Revista Nexialistas - Edição 5

 

Embed or link this publication

Description

Gamificação - Estamos prontos para passar de fase no mundo corporativo?

Popular Pages


p. 1

REVISTA EDIÇÃO 5 • ANO 1 • AGO – SET/2017 DE NORTE A SUL Fique por dentro dos eventos da Nexialistas pelo Brasil CRISE? Tem uma carreira onde ela não chegou, sabe qual é? ENTREVISTA Rodrigo Fernandes, da Claro Brasil: O desafio do RH durante as fusões GAMIFICAÇÃO Estamos prontos para passar de fase no mundo corporativo? DANGER Cuidado com a síndrome de exaustão, ela pode te pegar!

[close]

p. 2

PARA SER CONSULTOR DE TREINAMENTO, NÃO BASTA EXPERIÊNCIA. É PRECISO TER TÉCNICA! CURSO DE FORMAÇÃO DE CONSULTORES EM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO EXECUÇÃO DO TREINAMENTO DESENVOLVIMENTO DE TREINAMENTO DINAMIZAÇÃO DA APRENDIZAGEM INOVAÇÃO REALIZAÇÃO DE DIAGNÓSTICO PROCESSO DE APRENDIZAGEM TECNOLOGIA METODOLOGIA Próximas turmas: CURITIBA Início: 24 de Agosto /2017 Inscrições: contato.pr@ nexialistas.com SOLUÇÕES EM CONSULTORIA CAMPINAS Início: 14 de Setembro /2017 Inscrições: contato.campinas@ nexialistas.com JOINVILLE Início: 28 de Setembro /2017 Inscrições: contato.sc@ nexialistas.com VITÓRIA Início: 6 de Outubro /2017 Inscrições: contato.vix@ nexialistas.com CONSULTORIA EM DESENVOLVIMENTO E TREINAMENTO www.nexialistas.com

[close]

p. 3

EDITORIAL Oacesso às informações nunca foi tão fácil. Não dá para imaginar um conteúdo que não esteja disponível em textos, vídeos, áudios, palestras, imagens e sites da internet. Tudo a um clique para quem deseja se autodesenvolver. Mas e quando a empresa precisa que seus colaboradores aprendam algo específico? Um conteúdo importante para que eles desenvolvam bem suas atividades, mas que não foi escolhido por eles? Como despertar o interesse e, mais, garantir que a informação seja absorvida e colocada em prática? A gamificação surge como uma boa alternativa. É um jeito mais leve de transmitir informação e fazer com que ela seja fixada pela equipe. Mas será que esse negócio de brincar de aprender dá mesmo certo? E como é o resultado da gamificação na prática? Nesta 5ª. edição da Revista Nexialistas apresentamos cases de sucesso, em que a gamificação se mostrou uma forte ferramenta e com excelentes resultados em empresas como Porto Seguro, BNP Paribas e Cemig. É uma boa oportunidade para você tirar suas dúvidas e decidir se esta pode ser uma ferramenta útil para o seu cenário. Trazemos ainda duas novidades! Na seção Nexializando por aí, você acompanha o que nossos Nexia- listas têm feito Brasil afora e em Vida de Consultor, os bastidores do trabalho de nossos profissionais. Você terá a oportunidade de conhecer experiências que vêm dando certo em grandes empresas como Gol e Claro-Brasil, onde o trabalho do RH é fundamental em diferentes ações. Na Gol, o desafio é aplicar o Customer Experience, em que o cliente está no centro de todas as ações. Na entrevista desta edição, o diretor de Recursos Humanos da Claro-Brasil, Rodrigo André Fernandes fala de como o setor é fundamental nos processos de fusões de empresas. Trazemos ainda uma reportagem sobre a Síndrome de Burnout. O assunto não é novo, mas é sempre bom lembrar, pois este problema pode estar acontecendo na sua empresa e você precisa saber como ajudar um colega nesta situação. Esperamos contribuir cada vez mais com a disseminação de boas práticas e informações relevantes do setor de Desenvolvimento e Treinamento! #TAMOJUNTO! Alberto Roitman Amanda Costa Anderson Bars EXPEDIENTE Revista Nexialistas Publicação da Nexialistas Consultoria em Desenvolvimento e Treinamento Jornalista Responsável Amanda Costa MTB 26554 Textos: Luciana Alves – MTB 26276 Designer: Rodrigo Terra Capa: Shutterstock Tiragem 500 exemplares Distribuição Gratuita NEXIALISTAS CONSULTORIA EM DESENVOLVIMENTO E TREINAMENTO Fones: +55(11) 3068-0054/ 3061-2545 – Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1132 – 730 andar – Bloco B – Vila Leopoldina • São Paulo/ SP • www.nexialistas.com

