Revista Cultural Setembro 2017

 
no ad

Embed or link this publication

Description

Município de Faro

Popular Pages


p. 1

Revista Cultural setembro 2017

[close]

p. 2

índice Museu Municipal de Faro Festas dos Santos Populares em Faro ........................................................................................................ 04 Pormenores… Com Importância .................................................................................................................. 06 Museu Regional do Algarve A Armação do Atum ...................................................................................................................................... 08 Biblioteca Municipal de Faro Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa ..................................................................................... 10 Agenda ........................................................................................................................................................12

[close]

p. 3

ficha técnica Edição e Propriedade: Município de Faro Coordenação: Divisão de Cultura, Museus, Arqueologia e Restauro Fotografia: Município de Faro Periodicidade: Mensal A programação pode sofrer alterações por motivos imprevistos. Toda a informação incluída nesta Revista é da responsabilidade da entidade que a fornece. 03

[close]

p. 4



[close]

p. 5

festas dos santos populares em Faro As festas dos Santos populares remontam à época pré-cristã. Antes da implantação do Cristianismo, povos ancestrais da Europa, festejavam o solstício de verão, como forma de solicitar aos deuses pagãos, a fertilidade dos solos, dos homens e dos animais. Com o Cristianismo, os rituais de cultos pagãos foram substituídos pelos festejos dos santos populares: Stº.António, S. João e S. Pedro, festejados respetivamente a 13, 24 e 29 de Junho. Em Faro, foram muitos os locais onde se realizaram os festejos dos “Santos Populares’’. Em tempos mais distantes, as fogueiras constituíam o grande ritual de devoção. Era nelas que as moças solteiras realizavam as “sortes”, consultando os santos, sobre o futuro. Localizavam-se, às portas das casas, ou num arraial, com mastro e baile com música popular tradicionalmente ao som do acordeão. Os “combates de carretilhas”, mastros e ruas enfeitadas com bandeirinhas de papel de seda e balões, caracterizavam também esta época. Outro dos rituais associados a estes festejos respeita à gastronomia típica: sardinhas assadas e caracóis. 06 museu regional

[close]

p. 6

Prato Coleção Ferreira de Almeida Museu Municipal de Faro

[close]

p. 7

po r m e n o r e s . . . c o m i m p o r t â n c i a No mês de setembro, o Museu Municipal de Faro apresenta um prato atribuído a Manuel Mafra (18311905), da fábrica das Caldas da Rainha (FA-00462), doado pelo diplomata Amadeu Ferreira d' Almeida (1876-1966). Ceramista da Casa Real Portuguesa foi autor de uma vasta obra desenvolvida na segunda metade do século XIX, nas Caldas da Rainha. Começou a trabalhar como operário servente na oficina de Maria dos Cacos, ultrapassando a produção simples e rústica desta oficina introduzindo inovações como a policromia, numa paleta cromática variada e rica. Progressivamente elabora modelos mais eruditos, privilegiando as decorações com motivos relevados da flora e da fauna, recorrendo a técnicas próprias e inovadoras, como o musgado e o areado. Em 1860, Manuel Mafra abriu a sua oficina, “Fábrica de Louça de Caldas” e chama à atenção o rei D. Fernando II; sucessivas encomendas para a coleção real valeram-lhe, em 1870, o 'título' de «Fornecedor da Casa Real», tendo sido autorizado a usar a coroa real nas suas marcas fabris – M.MAFRA/CALDAS/PORTUGAL. Fonte: HORTA, Cristina Maria Ribeiro da Silva Ramos e, Manuel Mafra (1831-1905), e as origens da cerâmica artística das Caldas da Rainha, Tese de Douramento, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2014. 07 museu municipal

