Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

João Monlevade, Sexta-feira, 5 de maio de 2017 - Edição 4.141 - Ano XX

Popular Pages


p. 1

SEXTA-FEIRA 05 DE MAIO - 2017 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.141 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 www.bomdiaonline.com Programa facilita negociação de impostos municipais em atraso Página 3 Fotos: Dindão Jubileu do Bom Jesus atrai milhares de pessoas As procissões atraíram mais de uma dezena de milhares de fiéis. Página 4 Sistema é lançado com o objetivo de deixar o Judiciário mais ágil Ulisses Nascimento Turnê d’O Rappa que passa por Monlevade pode ser de despedida Divulgação O sistema foi lançado em solenidade no Fórum Milton Campos. Página 7 Banda irá parar por tempo indeterminado. Página 7

[close]

p. 2

BOM DIAsexta-feira, 5 de maio de 2017 2.cidade EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Reportagem Kátia Passos • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com FESTIVAL MEDIOPIRA - SUCESSO TOTAL Foi um sucesso maravilhoso o FESTIVAL MEDIOPIRA, mostrando que a música da região está muito bem e agrada a todo mundo, bastando ter vitrines pra mostrar a sua força. Os idealizadores encontraram o local ideal pra fazer o evento, um local mágico localizado em Itabira: a maravilhosa concha acústica de lá. É claro que tiveram de ser providenciadas adequações para comportar um público maior e por que a concha andou meio subutilizada nos últimos anos. Mas deu tudo certo. Não foi um evento de público exagerado, de massa, com gente pingando por todos os lados e urinando nas ruas. Foi uma festa civilizada, estrutura bacana, não tão dispendioso, mas tudo com qualidade. Os organizadores primeiro procuraram a AMEPI, instituição regional, que abraçou o evento e somou de forma decisiva. Depois foi a vez de procurar a Prefeitura de Itabira e a Fundação Carlos Drummond de Andrade, que toparam imediatamente. O empresariado da região também apostou no evento, que tornou-se uma verdadeira expocultura. Patrocinadores de Itabira, de João Monlevade e principalmente indústrias das cidades do Médio Piracicaba gostaram da ideia e apoiaram os artistas da região. Ai foi a vez de escolher os artistas. Foi montada uma curadoria intermunicipal que escolheu a lista dos artistas a serem convidados para a primeira edição. O nível foi muito alto e todos saíram admirados com a força da música produzida no MEDIOPIRA. Houve também artistas consagrados convidados, que humildemente se apresentaram com cachês simbólicos, também apostando no movimento. Foram apresentações memoráveis dos Itabiranos Maíra Bal- daia, Rivotril e Igor Venal. De Monlevade teve o Umbigo Trio, com seu rock instrumental turbinado, Rômulo Rás, com os afilhados do Sereno e o Souldusamba, com seu rock samba de altíssimo nível. De São Domingos do Prata, Silvanna fez um show super pop e colocou todo mundo pra dançar. Celso Adolfo também apareceu com sua poesia perfeita e suas canções que falam fundo na alma mineira. De São Gonçalo do Rio Abaixo, o grande Tupete, com seu swing, a banda de Rock Wisck e Blues tocando pop rock clássico e o violão clássico de Aulus Rodrigues, pra temperar um pouco. De Alvinópolis, as bandas Porão 71, Estorvo e Thaysson Azevedo, além da Bateria Colibri, que fez uma apresentação emocionante. Como atrações nacionais , as bandas SEPULTURA, que literalmente quebrou tudo, o 14 Bis, que fez um show incrível, junto com a dupla Sá e Guarabyra e pra finalizar, a banda JOTAQUEST que fez uma apresentação linda com participação dos Meninos de Minas. Os prefeitos da região liberaram ônibus para que as pessoas pudessem se deslocar pra Itabira. O público não foi divulgado, mas pelos cálculos da organização, cerca de 30.000 pessoas estiveram prestigiando um dos eventos mais aplaudidos em muitos anos. Foram registrados pouquíssimos incidentes de violência. Felizmente foi tudo registrado em DVDS e disponibilizado na internet, multiplicando o evento e projetando outros iguais no futuro. Várias cidades já se candidataram para a próxima edição e o MEDIOPIRA tem tudo para se tornar itinerante, valorizando ainda mais os nossos artistas e também o público, que assim tem contato com o melhor da produção cultural da sua gente. A organização agradece a todos que participaram e espera que para o próximo ano as cidades do Médio Piracicaba continuem apostando nos seus artistas. Só faltou uma coisa: faltou ser verdade. Por enquanto uma utopia das mais extravagantes, Mas quem sabe? Sonhar não custa nada e tudo que temos no mundo são sonhos que se tornaram realidade. E viva a MEDIOPIRA! PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA DE MINAS, torna público credenciamento de profissionais de publicidade para formação de subcomissão técnica art. 10 Lei 12.232/10 para analisar e julgar proposta técnica da Tomada de Preço nº 01/2017. Objeto: contratação de serviços de publicidade Lei 12.232/10. Interessados deverão encaminhar currículo em arquivo PDF para licitacao@belavistademinas.mg.gov.br. A sessão pública para análise dos currículos será dia 19/05/2017 às 09h. Wilber José de Souza Prefeito Municipal

