Revista SECOVI RIO 106

 

Embed or link this publication

Description

Revista SECOVI RIO 106

Popular Pages


p. 1

www.secovirio.com.br REVISTA MAIO/JUNHO 2017 - venda proibida nº106 CURTINHAS pág. 5 » 7 ENTREVISTA pág. 9 » 18 JURÍDICO pág. 24 » 27 NOSSOS LUGARES pág. 30 » 36

[close]

p. 2

Gas Natural Serviços. A segurança da sua família nas mãos certas. Faça sua Inspeção Periódica de Gás com a Gas Natural Serviços Conte com nossa experiência para a segurança da sua família Com a qualidade de quem entende do assunto, a Gas Natural Serviços, empresa do grupo Gas Natural Fenosa – especialista em gás natural, agora está creditada pela Coordenação de Aceitação do Inmetro para realizar a Inspeção Periódica de Gás na sua casa! O serviço de Inspeção Periódica de Gás contempla: Veri cação quanto à adequação dos ambientes e conexões dos aparelhos a gás natural Cabine de medidores e reguladores de pressão Veri cação da qualidade da queima do gás (análises de combustível e CO) Quer mais? A nossa oferta inclui: Empresa acreditada pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro Técnicos quali cados Mais de 40 itens inspecionados Teste de estanqueidade Em até 18x na sua conta de gás Saiba mais em: gasnaturalfenosa.com.br/servicosipg Laudo o cial só com: Órgão de Inspeção acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro Está em vigor a Lei Estadual no 6.890

[close]

p. 3

SUMÁRIO DIRETORIA/EXPEDIENTE PALAVRA DO PRESIDENTE CURTINHAS MAIO•JUNHO 2017 / nº 106 ENTREVISTA JURÍDICO 24 MATÉRIA ESPECIAL I CONDOMÍNIOS VERDES 5 9 19 22 NOSSOS LUGARES MATÉRIA ESPECIAL II 24 30 39 INDICADORES HABITACIONAIS INSTITUCIONAL SERVIÇOS E PRODUTOS 48 50 62 UMA MÃO AJUDA A OUTRA Dias depois de definirmos as pautas que seriam apuradas para esta edição, um grande escândalo envolvendo algumas das maiores empresas alimentícias em atividade no Brasil tomou conta dos noticiários. Mesmo sem ser mencionado diretamente, esse fato acabou orientando o viés de uma das matérias que você lerá adiante. Na reportagem, que apresenta experiências de pessoas que se reúnem para adquirir produtos em grandes quantidades a preços menores do que os praticados nas redes varejistas — em especial, alimentos orgânicos —, as fontes falam sobre a importância de rastrear a origem e o processo de produção daquilo que consumimos. De volta ao tema, fica claro que o sucesso dessas iniciativas, realizadas sobretudo entre vizinhos, depende do espírito de colaboração. A cooperação, garantem os organizadores e participantes das “listas de compras”, só traz vantagens à saúde e ao bolso de quem faz parte. Isso vale para praticamente todas as áreas de atuação. Não por acaso, o trabalho conjunto, com responsabilidades compartilhadas, é o segredo do sucesso do dançarino (e síndico) Carlinhos de Jesus, entrevistado e capa desta edição. Em uma entrevista exclusiva à Revista Secovi Rio, ele garante que o aplauso é sempre dividido com sua parceira de dança e que as decisões do condomínio nascem a partir de um chamado contínuo à empatia. “Eu divido a bola contigo porque você só vai entender que a resposta é ‘não’ quando vivenciar”, assegura. É por aí, Carlinhos. Juntos, todos bailam melhor. EQUIPE SECOVI RIO

