Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

João Monlevade, Sexta-feira, 02 de Junho de 2017 - Edição 4.146 - Ano XX

Popular Pages


p. 1

SEXTA E SÁBADO 02 e 03 DE JUNHO - 2017 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.146 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 www.bomdiaonline.com Relatório aponta responsáveis pela poluição de rio Dindão 100 anos de Dona Judite D. Judite Vieira Cota completa hoje 100 anos. Nascida em Major Ezequiel, Alvinópolis, reside à Rua 17, no Bairro Vila Tanque, em João Monlevade, desde 1952. Lúcida e de muitas histórias. Deus abençoe esta senhora, católica e de muita fé. Tendo o prazer e estar aqui ouvindo suas histórias. Viúva há 16 anos, tem 3 filhos, 11 netos e 10 bisnetos. Corpo de monlevadense é encontrado em plantação de eucalipto Página 7 Efeitos da mineração são apontados como causa de turbidez do Piracicaba. Página 5

[close]

p. 2

BOM DIAsexta e sábado, 02 e 03 de junho de 2017 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Reportagem Kátia Passos • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com O corajoso Rômulo Ras... Rômulo Ras é um dos maiores artistas da nossa região, um sujeito corajoso que colocou a viola nas costas e viajou pelo planeta mostrando a arte brasileira, mineira e da região. Rômulo é um dos artistas mais lúcidos e combativos que conheço e tem se revelado também um cronista inspirado e portador de verdades e desencantos. Com ele retomamos a nossa série de entrevistas com os artistas iluminados da MEDIOPIRA. MEDIOPIRA - Como você busca se atualizar sobre música e literatura? Confesso que eu não sou um leitor assíduo e isso me atormenta. Mas também não encontrei ainda a paz que eu preciso para me reservar tempo suficiente para me tornar leitor inclusive o que me interessa. Sobre música, posso dizer que estou certo e satisfeito com o que eu gosto e já não me interesso por nada novo. MEDIOPIRA - A poesia na letra de música caiu em desuso? Acho sinceramente que pensar caiu em desuso artisticamente falando. Coisas singelas como a poesia inclusive na música não tem mais espaço no mundo que eu vivo. Não quero que me leve a mal nem pense que me desiludi completamente mas a realidade é que forçamos uma barra para ter espaço e ser ouvido mas o objetivo sempre foi ganhar dinheiro para sobreviver e com isso a gente acaba deixando pouco espaço para o emocional. Quando viajo a procura de novos horizontes, eu viso uma estabilidade financeira em algum lugar bom para viver e faria qualquer trabalho digno para me manter. Acho que perdi a esperança de me realizar com a música que faço. Hoje só quero desfrutar das memórias que tenho e do bem que a música me fez mas não tenho mais ilusões... minha música não tem espaço, eu é que forço a barra! MEDIOPIRA - Você viajou pelo mundo inteiro. Como foi a receptividade do público para com a sua música? Acho que com a globalização todos têm acesso a tudo a todo momento, em qualquer lugar. Então para mim as fronteiras dos países já não definem mais o perfil de seu público. Existe sim aquela parcela específica que gosta de música boa e respeita ou não você aqui ou em qualquer outro lugar. MEDIOPIRA - Para que países você viajou fazendo música e qual foi a reação dos públicos? Morei em alguns países da Europa e USA e voltei para o Brasil. É decepcionante ter que admitir que lá