[close]

p. 3

BOM DIAsexta-feira, 5 de maio de 2017 CONECTE JÁ (31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906 www.internetsuper.com.br 7.cidade Prefeitura oferece desconto de até 100% sobre juros e multas a contribuintes em atraso João Monlevade - O contribuinte que está em atraso no pagamento do Imposto sobre Serviços (ISS) e Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU) junto à Prefeitura de João Monlevade poderá renegociar suas dívidas e terá desconto em juros e multas. Isso é possível devido ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis), de autoria da prefeita Simone Carvalho (PSDB) e aprovado pelos vereadores no último dia 3 de maio. A legislação prevê que o contribuinte que tiver débitos com o município até dia 31 de dezembro de 2016 poderá renegociar a dívida. O desconto é de 100% para pagamento à vista, 80% para quem optar pelo parcelamento em até 5 vezes, 60% para pagamento em até 10 vezes, 40% para pagamento em até 15 parcelas e 30% de desconto para o contribuinte que tiver débito superior a R$ 200 mil e optar em dividir a conta em 24 vezes. O prazo para fazer a o pedido de participação no Refis vai até 30 de junho, mediante a assinatura do Termo de Confissão de Dívida e do Termo de Parcelamento, conforme modelo a ser fornecido pela Secretaria Municipal de Fazenda. Conforme estabelece a lei, a primeira parcela, considerada como entrada vence em até cinco dias posteriores ao pedido. As demais, no mesmo dia dos meses subsequentes, com exceção, se ocorrerem em sábados, domingos e fe- Arquivo BD Programa de Recuperação Fiscal permite negociar juros e multas e impostos em atraso riados, cujo pagamento deverá ser feito no primeiro dia útil posterior. Caso haja inadimplência de três parcelas consecu- tivas ou de seis alternadas, o contribuinte poderá ser excluído do Programa de Recuperação Fiscal. Com a sanção da lei, a Prefeitura pode recuperar até R$ 5,6 milhões em tributos que não foram pagos pelos contribuintes. Vereador denuncia falta de acessibilidade em postos de saúde Divulgação Belmar demonstrou a falta de acessibilidade do local João Monlevade - A falta de acessibilidade em postos de saúde em João Monlevade foi denunciada pelo vereador Belmar Diniz (PT) em reunião na tarde da última quarta-feira (3) na Câmara Municipal de João Monlevade. O parlamentar percorreu as unidades de saúde da cidade e flagrou várias irregularidades. Na maior parte dos postos, a entrada de uma cadeira de rodas em banheiros, por exemplo, é impossível. Escadas, falta de rampas, passagens estreitas e outros problemas que impedem o acesso a deficientes físicos foram registrados por meio de fotos. As imagens foram disponibilizadas ao público. “Isso é um absurdo e precisamos reivindicar melhorias”, apontou Diniz que afirmou que irá remeter à Secretaria de Saúde do município um ofício com o registro dos problemas. Procurada por meio da Assessoria de Comunicação do Executivo, a secretária de Saúde, Andréa Peixoto, informou que “a Prefeitura irá desenvolver, ainda este ano, um projeto de acessibilidade nos postos de saúde”. Resíduos da construção civil podem ser reaproveitados em obras públicas João Monlevade - Tramita na Câmara de Vereadores de João Monlevade o projeto de lei 965/2017, que prevê parceria entre a administração pública e empresas da construção civil, para que os resíduos de obras possam ser reaproveitados. A intenção é usar os detritos, principalmente os de concretos, para reparos de passeios no município. O vereador Geraldo Antônio Marcelino (Tonhão –PPS), autor do projeto, justifica a iniciativa. “Essa parceria reduzirá a quantidade de resíduos em aterros sanitários, lixões e aterros clandestinos, evitará desperdícios (...) e contribuirá para o bem comum – sustentabilidade, infraestrutura da cidade principalmente economia para o município de João Monlevade”, escreveu na argumentação da matéria. O projeto precisa passar pela análise das comissões temáticas da Câmara antes de ser submetido à votação dos vereadores em Plenário. Caso aprovado, a sua aplicação depende da sanção da prefeita Simone Carvalho (PSDB).

