Jornal Conecta Baixada - edição 42

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Conecta Baixada - edição 42

Popular Pages


p. 1

Recicle informação. Passe este jornal para outro leitor. 995-75-4545 A INFORMAÇÃO VAI ATÉ VOCÊ 2017 www.conectabaixada.com.br BAIXADA FLUMINENSE 16 a 31 de Agosto ANO 3 N° 42 Erick Bello HOSPITAL DA POSSE RESPIRA! Em visita à unidade, o ministro da saúde, Ricardo Barros anunciou a compra de um aparelho de ressonância magnética, mas a luta pela regularização dos repasses continua. Página 7 CÂMARA X PREFEITO: COMO TUDO COMEÇOU Bruno Santos GENTE DA BAIXADA O SERTANEJO JOÃO VICTOR O cantor vem ganhando milhares de fãs com apresentações por toda a Baixada Fluminense. Página 9 ESTÁDIO DO MESQUITA É LIBERADO APÓS SEIS ANOS Divulgação Em uma série de reportagens, veja de onde vem o imbróglio entre os vereadores e o atual prefeito de Mesquita. O caso chegou até à Alerj. Páginas 2 e 3 O estádio Nielsen Louzada atendeu às recomendações do Corpo de Bombeiros e da Ferj e foi liberado para rece- ber os jogos. O Presidente do Mesquita, Cleber Louzada, falou sobre essa importante conquista. Página 12 Mantenha sua cidade limpa. Não jogue papel no chão.Olici pont.

[close]

p. 2

POLÍTICA 2 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR BASTIDORES A HISTÓRIA DO RANCOR Entenda como tudo começou, desde a campanha eleitoral de Jorge Miranda até a decisão da Câmara dos Vereadores em afastar o prefeito de Mesquita. Hyago Santos Após a Câmara votar a favor do afastamento de Jorge Miranda, a população foi às ruas de Mesquita para se manifestar contra a decisão Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Com sete meses de mandato como prefeito de Mesquita, Jorge Miranda viveu seu momento mais conturbado há pouco mais de duas semanas. Afastado do cargo no dia 1º de agosto pela Câmara dos Vereadores, por ter feito uma transferência do Mesquita Prev para pagar servidores que estavam com os salários da gestão anterior atrasados, o prefeito viu uma liminar derrubar a decisão dos parlamentares e, quatro dias depois, já estava novamente a frente do município. Esse rancor político entre os vereadores e o prefeito é uma briga antiga. Baseado nisso, o Conecta Baixada fez uma série de mini reportagens mostrando os bastidores de todas as ações políticas que culminaram nesta guerra política municipal. Confira: Campanha Na campanha para a prefeitura, a coligação de Jorge Miranda entrou na justiça contra a de Gelsinho Guerreiro. Os motivos? Segundo a acusação, a coligação do governo anterior mantinha funcionários amigos dos pré-candidatos a vereadores com vínculo na prefeitura. Além disso, existia a suspeita de que funcionários da cooperativa continuaram no cargo enquanto disputavam as eleições. O Conecta Baixada teve acesso exclusivo a uma planilha contendo uma série de nomes. De acordo com o documento, parte dessas pessoas eram candidatas ou pré-candidatas ao cargo de vereador. As outras eram parentes, amigos e familiares de candidatos. Em comum, todos eles continuavam com vínculos na prefeitura enquanto disputavam a eleição. Na lista, constam funcionários que trabalhavam. Porém, a ligação com os vereadores coloca em dúvida essas indicações. A situação dos servidores Profissionais da educação, que trabalharam na gestão anterior, estavam com os salários de outubro, novembro, dezembro e 13º salário em atraso. Alguns servidores passaram por situações delicadas, como negativação de nome, de crédito, planos de saúde cortados e problemas de saúde. Servidora do município desde 2004, Elizabeth Silva de Souza, de 54 anos, contou que jamais viveu situação parecida na vida. “Precisava comprar remédios que eram caros, muito dinheiro, quase dois mil reais. Fiquei nessa situação, tive que entrar em cheque especial no banco e ver as dívidas só aumentando, sem uma solução”. A situação estava tão complicada que Marcelo Batista, dirigente de turno da Escola Municipal Rotariano Arthur Silva, uma escola municipal, foi ameaçado de despejo. Ele, que atua no município há nove anos, revelou que se não fosse a ajuda da família, a palavra que mais descreveria aquele momento seria “penúria”. “Tenho duas filhas, uma de oito anos e uma de um ano e nove meses. Não foi fácil passar por isso, foi muito difícil. Se não fosse a ajuda da família e dos amigos, só Deus sabe o que aconteceria comigo”. A inspetora de alunos, Lilian Fernandes, há seis anos atuando como servidora, confessou que a situação era tão alarmante que os próprios amigos discutiam entre si, em qualquer hora do dia. “Não dormíamos. Podia ser de manhã, de noite, de madrugada, estávamos sempre discutindo, mas não entre si, acusando um ao outro, mas querendo entender a situação e quando iríamos conseguir sair dessa situação. O afastamento No dia 1 de agosto de 2017, a câmara de vereadores decidiu afastar Jorge Miranda do cargo, com apenas sete meses de mandato. Eles alegaram que o prefeito adquiriu um empréstimo sem autorização prévia da casa, e tiraram Jorge com nove votos a favor, dois contra e uma abstenção. O dinheiro foi usado para pagar funcionários que ficaram sem receber no governo passado. Eles estavam há três meses sem salário (outubro, novembro e dezembro de 2016), além de não terem recebido o 13º. A operação aconteceu dentro da lei. O prefeito fez um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) firmado entre a Defensoria Pública, a Advocacia Pública e Privada, o Ministério Público e o Poder Judiciário, transferindo recursos do Mesquita Prev para pagar os servidores.

