Jornal Conecta Baixada - edição 41

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Conecta Baixada - edição 41

Popular Pages


p. 1

ReRciecclieclienfionfromramçaãço.ãoP.asPsaesseesteestjeo jronralnaplarparoauotrutorloeilteoitr.or. 995-75-4545 www.conectabaixada.com.br 2017 A INFORMAÇÃO VAI ATÉ VOCÊ BAIXADA FLUMINENSE 01 a 15 de Agosto ANO 3 N° 41 Arte Renato Ferreira/Conecta Baixada INELEGÍVEIS Gelsinho e Daniele Guerreiro perderam em votação do TRE e não poderão se eleger por oito anos. Página 3 PREFEITO DE MESQUITA É AFASTADO EM MEIO A PROTESTOS Manifestações marcaram a votação pelo afastamento do prefeito de Mesquita, Jorge Miranda. A passeata aconteceu no Centro do município, após decisão da Câmara pelo afastamento. O prefeito fez tranferência de recursos entre órgãos do município para pagar salários atrasados dos funcionários da prefeitura, que ficaram sem os vencimentos no governo passado. Página 3 Hyago Santos/Conecta Baixada MILITARES OCUPAM RUAS DA BAIXADA Homens do exército fizeram patrulhas na Washington Luíz e outros locais da região. Página 8 NOVA IGUAÇU REALIZA MAPEAMENTO CULTURAL Principal foco do projeto é reconhecer o potencial artístico do município e criar estratégias de apoio. Página 9 GENTE DA BAIXADA: O NOVO TALENTO MC DOM Brendon Martins da Silva, o MC Dom, morador de Mesquita, prepara seu repertório para se lançar na carreira. Página 10 Mantenha sua cidade limpa. Não jogue papel no chão.Olici pont.

[close]

p. 2

EDUCAÇÃO 2 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR CIDADANIA ONG AJUDA NO DESENVOLVIMENTO DE JOVENS EM POLÍTICAS PÚBLICAS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Preparar jovens para liderar pro- cessos políticos em suas comunidades. Esse é o objetivo do Monitora- mento Jovem de Políticas Públicas, o MJPOP. A Or- ganização Não Governa- mental (ONG), que tem sede em Nova Iguaçu e Duque de Caxias, oferece oficinas gratuitas para jo- vens de 16 a 24 anos vol- tadas para ações sociais, com inscrições abertas durante o ano todo. O MJPOP oferece à co- munidade oficinas sobre cidadania, ética e respei- to às diferenças, além de jogos educativos que es- timulem o aprendizado e incentivo a práticas es- portivas. “Nós ajudamos desenvolver o pensamen- to crítico nos jovens da nossa ONG. Além disso, também despertamos neles opiniões de cons- trução social e política. Esse é o ponto forte do MJPOP”, diz Daiane de Lima Fonseca, líder do projeto em Nova Iguaçu. Divulgação O projeto Monitoramento Jovem de Políticas Públicas também oferece oficinas gratuitas à comunidade durante o ano todo O projeto também atua em ações sociais e conscientização. Os alunos já realizaram diversas atividades, entre as quais: um mutirão na praça da Palhada, em Nova Iguaçu. Na ocasião, eles também alertaram moradores da localidade para a campanha Internet Segura, criada pela Unifef em parceria com a Visão Mundial. Além disso, o MJPOP também participou de ações no dia nacional de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, em maio deste ano, em Madureira. Aqueles que quiserem comparecer na ONG, o endereço da sede em Nova Iguaçu é rua Otávio Moreira de Melo, 544. O projeto foi fundado no Complexo do Lins, Zona Norte do Rio de Janeiro, em 2007, com a metodologia de ensino voltada para incidências políticas. Quando se consolidou no seu lugar de origem, começou a se expandir para outros lugares do Estado. Em 2009, chegou à Baixada Fluminense e fez seu primeiro trabalho no bairro Vila de Cava, em Nova Iguaçu, porém deu uma pausa nos serviços do bairro e voltou à ativa em 2015, no bairro de Jardim Palmares. No ano passado chegou a Duque de Caxias, também na Baixada, levando a mesma proposta de ensino para a região. O movimento ganhou tanto destaque que se expandiu para outros estados, como Minas Gerais, São Paulo e Alagoas. Em Recife, a ONG participou do projeto contra o extermínio da juventude negra, em junho deste ano. Na ocasião, o evento reuniu diversas instituições para falar sobre o alto índice de violência à jovens no Estado. ENSINO FUNDAMENTAL INSCRIÇÕES ABERTAS PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EM NILÓPOLIS As pessoas que não tiveram oportunidade de terminar o estudos no ensino fundamental têm até o dia 15 de agosto para fazer a matrícula na Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Nilópolis. As aulas terão início no segundo semestre. Os interessados devem procurar as seguintes unidades: - Escola Municipal Maria da Conceição Cardoso – Av. Rio Branco, 414, Nova Cidade - Escola Municipal Professor José D’Alessandro – Rua Carlos Alves de Oliveira, 1157, Cabuís. - Escola Municipal Companheiros de Maryland – Rua Luiz Gonçalves Junior, 158, Santos Dumont. - Escola Municipal Vereador Orlando Hungria – Rua Eliseu de Alvarenga, 384, Olinda.