pensem que somos exóticos e talvez inferiores e pior ainda é imaginar que possam se interessar por causa disso. É bom viver no seu país, com sua gente, seu idioma, seu clima... Eu não me deI bem lá não. Tudo é muito disputado e concorrido e se leva uma vida dura... Pode crer MEDIOPIRA - E no Brasil? Como tem sido a re- ceptividade do público? Eu amo o Brasil! Se não fosse as injustiças e a bagunça causada pelos políticos eu jamais sairia daqui. Mas como eu disse: a música que eu faço perdeu o espaço e eu compreendo e é só mesmo forçando a barra para sobreviver... MEDIOPIRA - Como é viver de música no Brasil? Viver de música no Brasil é definitivamente melhor do que em qualquer lugar. Aqui compramos casa e andamos de carro com o dinheiro de música, na Europa e Estados Unidos você passa fome! MEDIOPIRA - Você hoje em dia faz shows praticamente de covers. Desistiu das autorais? Ninguém quer ouvir músicas inéditas! As pessoas saem de casa para ouvir o que conhecem para cantar junto e desabafar. Eu continuo compondo mas não acho razoável aproveitar da preferência do público para impor minhas canções. MEDIOPIRA - Não falta shows em teatro? O Público dos bares tem paciência pra curtir um show conceitual, mais trabalhado poética e musicalmente? Eu prefiro definir o meu perfil como profissional e proponho ser avaliado e ou entendido como versátil. Deixo guardado o Rô- carinhosos comigo. Acho que os conquistei com a minha invariável música fiel. mulo Ras que se adaptaria a shows em teatros, etc e levo para os bares o Rômulo Ras que o público de bares quer ouvir. Não exalto nem diminuo nem um nem outro. Não há mais espaço para sonhos impossíveis! MEDIOPIRA - Como Monlevade tem tratado seus artistas? João Monlevade? Esquece! As pessoas são boas mas isso aqui é um tumulo de sensibilidade! Usam a cultura para fazer política e não a política para fazer cultura! MEDIOPIRA - Em que cidades do Médio Piracicaba você sente mais interesse e atenção na hora dos shows por parte da plateia? Em todas as cidades sou muito bem recebido, afinal fiz minha carreira em todas elas. Eu não posso reclamar do público, em geral são muito respeitosos e até MEDIOPIRA - O que pensa da internet como mídia? Acha que favorece ou atrapalha a música boa? Para mim a internet democratizou e trouxe espaço e justiça para músicos independentes como eu. Só vejo vantagens e posso assegurar que se não fosse a internet quase tudo estaria esquecido e ocultado. MEDIOPIRA - Qual o seu grande sonho no momento? Tem projetos na gaveta? Olha, paralelo a música que faço em bares e em festas particulares, tenho uma vontade imensa de conseguir ainda gravar e registrar o que restou da nossa música municipal e regional. Saber que tantos talentos vão passar despercebidos ou não gravados é um crime. Muitos se foram sem nenhum registro e eu tenho esse sonho de fazer por esses o que não fizeram por outros. Também penso em reunir em um livro minha biografia cheia de história e estórias... MEDIOPIRA - Deixe contatos e mensagem para os artistas mediopiranos... romulo.ras@hotmail.com 31-997 968 951. VAGA DE EMPREGO RCM CONTRATA PESSOAS PORTADORAS DE NECESSIDADES ESPECIAIS Interessados enviar currículo para o e-mail pessoal1@rcmloc.com.br ou entregar diretamente na empresa. RCM Locação de Máquinas Ltda Av. Alberto Lima, 2554, Bairro Sion João Monlevade/MG Fone: (031) 3852-1234

