Jornal Alerta | Edição 1754

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Alerta | Edição 1754

Popular Pages


p. 1

Assine Já Assinatura Anual: R$ 150,00 Assinatura Semestral: R$ 75,00 Exemplar: R$ 1,50 16 páginas Fundador – Antônio Carlos Santos Nunes - ano 30 Edição 1754 - Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Cabeleireiro teixeirense é morto ao reagir a assalto CianoMagentaAmarelo A vítima, conhecida como Wamevo Hair, era de Teixeira de Freitas, e estava em Vitória para participar de cursos na área de beleza e estética Definido os ajustes para o início do Municipal de Futebol Após o convênio selado entre a LFTF (Liga de Futebol de Teixeira de Freitas) e a Secretaria de Esportes, o presidente da entidade, Luciano Ferreira e toda a sua diretoria convocaram a reunião para entrega das fichas e para definição de alguns pontos que precisavam ser discutidos entre os clubes e a LFTF. A reunião contou com a presença de 11 representantes dos 14 clubes que participam da primeira divisão. Entres os representantes estiveram presentes: União Esporte Clube; Vila Nova; Boca Júnior; Botafogo; Grêmio; São Lourenço; Vila Real; Nordeste; Beira Rio e Real. Liberdade e Lafe Espuma não mandaram representantes, porém confirmaram participação na competição. Já a equipe do União Castelinho, através do seu presidente informou a diretoria da LFTF que não irá participar da competição neste ano. Com um time a menos, serão 13 equipes participantes. (Página 10) Reunião definiu a fórmula de disputa e data de início do Campeonato da primeira divisão. O corpo do cabeleireiro foi transladado para Teixeira de Freitas onde foi enterrado. Em razão da repercussão do caso a polícia capixaba já divulgou o retrato falado do autor do crime. Esta semana mais um profissional teixeirense foi vítima da violência em Vitória no Espírito Santo. O empresário e cabeleireiro conhecido com Wamevo Hair, morador de Teixeira de Freitas, morreu após ser alvo de um assalto na praia de Manguinhos em Serra/ES, na tarde de quarta-feira (15). Wamevo Santos Cardoso, estava com a mulher e os filhos na praia quando um bandido, com uma arma enrolada na camisa, abordou a mulher do empresário na areia da praia. Wamevo ao retornar do banho percebeu a ação do bandido e ao simular tirar o relógio do braço para entregá-lo partiu para cima do assaltante, entrando em luta corporal com ele. Em luta o assaltante efetuou um disparo para o alto e dois que acertaram um de raspão no braço e outro no peito. Ele chegou a ser socorrido, mas veio a óbito 30 minutos depois. (Página 13) Outras notícias Itália aprova criação de 'Bolsa Família' de até 480 euros mensais. 03 Parceria entre CrediBahia e a prefeitura atinge a cifra de 1 milhão em empréstimos. 04 Teixeirenses também saíram às ruas contra Reforma da Previdência. 04 Mentoria online desmitifica a gestão financeira para empreendedores. 04 Município apresenta Plano de Ação para estimular mandiocultura. 04 Em mais dez anos ficaremos muçulmanos por culpa da nossa estultice. 05 Suzano Papel e Celulose abre inscrições para Programa de Estágio. 06 Traficante com mandado de prisão reage a abordagem e acaba morto Na manhã de quinta-feira, 16 de março, policiais militares da RONDESP, deslocaram-se a uma residência à rua Monte Carmelo, no bairro Luiz Eduardo Magalhães, que segundo denúncias anônimas estaria sendo usada para tráfico e consumo de drogas. Assim que encontraram o imóvel os policiais fizeram um cerco, mas um indivíduo, ao perceber que seria abordado, correu em direção a um dos dormitórios e efetuou disparos contra a guarnição. No revide, segundo os militares, Milton Vieira Filho, o “Miltinho”, apontado como dono de algumas “bocas de fumo” na cidade acabou alvejado e apesar de ter sido socorrido ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), acabou não resistindo e veio a óbito. (Páginas 13). Miltinho trocou tiros com a Rondesp acabou morto.

[close]

p. 2

02 Bastidores Por Antônio Carlos 19 a 26 de março/2017 Geral Editorial Assunto do dia Embora o Presidente da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, vereador Agnaldo da Saúde, tenha baixado um Decreto proibindo o uso de veículos da Câmara em “missões particulares”, o fato aqui em pauta é o uso de um dos veículos no período de carnaval em uma das praias da vizinha cidade de Caravelas pelo vereador Darlan Martins Lopes.   Pois bem: O nobre edil deveria saber de antemão que o uso do veículo para tais fins não condiz com a ética, responsabilidade, moralidade, enfim, não pode usar o carro para seu lazer ou de outros ligados ele, no entanto, para encobrir o erro, tentou cobrir o carro com pedaços de lona etc. etc e tal.   Mas como no balneário... Venta muito, os pedaços de lonas acabaram por deixar à mostra as logomarcas da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas e como o celular é uma máquina inventada pelo ‘diabo’, o portador não perdeu a oportunidade clicou o veículo, jogou nas redes sociais e não deu outra, rebu total.   Errou ao economizar Mas o mais inusitado é que dias depois, esse Colunista se encontra com o vereador Ronaldo Cordeiro “Baitakão”, no centro de Teixeira de Freitas e aborda o fato apenas para comentários pessoais, no entanto, o edil sai com essa pérola: “Seu erro foi ter economizado. Não devia ter comprado uma lona maior?   Fica então a dúvida... Quantas lonas não foram compradas até hoje para que as logomarcas da Câmara não fossem fotografadas por internautas?   Prostíbulos A palavra é pesada, mas não vejo melhor hora para empregá-la diante do que vem ocorrendo há anos em nossas cidades litorâneas.   Em todos os carnavais E grandes eventos festivos, nos deparamos nos portais das cidades da Costa das Baleias (Prado, Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri), com dezenas de pessoas distribuindo preservativos / camisinhas. Os veículos são parados e sem nenhum pudor são entregues aos motoristas (a maioria deles com famílias e filhos adolescentes) com a nítida expressão facial: entre que o sexo com camisinha tá liberado.   Isso me enoja Pois nosso litoral não pode mais servir de orgia incentivada por nossos gestores (secretários de saúde e prefeitos), precisamos sim, que as famílias da região e os turistas venham para se divertir com a festa, não com incentivo ao sexo.   O resultado desse indesejável ato Se veem no segundo semestre do ano com dezenas e centenas de jovens mães solteiras que sequer sabem com quem transou nas orgias das festas de fim de ano e carnaval. O leitor pode questionar. A camisinha não serviu pra nada? Serviu apenas para abrir o apetite sexual.   Jornal Alerta nos 30 Choro e lágrimas Pela saída do Padre Aparecido da Secretaria de Bem Estar Social da Prefeitura de Teixeira de Freitas. Contam nos bastidores que dois motivos levaram o Padre Aparecido, a deixar a Secretaria: a falta de recursos e a sua candidatura a candidato a prefeito por Teixeira. Avaliações políticas feitas por terceiros afirmam que faltou jogo de cintura para segurar o Padre no cargo, pois ele era uma ancora e um porto seguro da Administração Wagner Mendonça.   IV Feira da Cultura Foi de tirar o chapéu a apresentação da Escola de Música Villa Lobos, durante a abertura da IV Feira da Cultura na Praça da Bíblia. A galera literalmente aplaudira de pé o coral.  Completando, quero parabenizar o Pires e toda a sua equipe pelo brilhante trabalho na realização da Feira Cultural, assim como o apoio dado pelo prefeito Wagner Mendonça.   Parabéns Ao técnico, Richard Alves pelo novo cargo de Gerente Regional do Sebrae em Porto Seguro. Richard é um profissional tarimbado que conseguiu chegar onde chegou, graças ao trabalho sério e sempre perseverante. Como diz sua mãe, Carla Alves, diretora da Revista Atual e nossa Colunista Social: “Você vai longe garoto”.   Final de Coluna “Recordista mundial em número de sindicatos, o Brasil cria 250 novas organizações desse tipo por ano. Segundo a revista Veja, em outubro do ano passado, havia 16.293 deles, prontos para servir de sinecura a dirigentes e de complicador às relações de trabalho. O motivo pelo qual os temos em tal quantidade (125 vezes mais do que os Estados Unidos e 180 vezes mais do que a Argentina) é o mesmo pelo qual são tantos os nossos partidos políticos. Há muito dinheiro fácil para uns e outros”. Percival Puggina. A palavra Dizem que as palavras são como o vento, mas sabemos que os ventos possuem as suas intensidades, ele pode ser uma brisa bem como um furacão. E se de fato as palavras são como um vento, cabe à boca dar a elas o seu formato, a sua intensidade de brisa ou furacão. Você já parou para pensar o quanto as palavras são importantes em nossas vidas? Você já parou para pensar que muitos sonhos se encontram e se realizam através de algumas palavras? Com elas nos encontramos, nos completamos, nos alegramos, com elas nos tornamos mais gente, isto quer dizer, nos tornamos pessoas melhores. Em tempos idos, um dia o “fio de bigode” (uma expressão forte muito utilizada pelos rincões do Brasil) valia o equivalente a uma palavra, pois demonstravam a firmeza de cará- ter, noutro a palavra dita valia mais que qualquer coisa, depois de pronunciada seria seguida e cumprida e nos tempos modernos elas continuam ainda mais presentes, contando também com a popularização da forma escrita, só que em muitos casos requerem registros, pois elas por si só não bastam. Todavia, podemos afirmar que elas não se findaram. Para muitas pessoas as palavras, sonoramente pronunciadas, não fazem mais sentidos, pois para estas pessoas parecem que elas estão perdendo o valor, pois são ditas e em muitos casos não são cumpridas e nem tão pouco respeitadas. Confirmando talvez que as palavras são como os ventos! Nelas também se encontram os sonhos. O sonho de ouvir qual será a primeira palavra de um filho; o sonho de aprender a ler e escrever; o so- nho de poder ouvir e também dizer uma frase que expressa o maior dos sentimentos humanos: “eu te amo”; o sonho de ver um livro publicado; os sonhos de uma letra musical criada; o sonho transcritos em uma carta, e-mail ou mensagem eletrônica; o sonho de ter um diploma que certifica o desenvolvimento profissional; o sonho de poder planejar uma viajem; o sonho que nascem depois da leitura de tantas outras palavras... A palavra, mais do que um vocábulo, um registro, uma expressão ortográfica, é também a manifestação do conhecimento, do saber, do desejo, do sonho, do pensamento... nas palavras pode-se concentrar a externalidade da alma, pode-se transfigurar o sujeito. A palavra caracteriza o clímax da comunicação, a verbalização do ser. Nela, almas se unem, projetos ganham força, a sociedade estreita seus laços. Já diria um ditado popular, quando mal dita, mata mais que a espada, bem dita alavanca o ser da obscuridade. A palavra que em si mesma apenas representa o que em muitos casos a própria palavra não pode ou não consegue representar, por isso ela se transforma em poesia, em filosofia, em uma manifestação espiritual, nas incalculáveis maneiras do ser humano tentar mostrar com ele de fato é. É a palavra que faz da vida uma história e que possibilita que a mesma seja eternamente registrada, criando elos que interligam gerações. E termino pensando e indagando, o que seria de nós se não fossem as palavras?  Walber Gonçalves de Souza é professor e membro das Academias de Letras de Caratinga e Teófilo Otoni. Português do Dia a Dia A origem do termo “Tchê” Por professor Sérgio Nogueira   “Há quem goze de nosso uso do termo “TCHÊ”, ache até chulo-grosseiro este linguajar. Se soubessem a sua origem, aí abaixo relatada, talvez mudassem sua opinião.” Sotaques e regionalismos na hora de falar são conhecidos desde os tempos de Jesus. Todos na casa do sumo sacerdote reconheceram Pedro como discípulo de Jesus pelo seu jeito “Galileu” de se expressar. No Brasil também existem muitos regionalismos. Quem já não ouviu um gaúcho dizer: “Barbaridade, Tchê”? Ou de modo mais abreviado “bah, Tchê”? Essa expressão, própria dos irmãos do sul, tem um significado muito curioso. Para conhecê-lo, é preciso falar um pouquinho do espanhol, dos quais os gaúchos herdaram seu “Tchê”. Há muitos anos, antes da descoberta do Brasil, o latim marcava acentuada presença nas línguas européias como o francês, espanhol e o português. Além disso, o fervor religioso era muito grande entre a população mais simples. Por essa razão, a linguagem falada no dia, era dominada por expressões religiosas como: “vá com Deus”, “queira Deus que isso aconteça”, “juro pelo céu que estou falando a verdade” e assim por diante. Uma forma comum das pessoas se referirem a outra era usando interjeições também religiosas como: “Ô criatura de Deus, por que você fez isso”? Ou “menino do céu, onde você pensa que vai”? Muita gente especialmente no interior ainda fala desse jeito. Os espanhóis preferiam abreviar algumas dessas interjeições e, ao invés de exclamar “gente do céu”, falavam apenas Che! (se lê Tchê) que era uma abreviatura da palavra caelestis (se lê tchelestis) e significa do céu. Eles usavam essa expressão para expressar espanto, admiração, susto. Era talvez uma forma de apelar a Deus na hora do sufoco. Mas também serviam dela para chamar pessoas ou animais. Com a descoberta da América, os espanhóis trouxeram essa expressão para as colônias latino-americanas. Aí os Gaúchos, que eram vizinhos dos argentinos e uruguaios acabaram importando para a sua forma de falar. Portanto exclamar “Tchê” ao se referir a alguém significa considerá-lo alguém “do céu”. Que bom seria se todos nos tratássemos assim. Considerando uns aos outros como gente do céu. Um abraço, Tchê! Por Equipe Palavreiros da Hora. Colabore com o Lar dos Idosos de Alcobaça. A doação de alimentos pode ser entregue durante as celebrações eucarísticas na Igreja Matriz São Bernardo e nas comunidades da sede. Doar é um gesto de amor. EXPEDIENTE Fundado em 01/07/87 Layse Araújo Pereira - Publicação: APA - Agência Publicitária Alerta CNPJ: 02.555.291/0001-00 Av. Mal. Castelo Branco, 232 - Sala 04 - Centro de Teixeira de Freitas - BA Fonefax: (73) 3292-1325 DIRETORA EXECUTIVA: Layse Araújo Pereira DIRETOR FUNDADOR: Antônio Carlos Santos Nunes EDITOR: Antônio Carlos Santos Nunes MTbBA 4446 ASSESSORES JURÍDICOS: Drs. Wilson Victor de Alcântara e Rosi Maria e Meira. Circulação nas principais cidades do Extremo Sul. DIAGRAMAÇAO e EDITORAÇÂO ELETRÔNICA: Ronildo Texano (73) 9953-9971 Auxiliar de redação e revisão: Carla Félix Representações: COOPERMIDIA PUBLISH SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS LTDA. São Paulo - Rua João Batista de Souza Filho, 215 – Caxingui – CEP 05515- 040 – São Paulo/SP Fone: 3721-1033 / 3032-4102 Rio de Janeiro – RJ: Av. Almirante Barroso, 06 – Sala 1502 – Centro – CEP 20031-002 – Rio de Janeiro/RJ – Fone: (21) 3286-3767 IMPRESSÃO: Gráfica ALERTA - Av. São Paulo, 1880 – Bonadiman Teixeira de Freitas­- Bahia As matérias em circulação ou assinadas não representam a opinião do editor ou mesmo do Jornal, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores E-mail: alertajornalalerta@yahoo.com.br www.jornalalerta.com.br

