RLB 51 - Julho de 2017

 

Embed or link this publication

Description

Revista Leitura de Bordo - Julho de 2017

Popular Pages


p. 1

Ano VIII - nº 51 - Julho de 2017 - RS 6,50

[close]

p. 2

#EUQUEROVOTAR É nosso direito, ninguém pode negar #ForaTemer #DiretasJá #NenhumDireitoaMenos

[close]

p. 3

Ft.: Alfredo Bessow | Outro olhar | É tempo de neve www.leituradebordo.com.br | Julho 2017 | Leitura de Bordo 3

[close]

p. 4

Índice Destinos & Viagens Hotel Ladera, em Santiago do Chile Tecnologia Nobreak para portão eletrônico Now boarding E agora, cadê a mala? Evento Na Praia, até o fim de agosto em Brasília Viajar Adeus aos problemas com roaming Estante Um presente especial para os pais Refletir Tatuado nas mãos Mundo pet Cuidados com a pet gestante Must-have Microfone para gamers Games A experiência de construir um jogo 05 10 12 13 16 18 19 21 22 24 Este tem sido um inverno particularmente frio no Brasil. Por mais que não tenhamos aqui muitas regiões frias, o brasileiro é fascinado pela neve. Dentro deste contexto, as serras gaúcha e catarinense acabam sendo referências em termos de destinos nacionais - ainda que existam outras cidades com baixas temperaturas e atrações aos viajantes. Dois destinos latinoamericanos no entanto são os preferenciais: Bariloche na Argentina e a Cordilheira dos Andes, tão próxima de Santiago que pode ser visitada em passeios de bate-e-volta. Qualquer que seja a opção - no Brasil ou nos países vizinhos, aproveite a temperatura. Boa leitura! Alfredo Bessow Editor Revista Leitura de Bordo – Ano 8 - nº 51 – Julho de 2017 Publicação da Wosseb C&M, tiragem de 25 mil exemplares – circula nas Salas Vip e Aeroportos, trade turístico, enviada para prefeituras e gestores públicos e distribuição institucional. Edição 51 - Julho de 2017. A Revista Leitura de Bordo não se responsabiliza pelas opiniões, pontos de vista e argumentos dos artigos assinados e veiculados na Revista. Editora de conteúdo: Sandra Fernandes Editor: Alfredo Bessow Colaboradores: Carlos Vieira, Paulo Antenor, Thais Ritli, Mar- cos Alexandre, Débora Costa e Silva, Tiago Kalkmann, Rober- to Kundzendorff Júnior, Natália Ritli, Lucas Nobre Produtor: Pedro Ricardo Teichmann Mídias Digitais: Jean Silva Comercial: Wosseb C&M (+55 61 98150 0256) Produção Gráfica: Bruno Henrique Teichmann Capa: Hotel Ladera - Santiago (Chile) Fotos: Wosseb C&M E-mail: geral@leituradebordo.com.br Site: www.leituradebordo.com.br Redação: QE 28 - onj. C - Casa 19 71060-032 - Guará II - Brasília (DF) Impressão: Flex Gráfica +55 62 98141 9149 Correspondência: Caixa Postal, 72 | 70351-970 - Brasília-DF 4 Leitura de Bordo | Julho 2017 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 5

Hotel-boutique em Santiago, no Chile, se destaca por atendimento personalizado e localização estratégica. No bairro da Providência, Hotel Ladera se dedica a superar as expectativas dos hóspedes. Por Natália Ritli Especial Revista Leitura de Bordo

[close]

p. 6

| Destinos & Viagens | Em meio às incontáveis opções de lazer da vibrante região de Providência, na capital chilena, um empreendimento hoteleiro se sobressai ao oferecer um serviço atencioso e uma porção de mimos para seus hóspedes. Inaugurado em agosto de 2016, o Hotel Ladera prova que detalhes, como café da manhã disponível o dia todo e máquina e cápsulas de café Nespresso gratuitos nos apartamentos, fazem a diferença. O Hotel Ladera não abre mão de ser vanguardista, embora mantenha na arquitetura de seu prédio elementos que contam a história do bairro. Em seu interior, seja nas 36 acomodações, amplas e naturalmente iluminadas, ou nas áreas comuns, cada detalhe foi pensado para que o visitante se esqueça que está inserido em uma metrópole que soma quase 7 milhões de habitantes. Mimos incluem 6 Leitura de Bordo | Julho 2017 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 7

