Revista ON Julho 2017

 

Embed or link this publication

Description

Revista ON Julho 2017

Popular Pages


p. 1

Ano II | N° 6 | Junho/2017 Distribuição gratuita

[close]

p. 2

Revista Cruz Azul 2

[close]

p. 3

3 Revista Cruz Azul

[close]

p. 4

Revista Cruz Azul 4 Expediente Revista Cruz Azul é uma publicação trimestral da Associação Cruz Azul de São Paulo Corpo Diretivo: Superintendente Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves Coordenador de Saúde Cel PM Renato Aldarvis Coordenadora Clínica Dra. Joyce Mari Stocco Coordenador de Educação Cel PM Renato Penteado Perrenoud Coordenador de Logística Cel PM Marcos Roberto Chaves da Silva Coordenador de Finanças Cel PM Aguinaldo Nobre de Mello Chefe de Gabinete Cel PM Edson Teixeira Costa Publicação desenvolvida pela equipe da Comunicação Corporativa: Carla Cunha, Elisabeth Diniz, Fernanda Bigliatto, Mário Dias, Rosana Nóbrega e Sabrina Tono Diagramação e arte: Lucas Leandro Jornalista Responsável: Bárbara Moraes - MTb.: 50.258/SP Banco de imagens: Acervo Cruz Azul e Shutterstock Tiragem: 30.000 exemplares Junho/2017 comunicacao@craz.com.br www.cruzazulsp.com.br www.facebook.com.br/cruzazuldesaopaulo Certificações SISTEMA DE GESTÃO CERTIFICADO Sumário 5 Editorial Encantamento do cliente 6 Institucional Investimento em capacitação Recursos bem empenhados 8 Eventos Reconhecimento militar Diferenciais de ser contribuinte CBPM 12 Saúde Humanizada Medicina preventiva 14 Saúde Jovem Crise de ansiedade 16 Educação em Foco Os pais e a escola 18 Saúde da Mulher Endometriose 20 Capa 92 anos da Cruz Azul 24 Radar da Saúde Cardiopatia congênita 26 Esporte O caminho suave nos tatames 28 Saúde da Criança Crianças seguras 30 Sustentabilidade Horta Escolar 32 Saúde do Homem Arritmia cardíaca 34 Conexão Estudantil Lacre Amigo 36 Saúde na Melhor Idade Doença de Parkinson 38 Psicologia A escola e a família HOSPITAL SANTA MARIA NBR ISO 14001:2004 CERTIFICADO nº 0309/003/079 VALIDADE: 23/06/2019 Link para edição online

[close]

p. 5

Revista Cruz Azul Encantamento do cliente Editorial 5 Cruz Azul implementa o Programa “Hora da Verdade” nas Unidades de Saúde e Educação Com foco na excelência do atendimento e na qualificação da força de trabalho, a Cruz Azul de São Paulo implementou o Programa “Hora da Verdade” no Complexo Hospitalar e Administrativo, nos Ambulatórios e nas Unidades do Colégio PM, objetivando aprimorar, cada vez mais, os serviços prestados à família policial-militar e à sociedade, com transparência e eficácia. A melhoria contínua pauta as ações da nossa entidade filantrópica, o que se traduz em não somente atender às demandas daqueles que necessitam dos cuidados ou outro tipo de atenção, mas também encantá-los, proporcionando algo além de suas expectativas. Considerando que as “Horas da Verdade” são caracterizadas todas as vezes que uma organização entra em contato com seus clientes, estas baseiamse nos Princípios do Atendimento da Cruz Azul, que são padrões de relacionamento fomentados entre nossos colaboradores: empatia (saber ouvir e compreender as necessidades dos clientes), gentileza (ser cordial e atencioso), respeito (cada pessoa tem a sua forma de ser, agir e pensar e deve ser respeitada em todas as circunstâncias), igualdade (tratar os clientes sem qualquer tipo de distinção ou preconceito), iniciativa (antecipar-se para encantar o cliente), atitude (agir com eficiência, de forma objetiva e segura), compromisso (atender às expectativas dos clientes, de forma integral, no âmbito profissional), colaboração (sempre ajudar os clientes e facilitar a solução de problemas), normas (informar e orientar os clientes sobre os regulamentos da Cruz Azul, de forma clara e sem causar constrangimento) e humanização (colocar o ser humano em primeiro lugar). Periodicamente, os gestores trabalham estes conceitos com suas equipes, para que estejam imbuídas da plena consciência de que seus respectivos trabalhos, tarefas ou missões devem traduzir, ao final, os seguintes resultados: a satisfação do cliente em relação aos serviços prestados, inclusive em aspectos subjetivos do relacionamento; a resolutividade em identificar as reais necessidades e empenhar esforços no atendimento às demandas apresentadas e a confiabilidade no serviço, considerando o padrão de qualidade mantido ao longo do tempo. Trata-se de um investimento da Cruz Azul para que o ensinamento da ciência da administração seja realidade: clientes em primeiro lugar, demonstrando na prática o genuíno interesse da instituição pelos indivíduos. Corpo Diretivo

