Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

Quinta-feira, 13 de Abril de 2017 - Edição 4.136 - Ano XX

Popular Pages


p. 1

QUINTA-FEIRA 13 DE ABRIL - 2017 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.136 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 www.bomdiaonline.com Vereadores são denunciados pelo MP Kátia Passos Página 3 Servidores ocupam entrada da Prefeitura Carreta bate de frente em carro e mata três Átila Lemos Servidores foram para a Prefeitura, onde seria realizada uma reunião de negociação. Página 3 As três vítimas ocupavam o Uno. Página 7 O que funciona neste feriado? Página 6

[close]

p. 2

BOM DIAquinta-feira, 13 de abril de 2017 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Reportagem Kátia Passos • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. Vai com Karma Enquanto isso naquela seção espírita. - Calma que o espírito está incorporando... - Sr Laerte. É o senhor? - Oi. Sou eu. Quem são vcs? - Nós estamos numa seção espírita. Tem uma pessoa aqui que quer vê-lo. - Quem é mesmo? - Sou o Messias, Sr Laerte. - Messias? Eu não conheço nenhum Messias. - Eu sou da Pacheco Cobranças...preciso que o sr acerte aquela dívida com nosso cliente. - Mas era só essa que faltava. Cobrança depois de morto é inédito - A nossa empresa é inovadora, Sr Laerte. - Vai me desculpar mas eu conheço de direito. Quando a gente morre preescreve tudo. - Olha, Dr Laerte. Já vi que o sr não leu todo o contrato. Tem uma cláusula que diz que a nossa empresa pode executar a dívida inclusive no pós mortem. - Era só essa que faltava. Faz o seguinte. Vai co- brar do capeta. -Não dá. Ele é o dono da firma. - Quer saber? Devo, não nego. Mas não tenho como pagar. Não existe uma moeda no além. - Preciso informa-lo que a dívida tá passando até pra outra encarnação, ok? Tá no contrato. - Eu não vou mais pagar nada. Lálálálá. - Vai pagar sim. - Ah... quer saber? O atendimento de vcs é péssimo. Esse negócio de baixar na seção espírita não tá com nada. Esse pessoal não serve nem uma água, nem um cafezinho. Da próxima vez, me chamem num terreno de macumba. Pelo menos tem uma cachacinha, uma farofinha. Esses espíritas são muito muquiranas. - Sr Laerte. Não enrole. O sr não escapa da lei do karma. - Vc está perdendo seu tempo. Eu não tenho nada a oferecer. - Tem sim. Tem aquela conta secreta. - Que conta secreta? - Não finja de morto, sr Laerte. Nós botamos escuta telefônica, espionamos toda a sua vida. Nós temos convênio com a CIA. E com o MIB também. O SR não tem escapatória. - Putaquipariu. Diziam que morrer era descanso eterno. - Só nos passe a senha da sua conta secreta que a gente te deixa em paz por toda a eternidade. - Espere um pouco. Se eu lhes der a senha, quero perdão dos meus pecados e ir direto pro andar de cima? - Uhn... o chefe já tem planos pra você no andar de baixo... - Ah...lá em baixo serei só mais um e já tá maior superlotação. Lá em cima tá faltando gente. Quero aproveitar pra refletir bastante, rever conceitos... - Tá certo então. Mas me passe a senha, por favor. - 123456789 - Tá brincando. Uma senha tão idiota dessas? - Genial né? Ninguém iria imaginar. - Se fudeu, Mané. Ninguém mandou confiar em funcionário do capeta. Vai arder no mármore do inferno. - Eu já desconfiava. Por isso dei essa senha falsa. Chupa lacaio do capitoro. - Você não sabe com quem está lidando. Sabe que podemos fazer você reencarnar numa lesma paralítica na próxima encarnação? - E quem falou que eu quero reencarnar? Vou ficar por aqui mesmo assuntando as pessoas. Muito mais divertido. - Olha só. Já estou cansado da sua enrolação. Vou fazer a última oferta. O que você quer pra revelar a senha da conta. - Que isso, meu amigo. Eu não sou corrupto. O que vc está me oferecendo é propina. - Propina não. É meritocracia. Você vai ser recompensado pelas informações relevantes. - Eu não. Nem pensar. Vai que essa lava-jato chega aqui no além também? Tô fora. - Mas não é possível. Deve ter alguma coisa que possamos fazer para convencê-lo. - Já sei. Tem uma coisa. Eu sou atleticano.Se vocês fizerem o cruzeiro cair pra segunda divisão eu conto a senha. - Ai também não né? Isso nem o capeta consegue... FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com