[close]

p. 3

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 3 POLÍTICA PROCESSADOS GELSINHO E DANIELE GUERREIRO ESTÃO INELEGÍVEIS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) tornaram o ex-prefeito de Mesquita, Rogelson Sanches Fontoura, o Gelsinho Guerreiro (PRB), e a deputada estadual Daniele Cristina Fontoura, a Daniele Guerreiro (PMDB), inelegíveis por oito anos. A decisão foi durante o julgamento nesta segunda-feira, 31 de julho, do processo de Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) 000806996.2014.6.19.0000. A ação também pede a cassação do diploma e do registro de Daniele Guerreiro, além de pagamento de multa. Na votação, os juízes decidiram por 6 a 0 pela inelegibilidade de Daniele, e por 5 a 1 contra Gelsinho. “O primeiro julgamento deste processo no Tribunal Regional Eleitoral aconteceu no dia 17 de julho, quando cinco juízes votaram a favor. A decisão só não aconteceu neste dia porque o juiz Rafael Matos pediu vistas do processo, que tem cerca de mil páginas. Agora os dois estão inelegíveis. Já a cassação de Daniele compete, originalmente, ao TRE em primeira instância, seguindo para o Tribunal Superior Eleitoral”, explica o advogado Luis Paulo de Barros Correia Viveiros de Castro. O processo 000806996.2014.6.19.0000 foi instaurado em dezembro de 2014. Na Ação de Investigação Judicial Eleitoral, Gelsinho e Daniele Guerreiro foram acusados de abuso de poder econômico, político e de autoridade, uso indevido de meio Divulgação No julgamento, os juizes decidiram por 6 a 0 pela inegibilidade de Daniele, e por 5 a 1 contra Gelsinho de comunicação social, conduta vedada a agente público, captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral nas eleições de 2014. O autor do processo, o atual vice-prefeito de Mesquita, Waltinho Paixão, comemorou. “Gelsinho já foi declarado inelegível em outro processo, perdendo na primeira instância. Em novembro de 2016 o juízo da 83ª Zona Eleitoral cassou o registro do prefeito por abuso de poder econômico e político e, neste processo, ele foi declarado inelegível”, declarou Waltinho. MESQUITA PROTESTOS MARCAM AFASTAMENTO DE PREFEITO Da Redação redacao@conectabaixada.com.br “Não vai ter golpe!” foi o que mais se ouvia durante a votação do dia 1 de agosto, quando foi votado o afastamento do prefeito de Mesquita, Jorge Miranda. A sentença não agradou boa parte dos manifestantes, que ocuparam o local. Houve protestos, e uma passeata com carro de som até a Praça Elizabeth Paixão, no Centro. “O sentimento é de ódio, de rancor”, protestou Enilce Januzzi, 68 anos, empresária, assim que o resultado foi anunciado. Ela estava com um nariz de palhaço e um cartaz que dizia “O povo de Mesquita acordou a tempo”. A sessão extraordinária foi convocada porque os vereadores alegaram que o prefeito adquiriu um empréstimo sem autorização prévia da casa. O dinheiro foi usado para pagar funcionários que ficaram sem receber no governo passado. Eles estavam há três meses sem salário (outubro, novembro e dezembro de 2016), além de não terem recebido o 13º salário. Segundo a defesa, já havia uma ação do SEPE (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação), em janeiro, exigindo que o pagamento fosse feito urgentemente. Assim, junto ao SEPE e à Defensoria Pública de Mesquita, Jorge Miranda fez um acordo de pagamento, onde seria transferido uma parte do dinheiro do MesquitaPrev para quitar os servidores em atraso. O valor seria devolvido ao MesquitaPrev em 36 parcelas, a partir de janeiro de 2018. Além de marcar presença na sessão da câmara, manifestantes fizeram uma passeata desde a casa legislativa até a Praça Elizabeth Paixão. A vereadora Cris Gêmeas estava presente: “Aplaudo o Jorge de pé, porque acho que foi uma atitude louvável diante do caráter excepcional, quando as pessoas estavam passando necessidade. Quem tem fome não espera”. “É um sentimento de imensa tristeza pela falta de respeito com o voto popular”, completou. - Resposta do prefeito O prefeito Jorge Miran- da falou sobre o assunto em nota. Veja na íntegra: "Respeito a decisão da Câmara Municipal. Mas é notório que está havendo um vício processual. Não fizemos um empréstimo. Foi realizada uma transferência de recursos entre órgãos do próprio município para pagar os salários atrasados dos meses de outubro, novembro, dezembro e 13°, da gestão anterior. Ou seja, um Termo de Ajustamento de conduta entre o município, o Ministério Público e a Defensoria Pública. Nesse acordo judicial, o Sindicato Estadual dos Professores do Rio de Janeiro (SEPE) e a Defensoria Pública eram autores, o Ministério Público opinou favorável e o juiz competente homologou. Portanto, não havia qualquer obrigação legal de submissão à Câmara. Essa espécie de transferência de recursos não caracteriza operação de crédito, logo, não necessita de autorização do Legislativo, como já ocorreu em outros casos pelo Supremo Tribunal Federal. Agora, vou apresentar a minha defesa e aguardar a decisão da Justiça, mas com a consciência tranquila de que fizemos o certo. Tudo às claras, de acordo com a Lei e com transparência, com a finalidade de preservar a dignidade dos servidores públicos efetivos".