[close]

p. 3

Publicidade Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 03 Intersecção Por Roberio Sulz (*) Gás e energia Ainda que por um curto tempo, estive à frente do Programa Nacional de Pesquisa de Energia Alternativa para a Agricultura, o PNP-ENERGIA, da Embrapa. Na oportunidade, robusteci meus conhecimentos no assunto com pesquisa, leitura e proveitosas conversas com gente do ramo. Muito me ajudou nesse mister o saudoso amigo, Prof. Bautista Vidal. Não cheguei às equações de produção calórica, resultantes da oxidação de combustíveis. Mas consegui enxergar razoavelmente bem os meandros da política energética brasileira, especialmente nossa confusa matriz energética. Vivíamos, naquela época, ainda sob a esperança do etanol como porvir de alternativa limpa, sustentável e economicamente viável aos tradicionais combustíveis fósseis. Chamaram-me à atenção duas fontes de energia de usual consumo doméstico: eletricidade e o gás engarrafado, o famoso GLP – gás liquefeito de petróleo. Lembrei-me que nos Estados Unidos, pelo menos nas cidades onde morei, regularmente não se usava o GLP, mas, tão somente energia elétrica no consumo doméstico. Inferi que no Brasil, a popularidade do GLP se fazia e ainda se faz mais como imposição que por opção, uma vez que a energia elétrica é fornecida ao consumidor doméstico a preço escorchante, por conta dos elevados encargos tributários incluídos, além dos lucros extorsivos das geradoras, transmissoras e distribuidoras de energia elétrica. Todo esse arranjo para acomodar pressões entre grupos econômicos ligados ao setor energético e influentes em governo passivo ou conivente. O usuário final de energia elétrica termina, compulsoriamente, engordando as burras dos diversos agentes do setor. E, por desgraça, obrigado a consumir o gás liquefeito de petróleo – GLP. Sem contar os riscos de explosão, incêndio, mortes, intoxicação etc., o GLP chega a preço final emprenhado de custos que se sucedem e se acumulam. Se não, vejamos: 1º petróleo, seu único insumo (nada barato e importado em grande parte); 2º operações industriais de refino; 3º comercialização no repasse da refinadora à distribuidora; 4º operações de transferência, sob pressão, para tanques de transporte rodoviário; 5° transporte - na maioria rodoviário - até as centrais engarrafadoras, implicando em frete, seguro, desgaste de pavimento rodoviário, risco de acidente, incertezas no percurso etc. 6º operações de fracionamento, isto é, de engarrafamento em botijões (cascos metálicos, mais pesados que o próprio gás), adicionando-se, nessa fase, custos relativos à produção, transporte, manutenção e reposição de botijões, desde o fabricante até os engarrafadores, onde ainda se agregam mais custos paralelos; 7º transporte dos botijões cheios até as subdistribuidoras locais, destas aos varejistas e, por fim, aos usuários finais; 8º recolhimento e retorno dos botijões vazios; 9º lucratividade entre os agentes envolvidos, distribuidores, subdistribuidores, varejistas etc. Acrescente-se a esses elementos, o fato de nosso país possuir dimensões continentais e, com isso, sujeitar-se ao desabastecimento de comunidades mais afastadas, quando da interrupção de vias por enchentes, inadequação de pavimentos, acidentes, manifestações grevistas etc. Isso sem contar com a suspensão voluntária de fornecimento por inescrupulosas questões comerciais, como já ocorreu em certas épocas. Considere-se, ainda, que a oferta comercial de gás está nas mãos de um oligopólio, o que fragiliza a matriz energética nacional e submete o consumidor a ditames fora do controle governamental. A supressão comercial do gás de cozinha ou o descontrole de seu preço afeta pontualmente a camada mais pobre da população, ao contrário da suspensão do fornecimento de energia elétrica que afetaria também outros segmentos da economia com maior poder de barganha junto a governantes.  Cabe, em síntese, indagar: (a) seria o valor energético contido no gás de cozinha engarrafado que chega ao consumidor maior que o utilizado em toda essa cascata de produção, transporte, manipulação e comercialização (sem contar o metabólico das pessoas envolvidas, bem como o desperdício e as perdas comuns em produto tão volátil)? (b) qual o valor isolado do gás nessa complexa engrenagem? (c) não se chegaria a melhores índices de segurança e eficiência energética se o GLP ou seu insumo fosse usado como combustível em termelétrica? O curioso nesse cenário é que o GLP ainda consegue ser mais barato na cozinha que as resistências elétricas de aquecimento, razão de sobra para se suspeitar que o governo subsidie não o gás, mas todo esse complexo processo e os interesses de seus dos agentes envolvidos. Os exatos números dessa equação não são fáceis de obtenção. Contudo, não é difícil concluir que, fora de nosso conhecimento, há algo inexplicável nessa preferência pelo GLP em nosso país. Urge, pois, uma melhor reflexão sobre a matriz energética nacional, para reestruturá-la tomando como referência os custos e riscos de produção e transporte, bem como fatores estratégicos de segurança social. *Roberio Sulz é biólogo e biomédico pela UnB; M.Sc. pela Universidade de Wisconsin, EEUU. E pensador por opção. roberiosulz@uol.com.br Reforma política = CURTAS E PICANTES (18) anistia para os políticos Gilmar Mendes. Foto Joel Rodrigues/ObritoNews. A partir de agora, é preciso que te o que seria corrupção por parte se dê nome aos bois, deixando claro de parlamentares, enumerando os o que está acontecendo por trás de atos necessários para comprová-la eufemismos e outros subterfúgios. (como se isso fosse possível). Com Onde se lê “reforma política”, tra- isso, anistia-se também os que se- zendo toda uma discussão sobre rão acusados de outros crimes, financiamento eleitoral público e como corrupção e lavagem de di- voto em lista, leia-se anistia ampla e nheiro, na Lava Jato. geral para os políticos da Lava Jato. O líder do PT na Câmara, Ri- E não só para os corriqueiros cardo Zaratini, revelou em discurso casos de caixa 2 não envolvendo parte dessa articulação – e, princi- propina nem corrupção – que, jus- palmente, mostrou que o PT está tiça seja feita, devem ter tratamen- no acordo. Um almoço dominguei- to mais brando. A jogada em curso ro na casa do presidente da Câma- prevê a aprovação de um projeto de ra, Rodrigo Maia, com ministros lei estabelecendo detalhadamen- e líderes governistas já discutira o tema, traçando as linhas gerais da solução. O mais interessante é que estava lá também o presidente do TSE, Gilmar Mendes, hoje um dos principais articuladores dessa estratégia, peça essencial na interlocução Judiciário-Executivo-Legislativo. Coincidentemente ou não, Gilmar saiu dali direto para o Jaburu. Na quarta, o presidente Michel Temer se reuniu oficialmente com ele e com os presidentes da Câmara e do Senado em torno da pomposa pauta: “Reforma Política”. Mas o objetivo da reunião será, mesmo, a salvação de todos – ou de quase todos. Ainda é cedo para se prever se a articulação, tantas vezes fracassada no Congresso, desta vez terá sucesso. Tudo indica que sim, já que agora, para os políticos, não se trata mais de preservar o mandato ou a próxima eleição. A questão básica, para a maioria dos que vão aparecer hoje ou amanhã na Lista de Janot, é não ir para a cadeia. O mais curioso disso tudo é que assim, a toque de caixa, o Brasil poderá finalmente presenciar uma reforma política, com medidas drásticas e polêmicas que sempre foram refugadas pelo Congresso, como o voto em lista e o financiamento público das campanha... Por Helena Chagas. Mendes determina rito de urgência em ação da OAB contra condução coercitiva Brasília  - Sorteado como relator da ação na qual a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pede a proibição do uso da condução coercitiva em fase de investigação, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na quinta-feira (15) que seja adotado o chamado “rito de urgência” no processo, destacando a “relevância da matéria”. O ministro requisitou informações à Presidência da República, à Câmara e ao Senado, em um prazo de dez dias. Em seguida, a Advocacia-Geral da União e o Procurador-Geral da República terão mais cinco dias para se manifestar. Após isso, ele poderá levar diretamente para o plenário do Supremo a ação. Gilmar Mendes foi sorteado relator da matéria por prevenção, porque já era o relator de outra ADPF com tema semelhante. Ele ressaltou, no despacho em que decretou o rito de urgência, que esta outra ADPF da qual é relator já se encontra liberada para julgamento do plenário do STF, faltando apenas ser pautada pela presidência da Corte. Na arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF), como é chamado o tipo da ação enviada ao Supremo, a OAB quer a concessão de medida cautelar (liminar) “a fim de que se determine a impossibilidade de condução coercitiva na fase investigativa, ou que se restrinjam fielmente à hipótese de descumprimento de anterior intimação”. A OAB afirma que a utilização ainda em fase de investigação descumpre os preceitos fundamentais da imparcialidade, do direito ao silêncio, do princípio do sistema penal acusatório, do devido processo legal, da paridade de armas, da am- pla defesa e do contraditório, todos da Constituição Federal. Um dos advogados que assinam a peça é Juliano Breda, que tem defendido, como clientes, delatores da Lava Jato, especialmente da Construtora Andrade Gutierrez. Breda subscreve a ação na condição de conselheiro federal da OAB, ao lado do presidente da ordem, Carlos Lamachia, e das advogadas Lizandra Nascimento Vicente e Bruna de Freitas do Amaral. A OAB solicita também que, caso o pedido não seja atendido, o Supremo declare inconstitucional a “interpretação ampliativa” do artigo 260 do Código de Processo Penal, para que a condução coercitiva só seja feita, obrigatoriamente, havendo uma intimação prévia e em casos de não comparecimento injustificado do acusado. Por Estadão Conteúdo. Itália aprova criação de 'Bolsa Família' de até 480 euros mensais Projeto, que havia sido aprovado pela Câmara, recebeu aval do Senado italiano e vai para sanção do Executivo O Senado da Itália aprovou na quinta-feira (9/03) um projeto de lei que prevê a concessão de um benefício assistencial que varia entre € 400 e 480 (entre R$ 1.340 e R$ 1.600) mensais a famílias de baixa renda, em um modelo parecido com o do programa Bolsa Família no Brasil. Cerca de 400 mil famílias poderão ser beneficiadas. Para receber o benefício, os italianos terão que cumprir uma série de requisitos, como comprovação de baixa renda e ser uma família com ao menos um filho menor de idade. O texto foi aprovado com 138 votos a favor, 71 contrários e 21 abstenções e já tinha recebido o aval da Câmara dos Deputados em julho do ano passado. É mais um passo para ajudar as famílias em dificuldades. O compromisso social é uma prioridade para o governo", disse, pelo Twitter, o primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentilioni. De acordo com o ministro do Trabalho da Itália, Giuliano Poletti, foram destinados € 2 bilhões (sendo € 1,6 bilhão dos cofres italianos, e o restante de recursos europeus) para o projeto em 2017, e a mesma quantia para 2018. (*) Com Ansa. Derrota de João Bosco O ex-prefeito João Bosco sofreu mais uma derrota, desta vez na justiça. O Juiz Humberto José Marçal não acatou a denúncia contra Dilvan Coelho e Jotta Mendes devido a falta de justa causa para a propositura da ação, por isso o Juiz rejeitou a queixa e determinou o arquivamento do processo. Segundo o entendimento do advogado Clebson Ribeiro Porto responsável pela defesa dos réus, houve abuso de poder e invasão de privacidade, o que causou constrangimento e prejuízo financeiro aos querelados, por isso cabe ação para reparação de danos materiais e de imagem.   O caso Gel Lopes Com esta vitória a favor da liberdade de expressão, a imprensa teixeirense ganha força para cobrar a apuração do crime do jornalista Gel Lopes, assassinado supostamente por motivos políticos e o crime continua sem elucidação. A cobrança da apuração desse crime é uma forma da imprensa se proteger contra os que exercem o poder se acham intocáveis e cometem todo tipo de excesso ao serem questionados sobre seus atos, no que diz respeito ao uso indevido do dinheiro público. Acredita-se que o jornalista morreu porque sabia demais.   O senadinho O Senadinho é um grupo com diversas tendências na política, que nasceu espontaneamente no café da manhã na padaria Atalaia. Os componentes levam a voz das ruas e usam as redes sociais para ampliar o debate sobre as questões prioritárias da cidade, como é o caso da saúde, manutenção da limpeza urbana, da educação, do trânsito etc. O Senadinho tem um grupo no Whats App e uma página no facebook para receber sugestões e críticas, desde que sejam construtivas, visando com isso ouvir a voz rouca das ruas e colaborar para a melhoria da cidade.   Alcobaça vai bem?! O prefeito Léo Brito no seu primeiro mandato, depois de ter feito um governo bem avaliado, perdeu a eleição para um candidato sem histórico na política que de repente nasceu do nada e venceu a eleição. Léo foi reconduzido nos braços do povo devido a gestão desastrosa do ex-prefeito Bernardo Olívio, que sequer candidatou a reeleição e com isso, Léo Brito veio a se tornar a melhor opção e venceu com 68% dos votos válidos, uma das maiores vitória da Bahia. Mesmo tendo recebido um município destroçado, está dando uma nova dinâmica à cidade, uma prova disto foi o carnaval, que esse ano a cidade lotou e a população se beneficiou ganhando dinheiro.   100 dias de governo Sempre foi normal o governante ter direito a 100 dias para arrumar a casa. O que se nota hoje é que a população, de qualquer cidade, tem cobrado dos gestores uma resposta mais rápida das principais demandas, pois o povo tem pressa. A população tem toda razão em cobrar, porque as carências são grandes, ocorre que os gestores também estão entre a cruz e a espada, porque a maioria dos municípios estão a pão e água e não tem aonde socorrer, porque os estados e o País também estão quebrados. Existem cidades que estão cortando até cafezinho nas repartições.

