Anais Científicos - XVI Conferência Anual ABRAVEQ (2015)

 

Embed or link this publication

Description

Anais Científicos - XVI Conferência Anual ABRAVEQ (2015)

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

BRANCA

[close]

p. 3



[close]

p. 4

BRANCA

[close]

p. 5



[close]

p. 6



[close]

p. 7



[close]

p. 8

BRANCA

[close]

p. 9

SUMÁRIO

[close]

p. 10

XVI CONFERÊNCIA ANUAL ABRAVEQ 2015 - ÁGUAS DE LINDÓIA Palestras 1. Biomechanics of the equine pelvis and sacroiliac joints (Kevin K. Haussler).......................................................................................26 2. Treatment options for sacroiliac joint disease (Kevin K. Haussler).......................................................................................................31 3. The effect of chiropractic treatment on back function and performance (Kevin K. Haussler)......................................................35 4. Diagnosis and treatment of cervical spine issues (Kevin K. Haussler)..................................................................................................38 5. Critical decision making in horses with acute colic (Anthony Blikslager).........................................................................................42 6. Pain Control in Horses with Colic (Anthony Blikslager)..........................................................................................................................44 7. Early Detection of Small Intestinal Strangulating Obstruction (Anthony T. Blikslager)..............................................................47 8. Management of chronic and non-healing wounds (Anthony Blikslager).............................................................................................49 9. Fetal to Neonatal Transition / Maturation Disorders (Ramiro E. Toribio)............................................................................................51 10. Perinatal Maladaptation Syndrome (Ramiro E. Toribio)............................................................................................................................54 11. Neonatal Sepsis (Septicemia) (Ramiro E. Toribio).........................................................................................................................................56 12. Diagnostic analgesia of the equine digit (John Schumacher).................................................................................................................59 13. EQUINE RESPIRATORY TRACT DISEASE (Bruce McGorum)..................................................................................................................................72 14. How to collect & interpret tracheal wash & bronchoalveolar lavage (BAL) samples (Bruce McGorum).....................................90 15. Investigation and management of acute upper respiratory tract (urt) obstruction in the adult horse (Bruce McGorum)...95 16. Management of acute pulmonary disorders in adult horses (Bruce McGorum)................................................................................98 17. Infectious lower respiratory tract disorders of adult horses (Bruce McGorum).........................................................................103 18. Investigation and management of thoracic wall and pleural disorders in the horse (Bruce McGorum)..................................105 19. What is EMLD? (Rebecka Blenntoft)..............................................................................................................................................................112 20. Induction of Lactation and Adoption of an Orphan Foal (Peter F. Daels)...........................................................................................115 21. Review of the equine vernal transition (Peter Daels et al.) .................................................................................................................119 22. Bacterial Endometritis: A Focus on Biofilms (Ryan A Ferris).................................................................................................................127 23. Equine Embryo Transfer – A Review (Ryan A. Ferris).................................................................................................................................131 24. Persistent Mating-induced Endometritis:Use of Biological Therapies (Ryan A Ferris)....................................................................140 10

[close]