[close]

p. 4

CANTINHO DOS 70 AUTODESENVOLVIMENTO Tem jeito melhor de desenvolver novas competências do que se divertindo? Essa é a proposta desta coluna. Aqui você encontra boas dicas de livros, séries, mostras, sites e aplicativos para seu autodesenvolvimento. Confira as dicas e divirta-se aprendendo ou aprenda se divertindo! SÉRIE NOVAS TECNOLOGIAS X RELACIONAMENTOS Você já pensou onde a tecnologia vai nos levar e quais as consequências dela para as relações amorosas, profissionais e de consumo? A série da TV Britânica Black Mirror explora exatamente as consequências imprevisíveis de uma sociedade moderna e completamente tecnológica. Criada por Charlie Brooker, os episódios são perturbadores e instigantes – principalmente por serem baseados em tecnologias já disponíveis ou em estudo - e levam a refletir sobre como conduzimos nossos relacionamentos e de que maneira podemos manter a nossa essência em uma sociedade cujas relações estão cada vez mais virtuais. Black Mirror já tem três temporadas que estão disponíveis na Netflix. SITE THE CLINTON FOUNDATION Bill Clinton é um dos homens mais inteligentes da história da humanidade vivo. Ler sua biografia possibilita ressaltar algumas dicas muito interessantes. Poucos homens conseguem direcionar sua inteligência e nexialismo para gerar tanto valor para as comunidades pobres, quanto Bill. Seus esforços para melhorar a vida nas mais distintas regiões do planeta são exemplos de excelente aplicação de planejamento estratégico e execução. Visite o site e entenda as soluções criativas que ele desenvolveu e continua desenvolvendo. www.clintonfoundation.org/ 4 FOTO: REPRODUÇÃO

[close]

p. 5

AUTODESENVOLVA-SE LIVRO O PODER DA ATITUDE, O livro de Alexandre Slivnik, O Poder da Atitude, mostra ao leitor como trazer um padrão de excelência para os negócios. Nos dias atuais, no meio empresarial, competir ferozmente passou a ser sinônimo de sobrevivência. Só que nesta época em que a tecnologia cada vez mais iguala as condições de experiência do cliente, o grande valor das empresas está nas pessoas, mais precisamente em profissionais extraordinários, que elevam os negócios a um patamar superior de excelência, o que faz clientes transformarem-se em fãs. Alexandre mostra como você pode trazer um alto padrão de excelência para o seu negócio, com atitudes como: usar o poder da história; anteciparse aos problemas; exceder as expectativas; cuidar obsessivamente dos detalhes e celebrar cada sucesso. Livro: O Poder da Atitude Primeira publicação: 22 de março de 2016 Editora: Gente Número de páginas: 152 FOTO: DIVULGAÇÃO APP DE NOTÍCIAS SEMPRE BEM INFORMADO Para estar sempre bem informado, a dica é que você tenha sempre em mãos um aplicativo que selecione as notícias de acordo com o seu interesse e as organize de modo a facilitar seu entendimento. Um bom exemplo é o Flipboard, aplicativo que possibilita selecionar suas áreas de interesse, como economia, tecnologia e educação e define automaticamente as principais notícias do dia sobre esses assuntos. Você também pode salvar matérias para ler depois ou compartilhá-las. O Flipboard está disponível para IOS e Android e pode ser baixado diretamente no tablet ou no smartphone. ARTE EXPOSIÇÃO NA PINACOTECA A Pinacoteca do Estado de São Paulo apresenta até 31 dezembro de 2019 a exposição de longa duração “Arte no Brasil: uma história na Pinacoteca São Paulo”, que ocupa todo o segundo andar do edifício da Avenida Tiradentes. A exposição é composta por cerca de 500 obras, entre pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e fotografias de artistas fundamentais para a história da arte brasileira, como Debret, Taunay, Facchinetti, Almeida Junior, Eliseu Visconti, Pedro Alexandrino, Candido Portinari, Lasar Segall, entre outros. 5