[close]

p. 4

SAÚDE 4 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR SEM SERVIÇO FARMÁCIAS POPULARES ENCERRAM SUAS ATIVIDADES Da Redação redacao@conectabaixada.com.br OMinistério da Saúde pretende fechar, durante o mês de agosto, 367 unidades próprias do programa Farmácia Popular. A decisão foi anunciada em março deste ano. De acordo com o Governo Federal, os estados e municípios poderão assumir os custos das unidades. As farmácias particulares conveniadas continuarão com o programa “Aqui tem Farmácia Popular”. Caso as prefeituras assumam os custos das unidades, o procedimento para retirada dos remédios passará por pequenas mudanças. Uma delas é que os serviços serão limitados apenas para os moradores, de- vendo apresentar comprovante de residência. Em Mesquita, a Farmácia Popular, localizada na rua Mister Watkins, encerrou suas atividades no último dia 27, e se transformará em um novo polo municipal de medicamentos da região. “Os funcionários continuarão em suas funções na nova farmácia municipal. O local passará por algumas obras de reforma para ser reaberto”, disse Renata Lúcia Marinho, farmacêutica geral da unidade. Outras prefeituras da Baixada irão aderir à iniciativa. Magé saiu na frente, e assumiu, desde o ano passado, o controle das farmácias populares do município. Em Japeri, a unidade federal será fechada, e a prefeitura O atendimento do programa em todo o país se encerrou no dia 27 de julho vai instalar duas unidades municipais, uma em Engenheiro Pedreira e outra em Japeri. Em Ita- guaí a prefeitura também vai assumir a unidade. A Secretaria de Saúde de Nilópolis infor- Luis Mendes/Conecta Baixada mou que não vai manter a Farmácia Popular do Brasil sem recursos do Ministério da Saúde. MESQUITA CAPACITAÇÃO AMPLIA ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO Mesquita terá mais nove unidades de atendimento odontológico direcionado às grávidas do município. Um curso de capacitação foi oferecido aos profissionais da área para ampliação do serviço, que anteriormente era oferecido apenas no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). A capacitação aconteceu no final de julho no auditório da prefeitura de Mesquita. O objetivo foi capacitar os profissionais para o atendimento odontológico adequado às grávidas, e assim, ampliar o serviço da região. “Serão nove unidades preparadas para essa finalidade. Só o nosso Centro de Especialidades Odontológicas estava apto a prestar esse tipo de atendimento às gestantes”, disse Nelson Monteiro, coordenador municipal de saúde bucal. Além dos dentistas que atuam em Mesquita, participaram da ação os responsáveis pelas unidades de saúde do município que possuem o atendimento odontológico e os Auxiliares de Saúde Bucal (ASBs). O agendamento pode ser feito nas próprias unidades que apresentam cadeira odontológica. As unidades de saúde que possuem esse atendi- mento disponível são: UBS Jorge Campos – Avenida Brasil s/nº, Coreia; UBS Vila Norma – Rua Célio de Azevedo 219, Vila Norma; ESF Sete Anões – Rua João Pontes 188, Santa Terezinha; ESF Edson Passos – Rua Magno de Carvalho 317, Edson Passos; ESF Walter Borges – Rua Inácio Serra s/nº, Chatuba; ESF Jacutinga – Rua Maria das Graças s/nº, Jacutinga; ESF Santo Elias – Rua Nestor 641, Santo Elias; Divulgação Profissionais da área se reuniram no auditório da prefeitura ESF Maria Cristina – Rua Hermelinda 170, Ro- cha Sobrinho. Centro de Especia- lidades Odontológicas (CEO), com atendimen- tos a especialidades e encaminhados pelos profissionais das demais unidades) – Avenida União 676, 2º andar, San- ta Terezinha.

[close]