[close]

p. 3

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 3 POLÍTICA TROCA DE FARPAS BRIGA POLÍTICA CHEGOU A ALERJ Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Após o afastamento de Jorge Miranda, os deputados estaduais Luiz Paulo (PSBD) e Carlos Osorio (PSDB), em sessão no dia 1 de agosto na Alerj, criticaram a decisão da Câmara dos Vereadores. Para Luiz Paulo “o afastamento do prefeito Jorge Miranda, de Mesquita, com apenas sete meses de mandato, pela Câmara Municipal de Mesquita, foi decisão sem nenhuma transparência, alegando que, sem autorização legislativa, o prefeito pagou a folha do funcionalismo com dinheiro da previdência do próprio funcionalismo”. Carlos Osorio seguiu a mesma linha de raciocínio. “Queria me somar ao pronunciamento do deputado Luiz Paulo, demonstrando também o meu espanto pela decisão da Câmara Municipal de Mesquita de afastar o prefeito Jorge Miranda. Luiz Paulo, como líder do PSDB aqui na Alerj, fala, também, pelo deputa- do Silas Bento e deputada Lucinha. Neste plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, apresentamos nosso protesto por esse ato, na nossa visão ilegal, da Câmara Municipal de Mesquita em afastar um prefeito eleito pelas razões que o fazem”. Incomodados com a defesa dos deputados, os vereadores Vandinho da Gráfica (PMDB) e Pebo Pinheiro (PRB), ambos em primeiro mandato, criticaram a postura dos deputados. “Queria mandar um recado para o deputado Luiz Paulo e para o Osório, aqui não tem angu não, queria falar para os senhores que o estado se encontra como está por causa dos senhores que são um câncer no estado do Rio de Janeiro”, disse Vandinho. Já Pebo utilizou um discurso ofensivo contra os deputados: “Senhor Luiz Paulo e senhor Osório, por favor, tenham vergonha na cara na hora de falar de Mesquita, o Rio está uma merda”. Na quinta-feira (10), os deputados comentaram so- Divulgação Os Deputados Luiz Paulo e Carlos Osorio contestaram a decisão da Câmara e foram criticados por Vereadores de Mesquita bre essas declarações dos vereadores em reportagem de vídeo. Luiz Paulo comentou que os comentários não afetam de forma nenhuma. “Não conheço esses dois vereadores que se expressaram, se eu não os conheço, não tenho nada a falar sobre eles. Só esperava que quem tivesse mandato pudesse ser mais racional e menos passional, porque quando vamos para a passionalidade, a gente perde a razão”, explicou. Osorio também não quis responder às acusações, mas deixou claro que o foco desses vereadores precisa ser Mesquita. “Eu lamento que os vereadores tenham utilizado palavras de baixo calão, isso não é maneira de tratar ninguém e não vou devolver essas palavras de maneira desrespeitosa. Quero apenas dizer aos vereadores que eles tem responsabilidade e eles tem que velar primeiro pelo município de Mesquita. Como estão em primeiro mandato, é importante que estudem para que não tomem decisões que depois venham a ser revertidas pela justiça e que possam levar dúvidas das razões efetivas que essas decisões foram tomadas e que muita gente em Mesquita está desconfiada e preocupada”, concluiu. DE VOLTA JUSTIÇA DETERMINA A VOLTA JORGE MIRANDA Na madrugada do que estavam há quatro tava coberto de vícios, Bruno Santos dia 5 de agosto, foi ex- meses sem receber não como: nulidade de algu- pedida uma liminar sus- configurava empréstimo, mas decisões da comissão pendendo os efeitos do e que tal ação tinha sido processante, as quais es- Decreto Legislativo n° feita de acordo com as leis pecifica, por ausência de 001/2017, e Jorge Mi- e realizada nos termos da fundamentação; nulidade randa voltou ao cargo. Resolução n° 43/2001 do por falta de notificação da A decisão aconteceu Senado Federal. defesa acerca dos escla- depois que o Procura- No dia 9 de agosto, recimentos escritos pres- dor Geral do Município, outra liminar saiu em fa- tados pelas testemunhas; Gilmar Brunízio, junto com os procuradores membros da Associação dos Procuradores Municipais de Mesquita, (Aprome) expediu um mandado de segurança demonstrando que a transferência de recursos do Mesquita Prev para pagar servidores vor do prefeito Jorge Miranda. A desembargadora Valéria Dacheux decidiu anular todos os atos da Comissão Processante n. 001/2017, alegando que o processo de transferência de recursos foi lícito. A ação foi movida por Miranda, argumentando que o ato da Câmara es- nulidade por falta de pronunciamento acerca de testemunha arrolada que não foi ouvida, seja no sentido de designar nova oitiva, seja no sentido de dispensá-la; nulidade por ausência de oportunidade à defesa de se manifestar acerca da substituição de uma testemunha; suspei- No dia 5 de agosto, uma liminar suspendeu o afastamento de Jorge Miranda ção de dois vereadores, já tendo um deles renunciado à função na comissão processante, mas permanecendo, de todo modo, os atos dos quais participou; não enquadramento do ato tido por ilícito ao tipo descrito no Art. 4º, VII, do Decreto-Lei 201/1.967, o que afastaria a competência da Câmara dos Vereadores; manifesta improcedência da imputação. Após a licitação, o prefeito Jorge Miranda retornou à cadeira na Prefeitura no dia 7 de agosto.