p. 11

XVI CONFERÊNCIA ANUAL ABRAVEQ 2015 - ÁGUAS DE LINDÓIA RESUMOS - CLÍNICA DE EQUÍDEOS 1. ABORDAGEM CLINICO-PATOLÓGICA DO SARCÓIDE EQUINO E FIBROSSARCOMA.................................................................................................144 2. AFECÇÕES ODONTOLÓGICAS OBSERVADAS EM EQUINOS DA RAÇA CRIOULA DE DIFERENTES IDADES, ALIMENTADOS COM ERAGROSTIS PLANA (CAPIM ANNONI) NO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA, RS........................................................................................................................................144 3. ANÁLISE COMPARATIVA DOS NÍVEIS DE GLICOSE PLASMÁTICA UTILIZANDO O MÉTODO DO GLICOSÍMETRO PORTÁTIL E O MÉTODO LABORATORIAL ENZIMÁTICO EM EQUINOS...................................................................................................................................................................................145 4. APLICABILIDADE E CONHECIMENTO DAS PRÁTCAS DE CONTROLE DE ENDOPARASITOSES, REALIZADAS EM EQUÍDEOS DA MACRORREGIÃO DO AGRESTE PERNAMBUCANO.................................................................................................................................................................................145 5. AVALIAÇÃO BIOMÉTRICA CORPORAL DE POTROS CRIOULOS DO NASCIMENTO AOS 6 MESES- ESTUDO PRELIMINAR.........................................146 6. AVALIAÇÃO CITOLÓGICA DA GLÂNDULA TIREOIDE EM EQUINOS EUTIREOIDEOS.................................................................................................147 7. AVALIAÇÃO CLÍNICA E HEMATOLÓGICA DE POTROS COM GASTEROFILOSE NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL.........................................147 8. AVALIAÇÃO DA SOROPOSITIVIDADE PARA BORRELIA BURGDORFERI E HISTÓRICO CLÍNICO DE MÉDICOS VETERINÁRIOS DE EQUÍDEOS DO BRASIL................................................................................................................................................................................................................148 9. AVALIAÇÃO DA TÉCNICA DE TRATAMENTO SELETIVO ANTI-HELMÍNTICO COM BASE NA CONTAGEM DE OVOS POR GRAMAS DE FEZES EM EQUINOS..............................................................................................................................................................................................................149 10. AVALIAÇÃO HEMATOLÓGICA E HEMOGASOMÉTRICA DE POTROS NASCIDOS DE ÉGUAS COM PLACENTITE – DADOS PRELIMINARES.................149 11. AVALIAÇÃO HEMOGASOMÉTRICA DE EQUINOS HÍGIDOS APÓS TRATAMENTO POR FARMACOPUNTURA COM FUROSEMIDA - ESTUDO PRELIMINAR PARA PREVENÇÃO DA HPIE EM CAVALOS DE CORRIDA........................................................................................................................................150 12. AVALIAÇÃO HISTOLÓGICA TEMPORAL DO TRANSPLANTE ALOGÊNICO DE CÉLULAS-TRONCO MESENQUIMAIS DO CORDÃO UMBILICAL DE EQUINOS NO MÚSCULO GLÚTEO MÉDIO.............................................................................................................................................................................151 13. AVALIAÇÃO PARASITOLÓGICA EM CAVALOS DO 30 RCG/REGIMENTO OSÓRIO/EXÉRCITO BRASILEIRO................................................................151 14. AVALIAÇÃO TERMOGRÁFICA DO CASCO DE EQUINOS APÓS ELEVAÇÃO EM SEIS GRAUS DA PINÇA OU DO TALÃO – RESULTADOS PRELIMINARES..........................................................................................................................................................................................................152 15. AVALIAÇÃO ULTRASSONOGRÁFICA DE EQUINOS DIAGNOSTICADOS COM LESÕES FEMOROTIBIOPATELARES ATRAVÉS DA ACUPUNTURA.........153 16. “CELL ELISA”- UM MÉTODO PRÁTICO E VIÁVEL DE DIAGNÓSTICO INDIRETO DA ADENITE EQUINA......................................................................153 17. CLAUDICAÇÃO EM CAVALOS CRIOULOS: O QUE MOSTRAM OS DADOS DA AVALIAÇÃO OBJETIVA?......................................................................154 18. COMPARAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO PLASMÁTICA E INTRA-ARTICULAR DE GENTAMICINA ADMINISTRADA POR VIA INTRAVENOSA EM EQUINOS.............................................................................................................................................................................................................155 19. COMPARAÇÃO DO EXAME HEMATOLÓGICO DE EQUINOS DE ESPORTE E EQUINOS DE TRAÇÃO (CARROCEIROS)..................................................155 20. COMPARAÇÃO ENTRE MEDIDAS ANGULARES DE DUAS DIFERENTES LINHAGENS DE EQUINOS DA RAÇA CRIOULA.............................................156 21. CORRELAÇÕES ENTRE PARÂMETROS DE ADIPOSIDADE E BIOMARCADORES DE DISFUNÇÃO METABÓLICA EM EQUINOS COM OBESIDADE INDUZIDA............................................................................................................................................................................................................157 22. DERMATOPATIAS EM EQUINOS: ESTUDO RETROSPECTIVO DE 87 CASOS............................................................................................................157 23. DETERMINAÇÃO DA ATIVIDADE SÉRICA DA ENZIMA GGT EM EQUINOS DA REGIÃO DE SINOP – MT.....................................................................158 24. DURAÇÃO E EFICACIA DE DIFERENTES ANESTÉSICOS NO BLOQUEIO DO NERVO DIGITAL PALMAR EM EQUINOS..................................................158 25. EFEITO DA INFLAMAÇÃO DO TRATO RESPIRATÓRIO POSTERIOR SOB A CONCENTRAÇÃO DA PROTEÍNA SÉRICA AMILÓIDE A (SAA) EM EQUINOS PSI DE CORRIDA DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TREINAMENTO................................................................................................................................159 11