[close]

p. 6

CABEÇA DE HYPERLINK REÚNE GRANDES MENTES DO RH BRASILEIRO As maiores empresas do país estavam representadas por seus profissionais de Recursos Humanos no evento promovido pela Nexialistas em São Paulo Com o objetivo de apresentar as novidades da ATD Atlanta, maior feira de T&D do mundo, a Nexialistas promoveu, no final do primeiro semestre, o evento Cabeça de Hyperlink. Os sócios da Consultoria, Alberto Roitman e Anderson Bars e os diretores David Dantas e Vivian Galvão participaram da feira nos EUA e apresentaram, para cerca de 150 profissionais das principais empresas do Brasil, as inovações da ATD. Alberto Roitman, Chief Creative Officer da Nexialistas, falou sobre ruptura e quebra de paradigma, a inovação como alavanca estratégica do negócio, comunicação instantânea como premissa e a remodelação do RH nas organizações. Ele fez um paralelo entre as empresas do passado e as atuais e a mudança na forma de aprendizagem. Trouxe exemplos de Microlearning, que ganham cada dia mais espaço no T&D, como os 6

[close]

p. 7

EVENTO “O evento trouxe ideias e sugestões para aplicar no dia a dia, além de trazer reflexões sobre temas importantes.” ANGÉLICA RAYMUNDO Analista de treinamento sênior da Johnson & Johnson Whiteboard Animations, Decision Making Learning, Realidade Aumentada e Realidade Virtual, entre outros. Um tema que chamou a atenção foi o Neuro Hacking, onde são colocados eletrodos na cabeça do profissional para identificar de que forma ele aprende. Alberto falou também sobre Ecossistema de Aprendizagem, Hologramas e muitas outras novidades para o mundo do Treinamento & Desenvolvimento profissional. Anderson Bars, Chief Revolution Officer da Nexialistas, começou sua apresentação com uma pergunta: Você está preparado? Ele abordou o desafio da aprendizagem - que deve ser cada vez mais rápida para acompanhar a velocidade do mundo atual. Exemplificou essa rapidez relacionando o tempo que o telefone levou para conquistar 50 milhões de usuários e o Pokemon Go. O primeiro levou 75 anos, enquanto o game de realidade virtual apenas 15 dias, um exemplo bem marcante desse novo mundo, que está sendo chamado de Vuca: volátil, incerto, complexo e ambíguo. Neste cenário, a confiança passa a ser fundamental no ambiente corporativo e a geração de oxitocina pode colaborar com a aprendizagem, assim como a atuação dos líderes, que está cada dia mais abrangente. No final, os presentes foram convidados a participarem de um game interativo, que atraiu a atenção de todos. Dois grupos foram vencedores e cada um ganhou uma vaga para o Curso de Formação de Consultores em Treinamento e Desenvolvimento, realizado pela Nexialistas, em São Paulo. Uma das felizes ganhadoras foi a administradora especialista na área de T&D, Cristiane Waldarnini. “Estou muito feliz, pois adorei ouvir tanta informação inovadora e saber que poderei aprender mais e colaborar com grandes empresas que ainda estão muito desatualizadas diante de tudo que ouvimos aqui”, ressaltou. Participações Angélica Raymundo, analista de treinamento sênior da Johnson & Johnson, destacou a importância destas novas informações que reforçam as tendências de mercado. “Uma empresa como a J&J tem que se reinventar e o evento trouxe ideias e sugestões para aplicar no dia a dia, além de trazer reflexões sobre temas importantes”, afirma. Cassia Cristina Galan, consultora de RH da Atento, elogiou o game, pois é uma atividade que agrada aos mais variados perfis. “Achei o evento muito interessante e dinâmico e com muita informação. Me fez re- fletir em como aplicar tudo isso na prática do trabalho”. As amigas Gabriela Basani e Alexandra Zandonai, ambas, coordenadoras de Treinamento da Prevent Senior, estavam entusiasmadas com tudo que ouviram. “Eu acompanhei a ATD através das Lives da Nexialistas pelas redes sociais e me encantei ainda mais pela consultoria. O que trouxeram hoje aqui é de grande valia para a área de T&D. Para mim agregou muito. A Nexialistas está de parabéns”, ressaltou Gabriela. Já Alexandra destacou a dificuldade em elaborar estratégias de aprendizagem para ensinar de uma forma dinâmica e que garanta mudança de comportamento. “Adorei o evento, foi sensacional e me abriu os horizontes”. A coaching Caroline Garrafa, que ganhou o livro “Você é o que você entrega! 60 dicas práticas para se destacar no mundo corporativo”, de Alberto Roitman, afirmou que o evento trouxe um conteúdo atual e moderno. “O game foi inovador e teve tudo a ver com o evento. Superou as expectativas e trouxe reflexão sobre as novas metodologias, como o Microlearning, que me chamou bastante a atenção”, destacou. Novos encontros Cabeça de Hyperlink acontecerão em breve! Fique ligado na Nexialistas para não perder o próximo! 7 ZZ