[close]

p. 4

DIRETORIA/EXPEDIENTE DIRETORIA SECOVI RIO Efetivos Presidente: Pedro José Maria Fernandes Wähmann Vice-Presidente: Leonardo Conde Villar Schneider Vice-Presidente Financeira e de Desenvolvimento: Maria Teresa Mendonça Dias Vice-Presidente Administrativo: Ronaldo Coelho Netto Vice-Presidente de Marketing: João Augusto Pessôa Vice-Presidente Jurídico: Rômulo Cavalcante Mota Vice-Presidente de Assuntos Condominiais: Alexandre Hermes Rodrigues Corrêa Vice-Presidente de Locações: Antonio Paulo de Garcia Monnerat Vice-Presidente de Relações do Trabalho: Dennys Abdalla Muniz Teles Suplentes Aldo Fernando Villar Hecht da Fonte; Antonio Carlos Ferreira; Antonio Henrique Lopes da Cunha; Frederico Honorato Rodrigues Moreira; Germana Aragão de Mesquita Aguiar; Luiz Alberto Queiroz Conceição; Luis Carlos Bulhões Carvalho da Fonseca Filho; Pedro Carlos Carsalade CONSELHO FISCAL Efetivos Dorzila Irigon Tavares; Marco Antonio Moreira Barbosa Suplentes Antonio José Fernandes Costa Neto; Marco Antonio Valente Tibúrcio; Marco Antonio Vieira de Mello DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO À FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Efetivos Pedro José Maria Fernandes Wähmann; Manoel da Silveira Maia Suplentes João Augusto Pessôa; Ronaldo Coelho Netto CONSELHO DE RELAÇÕES DO TRABALHO Dennys Abdalla Muniz Teles (presidente); Alexandre Hermes Rodrigues Corrêa; Fernando Schneider; Maria Teresa Mendonça Dias REGIONAIS SECOVI RIO Regional Baixada Fluminense Av. Governador Roberto Silveira, 470, sala 412, Centro, Nova Iguaçu - RJ (Edifício Top Commerce) CEP: 26210-210 Telefone: (21) 2667-3397 E-mail: baixadafluminense@secovirio.com.br Regional Lagos Avenida Júlia Kubitschek, 16, loja 19, Bloco B, Parque Rivera, Cabo Frio - RJ (Edifício Premier Center) CEP: 28905-000 Telefone: (22) 2647-6807 E-mail: lagos@secovirio.com.br Regional Litorânea Av. Ernani do Amaral Peixoto, 334, sala 1.009, Centro, Niterói - RJ CEP: 24009-900 Telefone: (21) 2637-1633 E-mail: litoranea@secovirio.com.br Regional Noroeste Fluminense Praça São Salvador, 21, sala 904, Centro, Campos dos Goytacazes - RJ CEP: 28010-000 Telefone: (22) 2738-1046 E-mail: noroestefluminense@secovirio.com.br Regional Norte Fluminense Avenida Rui Barbosa, 1.043, sala 201, Centro, Macaé - RJ CEP: 27910-362 Telefone: (21) 2772-3714 E-mail: nortefluminense@secovirio.com.br Regional Serra Imperial Rua Dr. Nelson de Sá Earp, 95, sala 406, Centro, Petrópolis - RJ CEP: 25680-195 Telefone: (24) 2237-5413 E-mail: serraimperial@secovirio.com.br Representante: José Roberto Bittencourt Sauer Regional Serra Norte Rua Doutor Ernesto Brasílio, 45, sala 205, Centro, Nova Friburgo - RJ CEP: 28610-120 Telefone: (22) 2523-7513 E-mail: serranorte@secovirio.com.br Representante: Gabriel de Freitas Ruiz Regional Serra Verde Av. Feliciano Sodré, 460, loja 3, Várzea, Teresópolis - RJ CEP: 25963-082 Telefone: (21) 2742-2102 E-mail: serraverde@secovirio.com.br Representante: Henrique Luiz Rodrigues Regional Sul Fluminense Rua Dezesseis, 109, sala 1.101/A3-cobertura, Vila Sta. Cecília, Volta Redonda - RJ (Edifício Vila Shopping) CEP: 27260-110 Telefone: (24) 3339-2272 E-mail: sulfluminense@secovirio.com.br Representante: Vanisi de Oliveira Ferreira SEDE Av. Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 - Fax: (21) 2272-8001 E-mail: secovi@secovirio.com.br A Revista Secovi Rio é uma publicação institucional, bimestral, do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais em todo o Estado do Rio de Janeiro. EXPEDIENTE Conselho Editorial: Pedro Wähmann e João Augusto Pessôa Gerente de Marketing e Comunicação: Marcos Mantovan REDAÇÃO imprensa@secovirio.com.br Jornalistas responsáveis: Gustavo Monteiro (25.140 MTE/RJ) e Igor Augusto Pereira (2.629 MTE/GO) Redação: Amanda Gama, Carla Neiva, Gustavo Monteiro e Igor Augusto Pereira Projeto gráfico e diagramação: Henrique Vasconcellos Revisão: Sandra Paiva Colaborou nesta edição: Natália Fuly PUBLICIDADE Elcias Teodoro (21) 2272-8009 - (21) 99789-6454 teodoro@secovirio.com.br parcerias@secovirio.com.br Thiago Bogado (21) 2272-8007 - (21) 97226-8936 revista@secovirio.com.br thiago@secovirio.com.br A revista reserva-se o direito de não aceitar publicidade sem fundamentar motivação de recusa. Os anúncios veiculados são de responsabilidade dos anunciantes. IMPRESSÃO Gráfica Colorset Tiragem: 23.000 exemplares. Distribuição gratuita. Auditada pela: BKR Lopes, Machado Auditors, Consultants & Business Advisers. Distribuição nacional: Treelog S.A. Logística e Distribuição. SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 2