[close]

p. 12

XVI CONFERÊNCIA ANUAL ABRAVEQ 2015 - ÁGUAS DE LINDÓIA 26. ENDOSCOPIA E VENTIGRAFIA COMO MÉTODOS DE DIAGNÓSTICO DE ALTERAÇÕES RESPIRATÓRIAS EM CAVALOS DE CORRIDA........................160 27. ESTABILIDADE DAS ENZIMAS AST, GGT E ALP EM AMOSTRAS DE SORO DE EQUINOS, ESTOCADOS SOB CONGELAMENTO EM DIFERENTES PERÍODOS...........................................................................................................................................................................................................160 28. ESTUDO PILOTO DESCRITIVO DA ÁREA TRANSVERSAL OBTIDAS POR ULTRASSONOGRAFIA DO TENDÕES FLEXORES E LIGAMENTO ACESSÓRIO INFERIOR DA REGIÃO METACÁRPICA PALMAR DE MULAS....................................................................................................................................161 29. ESTUDO PRELIMINAR DOS NÍVEIS DE CÁLCIO E FÓSFORO SÉRICOS E PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS NORMAIS EM CAVALOS DA RAÇA CLYDESDALE.......................................................................................................................................................................................................162 30. ESTUDO RETROSPECTIVO DOS CASOS CLÍNICOS DE EQUINOS ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO LUIZ QUINTILIANO DE OLIVEIRA – UNESP CAMPUS ARAÇATUBA, ENTRE OS ANOS DE 1994 A 2014.....................................................................................................................................162 31. EVIDÊNCIAS DE MELHORA CLÍNICA EM CAVALOS COM OBSTRUÇÃO RECORRENTE DAS VIAS AÉREAS TRATADOS COM CÉLULAS MONONUCLEARES AUTÓLOGAS DERIVADAS DE MEDULA ÓSSEA.......................................................................................................................................................163 32. GLICEMIA EM POTROS MUARES – AVALIANDO O USO DO GLICOSÍMETRO PORTÁTIL..........................................................................................163 33. HELMINTOSESGASTROINTESTINAISEMEQUINOS(EQUUSCABALLUS)DEDIFERENTESMUNICÍPIOSSERGIPANO..................................................164 34. IDENTIFICAÇÃO DE LEISHMANIA SP. NO SANGUE PERIFÉRICO DE EQUINOS DE TRAÇÃO EM URUGUAIANA.........................................................165 35. ÍNDICES PLAQUETÁRIOS EM EQUINOS DA RAÇA ÁRABE......................................................................................................................................165 36. INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MANEJOS NO PARTO SOBRE OS REFLEXOS POSTURAIS E COMPORTAMENTAIS DE POTROS NEONATOS...............166 37. INVESTIGAÇÃO DE LESÕES RENAIS SUBCLÍNICAS EM EQUINOS ATLETAS DA RAÇA BRASILEIRO DE HIPISMO....................................................167 38. LEVANTAMENTO DOS CASOS CLÍNICOS ATENDIDOS NA CLÍNICA MÉDICA DE EQUIDEOS DO HOSPITAL ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ – FEPI DURANTE OS ANOS DE 2013, 2014 E 2015.....................................................................................167 39. LEVANTAMENTO DOS PRINCIPAIS HEMATOZOÁRIOS DE EQUINOS (EQUUS CABALLUS) EM DIFERENTES MUNICÍPIOS SERGIPANO.....................168 40. LEVANTAMENTO SOROLÓGICO DE LEPTOSPIROSE EQUINA NA REGIÃO DE DOURADOS-MS................................................................................168 41. MAGNETOTERAPIA APLICADA À CAVALOS DE SALTO...........................................................................................................................................169 42. MEMSURAÇÃO DA ÁREA SECCIONAL DO MÚSCULO MULTÍFIDUS DE EQUINOS POR MEIO DA ULTRASSONOGRAFIA............................................170 43. O USO DE ÁCIDOS GRAXOS ESSENCIAIS, VITAMINAS A E E, LECITINA DE SOJA E LANOLINA NA CICATRIZAÇÃO SECUNDÁRIA DE FERIDAS DERMOEPIDÉRMICAS EM EQUINOS......................................................................................................................................................................170 44. OCORRÊNCIA DE DOENÇA INFLAMATÓRIA DAS VIA AÉREAS DE CAVALOS PURO SANGUE INGLES DE CORRIDA, DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TREINAMENTO....................................................................................................................................................................................................171 45. PARÂMETROS DE HEMOSTASIA SECUNDÁRIA EM EQUINOS DA RAÇA ÁRABE......................................................................................................172 46. PERFIL BIOQUÍMICO SÉRICO DE POTROS MUARES DE 0 A 2 MESES.....................................................................................................................172 47. PERFIL DA GRADUAÇÃO DA HEMORRAGIA PULMONAR INDUZIDA PELO ESFORÇO PÓS CORRIDA EM EQUINOS NO JOCKEY CLUB BRASILEIRO...173 48. PESQUISA DO DNA VIRAL DO PAPILOMAVÍRUS NA PLACA AURAL EQUINA..........................................................................................................174 49. PRESENÇA DE ANTICORPOS DE DOENÇAS REEMERGENTES EM EQUINOS NA CIDADE DE PELOTAS.....................................................................174 50. PREVALÊNCIA DAS PRINCIPAIS DOENÇAS DENTAIS ADQUIRIDAS DOS EQUINOS ATENDIDOS NA EQUINE CLINIC NOS ANOS DE 2012 A 2014.....175 51. PRINCIPAIS ENTEROPATÓGENOS RESPONSÁVEIS POR ÓBITO EM POTROS COM DIARREIA, DO NASCIMENTO AOS NOVENTA DIAS DE VIDA, NO ESTADO DE SÃO PAULO........................................................................................................................................................................................175 52. PÚRPURA HEMORRÁGICA EM EQUINOS: ESTUDO RETROSPECTIVO DE 10 CASOS...............................................................................................176 12

[close]