[close]

p. 4

EDUCAÇÃO 4 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR TEATRO ESPAÇO EM NOVA IGUAÇU OFERECE AULAS PARA FUTUROS ATORES Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Existe um lugar em Nova Iguaçu que revela grandes talentos da Baixada Fluminense e os ensina a ter uma nova perspectiva social. A Fábrica de Atores Material Artístico, mais conhecida como Escola Livre F.A.M.A, oferece cursos de teatro para jovens e adultos que querem ingressar na carreira artística. A Organização Não Governamental (ONG) tem uma metodologia de ensino denominada ‘ator social carpinteiro’, que ensina aos alunos, além um amplo aprendizado em teatro, a exercer cidadania e inclusão social. “Nosso trabalho é mostrar ao aluno que ele tem capacidade para se desenvolver e tenha capacidade para ajudar. Às vezes o aluno não vem seguir a carreira artística, mas ele vai exercer tudo o que ele aprendeu aqui na escola”, disse Vina Santos, uma das instrutoras do F.A.M.A. As atividades cognitivas realizadas na instituição já ajudaram muitos alunos que tinham timidez e dificuldades de falar em público. “Eu entrei aqui em 2013. As aulas de desinibição me ajudaram bastante, porque eu era muito tímida” Disse Tham Rodrigues, 20 anos, aluna e moradora de Nova Iguaçu. A terceira idade também tem espaço na instituição. Guida Lisboa, de 60 anos, moradora do bairro Comendador Soares, estuda teatro há quatro anos no F.A.M.A. Ela conta que, depois que começou a estudar lá, sua vida mudou em diversos aspectos. “Aqui é minha casa. Eu coloquei na minha ca- Hyago Santos A Escola Livre F.A.M.A oferece aulas de teatro e cidadania aos alunos de variadas faixas etárias beça que, mesmo com a minha idade, eu iria buscar fazer aquilo que eu sempre sonhei, que é atuar. Meu filho sempre me acompanha e me apoia nos espetáculos que eu faço”, diz ela, que, por demonstrar um desempenho positivo nas aulas, foi convidada a entrar para o elenco do espetáculo ‘O Mágico de Oxente’, da Cia Atores da Fábrica, também de Nova Iguaçu. Em junho deste ano, a obra participou do Circuito SESI Cultural, que aconteceu em Petrópolis, Duque de Caxias e Jacarepaguá. Quem quiser saber mais sobre o projeto, basta ir até o endereço, na Av. Getúlio de Moura, 1302, centro de Nova Iguaçu. MESQUITA INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O DEFESA CIVIL MIRIM Já pensou em fazer parte de uma turma onde você aprende fundamentos de primeiros socorros, como combater incêndios, e outros princípios de minimização de desastres, tudo gratuitamente? Os adolescentes de 13 a 16 anos, matriculados na rede de ensino municipal de Mesquita, vão poder estudar isso e muito mais na 20ª turma de Defesa Civil Mirim, que está com inscrições abertas desde o dia 10 de agosto. Os adolescentes mesquitenses têm até o dia 25 de agosto para se inscrever. Basta ir até a sede da Defesa Civil, na Av. Coelho da Rocha, 1426, em Rocha Sobrinho (conhecido como “prédio da dinâmica”). A documentação exigida são as cópias de: documento de identidade, CPF, comprovante de residência, uma foto 3x4, declaração escolar (para quem está matriculado na rede de ensino), identidade do responsável, e a ficha de inscrição – que o adolescente deve pegar também na sede – assinada pelos pais. São 50 vagas, e o pro- cesso seletivo é simples: os primeiros 50 que se enquadrarem no perfil, poderão participar do projeto. As aulas acontecerão de 2 de setembro a 25 de novembro, todos os sábados, das 8h a 12h, na Vila Olímpica de Edson Passos, localizada na Avenida Baronesa de Mesquita, s/nº. Além das aulas já citadas, os alunos poderão aprender sobre prevenção às drogas, educação no trânsito, meio ambiente, DST, Estatuto da Criança e do Adolescente, e acidentes domésticos. Divulgação Alunos poderão aprender sobre primeiros socorros e como combater incêndios “O objetivo do projeto é formar agentes multiplicadores de defesa civil em suas comunidades, além do cunho social”, comentou o Diretor de Ensino e Instrução da Defesa Civil, Alex Cruz.

[close]