[close]

p. 4

04 Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Notícias Parceria entre CrediBahia e a Mentoria online prefeitura atinge a cifra de 1 desmitifica milhão em empréstimos A administração e o CrediBahia comemoraram R$ 1 milhão em empréstimos Teixeira de Freitas – Na quarta-feira (15/03) durante coletiva com a imprensa teixeirense e com representantes do comércio na sede da Secretaria o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo, Flávio Guimarães, pontuou o demonstrativo de volume de empréstimos aos microempreendedores da cidade, que foi feito pela prefeitura municipal, através do programa CrediBahia dentro dessa nova gestão. De acordo com Flávio Guimarães, ao trazer programas como esse para a cidade, tem-se o objetivo de em primeiro lugar fortalecer as empresas para gerar mais emprego aos teixeirenses. “Teixeira de Freitas, é uma cidade que prospera e pesquisas do Sebrae confirmam que mais de 80% das empresas, que para microempresas em Teixeira ramento de até 120 mil reais/ano. O valor do crédito varia entre R$ 200,00 a R$ 10.000,00, sendo que, o máximo na primeira carta de crédito é de R$ 1.500,00 e isso vai aumentando conforme o empreendedor pague a dívida. abrem aqui, não fecham as portas, especialmente, nos primeiros anos de existência”, garantiu Flávio. Ainda estiveram presentes representando o CrediBahia, os Agentes de Crédito Helder Mascarenhas e Paula Andrade. Helder confirmou que, de janeiro até agora, houve o volume de 1 milhão de reais em empréstimos aos microempreendedores da cidade, e não é só isso, a Prefeitura estima chegar ao valor de 7 milhões de reais até dezembro de 2017. “Nós acreditamos que o desenvolvimento econômico de uma cidade perpassa pelos micros e pequenos empreendedores”, disse Helder. Ele ainda explicou que esse crédito é dado a empresas de qualquer segmento do empreendedorismo urbano que tenham fatu- Fugindo da burocracia Adenilton Gonçalves Pereira, dono da empresa Novo Lar que trabalha com móveis, assinou durante o evento um contrato com o CrediBahia no valor de 10 mil reais atingindo assim a marca de 1 milhão em menos de 90 dias. Ele disse que há 16 anos trabalha nesse segmento de mercado e quando procurou os bancos para conseguir um crédito não obteve resposta favorável, tendo os pedidos de empréstimos negados. Foi aí que ele conseguiu com o CrediBahia os recursos que ajudou a alavancar o seu comércio. “Aqui eu pude encontrar um apoio, um padrinho”, disse emocionado o comerciante que já trabalhou comprando mostruários nas lojas, e venda de móveis seminovos e atualmente trabalha com móveis novos, empregando oito funcionários. Ele ainda completou dizendo que esse programa lhe deu suporte para continuar no mercado. “Só tenho a agradecer. Esse é um dos melhores projetos para a economia da cidade, pois olha para o pequeno empreendedor”, pontuou. O CrediBahia é um programa do Governo do Estado que beneficia os microempreendedores com o benefício do empréstimo para alavancar seu comércio. Colaborou: Petrina Nunes/Vida Diária. Teixeirenses também saíram às ruas contra Reforma da Previdência O movimento parou o centro da cidade na manhã de quarta. Teixeira de Freitas  - Saindo da Praça dos Leões, Centro, e percorrendo as principais avenidas da cidade, centenas de trabalhadores expressaram sua rejeição à proposta de Reforma da Previdência do governo de Michel Temer (PMDB), na manhã de quarta-feira, 15 de março, em Teixeira de Freitas. A manifestação, que fez parte do Dia Nacional de Paralisação e lutas contou com a presença de trabalhadores teixeirenses dos respectivos sindicatos: Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Extremo Sul da Bahia (SINDACESB); Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Teixeira de Freitas (STR); Sindicato dos Bancários (Sindbancários); Sindicato dos Empregados no Comércio de Teixeira de Freitas (SINDEC); Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB); Sindicato dos trabalhadores na Silvicultura, no Plantio, nos Tratos Culturais, Extração e Beneficiamento da Madeira em Atividades Florestais e Industriais Moveleiras no Extremo Sul da Bahia (SINTREXBEM); Sindicato dos trabalhadores na indústria da Construção Civil (SINDCESB); Sindicato dos Servidores públicos municipais (SINTRASPESB); Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis; Sindicato dos Trabalhadores em Transportes; Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia (SEEB); Movimentos sociais e estudantes da Universidade Estadual da Bahia (UNEB).  Além dos discursos e palavras de ordem contra a ultrajante reforma, durante a caminhada pelo Centro da cidade os manifestantes externaram suas opiniões acerca das mudanças nas regras da Previdência. Os trabalhadores também ressaltam que o argumento do governo Temer sobre o déficit na previdência é falacioso, já que desconsidera que o orçamento da Seguridade Social contempla previdência, assistência social e saúde, e não apenas o pagamento benefícios previdenciários. Para os manifestantes, o governo quer liquidar os direitos para ampliar o lucro dos empresários, transformando a previdência em um produto privado, comercializado pelos bancos. Eliane Silva Rocha, servidora pública do município, frisou: “Os políticos promovem cortes na renda do trabalhador alegando que estão fazendo para o bem, quando na verdade estão fazendo em bene- fício próprio, se a reforma passar não teremos direito de se aposentar em uma idade justa”. “Eles querem aumentar a idade acima da expectativa de vida. O nível da qualidade de vida no país não permite que o idoso  contribua por 49 anos para se aposentar com 65. O aumento do número de idosos não pode ser usada pelos políticos como desculpas para promover cortes", sublinhou a enfermeira Rogéria Silva Lopes. José Félix, presidente da SINDACESB, fazendo uso do microfone do minitrio, que acompanhava o protesto, assim se manifestou: “Essa reforma é socialmente injusta e economicamente perigosa. Com ela vamos perder direitos conquistados. O rico vai ficar cada vez mais rico e o pobre cada vez mais pobre... Não vamos aceitar nenhum direito a menos.” O protesto acabou por volta de 11h na Avenida Marechal Castelo Branco, próximo ao Supermercado Faé. “Reforma da previdência pode contribuir com aumento da violência”, alerta deputado A Reforma Previdência, proposta pelo governo Michel Temer (PMDB) e que tramita na Câmara Federal sob o título de PEC 287, se aprovada pode  aumentar o índice de violência na sociedade brasileira na medida em que agravará a exclusão e desigualdade social no Brasil. A avaliação é do deputado Marcelino Galo (PT) que participou na quarta-feira (15) das manifestações contra a Reforma da Previdência no Campo Grande, em Salvador. “Não tenho dúvidas de que essa reforma da previdência, como está colocada, além de penalizar a classe trabalhadora – ainda mais as mulheres, o homem do campo e os pescadores – contribuirá para o aumento da cultura da violência na sociedade, já que a desigualdade e a exclusão socioeconômica devem aumentar significativamente se ela for aprovada”, avaliou Galo, que na terça-feira presidirá uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos sobre os impactos da reforma da previdência nos trabalhadores da segurança pública. Para o parlamentar, a situação deve se agravar ainda mais nas cidades do interior, especialmente as do semiárido que convive com a seca. “É preciso inverter a lógica, e cobrar dos mais ricos. É necessário, por exemplo, a taxação das grandes fortunas, dos agrotóxicos, rever essa lógica de pagamento da taxa de juros da divida pública, combater a sonegação fiscal. É importante a sociedade se mobilizar para isso, porque a conta desse ajuste não pode ser colocado no colo da classe trabalhadora”. Colaborou: Daniel Rocha/Liberdadenews e Ascom do deputado Marcelino Galo. a gestão financeira para empreendedores Webinar será promovido por Sebrae e Endeavor no próximo dia 28Todo empreendedor sabe que a vivo pelo YouTube. Os mentores gestão financeira é um dos princi- vão responder perguntas enviadas pais gargalos de um negócio. Sem ao vivo pelo chat. planejamento e controle das finanças, dificilmente uma empresa con- Sobre os mentores Paulo Alencastro é formado em seguirá sobreviver no mercado por muito tempo. Para ajudar o empresário a organizar suas contas, o Sebrae e a Endeavor vão promover um webinar – seminário on line – sobre gestão financeira no próximo dia 28, das 9h às 10h, com os mentores Paulo Alencastro e Guilherme Gava, especialistas em gestão financeira. Serão abordados no webinar assuntos como indicadores financeiros (para serviço, indústria e varejo), fluxo de caixa e capital de giro, maiores pontos de dúvidas dos empreendedores, além de outras, com base nas perguntas dos inscritos. O evento é aberto ao público, Administração de Empresas pela PUC-RS, possui MBA em Gestão da Informação - Business Intelligence e especialização em Gestão de Negócios pela Dom Cabral. Realizou, com a ajuda da Endeavor, os programas de Liderança pela Stanford University Graduate School of Business e Desenvolvimento de Negócios pela Harvard Business School. Guilherme Gava é formado em Engenharia pela Universidade Federal do Paraná e membro do time de Apoio a Empreendedores da Endeavor Brasil. Serviço: Webinar sobre Gestão Financeira; Data: 28 de março; Ho- mas é preciso fazer a inscrição, rário: De 9h às 10h; Inscrições: gra- que é gratuita, no link http://info. tuitas e podem ser feitas no http:// endeavor.org.br/mentoria-gestao- info.endeavor.org.br/mentoria- -financeira-2017. Quem se inscre- -gestao-financeira-2017. Mais in- ver receberá por e-mail o link do formações: Assessoria de Imprensa webinar, que será transmitido ao Sebrae. Município apresenta Plano de Ação para estimular mandiocultura Medeiros Neto -  A produção de farinha e derivados da mandioca, como beiju e tapioca, além de lucrativa, é uma tradição que atravessa muitas gerações na Bahia. Com o objetivo de apoiar o desenvolvimento desta atividade no município, a prefeitura de Medeiros Neto através da Secretaria de Agricultura, apresentou, na quinta-feira (16), na Câmara de Vereadores, o Plano de Ação Territorial (PAT) da Mandiocultura, que visa discutir a viabilidade do município de ser também  inseri- do no PLANO. Na busca por parcerias, os vereadores de Medeiros Neto já declararam apoio ao desenvolvimento do Plano. A elaboração do Plano de Ação teve a participação de entidades públicas, privadas e representantes dos agentes produtivos, entre eles, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Prefeitura de Medeiros Neto, dentre outras organizações e instituições do colegiado territorial. Por Sessé Guimmas/medeirosdiaadia.

[close]