[close]

p. 3

BOM DIAquinta-feira, 13 de abril de 2017 3.cidade Vereadores e servidores são acusados de uso indevido de verbas para viagens Santa Bárbara - O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ajuizou Ação Civil Pública (ACP) pela prática de ato de improbidade administrativa, entre 2013 e 2014, contra 10 vereadores e 13 servidores públicos do Poder Legislativo de Santa Bárbara. Todos são acusados de receber e utilizar indevidamente diárias de viagem. Pela apropriação do dinheiro público, eles também foram denunciados por crime contra a Administração Pública (artigo 312 do Código Penal), que prevê pena de reclusão de dois a 12 anos, e multa. A Justiça recebeu a denúncia e suspendeu o recebimento de diárias pelos denunciados. Conforme as investigações, entre 2013 e 2014, os 23 acusados receberam verbas indenizatórias para realizar gastos com viagens e deslocamentos para outras cidades, tudo sem justificativa ou comprovação de sua relação com o exercício da atividade legislativa. Além disso, o MPMG aponta que o recebimento da diária, na maior parte dos casos, deu-se de forma reiterada, como forma de constituir um acréscimo na remuneração dos agentes públicos. Para se ter ideia, em 2014, somente o presidente da Câmara Municipal embolsou mais de R$ 60 mil, equivalente a 174 diárias. O prejuízo total causado ao erário é estimado em quase R$ 530 mil. “A instituição de diárias de viagem não se converte em cheque em branco para que o agente público possa repassar para os cofres públicos os pagamentos de suas despesas pessoais.”, afirmam os promotores de Justiça que assinam a ação. Os integrantes do MPMG lembram que essa verba indenizatória constitui ressarcimento de despesas extraordinárias, não usuais. “O ressarcimento dos cofres públicos deve ser promovido pelos réus, que, além de se enriquecerem ilicitamente, foram responsáveis por prejuízo ao erário”, continuam. Na ACP, o Ministério Público pede a condenação de todos às sanções previstas na lei 8.429/92, conhecida como Lei de Improbidade Administrativa, entre elas ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o Poder Público. Em nota, a assessoria de comunicação do Legislativo afirmou que os vereadores e funcionários vão comprovar que agiram dentro da lei. “Todos estarão sempre à disposição do Ministério Público e do Judiciário. A nova gestão da Câmara Municipal de Santa Bárbara vai agir e trabalhar sempre com respeito às leis de maneira democrática, participativa e respeitosa”. Prefeita não recebe funcionários públicos por causa de “bagunça” João Monlevade Na tarde desta terça-feira (11), dezenas de funcionários públicos de João Monlevade participaram de mobilização para reivindicar reajuste salarial. A manifestação teve concentração na Praça do Povo. Posteriormente, os servidores foram para a Prefeitura da cidade, onde seria realizada uma reunião de negociação. No entanto, a prefeita Simone Carvalho (PSDB) adiou o encontro com a Katia Passos Os servidores foram para a porta da Prefeitura justificativa de que o movimento estaria causando tumulto. Isso porque os funcionários usavam apitos e gritavam palavras de ordem. Novo encontro deve ocorrer na próxima segunda-feira (17), às 14h. Após, os servidores se reúnem em assembleia para deliberarem sobre as negociações definidas na reunião com a comissão de negociação. Não é descarada a possibilidade de greve da categoria. Há quase 10 dias os servidores estão em estado de greve devido as negocia- ções salariais não progredirem. Nessa terça, boa parte deles cruzaram os braços como forma de advertência. Funcionários públicos e a administração divergem quanto ao reajuste dos salários e do vale-alimentação. A Prefeitura de João Monlevade ofereceu 5,38% de reajuste salarial e um acréscimo de R$ 14,00 no vale-alimentação. Os servidores pleiteiam reajuste de 14% e vale-alimentação de R$ 350,00 para todos os funcionários. Ex-prefeito e empresa de pavimentação devem devolver dinheiro Dionísio - O ex-prefeito de Dionísio, José Henriques, e a empresa de pavimentação e terraplanagem Pavitter, contratada para construir uma ponte no município, deverão restituir solidariamente o valor de R$ 73,6 mil pela obra que não foi concluída na cidade. A decisão foi da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), em sessão realizada hoje na última terça-feira, dia 3 de abril. Acompanharam o voto do relator Wanderley Ávila, o conselheiro Gilberto Diniz e José Alves Viana, que ficou vencido em parte quanto à aplicação de multa para empresa. A restituição deverá ser dividida em R$ 66,9 mil aos cofres estaduais e R$ 5,3 mil ao erário municipal. Além disso, o ex-gestor recebeu multa no valor de R$ 2 mil por não prestar contas de recursos públicos estaduais e R$ 3 mil pela prática de ato ilegal de que resultou dano ao erário. Os prejuízos foram apurados por meio de uma Tomada de Contas Especial instaurada pelo Gabinete Militar do Governador (processo nº 774.634). De acordo com o voto do relator, “em se tratando de convênio que envolva emprego de recursos públicos, o gestor e empresa estão sujeitos à jurisdição deste Tribunal de Contas, que, por sua vez, tem o poder-dever – ou, como preferem alguns, dever-poder – de fiscalizar a aplicação dos recursos, julgar as contas e, se for o caso, fixar a responsabilidade de quem tiver dado causa a irregularidade de que tenha resultado prejuízo ao Estado ou ao Município.” Segundo a assessoria do relator, este é o primeiro caso em que o Tribunal de Contas “responsabiliza particular que tiver dado causa à irregularidade da qual tenha resultado dano ao erário estadual ou a erário municipal”. Esse entendimento aconteceu após decisão de Incidente de Uniformização de Jurisprudência sobre o tema, na sessão do Tribunal Pleno do dia 8 de março desse ano.