| Destinos & Viagens | amenities L’Occitane e o consumo livre de qualquer produto disponível no frigobar. Jacuzzi, sauna e aquaterapia (massagem feita com uma ducha horizontal que é única na América do Sul) estão liberadas no spa. Já no terraço, é possível curtir um banho de piscina ou a vista panorâmica, que revela a Cordilheira dos Andes. A localização do Ladera é uma qualidade à parte. A apenas dois quarteirões do Cerro San Cristobal, o hotel-boutique também é vizinho do Costanera Center, edifício que guarda o shopping homônimo e o mirante Sky Costanera, de onde se curte um panorama completo de Santiago a 300 metros de altura. Tendo como lema superar as expectativas dos hóspedes, o Ladera oferece como cortesia, todas as tardes, alguma comidinha para saciar a fome até a hora da próxima refeição. Pode ser uma sopa, um sanduíche ou bolachas com chá. Outros serviços diferenciados oferecidos são o empréstimo gratuito de celular e de bicicletas. Mediante pagamento de uma taxa, cestas de piquenique também são providenciadas pelo empreendimento. Hotel Ladera Los Araucanos 2021, Providencia, Santiago – Chile Telefone: +56228715700 www.ladera.cl www.leituradebordo.com.br | Junho 2017 | Leitura de Bordo 7

[close]

p. 8

| Destinos & Viagens | 8 Leitura de Bordo | Junho 2017 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 9

3 - 5 April 2018 São Paulo O logo da World Travel Market, WTM, RELX Group e o símbolo RE são marcas registradas da RELX Intellectual Properties SA e são usadas sob licença. Save the Date sinônimo de negócios Reserve seu estande: latinamerica.wtm.com PIT 889 - Resize Anúncio PT sem logo Braztoa 21x27cm 210317.indd 1 21/03/2017 11:57:08

[close]

p. 10

| Tecnologia | Nobreak, para que o portão funcione. Sempre Digiseno Gate, da NHS, promete manter portões de residências e empresas funcionando, de forma ininterrupta Chegar em casa ou no trabalho, e não ter a certeza de que o portão eletrônico estará funcionando por conta da falta de energia pode ser um problema e tanto. Para evitar este tipo de situação, ainda mais no momento em que assuntos ligados à falta de segurança pública vêm se tornando cada vez mais citados, a NHS, empresa fabricante de no-breaks para este setor acaba de lançar o seu primeiro produto desenvolvido integralmente para este segmento: o no-break Digiseno Gate nas versões 1/2 HP e 3/4 HP da linha senoidal. De acordo com a especialista em marketing da fabricante, Débora Skrobot, o novo equipamento foi preparado para inúmeras aplicações, que juntas têm o objetivo promover maior segurança, mesmo na falta de energia. “Estes nobreaks foram especialmente desenvolvidos para portões de todos os tipos e cancelas, além de ser possível alimentar um sistema de iluminação de emergência com lâmpadas comuns”, afirma. A novidade chega ao mercado não só para proporcionar mais segurança, mas para garantir, também, outros benefícios, como assegurar a comodidade dos usuários. Segundo a especialista, a utilização de no-break em portões e cancelas reforça aspectos como o conforto, ao evitar que eventualmente um usuário tenha que abrir o portão de forma manual, por exemplo. “A aplicação de no-breaks em portões eletrônicos é para que a pessoa não precise sair do carro e assim, observar a movimentação garantindo que fique aberto o menor tempo possível”, comenta a coordenadora. Obrigatoriedade Em alguns estados como Goiás, Paraná, Espírito Santo, São Paulo e Ceará, o corpo de bombeiros tornou obrigatória a instalação de nobreaks em portões de condomínios. A regra é válida para prevenir contra a ausência de energia também em casos de incêndio, a fim de garantir a abertura dos portões e facilitar uma possível evacuação de moradores. Para Débora, essa é uma alternativa para manter a segurança de pessoas que costumam circular nessas áreas. “A instalação desse equipamento é simples e garante mais conforto e segurança aos usuários, mesmo na falta de energia”. 10 Leitura de Bordo | Julho 2017 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 11