[close]

p. 4

BOM DIAsexta-feira, 5 de maio de 2017 4.cultura Jubileu do Bom Jesus atrai milhares em seus 206 anos de tradição Rio Piracicaba – Terminou ontem (4), a maior manifestação religiosa de toda a região Centro-Leste mineira - o Jubileu do Senhor Bom Jesus - quando milhares de fiéis, peregrinos de todo estado e do Brasil acompanharam a bicentenária festa católica de Rio Piracicaba. Esse ano, completando 206 anos, mesmo com a festa caindo em meio a semana, o número de participantes, fiéis e peregrinos, foi consideravelmente acrescido. Para alguns o fato se deu devido a crise que assola o país. A procissão do dia 1º, que é feriado nacional, atraiu mais de uma dezena de milhares de fiéis, quando a imagem do Bom Jesus deixou seu santuário em direção à Gruta da rua Antônio Saturnino, acompanhada pelas imagens de Nossa Senhora, São Miguel Arcanjo - padroeiro da cidade - e ainda pela imagem de São José Operário. No dia 2 de maio, terça-feira, a procissão sai da Gruta em sentido à igreja de Nossa Senhora do Rosário Mãe dos Pretos, situada à rua Marechal Deodoro. No dia 3 de maio, quarta-feira, ápice da festa, são realizadas duas procissões, sendo uma na parte da manhã, saindo da igreja do Rosário em direção à Matriz de São Miguel e à noite, quando a imagem deixa a Matriz retornando ao Santuário do Bom Jesus em uma tradição que se repete há 206 anos. Fotos: Dindão Codorna, Salão São Miguel e leilão Milhares de fiéis participaram, mais uma vez, da mais tradicional manifestação religiosa da região Na procissão da noite, mesmo sendo em pleno meio de semana, milhares de pessoas não deixaram de acompanhar o retorno da imagem do Senhor Bom Jesus ao seu santuário, portando velas, apresentaram, mais uma vez, um espetáculo de luzes e fé que emociona. Esse ano, além do Padre Ricardo Caricati, dois padres rio-piracicabenses participaram das missas e procissões - Padre Nelson Antônio e Padre José Ricardo. Ontem, 4, encerrando as festividades, a imagem de São Miguel retornou para a Igreja Matriz, sendo a procissão conhecida popularmente como “Procissão das Trouxas”, relacionando-a com o fim da festa, quando os peregrinos e visitantes arrumam as malas para deixarem a cidade. Polícia Militar garantiu segurança Apesar das milhares de pessoas que lotam a cidade durante os quatro dias de festa, este ano nenhuma ocorrência grave relativa ao evento foi registrada, sendo conta- bilizado um saldo zero de violência. Outro problema que também irritava a maioria dos participantes do evento era a sonorização automotiva, que também foi definitivamente eliminada. A Polícia Militar, além do efetivo da cidade, contou com reforço do batalhão e policiais das cidades vizinhas. Através da “Operação Presença”, a PM inibiu a ação de meliantes que há anos aproveitavam do movimento da cidade para praticarem assaltos em meio à multidão. Trânsito complicado Polícia Militar e solicitar a interdição e a proibição de estacionamento por onde passariam as procissões. À Prefeitura caberia disponibilizar as placas de sinalização. À Polícia Militar caberia fazer cumprir a sinalização e aos usuários respeitar o espaço, garantindo o brilho da festa. Entretanto, apesar da participação efetiva da Polícia Militar, por falta de sinalização e consciência dos usuários motoristas, transtornos foram causados, estreitando as procissões, principalmente na procissão do dia 3. Além da tradicional festa religiosa, as comunidades aproveitam para angariar fundos para obras assistenciais e movimentam a “Codorna” e o Salão de Festas de São Miguel. A barraquinha “Codorna” manteve a tradição de ponto de encontro dos rio-piracicabenses ausentes e visitantes, famosa pelo tradicional frango, churrasquinho, caldos e também pelos bingos de alimentos, bebidas e bicicletas como prêmios. Já o Salão de Festas São Miguel se preparou para receber os romeiros com caldos típicos, pastelão, macarrão, tropeiro, sendo que no dia 3 de maio foi oferecido um almoço aos romeiros a preços populares. Além das barracas, outro evento que também acompanha o Jubileu é o leilão de animais. Fazendeiros e criadores de gado, devotos de Bom Jesus, doam à paróquia bezerros que foram leiloados e a renda é revertida a obras de caridade. Esse ano o leilão foi realizado no Parque de Exposições. Pela primeira vez, padre Ricardo Caricati participa do Jubileu Se por um lado a segurança foi garantida, o mesmo não se pode falar do trânsito. Nesse caso, quatro atores são diretamente envolvidos – A Igreja, a Prefeitura, a Polícia Militar e os motoristas. A Igreja, responsável pelo evento caberia reunir com a Prefeitura e a A primeira procissão do dia 3 de maio, saindo do Rosário