[close]

p. 5

senior CRECI J101 / ABADI 2 / SECOVI 11 Síndicos e condôminos precisam contar sempre com a experiência de uma empresa pioneira, que evoluiu com o mercado. Há 70 anos a Zirtaeb vem conquistando a con ança dos síndicos e proprietários de imóveis. ................................ O BRAÇO DIREITO DO SÍNDICO E PROPRIETÁRIOS /zirtaeb | acesse: www.zirtaeb.com | Tel. 3233.3500 Administração de Condomínios e Imóveis para renda, compra e venda.

[close]

p. 6

PALAVRA DO PRESIDENTE Já chegamos praticamente à metade do ano. A gente não se dá conta, mas já se passaram muitos meses de trabalho em 2017 e, nos condomínios, muito esforço para deixar tudo em ordem. E por trás de tudo isso tem uma figura imprescindível, o síndico, que de tão importante ganhou uma data comemorativa só para ele – 23 de abril –, que o Secovi Rio celebrou com uma linda festa no Teatro Rival. Não é fácil cuidar de tudo, até porque a maioria deles tem dupla função: atuam em suas profissões e ainda tomam conta dos condomínios como se fossem suas próprias empresas. O Sindicato reconhece esse trabalho árduo e, por isso mesmo, se esforça para dar todo o suporte necessário. Os cursos e palestras da UniSecovi Rio, por exemplo, ajudam a aperfeiçoar os conhecimentos das atribuições e responsabilidades no exercício do cargo. Mesmo aqueles condomínios que contam com serviços auxiliares de uma administradora conhecem a complexidade da administração condominial e reconhecem a importância de aprender. Eventos como a Feira Secovi Rio, bianual, possibilitam que os gestores prediais conheçam produtos e serviços inovadores que podem colocar os condomínios num novo patamar, mais modernos, seguros, sustentáveis. A Câmara de Mediação do Secovi Rio é outra opção para resolver um dos problemas que mais afligem os síndicos: conflitos. A função é mediar problemas jurídicos envolvendo o mercado imobiliário, seja na área de locação, compra e venda ou condomínio. O blog Condomínios Verdes, de cara nova, incrementa ainda mais o rol de produtos do Secovi Rio. Quer aprender a lidar melhor com o desperdício e o descarte ou reaproveitamento de resíduos? É só acessar o www.condominiosverdes.com.br. No que diz respeito à atuação política, também estamos nos esforçando para impedir que leis prejudiciais aos condomínios sejam aprovadas. Por isso apresentamos agora em maio a segunda edição da “Agenda Legislativa & Projetos Prioritários – Setor de Comércio e Serviços Imobiliários”, na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). A publicação reúne 14 projetos de lei em andamento na Câmara dos Deputados e no Senado Federal que possam causar impacto, positivo ou não, na atividade imobiliária. Estas são algumas das nossas contribuições no sentido de fazer com que os condomínios fluminenses sejam lugares cada vez mais felizes para seus moradores. E também é uma maneira de reforçar a importância e o protagonismo do segmento para a economia brasileira, sem deixar de lado o debate de temas centrais para a cadeia produtiva da habitação. Boa leitura! Pedro Wähmann Presidente do SECOVI RIO Sua opinião é muito importante Quer mandar um comentário sobre esta edição ou sugerir uma pauta? Envie um e-mail para imprensa@secovirio.com.br SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 4