[close]

p. 4

BOM DIAquinta-feira, 13 de abril de 2017 4.cultura ArcelorMittal estimula educação científica nas escolas Acom ArcelorMittal O convênio foi assinado durante evento na Prefeitura Municipal João Monlevade - A ArcelorMittal oficializou no início da semana o convênio com a Prefeitura Municipal de João Monlevade e a Secretaria Municipal de Educação para o desenvolvimento do programa ArcelorMittal Ciências. A assinatura do acordo foi realizada no auditório da Prefeitura de João Monlevade e contou com a presença de autoridades e profissionais da rede municipal de ensino. O ArcelorMittal Ciências visa contribuir para a melhoria da qualida- de do ensino e aprendizagem de ciências por meio de ações junto a professores e alunos de escolas públicas. Para os alunos, pretende-se estimular o interesse pela área científica. Já para os professores, a contribuição será na linha da formação e no auxílio ao desenvolvimento de aulas com recursos diferenciados e experimentos científicos. Três ações estão previstas para o ano em João Monlevade. A primeira delas foi realizada nesta segunda-feira na área externa da prefeitura. Um telescópio ficou à disposição de alunos da rede municipal para observação astronômica. A segunda ação prevista é um curso de formação de professores do ensino fundamental da rede pública com foco na potencialização do uso de experimentos científicos em sala de aula. Em um terceiro momento, está prevista a vinda a Monlevade de um caminhão de ciências itinerante, que ficará em algum espaço público aberto à comunidade. Secretaria de Meio Ambiente promove capacitação técnica a estagiários do Broto da Vida João Monlevade - A Secretaria de Meio Ambiente, em parceria com a Sollar Soluções Ambientais, promoveu na última semana, na Câmara Municipal de João Monlevade, a primeira etapa de capacitação técnica na área ambiental aos estagiários do Projeto Broto da Vida, de iniciativa do Legislativo monlevadense. O treinamento foi ministrado pelo consultor ambiental Reginaldo Pinheiro. O curso teve duração de três horas e teve como diferencial a teoria e prática voltadas para a fiscalização ambiental nos empreendimentos da cidade. A iniciativa faz parte do programa de Educação Ambiental voltado para estagiários dos cursos de engenharia Ambiental, Civil e de Minas da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) e da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). O programa visa preparar os estagiários para o mercado de trabalho por intermédio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Meio Ambiente, no âmbito da lei ambiental, licenciamento e resoluções que se aplicam nos segmentos empresariais. “O objetivo da Secretaria de Meio Ambiente é promover ações integradas com o poder público, em parceria com empresas privadas, a fim de fazer a inserção dos jovens no mercado ambiental. Essa porta é essencial para que eles exerçam a cidadania e, assim, garantam uma responsabilidade socio- Maria Tereza Bicalho/Acom CMJM O objetivo do trabalho é capacitar estagiários e servidores da Prefeitura ambiental”, destaca a secretária de Meio Ambiente, Fernanda Ávila. Ainda segundo Fernanda, o objetivo é capacitar estagiários e servidores da Prefeitura a fim de minimizar os impactos ambientais no município por meio de treina- mentos e palestras para uma gestão de política ambiental implantada no desenvolvimento de uma cidade sustentável. A próxima etapa da capacitação técnica ocorrerá ainda este mês. Outras informações pelo telefone 3852-3151. Broto da Vida O projeto “Broto da Vida” foi instituído pela Câmara Municipal em 2015. A iniciativa visa promover a interação entre a Casa Legislativa e a comunidade, bem como promover a curto, médio e longo prazo a conscientização ambiental em diferentes públicos, com foco na legislação aplicável, atuando na educação, prevenção e combate a questões nocivas à natureza, bem como o debate de questões voltadas à área ambiental.