[close]

p. 8

ECXUPSETROIEMNECRE O FOCO NA As empresas voltam cada dia mais a EXPERIÊNCIA atençãototalparao cliente, valorizando DO CLIENTE seu tempo e gerando comodidades. Este é o Customer Experience Se por muitos anos o foco da atenção das empresas estava voltado aos processos e produtos, hoje isto mudou muito. O cliente é o centro. As grandes empresas já entenderam isso e implementam departamentos para cuidar do tema conhecido como Customer Experience. Trocando em miúdos, trata-se de um complexo processo para entender detalhadamente como se dá o relacionamento da organização com seus clientes. A experiência do cliente é importante em qualquer área de atuação. No setor aéreo então, é fundamental. Nele, o contato com o cliente é muito próximo e acontece em várias etapas, da compra do bilhete, passando pelo check in, atendimento de bordo, até a entrega da bagagem. É uma experiência completa que exige cuidado em cada detalhe. Na Gol, por exemplo, existe uma área destinada a cuidar da Experiência do Cliente, que coordena várias frentes e está sempre em busca de inovação para que esta experiência seja realmente diferenciada. A Gol foi a primeira companhia 8

[close]

p. 9

“O principal desafio do RH é conseguir trabalhar com as lideranças para que eles transmitam aos colaboradores esse atendimento humanizado que a gente quer para o cliente.” MICHELE BONANO, gerente de RH da Gol MERCADO DIVULGAÇÃO aérea do Brasil a vender passagens pela internet e está sempre em busca da inovação. Bom exemplo é a nova fase de reposicionamento da marca. A Companhia lançou no início de julho uma série de novidades aos clientes, que vai desde alterações na revista de bordo, novos assentos até o selfie check-in, tudo para valorizar o tempo das pessoas. “Hoje, inteligência não é apenas ter mais tempo na vida, mas ter mais vida no tempo que se tem. A Gol mudou para dar mais vida ao tempo de nossos clientes. A nova campanha reflete isso, e mostra em diferentes momentos e situações tudo o que tem sido feito pela empresa nesse sentido, wi-fi, bancos de couro, mais espaço entre as poltronas e melhorias no serviço de bordo são alguns exemplos que refletem esta nova Gol”, afirma Maurício Parise, diretor de Marketing da Gol. Mas para que tudo isso ocorra, existe uma verdadeira transformação cultural interna na empresa. As lideranças devem estar alinhadas a este momento para que realmente possam viver aquilo que vendem e proporcionar a melhor experiência ao cliente. Michele Bonano, gerente de RH da Gol, explica que a área de educação é primordial neste processo, pois é um grande trabalho em equipe. “A área de Educação faz a mediação sobre as melhores soluções. A área de Experiência do Cliente garante o olhar sobre temas como melhoria, governança, investimentos. A área de RH participa quando pensa em metodologias que vão contribuir para melhorar a experiência do cliente e para isso é necessário gerar sentido e significado para os colaboradores que passam pelos treinamentos. Tem que ser um conjunto de ações. Achar melhores metodologias para disponibilizar recursos online e simultaneamente trabalhar para que os gestores estejam preparados. Precisamos garantir que o que a empresa quer para o cliente lá fora é o que também será trabalhado internamente com a equipe. Tudo tem que fazer sentido”, ressalta. E, em busca de melhorar a experiência do cliente, Michele conta que a Gol é a primeira companhia aérea do mundo a oferecer check-in por reconhecimento facial no celular, desde o mês de julho. É simples, o cliente baixa o aplicativo, faz o cadastro da biometria facial através de uma foto do seu rosto e pode fazer o check-in rapidinho, de qualquer lugar, apenas com uma selfie. Outro serviço para agilizar a experiência do cliente é a geolocalização através do Waze. Se o passageiro estiver com esta ferramenta acionada no dia da sua viagem, a Gol recebe as informações e monitora se ele corre risco de se atrasar ou ainda se está muito adiantado. Nas duas opções, a companhia sugere troca de horário de voos que podem ser feitas pelo celular. “Essa nova fase, ‘Novos Tempos no Ar’, significa que estamos unidos para facilitar e agilizar a vida do cliente para que ele possa aproveitar o tempo como quiser”, explica. Mas essa nova fase, além de altamente inovadora e tecnológica, segundo Michele, também está muito ligada à humanização das relações internas e externas. “O principal desafio do RH é conseguir trabalhar com as lideranças para que transmitam aos colaboradores esse atendimento humanizado que a gente quer para o cliente. Precisamos ter internamente esse tipo de ambiente para que isso chegue ao cliente como algo que valorizamos”, explica. Atualmente a cultura que a Gol está trabalhando tem 5 valores: segurança, baixo custo, time de águias, inteligência e servir. Michele explica que a busca pela qualidade com foco no cliente é uma constante e que realizam comitês para encontrar as melhores práticas em várias partes do mundo, além de sempre desenvolverem treinamentos para oferecer também a melhor experiência a bordo. “Os nossos 15 mil colaboradores precisam conhecer os nossos diferenciais e como profissionais que nos representam, devem atender de uma forma que esteja associada a este diferencial: atendimento cuidadoso, cordial e simples. A educação não é iniciativa única, mas é essencial para conseguir o que a gente quer”, ressalta. 9

