Boletim Cristo Rei - Ano II - 11

 

Embed or link this publication

Description

Boletim mensal da Paróquia Cristo Rei

Popular Pages


p. 1

BOLETIM Ano II – Edição 11 Maio/2017 Nesta Edição: 2 Acontece - Dia das Mães - Festa Junina - CONSEG 3 Campanha da Fraternidade - Biomas - Mata de Santa Genebra Calendário Paroquial 4 Vida Cristã - Equipes de Nossa Senhora - Bispos em Assembleia Mensagem do Papa Palavra do Pároco Os Atos dos Apóstolos nos apresentam o modelo do “cristão” que devemos ser. Somos discípulos de Jesus de Nazaré e nos dispomos a seguir os seus passos para crescermos como Ser Humano e como Cristãos, e alcançarmos nossa realização plena que começa aqui e agora. Os primeiros cristãos aprenderam com os Apóstolos que é preciso perseverar. A “perseverança” é a palavra-chave para todo discípulo: “Os cristãos perseveravam no ensinamento dos Apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações (Atos 2,42). A Comunidade cristã é uma família de irmãos, reunida à volta de Cristo, animada pelo Espírito e que tem como missão o “testemunho”. O Papa Francisco diz que “A missão é uma paixão por Jesus... Ele quer servir-se de nós para chegar cada vez mais perto do seu povo amado. Toma-nos do meio do povo e envia-nos ao povo” (E.G. 268). A Comunidade cristã é, também, uma comunidade assídua à catequese dos Apóstolos. É uma comunidade que se constrói à volta da Palavra de Deus, que escuta e que partilha a Palavra. Não se prende a pretensas “revelações” pessoais, convicções e impressões pessoais que, muitas vezes, não passam de outras formas de manipular a Palavra de Deus. A comunidade cristã é, ainda, uma comunidade que celebra liturgicamente a sua fé. A celebração da fé comunitária dá-nos a dimensão de um povo peregrino, que caminha unido, voltado para o seu Senhor e tendo Deus como sua referência. Dessa celebração comunitária o cristão sai mais fortalecido, mais consciente, mais adulto e com mais força para ser testemunha da salvação. A comunidade cristã é uma comunidade de partilha. No centro dessa comunidade está o Cristo do amor, do serviço, do dom da vida. O cristão não pode viver fechado no seu egoísmo, indiferente à sorte dos outros irmãos. Ele aprendeu a “lavar os pés dos outros”, sentir a necessidade do outro e partilhar com ele seus sentimentos, sua experiência de vida, seu amor, e até seus bens materiais. A comunidade cristã é uma comunidade missionária, aberta aos outros. Cada cristão sente-se convidado a aceitar o chamado de Jesus, “sair da própria comodidade e ter coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do evangelho” (E.G.). Como diz o Papa Francisco na mesma Exortação: “Sonho com uma opção missionária, capaz de transformar tudo, para que os costumes, os estilos, os horários, a linguagem e toda a estrutura eclesial se tornem um canal proporcionado, mais à evangelização do mundo atual do que à autopreservação”. Cônego Luiz Carlos F. Magalhães

[close]

p. 2

PG 2 Boletim - Paróquia C r i s t o R e i Acontece DIA DAS MÃES Esta é uma festa muito comemorada na Paróquia Cristo Rei. As celebrações dominicais são preparadas pelas Equipes de Liturgia, e a Equipe de Dízimo oferece um brinde especial a todas as mães presentes nas missas. No dia 28 de maio, na Missa das Crianças, às 11h00, a Mãe de Jesus, também é lembrada com a realização da Coroação da Imagem de Nossa Senhora: de forma pedagógica queremos criar condições para que as crianças desenvolvam em seu coração um amor sincero a Maria. É com Jesus que aprendemos a cuidar bem de nossas mães: Jesus se preocupou com sua mãe numa hora em que poderia se ocupar apenas de si mesmo. Seu gesto nos mostra que devemos, como filhos, ter os nossos olhos sempre voltados para as necessidades de nossas mães. Mesmo tendo as nossas dificuldades não nos devemos descuidar delas. Muitas vezes elas só têm a nós. Quem ama se preocupa com o outro, mesmo estando em dificuldade. FESTA JUNINA A Equipe de Eventos já vem elaborando toda a programação, e a estrutura necessária para a realização da Tradicional Festa Junina da Paróquia. Vai acontecer nos dias 24/25 de junho e 01/02 de julho. A programação é levada ao Conselho Paroquial para que todas as Equipes tomem conhecimento da distribuição de barracas, tarefas e demais obrigações de cada um. Todo o sucesso da Festa está condicionado à participação de todas as Equipes, num trabalho em conjunto e de muita responsabilidade. Muitos irmãos que participam das assembleias litúrgicas, no final de semana, também se inscrevem para colaborar durante algumas horas nas barracas. A oportunidade é dada a todos. Assim se forma a comunidade. CONSEG O que significa a sigla? É o Conselho de Segurança do Bairro, apoiado pela Paróquia. É formado por grupos voluntários da Comunidade ou de um seguimento de pessoas com interesses comuns do mesmo bairro ou município. Eles se reúnem para discutir e analisar, planejar e acompanhar a solução de seus problemas comunitários de segurança, além de desenvolver campanhas educativas e estreitar laços. Cada Conselho é uma entidade de apoio à Polícia Estadual nas relações comunitárias, e se vincula às diretrizes emanadas da Secretaria de Segurança Pública. Sua legitimidade tem sido reconhecida pelas várias esferas de Governo, e por institutos independentes, o que permite afirmar que os CONSEGs representam, hoje, a mais ampla, sólida, duradoura e bem sucedida iniciativa de Polícia. As reuniões acontecem todas as segundas terças feiras de cada mês, no Salão Paroquial.