| Trade | Enoturismo: brasileira comanda entidade A representante do Ibravin assume a Associação Inter- nacional de Enoturismo Os destinos do chamado turismo do vinho das principais regiões do mundo serão conduzidos por uma brasileira. A mestre em turismo Ivane Fávero foi eleita presidente da Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur) e, nos próximos dois anos, estará à frente da entidade como representante do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), ao lado de uma diretoria com membros de países como França, Argentina, Espanha, Uruguai Portugal e Itália. A ex-secretária de turismo de Bento Gonçalves e Garibaldi ocupava a vice-presidência para a América Latina da entidade e passa a desempenhar o mais alto cargo do enoturismo mundial.“Temos um longo trabalho pela frente no sentido de provermos em conjunto todos os destinos enoturísticos. O objetivo principal da criação da Aenotur é termos uma plataforma única para divulgar es- ses destinos e o Brasil está inserido neste contexto”, adianta Ivane. A nova presidente destaca que entre os principais objetivos é qualificar cada vez mais os produtos enoturísticos e ampliar o número de associados. “Me sinto honrada, agradecida pela escolha de todos os membros associados na assembleia, mas também sinto a responsabilidade deste cargo perante o Brasil e os principais destinos enoturísticos do mundo. Precisamos fortalecer cada vez mais este importante segmento que tanto contribui com o desenvolvimento territorial”, acrescenta. Para o diretor de Relações Institucionais do Ibravin, Carlos Paviani, a eleição de Ivane no cargo de presidente da Aenotur deverá alavancar ainda mais a atividade no Brasil. De acordo com o último Censo Vinícola realizado no país, cerca de 30% das vinícolas tem projetos relacionados ao turismo de experiência. “O Ibravin acredita que investir no enoturismo é agregar valor à produção, atrair novos consumidores e fortalecer toda a cadeia produtiva vitivinícola”, sintetiza. O dirigente lembra da trajetória de Ivane à frente das secretarias de turismo nos municípios da Serra Gaúcha e, agora, no recém-criado Comitê de Enoturis- mo do Ibravin, que a credenciam para o cargo. A nova diretoria da Aenotur é formada pelo presidente da Rede Europeia de Cidades do Vinho (Recevin), José Calixto, na vice-presidência, e pelo representante da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), Jose Arruda, como secretário geral. Também integram a diretoria as prefeitas das cidades espanholas de Alcázar de San Juan e Cambados, Rosa Melchor e Fátima Abal, respectivamente, o presidente da Iter Vitis France – ONG dedicada ao desenvolvimento do enoturismo na Europa –, Pierre Verdier, o prefeito da cidade portuguesa de Viana do Castelo, José Maria Costa, e o presidente de honra da Città Del Vino – organização que representa as cidades do vinho da Itália –, Paolo Benvenutti. Gonzalo Merino, dirigente da Bodegas Argentinas, e Wilson Torres Chavez, presidente da Associação de Turismo Enológico do Uruguai, representam a América Latina na Aenotur. www.leituradebordo.com.br | Junho 2017 | Leitura de Bordo 11

[close]

p. 12

| Now boarding | E agora, cadê a bagagem? Especialista explica como evitar e como agir após perder suas malas em uma viagem Em 2016, segundo informações da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), o número de bagagens extraviadas ou entregues com atraso superou os 21 milhões. Este dado reflete uma das inúmeras situações que acontecem em viagens, seja de lazer ou a trabalho, e que podem gerar grande desconforto aos passageiros. “Evitar completamente que estes incidentes ocorram nem sempre é possível, mas há certas atitudes que podem diminuir os riscos, como tirar as etiquetas de voos antigos e contratar um seguro viagem de acordo com as suas necessidades”, comenta Simone Libonati, Superintendente de Seguro Viagem da Zurich, companhia global de seguros. Para amenizar os danos que o extravio de bagagem pode trazer ao passageiro durante uma viagem, a Zurich dá dicas valiosas: 1. Antes de despachar a bagagem, declare o valor estimado da mesma, pagando uma taxa da companhia aérea. Caso opte por essa opção, saiba que objetos de valor, como jóias, aparelhos eletrônicos ou medicamentos de uso continuo (acompanhado de receituário médico em inglês), devem ser levados na bagagem de mão, pois não são incluídos nesta declaração; 2. Confira o ticket de sua bagagem e verifique se os dados correspondem ao seu voo; 3. Contrate um seguro viagem para cobrir os imprevistos, inclusive os problemas com bagagens; 4. Evite despachar malas de grifes, elas costumam chamar muita atenção. Sendo inevitável utilize os serviços disponíveis em aeroportos, embalando sua bagagem; 5. Coloque identificação na mala, com nome e telefone e um cadeado; 6. Não atrase para fazer o seu check-in, quanto mais cedo for realizado, menos chances da mala ser extraviada; 7. Sempre guarde os recibos das mercadorias compradas durante a viagem, e tire uma foto com as compras dentro da mala. Em caso de extravio, guarde os recibos até a bagagem ser devolvida; 8. Leve uma troca de roupas na mala de mão e os principais acessórios para que seja possível aproveitar o destino imediatamente ao chegar. Além de seguir estas dicas, é imprescindível agir rapidamente ao perceber que a bagagem não chegou na sala de desembarque. “O ideal é dirigir-se ime- diatamente ao balcão de reclamações da companhia aérea antes de deixar o desembarque e preencher o RIB - Registro de Irregularidade de Bagagem para viagens nacionais ou PIR - Property Irregularity Report para viagens internacionais, recomenda Simone Libonati. O prazo para a empresa de transporte devolver os pertences perdidos durante os voos é de até 21 dias, em caso de viagens internacionais, e de 30 dias nos voos domésticos. “Caso este prazo seja ultrapassado, é possível pedir o ressarcimento do valor correspondente ao prejuízo. É dever da companhia aérea manter o passageiro prejudicado informado sobre o status do caso, o que acontece normalmente por meio do site da empresa”, garante a Superintendente de Seguro Viagem da Zurich. No entanto, caso tenha contratado um Seguro Viagem, acione a Central de Assistência da sua Seguradora, eles poderão auxiliar monitorando a localização da bagagem pela cia aérea. No caso de não recuperação da bagagem, acione o ressarcimento do valor correspondente ao prejuízo na companhia aérea e posteriormente faça o pedido de análise de indenização para a Seguradora, encaminhando os documentos exigidos para a cobertura de bagagem para que a mesma possa analisar o seu pedido. 12 Leitura de Bordo | Julho 2017 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 13