[close]

p. 6

Revista Cruz Azul 6 Institucional Investimento em capacitação Anglo promove um evento exclusivo para a equipe de educadores do Colégio PM No dia 6 de maio, o Sistema Anglo de Ensino promoveu um Congresso para os Diretores, Gestores, Coordenadores e Professores do Colégio PM com foco na atualização profissional e na interação entre os docentes das Unidades de Educação*, em consonância com o fomento à capacitação permanente, que está entre as premissas do planejamento estratégico da mantenedora Cruz Azul de São Paulo. Durante os painéis deste evento exclusivo, nossos educadores puderam dialogar com os autores do material didático do Anglo, esclarecendo dúvidas e propondo melhorias. Na oportunidade, os profissionais compartilharam exemplos de boas experiências no processo de ensino-aprendizagem, além de expor os trabalhos de destaque da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. “A capacitação dos educadores é essencial para que possamos preparar nossas crianças para um futuro de excelência. Com base nos pilares: Aprender a Conhecer, Aprender a Fazer, Aprender a Viver e Aprender a Ser, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), entendemos que nossos colaboradores são os principais responsáveis em promover essa ponte do aprendizado significativo, de modo que os alunos possam desenvolver seu protagonismo psicossocial na prática cotidiana dos direitos e deveres dos cidadãos, contando com o excelente material didático do Anglo”, enfatiza o Coordenador de Educação da Cruz Azul, Cel PM Renato Penteado Perrenoud, ao parabenizar o comprometimento daqueles que buscam aperfeiçoar o conhecimento. Em uma parceria de longa data entre o Anglo e a Cruz Azul, os alunos do Colégio PM têm acesso a materiais apostilados de qualidade, os quais estão em conformidade com as diretrizes do Ministério da Educação e Cultura (MEC), bem como enfocam os conceitos de contextualidade e interdisciplinaridade. Caracterizado por inovar na área educacional, o Sistema Anglo de Ensino também desenvolve soluções para o uso de tecnologia para apoio às práticas pedagógicas, como, por exemplo: a Anglopédia, uma biblioteca para alunos do Ensino Médio; a TV Web, com programação própria e os Simulados, que são ferramentas de estudos na fase pré-vestibular abrangendo temas da atualidade, como a reforma previdenciária e as crises políticas no país. * O evento foi destinado às Unidades que utilizam o material apostilado do Anglo, sendo que Sorocaba utiliza o SAE Digital. Assessora Anglo e corpo docente da Unidade Itaquera

[close]

