BM frisou que esse foi um movimento anticorrupção, espontâneo e apartidário. “Estamos unindo forças e representações em protesto contra a crise que estamos vivendo. Essa foi a hora não só das entidades unirem força, mas também todo comércio e vimos esse resultado nas ruas no dia 24”, ressaltou Alberto dos Santos Pinto. 11 Revista O Líder

[close]

p. 12

ESPAÇO SICOMÉRCIO Abertas inscrições para Prêmio Empreendedor do Comércio Já estão abertas as inscrições para o Prêmio Empreendedor do Comércio 2015, que será conferido pelo Sicomércio de Barra Mansa, Quatis e Rio Claro a um empresário de um dos municípios base do sindicato. Todos os anos, o sindicato homenageia um empresário que se destacou no ano anterior, juntamente com outras homenagens que são feitas na festividade em comemoração ao aniversário do Sicomércio, que este ano completa 67 anos de fundação. “Os homenageados sempre foram sugeridos pela diretoria que, através de votação, elegia os nomes de quem receberia a premiação. Mas, desde 2014, decidimos mudar o formato especificamente no Prêmio Empreendedor do Comércio, para quem tiver o interesse poder participar, fazendo com que o prêmio seja o mais democrático possível”, informou o presidente do Sicomércio, Alberto dos Santos Pinto. De acordo com Alberto, o objetivo da premiação é homenagear um empresário que tenha construído uma história de vitória no comércio, que seja atuante, tenha investido ou trabalhado em prol do desenvolvimento e fortalecimento dos interesses de Barra Mansa, Quatis. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de abril, na sede do sindicato, que fica na Rua José Maria da Cruz, nº 55, sala 204, Centro, Barra Mansa, RJ. O regulamento está disponível no site do Sicomércio, no endereço www.sicomerciobm.com.br, ou na sede da entidade. ESPAÇO CDL SPC Brasil lança serviço para agilizar entrega de documentos O Serviço de Proteção ao Crédito lançou mais um serviço para facilitar a vida dos consumidores de todo o Brasil. Com o SPC Brasil Cartórios, todo o trabalho de solicitar documentos oficiais nesses órgãos e outras instituições é facilitado, com o pedido podendo ser realizado pela internet. São 60 tipos de documentos disponibilizados, como histórico escolar, tradução juramentada, certidão de nascimento, casamento e batismo, reconhecimento de firma, certidão de protesto, matrícula de imóveis. Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Júnior, uma das principais facilidades e utilidades do novo serviço é o consumidor conseguir documentos emitidos em outras localidades. “Pela internet ou no balcão da CDL da cidade, será possível fazer esse tipo de solicitação e receber onde quiser, com total comodidade, evitando processos burocráticos e altos custos com transporte e logística”, diz. “Esse serviço já está à disposição do associado CDL BM em nossa sede e, mais uma vez reforçamos o empenho da entidade para fornecer a segurança na prestação de serviço ao empresário e consumidor em geral”, explica o presidente da CDL BM, Alício Camargo. 12 Revista O Líder

[close]

p. 13

CULTURA Arquivo/ABH ‘Antologia histórica’ Livro da ABH traz 28 textos que relembram fatos e personagens da cidade A Academia Barramansense de História (ABH) lançou em março deste ano, seu primeiro livro. Nomeado ‘Antologia Histórica’, o material traz textos de autoria de acadêmicos e associados à entidade. Fatos e grandes personagens do município são narrados em ensaios, contos e poemas, expondo a versatilidade dos autores. O presidente da ABH, Nikson Salem, revelou que no final do ano passado, surgiu a ideia de lançar um livro que contasse um pouco da história da cidade, baseado em fatos verídicos e apurados. “Então começou o trabalho de levantamento desse material em veículos de comunicação da cidade, como o jornal A Voz da Cidade, no extinto jornal Projeção, na revista O Líder e em diversos outros periódicos e livros”, contou Nikson. Depois de uma criteriosa seleção, foram reunidos 28 textos, sendo 14 inéditos, organizados em 100 páginas. A produção e impressão do material foram custeadas com recursos próprios da ABH. Apesar de trazer textos históricos, alguns são mais atuais como nunca, como ‘A saga do trem’, de Evandro dos Reis Brito Sarmento, que trata da tão sonhada remoção do pátio de manobras do Centro. O livro também faz duas homenagens póstumas: para Alan Carlos Rocha e Alkindar Cândido Costa. Ao todo, foram impressos 300 exemplares. “A distribuição está sendo dirigida a entidades, escolas e bibliotecas”, ressaltou Nikson, que agora planeja lançar um livro por ano. “Já temos material para outras edições. A intenção é lançar uma série de livros que reproduzam conhecimentos e experiências que possam nutrir o amor pela nossa querida Barra Mansa”, disse Nikson, agradecendo especialmente à ACIAP BM pela parceria nos 17 anos de funcionamento da ABH. A versão digital do livro está disponível para download na página da Academia no Facebook e no site www.elivros-gratis.net/ Revista O Líder 13

