Etec 90 anos

 

Embed or link this publication

Description

Aniversário Etec

Popular Pages


p. 1

Etec José Martimiano da Silva 90 anos

[close]

p. 2

EXPEDIENTE Jornalista Responsável MARINA ROSSINI MTB: 30.625 Fotografia e Design AMANDA ZOLA [2]

[close]

p. 3

ÍNDICE 5 EDITORIAL 6 HISTÓRIA 10 CURSOS TÉCNICOS 11 Administração 13 Secretariado 15 Serviços Jurídicos 17 Edificações & Design de Interiores 19 Mecânica & Mecatrônica 22 Eletrônica & Eletrotécnica 25 Nutrição & Dietética e Saúde Bucal 28 Informática & Informática para Internet 29 ENSINO MÉDIO E TÉCNICO 32 FUNCIONÁRIOS [3]

[close]

p. 4

[4]

[close]

p. 5

EDITORIAL Os avanços tecnológicos constantes e os consequentes surgimentos de novas bases tecnológicas, no mundo atual, tem levado a escola a se redimensionar e se estruturar para um mundo novo. A Etec José Martimiano da Silva tem, a cada dia, acompanhado as novas tendências da educação profissional, buscando com efetividade atingir suas metas, não deixando de lado a qualidade transcrita nos seus objetivos. Esta Etec tem a missão de promover a educação profissional dentro do referencial de excelência, visando as demandas sociais e o mundo do trabalho, sempre com a visão de consolidar-se como centro de excelência, estimulando o desenvolvimento humano, sendo sempre a referência no ensino técnico, com uma gestão democrática, dinâmica e inovadora. A educação como um exercício de imortalidade, exige a qualificação da escola e o constante aperfeiçoamento de seus profissionais educadores para um mercado de trabalho em constante mudança. Compete a escola instruir sabiamente os seus alunos levando-os a ver o mundo pelas palavras transformadoras, nela ensinada, vislumbrando um mundo melhor. JOÃO AILTON LEMOS FERREIRA Diretor da Etec José Martimiano da Silva [5]

[close]

p. 6

HISTÓRIA Inaugurada em 1927 com o nome de Escola Profissional de Artes e Ofícios, a Etec José Martimiano da Silva teve inicio de sua construção em 1922. Sua execução fazia parte das comemorações da passagem do primeiro centenário da Independência do Brasil. O terreno para a construção da escola que também foi conhecida com o nome de Industrial foi doado pela prefeitura da cidade que na época tinha como representante João Rodrigues Guião. O prefeito juntamente com José Martimiano da Silva, que seria eleito o próximo chefe do poder executivo municipal, criaram em 1925 a Comissão Arrecadadora de Auxílio, para conseguir arrecadar o dinheiro necessário para a fundação da escola. A Escritura de doação do terreno foi passada no Primeiro Tabelião em Ribeirão Preto, no dia 24 de março de 1926 e media 80 metros de frente por 150 metros de fundo. A planta foi elaborada pelo engenheiro Afonso Geribeles e a direção das obras couberam a Antônio Soares Romão, engenheiro da Prefeitura de Ribeirão Preto. Os primeiros cursos da instituição foram de Mecânica, Marcenaria, Fundição, Eletricidade, Desenho e Costura. Com a Revolução Constitucionalista de 1932, a escola cooperou com a fabricação de artigos como: Quépis, Blusas, Calças, Ataduras e Alimentação para voluntários. Em 1929 começaram a funcionar os cursos noturnos, de aprendizagem e aperfeiçoamento: flores, chapéus, corte e costura, e datilografia. Em 1935 foram instalados os cursos vocacionais, de um ano. Na década de 30 o ensino profissional era a sequência do primário de quatro anos, dessa maneira, os alunos chegavam à escola jovens, por volta dos doze anos e podiam ter o curso profissional de quatro anos e o complementar de mais dois anos. Entre os anos de 1927 até o final da década de 70, eram constantes as feiras tecnológicas. A escola fazia uma exposição de produtos, vendendo-os e transformando em recursos para a própria unidade. Muitos pedidos de encomendas foram feitos pelos moradores da cidade que buscavam móveis de qualidade. O curso de Corte e Costura doava às creches pijamas confeccionados pelos alunos, além de chapéus e bordados que decoravam as lojas comerciais de Ribeirão. Em 1946 em homenagem ao seu idealizador, a Escola Industrial de Ribeirão Preto passou a ser chamada de José Martimiano da Silva. [6]

[close]

p. 7

Imagem retratando aula do curso de Marcenaria - Seção de Entalhação. [7]

[close]

p. 8

CENTRO PAULA SOUZA Em 1994 a escola então pertencente à Secretaria Estadual da Educação passou a ser mantida pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Criado pelo governador Roberto Costa de Abreu Sodré, o Centro iniciou suas atividades em 1970. Na época, a Instituição dedicava-se exclusivamente ao ensino superior quando, no início da década de 80 ampliou sua atuação, incorporando 12 unidades de ensino técnico de nível médio, as chamadas Escolas Técnicas Estaduais. Em 1994 foram incluídas outras 82 unidades, entre elas a José Martimiano da Silva. [8]