[close]

p. 3

BOM DIAsexta e sábado, 02 e 03 de junho de 2017 CONECTE JÁ (31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906 www.internetsuper.com.br 3.política Contratação de monitores do sexo masculino para creches em Monlevade gera polêmica Arquivo Bom Dia Trânsito e pedido de “socorro” da Apae são discutidos por vereadores Cintia Araújo/Acom CMJM Leles tentou contato com Teotino para ouvir explicações; mal entendido gerou revolta João Monlevade - A contratação de pelo menos três monitores do sexo masculino para trabalhar em creches em João Monlevade gerou grande polêmica durante a reunião da Câmara de Vereadores na última quarta-feira (30 de junho). Quem pontuou sobre o assunto foi o vereador Carlos Roberto Lopes (pastor Carlinhos-PMDB) que alegou ter sido procurado por mães de alunos que reclamaram da situação. O vereador ponderou que a situação precisa ser revista. “Monitor masculino é complicado”, pontuou. Diante da colocação do parlamentar peemedebista, o professor-vereador Leles Pontes (PRB), que é presidente da Comissão de Educação do Legislativo, tratou de ir apurar a reclamação junto ao secretário municipal da pasta, Teotino Damasceno. No entanto, segundo Leles, ele foi destratado pelo profissional que teria alegado já ter municiado outro vereador com as informações já que ele “não teria destreza para argumentar e explicar sobre a questão na Tribuna”. Nos bastidores, a informação é de que Leles teria tentado contato telefônico com Teotino, que não atendeu à ligação. No entanto, o secretário teria ligado, em seguida, para o presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD). A ligação foi atendida por Leles, que teria ouvido a crítica do secretário. A atitude de Teotino foi duramente repudiada pelos demais parlamentares e a reunião chegou a ser suspensa por alguns minutos pelo presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD) que argumentou ser inadmissível a situação. “É preciso ter respeito com o Poder Legislativo”, enfatizou. Com a suspensão do encontro, os membros da Comissão de Educação se reuniram e com base na Lei Orgânica Municipal decidiram pela intimação do secretário de Educação, Teotino Damasceno, para que se explique pessoalmente sobre os fatos. Para isso foi agendada uma reunião no próximo dia 6, às 16h, na Câmara. Mal entendido Procurado, o secretário de Educação, Teotino Damasceno, disse que tudo não passou de um mal entendido. Segundo ele, de fato recebeu uma primeira ligação, contudo seu celular acabou descarregando. Em seguida, ao ver que se tratava do número de Djalma, retornou a ligação que foi atendida por Leles. Segundo Teotino, Leles lhe disse que Djalma queria saber um posicionamento da Prefeitura em relação à atuação dos monitores do sexo masculino nas creches, porém ele estava na reunião e por isso, naquele momento, não poderia lhe atender. De acordo com o secretário, diante disso, ele apenas pediu a Leles que dissesse a Djalma para explicar na Tribuna o fato de a Prefeitura não ter o que fazer sobre o assunto, já que no edital de concurso público não pode haver nenhum tipo de discriminação, seja ela sobre sexo, religião, opção sexual, entre outras. Ainda de acordo com Teotino, ele irá procurar Leles para resolver o mal estar. João Monlevade - Os vereadores da Câmara de João Monlevade pautaram as discussões da última reunião do Legislativo, na tarde de quarta-feira (31), no trânsito da cidade e também em pedido de uma lombada, no bairro Baú, para travessia de alunos da Apae. A educadora Dulcinéia Maria Martins, que trabalha na Associação de Pais, foi quem fez a solicitação da lombada. Ela usou a Tribuna Popular durante a reunião e no espaço solicitou mais uma vez, que Setor de Trânsito e Transportes (Settran), faça a instalação do quebra-molas, em frente à rua que dá acesso à Apae. Dulcinéia explicou que o pedido de “socorro” é essencial para a realização do projeto de “Caminhadas Inclusivas” realizadas com alunos, em três dias da semana. As atividades, segundo a educadora, ocorrem na pista de caminhada do bairro Baú e ajudam no desenvolvimento psicomotor e na socialização dos alunos atendidos pela Apae. “Os carros passam no local em alta velocidade e às vezes demoramos muito para conseguiremos atraves- Leles Pontes tentou contato com Teotino para ouvir explicações; mal entendido gerou revolta dos vereadores sar a avenida”, enfatizou. Maio Amarelo Os vereadores repercutiram o pedido da educadora lembrando que a solicitação é antiga. Além disso, os parlamentares aproveitaram o encontro para alar sobre ações do projeto “Maio Amarelo”, que tem campanhas educativas voltadas à conscientização no trânsito. Em João Monlevade, atividades foram realizadas por várias entidades nos últimos dois dias do mês. A ação foi criticada e elogiada. O vereador Antônio de Paula Magalhães (Toninho Eletricista-PHS), pontuou que é preciso investir na educação e conscientização dos motoristas. Ele aproveitou para criticar a falta de atitude da prefeitura quanto à situação de animais soltos pelas vias da cidade. O vereador ressaltou que a questão é preocupante, uma vez que também pode ocasionar vários acidentes de trânsito. Já o vereador Belmar Diniz (PT), lembrou que além da falta de educação por parte dos motoristas, também há a falta de respeito e impaciência por parte dos pedestres que insistem, por exemplo, em atravessar fora da faixa destinada a eles. Carlos Roberto Lopes (pastor Carlinhos-PMDB) criticou o fato de a campanha chamar “Maio Amarelo” e ter ocorrido apenas nos últimos dois dias do mês. Segundo o vereador, de fato as ações são de suma importância, porém deveriam ter sido postas em prática durante todo o mês passado, fazendo jus ao nome do projeto.