p. 5

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 5 GERAL CONEXÃO GERAL Davi de Castro davi.castro@conectabaixada.com.br VEREADORES, DINHEIRO, DIREITO OU A JUSTIÇA? Escolher entre o direito e a justiça, geralmente as pessoas ficariam com o direito. Parece correto. Mas o direito é frio. E, muitas vezes, insensato. A justiça é o equilíbrio entre as partes e se aplica em situação de contenda. O ex-prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro (PRB), deixou uma dívida de mais de R$ 140 milhões, inclusive com salários dos servidores. Muitos foram parar no SPC, Serasa, além de perderem planos de saúde, cartões bancários, crédito e até passando fome. O prefeito Jorge Miranda consultou o poder judiciário, juízes e o ministério público, dos quais conseguiu autorização para fazer empréstimo ao Mesquitaprev (fundo de previdência dos servidores), e colocou em dia os salários em atraso. Então, o poder legislativo, que sabia de tudo e acompanhou tudo, alegando que o pedido não passou pelas mãos dos vereadores, quer fazer valer a vontade própria, aplicando o direito, não se importando com a justiça, com a barriga das famílias. Tudo isso por causa do dinheiro. A maioria deles, aliados do prefeito anterior, nada fez contra a dívida, a fome e o estrago na vida dos servidores. Agora quer atrapalhar o mandato de quem pagou a conta.Waltinho Paixão, vice-prefeito da cidade, não se cansa de buscar o equilíbrio entre as partes. Nesse caso, a população escolheria ficar com a pior câmara da história da cidade, ficar com o direito ou ficar com a justiça? Lélio Neto/Conecta Baixada CARA DE PAU Wagner Carneiro (PMDB), o Waguinho, prefeito de Belford Roxo, merece ser tombado como “Cara de Pau” da desumanidade. Derrubou o pórtico que marcava a história da emancipação da cidade e ganhou destaque negativo, em rede nacional, nos principais telejornais do país. VIVA ERICA A postura de mandona e a intrepidez da bela, elegante e destemida Erica Lisboa, primeiradama de Nova Iguaçu, chamada de presidenta, já se espalha até pelo estado. Nem o delegado de policia, dr. Juarez, pai do prefeito, que é linha dura, consegue falar com o filho Rogério. AFRONTA A LEI Falando em Erica, se ela passar pelo calçadão da avenida Amaral Peixoto, no centro de Nova Iguaçu, onde tantas vezes pediu votos para o marido, não vai gostar nem um pouco do que vai ver. Tabuleiros de lojas no passeio, desrespeitando seu governo e o Código de Posturas. TRÁFICO NO CEMITÉRIO O trafico de drogas é quem dita o horário de sepultamentos no cemitério da Solidão, em Belford Roxo. Lá, enterros só das 8 às 16:30h. A partir daí, a área de 13 mil metros quadrados vira feirão de drogas e as catacumbas em balcão de negócios de arrepiar o nariz. ADEUS A UM FEVERS Miguel Ângelo, famoso tecladista do The Feveres, foi sepultado no sábado, 15h, no cemitério do Murundu, em Padre Miguel. Ele estava internado em um hospital de Copacabana, onde morava. Vítima de cirrose hepática, teve complicações renais e não resistiu a vários infartos. CURIOSIDADE A cada 7,6 mil cirurgias no mundo, um equipamento de trabalho fica no corpo do paciente, preferencialmente esponjas. E a cada 100 mil procedimentos cirúrgicos, um é feito na parte do corpo onde não precisava. A pesquisa é da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. OPORTUNIDADE CHANCE PARA CONCLUIR O ENSINO FUNDAMENTAL Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Jovens e adultos residentes no Brasil e no exterior, que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos, podem realizar o exame Encceja, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, para solicitar a certificação. A oportunidade é para estudantes que desejam concluir o ensino fundamental e o ensino médio. As inscrições podem ser realizadas no portal.inep.gov. br/encceja, das 10h do dia 7 de agosto, às 23h59 do dia 18 deste mês, horário oficial de Brasília. A prova acontecerá dia 8 de outubro e será aplicada em 564 locais distribuídos em todo o território nacional. No Rio de Janeiro, os locais serão: Belford Roxo, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Itaboraí, Itaperuna, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Resende, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Saquarema, Vassouras, Volta Redonda. O Exame para nível fun- damental e médio é composto da seguinte forma: Nível fundamental – são quatro provas objetivas com 30 trinta perguntas cada, de língua portuguesa, língua estrangeira, arte e educação física; matemática; ciências, história, geografia e uma redação. Nível médio – quatro provas objetivas com 30 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática; ciências da natureza e ciências humanas e uma redação. A partir deste ano, o exame Enem não poderá mais ser utilizado para conclusão escolar, mas sim o Encceja. A avaliação é destinada ao público com no mínimo 15 anos completos na data da prova para o Ensino Fundamental. Já para o Ensino Médio, os interessados podem solicitar a certificação desde que tenham no mínimo 18 anos completos até a data da prova. O Inep (Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Anísio Teixeira), vinculado ao Mec, tem como responsabilidade publicar as datas de inscrição, datas dos exames e editais, realizações das inscrições e publicações de resultados, informações gerais e materiais para estudo grátis com assuntos dos ensinos fundamental e médio, que podem ser acessados por todos que precisam estudar. Os gabaritos e as provas serão divulgados no portal do Inep dez dias após a realização do exame. Os resultados poderão ser acessados na área restrita do participante. Para mais informações, acesse o site: http://portal.inep. gov.br/encceja

[close]