[close]

p. 9

PATRIMÔNIO HISTÓRICO Construída no período denominado Belle Époque pelo engenheiro Antônio Soares Romão, a Etec José Martimiano da Silva foi tombada provisoriamente como patrimônio Histórico pelo Conppac (Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural) em 2011. [9]

[close]

p. 10

CURSOS TÉCNICOS [10]

[close]

p. 11

TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Gerenciar, Empreender e Inovar são algumas das palavras chave para o técnico em administração. O profissional executa atividades administrativas da organização relacionadas aos processos de gestão de pessoas, de operações logísticas, gestão de materiais e patrimônio, de marketing, de vendas e de finanças. A coordenadora do técnico em administração da Etec José Martimiano da Silva Vera Lucia Borges lembra que o curso foi constituído pelo corpo docente formado pelos professores João Ailton Ferreira, Marcelo Pereira, Abel José da Silva, Deisy Aparecida Jucoski, Tereza Farah Nazário e Miriam Muniz Buzelli em 2000. “Eu tive a oportunidade de juntamente com esses professores dar o passo inicial para a criação do curso em administração na Etec”, diz. Para Vera, os alunos saem formados prontos para o mercado de trabalho. “O curso prepara tantos os mais jovens como os mais velhos para trabalharem nas mais diversas empresas”, afirma. GRADE CURRICULAR Composta por uma grade com mais de 24 componentes curriculares, o curso que tem duração de um ano e meio é reavaliado e atualizado a cada quatro anos. O curso técnico em administração está em sua 5a grade que será revista ano que vem. Segundo o professor Abel José da Silva, as atualizações são necessárias para atender um mercado cada vez mais dinâmico. “Normalmente a grade muda quase na sua totalidade. Isso é importante porque atinge competências e habilidades individuais para o mercado de trabalho”, explica o professor. Os professores, mestres e especialistas da Etec José Martimiano da Silva, são também, em sua maioria, profissionais com ampla experiência no mercado de trabalho e trazem para a sala de aula os desafios e soluções enfrentados pelo técnico em administração no seu dia-a-dia, como o docente e coordenador do curso Técnico em Administração da Classe Descentralizada Escola Estadual Sebastião Fernandes Palma, Luiz Antônio Reggiani. Com experiência de mais de 20 anos como responsável pelo setor de RH de uma multinacional, Reggiani foi abraçado pela educação. “Meu filho era aluno na ETEC e eu fui convidado para palestrar, porém acabei assumindo certas aulas e nunca mais saí”, conta o professor. O amor pela docência aconteceu já no primeiro dia de aula. Apresentado pelo coordenador da época para os alunos, o professor foi aprendendo o ofício de ensinar. “Entrei para trabalhar seis meses e isso já faz oito anos.” [11]

[close]

p. 12

ÁREA DE ATUAÇÃO O profissional atua em organizações públicas e privadas de segmentos variados, tais como das áreas de comércio, de serviços, da indústria, de consultoria, de ensino e pesquisa, relacionando-se com equipes de diversos setores da organização, por meio da prestação de serviços autônomos, temporários ou contrato de trabalho efetivo. Fomenta ideias e práticas empreendedoras. Desempenha suas atividades observando as normas de segurança, saúde e higiene do trabalho, bem como as de preservação ambiental. Reconhecida pelo seu elevado nível em educação, os alunos do curso técnico em administração da Etec são muito procurados para estagiar nas empresas de Ribeirão Preto e região. “A maioria dos nossos alunos continuam seus estudos e acabam graduando em profissões correlatas como contabilidade e economia”, afirma Vera Lúcia Borges. O professor André Gonini acredita que o curso técnico de administração é um dos mais abrangentes quando se trata de mercado de trabalho. “O profissional técnico em administração tem uma bagagem de conhecimento muito ampla. É com certeza o curso com melhor custo benefício para quem busca o mercado de trabalho.” [12]

[close]

p. 13

TÉCNICO EM SECRETARIADO O curso de Técnico em Secretariado da Etec José Martimiano da Silva capacita o aluno para o mercado de trabalho. O curso tem duração de um ano e meio e prepara o profissional que recebe os conhecimentos necessários para a utilização das modernas ferramentas tecnológicas que permitem assessorar com eficiência os processos de decisão dos executivos, diretores e chefias dos diversos setores das instituições. É uma profissão que envolve muitas tarefas operacionais, mas que vem ganhando posições de destaque e se tornando bastante estratégica. Nos escritórios, o profissional pode atuar como recepcionista ou assistente administrativo. É responsável pelo primeiro atendimento dos clientes e presta informações, além de organizar o ambiente de trabalho, arquivar documentos, redigir cartas, ofícios e comunicados. Para o coordenador Guilherme Nonino Rosa, o curso é dinâmico. “Gostar de lidar com o público e ter boa comunicação são fundamentais”, explica. Formado em Ciências da Computação e pós-graduado em Tecnologia da Informação, Guilherme se acostumou com o perfil do aluno. “O profissional formado em Secretariado é bastante versátil e pode atuar em vários setores como indústrias, comércios, empresas prestadoras de serviços, ONGs e órgãos públicos”, explica Nonino. [13]