[close]

p. 7

Shutterstock CURTINHAS No percurso Pessoas que habitam bairros “caminháveis” tendem a viver melhor. É o que aponta uma pesquisa realizada pela Universidade do Arizona, que procurou explicar de que maneira o desenho urbano interfere na saúde da população, considerando a relação entre os fatores de caminhabilidade (ambiente construído) e a quantidade de pessoas caminhando (atividade física). O estudo apontou que, quanto mais conectado for um bairro, com áreas verdes e acesso às áreas residenciais e comerciais, maior o índice de caminhabilidade e, consequentemente, de atividade física e sensação de bem-estar. Além disso, os índices mostram que bairros onde se caminha mais tendem a se tornar mais seguros, já que as pessoas passam mais tempo na rua. Colchão limpo Depois de um dia cansativo, nada melhor do que relaxar o corpo sobre um colchão macio, não é mesmo? No entanto, se não for bem cuidado, o que é feito para relaxar acaba se tornando uma verdadeira dor de cabeça, graças ao acúmulo de poeira e ácaros que são prejudiciais à saúde. Para manter o material limpo, uma das dicas é, ao se levantar, deixar a cama desarrumada por um tempo. Isso mesmo. A umidade do corpo e a escuridão provocada pela colcha favorecem a propagação desses microrganismos. Por essa você não esperava. Tchau, traças Um buraquinho na roupa, um livro danificado, um bichinho dentro da embalagem de cereal. Quase todo mundo já passou por isso. E as culpadas são as traças. Essas pragas domésticas são facilmente identificáveis. Apesar de existirem diversas receitas caseiras para exterminá-las, segundo o biólogo e mestre em Saúde Pública Sérgio Bocallini, da Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas, só há um método caseiro para acabar com as traças: aspirar a casa. “Estes insetos se abrigam em armários, rodapés, sancas de gesso e outros lugares que acumulam poeira e cabelo. Lá as traças têm alimento e abrigo para se reproduzir”, explica. Dessalinizando A falta de acesso à água potável tem se tornado uma questão cada vez mais urgente para os governos e a iniciativa privada, inclusive em países ricos. Segundo a ONU, em 2025 cerca de 14% da população mundial poderá estar diretamente impactada com a escassez. Uma boa notícia é que, no início de abril, cientistas britânicos anunciaram o desenvolvimento de uma peneira feita de óxido de grafeno, o material mais fino e forte que existe. O produto pode ser utilizado em tecnologias que ajudem a tirar o sal da água do mar, tornando-a própria para o consumo humano. Atualmente, as usinas usam membranas à base de polímeros, processo mais caro e complexo. É esperar para ver. SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 5