p. 6

CIDADES 6 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR SHOWS PARACAMBI COMPLETA 57 ANOS COM GRANDE FESTA Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Nos dias 5 a 8 de agosto será realizada uma grande festa para comemorar os 57 anos de emancipação de Paracambi. Bento Nunes (5), Dilsinho (7) e Ludmilla (8) são algumas das grandes atrações, além da apresentação de diversos artistas locais. O evento acontecerá no Espaço Lanari, na Estrada do Cabral, 10604, no Vale da Conquista. Na entrada, será cobrado 1 kg de alimento não perecível. Para cada dia, serão recolhidos diferentes tipos de mantimentos. No sábado, o público deverá levar farinha de mandioca, fubá ou açúcar. Domingo pode ser leite, óleo ou arroz. E na segunda ou terça-feira pode ser arroz, feijão ou macarrão. Além das atrações, a festa de aniversário terá, no domingo, o tradicional desfile cívico com apresentação das escolas e fanfarras. O desfile acontecerá na Avenida dos Operários, no Centro. A cantora Ludmilla promete cantar os seus grandes hits, como "Sem querer", "Te ensinei certin", "Hoje", "A danada sou eu" e "Cheguei". O pagodeiro Dilsinho vai embalar o público com os sucessos: "Já que você não me quer mais", "A vingança", "Dá pra saber", "Se quiser", "Trovão", "Refém" e "Cansei de farra". Já Bento Nunes promete levar o bom sertanejo com as canções:“Se eu ganhasse um real”, composta por Murilo Moura e Pablo Airam, e “Homem Que Chora”. A cantora Ludmilla será uma das grandes atrações da festa, que trará também Dilsinho e Bento Nunes Divulgação EMPREENDEDORISMO PALESTRA PARA SE TORNAR UM MICROEMPREENDEDOR A Prefeitura de Nova Iguaçu e o Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ) realizam, nos dias 16 a 30 de agosto, a partir das 9h, palestras com o tema "Como se tornar um Microempreendedor Individual (MEI)". O evento será no auditório do Espaço Empreendedor, na Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMADETUR), no Centro. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail casadoempreendedorni@gmail.com. As palestras ajudarão os participantes a compreenderem os fundamentos, processos, obrigações, responsabilidades, benefícios e práticas do empreendedorismo e a tomarem decisões conscientes e responsáveis, a partir de uma reflexão prática sobre o seu potencial de empreendedor e sobre os recursos disponíveis. Ao final do evento, os empreendedores vão poder se legalizar tirando o certificado de Microempreendedor Individual na hora, com o apoio da equipe do Espaço do Empreendedor. Mais informações com a SEMADETUR, que fica localizada na Avenida Governador Portela, 812, 1 andar. Telefone: 3779-1184.

[close]

p. 7

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 7 CIDADES POLÊMICA PÓRTICO DE BELFORD ROXO É DEMOLIDO PELA PREFEITURA Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Quem estava acostumado a passar pela entrada de Belford Roxo e for ao local hoje, vai sentir falta de um marco que já fazia parte da história da cidade. A prefeitura de Belford Roxo demoliu, na madrugada de 25 de julho, o antigo pórtico do município. O monumento tinha 27 anos, e foi construído no governo de Jorge Julio da Costa dos Santos, conhecido como Joca, primeiro prefeito da cidade. A demolição foi anunciada pela administração municipal no dia 8 de julho no Diário oficial, com o anúncio de licitação para a construção de um novo pórtico na avenida Doutor Magalhães, principal acesso à Rodovia Presidente Dutra. De acordo com a prefeitura, a demolição do pórtico foi realizada para dar lugar a um novo monumento mais moderno. Essa obra faz parte de projetos de revitalização de toda entrada da cidade, e envolve sinalização, arborização e calçadas com mais seguranças e acessibilidade. Ainda de acordo com a prefeitura, o projeto do novo pórtico está em avaliação pela equipe técnica de engenheiros e arquitetos, podendo sofrer alteração, por isso não tem data de começar. A opinião dos moradores A demolição do antigo pórtico, considerado histórico para os moradores, dividiu opiniões no município. O jornal Conecta Baixada foi ao local ouvir os moradores. A maioria dos entrevistados lembrou a crise que o país e o município estão passando e foi contra a demolição. “Tem outras obras para se preocupar. A Upa está fechada, muitas ruas inacessíveis. O pórtico é a história do Joca e de Belford Roxo”, disse Diego Pinhal, 32 anos, morador da cidade. Marcos Antonio do Porto, 60 anos, também não gostou da demolição. “Foi um péssimo negócio, um monumento bonito, que chamava atenção. Não foi válido. Vi o novo projeto, mas o antigo era mais bonito.” Antônio Bonfadini, 59 anos, morador do Rio de Janeiro que sempre passa pelo local, também opinou: “É ruim para a Reprodução/WhatsApp O antigo cartão postal da cidade foi demolido de madrugada para dar lugar a um novo projeto paisagístico cidade, pelo o menos o pórtico dava uma visualização boa do acesso e era uma referência”. Jeferson da Costa Ribeiro, de 28 anos, foi um dos poucos que concordaram com a obra. “Essa derrubada foi ideal. A construção era antiga, poderia ter acontecido um acidente com alguma pessoa”, disse. Divulgação De acordo com a prefeitura, um novo pórtico será erguido na revitalização CONCURSO CÂMARA DE NILÓPOLIS ABRE PROCESSO SELETIVO Estão abertas as inscrições do processo seletivo para a Câmara Municipal de Nilópolis. São mais de 90 vagas para níveis fundamental e superior. A remuneração varia de R$ 2.000,00 a R$ 2.500,00, conforme o cargo. Os candidatos podem realizar as inscrições até dia 21 de agosto, pelo site www.inesapconcursos.com.br O boleto da taxa de participação custa R$ 55,00; R$ 65,00 ou R$ 95,00, de acordo com a escolaridade. A prova objetiva está prevista para ser realizada no dia 26 de novembro de 2017. As outras etapas de classificação serão compostas de investigação social, exame médico pré-admissional e estágio probatório. As vagas são para profissionais com todos os níveis de escolaridade, nos cargos de Contador, Procurador (nível superior), Agente Administrativo, Agente Legislativo, Agente Técnico Legislativo, Técnico em Finanças e Orçamentos (nível médio e/ou médio técnico), Técnico Legis- lativo Parlamentar e Técnico em Web (nível fundamental). Este concurso tem validade de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