[close]

p. 5

BOM DIAquinta-feira, 13 de abril de 2017 5.cidade Cemig esclarece atuação da empresa em Monlevade João Monlevade - Em reunião realizada na Câmara Municipal, o agente de comercialização da Cemig, Eluyr Dias Silva, esclareceu aos vereadores a atuação da empresa em João Monlevade após a criação do Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi). O encontro foi solicitado pelo vereador Gentil Bicalho (PT) e contou com a presença dos parlamentares Lelê do Fraga, Cláudio Cebolinha (ambos do PTB), Revetrie da Saúde (PMDB), Vanderlei Miranda (PR), Belmar Diniz (PT), Sinval Dias (PSDB), Tonhão (PPS) e do presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD). As assessoras dos vereadores Fábio da Prohetel (PP) e Pastor Carlinhos (PMDB) também participaram da reunião, assim como o líder de negócios da Cemig em Ipatinga, Riwardeny Nunes Talin. Na oportunidade, Eluyr explicou que a agência da Cemig em Monlevade é responsável por 18 municípios na região. Além disso, o agente de comercialização da empresa disse que a comunicação da Cemig com o cliente melhorou muito nos últimos anos. “São vários os canais de atendimento que a empresa oferece ao cidadão como o Cemig Atende e o 116. Esses canais facilitam muito o contato do consumidor com a Cemig e agilizam o atendimento”, destacou. Segundo Eluyr, a Cemig era a responsável pela manutenção na rede de iluminação pública em Monlevade até 2015. A partir de então, os ativos de iluminação foram transferidos aos municípios atendendo a uma determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). “No caso de João Monlevade, a Prefeitura se tornou a responsável pela manutenção do serviço através da criação de um consórcio formado por 11 municípios, o Consmepi. O consórcio é responsável apenas pelos serviços de manutenção da rede de iluminação pública como troca de lâmpadas, mas nada impede que os serviços sejam ampliados“, salientou Eluyr. Quanto à utilização de Eluyr explicou sobre os canais de atendimento ao cidadão lâmpadas de LED a fim de economizar energia, conforme questionou o vereador Belmar Diniz, Eluyr disse que as lâmpadas de LED ainda não possuem certificação pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). “A utilização das lâmpadas de LED é uma tendência por ser mais econômica e permitir o controle da luminosidade. Na região, a cidade de Ipatinga já está adotando o uso de lâmpadas de LED. Outras cidades como São Paulo e Rio de Janeiro também já utilizam esse método”, comentou. Sobre a aparente insuficiência na iluminação em alguns pontos da cidade, Eluyr esclareceu que isso ocorre em função da potência da lâmpada. Segundo ele, alguns bairros e ruas de Monlevade parecem ser mais escuros apesar de possuírem postes suficientes. Quanto a isso, é necessário verificar a intensidade ou potência da lâmpada utilizada no local. “Esse serviço é de responsabilidade da Prefeitura. É ela quem irá avaliar quais os locais necessitam uma iluminação mais forte”, declarou. Outro ponto discutido foi com relação aos usuários inadimplentes. O questionamento foi apresentado pelo vereador Tonhão. De acordo com Eluyr, a Cemig oferece ao cliente que possui contas em atraso alternativas a fim de negociar a dívida. Para isso, o consumidor deve procurar a central de relacionamento da Cemig no município para negociar o débito. “Conseguimos negociar apenas dívidas superiores a um salário mínimo. Iremos avaliar a situação de cada cliente e propor a ele as melhores condições para quitar a dívida”, explicou. Ao fim da reunião, o presidente Djalma Bastos questionou a Cemig sobre problemas enfrentados por municípios da região em relação à prestação de serviço por empresas terceirizadas. Eluyr disse que as últimas prestadoras de serviço deixaram a desejar. Contudo, a exemplo de qualquer empresa pública, a Cemig deve cumprir o que exige a lei Maria Tereza Bicalho/Acom CMJM de licitações. “As duas últimas terceirizadas nos trouxeram muitos problemas. Chegamos até a pensar no encerramento do contrato, mas estávamos presos por conta da licitação. A Cemig teve um grande prejuízo, pois terá que arcar com as despesas e os passivos deixados pelas empresas terceirizadas”, lamentou. Por fim, Eluyr Dias afirmou que a nova empresa terceirizada pela Cemig apresentou ter mais qualidade e capacidade para prestar os serviços. Segundo ele, a empresa, que é sediada no Ceará, está fazendo um grande investimento em infraestrutura, treinamentos e compra de equipamentos para atender exclusivamente à Cemig.