p. 5

Colunas Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 05 #EnquantoIsso Está tudo errado e já quebrou. Mas não mexe! Por Luciano Pires* Em 2015, de saco cheio com o mau humor das mídias sociais, em especial do Facebook, criei o #EnquantoIsso para marcar posts positivos, que mostrassem indivíduos fazendo acontecer. A ideia é celebrar pessoas que, apesar de terem diante de si problemas aparentemente insolúveis, partem para a ação e conseguem atingir objetivos que pareceriam impossíveis. E dá-lhe histórias do catador de papelão que se formou na escola; do aluno da escola humilde que chega em primeiro no vestibular da grande universidade; do inventor sem recursos que cria algo que impacta na vida das pessoas; do agricultor que anda quilômetros para poder estudar e consegue se formar; da filha que homenageia os pais humildes que se viraram para dar-lhe condições de estudo, etc etc etc. A ideia é celebrar a iniciativa individual, sacou? Celebrar a iniciativa individual. Mas há quem se incomode com isso, e comenta: “o Luciano fica mostrando as exceções e ignorando a regra”. Em outras palavras, o sujeito diz: o Luciano devia continuar mostrando as merdas que são maioria, e não as coisas que dão certo, por sorte, para meia dúzia. É mais ou menos como ficar mostrando doenças e não as pessoas que procuram saídas para a doença. Essa gente que se incomoda não reconhece o esforço individual como capaz de tirar alguém de um gueto, de um destino pré-tra- çado, que a sociedade reservou aos azarados, deficientes e miseráveis. Essa gente que se incomoda acha que mostrar os que deram certo é o mesmo que dizer: – Tá vendo? Se deu certo para ele, dará pra você. Relaxa… Não. Não é isso. Nossos pensamentos são próprios, acontecem dentro de nossas cabeças, mas a substância desses pensamentos é constituída das experiências vividas, dos processos cognitivos e… de exemplos. E ao contrário do que muita gente pensa, não somos definidos por nossos relacionamentos ou pelos exemplos que vemos. Na verdade, escolhemos concordar ou não com eles, num processo de autoconstrução, criando as pessoas que queremos ser, compondo aquilo que se chama caráter, que é feito de julgamentos e de força de vontade. Ao nascer, você foi condenado a escolher e agir, e a capacidade de pensamento independente levando em conta outros indivíduos é que cria sua autonomia individual. Mostrar os que, a partir de sua iniciativa individual saíram da inércia é, portanto, uma forma de expor você a escolhas. Tem gente que escolhe se inspirar e partir para ação. Tem gente que escolhe achar que foi sorte e continuar no mimimi. Escolha. *Luciano Pires é jornalista, escritor, conferencista e cartunista. Faça parte do Movimento pela Despocotização do Brasil, acesse www.lucianopires.com.br. Arcebispo italiano: “Em mais dez anos ficaremos muçulmanos por culpa da nossa estultice” Por Luis Dufaur* Mons. Carlo Liberati, arcebispo emérito de Pompeia (Itália), condenou incisivamente durante uma palestra a chegada massiva de imigrantes islâmicos à Europa. O arguto prelado identificou a maior culpa pelo drama não nos invasores, mas nos europeus cristãos que lhes abrem não somente os portos e postos de fronteira, mas também as portas da sociedade, produzindo vazios populacionais e de Fé que os seguidores do Corão preenchem com o auxílio de líderes religiosos e civis. “Em mais dez anos vamos ficar todos muçulmanos por culpa da nossa estultice. A Itália e a Europa vivem no ateísmo, fazem leis contra Deus e promovem tradições próprias do paganismo”, disse. “Toda essa decadência moral e religiosa favorece o Islã”, acrescentou o bispo emérito de Pompeia. “Temos uma fé cristã débil. A Igreja não age bem e os seminários estão vazios. Tudo isso pavimenta a estrada para o Islã. Eles têm filhos e nós não. Estamos numa decadência total”, prosseguiu. Segundo as estatísticas oficiais, em 1970 só havia dois mil muçulmanos na Itália. Hoje eles são mais de dois milhões. O bispo questionou as ajudas econômicas que organizações eclesiásticas, estatais, europeias e ONGs estão fornecendo aos invasores, enquanto os italianos pobres católicos não são auxiliados. “Ajudamos logo os que vêm de fora e esquecemo-nos de muitos anciãos italianos que catam alimento nas lixeiras. Eu, se não fos- se sacerdote, estaria protestando nas praças”. “Como pode ser que tantos imigrantes, em vez de agradecer pela comida que lhes damos, jogam-na na rua e passam horas mexendo em seus celulares e até organizam distúrbios?” – perguntou. Em entrevista ao jornal católico online La Fede Quotidiana, Dom Liberati lembrou que o bispo polonês Pieronek também afirma que a “'Europa corre o risco de ser islamizada”. Qual é então a solução? É uma, aliás, a única. Ela encoleriza os falsos cristãos, mas o arcebispo emérito de Pompeia defendeu-a corajosamente: “Para deter o Islã, que é uma ameaça, devemos todos lembrar aquele glorioso espirito de Lepan- to e de Viena que nos permitiu salvar o Ocidente pela mediação de Maria e recitação do Rosário. “Nós estamos aqui tentando fazer um diálogo impossível e fantasioso com aqueles que querem nos submeter porque nos tratam de infiéis. “O Islã se baseia no Corão, que prega a submissão dos infiéis. Eu não quero morrer islâmico e sustento que todos nós deveremos empunhar a espada da fé e da verdade. “O Islã é violento porque o Corão é violento; acabemos com a crença de que existe um Islã moderado”, concluiu. *Luis Dufaur é escritor, jornalista, conferencista de política internacional e colaborador da ABIM. Fonte: Agência Boa Imprensa – (ABIM). Percival Puggina* Difícil entender a conduta de muitos brasileiros. A parcela mais significativa do eleitorado é, historicamente, sensível às mais demagógicas promessas populistas. A biografia de muitos que entraram para nossa história como líderes benquistos e o catálogo de suas principais realizações não resiste ao crivo da relação benefício-custo e ao escrutínio de suas consequências. O Brasil anda devagar e o futuro é um horizonte que se afasta. De Getúlio para cá, incluindo o próprio, o populismo nos presenteou pela urna Juscelino, Jânio, Collor, Lula e Dilma. Não era outro o ânimo dos vices Jango e Sarney. Escaparam-se, em tempos recentes, o saudoso Itamar Franco e FHC em sua primeira eleição como cavalo do comissário de um governo bem sucedido. Já não se diga o mesmo dele em 1998, pois a reeleição enviou às favas os critérios do primeiro mandato. Recordista mundial em número de sindicatos, o Brasil cria 250 novas organizações desse tipo por ano. Segundo a revista Veja, em outubro do ano passado, havia 16.293 deles, prontos para servir de sinecura a dirigentes e de complicador às relações de trabalho. O motivo pelo qual os temos em tal quantidade (125 vezes mais do que os Estados Unidos e 180 vezes mais do que a Argentina) é o mesmo pelo qual são tantos os nossos partidos políticos. Há muito dinheiro fácil para uns e outros. “Nenhum direito a menos!”, lia-se em faixa de passeata ocorrida há dois dias em Porto Alegre. “Queremos mais direitos e não menos!” proclamava outra, no mesmo evento. Ora, quem disse que muitos direitos são vantajosos ao trabalhador? Fosse assim, Portugal e Espanha estariam recebendo trabalhadores alemães e ingleses. No entanto, o que acontece é o contrário. Recursos humanos de países super- -regulamentados migram para países onde as relações são mais livres. Aqueles têm as economias mais travadas e pagam salários mais baixos; estes são mais ágeis, prósperos e pagam salários mais altos. Li outro dia que na Venezuela, onde a lei proíbe a demissão de quem ganha salário mínimo, os trabalhadores, por motivos óbvios, têm medo de ser promovidos. Então, o Brasil preserva instituições irracionais, verdadeiras usinas de crises que promovem cíclica instabilidade da vida social e econômica. Cultua leis incompatíveis com o tempo presente como se fossem preciosidades jurídicas e esplêndidas realizações da generosidade política. Mas ai de quem propuser alteração em estatutos anacrônicos como os da previdência social e das relações de trabalho! Mas e o Brasil, deputado? Ora, o Brasil! Empregado tem nome e CPF. A empregabilidade não rende votos e o desempregado não tem sindicato. A infeliz combinação de populismo, corrupção e leis erradas produziu a recessão, gerou 12,5 milhões de desempregados e derrubou a renda real dos brasileiros. Essa queda, porém, foi muito assimétrica, proporcionalmente maior para que ganha menos, chegando a 100% para o universo dos desempregados. Isso está muito errado! Sim, mas não mexe, parecem dizer as próprias vítimas do perverso populismo e os eternos incendiários do circo alheio. Assim, o mero futuro já é uma utopia. *Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+. O homem-bomba Por Amadeu Garrido* O reino do incompreensível. Aquele que sacrifica outros e se sacrifica em nome de um ideal falso. A um tempo, é um facínora e um mártir. Resulta da pobreza filosófica. Admira-se o ato de entregar a vida na busca de um ideal. Este ideal, porém, é o mundo do impreciso. Não há dúvidas admissíveis quanto a Tiradentes; aos que morreram pela independência da Irlanda do Reino Unido, como os sete signatários da República da Irlanda; aos que tombaram na luta contra o "apartheid". Entre outros semelhantes, ninguém ousa discutir a certeza desses ideais. Entretanto, algo diverso se deu com os pilotos kamicaze no Pacífico: até hoje, resta por justificar a posição dos japoneses na segunda guerra mundial. Um povo bravo, porém endeusador do imperador; o ideal deste era o de todos, jovens que renunciaram à vida. Ideal imposto e falso. São infindáveis os exemplos dos que mataram e morreram por não dominar a própria e justa razão. Muçulmanos que creem piamente morrer com bravura, por causa das bem-aventuranças do paraíso prometidas pelo profeta na luta contra o infiel. Um espetáculo sombrio, ver homens, de uma crença honrada, tão tristemente enganados. Partem-se nossos corações, por nossas vítimas dos atos tresloucados e, inconscientemente, por todos os mortos, inclusive pelos agressores. Resta levar flores aos locais das tragédias. Locke disse que nossa razão se instala sobre uma folha branca, vazia, a "tabula rasa".  Assim se encontra nossa mente quando nascemos. Dá-se o preenchimento desde os primeiros anos de vida. Podemos ser formados para o amor, o trabalho criativo e a felicidade; como podemos ser conduzidos a equívocos fatais, a exemplo do extremismo muçulmano. Os princípios da religião são respeitáveis, porém deturpados por uma minoria. Os alucinógenos vivos e organizados têm conquistado boa parte dos jovens europeus, perdidos em selva umbrosa.  É que a educação voltada para o material e o mundo do glamour prevaleceu. Devemos procurar superar nossas dificuldades e demonstrar aos filhos que vivemos numa sociedade de valores e desvalores, mas que, na futura história, os primeiros deverão ocupar o vazio que incomoda a todos, e que a perfeição é somente um ideal que nos orienta.  A vida precisa de romantismo, não daquele forjado sob a perspectiva de uma existência futura, depois da morte. A atual experiência pode e deve ser uma vida justa e feliz. Não há adiamentos. O humanismo é irrespondível. Forma edificadores, empresários, artistas, auxiliares do existir, numa sociedade milagrosa, em que todas as funções que se completam, até mesmo as heroicas e ditas menores na estampa social, porém necessárias, devem ser respeitadas  e prestigiadas. Falhamos em boa parte na transmissão de conhecimentos de uma geração a outra. Mais, de contribuição à formação da subsequente, para melhor. O espaço em branco, de nossa responsabilidade, é preenchido pelo vírus dos extremismos; que a muitos cativam, novos seres que deixarão novos corações partidos, ao trocar a vida por uma ilusão, em atos tresloucados e supostamente admiráveis. *Amadeu Roberto Garrido de Paula, é Advogado, um renomado jurista brasileiro com uma visão bastante crítica sobre política, assunto internacionais, temas da atualidade em geral. #NãoDeixeÁguaParada Faça sua parte!

[close]

p. 6

Geral Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 06 Câmara aprova adicional de quase R$ 55 milhões para o governo Temóteo Brito Na sessão ordinária do dia 7 de dezembro de 2016, a antiga composição da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, já havia aprovado a LOA para o exercício 2017. Teixeira de Freitas - Na sessão -feira (15/03), da Câmara Muniordinária da manhã de quarta- cipal de Teixeira de Freitas, sob a presidência do (vice-presidente) vereador José Bernardo Gomes Cabral (PSD), o parlamento aprovou por unanimidade o Projeto de Lei do Poder Executivo nº 02/2017, que autoriza a abertura de Crédito Adicional Especial até o valor de R$ 54.865.850,00 para inclusão de dotações no orçamento vigente do município. O Projeto de Lei já estava na casa desde o último dia 6 de março, mas só foi lido e apreciado pelo plenário na Sessão Ordinária da última segunda-feira (13) e hoje (15), o Projeto de Lei foi votado e aprovado pelo parlamento, prevendo outras despesas correntes, investimentos e aplicações diretas dentro do próprio orçamento vigente. No Projeto de Lei, o prefeito Te- móteo Alves de Brito (PSD), solicitou a suplementação conjeturando os novos investimentos na Secretaria Municipal de Administração e Planejamento, gastos adicionais com pessoal e encargos sociais em aplicação direta e prevê também a construção do Centro Administrativo de Teixeira de Freitas. A Lei Orçamentária Anual para o exercício deste ano foi aprovada com um orçamento no valor global de R$ 470 milhões e, ainda os vereadores acompanharam por unanimidade uma emenda apresentada pelo ex-vereador Edinaldo Rezende (PT), que concedeu com sua proposta uma suplementação de verba de 100% para o atual prefeito Temóteo Alves de Brito. (Por Athylla Borborema). Entre os 245 mil presos provisórios, os de Moro levam vantagem Em artigo publicado na revista Veja semana passada, o juiz Sergio Moro defendeu as longas prisões da Juiz Sérgio Moro. Lava-Jato. Segundo ele, as críticas aos prolongados encarceramentos em Curitiba devem-se aos “presos ilustres”. No Brasil, há muito presos provisórios mofam em celas país adentro. Pior. São amontoados em masmorras fétidas e superlotadas. Bem diferente do tratamento dado aos “ilustres” meliantes do erário alcançados por Moro. Levantamento do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) divulgado pelo G1 neste fim de semana reforça a conclusão do sufeta de Curitiba. Há quase 245 mil presos provisórios no Brasil. Culpados ou não, é gente anônima, muitas vezes sem acesso sequer a rábulas. O dado, que não é novidade para quem percorre os corredores das penitenciárias, leva a outro aspecto tangenciado por Moro em seu longo artigo. Até que ponto a asfixia da falta de liberdade – ou a perspectiva da falta dela – contribuiu para as inúmeras delações? Ou Marcelo Odebrecht teria aceitado contar o que sabe sobre a roubalheira promovida na Petrobras sob os auspícios dos governos do PT se estivesse acomodado em sua mansão, cercado de advogados e canapés? A resposta, seja qual for, embute outro privilégio. Como se sabe, os procuradores estão sempre dispostos a oferecer acordo de delação premiada aos maganos da Lava-Jato. A iniciativa tem livrado do encarceramento muitos desses meliantes, impelidos, então, a habitar mansões incrustadas em condomínio de luxo. Enfim, é a prisão prolongada que leva à delação, ou ela aconteceria de qualquer jeito diante do horizonte condenatório? Um conciliador diria que “há males que vem para o bem”. Um cínico, que se trata de um dilema, pois, às vezes, só a pressão (que pode ser física, no caso da ralé) leva o malfeitor a confessar. Por Itamar Garcez. Empreendedorismo de pequeno porte tem forte viés feminino no país Pesquisa Pnad/IBGE mostra que número de brasileiras donas de empresas cresceu 34% entre 2001 e 2014, enquanto que o universo masculino subiu 14%. O universo das pequenas e microempresas possui forte participação feminina no Brasil. A adaptação a novas realidades do mundo do trabalho, a busca por maior liberdade criativa por meio de um negócio próprio e atividades que ajudem a flexibilizar a rotina familiar têm levado as mulheres a investir, cada vez mais, no empreendedorismo. Para se ter ideia, o número de brasileiras donas de empresas, segundo a pesquisa Donos de Negócios, elaborada pelo Sebrae com dados da Pnad/IBGE de 2014, cresceu 34% entre 2001 e 2014, enquanto o aumento de homens nesta situação, no mesmo período, foi de 14%. Em 2014, eram 7,9 milhões as empresárias em atuação no mercado formal e informal. Desse total, 98,5% formados por donas de micro e pequenas empresas. De acordo com o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, o crescimento da participação feminina no mercado de trabalho é uma realidade forte no país, e, consequentemente, elas também têm procurado mais o empreendedorismo. Afif ainda destaca que ter uma empresa é a escolha de muitas mulheres que querem conciliar trabalho e família. “A flexibilidade de horário de um dono de negócios é um atrativo para as mulheres que desejam organizar as finanças e, ao mesmo tempo, cuidar da família, já que 35% delas empreendem em casa. Entre os homens, esse número cai para 7%”. A pesquisa ainda revelou que a proporção de mulheres empresárias que são chefes de domicílio aumentou de 27%, em 2001, para 41%, em 2014. Enquanto que a proporção dos homens donos de negócio que são chefes de família diminuiu de 82% para 70% no mesmo período. Entre 2001 e 2014, o tempo médio de estudo das mulheres passou de sete para nove anos. “Isso demonstra que se preparam mais do que os homens antes e durante a implantação das empresas”, afirma Afif. Um bom exemplo é a empresária e jornalista Bia Calza, que fez cursos de aperfeiçoamento e qualificação no Sebrae. “É fundamental”, conta a criadora do e-commerce de móveis e objetos de decoração Móblia, em Brasília. Segundo Bia, que atualmente é estudante de Arquitetura, o primeiro conselho a ser dado aos interessados em ter experiência semelhante é aprender questões como fluxo de caixa, administração financeira e até ter noções de marketing para micro e pequenas empresas. Já a paulistana Agnes Martins teve outro estímulo para tocar seu próprio negócio. Agnes trabalhava como analista de crédito de uma confecção atacadista quando foi surpreendida com a demissão, seu quinto trabalho como empregada.  Até então, tornar-se empresária era um projeto que não estava em seu radar.  Mas a demissão do emprego acabou mudando de vez sua trajetória profissional: com o dinheiro da rescisão, comprou uma máquina de costura para a fabricação de bolsas artesanais, como forma de reforçar a renda enquanto não achava outra colocação. O sucesso inicial das vendas, entretanto, foi afastando gradativamente a ideia de voltar ao mercado de trabalho com carteira assinada e cartão de ponto. Nesse mesmo período, Agnes fez cursos para se especializar na área de confecção e procurou o Sebrae. “Tudo mudou para melhor em todas as áreas”, relata. Êxito semelhante tem registrado a publicitária Vanessa Alekssandra Bastos, que ao lado de duas amigas montou o marketplace Espichamos, em São Paulo. A ideia do trabalho, que ficou entre os finalistas da última edição do programa InovAtiva – programa de aceleração do Sebrae –, é promover o consumo consciente entre famílias por meio da troca, venda ou doação de artigos infantis usados e seminovos (também podem ser novos, apesar de não ser o foco). “Criamos esse negócio porque mais de 300 bebês nascem por dia no Brasil e, para o enxoval, os pais costumam comprar tudo novo - desnecessariamente, já que os artigos geralmente são pouco usados por outras famílias e descartados praticamente novos”, disse ela, que contou, para isso, com a sua própria vivência de mãe de duas crianças. Mais informações: Assessoria de Imprensa Sebrae. Suzano Papel e Celulose abre inscrições para Programa de Estágio   Mucuri  – A Suzano Papel e Celulose, eleita uma das “Melhores Empresas para Começar a Carreira” no ranking da revista Você S/A, abriu na quarta-feira (15/03), as inscrições do novo ciclo de seu Programa de Estágio. Em Mucuri, estão disponíveis 10 vagas nas áreas de Finanças, Florestal, Industrial, Logística e Recursos Humanos. Os jovens profissionais ingressarão para fazer parte de um time maior, se unindo a outros 37 estagiários São 60 vagas em São Paulo, Imperatriz (MA) e Mucuri (BA) que já atuam nessa unidade. O Programa de Estágio da Su- zano Papel e Celulose oferece um plano de desenvolvimento diferenciado com treinamentos e mentoria, o que possibilita ao jovem demonstrar sua capacidade e ser reconhecido de acordo com seu desempenho. Além disso, durante o estágio, cada participante deverá elaborar um projeto que contribua diretamente com o negócio da companhia e possa ser implantado em sua área de atuação. “Estamos buscando jovens ino- vadores e engajados, que estejam preparados para aprender e serem protagonistas de suas carreiras. Queremos profissionais propensos às transformações e ao empreendedorismo e daremos a eles a oportunidade do aprendizado prático, aliado ao desenvolvimento de competências comportamentais”, explica Carlos Alberto Griner, diretor executivo de Recursos Humanos da empresa. “Na Suzano, oferecemos um ambiente de trabalho diferenciado, que valoriza a meritocracia e a autonomia, assim como a qualidade de vida e a satisfação de nossos colaboradores”, complementa. O programa tem duração de até dois anos e a empresa oferecerá aos selecionados benefícios como bolsa-auxílio, assistência médica e seguro de vida, vale transporte (ou fretado nas unidades industriais), vale refeição (ou refeitório nas uni- dades industriais) e carga horária flexível. Para participar do processo, os candidatos devem estar matriculados em cursos de graduação com conclusão prevista entre julho de 2018 e 2019, inglês intermediário e disponibilidade para estagiar entre 20 a 30 horas semanais. As vagas são destinadas às áreas de Finanças, Comercial, Logística, Marketing, Recursos Humanos, Jurídico, Suprimentos, Novos Negócios, Comunicação, TI, Engenharia de Projeto, Sustentabilidade, Pesquisa e Desenvolvimento, Florestal e Industrial. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de abril e todo o processo será feito em parceria com a Cia. de Talentos. Para mais informações e inscrições, acesse o site  www. novostalentossuzano.com.br. Mais informações com Glaucia Dias da Comunicação Corporativa / Suzano Papel e Celulose.