[close]

p. 8

SEGURANÇA PÚBLICA 8 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR REFORÇO FORÇAS ARMADAS OCUPAM O RIO Da redação redacao@conectabaixada.com.br Ébom os fluminenses começarem a se acostumar com a presença dos militares nas ruas, porque eles podem ficar por aqui até o dia 31 de dezembro. Começou a operação das Forças Armadas para cuidar da segurança no Rio de Janeiro. Homens e mulheres do exército ocuparam o Arco Metropolitano já no primeiro dia da ação, no início da tarde de sexta, 28 de julho, na altura da Rodovia Washington Luíz, área com grande incidência de roubo de cargas. Os blindados também se posicionaram nas linhas Vermelha e Amarela, saída da Ponte Rio-Niterói, Ilha do Governador, São Gonçalo, Centro, passarelas da Avenida Brasil, e na orla do Rio. A operação foi resultado de um decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) assinado pelo presidente Temer e publicado em uma edição extraordinária do Diário Oficial da União, na manhã do dia 28, depois de reforço solicitado pelo governador Luiz Fernando Pezão. Cerca de dez mil homens e mulheres – 8,5 mil das Forças Armadas, 620 da Força Nacional, 380 da Polícia Rodoviária Federal (além dos 740 que já trabalham no Rio) – vieram para combater o aumento dos crimes violentos na região. Os militares estão espalhados em 22 pontos estratégicos da Região Metropolitana. No Arco Metropolitano, eles fazem bloqueios nas áreas de Queimados, Japeri, Nova Iguaçu e Duque de Caxias. Agência Brasil Para coibir a violência, o exército tomou as ruas da Região Metropolitana do Rio De acordo com o exército, os militares estão em fase de reconhecimento das áreas de atuação nas cidades, por isso o patrulhamento não acontece 24h por dia, apenas em momentos determinados. Índices de violência Roubo de cargas e veículos, homicídio doloso, latrocínio, e mortes decorrentes de oposição à intervenção policial deram um salto esse ano. Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), o índice de homicídio doloso aumentou 10,2% comparando o primeiro semestre de 2016 ao de 2017. Os homicídios decorrentes de oposição à intervenção policial dispararam: de janeiro a junho de 2016, foram 400 registros. Em 2017, esse número passou para 581, um aumento de 45,3%. O roubo de cargas, crime comum no Arco Metropolitano, deu um pulo: de 4.148 casos em 2016 para 5.179 este ano, um aumento de 24,9%. O roubo de veículos também cresceu: de 19.633 para 27.534. CONEXÃO RADIOTRANSMISSORES PARA CIDADES DA BAIXADA As prefeituras de São João de Meriti, Duque de Caxias e Mesquita receberam 140 novos radiotransmissores que vão ampliar a conexão de segurança na Baixada Fluminense. Os aparelhos permitem o envio de mensagens curtas, estilo SMS. Os equipamentos vão ficar interligados com o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, no Centro do Rio. Adquiridos e utilizados durante os Jogos Rio 2016, os rádios são um importante legado e permitem ainda a comunicação com outros órgãos de segurança, beneficiando diretamente a população destas áreas. Os mais de 140 aparelhos foram entregues, em 31 de julho, pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Segurança, Rodrigo Alves, e o superintendente de Comunicação Críticas, Alexandre Corval, durante a cerimônia, que foi realizada no auditório do CICC. Com isso, sobe para 13 o número de municípios fluminenses beneficiados. As prefeituras de Niterói e São Gonçalo foram as primeiras a serem beneficiadas com a entrega de rádio transmissores. Em seguida, foram alinhados convênios com as cidades do Médio Paraíba (Piraí, Barra do Piraí, Volta Redonda, Barra Mansa, Quatis, Porto Real, Resende e Itatiaia), assim como da região Centro-Sul Fluminense (Valença e Paraíba do Sul) e outros municípios, totalizando 22 acordos de cooperação firmados.

[close]