[close]

p. 4

BOM DIAsexta e sábado, 02 e 03 de junho de 2017 4.cidade Câmara de Santa Bárbara entrega comenda Dr. Hélvio Moreira Santa Bárbara - A Câmara Municipal de Santa Bárbara entregou na noite de ontem (1º), a comenda Dr. Hélvio Moreira dos Santos. A homenagem foi entregue para José Hosken, pastor Antônio Ataíde Lopes, Antônio Isidoro Teles, padre Elias Bartolomeu Leoni, o secretário municipal de Saúde de Santa Bárbara Giovani Ferreira Guimarães, Centro Pedagógico Cecília Meireles e Instituto Cenibra. A cerimônia de entrega da comenda foi realizada Acom CMSB A cerimônia de entrega da comenda foi realizada no plenário Raymundo Júlio de Ramos Definidas as atrações do Dia Mundial do Meio Ambiente João Monlevade - As comemorações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente já estão definidas. As ações serão realizadas em João Monlevade na próxima terça-feira (6), de 8h às 16h, na Praça do Povo. O evento, que é uma realização da Prefeitura com apoio da Câmara por meio do projeto ambiental Broto da Vida, tem ainda a parceria de diversas instituições da cidade e também de municípios da região. A reunião para finalizar o planejamento ocorreu na sede do Legislativo na tarde de ontem, 31. Conforme explicado pela secretária de Meio Ambiente, Fernanda Ávila Torre, o tema a ser abordado este ano é “Preservação x Sustentabilidade: o bioma Mata Atlântica sob a perspectiva rural”. Desta forma, uma das principais atrações é a montagem na praça de uma fazenda com mini animais, além de animais do meio rural. “Outras ações são exposição de artesanatos a partir de materiais recicláveis, apresentação do projeto Tamar, recolhimento de óleo usado, orientação sobre queimadas e podas de árvores, maquete sobre a ruptura da barragem em Mariana, jogos ambientais e distribuição de brindes”, disse Fernanda. Outro destaque é a feira de adoção de animais, que será realizada no local pela Associação Cãopanhia do Bem. “Ainda para as crianças haverá a exposição do caminhão do Corpo de Bombeiros de Itabira”, explicou a secretária. São esperados 500 alunos de escolas municipais para que participem das ações, abertas ao público em geral. Ainda dentro das atividades alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, no dia 7, às 13h30, na Câmara Municipal, ocorrerá a capacitação de servidores para podas e supressões de árvores em área urbana. Segundo o presidente do Legislativo, Djalma Bastos (PSD), as ações ambientais em parceria com o Executivo reforçam a disposição da Câmara em contribuir para o desenvolvimento sustentável do município. “Somos parceiros por meio do Broto da Vida. As conquistas vindas com este projeto nos impulsionam a desenvolvermos mais ações com foco na sustentabilidade”, declarou Djalma. no plenário Raymundo Júlio de Ramos. De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Santa Bárbara, Juarez Camilo, a entrega da comenda é um ato de grande importância do Legislativo e de respeito à memória de um médico que tanto fez e ajudou na construção de uma cidade melhor e fraterna. “Posso dizer, com todo orgulho, que a minha maior alegria é entregar essa comenda pela importância da memória de Dr. Hélvio e por saber que as pessoas que já receberam e vão receber reconhecem o valor de ter o nome escolhido”. Quem também destacou a solenidade foi o vice-presidente Carlos Augusto Bicalho Fonseca “Guto” (PDT). “Essa é a maior comenda que o Legislativo criou para homenagear pessoas e entidades que - sempre honrados, livres e de bons costumes - trabalharam para colocar esta tricentenária cidade em posição de destaque no cenário dos municípios mineiros”. Trajetória Dr. Helvio nasceu em 24 de março de 1915, em Belo Horizonte, 11º filho do casal Desembargador Manoel José Moreira dos Santos e de Rita Umbelina Moreira dos Santos. Em 1940 graduou-se em medicina e desde então fez de sua vida um rosário de sacrifício e re- núncia pelo bem da humanidade. Jamais fez da profissão um comércio. Durante 47 anos atendeu com desmedida dedicação o povo de Santa Bárbara, Barão de Cocais, Itabira, São Gonçalo, Rio Piracicaba, João Monlevade e Belo Horizonte. Casou-se em 1941 com Lucinda Libânio Moreira dos Santos com quem teve 11 filhos, sendo 4 mulheres e 7 homens. Em 1947 foi eleito prefeito de Santa Bárbara e em 1951 foi eleito vice-prefeito. Em 1959 foi eleito Deputado Estadual. Em 1962, escolhido pelo Ministro do Interior, Professor Santiago Dantas, representou o Estado de Minas Gerais no Congresso do Câncer em Moscou, na Rússia. Em 1963 foi novamente eleito prefeito. Licenciou-se em 1965 quando passou a residir em Belo Horizonte onde lecionou na Faculdade de Medicina e foi médico da assembleia Legislativa. Em 1967 retornou a Santa Bárbara onde veio a falecer.