[close]

p. 7

Novelas Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Resumo da Semana ATENÇÃO: OS RESUMOS DOS CAPÍTULOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DAS NOVELAS. 'Malhação: Proibida Nascer Feliz' Segunda, 20 de março Joana diz a Tânia que se mudará para o hostel. Rômulo e Renato brigam pelo amor de Nanda. Juliana lamenta a briga com Ricardo, mas afirma a Jabá que pilotará a motocicleta que foi da mãe. Ricardo sente uma forte dor de cabeça e Joana o socorre. Júlia e Arthur decidem ser apenas amigos. Renato e Nanda se reconciliam. Bárbara chega ao hospital em que Joana está com Ricardo. Arthur tenta reatar o namoro com Belinha. Vanderson propõe uma nova luta com Rômulo. Joana comenta com Tânia que desconfia de que Ricardo esconde um segredo. Terça, 21 de março Tânia lamenta a paixão por Ricardo e Joana a conforta. Rômulo afirma que processará Vanderson. Juliana pilota a motocicleta que foi da mãe. Tânia visita Ricardo e comenta sobre o passeio de Juliana na motocicleta. Krica e Cleyton fazem compras para os filhos, e ele se desespera com as dívidas. Tânia e Ricardo saem de carro à procura de Juliana e Jabá. Luiza se irrita com a relação entre Lucas e Martinha. Tânia e Ricardo sofrem um acidente. Quarta, 22 de março Os paramédicos socorrem Tânia e Ricardo, que está em estado grave. Bárbara vai ao encontro de Tânia e se enfurece com a namorada do pai. Renato e Nanda combinam de comemorar o dia em que o professor recebeu o coração de Filipe. Joana descobre sobre o acidente do pai e vai para o hospital. Ricardo é operado. Lucas apoia Martinha, e Luzia se incomoda. Bárbara proíbe Joana e Tânia de se aproximarem de Ricardo. Tânia afirma a Bárbara que tem uma cópia do novo testamento de Ricardo. Filipe aparece para Nanda. Joana teme perder Ricardo. Quinta, 23 de março Rômulo agradece a ajuda de Nanda, que pede desculpas por ter duvidado do lutador. Lucas afirma que acompanhará Martinha na ultrassonografia e Luiza fica frustrada. Tânia revela a Joana que Ricardo deixou uma procuração para que ela e Bárbara administrem a academia na ausência dele. Jorjão, Gabriel e Giovane viajam para uma competição. Irene convida Cleo para ficar em casa. Renato propõe sair com Nanda, Jéssica e Belloto, que se incomoda por causa de Rômulo. Bárbara e Joana ficam com Ricardo no hospital. Sexta, 24 de março Bárbara aceita manter Tânia na Forma desde que Joana se afaste da academia. Bárbara questiona o interesse de Caio pela empresa de Ricardo. Nanda tenta se divertir na praia com Renato, Jéssica e Belloto. Lucas e Martinha arrumam o quarto do bebê. Lúcia alerta Martinha sobre o comportamento com Lucas. Luiza discute com Lucas. Nanda fica desconcertada ao ver Rômulo com Sula na praia. Bárbara pede que Tita retorne à academia. Tânia repreende Joana por ter acreditado no acordo com Bárbara. Caio visita Ricardo no hospital. 'Rock Story' - Globo - 19h Segunda, 13 de março Gui não aceita as desculpas de Diana por ter denunciado Júlia. Marisa expulsa Romildo de sua casa. Gilda manda Elias pegar produtos da churrascaria para servir às clientes no salão. Lorena admira Gui dormir. Diana demite Vanessa ao saber que foi a secretária quem contou a Júlia sobre a autoria da denúncia. Zac depõe na delegacia sobre o assalto em sua casa e identifica Romildo como um dos bandidos. Júlia recebe a visita de Gui e Zac. Nanda implora para que Gordo não a mande embora. Amanda quase flagra Nelson mexendo eu sua bolsa para pegar o número do celular de Glenda. Gui vai embora nervoso do show de lançamento do CD da 4.4 e acaba sofrendo um acidente de carro. Terça, 14 de março Gui avisa a Nelson que bateu com o carro. Nanda conta a Syl que teve uma ideia para afastar Eva da vida de Gordo. A carcereira avisa a Júlia que Gui sofreu um acidente. Luana flagra Elias deixando a churrascaria com uma mochila. Júlia diz a Lorena que tem prejudicado a vida de Gui desde que o conheceu. Diana pede que Vanessa volte a trabalhar para ela. Nanda resolve ser paciente de Eva, como parte de seu plano para afastar a terapeuta de Gordo. Nanda inventa para Eva que é assediada por seu chefe. Alex pede ajuda a William e Romildo para voltar ao Rio, a fim de encontrar Lorena. Manu surpreende Eva ao dizer que passará um tempo no apartamento a que ela tem direito, como filha de Joel. Júlia pede a Gui para esquecê-la. Quarta, 15 de março Júlia pede para Gui não ir mais visitá-la. Eva se irrita quando Manu decide reclamar sua parte na herança. Cely diz a Júlia que ela não deveria ter afastado Gui. Tom conta a Diana que Júlia terminou o relacionamento com Gui. Yasmin diz a Néia que Manu faz sucesso na Europa como DJ. Tom tenta beijar Amanda, que é obrigada por Edith a contar que pode ser filha de Nelson. Eva confessa a Gordo que está ficando complicado tratar de Gui, depois de conviver com Diana. Vanessa questiona Amanda por ter escondido que pode ser filha de Nelson. Nelson diz a Amanda que precisa fazer um teste de DNA. Léo se interessa por Manu. Zac faz uma surpresa para Yasmin. Gui excede na bebida e Diana aparece no bar em que ele está para levá-lo para casa. Quinta, 16 de março Gui percebe que um dos clientes do bar o fotografa com Diana. Yasmin e Zac passam a noite juntos. Diana leva Gui para sua casa. Gordo repreende Gui por ter faltado à reunião e se embriagado em um bar. Elias fica tenso quando Luana consta- ta que faltam bebidas no estoque do bar. Léo conta a Yasmin e a Néia que Manu criticou sua música. Miguel avisa a Lázaro que o Tênis Flash não quer renovar o contrato com Léo e sim fazer a campanha publicitária com a banda 4.4. Júlia deixa Gui desesperado ao recusar a visita do músico. Glenda se irrita com Amanda ao descobrir que a moça declarou que poderia ser filha de Nelson. Lázaro pensa em prejudicar a banda 4.4. Vanessa mostra a Diana sua foto com Gui no bar, publicada na internet. Lázaro procura Júlia para lhe fazer uma proposta. Sexta, 17 de março Júlia não aceita a proposta de Lázaro. Gordo percebe que Diana está tentando se aproximar de Gui. Eva avisa a Gui que não poderá mais atendê-lo. Néia exige que Lázaro resgate o contrato que Léo perdeu para a 4.4. Manu sente pena de Léo. Nanda diz a Syl que acabará com o namoro de Gordo e Eva. A agente mostra a foto de Gui com Diana para Júlia. Júlia conta a Gui sobre a proposta de Lázaro e não cede a seu pedido para continuarem juntos. Lorena concorda em dar dinheiro para William e Romildo fugirem. Riba repreende Alex por destratar os clientes. Alex decide voltar para casa. Lorena tenta convencer Júlia de que Gui a ama. Carlos pede dinheiro a Lázaro e o ameaça. Lorena enfrenta Diana. Sábado, 18 de março Alex rouba o dinheiro do quiosque em que trabalhava em Maceió. Manu dá uma entrevista para dizer que Léo a beijou a força. Lázaro e Ramon assistem ao bate-boca de Léo e Manu na TV. Luana avisa a Luizão que Elias está roubando comida. Haroldo pensa em demitir Elias. Lorena conta para Gui que Júlia viu sua foto com Diana. Léo se depara com um grupo de fãs que protesta contra ele. Lázaro repreende Léo, e avisa ao rapaz que a situação não é boa. Lorena entrega dinheiro a William e Romildo para os bandidos saírem da cidade. Haroldo se surpreende quando Gilda revela que foi ela quem mandou Elias pegar mantimentos da churrascaria para servir no salão. Alex surpreende Lorena. A Lei do Amor' - Globo 21h Segunda, 13 de março Augusto fica revoltado com a confirmação da morte de Beth. Tião decide ir para o hospital e Magnólia o acompanha. Aline confessa a Elio que as provas contra Magnólia estão no celular de Tião. Tião se emociona ao ver Letícia. Magnólia descobre que encontraram o corpo de Beth. Gigi comenta com Marina que Antônio foi apaixonado por Letícia. Antônio cuida de Letícia no hospital. Elio tem uma ideia para pegar o celular de Tião. Yara tenta consolar Ciro. Marina vai atrás de Tiago na tecelagem. Pedro insiste em levar Helô para casa. Leonardo faz uma ligação misteriosa após falar com Salete. Mileide desconfia de que alguém do partido de Venturini esteja contra a prefeita. Luciane provoca Laura. Helô pensa em revelar a Pedro sobre sua gravidez. Misael e Yara tentam convencer Aline a se afastar de Magnólia e Tião. Letícia exige que Tião explique porque despreza seus filhos biológicos. Elio consegue pegar o celular de Tião. Pedro descobre que Helô está grávida. Terça, 14 de março Pedro tenta falar com Ana Luiza. Elio pede para um amigo invadir o celular de Tião. Flávia comemora a ligação de Vanessa. Pedro e Helô conversam. Vitória pede para Augusto acompanhá-la à clínica em Atibaia. Tião sente a falta de seu celular e Magnólia descobre que o aparelho está com Elio. Helô conta sobre sua gravidez e fica feliz com o apoio de Letícia e Edu. Zuza avisa a Pedro que Bruno virá ao Brasil. Salete descobre que Gustavo se afastou por causa de Luciane e fica furiosa. Magnólia dá um sonífero para Tião e sai de casa levando a arma do marido. Elio fica ansioso para ver o vídeo contido no celular de Tião. Ana Luiza conta para Tiago que falou com Marina. Laura fica tensa ao saber da gravidez de Helô. Magnólia atira contra Elio, mas não percebe que a câmera do notebook está ligada. Quarta, 15 de março Magnólia destrói o celular de Tião. Vitória pensa em como descobrir o que aconteceu na festa de Venturini. Ana Luiza estranha por não conseguir falar com Elio. Luciane se surpreende quando Hércules a defende para Salete. Venturini fica tenso com a presença de Mileide. Misael teme não conseguir ficar com Flávia. Pedro e Ana Luiza encontram o corpo de Elio. Helô fica chocada com a morte de Elio. Pedro conta para o delegado que Elio estava com o celular de Tião. Tiago não acredita na culpa de Magnólia. Salete tenta consolar Flávia. Celso descobre quem é o dono da arma encontrada perto de Elio. Pedro chora abraçado a Helô e Laura se incomoda. Tião é levado à delegacia. Quinta, 16 de março Tião percebe a satisfação de Magnólia ao vê-lo. Helô e Luciane consolam Ana Luiza. Pedro lembra de quando conheceu Elio. Tião insinua que Magnólia seja a culpada pela morte de Elio. Augusto tenta convencer Vitória a desistir de saber quem é o pai de Caio. Magnólia pede para Gigi mentir para a Polícia. Ruty Raquel pensa em reconquistar Antônio. Bruno chega ao Brasil e procura Jéssica. Olavo orienta Gigi a não mentir para ajudar Magnólia. Ciro aparece na delegacia durante o depoimento de Magnólia. Aline entra em pânico ao saber da morte de Elio e implora a ajuda de Yara. Bruno se declara para Jéssica. Miro se preocupa com Tião. Tiago estranha ao saber que Marina está chorando. Vanessa decide contar a Pedro o que sabe sobre seu patrão. Tião afirma a Miro que se vingará de Magnólia. Magnólia comemora a permanência de Tião na cadeia. Sexta-feira, 17 de março Tião descobre que terá que passar a noite na cadeia. Tiago não acredita na história que Marina conta para justificar seu sofrimento. Yara e Ciro ajudam Aline. Vanessa fala de Valdir para Pedro e Olavo. Antônio sofre por causa de Letícia. Mileide avisa a Salete para tomar cuidado. Misael não aceita que Aline volte para casa. Marina procura Ana Luiza e Tiago não gosta. Luciane convence Ana Luiza a abrir o notebook de Elio. Vitória pede a Gigi a lista de convidados da festa na casa de Venturini. Tião faz ameaças a Magnólia. Tiago visita Letícia e Antônio o expulsa do hospital. Luciane fica irritada por Helô não dar atenção a seus conselhos. Venturini afirma a Mileide que está regenerado. Gigi fala a verdade em seu depoimento. Luciane encontra uma carta de Carmem. Ana Luiza e Pedro assistem ao vídeo da morte de Elio. Sábado, 18 de março Pedro tenta acalmar Ana Luiza. Luciane descobre que Hércules sabia sobre a morte de Carmem e conta para Ana Luiza, que decide se vingar de Magnólia. Helô é rude com Yara por tentar convencê-la a reatar com Pedro. Gigi e Olavo se beijam. Pedro impede Ana Luiza de agredir Magnólia. Vitória observa a lista dos convidados da festa de Venturini. Leonardo beija Salete na frente de Keila. Mileide se preocupa com sua ausência de previsões. Tiago fica indignado depois de ler a carta de Carmem e procura Hércules. Ana Luiza e Pedro entregam o notebook de Elio para o delegado. Robinson avisa a Ruty Raquel que Jéssica se encontrará com Bruno. Tião é solto. Marina pede informações sobre as investigações da morte de Elio para Gigi. Yara manda Ciro vigiar Aline. Ana Luiza conta para Tiago e Luciane sobre o vídeo feito por Elio e Hércules avisa a Magnólia. Magnólia é presa. Sol Nascente' - Globo - 18h Segunda, 13 de março Marina incentiva Paty a conhecer Lenita. Carolina e Louzada se beijam. Mario e Alice partem para sua lua de mel. Paty conversa com Lenita e Vittorio. Lenita sugere que Loretta converse com Lúcia sobre trabalho. Silva anuncia a Sinhá que sua fortuna foi confiscada pela polícia. Alice questiona Tanaka sobre Mocinha. Daniel oferece um emprego a Milena. Tanaka ajuda Mieko e Damasceno a organizar seu casamento. Mocinha ameaça Sinhá para salvar Tanaka. Milena e Ralf brigam. Sinhá revela a César que eles estão falidos. Terça, 14 de março Milena decide voltar para sua casa. Hideo e Flavinha viajam para encontrar a mãe biológica da menina. Milena afirma que Ralf precisa mudar. Elisa e Padre Julião se declaram um para o outro. Bernardo consegue um curso internacional de arte para Yumi e Tiago. Mieko incentiva Tanaka a ir atrás de Mocinha. Sinhá explica seu plano contra Tanaka para Cristiano. Damasceno descobre que Sinhá é a chefe da quadrilha e avisa a Gaetano. Tanaka é sequestrado por Cristiano e seus capangas e Damasceno alerta Louzada. Sinhá se revela para Tanaka. Quarta, 15 de março 07 Sinhá afirma que deseja a fortuna de Tanaka. Alice implora que Mocinha volte para ajudar a resgatar seu pai. Ralf leva Milena à faculdade e decide observar Daniel sem que ninguém perceba. Paty diz a Lenita que virá com Marina ao Brasil. Mesquita invade a casa de Sinhá à procura de provas. Alice consegue fazer com que César revele onde está Tanaka. Ana Clara contrata Loretta como recepcionista da pousada. Dora e Paula contam para Julião que Elisa deixou a cidade. Ralf interrompe a aula de Daniel e Milena se surpreende. Louzada e Mesquita chegam a Sinhá e Cristiano, mas Tanaka é baleado. Quinta, 16 de março Tanaka é socorrido e Sinhá consegue fugir. Louzada e Mesquita tentam interceptar o avião de Sinhá. Ralf briga com Daniel e Milena termina seu namoro. Alice avisa a Gaetano que Tanaka passará por uma cirurgia de risco. Ralf pede ajuda a Padre Julião para resgatar o amor de Milena. Mocinha revela tudo o que sabe sobre Sinhá. A cirurgia de Tanaka é bem-sucedida. Ralf afirma que não se desculpará com Daniel e Milena. Julião se declara para Elisa. Louzada alerta a polícia americana sobre Sinhá e Cristiano. Loretta conhece François. Nasce Giulliana, filha de Carolina. Sexta, 17 de março Elisa e Julião decidem ficar juntos. Mocinha confessa seus erros e pede perdão a Alice. Mario se emociona com o nascimento de Giulliana. Ralf conhece Paty e Marina. Daniel pede uma chance a Milena. Lenita, Ralf, Mario, François e Loretta acordam uma parceria de trabalho. Tanaka e Mocinha conversam. Alice reabre a Arraial Pescados e recontrata Wagner. Tiago aceita viajar para o Japão com Yumi, mas ela diz que dois devem se casar antes. Louzada e Carolina se beijam. César afirma para sua advogada que deseja mudar. Alice revela a Mario que está grávida. Sábado, 18 de março Há uma passagem de tempo. Mario e Louzada cuidam de Giulliana. O fisioterapeuta diz a Tanaka que ele está quase recuperado. Chega o dia do casamento de Mieko e Damasceno e Yumi e Tiago. Dora faz sucesso no primeiro desfile de sua grife. Paty e Marina chegam a Arraial do Sol Nascente. Alice anuncia que está grávida de um menino. Daniel surpreende Milena com um beijo e Ralf vê. Ralf anuncia a Lenita que deixará o Brasil. Lenita e Vittorio se casam. Ralf se despede e sofre por Milena, que chora com a partida do ex-namorado. César faz progressos na prisão. Nasce Lorenzo, filho de Alice e Mario. Sinhá e Cristiano aplicam novo golpe em uma família nos EUA.