[close]

p. 10

GAME O JEITO LÚDICO DE APRENDER Com o objetivo de ensinar de forma leve, os jogos têm sido aplicados nos mais variados setores e com objetivos diferentes desde engajar a equipe até passar conhecimentos técnicos; confira a opinião de quem provou e aprovou Ensinar de forma assertiva sempre é um grande desafio no mundo do treinamento e desenvolvimento. O tempo é cada vez mais escasso e longos treinamentos já não fazem sentido para a maioria das organizações. Neste cenário, a gamificação vem sendo utilizada nas empresas que buscam soluções práticas e efetivas. Esta metodologia, além de agilizar o processo de aprendizado, torna mais agradáveis algumas tarefas tediosas ou demasiadamente repetitivas. Isso acontece porque os seres humanos sentem-se fortemente atraídos por jogos e estes têm o poder de desenvolver a criatividade. “O prazer frente à realização de determinada atividade é um dos elementos mais importantes, por exemplo, para ativar nossa criatividade. A dedicação dos jogadores e o consequente prazer obtidos nas tarefas desenvolvidas durante o jogo seriam, então, um fator-chave para acessar uma emoção positiva”, ressaltam os autores do livro Gamification, Inc, Ysmar Viana, Maurício Viana, Bruno Medina e Samara Tanaka. Na conclusão da publicação, os autores fazem um prenúncio dos novos tempos onde objetivos pessoais e profissionais estarão bem próximos. “A gamificação seria um complemento natural à ordem estabelecida, formando equipes orientadas pelo desenvolvimento individual em prol de objetivos coletivos e gerentes mais identificados com a figura de maestros de uma orquestra do que de domadores de leões. Quando as regras e as metas a serem atingidas são perfeitamente claras, o resultado quase sempre observado é o de jogadores engajados a buscar soluções inovadoras para os desafios que têm pela frente e mais seguros quanto à maneira de cumpri-los”, ressalta a publicação. A Nexialistas aplica essa metodologia em inúmeros treinamentos, sempre com resultados muito positivos. Com a certeza de que a gamificação estará presente cada dia mais nas organizações, a consultoria fechou recentemente uma importante parceria com a Academia de Marketing (ler na página 13) e agora é a revendedora exclusiva dos games desenvolvidos por esta conceituada empresa. Fomos ouvir alguns stakeholders que já participaram de processos gamificados e a opinião de todos é muito positiva. Confira: 10 O QUE É? A gamificação (do original em inglês gamification) corresponde ao uso de mecanismos de jogos orientados ao objetivo de resolver problemas práticos ou de despertar engajamento entre um público específico. Com frequência cada vez maior, esse conjunto de técnicas tem sido aplicado em campos variados, tais como saúde, educação, políticas públicas e esportes.

[close]