p. 5

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 5 CONEXÃO GERAL GERAL Davi de Castro davi.castro@conectabaixada.com.br A BAGUNÇA E A IMPUNIDADE NO TRÂNSITO DE NOVA IGUAÇU Continua a bagunça no trânsito de Nova Iguaçu. Enquanto kombis e vans são proibidas de embarcar e desembarcar passageiros no bairro Cobrex, por onde trafegam diariamente, no centro de Nova Iguaçu os veículos fazem ponto de embarque e desembarque debaixo de um sinal (semáforo), na rua Bernardino de Mello, na descida da passarela da estação ferroviária. Interessante é que os motoristas têm liberdade total, não se importando se o sinal está fechado ao aberto, e nem com viaturas do setor de trânsito estacionadas a poucos metros do local. Isso provoca um congestionamento ainda maior, com reflexo em toda região, atravancando o tráfego de veículos . O curioso disso tudo é que a fiscalização dos transportes da prefeitura não vê e o governo do prefeito Rogério Lisboa não dá a mínima. Bom lembrar que este setor é controlado pelo deputado estadual Luis Martins, aliado de Rogério. Será que essa impunidade tem preço? E quem estaria lucrando com isso? O EXTERMINADOR Waguinho Carneiro (PMDB), prefeito de Belford Roxo, está apagando as marcas do primeiro prefeito Joca, assassinado em 1995. Derrubou o pórtico, demoliu praças, creches e posto de saúde. Mudou o brasão, o dia do feriado do Joca e ensaia mexer no hino. CADÊ TU, JOÃO? Dr.João Ferreira, prefeito de Meriti, está perdido no meio de um tiroteio de críticas. Dos 589,3 km de ruas existentes na cidade, 47,28% precisa de pavimentação, aposentados não recebem pagamento, a saúde está precária e assaltos por toda parte. SEM PATROCÍNIO Nenhuma empresa se habilitou a patrocinar do réveillon do Rio, que vai durar 12 dias este ano. O prazo do edital expirou e a Riotur, responsável do evento, não falou o motivo. Foi o clima violência ou a crise? A direção queria arrecadar R$ 30 milhões. MÁFIA DA MORTE ATUAVA JUNTO COM FUNERÁRIAS Corregedoria de Policia Civil bota na tranca o presidente do Instituto Carlos Éboli (ICCE), Sérgio da Silva, e o comissário-chefe de policia técnica de Campo Grande, Franklin da Paz. Eles foram acusados de participar de um grupo que se aproveitava da agonia de parentes e fazia cobrança ilegal para liberar corpos a serem sepultados. A desembargadora Maria Sandra, do Tribunal de Justiça (TJERJ) pediu a quebra de sigilo bancário e fiscal do vereador Gilberto de Oliveira (PTN). Médico legista, ele é acusado de integrar o grupo. QUÁ-QUÁ-QUÁ... O presidente Temer anuncia que o reajuste do salário mínimo de 4,5% em 2018, elevando seu valor para R$ 979,00. Esse é o valor para um pai de família manter a sua casa. Já o reajuste dos deputados e senadores foi de 61.8% e o do Temer, 133,9%. Quá-quá-quá-quá-quá. O QUE FALTA? A descoberta de um dos esconderijos de grana do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) foi suficiente para pagar os salários dos aposentados do Estado do Rio. O que falta para a justiça descobrir mais um e pagar os atrasados dos servidores? Que tal, Pezão? JORGE, TRANQUILO Jorge Miranda (PSDB), prefeito de Mesquita, está tranquilo e, aparentemente, calado. A Câmara tirou o mandado dele e a justiça devolveu, dando a Jorge o que é de Jorge. Há denúncias contra a Câmara, envolvendo prestação de contas, notas fiscais e risco de perdas de mandato. OPORTUNIDADES TIM ABRE INSCRIÇÕES PARA PROGRAMA DE ESTÁGIO Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Estudantes do ensino superior devem ficar ligados. A empresa de telefonia Tim está com inscrições abertas para o seu programa de estágio. Alunos com previsão de conclusão de curso entre dezembro de 2018 e dezembro de 2020, podem participar. As inscrições podem ser feitas através do site www.tim. com.br/programadeestagiotim até o dia 10 de setembro, bem como as graduações disponíveis para o programa. No Rio, as vagas são para atuar nos escritórios da Barra da Tijuca ou São Cristóvão. No total, serão ofertadas 200 vagas para estudantes da graduação tradicional (universidade) ou tecnólogo (escolas técnicas). Portadores de deficiência também podem concorrer a uma oportunidade. Os aprovados recebem um smartphone da empresa, com plano de voz e internet ilimitada, vale-refeição, vale-transporte, seguro de vida, assistência médica e odontológica, folga no dia do aniversário e o gympass, um passe li- vre para mais de oito mil academias em todo o Brasil, pagando apenas uma mensalidade e usufruindo do serviço quando quiser. O programa funciona com o conceito de 'job rotation', oferecendo ao estagiário a oportunidade de conhecer e trabalhar em todas as áreas da companhia. Além disso, o estagiário passará por um sistema de job rotation, que oferece ao jovem a oportunidade de conhecer diferentes áreas dentro da companhia. Os benefícios oferecidos incluindo smartphone Divulgação Estudantes podem se inscrever para o processo seletivo até 10 de setembro com plano de voz e internet ilimitada, vale-refeição, vale-transporte, seguro de vida, assistência médica e odontológica, folga no dia do aniver- sário e o Gympass, um passe livre para mais de 8 mil academias em todo o Brasil, pagando apenas uma mensalidade e utilizando quando quiser.