[close]

p. 6

BOM DIAquinta-feira, 13 de abril de 2017 6.cidade Histórias Taberna conquista certificado “Garfo de Ouro” Catas Altas – No último dia de março a produção do guia “Garfo de Ouro” de São Paulo, que apresenta reportagens dos melhores endereços gastronômicos do Brasil, contatou o empresário e chef Marcos Lamego de Carvalho, informando que seu estabelecimento, o Histórias Taberna, havia sido certificado pela publicação. A produção explicou ao empresário que o fato se deu devido a produção da publicação ter recebido várias indicações do Histórias Taberna como uma referência gastronômica na cidade de Catas Altas. Diante disso os consultores do guia, que atuam no estado de Minas Gerais, foram a Catas O restaurante foi indicado como referência gastronômica Altas com o objetivo de avaliar (anonimamente) algumas especialidades disponíveis e verificar a qualidade da casa. A apreciação dos pratos se desdobrou em sete quesitos, com pesos diferentes: apresentação, temperatura, qualidade dos ingredientes, cozimento, harmonia (o equilíbrio dos elementos em uma receita), tem- pero e sensação final, que condensa impressões acerca dos quesitos anteriores. De acordo com os consultores, o Histórias Taberna acompanha um padrão de excelência e será indicado no site e nas mídias sociais do Guia como o melhor restaurante da cidade e entre os destaques gastronômicos do Brasil. O Histórias Taberna re- ceberá ainda o Certificado de Qualidade Gastronômica de 2017, sendo a casa a única indicada no município. Quem viaja sabe que a citação do Guia Garfo de Ouro é uma referência e uma garantia de qualidade. O empresário Marcos Lamego comemorou muito a certificação e disse: “foi com grande alegria que recebemos está notícia, desde de 2003 nossa casa vem trabalhando com muito respeito aos nossos cliente e buscando sempre manter o padrão de qualidade e sabor de nossos pratos, destacando também nossos colaboradores que ao longo desses 14 anos dedicaram suas habilidades à nossa casa”. Fotos: Dindão Histórias Taberna acompanha um padrão de excelência Confira o que funciona na Semana Santa Vários serviços da Prefeitura de João Monlevade não vão funcionar hoje, quinta-feira (13), em razão do ponto facultativo. Como sexta é feriado, diversos órgãos e equipamentos da administração municipal só voltarão ao funcionamento normal na próxima segunda (17). Confira o que abre e fecha no feriadão prolongado. Comércio As lojas e supermercados não abrem na sexta-feira da Paixão, 14. O expediente volta ao normal no sábado, 15. Bancos As agências bancárias fecharão na sexta-feira da Paixão, 14, reabrindo na segunda-feira, 17. Na quinta-feira, 13, as agências funcionam normalmente. Saúde O Pronto Atendimento (PA) e o Hospital Margarida funcionam normalmente durante 24 horas por dia. Os centros de saúde não funcionam na quinta-feira e nem na sexta Santa. Plantão de chuvas A Defesa Civil funciona 24 horas por dia, todos os dias, inclusive aos domingos e feriados. Os telefones de contato é o 3852-8100. Limpeza Urbana As coletas domiciliar, seletiva e hospitalar serão executados normalmente em João Monlevade na quinta-feira, dia 13 de abril. No feriado de Sexta-Feira da Paixão, dia 14, não haverá serviços de limpeza. Ingressos para o show d’ O Rappa têm venda relâmpago nesta semana Divulgação Catuaba variada) Os ingressos estão à venda na BR Mania, Pinte e Rabisque e Sketch. O Rappa em João Monlevade é uma realização da Trio Produções, D+ Produções, Stillo Eventos e Chrs Eventos. O Rappa vem a Monlevade no dia 19 de maio 10 anos da D+ João Monlevade - A venda relâmpago de um lote de ingressos para o show da banda O Rappa em João Monlevade trouxe ainda mais expectativa para o evento, confirmado para o dia 19 de maio no Parque do Areão. Desde o inicio da semana, os organizadores do evento liberaram ingressos a R$ 25,00 para pista promocional (com doação de 1 kg de alimento não perecível), R$ 30,00 pista normal sem doação de alimentos, R$ 50 pista premium (frente ao palco) e R$ 80,00 para o camarote open bar, com Cerveja Brahma, Vodka Orloff, refrigerantes e O show do Rappa faz parte das comemorações de 10 anos da D+ Produções. O primeiro evento em alusão à data foi o show de Henrique e Juliano, realização em março.