p. 9

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 9 CULTURA E LAZER OFICINAS CRIATIVAS EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA MOSTRA OLHARES DE JOVENS DE JAPERI SOBRE A CIDADE Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Quem não teve a oportunidade de ver a exposição fotográfica “Olhar Jovem Baixada - Engenheiro Pedreira, Um Exercício de Cidadania Planetária" , ainda poderá apreciar o trabalho. As fotos, que foram apresentadas em 31 de julho em Paracambi, voltará para Japeri e será itinerante, ficando nos Centro de Referência da Assistência Social - CRAS e escolas. A exposição é resultado do curso de fotografia feito por alunos do CIEP 402 Aparício Torelli, realizado pelo projeto Baixada para Cima!. As fotos retratam a visão dos jovens sobre o seu município. As imagens são resul- tado do aprendizado dos jovens nas aulas de fotografia das Oficinas Criativas de Arte e Cidadania, iniciativa que faz parte de um dos processos de capacitação do projeto "Baixada Para Cima!". O projeto visa aumentar a inserção e a participação ativa de adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, moradores da Baixada Fluminense, nos programas de assistência social municipal, estadual e federal, contribuindo assim, para o exercício pleno de cidadania. O projeto é co-financiado pela União Europeia, apoiado pela Regione Marche, e coordenado pela instituição italiana Comitato Internazionale per lo Sviluppo dei Popoli (Comitê Internacional para o Desenvolvimento dos Povos) – CISP Gabriely Sarmento A exposição, que ficará itinerante no município, traz fotos sobre o cotidiano urbano e rural de Japeri a Ong brasileira Se Essa Rua Fosse Minha – SER. “Entendi que a Baixada não tem tantas oportunidades para os jovens, então, quando aparece eles agarram. O meu objetivo era usar a fotografia para dar um outro olhar mais positivo à comunidade deles, pois vemos o tempo todo a Baixada ser massacrada pela mídia, principalmente a cidade Japeri e Engenheiro Pedreira. A oportunidade de capacitar esses jovens e mostrar, com a visão deles, a beleza do lugar onde moram, me fez ver essa cidade de forma diferente.” disse Walter Mesquita, fotógrafo que ministrou a oficina. VISIBILIDADE NOVA IGUAÇU TERÁ MAPAS DAS REDES DE CULTURA A Secretaria de Cultura de Nova Iguaçu está realizando um mapeamento das redes de cultura do município, para direcionar com mais clareza suas ações. O projeto começou em julho. O objetivo é dar mais visibilidade para diferentes práticas culturais que acontecem na região, especialmente nas áreas de periferia. O principal foco do mapeamento é reconhecer o potencial artístico de Nova Iguaçu e criar estratégias de apoio, divulgação e incentivar iniciativas culturais na cidade. O formulário foi encaminhado para artistas e produtores culturais de Nova Iguaçu. Uma das questões abordadas no mapeamento é a forma de como esses agentes culturais se relacionam em suas comunidades, o modo de organização e as dificuldades enfrentadas para conseguir recursos e apoio para seus eventos. “Nós queremos colaborar com as práticas artísticas nos territórios da cidade e direcionar o nosso trabalho de acordo com o que já acontece, respeitando a autonomia e diversidade das práticas culturais de Nova Iguaçu”, disse Juarez Barroso, secretário de Cultura de Nova Iguaçu. O questionário pode ser preenchido na Casa de Cultura, que fica na rua Getúlio Vargas, nº 51, no Centro, das 9h às 17h.

[close]

p. 10

GENTE DA BAIXADA 10 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR Hyago Santos/Conecta Baixada JOVEM MESQUITENSE É SUCESSO DO FUNK NA BAIXADA MC Dom já é conhecido em Mesquita e outros lugares da Baixada. A proposta do cantor agora é lançar novos hits no verão. Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Está nascendo em Mesquita um novo cantor de funk. Brendon Martins da Silva, de 23 anos, mais conhecido como MC Dom, está preparando seu repertório para se lançar com força total na sua carreira artística. Conhecido pelas comunidades de Mesquita, MC Dom já fez fãs no Cosmorama, onde tudo começou, além da Chatuba, Vila Emil, Nova Cidade, Vila Norma e conjunto Tetracampeão. Outros lugares da Baixada também conhecem o trabalho do MC, como bairros de Nilópolis, São João de Meriti e Nova Iguaçu. “Optei pelo funk, pois acredito que as letras com mensagens de amor e reflexão são válidas e dão bons frutos à carreira. Além disso, acredito que o Funk pode dar oportunidades para pessoas que querem mudar de vida e ter um trabalho honesto”, diz ele. O jovem talento quer construir seu espaço no funk, assim como grandes nomes que marcaram época nos anos 90 e início dos anos 2000. MC Dom quer contribuir para que o gênero musical seja visto com bons olhos pelas pessoas. “Algumas pessoas dizem que o funk é uma música ruim, mas não é bem assim. Temos aí grandes exemplos que provam o contrário, como Claudinho e Buchecha e Cidinho e Doca. O funk está incorporado na cultura brasileira e serve como oportunidade para muitos jovens e adultos de levarem uma vida de trabalho, uma vida certa, uma vida de honestidade”, completou o artista. Ainda como Brendon, MC Dom pegou gosto pela música desde cedo, quando tinha 13 anos. O jovem se reunia com amigos para fazer rimas improvisadas. A criação também influenciou em sua vontade de ser artista, pois o pai do funkeiro cantou rap por muito tempo, inclusive com composições próprias. “Desde pequeno eu sempre gostei de funk. Eu me reunia com meus amigos para fazer rima, só de brincadeira. A partir daí tudo foi fluindo. O pessoal foi me colocando nas festinhas para cantar. Eles diziam que eu era muito talentoso”, lembra o cantor. Mc Dom já pensa em planos futuros para sua carreira. Seu maior sonho é se consolidar no funk e dar mais orgulho para sua esposa, Letícia Araújo, 24 anos, e sua filha, Kaylane, de 3, que já canta as letras compostas pelo pai. “As vezes eu estou cantando uma parte da minha música e ela já vem completando com outra parte. Minha família é a minha base. Meus pais também sempre apoiaram a minha decisão de seguir carreira no mundo do funk. Quando conversei com eles e disse que era isso que eu queria, na hora me deram força. Meu pai sempre diz para eu nunca desistir dos meus sonhos”, disse. O foco agora são os novos trilhos rumo ao sucesso. Seu hit mais recente, ‘Foi bom’, lançado no início do mês de julho, cativou cada vez mais os seguidores para o seu trabalho e atraiu mais fãs. Mas ele não quer parar por aí. A proposta agora é lançar novos hits no verão, período em que muitos artistas se destacam na mídia e no mercado musical.