[close]

p. 5

BOM DIAsexta e sábado, 02 e 03 de junho de 2017 5.ambiente Confirmado: lama no Piracicaba provém de operações da Samarco e Vale VALE NEGA CONTAMINAÇÃO APESAR DO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO INFORMAR O CONTRÁRIO. MOROSIDADE DO ESTADO E IMPUNIDADE PODEM ESTAR CONTRIBUINDO PARA RECORRÊNCIAS Geral - Não é mais desconhecida a origem da lama que vem tomando o leito do rio Piracicaba ao longo dos anos, fato que vem gerando revolta e dezenas de denuncias por parte dos cidadãos que residem às margens do curso d´água. O Núcleo de Combate aos Crimes Ambientais do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (Nucam), após inúmeras denúncias, incluindo do CBH Piracicaba e da Cenibra, através do relatório de fiscalização nº 55\2016, foi detectado que o excesso de turbidez no rio Piracicaba, durante o trabalho, era originado nas operações da Samarco e Vale. A fiscalização foi efetuada por equipe especializada da Polícia Militar do Meio Ambiente composta pelo tenente Marcelos Antônio Marques, os sargentos Pedro de Castro Filho e Valdecir Geraldo do Nascimento e o soldado Jaider da Silva Oliveira. Os trabalhos de fiscalização tiveram início no dia 5 de setembro e foram concluídos em 2 de dezembro do ano passado com um relatório apontando a responsabilidades dos empreendedores quanto à poluição dos cursos d´água, sejam pelas operações – como o caso da Samarco e da Vale. Samarco Na Samarco foi detecta- do que, com a necessidade de retirada do excesso de água da bacia de Fundão, para a realização das obras emergenciais, a Unidade de Tratamento de Minério (UTM) do Concentrador II, passou a ser utilizada para receber as águas que são bombeadas da barragem de Fundão, tratadas na UTM e disponibilizada no rio Piracicaba. “As águas da bacia de Fundão são bombeadas para baias existentes na barragem de Germano, onde após tratamento é lançada no rio Piracicaba. As águas lançadas neste ponto, observando registros históricos de imagens do próprio Google Earth, já é possível verificar que vez ou outra a água apresenta aspecto de água barrenta”, diz o relatório. Vale Dados do relatório apontam como causadores da turbidez as pilhas, cavas, estradas de transportes e todas as infraestruturas existentes para a exploração mineral, contribuindo direta e indiretamente para alterações da qualidade da água do rio Piracicaba. Ainda segundo o relatório a própria Vale, em fevereiro de 2016, indicou em analise da qualidade da água em ponto de sua responsabilidade, que a turbidez apresentou elevações superiores ao permitido pela legislação. O relatório chama a aten- ção das recorrências dos problemas: “Observa-se que estas alterações da característica naturais dos cursos d´água vêm ocorrendo com frequência”. Falta de dados O relatório aponta um dado preocupante. Segundo ele, resultados de analises, apesar de solicitação ter sido feita através de ofício, não foram informados (conforme quadro), prejudicando o trabalho de fiscalização. Vale responde Apesar do relatório do MPMG ser claro quanto à responsabilidade pela turbidez das águas do Piracicaba em certas ocasiões, incluindo no ato das vistorias in loco, a assessoria da empresa informa que não foram identificados desvios em relação ao monitoramento de turbidez ao longo de 2016, exceto em fevereiro de 2016. “No dia 23/05/2017, durante a reunião do CBH Piracicaba, foi apresentado o Relatório de Fiscalização nº 55/2016 do MPMG. Na oportunidade, a Vale e a Samarco apresentaram suas respostas ao relatório em questão. A Vale mostrou os controles ambientais e os resultados de monitoramento dos afluentes e estruturas que são contribuintes das nossas operações Vale. Estes monitoramentos são realizados conforme condicionantes ambientais provenientes dos processos de licenciamento, com periodicidade bimestral e são realizados por empresa terceirizada acreditada