[close]

p. 5

BOM DIAsexta-feira, 5 de maio de 2017 5.cidade Reajuste do funcionalismo público continua indefinido em João Monlevade João Monlevade - O reajuste nos salários dos servidores públicos de João Monlevade continua indefinido. O projeto que prevê o aumento entrou na pauta de votação da Câmara Municipal na última quarta-feira (3), mas recebeu pedido de vista do vereador Carlos Roberto Lopes (pastor Carlinhos –PMDB) e só deve voltar ao Plenário na semana que vem. O vereador justificou a ação afirmando que a Prefeitura não o convenceu de que o reajuste de 5,38% é o máximo que pode oferecer aos servidores. A classe pleiteia 9% a mais nos salários e R$ 70,00 no vale-alimentação. O pedido de vista do projeto ocorreu em reunião marcada, mais uma vez, por plenário cheio de funcionários públicos. Outro ponto que chamou atenção no encontro foi a presença de policiais militares na sede da Câmara. A secretária do Sind-Ute em João Monlevade, Maria do Sagrado Coração Rodrigues, que também é servidora municipal e usou a tribuna da Casa para defender a retirada de pauta do projeto, classificou a presença da PM no Legislativo como decepcionante. O presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD) argumentou que a presença policial não seria em função dos servidores. Ele disse ainda que “cidadão de bem não tem nada a temer”. Juiz propõe reajuste de 6,51% e administração nega Ainda na reunião da Câmara, o secretário-geral do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de João Monlevade (Sintramon), Carlos Silva, também usou a tribuna da Câmara para falar sobre reunião realizada horas antes entre a administração e representantes sindicais no Tribunal Regional do Trabalho. O encontro na Justiça do Trabalho foi solicitado pela prefeita Simone Carvalho, na semana passada, quando deflagrada greve dos servidores. O aciona- mento foi justificado pela administração municipal para que fosse mantido pelo menos 60% dos funcionários em serviço nas unidades de saúde. Carlos Silva explicou que por se tratar de uma negociação de acordo coletivo, o Sintramon solicitou também intermediação para debater os aspectos econômicos. O juiz do Trabalho, Ronaldo Antônio Messeder Filho, acatou a solicitação e uma audiência de conciliação foi realizada. No encontro, o magistrado propôs às partes reajuste salarial de 6,51% e R$ 35,00 de acréscimo no vale-alimentação da categoria. Os servidores ficaram de analisar a proposta em assembleia e a administração municipal descartou a hipótese de acatar a sugestão do juiz, alegando que poderia rever a situação apenas em outubro. Com a negativa da Prefeitura, foi dado ao Sintramon prazo de 10 dias para análise da proposta e posteriormente a decisão deve ser submetida ao judiciário. Falta de iluminação e asfalto ruim são alvos de reclamação João Monlevade - A recém-inaugurada avenida Alberto Lima, que ganhou obras de revitalização ao custo de cerca de R$ 4 milhões, tem sido alvo de reclamações devido à falta de iluminação em alguns pontos. O assunto foi abordado pelo vereador Vanderlei Miranda (PR), durante a última reunião da Câmara Municipal, na quarta-feira (3). Outra