p. 7

Revista Cruz Azul Recursos bem empenhados Institucional Deputado Federal Maj PM Olimpio colabora com a Cruz Azul de São Paulo 7 Cel PM Chaves, Maj PM Olimpio, Cel PM Freitas e Cel PM Aguinaldo Em visita ao nosso Complexo Hospitalar, no dia 15 de maio, o Deputado Federal Maj PM Sergio Olimpio Gomes ressaltou a importância da filantropia para a sociedade durante o diálogo com os representantes do Corpo Diretivo da Cruz Azul: o Superintendente, Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves, o Coordenador de Logística, Cel PM Marcos Roberto Chaves da Silva, e o Coordenador de Finanças, Cel PM Aguinaldo Nobre de Mello. Ao abordar sua atuação na Câmara dos Deputados, o Maj PM Olimpio trouxe, ainda, a boa notícia da emenda parlamentar, de sua autoria, no Orçamento da União, em que destina recursos à Cruz Azul para investimento em equipamentos médicohospitalares, demonstrando seu compromisso em atender sempre melhor a família policial-militar. “Mais uma vez, apresentei emendas destinadas à Cruz Azul, por ser uma entidade que tem um papel importantíssimo. No momento em que temos um desequilíbrio no atendimento de saúde no nosso país, à custa de muito sacrifício, abnegação, capacidade de gestão, de muita probidade e lisura no uso de recursos, a instituição consegue manter, diante de todas as dificuldades, um equilíbrio para o atendimento dos familiares dos policiais. Isso é fantástico. A gente vai até o Hospital e os Ambulatórios e vemos centenas, pra não dizer milhares de pessoas com um sentimento de que estão muito bem assistidas”, reitera o parlamentar que também encaminhou emendas em prol das APAS (Associação Policial de Assistência à Saúde) que atuam em diversas regiões do Estado de São Paulo. Ao parabenizar a administração da nossa entidade filantrópica, destacando a expressiva contribuição social nas áreas de saúde e de educação, o Maj PM Olimpio contou sua trajetória na Corporação. “Há 39 anos, eu ingressei na Polícia Militar e sempre apoiei a Cruz Azul, aliás, meu filho mais velho nasceu neste Hospital. Eu nunca tomei uma atitude de deixar de recolher a contribuição com a Caixa Beneficente da Polícia Militar (CBPM), que mantém esse sistema maravilhoso funcionando e quero dizer ao policial: um pouquinho do esforço de cada um de nós faz a diferença para termos a vida e a tranquilidade da nossa família garantidas. Enquanto eu estiver em mandato parlamentar e puder estimular o envio de recursos, estarei fazendo apenas minha obrigação. É a certeza de um recurso bem empenhado para atender nossa família policial-militar. Parabéns à Cruz Azul”, finaliza o Deputado Federal.

[close]

p. 8

Revista Cruz Azul 8 Eventos Reconhecimento militar Superintendente da Cruz Azul é condecorado com medalha do Comando Militar do Sudeste (CMSE) Em 19 de abril, o Superintendente da Cruz Azul de São Paulo, Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves, foi condecorado com a medalha de Ordem do Mérito Militar em reconhecimento à prestação de serviços de excelência em benefício da população. Tal honraria foi concedida durante a cerimônia alusiva ao Dia do Exército Brasileiro, uma data que remete ao período colonial, quando os cidadãos empunharam armas para defender a soberania nacional contra tropas estrangeiras. A solenidade foi presidida pelo então Comandante Militar do Sudeste, o General de Exército Mauro Cesar Lourena Cid, na presença do Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Dr. Mágino Alves Barbosa Filho, e do Diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da Força Aérea Brasileira, o Tenente Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral, assim como autoridades civis e militares. Além disso, a celebração da Semana do Exército também contou com uma exposição de material de emprego militar no Parque Ibirapuera, repleta de armamentos, equipamentos e viaturas, juntamente com apresentações das bandas de música do 4º Batalhão de Infantaria Leve (4º BIL) e do 2º Batalhão de Polícia do Exército (2º BPE). Na oportunidade, o Hospital Militar de Área de São Paulo (HMASP) ofereceu atendimento médico-odontológico, assim como a Comunicação Social do CMSE prestou informações ao público sobre como ingressar no Exército. Para o Cel PM Freitas, “esta condecoração é de suma importância para reiterar que estamos no caminho certo, em busca da melhoria contínua no âmbito da saúde e da educação. Tenho muito orgulho em estar à frente do Corpo Diretivo da Cruz Azul, uma tradicional entidade filantrópica que trabalha de forma ética, segura e sustentável, com vistas para promover atendimento humanizado e contribuir para a formação de cidadãos conscientes, norteados pelos valores: saber, honra e disciplina”. Vale lembrar que a Cruz Azul mantém parceria com o Fundo de Saúde do Exército (Fusex) que possibilita aos associados e seus dependentes utilizarem serviços ligados à Maternidade, Pronto-socorro, Cirurgias e Internações, assim como a realização de exames, conforme disposições do convênio. Cel PM Mesquita, Cel PM Aldarvis, Dra. Joyce, Deputado Cel PM Telhada, Cel PM Freitas, Cel PM Teixeira, Maj PM Marcos Barreto e Juiz Cel PM Augusto Neves

[close]

p. 9

Revista Cruz Azul ONDE NASCE UMA VIDA, SE CONSTRÓI UMA HISTÓRIA... 9 Pelo oitavo ano consecutivo, a Maternidade Santa Maria da Cruz Azul de São Paulo conquistou o Selo Ouro SINASC (Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos) da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo. Como referência em saúde humanizada, nos orgulhamos em contribuir com este banco de dados que embasa políticas públicas para aprimorar o atendimento às gestantes e aos recém-nascidos.