[close]

p. 8

Geral Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 08 Pestalozzi de Teixeira de Freitas é contemplada com Concessão de Apoio Cultural a projeto “Viagem a Leitura” Por: Renata Michely Correia Costa – Especialização em Administração e Planejamento de Projetos Sociais Em 2016 o Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura- SECULT e da Unidade Executora Fundação Pedro Calmon, lançou a abertura de edital nº 17-2016- setorial da Leitura 2016, para selecionar propostas para apoio cultural. A Associação Pestalozzi inscreveu seu projeto “Viagem à Leitura”, voltado para a Literatura, visando incentivar e propagar o hábito pela leitura, sendo assim selecionada e aprovada nas etapas que ocorreram. O projeto “Viagem a Leitura” surgiu da necessidade de se adaptar um espaço que despertasse a pessoa com deficiência para a leitura, desenvolvendo assim suas habilidades e autonomia através de uma aprendizagem dinâmica. Os objetivos do projeto vão desde a articulação com outras escolas e bibliotecas até a promoção de atividades que contribuam para a construção de mundo e percepções do cotidiano, com o auxílio da linguagem imagética. A Associação Pestalozzi já executava atividades isoladas do projeto, porém com o incentivo através do recurso captado por meio do edital da SECULT, o projeto será executado na íntegra no ano de 2017, seguindo o cronograma de atividades previstas. As entidades que atuam principalmente na esfera da assistência social, educação e saúde buscam não apenas sobreviver, mas trabalhar com qualidade social, para isso buscam através de editais captar recursos financeiros mais estáveis para a sua sustentabilidade financeira, técnica e administrativa. Com o recurso captado no edital da SECULT a entidade dará cobertura a um público de 150 beneficiários diretos, nas atividades desenvolvidas internamente em todos os espaços da Instituição. Além disso, a partir das competências desenvolvidas pelos atendidos durante a execução do projeto, familiares e comunidade também serão beneficiados, promovendo o incentivo à formação de novos leitores. A prática da leitura é um ato extremamente importante para o desenvolvimento do ser humano, pois além de favorecer o aprendizado de conteúdos específicos, aperfeiçoa a escrita. PALAVRA DA PRESIDENTE Venha conhecer de perto o trabalho desenvolvido na Associação Pestalozzi e vivenciar conosco uma experiência maravilhosa de afetividade e valorização dos Direitos Humanos. CONTATO: Rua Itália, 447 – Monte Castelo Teixeira de Freitas/BA (73) 3013.4458 / (73) 98869.7689 email: especial@tdf.com.br.

[close]

p. 9

Cultura Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 “Jardim fechado” Missionária és, igreja “sal da terra”, Do mundo és à luz. Fostes edificada por Cristo Senhor Jesus, Inaugurada no Espírito Santo Que te conduz e enxuga o pranto. És da nova aliança; apostólica por quanto E fundamentada na fé: “Como Abraão, Moisés e Josué.” Se à tua frente “muralhas” se levantarem Derribar-se-ão ou escalarás; e missões continuarás, Não deverás temer-se, pois tens advogado singular O rei dos reis! Também não triunfarias por outros meios, O céu se abriu, o Emanuel Deus conosco quisera ser, Sobre ele recaiu “os pecados”... Ele assumiu: tudo que se originou Duma “desobediência tal”, quando, lá no Éder A mesma se “desencadeou”. De fato, é singularidade ao advogar. Jesus, se predispusera ir à cruz em nosso lugar sem se reclamar _ “calvário” consumado. (Raça, adâmica), no sangue lavada. Com honra ele foi sepultado, e visitou Os “aprisionados do passado”... _Jesus   recobrou a “chave do inferno e da morte’’. E, ao se completar o terceiro dia, Confirmativo das parábolas que ele dizia: “Cadeia se rompeu”, pedra que fechava o túmulo rolou; E Jesus ressuscitou, caminha com seu povo E dar renovo o bem-estar, preliminar do transladar! _Não sei qual “Golias’’ que estar a impedir teu caminhar, Seja lá qual for: “faça-se como fizera David, Ele confiou na pedra angular!” Aquela que, séculos depois, os “edificadores... iriam rejeitar?” David lutou e venceu o tal guerreiro zombador, Que “lançava” o traje e humilhava, Por isso, Golias “tombou-se, pois, Por ironizar o povo do senhor”. Jesus é a rocha eterna! Ele não veio para “esmagar” Mas o desejo do senhor é a todos salvar Incluindo os Golias: Da política, e os da exatidão, ou seja, da religiosidade. Enquanto se preconizam o coletivismo (minguase), Para a coletividade! Aliás, não seria como “aliança” _ “retórica com ironia?” Ao passo que, da “espada”, estes tais Golias têm a regência, É “pautada”, todavia em estratégia e eloquência; Ao se portarem disfarçadamente “burladores” são por excelência. Tais quais “ferinhas abestalhadas”, o protagonismo é “sarrabulhada”. Incita, porém, à sedição: Mas, com “lepra na alma”, no entanto, a ausência da sensibilidade em ação Pois destituídos... Faltam-lhes a “imunização”. Mas a igreja não recuará. Ao alvo, todavia, ela seguirá Escudada no Senhor ela vencerá! Com (fé): “como Isaías e Daniel, Miquéias e jeremias; Amós, Baruque, Ageu e Zacarias; Joel e Obadias, Naum, Ezequiel e Sonfonias; Oséias, Habacuque e Elias; Jonas, Elizeu e Malaquias, E os santos apóstolos!” Fé no senhor Jesus, ele se traduziu... A toda humanidade quando na cruz... Por: SEBASTIÃO DE NOVAES AGUILAR. Terreno no Terras da Bahia Vendo terreno em Avenida do Terras da Bahia. Lote 6 com 800metros quadrado na Quadra 9. Aceito oferta e até veículo como parte do pagamento. Contatar pelo número (73) 99985-7078 ou (73) 3263-0131 Vende-se uma casa no bairro, Monte Castelo Condomínio fechado, rede de esazgoto - garagem p/ um carro, área de serviço, 3 quartos, sendo um suíte, cozinha americana e sala grande. Informações. 73.99994-6031 / 73.99972-6697. 09 Vem para a Luz... Pois brilha por tí! Por Mara Rúbia e Ademir. E-mail: mararubia18@hotmail.com Evangelho de Mateus: Mt 17, 1-9 Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e os levou a sós para um monte alto e afastado. E transfigurou-se diante deles. Seu rosto brilhou como o sol e as roupas se tornaram brancas como a luz. Nisso, apareceram Moisés e Elias conversando com ele. Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Senhor, como é bom estarmos aqui! Se quiseres, levantarei aqui três tendas: uma para ti, uma para Moisés e uma para Elias”. Ele estava ainda falando quando uma nuvem brilhante os envolveu e da nuvem se fez ouvir uma voz que dizia: “Este é o meu Filho amado, de quem eu me agrado, escutai-o”. Ao ouvir a voz, os discípulos caíram com o rosto no chão e ficaram com muito medo. Jesus se aproximou, tocou-os e disse: “Levantai-vos e não tenhais medo”. Então eles ergueram os olhos, mas não viram mais ninguém, a não ser Jesus. Ao descerem do monte, Jesus ordenou-lhes: “Não conteis a ninguém o que vistes, até que o Filho do homem ressuscite dos mortos”. Irmãos e irmãs leitores! Rapidamente caminhamos rumo à Páscoa da Ressurreição de Jesus. Nunca é demais lembrar que, quaresma não é tempo de tristeza, mas, de intensa reflexão sobre a paixão e morte de Jesus. Este evangelho  retrata um acontecimento ocorrido seis dias depois que Jesus preveniu seus discípulos que deveria morrer. Aproxima-se o momento em que Jesus será entregue aos malfeitores. Sua missão na terra está quase concluída. Sua paixão e morte estão muito próximas, no entanto, sua Ressurreição também está prestes a acontecer. É por isso que devemos nos alegrar! A Ressurreição é a vitória da Vida sobre a morte. Na Ressurreição está a certeza da vida eterna. A morte foi vencida, sofreu a sua maior derrota. A Vida Plena brotou através da Ressurreição. Hoje os discípulos presenciam Jesus com o rosto brilhante como o sol e roupas brancas como a luz. Com sua transfiguração, Jesus quer mostrar a Pedro e para cada um de nós, que o caminho para a glória deve passar pelo calvário. A aparente derrota é só uma etapa para atingir a vitória. O semblante resplandecente e as vestes luminosas simbolizam a presença de Deus na pessoa de Jesus. Este evangelho vem nos confirmar que quem tem Deus dentro de si tem um brilho forte que ilumina os ambientes. É um mensageiro cujo semblante, gestos e palavras irradiam a Verdadeira Luz. No livro do Êxodo (13,21), vemos que uma nuvem luminosa protegia o povo de Israel no deserto. Esse era o sinal de que Deus acompanhava o seu povo. Quando Moisés recebeu as tábuas da lei (Ex 24,15-16), também o monte Sinai foi envolvido por uma nuvem simbolizando a Glória e a presença de Deus. A nuvem, que na transfiguração de Jesus envolve a todos, também é sinal da presença de Deus. Em meio à nuvem, ou seja, em meio à Presença Gloriosa de Deus, os discípulos vêm Jesus conversando com Moisés e com Elias. Vejamos quem são eles: Moisés é aquele que entregou ao povo a Lei que recebeu de Deus. Elias é considerado como o primeiro dos profetas. Para os israelitas, Moisés e Elias representavam todo Antigo Testamento, pois a Bíblia, para os judeus, se resumia na lei e nos profetas. Neste episódio, Moisés e Elias conversam com Jesus. Podemos dizer que esta cena representa o encontro do Antigo com o Novo Testamento. Para confirmar que Jesus não é um simples legislador, ou apenas um profeta, Deus Pai apresenta seu Filho Predileto e deixa claro que, somente a Ele os discípulos devem dar ouvidos. A partir dai tudo assume um caráter novo, tudo converge para Jesus, Ele é a explicação e a realização da lei e dos profetas. Pedro, assustado e percebendo a segurança que aquele local oferecia, tentando preservar o Mestre e, quem sabe, também a si próprio, propõe a construção de tendas para que fiquem ali. Essa tentação de Pedro faz parte do nosso dia-a-dia. É mais cômodo e seguro fechar-se na tenda duma comunidade passiva, isolada e sem compromisso, sem se arriscar nem se expor na luta por mudanças, por justiça e paz. Santa Mãe de deus rogai por nós. Mara Rúbia e Ademir.