pelo INMETRO”, informa a assessoria. Continuando, a assessoria da empresa ressalta: “não foram identificados desvios em relação ao monitoramento de turbidez ao longo de 2016, exceto em fevereiro, no ponto ALE05 – Rio Piracicaba à jusante da Pilha Xingu, com resultado de 143NTU, que foi precedido de dois dias de chuvas, contabilizando 41,2 mm de precipitação. Vale ressaltar que este ponto é no leito do Rio Piracicaba e recebe outras contribuições além das estruturas Vale. Fora este, informamos que os demais desvios apresentados no relatório, não se referiam a pontos relacionados diretamente às estruturas Vale”, concluíram informando que a Vale intensificou as inspeções de campo e monitoramento de turbidez de forma ga- rantir e atestar que não há contribuição da empresa para alteração da turbidez do Rio Piracicaba. CBH Piracicaba Segundo o presidente do CBH Piracicaba, Flamínio Guerra, o comitê estuda a possibilidade de estar criando uma estrutura para estar monitorando, fiscalizando e promovendo análise das águas do Piracicaba, objetivando a manutenção da qualidade e cobrando dos responsáveis pela contaminação da mesma. DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS - DETRAN/MG EDITAL DE LEILÃO Nº 00891/2017 - CONSERVADOS / SUCATAS APROVEITÁVEIS O ESTADO DE MINAS GERAIS, pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais -DETRAN/ MG, órgão integrante da estrutura orgânica da Polícia Civil de Minas Gerais, em conformidade com o disposto no art. 22, inciso I, e art. 328, Caput, §§ 14 e 15, da Lei Federal Nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 (Código de Trânsito Brasileiro); e consoante com a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito Nº 623, de 06 de setembro de 2016, torna público que realizará LEILÃO, recebendo o Nº 00891/2017 - CONSERVADOS/SUCATAS APROVEITÁVEIS, de veículos apreendidos por infração de trânsito, presidido pelo Leiloeiro Administrativo FERNANDO LINHARES PEREIRA e demais Leiloeiros Administrativos, descritos na Portaria/Resolução n° 1398/2013, de 24 de Outubro de 2013, que conduzirão a hasta pública, assistido pela Comissão de Leilão da 4ª DELEGACIA REGIONAL DE POLÍCIA CIVIL DE JOÃO MONLEVADE/MG, instituída pela Portaria nº 921/16, publicada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais em 12 de outubro de 2016, sendo o evento regido pelas normas gerais da Lei Federal Nº 8.666/93 e suas alterações posteriores, no que couberem, para alienação, pela melhor oferta individual de cada bem, no estado em que se encontram, dos lotes de veículos apreendidos e recolhidos nos pátios credenciados e ou vinculados ao DETRAN/MG, de acordo com as regras e disposições deste ato convocatório. O LEILÃO será realizado no Colégio e Faculdade Kennedy, situado(a) na Rua Paracatu, 115 Colégio E Faculdade Kennedy - Bairro Nossa Senhora da Conceição, Joao Monlevade - MG, no(s) dia(s) 24 de Junho de 2017, com início dos trabalhos marcados para as 09:00 horas, conforme disposto abaixo: I – no dia 24 de Junho de 2017, será(ão) colocado(s) a venda e o(s) veículo(s) recolhido(s) no pátio denominado JS SERVIÇOS DE REBOQUE E ESTACIONAMENTO LTDA, compreendendo os lotes de número 1 ao de número 244; A VISITA ao pátio PARA INSPEÇÃO VISUAL dos veículos poderá ser feita pelos interessados no(s) dia(s) 15 a 18 de Junho de 2017, no horário de 09:00 às 17:00 horas, em seu respectivo endereço, a saber: I – JS SERVIÇOS DE REBOQUE E ESTACIONAMENTO LTDA - VERA CRUZ, situado no(a) Rua Gata Sul, nº 1400 - FUNDOS - FIRMA, Bairro Vera Cruz, Joao Monlevade-MG; O inteiro teor deste leilão poderá ser obtido nos sites: www.iof.mg.gov.br e www.detran. mg.gov.br ou nas dependências do Detran/MG, na av. João Pinheiro, n.º 417, bairro centro, Belo Horizonte/MG. João Monlevade, 25 de Maio de 2017. Dr. Hamilton Reis de Carvalho Delegado de Polícia Presidente da Comissão Especial de Leilão