| Evento | Na Praia, até o final de agosto em Brasília Projeto que instala uma praia na Capital da República se consolida trazendo música, esportes, sustentabilidade, e ações sociais O Na Praia 2017 ocupará a orla do Lago Paranoá até 27 de agosto, com programação diversificada, inspiração no mediterrâneo e shows de grandes nomes da música brasileira. O complexo de entretenimento que comemora sua terceira edição, reforça o foco na sustentabilidade e convida o público a refletir sobre uma nova consciência coletiva. Entre as novidades, a programação deste ano traz megashows. Em agosto o destaque da programação aponta: Ivete Sangalo (Santorini - 05/08), Vintage Culture (Saint Tropez - 12/08), Jorge & Mateus (Mykonos - 19/08) e Baile do Dennis e Rael (Capri - 26/08). Em agosto, a programação ganha a “Quinta Cultural” com preços populares, sendo que as sextas iniciam com happy hour, as manhãs de sábado são voltadas para práticas esportivas, as tardes para festas com DJs e então os shows rolam nas noites. Os domingos são os dias de curtir praia, com programação variada para toda a família, incluindo área infantil. Expansão e Ingressos Já consolidado no calendário de entretenimento de Brasília, o projeto está em expansão, este ano acontecendo também em Belo Horizonte e www.leituradebordo.com.br | Julho 2017 | Leitura de Bordo 13

[close]

p. 14

| Evento | Goiânia, e com breves planos de iniciar atividades em outras capitais que não possuem o litoral na geografia. Os ingressos já estão à venda pelo site www. tevejonapraia.com.br ou pelo aplicativo Te Vejo Na Praia, disponível para iOS e Android. O projeto Na Praia é realizado pelas produtoras R2 Produções, Medley Produções, Verri e Verri Produções e Agência Nouta. Números do Na Praia 14 mil metros quadrados é área que o evento ocupa. R$ 10 milhões gira o investimento total do Na Praia. 7 mil pessoas é a expectativa de público em cada um dos 9 shows. 2 mil pessoas por dia frequentam os domingos de praia. 200 mil pessoas aproximadamente são atingidas pelas ações sociais do evento. 400 toneladas de areia artificial são utilizadas para criar o ambiente de praia. Gastronomia E como não poderia fi- car de fora, o complexo traz as quitutes clássicos de praia, como milho verde, queijo-coalho, água de coco verde, acarajé, churrasquinho, e até o biscoito Globo, tradicional nas praias cariocas. Sustentabilidade O objetivo principal do Na Praia 2017 é ser um evento “lixo zero”, pretendendo levar apenas 5% do que for gerado para aterros sanitários. Para dar conta dessa tarefa, algumas medidas serão adotadas, 14 Leitura de Bordo | Julho 2017 | www.leituradebordo.com.br

[close]

p. 15

| Evento | como reaproveitamento de 40% a 50% da água, uso de papéis higiênicos biodegradáveis, estímulo ao uso e distribuição de bituqueiras, uso de copos ecológicos, eliminação de copos descartáveis e a extinção das sacolas plásticas na lojinha, com o incentivo do uso de ecobags. O cliente também poderá guardar suas compras na loja e buscar no fim de cada evento. Nesta edição, os sabonetes dos banheiros são feitos com o óleo de cozi- nha das operações gastronômicas. A areia utilizada no complexo, produzida artificialmente com pó de pedra, é reaproveitada - na edição do ano passado, foi doada aos parquinhos públicos do DF. Na Praia 2017 Quando: de 1º de julho a 27 de agosto de 2017. Onde: Complexo Na Praia (SHTN, atrás da Concha Acústica) Pontos de venda: www.tevejonapraia.com.br e app Te Vejo Na Praia Faixa etária: Quintas, Sextas e Sábados - 16 anos | Domingos - Livre Realização: R2 Produções, Medley Produções, Verri e Verri Produções e Agência Nout www.leituradebordo.com.br | Julho 2017 | Leitura de Bordo 15

[close]

Comments

no comments yet