[close]

p. 10

10 Esportes Por Luan Mota E-mail: liomaralerta@hotmail.com Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Curiosidades do futebol Por Fernando Costa Fernandes Copa do Descobrimento terá abertura neste Camisa Maldita No segundo tempo da final, o zagueiro Edmílson precisou trocar de camisa e proporcionou uma cena cômica. Como a camisa tinha um forro, ele se atrapalhou todo e levou quase um minuto para conseguir se vestir. Quando conseguiu, foi aplaudido pela torcida. Fonte: Almanaque da Seleção (Alexandre Simões - Editora Leitura). domingo (19) Rancho Alegre Eunápolis –  Consolidada como a segunda competição amadora mais importante do interior da Bahia e reconhecida pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), a 5ª Edição da Copa do Descobrimento Schin de Futebol, competi- ção promovida pelo desportista Luciano Santos, terá o seu início neste domingo (19/03), às 15h no Estádio Primaverão, em Itapetinga, com o confronto: Itapetiguense x Pequi de Eunápolis. Segundo o coordenador a ideia Congresso Técnico da Copa do Descobrimento foi um sucesso. de colocar todos para jogarem juntamente com a partida de abertura é devido o calendário que ficou muito apertado este ano e a competição está começando com certo atraso. Atual vice-campeão, o Itapetiguense Futebol Clube, ganhou o direito de fazer a partida de abertura, após o Baianão de Porto Seguro, não participar do evento, devido algumas questões do regulamento. Congresso Técnico Foi realizado com muito sucesso na manhã do último sábado (11), no município de Eunápolis o 5º Congresso Técnico da Copa do Descobrimento Schin de Futebol. O evento aconteceu no Auditório do Eunápolis Plaza Hotel, localizado no centro da cidade, onde ficou decidido que a segunda competição amadora mais importante do interior da Bahia, será disputada por equipes divididas em dois grupos. O 5º Congresso Técnico da Copa do Descobrimento Schin de Futebol, contou com a presença dos dirigentes das equipes das oito cidades inscritas para a disputa da competição: Eunápolis, Itapetinga, Itabatã, Caravelas, Nova Viçosa, Itabela, Trancoso e Caraíva. Durante o evento foi apresentado, discutido e aprovado por todos os participantes o regulamento da competição e apresentada a tabela de jogos da copa. Grupos Chave A –  Caraíva, Itapetinguense, Pequi de Eunápolis e Trancoso; Chave B – Itabatã, Itabela, Nova Viçosa e Palmeiras de Caravelas. Jogos da primeira rodada Itapetiguense x Pequi de Eunápolis Caraíva x Trancoso Itabela x Palmeiras de Caravelas Nova Viçosa x Itabatã. Por Luciano Santos. Portela x Vitória da Conquista se enfrentam pelo Baiano Sub-20: O jogo acontece neste domingo (19) no Estádio Tomatão em Teixeira de Freitas Teixeira de Freitas –  Na manha da última quarta-feira, dia 15 de março, o time Sub-20 do Portela que vem se preparando para a disputa do Campeonato Baiano da categoria Sub-20, realizou um treino físico e técnico no estádio Toma- tão. Já o Sub-17 que vai disputar o Campeonato Municipal de Futebol da Primeira Divisão de Teixeira de Freitas, fez um treino a parte com o preparador físico Gleison Barros. Os goleiros treinaram sob o comando do professor Som da Hora. Professor Gerson Dantas comanda o treino do Sub-20 visando a estreia pelo baiano da categoria. Foto: Reynaldo Oliveira O time do Sub-20 do Portela é praticamente o mesmo time que disputou o Campeonato Intermunicipal 2016, quando representou a seleção de Teixeira de Freitas chegando à terceira fase da competição sendo eliminado pela seleção de Ubaitaba. Para o jogo deste domingo (19), contra o Vitória da Conquista, às 15h no estádio Tomatão, o time da Associação Portela ganhou três reforços importantes: o volante Ninho e o meia Thu, que ano passado jogaram no time profissional do Portela, a qual perdeu a vaga na elite do Baiano e o outro reforço é do atacante Iago que estava na categoria de base no Vitória Esporte Clube. O ingresso terá um valor simbólico e custará apenas R$ 7,00 (sete reais). “Espero que os torcedores venham nos apoiar. É um a competição tão importante como ganhar a vaga para a primeira divisão com o profissional. Se ficarmos entre os quatro melhores do Sub20, iremos disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018, quando podemos revelar alguns atletas e vender para fazer caixa para o clube”, disse Gerson Portela em entrevista ao Boquinha Polêmica No Esporte. O secretário de Esporte e Lazer do município, Anderson Pinto, esteve presente no estádio para acompanhar os reparos que estão sendo feitos. A iluminação que estava sendo consertada já foi resolvida. Outro ponto importante foi a presença da Defesa Civil que vistoriou o estádio para ver o que está faltando, e haja tempo hábil para corrigir e assim sair a para renovação do laudo técnico do estádio. Por Boquinha Polemica no Esporte/Reynaldo Oliveira. e LA Cesta Básica vencem na abertura do Veteranos do Tancredão Teixeira de Freitas –  Conforme previsto, aconteceu no domingo, (12/03), a abertura do XXI Campeonato de Veteranos do Tancredo Neves edição 2017. Duas partidas movimentaram a manhã de domingo na Arena Tancredão. No primeiro confronto, o atual campeão Tabajara fez a estreia diante do Rancho Alegre. O time do Tabajara que encantou os seus torcedores no ano passado, não conseguiu repetir as boas atuações que lhe deram o título e foi surpreendido pelo bom time do Rancho Alegre. Bem postado em campo, e mais superior do que seu adversário, o time do Rancho Alegre não tomou conhecimento e venceu por 3 x 0 com autoridade. Os gols do Rancho Alegre foram marcados por Eliomar, Alexandre e Pedro. Este confronto foi válido pelo grupo A da competição. No segundo jogo do dia, a LA Cesta Básica, comandada por Nenzão goleou o time do Nova América pelo placar de 4 a 1. Ao final do primeiro tempo, o time da LA Cesta Básica foi para os vestiários com 2 x 0 no placar, com dois gols de Mercinho. Na volta pro segundo tempo, o time do Nova América teve a chance de diminuir o marcador através da cobrança de pênalti, porém o goleiro Genilson do LA Cesta Básica fez grande defesa, evitando o primeiro gol do Nova América. Logo depois, o atacante Marcos Kleber do Nova América conseguiu diminuir o placar. Com o placar, apertado, Nenzão foi para campo e em jogada individual conseguiu marcar o terceiro gol do LA Cesta Básica. E para fechar a goleada, de novo ele, o atacante Mercinho fez o quarto do LA Cesta Básica e o seu terceiro gol na partida. Placar final: LA Cesta Básica 4 x 1 Nova América. Tivemos a presença na abertura do secretário de esportes, Anderson Pinto e também do diretor de esportes, Gunter Saboya. A imprensa foi representada por Alemão (Amigo do Esporte) e Luan Mota, do site Esporte na Mídia e Jornal Alerta. Jogos da próxima rodada Dia 19/03 Às 8 horas – Santo Antônio x Dinossauros Uniformes; Às 10 horas – Unidos do Barradão x Estância Biquini. Por Luan Mota/Esporte na Mídia Time do LA Cesta Básica que estreou com goleada diante do Nova América. Bahia é o 2º Estado com maior número de treinadores demitidos em 2017 Vida de técnico de futebol não é nada fácil. Isto nem é mais novidade. Mas, ao que parece, a situação destes profissionais no Nordeste é ainda mais complicada. Levantamento do GloboEsporte.com mostra que nada menos do que 112 treinadores já deixaram seus cargos entre a pré-temporada nestes primeiros meses de temporada de 2017. A maioria foi por demissão mesmo, ainda que haja casos de acordos entre as partes e pedidos de demissão. O número que realmente chama a atenção, no entanto, é que de todos estes, nada menos do que 66 foram demitidos de clubes nordestinos. Com apenas três meses, o fu- tebol baiano já tem uma marca incômoda. Com 112 treinadores já demitidos ou pedindo para sair de suas equipes no Brasil, a Bahia é o segundo estado da lista de mudanças no comando dos clubes que disputam o torneio estadual. De acordo com levantamento do Globoesporte.com, com 10 treinado- res dispensados, o Baianão divide o mesmo número do Campeonato Sergipano e fica atrás apenas da Paraíba, com 12 demissões. Além deles, Ceará (9), Rio Grande do Norte (7), Alagoas e Pernambuco (ambos com 6) lideram o ranking. O Nordeste é a região com maior número de demissões, seguido pelo Centro- -Oeste. Em comparação a média nacional de 4,14 mudanças, a os nordestinos apresentam um número de 7,33 modificações. Um dado curioso: as sete primeiras colocações do ranking de demitidos dos estados são compostos por unidades federativas nordestinas. Além da liderança pa- raibana, Sergipe e Bahia dividem a segunda colocação (10 mudanças de técnicos cada), Ceará aparece na quarta colocação (com nove mudanças), Rio Grande do Norte em quinto (sete mudanças) e Alagoas e Pernambuco dividem a sexta colocação (seis mudanças). Por Globoesporte.com.

[close]