[close]

p. 6

CIDADES 6 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR TRANSPORTE DEZ LINHAS DE ÔNIBUS DA BAIXADA FLUMINENSE SOFREM MUDANÇAS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br ODepartamento de Transportes Rodoviários (Detro) determinou, no último sábado (12) que dez linhas de ônibus que eram administradas pela Viação Costeira, passaram a ter seus itinerários transferidos para outras três empresas: a Viação Ponte Coberta, o Expresso Recreio e o Transporte Flores. A mudança é oriunda de constantes reclamações dos passageiros e do não atendimento das solicitações para resolver os problemas. A ação foi feita em caráter emergencial, com vigência de um ano ou até a abertura de um procedimento licitatório. Ainda de acordo com o Detro, a decisão é reversível, des- de que a Viação Costeira regularize a situação da infraestrutura e, assim, solicite o retorno das linhas. Caso a empresa não tome providências, poderá perder a concessão definitivamente. Entre os problemas relatados, estão o mau estado dos ônibus, com bancos soltos, cadeiras com ferros expostos, o que colocava em risco a saúde e integridade dos usuários. Além disso, segundo o Detro, a empresa ainda teria problemas operacionais, fiscais e trabalhistas que não foram resolvidos. Até o fechamento desta edição, a empresa Viação Costeira não se pronunciou sobre o caso. Linhas afetadas Viação Ponte Coberta: Linhas 456T (Linha Du- Divulgação Entre os principais problemas relatados por passageiros está a precariedade dos coletivos da empresa que de Caxias – Itacuruçá); 452T (Duque de Caxias – Muriqui, via Nova Iguaçu); 546I (Duque de Caxias – KM 32 / BR-465) e 450T (Nova Iguaçu – Itacuruçá, via Avenida Brasil). Expresso Recreio: Linhas 454U (Itaguaí – Itacuruçá); 455U (Itaguaí – Muriqui) e 116T (Itaguaí – Mangaratiba). Transporte Flores: Linhas 118T (Duque de Caxias – Mangaratiba, via Nova Iguaçu); 453T (Duque de Caxias – Cabuçu, via Nova Iguaçu) e 120T (Duque de Caxias – Itaguaí, via Nova Iguaçu). DIGITAL PREFEITURA DE MESQUITA AGORA TEM CANAL DE TV NA INTERNET A Prefeitura de Mesquita lançou, nesta segunda (14), um canal de TV na internet, o Mesquita TV. O novo meio servirá para propagar notícias sobre ações e serviços realizados na cidade, além de reportagens especiais sobre cada órgão municipal, com entrevistas, dicas, e um quadro de perguntas e respostas, onde a população poderá sanar suas dúvidas. O Mesquita TV pode ser acessado através do Portal da Prefeitura, da plataforma de vídeos do YouTube, e pela página da administração municipal no Facebook. E o projeto não para por aí: “Em princípio, as maté- rias poderão ser vistas pela Internet, mas até outubro, a programação vai passar nos aparelhos televisivos dos equipamentos públicos municipais. A população vai ter matérias exclusivas e saber, por exemplo, como foi o Arraiá da Cidadania, acompanhar como está a merenda do filho nas escolas da rede municipal, ou quais exames são realizados no Laboratório Municipal”, conta o prefeito Jorge Miranda.

[close]

p. 7

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR NOVOS RECURSOS 7 SAÚDE MINISTRO VISITA HOSPITAL DA POSSE E CONFIRMA A COMPRA DE EQUIPAMENTOS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Não é de hoje a luta em prol do Hospital Geral de Nova Iguaçu , mais conhecido como o Hospital da Posse. Considerado umas das principais unidades de emergência da região e a maior do município, a unidade carece de boa estrutura para atender a grande demanda de pacientes. Na última sexta-feira (11) o Ministro da saúde, Ricardo Barros, visitou o Hospital da Posse para um encontro com o prefeito Rogério Lisboa. Intermediado pela deputada federal Rosângela Gomes (PRB), a reunião serviu para que o ministro conhecesse cada setor do hospital e avaliasse as condições estruturais. “Há muito tempo já venho conversado com o ministro da Saúde, a fim de que ele venha conhecer o hospital e ver de perto as nossas necessidades. Nós temos aqui um hospital regional que não consegue atender com qualidade a população de toda Baixada, sem a ajuda do Ministério”, reiterou a deputada. Durante a caminhada, Ricardo Barros atendeu a imprensa e confirmou o repasse de 4,3 milhões em financiamento permanentes para as ações de emergência, 5 milhões para equipamentos, uma ressonância magnética e 12 milhões de recursos para atenção básica. "Todos esses recursos são permanentes e vem reforçar essa estrutura de saúde do hospital aqui da Luis Mendes/Conecta Baixada Ministro da Saúde esteve acompanhado do prefeito Rogério Lisboa, diretor Dr. Joé e deputada Rosângela Gomes Baixada. Nós vamos continuar investindo e fazendo mais com o mesmo, aplicando melhor o recurso para trazer mais saúde para a população", esclareceu. Depois do encontro, o prefeito Rogério Lisboa saiu otimista "O que a gente espera é que a gente tenha recurso necessário para fazer os investimentos necessários no hospital para que a gente possa ter aqui um atendimento mais adequado e uma oferta maior de serviços para a população”, afirmou, esperançoso. CAMPANHA ALEITAMENTO MATERNO É TEMA NA BAIXADA Entre os dias 1 e 7 de agosto, a Baixada Fluminense se mobilizou para comemorar a Semana Mundial da Amamentação, visando incentivar a prática do aleitamento materno. Cidades como Mesquita, Nova Iguaçu, Queimados, São João de Meriti, Itaguaí e Japeri, através de suas Secretarias Municipais de Saúde, promoveram campanhas de conscientização a mulheres, principalmente gestantes. As comemorações começaram na primeira semana do mês. No dia 2, uma palestra na sala de espera do Centro de Especialidades da Mulher, Criança e Adolescente, de Mesquita (CEMCAM), marcou a comemoração do evento. No mesmo dia, o Hospital da Mulher, em Meriti, fez uma mobilização entre os profissionais da saúde para ensinar e divulgar as dicas para amamentação, num evento que contou com a presença de 50 gestantes. Com o objetivo de conscientizar ainda mais a população, a Secretaria Municipal de Mesquita prolongou a semana mundial em programações ao longo do mês. “A palestra no dia 2 foi uma abertura para as atividades que vamos realizar durante o mês inteiro. No dia 24 teremos um café da manhã no CEMCAM com rodas de conversa com as gestantes" anunciou Gleice Melo Moura, coordenadora do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA).