[close]

p. 10

10 Eventos Diferenciais de ser contribuinte CBPM Revista Cruz Azul Ajude-nos a preservar o patrimônio da família policial-militar A assistência médica da família policial-militar é diferenciada em relação aos dependentes dos demais servidores do Estado, isso porque a Caixa Beneficente da Polícia Militar (CBPM) possui convênio com a Cruz Azul de São Paulo, que é tradicional, tem infraestrutura moderna e é referência no meio hospitalar, além de fazer parte da história da Polícia Militar. Cabe ressaltar que a contribuição de 2% da retribuição-base do PM e 1% da pensionista baseiase em seus vencimentos e, graças ao mutualismo, permite que tenhamos muitos diferenciais em relação aos planos de saúde: • Não existe carência. • O valor da contribuição é único, independente da quantidade ou da faixa etária dos beneficiários. • Por ser calculado com base nos vencimentos, não há reajuste de acordo com as regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que levam em conta a inflação da saúde. • Descontos em Drogarias, Óticas e Faculdades e em outras empresas parceiras. • Descontos de até 50% nas Unidades do Colégio PM. Para mais informações: www.cbpm.sp.gov.br, @ caixabeneficente_sp e /caixabeneficentedapoliciamilitardoestado O que você perde quando se desliga da CBPM? Quando alguém entra com ação judicial e se desliga da CBPM, perde todos os benefícios do regime de Assistência Médico-hospitalar e Odontológica (AMHO). Porém, o que muitos não sabem é que o retorno para a CBPM é feito somente por meio de nova ação judicial, o que, no entanto, não é garantia de sucesso. Confira este trecho de decisão judicial que impede esse retorno: “Desde já aprecio e indefiro a liminar. O ser humano é realmente uma criação ímpar. O impetrante, ainda outro dia, esteve às voltas do Judiciário para pedir a desvinculação do sistema (...), o que obteve por decisão judicial proferida nos autos do processo nº(...). Mudou de ideia, tanto que aqui está, novamente, mas agora para fazer pedido oposto. (...) O impetrante, contudo, por meio de ação nova, vem dizer que não quer mais o que outrora quisera”. Sendo assim, um pedido de desligamento da CBPM deve ser muito bem pensado, pois pode-se ter um patrimônio centenário enfraquecido, o que prejudica o regime assistencial, deixando a família policial-militar no lugar comum. Cel PM Luis Henrique Falconi Superintendente da CBPM

[close]

p. 11

Revista Cruz Azul Cruz Azul em Bauru! Novo Ambulatório no interior paulista, nas dependências do CPI-4 11 Clínica geral - Ginecologia - Pediatria Consulte os exames básicos disponíveis Por meio do convênio de mútua cooperação firmado entre a Polícia Militar e a Cruz Azul, será possível otimizar os locais para atendimento de saúde. O novo Ambulatório Descentralizado Bauru visa ampliar a prestação de serviços para o interior de São Paulo, em benefício da família policial-militar. A partir de 07 de agosto Central de agendamento: (11) 3348-9900 Endereço: R. Maj. Fonseca Osório, 4-65 Vila Antártica - Bauru - São Paulo Atendimento: dias úteis, das 8h às 17h