p. 13

XVI CONFERÊNCIA ANUAL ABRAVEQ 2015 - ÁGUAS DE LINDÓIA 53. RESPOSTA CELULAR DO TRATAMENTO COM INSTILAÇÃO DE CÉLULAS MONONUCLEARES AUTÓLOGAS DERIVADAS DE MEDULA ÓSSEA EM EQUINOS COM OBSTRUÇÃO RECORRENTE DAS VIAS AÉREAS.............................................................................................................................177 54. SITUAÇÃO SANITÁRIA DA EQUÍDEOCULTURA DO AGRESTE PERNAMBUCANO......................................................................................................177 55. TRATAMENTO CLÍNICO DA PLACA AURAL EQUINA COM IMIQUIMOD CREME A 5%...............................................................................................178 56. TRATAMENTO DE LESÕES ARTICULARES COM CÉLULAS-TRONCO MESENQUIMAIS ALOGÊNICAS EXTRAÍDAS DE LÍQUIDO SINOVIAL DE EQUINOS.............................................................................................................................................................................................................179 57. USO DO HOLTER NA ELETROCARDIOGRAFIA EQUINA...........................................................................................................................................179 58. UTILIZAÇÃO DA ADRENALINA NO TRATAMENTO CLÍNICO DO ENCARCERAMENTO NEFROESPLÊNICO.................................................................180 59. VALORES HEMATOLÓGICOS DE EQUINOS SOROPRODUTORES DA FAZENDA SÃO JOAQUIM - INSTITUTO BUTANTAN / SP...................................181 60. VALORES HEMATOLÓGICOS OBSERVADOS EM CAVALOS DA RAÇA CRIOULA ORIUNDOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE- RS DO ANO DE 2009 ATÉ 1° TRIMESTRE DE 2015............................................................................................................................................................181 61. VARIAÇÃO DO DIÂMETRO ERITROCITÁRIO EM EQUINOS DA RAÇA ÁRABE............................................................................................................182 62. VARIAÇÕES ANATÔMICAS NO DISCO LOMBOSSACRO E ENFERMIDADES NAS ARTICULAÇÕES INTERTRANSVERSAS LOMBOSSACRAS E SACROILÍACAS EM CAVALOS PURO-SANGUE INGLÊS, CAVALOS DE SELA E CAVALOS DE TROTE, OBSERVADAS POR ULTRASSONOGRAFIA TRANSRETAL.......................................................................................................................................................................................................182 63. VIABILIDADE E ÍNDICE APOPTOSE/NECROSE DE CÉLULAS DA FRAÇÃO MONONUCLEAR DA MEDULA ÓSSEA DE EQUINOS CRIOPRESERVADAS COM DIFERENTES MEIOS.............................................................................................................................................................................................183 13