[close]

p. 8

SEGURANÇA PÚBLICA FISCALIZAÇÃO MESQUITA FAZ AÇÃO CONTRA FURTO DE REFLETORES Jefferson Elias /Conecta Baixada 8 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR CAPTURADO CAIO PILOTO É PRESO NO COMPLEXO DO CHAPADÃO Divulgação/PMERJ Grades de proteção foram violadas e os objetos levados por vândalos Furtos em pontos de iluminação foram detectados na cidade de Mesquita na última terça-feira (15). Os agentes desta lesão destruíram as grades de proteção e levaram refletores e cabos de energia colocados pela Prefeitura local para iluminar e trazer mais segurança para a população. A Praça Brasil, no bairro da Coréia, e as ruas Ronildo de Souza e Getúlio de Moura fo- ram os locais atingidos pelo ato de vandalismo. A Prefeitura já está ciente e tomando as devidas providências, como fiscalizações noturnas, para que isto não aconteça mais. Agentes de segurança recomendam que qualquer morador, comerciante ou trabalhador, que veja algum ato de destruição, entre em contato com o Disque-Denúncia através do telefone 2253-1177. Conhecido como "Terror de Nilópolis", o criminoso roubava cargas e veículos e os levava para o município Da redação redacao@conectabaixada.com.br Caio Felipe Rodrigues Figueiredo, o Caio Piloto, de 19 anos, foi preso na última quinta-feira (10) pela Polícia Civil no Complexo do Chapadão. Ele é considerado o maior ladrão de carros do Rio e conhecido como “terror de Nilópolis”, onde também roubava carros e pedestres. Caio é indicado como chefe do tráfico no Morro da Mina, em Nilópolis. Segundo o Disque-Denúncia, ele também estaria associado à facção do Complexo do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte. Essa relação foi motivada pelas frequentes operações no Complexo, fazendo com que Caio levasse cargas e veículos roubados para Nilópolis. Durante a ação da Polí- cia, o criminoso temeu ser morto pelos policiais e por isso, fez reféns seus próprios parentes. Ainda segundo a PM, ele tem seis mandados de prisão e é suspeito de ter participado de 78 assaltos, ter baleado uma criança e matado um subtenente da PM. REFORÇO 20º BPM GANHA RECURSO PARAPREVENÇÃO DE CRIMES Divulgação Batalhão contará com patrulhamento aéreo para neutralizar criminosos A Polícia Militar iniciou, no dia 4 de agosto, um projeto piloto de radiopatrulhamento pelas aeronaves do Grupamento Aeromóvel (GAM), na Baixada Fluminense. O serviço ficará a disposição do 20º BPM, para ajudar no atendimento de ocorrências feitas pelo Centro de Controle Operacional (CECOPOM). O objetivo do trabalho é auxiliar o policial enquanto ele estiver em operação, com informações privilegiadas em tempo real, e imagens transmitidas por câmeras em alta resolução. O sistema com as aeronaves também irá realizar patrulhamento preventivo em locais considerado pela polícia como área de risco. Inicialmente, será aplicado na área de policiamento do 20º BPM (Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis). Caso dê certo, será estendido para área do 15º BPM (Duque de Caxias) e 21º BPM (São João de Meriti).

[close]