[close]

p. 12

12 Saúde Humanizada Revista Cruz Azul Medicina preventiva Programa Prevenção da Cruz Azul contempla ações educativas e grupos de apoio multidisciplinar Atuando com foco na prevenção e promoção da saúde de forma ética, segura e sustentável, a Cruz Azul de São Paulo implementou o Programa Prevenção*, em que são desenvolvidas diversas iniciativas estratégicas em prol da qualidade de vida dos pacientes e familiares, incluindo a conscientização sobre a importância de adotar hábitos saudáveis. Periodicamente, são realizadas palestras educativas no Complexo Hospitalar e nos Ambulatórios para sensibilizar a comunidade sobre as principais doenças, considerando que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o conceito de saúde está relacionado a “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de doença”. Com o envelhecimento da população brasileira, há também uma incidência maior de doenças, que, se diagnosticadas precocemente, possibilitam o acompanhamento multiprofissional dos pacientes assistidos pela instituição, amenizando assim o agravamento de certos quadros clínicos. Nesse sentido, trabalhamos com a humanização do atendimento em conformidade com os diferentes graus de prevenção: primária (evitar ou remover a exposição a um fator de risco antes que se desenvolva a doença); secundária (detectar um problema de saúde em uma fase precoce); terciária (reabilitar e reintegrar pessoas às suas atividades diárias, de forma precoce, após qualquer agravo à saúde) e quaternária (prestar a melhor assistência em caso de doença avançada). Além disso, a Cruz Azul promove grupos de apoio multidisciplinar para beneficiários da Caixa Beneficiente da Polícia Militar (CBPM) diagnosticados com hipertensão arterial, diabetes e/ou obesidade, visando proporcionar cuidados especiais para controlar tais doenças, como, por exemplo, o monitoramento dos fatores de risco e das condições clínicas, mediante inscrição no Programa Prevenção. É importante ressaltar que as ações preventivas podem iniciar antes da manifestação de quaisquer sintomas, com o agendamento regular de consultas médicas com especialistas, a realização de exames periódicos, a mudança dos hábitos alimentares conforme orientação nutricional e a prática de atividades físicas.

[close]

p. 13

Revista Cruz Azul Para a Coordenadora Clínica da Cruz Azul, Dra. Joyce Mari Stocco, a participação ativa dos pacientes CBPM é de suma importância para garantir uma boa qualidade de vida, evitar a instalação de doenças e, aos já acometidos, minimizar os danos à saúde e mesmo a necessidade de realizar internações ou procedimentos médicos invasivos”. Como aderir ao Programa Prevenção Os beneficiários da CBPM com mais de 60 anos ou aqueles que já têm doenças crônicas, em qualquer idade, podem acessar o site www.cruzazulsp. com.br para preencher o formulário de inscrição no Programa Prevenção. Após a triagem, nossa equipe entrará em contato para informar sobre as reuniões e demais atividades. Saúde Humanizada 13 Ministério da Saúde: Prevenção No portal do Ministério da Saúde (MS), estão disponíveis orientações sobre como manter hábitos de promoção e proteção da saúde, incluindo dados sobre: vírus da imunodeficiência humana (AIDS), tabagismo, diabetes, hipertensão, reumatismo etc. Além disso, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), vinculada ao MS, também estimula ações de Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças nas operadoras de planos privados de assistência à saúde, com base nas premissas: promoção da saúde; prevenção de riscos, agravos e doenças; compressão da morbidade; redução dos anos perdidos por incapacidade e aumento da qualidade de vida dos indivíduos e populações. Mais informações: MS: http://portalsaude.saude.gov.br ANS: http://www.ans.gov.br Dra Joyce Stocco, Coordenadora Clínica da Cruz Azul Acesse www.cruzazulsp.com.br para acompanhar as ações do Programa Prevenção * A participação no Programa Prevenção é gratuita para os beneficiários da CBPM com mais de 60 anos ou aqueles que já têm doenças crônicas, em qualquer idade. Consultas e exames complementares aplicam-se às disposições do convênio.

[close]