[close]

p. 14

XVI CONFERÊNCIA ANUAL ABRAVEQ 2015 - ÁGUAS DE LINDÓIA RESUMOS - CIRURGIA DE EQUÍDEOS 64. AVALIAÇÃO TROMBOELASTOMÉTRICA DE EQUINOS SUBMETIDOS À TROMBOSE JUGULAR EXPERIMENTAL......................................................186 65. CARTOGENINA ASSOCIADA À MICROPERFURAÇÃO DO OSSO SUBCONDRAL NA REPARAÇÃO DA CARTILAGEM ARTICULAR EM EQUINOS...........186 66. CLAUDICAÇÃO EXPERIMENTALMENTE INDUZIDA POR BRAÇADEIRAS DE PRESSÃO NO CASCO...........................................................................187 67. CONTRIBUIÇÃO DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NA ANÁLISE DA SÍNDROME DO NAVICULAR..............................................................................188 68. CULTURA E ANTIBIOGRAMA DE 23 CASOS DE SINUSITE: ESTUDO RETROSPECTIVO 2004-2014..........................................................................188 69. EFICÁCIA DE UM NEUROLÍTICO A BASE DE CLORETO DE AMÔNIA 2%* SOBRE A CLAUDICAÇÃO CRÔNICA EM EQUINOS: RESULTADOS PRELIMINARES....................................................................................................................................................................................................189 70. ESTUDO RETROSPECTIVO DE TAXAS DE SOBREVIVÊNCIA EM 120 CASOS DE SÍNDROME CÓLICA........................................................................190 71. FORMAÇÃO DE ENTERÓLITOS EM EQUINOS DO RIO GRANDE DO SUL. QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO ASSOCIADOS?...................................190 72. LIMIAR NOCICEPTIVO MECÂNICO NO EXTRATO LAMINAR DORSAL EM CAVALOS SUBMETIDOS À ANESTESIA DO NERVO DIGITAL PALMAR........191 73. PRESSÃO INTRA-ABDOMINAL EM EQUINOS COM SÍNDROME CÓLICA (RESULTADOS PARCIAIS)..........................................................................191 74. RELATO DE CASOS: CÓLICA POR PANICUM MAXIMUM (MASSAI) EM 7 EQUINOS NO NOROESTE PAULISTA.........................................................192 75. RELAÇÃO ENTRE O ÂNGULO DA FACE DORSAL DO CASCO E A UTILIZAÇÃO DE GUARDA CASCO FRONTAL E LATERAL NAS FERRADURAS...........193 76. SÍNDROME CÓLICA NO AGRESTE DE PERNAMBUCO.............................................................................................................................................193 77. TRANSECÇÃO E ELEVAÇÃO DO PERIÓSTEO NO TRATAMENTO DA DEFORMIDADE ANGULAR DO TIPO VALGUS....................................................194 78. UTILIZAÇÃO DE GEL HOMEOPÁTICO DIA100 NA PREVENÇÃO DA SÍNDROME CÓLICA EM EQUINOS SUBMETIDOS A CIRURGIAS ELETIVAS..........195 79. VALIDAÇÃO DO LAMELÓTOMO DE FALCÃO-FALEIROS PARA A OBTENÇÃO DE BIÓPSIAS DO TECIDO LAMINAR DO CASCO DE EQUINOS..............195 14