[close]

p. 8

Harmonia total Um problema comum na vida de quem mora em apartamentos menores é a disposição dos móveis, já que muitas vezes eles acabam impedindo a boa circulação das pessoas. Mas, de acordo com a técnica chinesa Feng Shui, isso também prejudica as energias do ambiente, que também ficam mais travadas. Segundo os experts no assunto, uma dica é estudar a influência dos espelhos no local. Para quem acredita (ou prefere não arriscar), menos é mais. Tiro certo No início de abril, a cantora carioca Anitta realizou uma grande festa para celebrar seu aniversário em sua casa, na Barra da Tijuca, e encontrou uma solução para não incomodar os vizinhos: convidou a todos. E, para os que não quiseram comparecer, ela pagou a hospedagem em um hotel. Não teve reclamação de barulho. Para quem não tem o mesmo poder aquisitivo da “poderosa”, antes de iniciar a comemoração, vale conversar com os vizinhos, verificar os horários estabelecidos na Convenção do condomínio e evitar a emissão de ruídos que prejudiquem o sossego de quem não está em clima de festa. Vaga presa Que tal ter que pedir ao vizinho que retire o carro sempre que você precisar entrar ou sair da sua vaga de garagem? A situação é desagradável e acontece principalmente em condomínios mais antigos, cujos espaços foram projetados com as chamadas “vagas presas”. Em muitos municípios, a lei estabelece que as construtoras não façam mais garagens desse tipo. Mas, se o seu caso for esse, algumas alternativas são deixar o veículo desengatado, para que possa ser empurrado, disponibilizar uma chave reserva ao vizinho ou contratar um manobrista. SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 6

[close]

p. 9

Pontinho verde Trazer o verde para a cidade, transformando uma área cinza em um ambiente de cooperação. Esse foi o objetivo do arquiteto Guto Graciano e da chef Graça dos Prazeres, criadores da Galeria Viva – Telhado Medicinal. O espaço consiste em um telhado verde montado em cima de um terminal de ônibus no Morro do Vidigal. Por ali, são plantadas ervas medicinais que os moradores podem colher sempre que quiserem. O espaço não precisa de cuidados especiais, já que possui um sistema de rega automático a partir da água da chuva. Faça você mesmo Pequenos furos ou rachaduras em pisos de cerâmica costumam incomodar, mas muita gente acaba adiando o conserto em virtude do custo de um profissional especializado. Quer dar um jeito nisso você mesmo, gastando pouco? Se o piso ou o azulejo forem brancos, basta passar uma massa corrida com espátula e depois lixar. Caso a cerâmica seja colorida, dá para optar por um rejunte em um tom próximo. Assim, é possível prolongar a vida útil do azulejo sem ter que trocá-lo. De cara nova O blog Condomínios Verdes acaba de ganhar um novo leiaute, proporcionando uma experiência de navegação mais simplificada e privilegiando o conteúdo visual. Outra novidade é que o blog passa a ter todo o seu conteúdo com versão em espanhol. O canal, que já tem acessos em países como Espanha e Argentina, busca ampliar seu potencial de levar informações sobre sustentabilidade a diferentes públicos. O espanhol é hoje a segunda língua mais falada no mundo. Segundo o Instituto Cervantes, são aproximadamente 450 milhões de falantes. Regulando a temperatura O ar-condicionado que você conhece pode estar com os dias contados. Uma dupla de cientistas americanos, da Universidade do Colorado, criou uma película para telhados que pode ser tão eficiente quanto os aparelhos atuais, só que sem o uso de energia elétrica. O material se baseia no mesmo processo de filtragem dos raios solares que ocorre em nossa atmosfera. Assim, quando a luz solar chega ao telhado, é refletida de volta por lâminas superfinas, que podem gerar watts suficientes para refrescar os ambientes. SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 7