[close]

p. 3

Boletim - Paróquia C r i s t o R e i PG 3 Campanha da Fraternidade BIOMAS – MATA SANTA GENEBRA Calendário Paroquial Olhando as origens do lugar onde vivemos, em Campinas estamos dentro da Mata Atlântica, e Cerrado. Aqui perto temos a Mata Santa Genebra, que pertenceu ao Barão Geraldo de Rezende, no final do séc. XIX. Era considerada fazenda modelo na produção de café. No final do séc. XX, a Fazenda foi leiloada e passou a ser administrada por José Pedro de Oliveira, cuja viúva doou parte da mata para Campinas, com o desejo que fosse preservada. Em 1985 foi declarada Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE). Em 1992 o local foi tombado como Patrimônio Natural pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas (CONDEPACC). A gestão da ARIE, Mata Santa Genebra, é compartilhada entre a Fundação José Pedro de Oliveira, a Prefeitura de Campinas e o Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. Refúgio para várias espécies de animais e plantas, esta Mata é considerada de extrema importância, já que abriga algumas sob risco de extinção como o gato do mato pequeno e onça parda. Foram ainda identificadas 317 espécies de vertebrados silvestres, 17 espécies de anfíbios, 36 de répteis, 214 de aves e 50 espécies de mamíferos. A flora é classificada como remanescente da Mata Atlântica, que anteriormente possuía a maior área de cobertura do Estado de São Paulo e hoje é uma das mais devastadas do pais. A Mata Santa Genebra totaliza uma área de 251,77 hectares sendo o maior “fragmento de mata nativa de Campinas, e abriga cerca de 660 espécies nativas e plantas, algumas sob risco de extinção no país, como a palmeira-juçara e a canela–sassafrás. Ha ainda na MSG um borboletário que foi criado em 2000 em função da grande variedade de borboletas – mais de 700 espécies. Visitas e passeios Preocupada com educação ambiental a Fundação José Pedro de Oliveira como caminho para retomar, alicerçar, dar significado novo à nossa relação com a natureza, nossa integração com o meio em que vivemos para preservá-lo, promove atividades educativas como visitas monitoradas abertas à comunidade, visita monitorada de escolas e entidades, a Turma do Verde e Ecoférias. Os passeios abertos à população acontecem no último domingo de cada mês , das 9h as 12h, são monitoradas e devem ser agendadas com uma semana de antecedência. Já os grupos organizados precisam combinar através do contato pelo site: www.santagenebra.org.br. Pessoalmente acredito que esta Campanha da Fraternidade seja tarefa de uma vida, ou do que resta de nossas vidas, já que estamos falando de um assunto sério que é a sobrevivência dos seres humanos no planeta. Creio que se colocarmos em prática grande parte dessas propostas, poderemos mudar o rumo das coisas e promover grandes mudanças de mentalidade na grande maioria das pessoas, ainda muito alheias a esta problemática. Vamos ajudar a salvar o planeta? Esta é uma tarefa de todos, mas especialmente dos cristãos! Texto: Ana Lúcia de Vasconcellos 01 DIA DO TRABALHO - FERIADO Missa dos Enfermos - c/ confrat. - 17h 03 7º Encontro jovens - Vocacional - 19h30 04 Hora Santa - Adoração Sacramento - 19h45 ao Santíssmo 05 Encontro Missa do de Noivos - 19h Sagrado Coração de Jesus - 17h Encontro de Noivos - 13h30 06 Encontro formação Início das Inscrições Cont. História - 15h30 Catequese 2017/ 2019 Tirinhas da Solidariedade - Final das Missas Reunião com os Pais da 1ª Eucaristia - 9h 07 Encontro Crisma - Filme - 17h Tirinhas da Solidariedade - Final das Missas 09 Reunião Mensal CONSEG - 19h Preparação Bazar do Artesanato - 14h 10 8º Encontro jovens - Vocacional - 19h30 11 Bazar do Artesanato - 8h30 Não haverá Catequese - 9h 14 Encontro Encontro (Dia das Crisma - Mães) 17h Jovens - 17h DIA DAS MÃES 17 Encontro de Pais da Vocacional - 20h 20 Ofertas da Partilha na Preparação Batismo - Missa 16h Batismo - 9h 21 Encontro Crisma - 17h DOMINGO DE PENTECOSTES Ofertas da Partilha em todas as Missas Confraternização do futebol - 18h 24 9º Encontro jovens - Vocacional - 19h30 Festa do Dia das Mães Catequese e Perseverança - 15h30 27 Encerramento / Catecúmenos - 19h Missa casais aniversariantes - 19h Venda Pão de Mel / Salgados - Final Missas Coroação Imagem de Nossa Senhora - 11h Encontro dos Jovens - 17h 28 Terço - Encontro Crisma - 17h Venda Pão de Mel / Salgados - Final Missas FESTA DA SANTÍSSIMA TRINDADE 10º Encontro jovens - Vocacional - 19h30 31 Confissões da Catequese Rito Penitencial da Catequese Eventos, notícias, fotos Acesse nosso site www.paroquiacristorei.com.br