[close]

p. 15

XVI CONFERÊNCIA ANUAL ABRAVEQ 2015 - ÁGUAS DE LINDÓIA RESUMOS - REPRODUÇÃO DE EQUÍDEOS 80. ACOMPANHAMENTO ULTRASSONOGRÁFICO DOS CORPOS LÚTEOS ACESSÓRIOS EM ÉGUAS GESTANTES CICLICAS..........................................198 81. AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE LIGAÇÃO DE ESPERMATOZOIDES FRESCO E CONGELADOS ÀS CÉLULAS DA TUBA UTERINA CULTIVADAS IN VITRO..................................................................................................................................................................................................................198 82. AVALIAÇÃO DE PROTOCOLO HORMONAL PARA SINCRONIZAÇÃO DO ESTRO EM ÉGUAS EM PERÍODO DE TRANSIÇÃO DE OUTONO....................199 83. AVALIAÇÃO DE SÊMEN EQUINO DILUÍDO E RESFRIADO EM MEIO À BASE DE ÁGUA DE COCO EM PÓ (ACP-105)..................................................199 84. AVALIAÇÃO DOS ÍNDICES DE RESISTÊNCIA E PULSATILIDADE DAS ARTÉRIAS UTERINAS EM ÉGUAS GESTANTES E NÃO GESTANTES................200 85. AVALIAÇÃO MORFOLÓGICA DE ESPERMATOZOIDES EQUINOS A PARTIR DA MODIFICAÇÃO DA TÉCNICA DE COLORAÇÃO POR PANÓTICO..........200 86. AÇÃO DE DIFERENTES MEIOS DILUIDORES SOBRE A QUALIDADE ESPERMÁTICA APÓS RECONGELAÇÃO DE SÊMEN DE JUMENTOS (EQUUS ASINUS)..............................................................................................................................................................................................................201 87. BANCO DE COLOSTRO EM CRIAÇÃO DE EQUINOS: IMPORTÂNCIA E ARMAZENAMENTO.......................................................................................202 88. CAPACIDADE DE LIGAÇÃO DE ESPERMATOZOIDES FRESCO E CONGELADOS ÀS CÉLULAS DA TUBA UTERINA BOVINA CULTIVADAS IN VITRO......202 89. COMPARAÇÃO DA PERFUSÃO SANGUÍNEA POR COLOR DOPPLER DA PAREDE DA GLÂNDULA VESICULAR ENTRE GARANHÕES HÍGIDOS E COM VESICULITE SEMINAL..........................................................................................................................................................................................203 90. COMPARAÇÃO DO PERFIL PROTEICO DO PLASMA SEMINAL DE EQUUS CABALLUS E EQUUS ASINUS POR ELETROFORESE UNIDIMENSIONAL.....203 91. COMPARAÇÃO ENTRE DIFERENTES PROTOCOLOS DE ÚNICA CENTRIFUGAÇÃO E DIFERENTES TEMPOS DE SEDIMENTAÇÃO PARA PRODUÇÃO DE PLASMA RICO EM PLAQUETAS............................................................................................................................................................................204 92. COMPARAÇÃO ENTRE DOIS DISPOSITIVOS INTRAVAGINAIS DE PROGESTERONA PARA ANTECIPAÇÃO DA CICLICIDADE EM ÉGUAS....................205 93. CONGELABILIDADE