[close]

p. 10

nas inscrições pagas até 10 dias antes do início do curso COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS – CORRETAGEM PREVENTIVA Inscreva-se e ganhe o livro de bolso “Compra e Venda de Imóveis: Conscientize-se!” Conheça os principais aspectos da corretagem preventiva para que o negócio seja realizado com a maior segurança possível. Dias: 11 e 12 de maio, das 18h às 21h QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE PORTARIA Compreenda a importância da função do porteiro, suas responsabilidades e atitudes necessárias para realizar atividades de maneira correta. Dias: 15, 16, 18 e 19 de maio, das 9h30 às 13h15 Dias: 26, 27, 29 e 30 de junho, das 9h30 às 13h15 PALESTRA: COMO ANALISAR PROPOSTAS DE OBRAS PARA CONDOMÍNIOS Palestrante: Fernando Santos Dia: 16 de maio, das 18h30 às 20h30 FÓRUM DE SÍNDICOS: PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA – 1º PASSO PARA O EQUILÍBRIO DAS COTAS CONDOMINIAIS Palestrante: Dr. Marcelo Borges Dia: 17 de maio, das 9h30 às 11h30 PALESTRA: RESPONSABILIDADE CIVIL DO CONDOMÍNIO E DO SÍNDICO Palestrantes: Des. Sylvio Capanema e Dr. André Abelha Dia: 25 de maio, das 18h às 20h FINANÇAS PESSOAIS Conheça os principais itens relacionados às finanças pessoais, incluindo dicas e sugestões de como ter uma vida financeira mais tranquila e segura. Dias: 15, 16 e 17 de maio, das 18h às 21h Dias: 19, 20 e 21 de junho, das 9h30 às 12h30 RETENÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS (IR, CSLL, PIS, COFINS, ISS E INSS) PARA CONDOMÍNIOS Aprenda a aplicar corretamente a retenção na fonte de IRRF, CSLL, PIS/Pasep, COFINS, ISSQN e INSS aos serviços prestados entre pessoas jurídicas e físicas de forma objetiva e com exemplos práticos. Parceria: BKR Business School Dias: 5, 7, 12 e 14 de junho, das 18h às 21h CURSOS DE EXTENSÃO LOCAÇÃO DE IMÓVEIS Compreenda as etapas e normas jurídicas que regulam a locação de imóveis para uma negociação segura. Início: 8 de maio • 2ª, 3ª e 5ªfeira, das 18h às 21h ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS Compreenda as questões administrativas, financeiras e jurídicas que envolvem a gestão condominial e aprenda a desenvolver as habilidades para administrar de maneira eficiente. **Possibilidade de obter a Certificação Internacional de Gestão de Propriedades do ARM do IREM (Institute of Real Estate Management) Início: 19 de junho • 2ª, 3ª e 4ªfeira, das 18h às 21h PARA INSCRIÇÕES E MAIS INFORMAÇÕES SOBRE CURSOS, ACESSE www.secovirio.com.br unisecovirio@secovirio.com.br • (21) 2272-8000 Avenida Almirante Barroso, 52 - 9º andar - Centro / RJ

[close]

p. 11

ENTREVISTA • CARLINHOS DE JESUS DOIS PRA LÁ, DOIS PRA CÁ Amanda Gama É uma manhã de quinta-feira, quando chego à portaria de um condomínio em Copacabana. Antes de pedir para ser anunciada, noto que o porteiro tenta contornar alguma situação envolvendo vagas de garagem. O interfone toca e, pela conversa, percebo que quem está do outro lado da linha é o síndico. O funcionário relata o ocorrido a “seu Carlinhos”. Até aí, uma situação bem comum em condomínio, senão pelo fato de que “seu Carlinhos” é o internacionalmente famoso dançarino Carlinhos de Jesus. O artista dispensa apresentações como coreógrafo, diretor, professor, empreendedor, jurado, apresentador e tantas outras coisas. Mas, definitivamente, essa é uma faceta que surpreende a muitos. De qualquer forma, para quem pensa que a agenda atribulada interfere na vida condominial, está muito enganado. Comprometido, com a vida toda organizada na agenda e com uma bela mãozinha da “parceira para a vida”, Rachel de Jesus, ele mostra que, no auge dos seus 64 anos, tem energia para dar e vender e consegue dar conta de tudo. Tanto que, há oito anos, está a frente da administração do condomínio e não parece pensar em sair. Em uma conversa descontraída, ele mostrou um pouco mais da vida de Carlos Augusto da Silva Caetano de Jesus (“vai me travando que eu falo demais; se deixar, eu vou...”), suas façanhas e como é viver a vida em ritmo acelerado. SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 9 Amanda Gama