obra recente e que também tem sido alvo de reclamações é o recapeamento asfáltico da avenida Armando Fajardo, no bairro Loanda. A via, uma das mais movimentadas da cidade e um dos principais acessos ao município, apresenta pontos irregulares na pista. Na época, a Prefeitura investiu na “reforma” aproximadamente R$ 2,4 milhões. Conforme informações repassadas pelo assessor de Comunicação do Executivo, Will Jony, a Administração irá solicitar as substituições das lâmpadas queimadas na avenida Alberto Lima e no trevo do bairro Sion. Em relação ao problema no asfalto, o assessor garantiu que a Prefeitura irá acionar os meios competentes para realizá-los em breve. Acom/CMJM A ação reforça a importância de se reutilizar resíduos orgânicos Câmara e Prefeitura desenvolvem ação ambiental na Escola Cicinha Moura INICIATIVA FAZ PARTE DO PROJETO BROTO DA VIDA João Monlevade - A Câmara de João Monlevade, por meio do projeto Broto da Vida, e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, iniciaram na última semana um projeto de educação ambiental na Escola Municipal Professora Cicinha Moura. A ação, denominada “Brincando de compostar – outra forma de reciclar”, reforça a importância de se reutilizar resíduos orgânicos. Uma palestra sobre o assunto foi ministrada pelas estudantes de Engenharia Ambiental e estagiárias da secretaria, Anna Carolina Lima e Karen Andrade, com o apoio do secretário da Escola Municipal Monteiro Lobato, Glaumer Siqueira. A professora Sônia do Carmo Silva, que já vem desenvolvendo um projeto semelhante junto às crianças, recepcionou os envol- vidos. A empresa RG Pneus é parceira da escola nesta iniciativa. O projeto vem sendo trabalhado com crianças de 6 a 10 anos, e inicialmente com o turno vespertino, contudo, segundo a secretária de Meio Ambiente, Fernanda Ávila Torre, o objetivo é desenvolver as atividades também com os alunos do turno matutino. “Posteriormente vamos às outras escolas. O ambiente escolar é muito propício para ensinarmos o desenvolvimento sustentável. O que começa na escola pode ser praticado também em casa”, explicou Fernanda. Já para o presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD), o Broto da Vida é uma forma de o Legislativo estender sua atuação, também para a proteção ambiental. “Este projeto tem total apoio dos vereadores e é uma forma de nós, enquanto Câmara Municipal, trabalharmos a questão junto à Prefeitura. Todo esforço que objetive o desenvolvimento sustentável é válido”, reforçou Djalma. PREFEITRA MUNICIPAL DE BELA VISTA DE MINAS torna público Licitação na Modalidade Tomada de Preço nº 01/2017, tipo Técnica e Preço para contratar empresa de publicidade Lei 12.232/10. Sessão Pública designada para 09/06/2017 às 09h. Valor estimado R$ 250.000,00. O Edital se encontra à disposição dos interessados no setor de licitações, Av.: Arthur da Costa e Silva, 70, Centro – Bela Vista de Minas/MG, de segunda à sexta-feira no horário de 7h às 11h e 13h às 17h ou no site: www.belavistademinas.mg.gov. br Bela Vista de Minas, 04 de maio de 2017. Maiores informações pelo tel (31) 3853-1271/1272, Ramal 205. Wilber José de Souza Prefeito Municipal