p. 14

Revista Cruz Azul 14 Saúde Jovem Crise de ansiedade Psiquiatra da Cruz Azul fala sobre a “doença sofrida” que acomete, principalmente, os jovens Medo súbito e intenso, sensação de que algo ruim está por acontecer, receio de morrer, temor de que alguém próximo sofra algo terrível, adoecimento, coração acelerado, tremores, tonturas, ânsia de vômito, aperto no peito, sufocação, um choro que não passa, dor de cabeça, vontade de urinar a todo momento, no meio do dia, do nada, na escola, no trabalho, na condução, no dia do aniversário, indo a uma festa, despertando no meio da noite com pesadelos e pressentimentos... tudo isto se resume à primeira palavra escrita: medo. Não se sabe bem o porquê deste medo ou se ele despertou por algo sem importância. A pessoa está dentro da própria casa e teme sair como se a rua fosse uma imensa selva perigosa habitada por predadores prestes a dar o bote. É claro que nossa civilizada realidade pode ser muito mais perigosa, mas por que dispara este gatilho de tanto perigo? A comunicação disparou com as tecnologias, em que as teclas contatam as pessoas e as informações repercutem em larga escala, o que também aumenta o medo e a insegurança, afinal, os jovens se envolvem muito rapidamente. Nesse ritmo atual, a velocidade da vida moderna expõe, entretanto, não cuida, protege, dá segurança ou uma real vivência de companhia. Multidão e desamparo, muitos grupos com pouco conhecimento e respeito íntimo. Um aparente discurso de igualdade e a realidade mostrando as diferenças, o bullying (intimidação sistemática), as brigas, as intrigas, as inseguranças fazem parte do dia a dia. Crianças e adolescentes sofrem com isso, mas os adultos têm imunidade em relação a estes sintomas? Toda a gente sofre e, muitas vezes, não quer conversar nada a respeito. Papo de psicólogo é “perda de tempo” e tomar remédio vai fazer ficar mais doente e dependente. O que resolve, então? A balada, o baile funk, ficar, beber até cair e usar drogas? O medo continua. Temos de enfrentálo, senão ele nos devora. Temos de aprender a conversar sobre os sentimentos ou a doença “dá o bote” e o medo.. aumenta! É normal o ser humano sentir-se ansioso em algumas situações, porém, há pessoas que desenvolvem a chamada “crise de ansiedade”, que está cada vez mais presente na sociedade, em especial, entre os mais jovens. O que mais vemos entre os grupos de jovens, algo que preocupa muitíssimo além do uso abusivo de álcool e drogas ilícitas, é a tendência a extravasar a ansiedade por meio de comportamentos compulsivos, sejam os de caráter autopunitivo, sejam os de natureza exibicionista. Quem desenvolve esse distúrbio de ansiedade sofre de uma doença psíquica e, através dele, é que se formam outros sintomas, tais como: falta de ar, medo súbito e intenso, aperto no peito, choro excessivo e outros mais que se resumem nas principais manifestações da ansiedade em excesso.

[close]

p. 15

Essa crise acomete o indivíduo que está vulnerável, que recentemente sofreu alguma perda, está apreensivo ou sob pressão. É um momento em que a sensação de angústia e insegurança aumenta de forma a deixá-lo descontrolado, com a sensação de que alguma infelicidade deverá acontecer com ele ou com as pessoas com quem se importa. O uso contínuo de alguns medicamentos e drogas também pode desenvolver as crises de ansiedade e até mesmo a crise do pânico. A ansiedade também está associada às causas físicas, sejam elas alimentares, imunológicas, cardíacas ou respiratórias: • Falta de vitaminas • Intoxicação alimentar • Diabetes • Hepatite • Hipertensão • Acidente Vascular Cerebral • Doenças pulmonares • Bronquite crônica Saúde Jovem 15 Diagnóstico Antes de tudo é necessário que o médico ou psicólogo procure saber a origem das crises e, a partir daí, encaminhá-lo ao especialista que irá lhe tratar, de acordo com os sintomas detectados, seja por um distúrbio respiratório ou cardiovascular. Tratamento Além do tratamento adequado para cada tipo de doença, existem três formas seguras e naturais para controlar a crise de ansiedade: Psicoterapia: sessões de terapia podem ajudar a desencadear diversos padrões de comportamento visando o bem-estar do paciente. Exercícios: movimentar o corpo na prática de atividade física libera endorfina e contribui para expulsar a negatividade, além de ajudar a manter a forma. É um ótimo remédio para a crise de ansiedade. Terapias alternativas: acupuntura e yoga, por exemplo, podem ajudar a combater a ansiedade de forma natural e relaxante. A opção de viver uma vida tranquila e equilibrada depende unicamente de quem a vive, de você! Por Dr. Carlos Neumann Psiquiatra na Cruz Azul de São Paulo, Doutor em Psicologia Clínica e Psicanalista da Sociedade Brasileira de Psicanálise Revista Cruz Azul

[close]

Comments

no comments yet