[close]

p. 11

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 11 PASSATEMPO EXPEDIENTE: Presidente: Ricardo Lucena Projeto Gráfico: Renato Ferreira Diagramação: Renato Ferreira Edição Quinzenal Impressão: InfoGlobo O Jornal Conecta Baixada não se responsabiliza pelas opiniões emitidas por colunistas e colaboradores. Redação: Rua Dr. Mário Guimarães . Nº 428, SL. 308 . Centro, CEP: 26255-230, Nova Iguaçu, RJ. Tel: (21) 3765-3423 Comercial: (21) 3765 3423 WhatsApp: 995-75-4545 Email: contato@conectabaixada.com.br WhatsApp 995-75-4545

[close]

p. 12

ESPORTES 12 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Agosto WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR LIDERANÇA É CAMPEÃO! DUQUE DE CAXIAS VENCE OS JOGOS DA BAIXADA 2017 Da redação redacao@conectabaixada.com.br A20º edição dos Jogos da Baixada terminou nos dias 15 e 16 de julho com a vitória histórica da cidade de Duque de Caxias. O município retomou a liderança no consagrado evento socioesportivo da região. Nova Iguaçu conquistou sete títulos anteriores, e lutava pelo bicampeonato. A disputa pela liderança nos Jogos da Baixada foi acirrada, pois em meio a cada duelo os municípios se destacavam de maneira positiva nas competições. Queimados conquistou títulos inéditos em diversas modalidades. Seropédica teve seu principal destaque no handebol, Mesquita no Futsal, e Paracambi no basquete. Segundo os organizadores, outro ponto positivo que fez a diferença foram as competições estudantis que aconteceram em Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Queimados. Magé e Mesquita começam as disputas escolares ainda este ano. Conheça o projeto Em 20 anos de existência, os Jogos da Baixada incentivam a prática de esportes de diversas modalidades, como vôlei, basquete e futsal nas escolas. O principal critério para que o atleta participe das competições é o seu rendimento positivo na instituição que estuda. 1º Duque de Caxias – 43 pontos 2º Nova Iguaçu – 35 pontos 3º Queimados – 33 pontos Atleta de Duque Caxias comemora em prova de salto 4º Mesquita – 31 pontos 5º São João de Meriti – 27 pontos 6º Magé – 24 pontos 7º Guapimirim – 21 pontos 8º Japeri – 19 pontos 9º Nilópolis – 17 pontos 10º Belford Roxo – 16 pontos 11º Seropédica – 14 pontos Divulgação/Assessoria 12º Paracambi – 12 pontos 13º Itaguaí – 10 pontos 14º Mangaratiba – 10 pontos SONHOS REALIZADOS ATLETAS DO NOVA IGUAÇU ATUARÃO GRANDES CLUVES Da redação redacao@conectabaixada.com.br O Nova Iguaçu Futebol Clube colocou mais dois jovens frutos do município em equipes grandes do estado. O zagueiro Caio Macedo atuará na categoria sub-20 do Vasco da Gama e o lateral-esquerdo Jonathan, também no sub-20, pelo Botafogo. Os atletas, ambos com 19 anos, foram apresentados em julho. Os dois estavam no Sub-20 do Laranjão. Caio Macedo joga no Nova Iguaçu desde 2013 e fez parte da defesa menos vazada do Campeonato Carioca sub-20. O jovem teve um bom desempenho no campeonato. O clube sofreu apenas 20 gols em 22 jogos. O zagueiro fez 90 partidas pelo clube e marcou cinco gols e conquistou os títulos do Campeonato Carioca da Série B sub20, além de ser campeão iguaçuano sub-17. “É um sonho realizado, com certeza. Trabalhei muito para conquistar esta oportunidade de jogar num grande clube como é o Vasco da Gama. O clube está na final do Carioca Sub-20 e foi até as semifinais da Copa do Brasil, está fazendo um grande trabalho e tem óti- mos jogadores, além de um excelente treinador. Chego muito motivado, e agradeço muito ao Nova Iguaçu por ter me dado as condições de chegar até aqui”, afirmou Caio. Jonathan vai defender o botafogo. Este é o segundo time de grande porte do jovem atleta, o primeiro foi o internacional, por onde já tinha feito oito partidas. Com 18 anos ele foi colocado no time principal do Nova Iguaçu e participou do título na Série B do campeonato carioca. O rapaz chegou ao laranjão com apenas 12 anos, na categoria pré-mirim. Divulgação O zagueiro Caio irá para o Vasco e o lateral Jonathan jogará pelo Botafogo “Muito feliz com mais essa oportunidade. Com certeza vou fazer de tudo para conquistar meu espaço no Botafogo. Tive uma passagem pelo Internacional, sou muito grato ao clube, mas agora é mais uma chance de mostrar meu trabalho numa grande equipe. Estava treinando no sub-20 do Nova Iguaçu e me sinto pronto para ajudar meus novos companheiros”, disse Jonathan.

[close]

Comments

no comments yet