[close]

p. 14

GRADE CURRICULAR Os alunos do técnico em secretariado aprendem línguas estrangeiras como Inglês e Espanhol durante os três semestres, assessoramento de eventos e empresarial, gestão financeira e contábil entre outros. A professora de espanhol Stephany Barreiro Cuchi acredita que aprender é a receita para alimentar a alma de conhecimento. “O caminho da aprendizagem não é uma tarefa fácil, mas aprender e com isso transformar em experiências é magnífico. Neruda, em Muere Lentamente, descreve com esplendor a conduta do ser humano na estagnação e a importância do fazer muito mais para que não se morra metaforicamente”, explica. A grade curricular do curso é bem ampla e oferece oportunidades diversas ao profissional. Segunda a professora Adriana Salotti, graduada em secretariado executivo trilíngue, a carga horária para a área de eventos é bastante extensa. “Os nossos alunos podem trabalhar em diversas áreas como a organização de eventos, manutenção de arquivos e como tradutor intérprete.” MERCADO DE TRABALHO A versatilidade desse profissional faz com que o mercado de trabalho seja amplo. Existem oportunidades de emprego em todas as regiões do país e em todos os tipos e tamanhos de empresas. As áreas que concentram o maior número de vagas são os grandes centros urbanos e regiões com grande concentração de indústrias. O aluno Bruno Silveira, do 2º módulo da manhã, escolheu o curso por achar muito amplo e dinâmico. “Aprendemos a ter postura, rotinas administrativas e gestão de relacionamento. Pretendo trabalhar com arquivos e me especializar com graduação na área”, afirma Bruno. A ex aluna Lucília Soares cursou secretariado em 2010 e hoje tem uma empresa de cerimoniais. Na época em que estudava, a profissional não trabalhava como cerimonialista. “O curso me despertou e me fez entender que, aquilo que eu já fazia simplesmente por gostar de fazer, poderia virar profissão. Os últimos seis meses de curso foram decisivos para que eu desse início a essa nova etapa. Oficialmente iniciei no ramo do cerimonial em agosto de 2010”, conta Lucília. Outra ex aluna que continuou aperfeiçoando o que aprendeu na Etec é Midiã Lia Nunes. “Eu segui na minha área mesmo e depois do curso técnico fiz faculdade de secretariado executivo trilíngue em Jaboticabal e segui nessa área. Continuo estudando idiomas para aperfeiçoar e faço sempre cursos e palestras sobre minha profissão. Tenho orgulho em dizer que fiz curso na ETEC”, relembra. [14]

[close]

p. 15

TÉCNICO EM SERVIÇOS JURÍDICOS O Técnico em Serviços Jurídicos é o profissional que dá suporte e apoio técnico-administrativo a escritórios de advocacia, de auditoria jurídica, recursos humanos e departamentos administrativos. Os alunos que concluem o curso na Etec José Martimiano da Silva podem trabalhar em escritórios de advocacia, escritórios de auditoria jurídica, setor de recursos humanos, departamentos administrativos de empresas privadas, de instituições públicas e cartórios. Ao profissional também cabe trabalhar com as determinações legais atribuídas a cartórios judiciais e extrajudiciais, executando diversos procedimentos e registros cabíveis. Segundo o coordenador do curso Valdemir Caldana, o Técnico em Serviços Jurídicos auxilia não só os advogados, mas todos os operadores do Direito. “Esse profissional ganha destaque em Cartórios Civil, de Notas e Imóveis, em escritórios de cobrança, imobiliárias e empresas que lidam com órgãos público. Na segurança aos atendimentos e manuseio de documentos, o técnico é muito requisitado, pois ele tem uma visão adequada dos procedimentos judiciais e extrajudiciais futuros”, explica. Segundo a professora Mariza Salomão Vinco de O. Campos, os alunos devem ter boa desenvoltura ao falar e escrever, raciocínio lógico e ágil, postura ética além de ser sociável e evidentemente, saber administrar conflitos e ter argumentos consistentes. “O curso capacita o profissional para cumprir as determinações legais e judiciais. Além de oferecer condições para que o aluno desenvolva as competências profissionais necessárias e transversais para atuar como técnico em serviços jurídicos, de modo a favorecer o diálogo e a interação com os demais profissionais da área, bem como ampliar sua esfera de atuação”, explica. [15]

[close]

Comments

no comments yet