p. 9

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 9 EMPREENDEDORISMO INOVAÇÃO HAMBURGUERIA TEMÁTICA FAZ SUCESSO EM NILÓPOLIS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Mesas e paredes cobertas por histórias em quadrinhos. Fliperama de um lado, estante recheada com jogos de tabuleiro dos anos 80 de outro. No banheiro, um trono da série “Game of Thrones”. Pôsteres com personagens icônicos de filmes como Mulher Maravilha, Super Homem, Spok, e Batman complementam a decoração. Se não fosse pelo cheiro que vem da cozinha, daria para se imaginar entrando em uma série do mundo nerd. Mas, não: essa é a Trooper Hamburgueria & Beer Art., point de Nilópolis que oferece hambúrgueres e cervejas artesanais, petiscos, e muito entretenimento. Quem comanda a Trooper é a bióloga e sommelier de cervejas Morgana Rangel, de 34 anos, junto com a mãe, Elisete Alves. Morgana conta que a ideia partiu dela: “Eu queria fugir do tradicional. Todo mundo monta hamburgueria com o tema rústico ou retrô. E eu acho que hambúrguer é tão divertido, que quis fazer um ambiente descontraído”. A estante com os jogos: Uno, cartas, xadrez, War, Genius, Jogo da Vida, e tantos outros passatempos dos anos 80 e 90 pode ser acessada a qualquer momento pelos clientes. “Tem que ver quando pegam o War. Ficam até duas da manhã jogando”, contou Elisete. “Todos os jogos que estão aqui eram da Morgana. Eu deixei tudo guardadinho, e a gente trouxe para cá. As pelúcias também”, disse, apontando para o pequeno Mestre Yoda, da saga “Star Wars”, e para o Alf, personagem de uma telessérie dos anos 80, ambos pendurados no balcão do caixa, que tem, na parede lateral, um quadro com a figura do vilão Darth Vader. Além de ser a primeira hamburgueria nerd da Baixada Fluminense, a Trooper tem outro diferencial: lá, o cliente é quem monta seu próprio lanche, desde os pães coloridos, até os molhos. No cardápio, mais uma surpresa. “Ele é uma espécie de revista que muda todo mês. A de agosto, por exemplo, é do Game of Thrones”, contou Morgana. Outra coisa que muda são os pães. Cada semana tem um tipo diferente. A Trooper também conta com um freezer recheado com mais de 40 rótulos de cervejas artesanais, especialidade de Morgana há 14 anos. O nome – que significa soldado, em inglês – tem três motivos. “Primeiro, nós amamos rock, e ‘The Trooper’ é uma música do grupo Iron Maiden. Segundo, os soldados do Darth Vader, no Star Wars, têm esse nome. E, por último, a maioria das histórias épicas têm guerreiros. Nós somos tipo os soldados do hambúrguer”, contou, aos risos. O estabelecimento foi inaugurado há cinco me- ses, e recebe cerca de 400 clientes por semana, de todas as idades. Aos do- mingos, então, a Trooper lota: “É dia de Game of Thrones. A gente liga o projetor, apaga a luz da área externa e todo mun- do vem para cá assistir”. A série medieval está na Júlia Afonso/Conecta Baixada Divulgação Clientes podem se divertir com jogos disponíveis no estabelecimento Aos domingos, fãs da série Game of Thrones se reúnem na hamburgueria para assistir aos episódios inéditos última temporada e passa uma vez por semana no canal por assinatura HBO. “O pessoal vem para cá, chora, vibra. É uma festa”, revelou Morgana. Júlia Afonso/Conecta Baixada ONDE FICA? Rua Alberto Teixeira da Cunha, 1159 – Nilópolis Telefone: (21) 26929827 Horário: 18h às 00h Morgana e a mãe, Elisete Alves, tocam o projeto há cinco meses

[close]

p. 10

Reprodução GENTE DA BAIXADA 10 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR JOÃO VICTOR A NOVA SENSAÇÃO DO SERTANEJO NA BAIXADA Da Redação redacao@conectabaixada.com.br "Eu sou tímido, no palco que eu me solto", confessou João Victor, sorrindo, antes de começar a entrevista. O cantor iguaçuano, que está no mercado musical há nove anos e iniciou carreira solo há quatro, embala as noites da Baixada Fluminense com as letras românticas do sertanejo universitário. Por mês, ele chega a fazer 30 shows. "No último final de semana foram sete, sendo quatro só no sábado", contou, orgulhoso. João Victor Fraga começou nos palcos aos 16 anos, mas o amor pelo sertanejo vem do berço. "Cresci ouvindo esse ritmo. Victor & Leo, Jorge & Mateus, César Menotti & Fabiano, Bruno & Marrone, e Cristiano Araújo são minhas inspirações até hoje", lembrou. Além disso, sua maior influência é o irmão: "Todo irmão mais novo quer ser o espelho do mais velho, né? Sempre quis seguir a carreira musical, porque meu irmão sempre cantou. Quando eu era mais novo, eu era a cópia dele". A carreira Dos 16 aos 19, João cantava em uma banda de pop. "Nós chegamos a tocar até na Festa do Tomate", contou. A festa é um tradicional evento de Paty do Alferes que promove shows com grandes nomes da música popular brasileira, feiras de artesanato e comidas típicas, proporcionando visibilidade aos produtores agrícolas e pecuários da cidade. "Com 19 anos, decidimos terminar a parceria, porque todo mundo precisava estudar e se dedicar à faculdade", explicou. "Acabou que eu não entrei na universidade, mas me juntei com um amigo, com quem eu sempre tocava violão, e formamos uma dupla, até os meus 20 anos." Nesse período, apareceu a oportunidade da dupla se apresentar na Festa do Aipim, megaevento de Nova Iguaçu que reúne cantores e barracas com comidas típicas à base de aipim. "Em 15 de julho de 2012, a gente abriu o show da banda Pimentas do Reino. Essa foi a primeira vez que tocamos sertanejo. Desde então, não parei mais", contou. Aos 21, João iniciou sua carreira solo. Sucesso na Baixada Hoje, aos 25 anos, ele toca nos mais conhecidos estabelecimentos da Baixada Fluminense. Gregos e Troianos, Armazém do Samba, Beer King, e Riosampa, em Nova Iguaçu; Dubai Beer Point, em São João de Meriti, além de outros points do Rio, como a Parada 021, na Penha. "A gente já saiu do estado, foi para Santa Catarina. Foi uma experiência incrível", contou. Seu último lançamento foi a música "Volta", de composição própria. Além dela, João canta os maiores sucessos do sertanejo universitário em seus shows. "O que o pessoal mais pede são as músicas das mulheres, o feminejo", contou. Na internet, o cantor publica suas músicas em seu canal do YouTube e no Facebook, ambos de nome João Victor Fraga. No Instagram (@cantorjoaovictor), ele faz vídeos diariamente e deixa os fãs por dentro de sua agenda. Para os que querem seguir a carreira de cantor, ele deixa um conselho: "Nunca desista dos seus sonhos. Se você sonha, independente de dinheiro, de qualquer coisa, vá em frente, que o resto Deus resolve".