p. 11

CAPA “O resultado quase sempre observado é o de jogadores engajados a buscar soluções inovadoras para os desafios que têm pela frente e mais seguros quanto à maneira de cumpri-los.” GAMIFICATION, INC VINICIUS MOURA Analista de T&D, BNP Paribas Para gerar uma vivência do que os bankers “enfrentariam” durante o ano, o BNP Paribas buscou uma forma de simular a realidade destes profissionais, dentro de um offsite e a gamificação foi o melhor modelo identificado, até porque o BNP Paribas já utilizou esta metodologia em outras iniciativas. “A nossa avaliação foi muito positiva já que a gami cação criou uma dinâmica e envolvimento dos participantes que não seriam atingidos através de uma palestra tradicional. Nos chamou a atenção a e ciente organização do game, assim como os materiais disponibilizados e a condução da dinâmica pelo Alberto (Roitman). No BNP nós sempre temos a intenção de explorar ao máximo as possibilidades de aplicação prática dos conceitos aprendidos, neste sentido, sempre que possível nós utilizamos métodos como o role play, simulados, gami cações e etc... Estamos abertos a novas metodologias, sem dúvidas, desde que elas visem sempre a aplicação prática dos conteúdos”. MARCELO ZORZO Diretoria Sul e CO da Porto Seguro Na Porto Seguro foram treinados 125 colaboradores em duas etapas em dois workshops. O objetivo foi alinhar o discurso com relação às práticas comerciais e a busca por oportunidades. O game levou ao treinamento uma dinâmica de competição, pois para cada situação havia três respostas e uma delas seria a mais recomendada. Não havia necessariamente respostas erradas. O grupo com mais acertos de respostas recomendadas ganhava. “A aplicação do método de gami cação cumpriu seu papel e superou a expectativa que era de engajar todos os colaboradores presentes através de um game, simulando situações reais da rotina diária da equipe comercial. O que chamou a atenção foi a geração de um ambiente lúdico e de competitividade através de uma plataforma digital. Esse movimento transformou o ambiente em algo natural, onde todos transitam com naturalidade, pois a simulação da realidade diária na palma da mão - através de um aplicativo acessado pelo celular - engajou o grupo, aumentando a qualidade das discussões e a participação de todos. A receptividade dos pro ssionais foi excelente. Havia uma ansiedade e expectativa para conhecerem a dinâmica do game que foi superada”. 11

[close]

p. 12

“Uma simulação de mercado eficaz mescla habilidades de negócios com aspectos comportamentais e para ter êxito precisa provocar reflexão, instigar as pessoas a fazer diferente.” MÁRIO CUNHA Diretor da Academia de Marketing ANA SILVIA SOUZA FREITAS Business Partner de RH Cemig Saúde Na Cemig Saúde foram treinados 130 profissionais, divididos em 13 equipes em um dia de treinamento. A escolha pela gamificação ocorreu devido aos modelos do passado não atenderem mais a demanda. A empresa precisava inovar na tecnologia de aprendizagem e nesta realidade o game foi muito bem aceito. “Fizemos a gamificação para tratar a gestão de desempenho e ela foi aderente porque o nosso público se adaptou muito bem à metodologia que foge do convencional. E trouxe a competição saudável, parceria e integração. Recebemos excelentes feedbacks em relação à integração e também em relação à fixação do conteúdo. A dinâmica do T&D caminha para modelos mais inovadores e a gami cação é um modelo inovador de aprendizagem e não perde nada ao convencional. Traz uma dinâmica mais leve, com competição que estimula as pessoas de forma saudável. Não é uma aprendizagem reativa é uma aprendizagem proativa, as pessoas se interessam pelo conteúdo para que possam se destacar na competição do game. A pesquisa de satisfação interna sobre a forma de aprendizagem através da gami cação teve excelentes índices de aprovação, com mais de 80% ótimo e 16% bom na gestão de desempenho e 73.56% como ótimo e 26.44% como bom na assimilação do conteúdo”. SILVIA BEHRENS Gerente de RH Cemig Saúde Com vasta experiência em treinamento convencionais e também algumas experiências inovadoras, a gerente de RH da Cemig Saúde apontou várias vantagens neste modelo de treinamento, principalmente da forma como foi montado unindo pessoas de áreas e níveis hierárquicos bem diferentes. Essa forma, observou Silvia, ajudou a desenvolver melhor o conteúdo, aproveitar o tempo, além de contribuir para um clima muito agradável. “A primeira coisa que destaco é o nível de organização da Nexialistas e a forma como o conteúdo foi absorvido e transmitido. O David (Dantas) falando parecia que ele trabalhava aqui de tanto que estava inteirado sobre o conteúdo. Recebemos muitos comentários espontâneos falando como um conteúdo denso foi transmitido de maneia leve e lúdica, que faz absorver melhor e mais rapidamente. Tivemos uma equipe engajada, cumprimos os horários dentro do cronograma e o resultado foi tão bom que pensamos em fazer novos projetos utilizando a gami cação”. 12