[close]

p. 6

BOM DIAsexta e sábado, 02 e 03 de junho de 2017 6.ambiente Encontro anual marca Dia Mundial do Meio Ambiente na Lagoa do Teobaldo PRESERVAÇÃO DA LAGOA DO TEOBALDO É EXPERIÊNCIA DE PARCERIAS COM ÊXITO Geral - A Associação dos Amigos da Lagoa do Teobaldo, em parceria com a Cenibra, vai promover, no sábado, 10 de junho, a partir das 13hs, a 18ª edição ininterrupta do Encontro Anual das Águas da Lagoa. O evento terá a participação das crianças de três escolas rurais do entorno da Lagoa e do CEAP (Centro de Educação Ambiental e Popular), da zona urbana de Antônio Dias. Elas trabalham previamente com o tema Água na sala de aula e têm a oportunidade de conhecer a Lagoa, como também participar do evento com apresentações de números musicais, teatros, declamação de poesias e brincadeiras com brindes. Tudo com muita alegria e limpeza. Além disso, acontecerá também plantio de mudas às margens da lagoa, café comunitário, abraço à lagoa e apresentação de violeiros da região. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas Sergio Mourão Lagoa recebeu mata nativa em todo entorno, dando lugar à monocultura de eucalipto com a AALT – Elisângela ( 9 92784691) e Cláudio Guerra (999520709) ou Júlio Madeira ( 3829 5401), da Cenibra. Saiba mais O movimento de preservação da Lagoa do Teobaldo, localizada a um altitude 1000 metros, no município de Antônio Dias, está comemorando 20 anos de existência. “Esta é uma história simples, mas é a nossa história, de um lugar, pessoas e instituições se unindo para cui- dar de nossas águas. Os resultados palpáveis são um patrimônio natural preservado para as próximas gerações e água, muita água”, comenta o engenheiro e ambientalista Cláudio Guerra. Segundo o ambientalista, a Lagoa do Teobaldo passou a ter visibilidade a partir da pesquisa científica realizada pela UFMG, no período 1996-1998 e que contou com grande apoio da comunidade local. Em 1999, a Lagoa recebeu a visita da Expedição Piracicaba 300 anos depois, quando foi celebrada nas suas margens a Missa das Águas, com a participação de mais de 500 pessoas. A partir desse evento, um grupo de amigos e pessoas interessadas na sua preservação passaram a organizar o Encontro Anual, junto às suas margens. No ano de 2003, foi criada a AALT (Associação dos Amigos da Lagoa do Teobaldo). Em 2004 a Cenibra retirou todo o eucalipto das margens da Lagoa e plantou ali cerca de 5 mil espécies nativas. Grupo Giramundo é atração do Diversão em Cena Divulgação “Pedro e Lobo” será atração na próxima semana João Monlevade - O Diversão em Cena ArcelorMittal apresenta na próxima terça-feira (6), o espetáculo “Pedro e o Lobo”, às 19h, no Anfiteatro do Centro Educacional. Os ingressos gratuitos poderão ser adquiridos a partir de segunda-feira, 05, em dois locais em Carneirinhos: Livraria República Literária (Rua Luis Prandini, 38) e Mércia Decorações (Rua Armando Batista, 45, lj 03). A visão do Grupo Giramundo sobre “Pedro e o Lobo” traz a Monlevade a montagem de uma das mais conhecidas histórias infantis. Espetáculo encenado pela companhia desde 1993, Pedro e o Lobo conta as aventuras do menino e seus amigos. Eles contrariam os conselhos do avô de Pedro e se encontram frente a frente com um lobo grande e feroz.