[close]

p. 6

BOM DIAsexta-feira, 5 de maio de 2017 6.esporte Cruzeiro mantêm hegemonia na Piramon Dindão Classificação Podiun: atletas do Cruzeiro dominaram a corrida Rio Piracicaba - Em sua XXXV edição, atletas do Cruzeiro Esporte Clube, de Belo Horizonte, mantiveram a hegemonia na prova, conquistando dessa vez as 1ª, 2ª e 3ª colocações no geral masculino e a 1ª colocação feminina. Mais de quinhentos atletas foram inscritos para a mais tradicional corrida rústica da região, que esse ano completou seus 35 anos de provas initerruptas. Com premiação máxima de R$ 1.200,00 pagos aos atletas masculino e feminino que cruzarem a linha de chegada em primeiro lugar na classificação geral, outras premiações por faixa também são oferecidas, sendo 11 categorias masculinas e 9 categorias femininas se- parados por faixa de idade. Cada primeiro lugar da categoria recebe um prêmio de R$ 100,00. A corrida é regulamentada pela Liga Mineira de Atletismo e o resultado oficial é obtido em minutos, logo após o encerramento da prova, já que todos os atletas recebem chip de identificação para monitorar sua chegada e o tempo do atleta. GERAL MASCULINO 1 - GILBERTO SILVESTRE LOPES – CRUZEIRO - 00:47:25,906 2 - EDMILSON DOS REIS SANTANA – CRUZEIRO - 00:47:26,765 3 - VALDIR SERGIO DE OLIVEIRA - CRUZEIRO - 00:49:40,031 4 - LUCAS ROCHA DE LIMA - FOX LIMA - 00:51:40,375 5 - MARCOS RICARDO LIMA CAROLA - 00:54:00,671 - TIMOTEO 7 - GEAN MARCOS DOS SANTOS - 00:55:13,437 - PIRACICABA GERAL - FEMININO 1 - ANDREIA DE LIMA - CRUZEIRO - 00:58:46,687 2 - LARISSA MARCELLE MOREIRA - PE DE VENTO - 01:00:54,687 - ITABIRA 3 - MARIANA BATISTA ALVES PANT - MARCELO CAM - 01:09:53,328 - JM 4 -SIRLENE SILVA PONTES - 01:10:59,781 - MARIANA 5 - ODILEIA APARECIDA SOUZA - IC ESPORTE - 01:11:32,187 - IPATINGA 12 - JOICY MARE DOS SANTOS - COLEGIO - 01:19:47,687 – R. PIRACICABA PIRACICABENSES MASCULINO 1 - GEAN MARCOS DOS SANTOS CM - 00:55:13,437 2 - JOAO BRAGANCA GM - 01:01:23,765 3 - ITALO RODRIGO MARTINS CM - 01:02:06,062 4 - RONILDO SANTOS COSTA FM - 01:02:40,468 5 - EDIVALDO QUINTINO DOS SANT DM - 01:03:42,437 FEMININO 1 - JOICY MARE DOS SANTOS MF - 01:19:47,687 2 - ADRIANI DE CARVALHO MARQUE - 01:22:51,734 3 - ADRIANA DE ALMEIDA CASTANO NF RUN IS LIFE - 01:30:12,781

[close]