DE ESPERMATOZOIDES DE JUMENTOS DA RAÇA PÊGA.........................................................................................................205 94. CRESCIMENTO FOLICULAR DE ÉGUAS SENIS NO PERÍODO DE TRANSIÇÃO DE OUTONO......................................................................................206 95. EFEITO DA ADMINISTRAÇÃO DE DIFERENTES DOSES E FREQUÊNCIA DE APLICAÇÃO DE ESTRADIOL SEGUIDO DE PROGESTERONA SOBRE O GRAU DE EDEMA UTERINO EM ÉGUAS RECEPTORAS ACÍCLICAS...................................................................................................................................206 96. EFEITO DA ASSOCIAÇÃO DE DOIS INDUTORES DE OVULAÇÃO SOBRE A CONCENTRAÇÃO DE PROGESTERONA PLASMÁTICA EM ÉGUAS.............207 97. EFEITO DA CURVA DE DESCONGELAÇÃO NO SÊMEN DE GARANHÕES CONGELADO EM DOIS DIFERENTES DILUENTES........................................208 98. EFEITO DE BETA-GLUCANOS PURIFICADOS SOBRE A QUALIDADE IMUNOLÓGICA DO COLOSTRO EQUINO..........................................................208 99. EFEITO DE DIFERENTES DOSES E FREQUÊNCIAS DE APLICAÇÃO DO BENZOATO DE ESTRADIOL SOBRE A CONCENTRAÇÃO PLASMÁTICA DE ESTRÓGENO EM ÉGUAS ACÍCLICAS.....................................................................................................................................................................209 100. EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DE ACETATO DE DESLORELINA COMO INDUTOR DE OVULAÇÃO EM CICLOS ESTRAIS CONSECUTIVOS EM ÉGUAS SENIS..................................................................................................................................................................................................................210 101. ESTUDO RETROSPECTIVO DO PERÍODO GESTACIONAL DE 75 ÉGUAS E 82 JUMENTAS PRENHES DE JUMENTOS DA RAÇA PÊGA EM CRIATÓRIO NO INTERIOR DE SÃO PAULO.....................................................................................................................................................................................210 102. FATORES QUE INFLUENCIAM A TAXA DE GESTAÇÃO DE ÉGUAS SUBMETIDAS À COBERTURA NATURAL OU INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL..............211 103. HISTOMORFOMETRIA MICROCOTILEDONÁRIA E CAPILAR DA PLACENTA DE ÉGUAS PURO SANGUE INGLÊS COM LAMINITE CRÔNICA...............212 104. IMPLICAÇÕES DA ESCOLHA DA RECEPTORA EM UM PROGRAMA DE TRANSFERÊNCIA DE EMBRIÃO...................................................................212 105. INFLUENCIA CLIMÁTICA NA FISIOLOGIA UTERINA DE FÊMEAS EQUINAS: UM ESTUDO EM PEÇAS DE FRIGORÍFICO............................................213 15

[close]

Comments

no comments yet