[close]

p. 7

BOM DIAsexta e sábado, 02 e 03 de junho de 2017 CONECTE JÁ (31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906 www.internetsuper.com.br 7.polícia Mulher de João Monlevade é achada morta com tiro na cabeça em plantação de eucaliptos Átila Lemos Corpo de Daniela foi encontrado em uma plantação de eucalipto Itabira - A polícia identificou no final da noite de quarta-feira (31) o corpo da mulher encontrada morta com um tiro na cabeça no meio de uma plantação de eucaliptos, na cidade de Itabira. A vítima é a monlevadense Daniela Mara de Lima, 25 anos. O corpo de Daniela foi encontrado por funcionários da Cenibra que trabalhavam na plantação de euca- lipto, no Morro do Chapéu (zona rural de Itabira). Ela estava caída atrás de um monte de terra. A identificação foi feita somente durante os trabalhos de necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Itabira, uma vez que na cena do crime não foi encontrado nenhum documento da vítima. Na manhã desta quinta-feira (1º) o corpo da vítima foi levado para João Monlevade, onde foi velado e depois seguiu para a cidade de Betim/ MG, onde foi sepultado no final da tarde. A Polícia Civil de Itabira e de João Monlevade investigam o caso, mas, para não atrapalhar as investigações, não revelaram detalhes. Jovem despenca de construção no bairro Lucília João Monlevade - Um rapaz de 18 anos caiu de uma construção no bairro Lucília, em João Monlevade, na manhã desta quinta-feira (1º de junho). A queda, de cerca de dois metros, resultou em escoriações. O rapaz foi socorrido por uma equipe do Serviço de Resgate Voluntário (sevor) e levado ao Hospital Margarida. Acidentes em obras têm sido recorrentes em João Monlevade e preocupado o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de João Monlevade (Sinticcim), Gilson Santiago. De acordo com o líder da categoria, nos últimos três anos os acidentes têm se intensificado com casos graves. Em um deles, no mês de novembro do ano passado, o servente Jurandir Lourdes Reis, de 56 anos, morreu ao cair do quarto andar de um prédio no bairro Aclimação. Ele não usava cinto de segurança, equipamento obrigatório para esse tipo de serviço em altura. “O trabalhador é obrigado a usar o cinto, a empresa fornece o equipamento, mas eles não usam. Os três últimos acidentes registrados em João Monlevade, nenhum dos operários estava com o cinto”.

[close]

p. 8



[close]

Comments

no comments yet