p. 7

BOM DIAsexta-feira, 5 de maio de 2017 CONECTE JÁ (31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906 www.internetsuper.com.br 7.cidade Comarca de João Monlevade passa a contar com o Processo Judicial Eletrônico João Monlevade - A Comarca de João Monlevade passo a contar, a partir de ontem (4), com o Processo Judicial Eletrônico (PJe). O sistema foi lançado em solenidade realizada no salão do júri do Fórum Milton Campos ontem de manhã. O evento teve a presença de juízes, promotores, defensores públicos, advogados, estudantes de Direito, servidores e convidados. O funcionamento do sistema foi detalhado pelo gerente de sistemas judiciais informatizados do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e responsável pelo Núcleo Técnico do PJE, Dalton Luiz Fernandes Severino. Desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais estaduais, o PJe é um software que tem como objetivo automatizar as atividades do Judiciário. A proposta do CNJ é padronizar e unificar todas as informações e processos judiciais, nas esferas das justiça federal, estadual, militar e do trabalho, no Brasil inteiro. Dalton Luiz destacou as possibilidades que podem surgir com a implantação do sistema. “É uma ferramenta poderosa e que abrirá para todos nós do Judiciário um leque de possibilidades. Estamos começando agora a plantar algumas sementes, é algo que podemos explorar muito”, disse o gerente. A diminuição da sobrecarga de trabalho dos servidores e a economia de insumos, como com- Ulisses Nascimento Desembargador destacou que PJE é importante para o município bustível e papel, foi outro ponto ressaltado pelo responsável pelo núcleo técnico do PJE. O software está presente em 37 comarcas de Minas Gerais. Justiça mais ágil O desembargador Alberto Deodato Neto, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, falou sobre os ganhos para a comarca. “Se vê no horizonte uma perspectiva muito real de economia de papel, de sustentabilidade, e, principalmente, de agilização processual, que é que todos almejamos”, comentou. “A economia de papel vai gerar economia de espaço, gerando economia de espaço, gera-se local para depósito, por exemplo. São inúmeras as possibilidades, as perspectivas derivadas da implantação do PJE”, afirmou o desembargador. Ele representou o presidente do TJMG, desembargador Herbert Carneiro, na solenidade realizada ontem. Deodato atuou como juiz na comarca de 1991 a 1997. O magistrado lembrou que quando trabalhou na cidade, o prédio do fórum ficava na região central (atual Secretaria Municipal de Educação, ao lado da Praça Sete de Setembro) e o município contava com duas varas de Justiça. Naquela época, eram aproximadamente 600 processos. Atualmente, apenas a segunda judicial possui seis mil processos. “É uma constatação de que realmente Monlevade cresceu, como tem crescido, e o processo judicial eletrônico vem a calhar para ajudar a desafogar essa situação caótica, que, para minha surpresa, a gente está encontrando aqui”, declarou. “Nunca tive uma expectativa tão positiva como agora, porque ela é real, é palpável. Esperamos que seja ela realmente um caminho para que, de fato, os senhores advogados possam trabalhar com mais celeridade e que a parte destinatária final do nosso trabalho receba o que é de direito o quanto antes. Justiça que tarda não é justiça”, finalizou. Para ter acesso ao sistema, o advogado deve fazer a certificação digital. Mais informações no site www.tjmg. jus.br/pje. Ulisses Nascimento - Jornalista e Consultor Político Email: contrateumjornalista@gmail.com Blog: contrateumjornalista.wordpress.com BDMG anuncia redução das taxas de financiamento para empresas Geral - O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) anunciou, na última semana, a redução de taxas de financiamento para as empresas no estado. A iniciativa tem o objetivo de estimular a economia por meio da atividade empresarial, além de contribuir para a geração de empre- go e renda. A medida faz parte do Programa Mais Investimentos, criado pelo Governo de Minas Gerais visando movimentar a economia do Estado e gerar novas oportunidades de emprego. Nessa nova frente estão previstos 30 produtos com redução de juros, que alcançarão todos os segmentos de atuação do BDMG: micro, pequenas, médias e grandes empresas. Estão estimados, para este ano, mais de R$ 1 bilhão para financiamento de itens com queda nas taxas, sendo R$ 772 milhões com recursos próprios do BDMG. Atual turnê pode marcar despedida d’O Rappa Geral - Após mais de 20 anos de estrada, a banda O Rappa anunciou na última quarta-feira (03) que vai fazer uma pausa na carreira por tempo indeterminado. No comunicado, divulgado nas redes sociais, o grupo garante que cumprirá a agenda de shows da turnê até fevereiro de 2018. João Monlevade é uma das cidades contempladas pela turnê com show confirmado para o dia 19 de maio no Parque do Areão. A notícia chocou uma legião de fãs em todo o Brasil e deixaram em alerta quem já sentiu o gosto dessa pausa no passado, quando a banda fez uma parada na carreira de aproximadamente dois anos, retornando em 2011 aos palcos. A justificativa na época foi a necessidade de descanso depois de quase duas décadas de estrada. Atualmente formada por Marcelo Falcão, Marcelo Lobato, Lauro Farias e Xandão Meneses, a banda O Rappa é uma das mais influentes e respeitadas bandas da música brasileira contemporânea. Os ingressos continuam à venda em Monlevade a R$ 30,00 para pista; R$ 60,00 para “Espaço Rumon” para universitários - em frente ao palco e com cerveja e água liberados. Já o camarote open bar (que inclui vodka, cerveja, catuaba, refrigerante e água) custa R$ 100,00. Os ingressos podem ser adquiridos na Br Mania, Pinte e Rabisque, Sketch (em Monlevade), Jobs Espeteria (em Itabira) e D2 Calçados (Santa Bárbara e Barão de Cocais). Divulgação O Rappa vem a Monlevade no dia 19 de maio

[close]

p. 8



[close]

Comments

no comments yet