[close]

p. 13

CAPA NEXIALISTAS E ACADEMIA DE MARKETING, A UNIÃO DO ÚTIL AO AGRADÁVEL Inúmeras metodologias de treinamento são inventadas, reinventadas e requentadas com o objetivo de capacitar os profissionais a serem competitivos. Este cenário atual de disrupção e novas tecnologias exige cada vez mais preparo dos colaboradores de toda e qualquer organização. “Todos precisamos ser hábeis resolvedores de problemas, exímios buscadores de oportunidades e tremendos entregadores de resultados”, explica Mário Cunha, Diretor da Academia de Marketing. Para ele, as simulações de mercado se encaixam perfeitamente nesta realidade, pois trazem a prática para a sala de aula e constroem uma ponte entre o conceito e sua aplicação, que provocam reflexões imediatas acerca do que fazer. “Simulações quando combinadas com realidade virtual, realidade aumentada e artefatos tecnológicos, enriquecem a experiência e auxiliam os participantes a desenvolver um olhar diferenciado acerca dos comportamentos e posturas que os ajudam a alçar novos voos e contribuir com o crescimento do negócio”, explica. Potencializar a experiência na área de T&D é o grande desafio da Nexialistas e por isso a consultoria está sempre em busca de parcerias inovadoras. “A Nexialistas entende que a melhor forma de crescer é por meio da economia colaborativa. Sabemos que temos bons parceiros e que estes são muito melhores que nós em diversos ramos. Desta forma decidimos proporcionar ao nosso cliente o que há de melhor na experiência de aprendizagem. As empresas que já perceberam que esta é a regra do jogo poderão agregar muito mais valor no relacionamento com o cliente”, explica Alberto Roitman, Chief Creative Officer da Nexialistas, sobre o motivo da parceria. O foco das simulações são as pessoas, o grande diferencial de todo e qualquer negócio. Pessoas engajadas, conectadas, motivadas, enfim nexialistas, exercem influência e são, em grande parte responsáveis pelo sucesso do negócio. “Precisamos rever que tipos de competências precisamos manter, o que precisamos deixar de fazer e o que melhorar”. O conhecimento técnico é condição para sobreviver no mercado de trabalho. É a denominada premissa básica que, aliada a uma mente nexializada, promove mudanças e move montanhas dentro do negócio. Mais do que nunca, as empresas precisam urgentemente de pessoas que trazem para si a responsabilidade, que sejam protagonistas, tenham senso de urgência, e ao mesmo tempo, sejam assertivas e preparadas para mudar de rumo quando a situação exige. “Uma simulação de mercado eficaz mescla habilidades de negócios com aspectos comportamentais e para ter êxito precisa provocar reflexão, instigar as pessoas a fazer diferente, ajudá-las a pensar além do presente e trazer insights relevantes”, elucida Mario. Treinamento A equipe de consultores externos da Nexialistas passou por um dinâmico treinamento para vivenciar algumas das soluções gamificadas da Academia de Marketing e desta forma saber oferecer a melhor solução aos clientes. “O objetivo foi vivenciar a experiência para oferecer uma solução mais adequada para o mercado. Uma solução que faça sentido para o cliente, que tenha seu estilo”, explica Mario. A vivência provoca a percepção de uma série de coisas que uma palestra ou aula apenas expositiva não propicia. “Não vendemos game, vendemos o que o game faz, o que provoca de reflexão, de conexão com a realidade. O profissional tem que ter a capacidade de fazer a analogia do que é proposto no game com a sua vida profissional. É a tecnologia enriquecendo a experiência dos participantes”, explica. Rita Macedo, Nexialista Associada e coaching, achou a experiência sensacional. “Foi maravilhoso porque traz a possibilidade de vivenciar o dia a dia profissional dentro de um game. Te tira da realidade e traz para uma situação lúdica e é muito bom ter essas alternativas inovadoras para os clientes. O mercado está saturado de ver o mesmo formato de apresentação. É uma inovação para os treinamentos, aliás esse é o diferencial da Nexialistas”, ressaltou Outro fator que chamou a atenção dos participantes foi a reflexão que esse tipo de atividade desperta e a possibilidade de customização, ou seja, um game pode trabalhar com vários temas de diversas formas. “O aprendizado foi muito rico e não tenho dúvida que temos muita novidade para apresentar ao mercado de T&D. Mario traz bagagem e energia positiva, de forma fantástica. Queremos levar todo esse conhecimento imediatamente para o mercado para mostrar o quanto a gente pode inovar o mundo de treinamento. O mercado precisa de novidades, de soluções diferenciadas, inovadoras, para que a gente continue a desenvolver pessoas e transformar os negócios”, destacou Rita. 13