[close]

p. 7

BOM DIAquinta-feira, 13 de abril de 2017 CONECTE JÁ (31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906 www.internetsuper.com.br 7.polícia Acidente com carreta deixa três mortos Átila Lemos Trio tranca vigia do velório em sala e rouba carro O Fiat Uno ficou completamente destruído e chegou a ser arrastado por cerca de 50 metros São Gonçalo do Rio Abaixo – Três homens morreram na noite da última terça-feira (11), depois que uma carreta bateu de frente no carro em que eles estavam, no km 14 da MG-434, em São Gonçalo do Rio Abaixo. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista da carreta, Leonardo Dias Ricardo, 24 anos, disse que seguia pela rodovia em direção à BR-381 e em uma curva se assustou ao deparar com o carro no sentido contrário. Para tentar evitar a colisão, desviou para fora da pista, mas o motorista do carro de passeio também tentou desviar, porém para o mesmo lado, e os dois acabaram batendo de frente. Joel da Silva, 58 anos, José Eustáquio de Barcelos, 52 anos, e Antônio Renato Barcelos, 49 anos morreram antes do resgate chegar. O Fiat Uno ficou completamente destruído e chegou a ser arrastado por cerca de 50 metros. As vítimas que ficaram presas às ferragens. João Monlevade - O vigia do velório municipal de João Monlevade foi trancado numa sala do prédio público por três marginais e teve o seu carro roubado. O crime, registrado pela Polícia Militar, ocorreu na noite do último domingo (9). O prédio do velório passa por reformas A vítima contou aos militares que estava de serviço no local quando os marginais, vestindo roupas escuras, anun- ciaram o assalto. Um dos bandidos estava armado. Ele teria rendido o vigia e o tracado na secretaria do estabelecimento. O vigia foi obrigado a deitar no chão e entregar a chave do seu carro. Ele também R$360,00, dois celulares e uma mochila com diversos produtos de higiene pessoal roubados. A vítima foi trancada dentro da secretaria e, antes de deixarem o local, os marginais ainda arrancaram o telefone fixo da parede para evi- tar que a polícia fosse chamada. Após alguns minutos a vítima arrombou a porta e pediu ajuda a um homem que passava pelo local. Durante rastreamento a polícia recebeu informações de que três indivíduos haviam abandonado um veículo, que possuía sistema antifurto, na Rua Maria Clementina Braga. Os autores foram vistos fugindo a pé e não foram localizados.

[close]

p. 8



[close]

Comments

no comments yet