[close]

p. 8



[close]

p. 9

a armaçãodoatum Trata-se de uma arte de pesca fixa, a que os árabes chamavam almadravas, e tinha como principal objetivo bloquear o rumo dos atuns que se dirigem para a desova no mar mediterrâneo, ou que regressam da mesma, encaminhando-os para um compartimento (feito em rede), denominado por Boca no interior do qual o atum ficava encurralado. A operacionalização desta arte de pesca implicava o esforço conjunto de um número avultado de pescadores, tanto na fase da sua conceção, como no período em que permanecia no mar. Durante o período da pesca do atum, compreendido entre os meses de Abril a Setembro, os pescadores fixavam- se em aglomerados populacionais – denominados por «arraiais» estabelecidos na praia em locais estratégicos face à posição ocupada pelas artes no mar. É, no Museu Regional do Algarve, que se pode observar uma maquete ilustrando a grande obra de engenharia que era uma almadrava, bem como uma obra da autoria de Carlos Porfírio intitulada “Copejo do atum”, datada de 1962. 09 museu municipal

[close]

p. 10



[close]

p. 11

p rémio nacional de poesia antónio ramos rosa No âmbito das comemorações do dia da Cidade, irá realizar-se na Biblioteca Municipal de Faro a cerimónia de entrega do Prémio Nacional de PoesiaAntónio Ramos Rosa. Mediterrâneo, é o livro vencedor da VI edição do Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa, uma recolha de poemas escritos entre 2012 e 2015 e editado em 2016; é uma deambulação pela história e pela cultura europeia e mediterrânica, atravessando a paisagem física e espiritual, bem como o tempo entre a Antiguidade Clássica e a nossa contemporaneidade. João Luís Barreto Guimarães junta-se assim a Fernando Echeverria, Fernando Guimarães, Nuno Júdice, João Rui de Sousa e Luís Quintais, vencedores das anteriores cinco edições deste prémio. Acerimónia contará com o apontamento musical do Grupo Coral Feminino “Outras Vozes”. 11 biblioteca municipal

[close]

p. 12

Mais informações sobre a programação em: www.cm-faro.pt

[close]

p. 13

agenda Data a definir Entrega do Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa Momento Musical – pelo Grupo “Outras Vozes” Org: CMF / BMF / Millennium BCP / Delta Cafés Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 13 | 17H30 Quando a Poesia Acontece Org: CMF / BMF / Elos Clube de Faro Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 14 | 18H00 Clube de Leitura Org: CMF / BMF Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 15 | 21H30 O Filme Francês do Mês Les Conquérants - Xabi Molia Org: CMF / BMF / Alliance Française / Cineclube de Faro Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre 13

[close]

p. 14

Dia 21 | 18H00 Hora do Conto Pinta de Branco - Dia Internacional da Paz Destinatários: Famílias Org: CMF / BMF Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 22 | 18H00 Púrpura Voz de Adão Contreiras Sessão Pública de Leitura do Livro de Poesia Conversa com o Autor e Leituras de Adília César Org: CMF / BMF Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 27 | 18H00 Património e Turismo - o Poder da Narrativa Apresentação do Livro de José Manuel Figueiredo dos Santos Pela Diretora Regional da Cultura do Algarve Alexandra Gonçalves Org: CMF / BMF Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 28 | 18H00 Hora do Conto Especial com a APPC Destinatários: Famílias Org: CMF / BMF / APPC Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre

[close]

p. 15

Dia 29 | 18H00 Ciclo de Palestras Vamos Falar Sobre as (nossas) Crianças ’’A Escola que temos e a Escola que queremos ter’’ por Rui Lima Org: CMF / BMF /UALG / ESEC - Ualg Local: Biblioteca Municipal de Faro Entrada Livre Dia 30 | 16H00 Sábados em Família O Meu Reino pelo Teu! Animação da Leitura pela autora Joana Maurício Destinatários: Pais e Filhos, dos 5 aos 14 anos Org: CMF / BMF Local: Biblioteca Municipal de Faro Inscrição Prévia Passagens Exposição de Samuel Rama Patente até 22 de setembro de 2017 Org: CMF / MMF / Galeria Municipal TREM / UAlg Local: Galeria Municipal TREM «eis-nos aqui: here we are» Exposição de Pintura e Escultura Patente até 08 de outubro de 2017 Org: Algarve Artists Network Apoio: CMF / MMF Local: Museu Municipal de Faro Faro, Marcos de Urbanismo Patente até 31 de dezembro de 2017 Org: CMF / MMF Local: Museu Municipal de Faro 15

[close]

Comments

no comments yet