[close]

p. 4

PG 4 Boletim - Paróquia C r i s t o R e i Vida Cristã EQUIPES DE NOSSA SENHORA (ENS) São um movimento de espiritualidade conjugal cujo objetivo é ajudar os casais a viver plenamente o seu sacramento do Matrimônio, anunciando ao mundo os valores do casamento cristão pela palavra e pelo testemunho de vida. São uma escola de formação para casais cristãos unidos pelo sacramento do Matrimônio. Apesar de não ser um movimento Mariano, as ENS recebem o nome de Maria, colocando-se sob sua proteção. Não há melhor guia para ajudar a chegar até Deus do que aquela «que ocupa o primeiro lugar entre os humildes e os pobres do Senhor que esperam e recebem a Sua salvação com confiança» (Lumen Gentium {L.G.} 55). As Equipes de Nossa Senhora oferecem meios concretos para ajudar os casais a alimentar o amor conjugal e a prosseguir no seu caminho de conversão. Os casais, conscientes das suas próprias fraquezas e das dificuldades que encontram, decidem formar uma equipe e constituir uma comunidade de fé para percorrerem juntos, um caminho de conversão, apoiando-se uns nos outros. As equipes são constituídas por um número indicativo de 5 a 7 casais e um sacerdote, designado Conselheiro Espiritual. Reúnem-se mensalmente num encontro de oração, partilha e estudo de um tema de formação cristã, para se entreajudarem numa caminhada com Cristo. O movimento das Equipes de Nossa Senhora está presente em nossa Paróquia e colabora na Preparação de Pais e Padrinhos para o Batismo e Preparação dos Noivos para o Casamento. Agindo como “casal” eles têm oportunidade de testemunhar o Sacramento do Matrimônio e o ideal de viver a espiritualidade conjugal, buscando a santidade no matrimônio. BISPOS EM ASSEMBLEIA Na últina semana de abril e início de maio, todos os Bispos do Brasil estão reunidos em Aparecida para debater temas relevantes relacionados à Igreja Católica e seu povo, aprofundar a comunhão entre os bispos, deliberar matérias de sua competência e cuidar do relacionamento com os poderes públicos, a serviço do bem comum. Trata-se da Assembleia Geral Ordinária da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que se realiza uma vez por ano. Detalhes: www.cnbb.org.br Mensagem do Papa Um cristão sem Maria está órfão. Um cristão sem a Igreja é um órfão. Um cristão precisa destas duas mulheres mães: a Igreja e a Mãe de Deus. Maria nos ajuda a crescer humanamente e na fé; a ser fortes, e a viver com responsabilidade. Ela educa-os a não ceder à preguiça, a não conformar-se com uma vida cômoda, superficial, que se contenta somente com ter algumas coisas. Maria é a mãe que cuida dos seus filhos para que cresçam fortes, capazes de assumir responsabilidades, de assumir compromissos na vida, de tender a grandes ideais. A Virgem Maria educa seus filhos no realismo e na fortaleza diante dos obstáculos, que são inerentes à própria vida, e que Ela mesma padeceu ao participar dos sofrimentos do seu Filho. Maria sempre nos leva a Jesus. Ela é uma mulher de fé, uma verdadeira crente. Boletim da Paróquia Cristo Rei Distribuição gratuita  Period.: mensal  Tiragem: 500 exemplares Respons.: Pe. Luiz Carlos F. Magalhães - fogodaterra@terra.com.br Projeto gráfico e diagramação: PASCOM (Pastoral da Comunicação) Paróquia Cristo Rei Rua Elisiário Pires de Camargo, 210 Jd. Chapadão  Campinas, SP  CEP 13070-099 Tel: (19) 3242-0500  secretariacristorei@terra.com.br

[close]

Comments

no comments yet