[close]

p. 12

Carlinhos ENTREVISTA • CARLINHOS DE JESUS Para muita gente, você é alguém que personifica a carioquice. É parado na rua muitas vezes? Sou. O que mais acontece é chegarem tipo “e aí, Carlinhos, tudo bem?”. Tem gente que chega, bota a mão no meu ombro, anda comigo... É uma intimidade muito grande. É claro, isso acontece porque eu tenho essa abertura a partir do momento que sou uma pessoa pública. Mas também me permito porque acho legal falar com as pessoas. Acho que é uma forma de expressar carinho comigo. É também uma forma de eu ver o quanto sou querido, popular e bem chegado nas pessoas. Isso, para mim, é a maior alegria. E como começou a sua carreira? Eu comecei a vida querendo ser médico, fiz vestibular para Direito, me formei em Pedagogia e acabei dançando. Quer dizer, tive uma trajetória de pretensões e contingências na vida que me conduziram até onde estou hoje. Não que eu não quisesse estar, mas também não procurei. Se bem que a dança sempre esteve na minha vida nesse tempo todo. Mas, depois de todos esses planos envolvendo uma carreira mais tradicional, como a dança entrou em sua vida? Cresci participando de festas sociais no bairro, dançando desde os 4 anos Desde garoto eu ia para as festinhas e era “ah, que gracinha, dança aí, Carlinhos!”. Eu e minha irmã parecíamos aqueles enfeites de bolo. Dançávamos no meio dos adultos, as pessoas achavam ótimo, e eu gostava. Cresci participando de festas sociais no bairro, dançando desde os 4 anos, diz minha mãe. Eu me lembro de ser por volta dos 8... Nessa idade me lembro de ir para as festas. Eu não falava absolutamente nada. Só chegava, estendia a mão, sorria para a pessoa e a trazia para a dança. E dali tive muitos amigos, muitas namoradas e uma vida social muito intensa. Isso porque a dança proporcionava isso. PUBLICIDADE Carlinhos Carlinhos Av. Presidente Vargas, 583 / Sala 401 - Centro / RJ - CEP: 20.071-003 SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 10

[close]

p. 13

Carlinhos ENTREVISTA • CARLINHOS DE JESUS E quando você se deu conta de que queria viver disso? Era office boy em uma instituição de amparo ao menor carente, tinha um trabalho meramente burocrata de levar documentos e também acompanhava menores para o julgamento no Juizado de Menores. Eram menores de segundo ofício, infratoras de alto grau de periculosidade. Até que, em determinado ponto, houve mistura de quem era de segundo ofício com quem não era. Havia desde meninas que se perdiam na Rodoviária ao chegar ao Rio de Janeiro até aquelas que haviam cometido homicídio ou traficado drogas... Lembro que havia um som no pátio e certo dia, numa folga de trabalho, peguei uma escada, busquei o som, fiz uma vaquinha com os funcionários e botei o aparelho no conserto. Dez dias depois, o som voltou. Subi as escadas – tinha que ficar no alto, senão elas quebravam –, botei na grade, liguei e comecei a dançar de frente para a parede, no intuito de que elas me acompanhassem. Nada. PUBLICIDADE SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 11