[close]

p. 11

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 11 PASSATEMPO EXPEDIENTE: Presidente: Ricardo Lucena Projeto Gráfico: Renato Ferreira Diagramação: Renato Ferreira Edição Quinzenal Impressão: InfoGlobo O Jornal Conecta Baixada não se responsabiliza pelas opiniões emitidas por colunistas e colaboradores. Redação: Rua Dr. Mário Guimarães . Nº 428, SL. 308 . Centro, CEP: 26255-230, Nova Iguaçu, RJ. Tel: (21) 3765-3423 Comercial: (21) 3765 3423 WhatsApp: 995-75-4545 Email: contato@conectabaixada.com.br WhatsApp 995-75-4545

[close]

p. 12

ESPORTES 12 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR DETERMINAÇÃO PROJETO ESPORTIVO DO MESTRE FRANGO FORMA FUTUROS CAMPEÕES Da redação redacao@conectabaixada.com.br Por trás de todo atleta, existe a determinação de vencer os obstáculos duros que a vida impõe para seguir a profissão que tanto almeja. Com Vinicius Fonseca, mais conhecido pelo apelido de Vini Frango, não foi diferente. Morador de Engenheiro Pedreira, o atleta deu início a um projeto de aulas de jiu-jitsu na academia Fight Japeri, há três anos, que também tem aulas de kickboxing, e hoje atende cerca de 300 alunos, entre crianças e adultos, que desejam conhecer e praticar o esporte. A trajetória de Vinicius no jiu-jitsu começou aos 23 anos. Apaixonado pelo esporte, o lutador seguia uma rotina pesada para praticar. Acordava às quatro da manhã e pegava o ônibus rumo à Barra da Tijuca, onde trabalhava como vendedor na época. Ele chegava na cidade às 6h, duas horas antes do seu expediente começar, e aproveitava para treinar na academia em frente à loja. A noite, o atleta partia para o segundo round nos treinamentos, tomando uma condução da Barra da Tijuca até o Méier, onde treinava por mais duas horas na academia da equipe Top Brother, com o mestre Casquinha,. Foi lá, inclusive, que Vini Frango alcançou a faixa preta. Às 22h, o lutador pegava o trem e ia para casa descansar, pois, no dia seguinte, faria a mesma rotina mais uma vez. “Era muito sacrificante, mas eu queria viver do jiu-jitsu”. Hoje, aos 31 anos, o lutador afirma que o seu esforço fez toda a diferença. “Hoje eu vivo totalmente do jiu-jitsu e toda a rotina valeu a pena”, afirmou. Com mais de 100 medalhas conquistadas entre diversas competições, o lutador revelou que a ambição por conquistas só aumenta e que ele almeja ser o melhor. “Eu tenho mais de cem medalhas. Desde Hyago Santos Família jiu-jitsu: Frango (terceiro de pé, esquerda para direita) posa com seus alunos e parceiros campeonatos intermunicipais, até torneios internacionais", frisou. Um dos jovens atendidos pelo projeto do mestre Frango é Iago Santos, o Guiguito, de 19 anos. O jovem faixa roxa considera o professor como um pai e é grato ao projeto. “Extraordinário, ele é um pai para mim. Se não fosse ele, não sei o que seria de mim. Muitos garotos da minha idade envolvidos na criminalidade, e hoje eu tenho um objetivo graças ao jiu-jitsu. Pretendo ser várias e várias vezes campeão mundial e lembrar de tudo o que ele fez por mim. Meu objetivo é crescer no esporte e dar orgulho a ele”, declarou o lutador. Alessandro Ferreira, o Mamute, destacou a iniciativa do projeto de Vini Frango. "Para treinar, as crianças precisam estar com notas boas na escola, uma iniciativa que visa unir o esporte e a educação”. Com apenas uma palavra, Mamute definiu o que é o projeto para os professores e alunos “Vida, vida é a palavra certa”, concluiu. Os treinos na academia Fight Japeri acontecem de segunda a sábado, pela manhã, à tarde e à noite. FUTEBOL LOUZADÃO É LIBERADO PARA RECEBER JOGOS OFICIAIS Da redação redacao@conectabaixada.com.br Nada é melhor do que sua própria casa. Para o Mesquita, a frase nunca fez tanto sentido quanto na última sexta-feira (11). O estádio Nielsen Louzada, o Louzadão, atendeu todas as exigências do Corpo de Bombeiros e da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e, após seis anos, está liberado para rece- ber partidas oficiais, com a capacidade máxima de 200 torcedores. Para a liberação do estádio, a direção atendeu a todas as exigências e a torcida já poderá ver as novas melhorias que deixaram o Louzadão apto a receber partidas. O Presidente do clube, Cleber Louzada, acredita que agora o Mesquita vem mais forte para o restante da competição. “É o resgate do Mesquita, de po- der voltar a jogar em casa após muito tempo. Foi um sacrifício muito grande para que isso acontecesse. Toda vez que o Mesquita joga em casa, a torcida apoia. Então, com o apoio dos parceiros conseguimos a liberação e trouxemos de novo o torcedor do Mesquita para engrandecer novamente o nome do clube e da nossa cidade”, afirmou. Há seis anos sem jogar no seu próprio es- Divulgação Estádio do Mesquita estava há seis anos sem receber as partidas da equipe tádio, a última partida foi a derrota por 1 a 0 para o Artsul em 11 de maio de 2011, o Tuba- rão da Baixada conta os dias para se reapresentar diante do seu torcedor.

[close]

Comments

no comments yet