[close]

p. 14

LEGISLAÇÃO F.Alves Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final (NFC-e) A ACIAP Barra Mansa e o Sebrae promoveram no dia 06 de abril, palestra sobre o tema Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final (NFC-e), com a consultora tributária Vera Nunes. O evento, que foi gratuito, reuniu aproximadamente 80 pessoas no auditório da entidade. Durante a palestra, a consultora falou sobre as regras obrigatórias para emissão do documento e esclareceu dúvidas sobre as mudanças para empresas e consumidores. A NFC-e foi lançada nacionalmente em novembro de 2013. Em maio do ano passado, o governo do Estado do Rio de Janeiro oficializou a adesão do estado ao Programa Nacional da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica e implementou um calendário para emissão obrigatória do documento. “A partir de janeiro deste ano, estão obrigadas a emitir o documento as empresas optantes pelo Simples Nacional com receita bruta ano-base 2014 superior a R$ 1,8 milhão. Em 01 de julho, a regra passa a valer também para empresas optantes pelo Simples Nacional com receita bruta anual auferida no ano-base 2014 superior a R$ 360 mil. Os MEI’s estão isentos da emissão”, explicou Vera. Ainda segundo a consultora, apenas as empresas contribuintes de ICMS são obrigadas a emitir a NFC-e. “Esse novo documento visa ser uma alternativa totalmente eletrônica para os atuais documentos fiscais em papel utilizados no varejo (Cupom Fiscal emitido por ECF e Nota Fiscal de Venda a Consumidor, modelo 2)”, frisou, ressaltando que para se adaptar a legislação, os empresários terão que investir cerca de R$ 3 mil na aquisição de sistema operacional e impressora. “O objetivo do governo com a NFC-e é coibir a sonegação fiscal e aumentar a arrecadação de tributos. O consumidor não está obrigado a informar o CPF para constar na nota eletrônica, com exceção de compras acima de R$ 10 mil e feitas no sistema de delivery. Neste casos, devem ser informados nome, endereço e CPF dos clientes no documento”, explicou Vera, lembrando que as empresas devem ter certificado digital para emissão da NCF-e. Quem descumprir o prazo do calendário estadual está sujeito a multas. SIGA SEMPRE SEGURO Rua 02, 133, Eucaliptal/Conforto - Volta Redonda - RJ (24) 3348-1725 / 7835-2112 / ID 102258*2 levy@camposcaldeira.com.br www.camposcaldeiraseguros.com.br Seguros de automóvel, residencial, empresarial, vida, previdência privada, planos de saúde, consórcios e financiamentos. Curta Campos Caldeira Seguros 14 Revista O Líder

[close]

p. 15

POR DENTRO F.Alves Encontro de mulheres Comemorado em 08 de março, o Dia Internacional da Mulher foi celebrado com o lançamento de um grupo voltado exclusivamente para o público feminino. Organizado pelas diretoras da ACIAP Barra Mansa, Denyse Singulani e Fernanda Moysés, o encontro foi realizado na noite de 16 de março e reuniu 32 participantes, entre elas a gerente regional do Sebrae no Sul Fluminense, Ana Lúcia de Araújo Lima. “Nossa intenção com o lançamento do grupo é oportunizar encontros entre mulheres de negócios e profissionais para desenvolver o empreendedorismo, reconhecendo as potencialidades e habilidades de cada participante”, explicou Fernanda, ressaltando que as reuniões serão mensais e gratuitas. Durante sua apresentação, a diretora Denyse expôs os objetivos do grupo. “Queremos desenvolver o empreendedorismo feminino, promovendo capacitação e atualização profissional, além de estimular e encorajar as mulheres na aceitação e realização de suas responsabilidades para com a comunidade local”, afirmou. A psicóloga e coaching, Luísa Pelúcio, ministrou palestra sobre o tema pensamento funcional. Interagindo com o público, Luísa estimulou as mulheres a analisar todas as possibilidades de uma situação, sejam elas positivas ou negativas. “Precisamos de bons pensamentos para ter bons sentimentos, e ótimos comportamentos que vão nos levar para grandes conquistas na vida. Esse é o verdadeiro pensamento funcional, aquele que nos faz enfrentar nossos fantasmas e perceber que podemos vencê-los”, frisou Luísa. Integra Mulheres Estruturando o cotidiano feminino A empresária Maria Bernadete Gomes elogiou a iniciativa da formação de um grupo de mulheres pela ACIAP BM “Acho muito importante termos um momento para refletir sobre os desafios femininos. Acredito que nos encontros vamos poder compartilhar nossas experiências e, dessa forma, nos ajudar mutuamente, seja na área profissional ou pessoal”, disse. Quem também parabenizou a iniciativa foi a gerente regional do Sebrae. “As mulheres respondem por 46% da população economicamente ativa do Brasil. Precisamos de espaços como esse para debater e fomentar ações de empreendedorismo feminino, oportunizando crescimento profissional e pessoal. Tenho certeza que o grupo será um sucesso”, comentou Ana Lúcia. Ao final do encontro, as participantes preencheram um questionário de avaliação. Todas aprovaram a iniciativa e votaram em alguns temas de interesse para debate no próximo encontro. “Assim que agendarmos a reunião vamos comunicar a data às participantes”, finalizou Denyse. Revista O Líder 15

[close]

Comments

no comments yet