[close]

p. 14

NEXIALISTASTABELA DE COMPETÊNCIAS COMPETÊNCIAS PESSOAIS Forte apelo atitudinal, contendo atributos necessários para a aceitação coletiva e o bom convívio. Se faltantes, inviabilizam a vivência corporativa. COMPETÊNCIAS SOCIAIS Contribuem para o melhor clima de trabalho, potencializam as características da equipe e harmonizam as relações corporativas em todos os níveis. COMPETÊNCIAS COMERCIAIS Necessárias para a eficiência comercial, alinhando o respeito à necessidade do cliente e as metas de crescimento da empresa. Trabalham todas as Fases da Venda. COMPETÊN TÉCNICAS São aquelas através de ed formal, que p profissional a determinada ou potenciali sua execução X Nexialismo 1 2 Pr Proatividade Sp Solução de problemas P Persuasão 3 4 H Humildade 5 6 C Comunicação 7 Cr Criatividade Ic Integridade corajosa 8 It Iniciativa 9 Ac Acabativa 10 11 Et Ética 12 Ri Relacionamento interpessoal 13 Ep Empreendedorismo Código Ow 14 Gt Ownership Gestão de tempo 18 15 O Organização 19 Ag Auto gerenciamento 16 20 Q Re Qualidade Redação empresarial 17 Mp M 21 Marketing Pessoal Motivação 1 X Nexialismo In 22 Fx 26 Te 30 Influência Flexibilidade Trabalho em equipe 23 Co Colaboração Bc Business Culture 27 Ie 31 Inteligência emocional 24 A Accountability Sc Solução de conflitos 28 32 As Assertividade 25 Fn Formação de networking 29 If Integração funcionários 33 Or Orientação ao resultado Número Nome da competência Ci Customer impact 34 Pp 38 Prospecção de clientes Pc Plano de contas 35 Ea Escuta ativa 39 36 Ng Negociação 40 Pv Performance improvement 37 Nv Negociação avançada Tv Técnicas de vendas 41 Segmentos de atuação e especialização Bc Bancos Fi Financeiras Se Seguros Te Telecom En Energia 14 Cn Consumo Au Automotivo In Indústria Fr Farma

[close]

p. 15

COMPETÊNCIAS As competências abaixo estão divididas por afinidade e podem ser desenvolvidas isoladamente ou em conjunto. Em todas elas as ações formativas serão estruturadas sob medida diante da realidade do cliente. As dinâmicas e metodologias que as compõem serão criadas levando em conta a necessidade de desenvolvimento e alinhadas entre o contratante e a Nexialistas NCIAS obtidas ducação preparam o a executar tarefa izam a o. COMPETÊNCIAS GERENCIAIS Estão focadas na gestão e no controle. Permitem o alcance dos objetivos por meio do gerenciamento eficiente dos mais diversos aspectos do trabalho. COMPETÊNCIAS LIDERANÇA Direcionadas para a gestão de pessoas e construção de equipes de alta performance. Podem ser voltadas para aspectos técnicos ou comportamentais. COMPETÊNCIA X É a Nexialista, também chamada de 7ª. Competência. Trabalha com a sobreposição de duas ou mais competências potencializando diversos aspectos humanos. E Empatia 82 π 42 Pi Bd Bigdata 43 Ga Gestão de carteiras 44 45 Vc Vendas consultivas Cv 46 Ciclo de vida cliente/produto 47 Ta Técnicas de Apresentação Gj Gestão de projetos 48 Gq Gestão da qualidade 49 Eo 50 Excelência operacional Gr Gestão de recursos 51 Dt Design Thinking 52 I Inovação 53 Oc Orientação ao cliente 54 On Orientação ao negócio 55 W Web 2.0 56 57 Id Inteligência digital 58 Gh Gestão de contas chave 59 Gi Gestão da informação Gc 60 Gestão do Conhecimento 61 4p Preço/Produto Promo/PV Rl Raciocínio lógico 62 Ix Execução impecável 63 64 Gs Gestão de stakeholders Gk Gestão do caos 65 Ca 66 Capacidade analítica Mi Market insight 67 Ls Leadership strategy 68 Bp Business Plan 69 Mu Manage Up 70 71 Pl Planejamento Sf 72 Sustainable focus Gn Gestão do negócio 73 74 Pe Pensamento estratégico Gl Global mindset 75 Gp Gestão de pessoas 76 77 F Fascinação Td Tomada de decisões 78 79 Gd Gestão de equipes à distância 80 Ge Gestão de incompetentes Gm Gestão da mudança 81 83 Fs Formação de sucessores 84 Li Liderança inspiradora Rs 85 Resiliência 86 Dt Desenvolvimento de talentos Tb Team Building 87 En Entropia 88 Ad Advocacia Ht Hotelaria Cn Construtoras Pq PMEs Pu Setor público 15

[close]

Comments

no comments yet