[close]

p. 14

Carlinhos ENTREVISTA • CARLINHOS DE JESUS Nada? Eu repetia isso todo dia, no fim da tarde, esperando a hora de ir embora. Até que um dia, quando me dei conta, várias meninas estavam me acompanhando. Peguei as líderes, as mais complicadas, e fui trazendo para a atividade. Houve uma redução significativa nos motins e nas brigas – antes elas faziam motins cinco dias na semana, era o caos. Então a disciplina começou a melhorar. E aí o que a direção do instituto fez? Me transferiu do setor burocrático e me jogou no pedagógico para eu trabalhar na recreação. Aí eu mudei meu curso universitário. Depois de um tempo, pensei: “Vou ficar por aqui, isso aqui é a minha praia.” E deu resultado? Logo a disciplina da escola mudou, e eu fui promovido à direção. Paralelamente à atividade da instituição, passei a ser solicitado para atividades relacionadas à dança. Amigos começaram a pedir, e eu, como terapia da instituição, porque o trabalho era muito tenso e intenso, comecei a dar aula para eles. Foi aí que passei a pensar nisso profissionalmente, em ter a dança como atividade profissional satisfatória. Era algo que eu adorava fazer e, de certa forma, era promissor financeiramente. Então pedi demissão do estado. Abri mão do cargo vitalício em que eu era diretor e tinha adicionais para ganhar algo que não sabia. Mas, graças a Deus, foi a atitude correta. Faria novamente se tivesse que voltar atrás. Falei com a minha mulher: “Vamos segurar essa onda? Pode ser que, no primeiro mês, a gente tenha dificuldade.” Mas que nada! Deu supercerto. Hoje eu vivo bem com o que faço e construí um patrimônio. Não bateu medo? Olha, sou aquariano e sonhador. Quando tenho uma coisa em mente, acredito naquilo e invisto. E, quando falo “invisto”, não é financeiramente. Invisto meu pensamento, meu coração, meu foco, minha dedicação exclusiva àquilo. Vou em busca daquilo e procuro te convencer a ir comigo. Procuro aliados. É “vambora, topa?”. Mas, se você disser “não”, eu vou sozinho. Já quebrei a cara. Mas a quantidade de vezes que eu acertei é maior do que a quantidade de vezes que eu quebrei a cara. Então investi sem medo. Hoje sou mais precavido do que antes porque, naquela época, eu tinha toda a juventude e tempo para buscar. Quando tenho uma coisa em mente, acredito naquilo e invisto SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 12 Carlinhos Carlinhos

[close]

p. 15

Carlinhos ENTREVISTA • PCEAPRELIGNUHTOISERDREEJZESUS Além de dançar, você é empreendedor. Como foi dar esse passo? O lance do bar (Lapa 40 Graus) era proposta de uma academia e virou o que virou. Era academia no primeiro andar, com sinuca no térreo. Mas, então, cheguei nos sócios e perguntei: “Qual marido vai gostar que a mulher entre numa casa de sinuca e suba as escadas para ir a uma academia de dança?” Em vez de uma academia, por que não uma gafieira? Olha, eu tenho um pensamento muito importante de vida: você não faz nada sozinho. A minha atividade é um exemplo. O aplauso que eu levo ao fim de um número de dança é dividido com a parceira que está comigo. Na minha decisão de sair do serviço público e viver só de dança, eu tive uma parceira fundamental, uma mulher que chegou para mim e disse: “É nisso que você acredita? Tô contigo.” Onde vem o Carlinhos não é só o Carlinhos, tem uma equipe. PUBLICIDADE AGORA, ATUANDO NO VAREJO, com preço de atacado. CONFIRA NOSSOS PREÇOS! Tubos e conexões de PVC,ferro galvanizado e cobre; Metais; Materiais elétricos; Louças; Ferramentas em geral; Bombas; Telhas em geral; Dutos Corrugados; Mangueiras. (21) 3889-7900 v e n d a s @ f o r t i l i d e r. c o m . b r Rua do Alho, 1065. Penha - RJ SECOVI RIO / 2017 / nº 106 / 13

[close]

Comments

no comments yet