p. 11

Cultura Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Conhecendo o Espiritismo Glossário de Psicanálise Esclarecimentos Em várias novelas, nos últimos anos, a TV vem apresentando diversos fenômenos ditos “paranormais”, mas que a Doutrina Espírita pode explicar com muita clareza. A maioria dessas novelas apresentam manifestações de mediunidade, a comunicação entre as almas, conforme define Marlene Nobre, presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil, a AME - Brasil. “Médium é todo aquele que sente, em um grau qualquer, a influência dos espíritos”, explica ela. Segundo Marlene, pode-se classificar a mediunidade em dois grandes blocos: a mediunidade de efeitos físicos e a mediunidade de efeitos inteligentes. No caso das personagens da novela, é a mediunidade de efeitos inteligentes que costuma se manifestar. “É aquela mediunidade que interfere no mundo mental do médium”, explica a presidente da AME - Brasil. A mediunidade de efeitos inteligentes Nesse tipo de mediunidade, a pessoa pode: - enxergar os mortos = vidência ou clarividência. - ouvi-los = audiência. - escrever o que eles ditam = psicografia. - pintar sob a influência deles = psicopictoriografia. - falar sob o comando deles = psicofonia. - descrever pessoas mortas pelo simples toque de objetos que foram deles = psicometria. A mediunidade de efeitos físicos “No caso deste tipo de mediu- nidade, os fenômenos são como o de poltergeist, já bastante explorados no cinema. Steven Spielberg, por exemplo, tem vários filmes com esse nome. Há ainda ‘O Exorcista’, de William Friedkin”, lembra Marlene Nobre. São colchões que se levantam sozinhos, armários que se deslocam, fogo inexplicável nos móveis, transporte de objetos e pessoas, materializações de espíritos etc. “Entram aqui também os fenômenos de cura, como as chamadas cirurgias espirituais”, completa a presidente da AME - Brasil. Loucura X mediunidade Assim como aconteceu com Alexandra, que foi dada como louca por afirmar que ouve vozes, é comum este tipo de confusão entre o que é mediunidade e o que é alucinação. No entanto, Marlene lembra: “Temos de fazer a distinção entre doença mental e mediunidade. Às vezes os sintomas são iguais, mas a duração é diferente. No caso da mediunidade, os sintomas surgem por um período devido à influência de espíritos”. Sou médium? Como saber? Segundo Marlene Nobre, são variáveis os sintomas e sinais da mediunidade. Ela cita, de um modo geral: choro sem motivo, desmaios, perturbações mentais passageiras, visões e vozes inexplicáveis, inquietude, tristeza, falta de ar, sensação de sufocação, ansiedade, dores pelo corpo sem explicação médica etc. Ainda assim, Marlene pontua: “Os médiuns não sentem todos os sintomas listados, apenas um ou vários deles. Tudo vai depender do tipo de mediunidade que vão desenvolver”.  Muita Paz!!! Participe das reuniões públicas do Centro Espírita Nosso Lar e da Casa Espírita da Prece. Informações: 3291-2677 – Ariosvaldo Alves Gomes. Informática Por que os HDs retardam o avanço tecnológico dos PCs? Evolução no tamanho físico dos HDs  – A evolução no tamanho físico do HDs e na densidade de dados que eles podem armazenar foi notável. Mas, como você pode perceber na imagem acima, a arquitetura básica de funcionamento permaneceu praticamente a mesma: um ou mais discos com milhões de clusters que podem ter sua polaridade invertida por uma cabeça magnética. Limitações físicas Desde a adoção dos formatos de 3,5 e 2,5 polegadas usados na maioria dos desktops e laptops de hoje, fabricantes entraram em uma corrida desenfreada para conseguir colocar o máximo de bits no mesmo espaço. Tecnologias como a gravação perpendicular e múltiplas cabeças de gravação contribuíram nesse aspecto, chegando aos Direito HDs com mais de 1 terabyte disponíveis atualmente. Porém, discos rígidos ainda dependem de uma série de partes mecânicas para operar e, assim como qualquer outro mecanismo de metal, todos estão fadados a deixar de funcionar algum dia por causa do desgaste das peças. As várias partes móveis também são a principal causa da alta fragilidade dos discos, além de contribuírem para o ruído. Da mesma forma que acontece com as CPUs, a densidade máxima de bits por polegada também está perto do limite físico, impossibilitando que cada cluster fique ainda menor do que já é. Por isso, não espere unidades muito maiores do que os 3 TB usando-se apenas a tecnologia disponível na atualidade.Continua. Vivo Autismo Por Maurício de Novais Reis* Parte II – Nesta segunda parte do nosso artigo sobre o autismo, importa afirmar que a palavra “autismo” foi utilizada pela primeira vez por Bleuler, em 1911, para designar a perda de contato com a realidade, acarretando desta maneira uma considerável dificuldade na comunicação. Contudo, Bleuler não se referia ao autismo nos mesmos termos que Kanner, posto que somente em 1943, com a publicação do artigo já mencionado na parte anterior, que surgiram os primeiros diagnósticos de autismo, com a definição das características peculiares do autismo. Nas últimas seis décadas, muitos esforços têm sido empreendidos no sentido de produzir um diagnóstico e uma terapêutica adequada a autismo. Em 1944, Hans Asperger descreveu casos em que algumas das características do autismo eram encontradas, confundindo-se com as características apresentadas por Kanner pouco tempo antes. Isso possibilitou que outros estudiosos apresentassem casos cujas características demonstrassem alguma similitude. No início da década de 1980, o trabalho de Asperger recebeu demasiada atenção, impulsionando assim o que passou a ser denominado de espectro do autismo. No ano de 1981, Lorna Wing formulou uma expressão mais abrangente para o quadro de autismo infantil – espectro artístico – sugerindo uma variação gradual da patologia incluindo tanto a descrição original de Kanner como a descrição formulada por Asperger. A Classificação Internacional de Doenças (CID-10) classifica o autismo na categoria dos Transtornos Globais do Desenvolvimento, onde encontram-se também a Síndrome de Asperger e a Síndrome de Rett, justificando uma diferenciação diagnóstica quanto a intensidade semiológica da manifestação das características apresentadas, conforme descrição formulada por Wing, em 1981. O Manual Diagnóstico e Estatístico das Desordens Mentais (DSM), na sua quarta edição, trazia uma fraseologia semelhante, reforçando a credibilidade da Classificação Internacional de Doenças. Porém, com a atualização do Manual Diagnóstico e Estatístico das Desordens Mentais (DSM), que acabou ganhando uma quinta edição no ano de 2013, a nomenclatura foi radicalmente alterada, bem como o entendimento acerca da classificação anterior. Essa atualização modificou a designação dos Saúde Bucal Transtornos Globais do Desenvolvimento, guarda-chuva sob o qual o autismo e demais transtornos – como a Síndrome de Asperger e a Síndrome de Rett – estavam abrigados, criando a classificação de “Transtornos do Espectro Autista” que resultou de uma espécie de “fusão” dos transtornos vinculados na versão anterior do manual (importa esclarecer que a Classificação Internacional de Doenças em breve ganhará uma revisão, provavelmente encaminhando a mesma alteração do DSM). Por que a mudança? “Porque os sintomas desses transtornos representam um continuum único de prejuízos com intensidades que vão de leve a grave nos domínios de comunicação social e de comportamentos restritivos e repetitivos em vez de constituir transtornos distintos.” A nova versão do DSM, porém, não elimina o enigma existente na figura do autista, tampouco explica as idiossincrasias existentes no transtorno do espectro autista. Mas lança luz sobre a reflexão que objetivamos empreender neste artigo, não somente com base no dispositivo inaugurado pelo Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais enquanto estatística semiológica, mas também com base no saber psicanalítico acerca do autismo. Continua. *Maurício de Novais Reis é Psicanalista, Especialista em Teoria Psicanalítica e Professor no Colégio Estadual Democrático Ruy Barbosa. 3 dicas para cuidar da saúde bucal em meio à rotina A correria do dia-a-dia pode nos fazer esquecer da saúde bucal 1ª parte - Quantas vezes devido à rotina agitada esquecemos de coisas importantes em nossa vida, como por exemplo estar mais presente na vida dos filhos, ou fazer aquele curso importante para a carreira, ou ainda marcar (e fazer) aquela visita aos amigos? Cada vez mais os dias se tornam mais curtos e as tarefas mais longas, o que nos dá um aperto no peito quando vemos que nosso check-list diário está longe de ser concluído. Tudo isso acaba se tornando um desafio. E vencer este desafio é absolutamente necessário para nossa qualidade de vida. Como está sua saúde bucal? A saúde bucal é um dos itens que são deixados de lado na correria do dia-a-dia. Ela é um dos elementos fundamentais que irá trazer mais qualidade de vida tanto hoje como no futuro. Conscientes desta afirmação, convidamos você a assumir uma postura ativa na hora de cuidar da saúde bucal. Abaixo apresentamos 3 dicas para que você comece a zelar pelo seus dentes desde já. 3 dicas para sua saúde bucal Você certamente já sabe disso desde criança, certo? Mas vamos relembrar os cuidados diários simples: Escovar os dentes e usar o fio dental sempre após as refeições. Usar produtos de higiene bucal que contenham flúor. Redobre os cuidados na higienização noturna. Evite comer açúcar 3 horas antes de dormir. Continua. Nulidades do inquérito policial e contaminação do processo penal Por Henrique Hoffmann Monteiro de Castro IV parte -  Destaque-se, ainda, que o recebimento da denúncia não convalida todas as nulidades da fase pré-processual. Os vícios em elementos investigativos não serão superados pelo simples fato de o processo ter sido iniciado. Em outras palavras, o recebimento da denúncia não supera as irregularidades ocorridas no inquérito policial, e não exaure sua suposta função meramente informativa. Não obstante as Cortes Superiores não admitirem com todas as letras o regime de nulidades do inquérito policial, em inúmeros julga- dos acabam por invalidar os atos investigativos praticados sem a observância das formalidades e garantias devidas. São exemplos: a) busca e apreensão domiciliar cumprida em endereço não especificado no mandado judicial; b) quebra de sigilo de dados amparada exclusivamente em denúncia anônima; c) interceptação telefônica executada por agentes não policiais civis ou federais; d) interceptação telefônica iniciada por denúncia anônima desacompanhada de diligências preliminares. Nota-se que as próprias Cortes Superiores reconhecem que a investigação policial possui força probante e reconhecem nulidades, re- chaçando uma imunidade dos atos policiais contra qualquer declaração de invalidade, ainda que não digam com essas palavras. Assim agindo, entram em contradição com seus próprios julgados, que difundem o lugar-comum de acordo com o qual não há nulidade no inquérito policial. Continua. 11 Escritores Cristovão Tezza Final - O romance Breve espaço entre cor e sombra foi republicado, em edição revista com um prólogo do autor, sob o título Breve espaço, e foi publicado nos Estados Unidos pela Amazon. Em dezembro de 2007, o romance O filho eterno recebeu o Prêmio da APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) de melhor obra de ficção do ano. Em 2008, recebeu os prêmios Jabuti de melhor romance, Bravo! de melhor obra, Portugal-Telecom de Literatura em Língua Portuguesa (1° lugar) e Prêmio São Paulo de Literatura, melhor livro do ano. Em 2009, recebeu o prêmio Zaffari & Bourbon, da Jornada Literária de Passo Fundo, como o melhor livro dos últimos dois anos. Em dezembro de 2009, O filho eterno foi considerado pelo jornal O Globo uma das dez melhores obras de ficção da década, no Brasil. Em março de 2010, a tradução francesa de O filho eterno (Le fils du Printemps, Ed. Métailiè) recebeu o prêmio Charles Brisset, concedido pela Associação Francesa de Psiquiatria . O romance foi lançado na Itália, Inglaterra, Portugal, França, Holanda, Espanha (em catalão), México, Estados Unidos, Austrália, China e Eslovênia, e já tem edições contratadas na Dinamarca, Noruega, Macedônia, Ucrânia e Sérvia. Em 2011, a Companhia Atores de Laura, do Rio de Janeiro, montou uma adaptação teatral de "O filho eterno", um monólogo com direção de Daniel Herz e atuação de Charles Fricks. A peça recebeu os Prêmios Shell de Melhor Ator e de Direção de Movimento; prêmio APTR de melhor ator; prêmio Orilaxé de melhor direção. A adaptação do texto foi de Bruno Lara Resende. Em outubro de 2010, a Editora Record lançou o romance Um erro emocional. Em setembro de 2011, saiu seu livro de contos Beatriz. Baseada nesses dois livros, a Companhia de Teatro Atores de Laura, do Rio de Janeiro, estreou em maio de 2013 a peça Beatriz, também com texto adaptado de Bruno Lara Resende e direção de Daniel Herz. Em abril de 2012, O filho eterno entrou na lista dos 10 finalistas do Prêmio Internacional IMPAC-Dublin de Literatura. Em agosto de 2012, foi lançado O espírito da prosa - uma autobiografia literária, um ensaio não acadêmico sobre o romance, com momentos autobiográficos. Em maio de 2013, saiu pela Editora Record a coletânea de crônicas Um operário em férias, com seleção e apresentação de Christian Schwartz, e ilustrações de Benett. Em abril de 2014, a Editora Record lançou o romance O professor, finalista dos prêmios Jabuti e São Paulo de literatura de 2015, e com traduções já contratadas na Itália (Fazi Editore) e Noruega (Solum). O romance A suavidade do vento, originalmente publicado em 1991, foi relançado pela Record, em edição revista e definitiva, com capa de Victor Burton, posfácio do autor e novo projeto gráfico. Em março de 2016, saiu A máquina de caminhar - 64 crônicas e um discurso contra o autor, nova coletânea de crônicas, com seleção e apresentação de Christian Schwartz, e ilustrações de Benett. Em outubro do mesmo ano, é lançado pela editora Record o romance A tradutora. Em dezembro de 2016, a produtora RT Features, em parceria com a Globo Filmes e a distribuidora Sony, lança O filho eterno em circuito nacional. Direção de Paulo Machline, com Marcos Veras, Débora Falabella e Pedro Vinicius nos papéis principais.

[close]

p. 12

12 Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Social Ilse Adisaka, Maria Luiza Dall´Orto, dr. Alexsandro Gonçalves e sua esposa Ana Cristina Vieira durante o bingo beneficente da Pestalozzi. As Famílias: Alencar - Regina, Mayana e Josias Alencar & Malta dra. Nítia Malta Diniz, dr. Paulo Malta e Constância Malta em recente reunião de confraternização do Rotary Club Bela Vista. Os comandantes: Major Sílvio Nunes (87ª CIPM de Teixeira de Freitas) e o coronel Serpa do 13º BEIC de Teixeira de Freitas em recente evento militar em Teixeira de Freitas. Alisson Ferreira e Beatriz Corrêa (Presidente do Sincomércio), Flávio Guimarães (Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo) e a gerente administrativo do Sincomércio Beatriz Corrêa durante encontro onde se discutiu a necessidade de antecipação da comemoração de aniversário de Teixeira de Freitas que é em 9 de Maio para 8 na segunda-feira. O clique fotográfico na advogada dra. Kerry Anne Esteves, no pecuarista Romeu Gazzinelli (Piu), em Adão Guimarães, em Mildson Medeiros e no advogado dr. Ronny Peterson. O vereador Joris de Gel, o prefeito de Teixeira de Freitas, Temóteo Alves de Brito, o vereador Darlan Martins Lopes e o secretário de Esportes, Anderson Pinto em recente evento político no Metrópole Hotel. Diretoria da Usina Santa Maria em momento patriótico com os funcionários onde se entoou o Hino Nacional e de agradecimento a Deus após a saída do Movimento Sem Terra liderado por mil mulheres das instalações da Usina de Álcool. O prefeito de Teixeira de Freitas Temóteo Brito ladeado pelo capitão Álvaro (Secretário de Segurança com Cidadania) e do procurador do Município dr. Daniel Morais em encontro com a Guarda Municipal para tratarem assuntos ligados a melhoria salarial da classe. Moda, beleza e imagem Bepantol no cabelo, pele, unhas e muito mais! Veja como essa pomadinha é capaz de fazer milagres na hora de cuidar da sua beleza No começo, a pomada Bepantol era apenas uma medicação contra assaduras de bebê. Mas, a marca acabou conquistando mulheres de todas as idades ao possuir outras funcionalidades. A primeira e mais conhecida delas é a de hidratante labial. A Bepantol começou a ser indicada para acabar com os lábios ressecados. O melhor de tudo é que além de ser supereficaz, é barata e pra lá de versátil. Finalmente, chegou o momento de você descobrir para que serve Bepantol e desvendar todos os benefícios que a pomada pode fazer pela sua beleza. Dá só uma olhada nas dicas que separamos aqui: Para a pele Olheiras: passe embaixo dos olhos antes de dormir e você vai acordar com uma aparência melhor e mais leve nessa região do rosto. Espinhas: age como um secativo. Cílios: com a ajuda de um pincel passe diariamente um pouco do produto, depois de um tempo de uso os cílios ficam mais firmes e hidratados. Sobrancelhas: a pomada Bepantol tem alto poder hidratante, ela ajuda a conservar o pigmento que oferece a cor para quem fez micropigmentação. Com isso, mesmo se a pele descascar após o procedimento, a cor ainda fica vibrante. Corpo: passe um pouco do Bepantol em áreas do corpo que costumam ficar mais ressecadas, como pés e cotovelos. Para potencializar a ação do produto, enrole essas regiões com um filme plástico e só retire depois que a pomada secar bem. Para as estrias: quando estiver tomando banho, passe um pente fino no sentido contrário das estrias (isso vai depender se sua estria for vertical ou horizontal), você vai sentir como se “rasgasse” a pele, mas é essa mesmo a intenção, porém sem machucar. Seque o local, aplique o Bepantol líquido e espere secar. Depois aplique um creme hidratante. Os resultados começam a aparecer depois de 1 mês. Pés: espalhe a pomada por todo o pé e coloque uma meia, no outro dia seu pé estará supermacio! Pós-depilação: ameniza a sensibilidade e evita a irritação e desconforto. Para as unhas Para as cutículas ressecadas: passe um pouquinho da pomada nelas, pode hidratar mais do que qualquer cera pra cutículas por aí. Como aplicar: para hidratar bem as cutículas passe a pomada nos dedos. Faça uma massagem rápida em cada um, “empurrando” as pelinhas para dentro, e deixe agir por uns 15 minutos. O truque é ideal quando não dá tempo de ir à manicure. Com a fama, a linha resolveu criar novas versões, como o Bepantol líquido, que trouxe ainda mais vantagens. Cabelos Para hidratar os fios e deixálos bem brilhantes, misture uma tampinha do produto com a mesma quantidade de condicionador ou de máscara profunda. Só cuidado para não errar a mão e aplique apenas no comprimento e pontas. Por Jessica Moraes

[close]

p. 13

Polícia Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Cabeleireiro teixeirense foi morto por que reagiu ao assalto 13 Criminosos armados são presos pelo 2° Pelotão na BR 101 após fuga alucinante A vítima, conhecida como Wamevo Hair, era de Teixeira de Freitas, e estava em Vitória para participar de cursos na área de beleza e estética Wamevo foi ao Espírito Santo para participar de cursos na área de beleza e estética. Foto: Reprodução/Facebook Vitória/Teixeira de Freitas - O empresário e cabeleireiro conhecido com Wamevo Hair, morador de Teixeira de Freitas, no Sul da Bahia, morreu após ser alvo de um assalto em Manguinhos, Serra/ES, na tarde de quarta-feira (15). Wamevo Santos Cardoso, 31 anos, estava na praia com a mulher, Marídia Vieira de Jesus, 37 anos, o filho do casal, de um ano, dois enteados, um rapaz de 20 anos e uma jovem de 18 anos, filhos de Marídia, e mais um casal de amigos da família, quando um bandido, com uma arma enrolada na camisa, abordou a mulher do empresário na areia da praia. Segundo o amigo da família, o engenheiro eletricista Alanderson Venâncio Vieira Cardim, 27 anos, que também estava na praia, Wamevo e a enteada estavam tomando banho no mar quando o assaltante abordou Marídia e pediu as joias dela. Ela foi tirando os anéis e as pulseiras, assim como os outros integrantes da família. O filho de Marídia ainda tentou dar o celular para o criminoso, que recusou o aparelho. Nesse momento, de acordo com Alanderson, Wamevo e a enteada retornaram para a areia, e o empresário desconfiou da abordagem do criminoso. Ao chegar perto do bandido, também foi rendido e teve que entregar a aliança e o relógio. Ao tirar o relógio do braço, Wamevo simulou que ia entregar o objeto e partiu para cima do assaltante, entrando em luta corporal com ele. Os dois lutaram e a enteada de Wamevo tentou interferir na briga, mas levou uma coronhada na cabeça. Em seguida, o bandido deu um tiro para o alto e as pessoas que estavam perto se afastaram, mas o empresário continuou lutando com o criminoso. O assaltante fez mais dois disparos. Um acertou de raspão a cabeça de Wamevo e o outro atingiu o peito da vítima. Após os disparos, o bandido fugiu com as joias de Marídia e o relógio de Wamevo. Socorro  – Alanderson e o enteado de Wamevo levaram inicialmente o empresário para um posto de saúde em Manguinhos. De lá, ele foi encaminhado para o Hospital Jayme dos Santos Neves, também na Serra. Ele faleceu 30 minutos após dar entrada no hospital. O Wamevo, Marídia e o filho do casal moram em Teixeira de Freitas. Os filhos de Marídia moram na Serra. Ela estava no Espírito Santo junto com o marido desde domingo (12/03) para participar de um curso de sobrancelha, que aconteceu na segunda e terça-feira. Eles iriam embora na madrugada desta quinta-feira para a Bahia. O corpo de Wamevo foi velado na Igreja Batista (PIBATEF) da rua João Calmon no centro de Teixeira de Freitas. Com informações de Laila Magesk da Gazeta online. Traficante com mandado de prisão reage a abordagem e acaba morto Milton Vieira Filho, o “Miltinho”, era apontado como dono de algumas “bocas de fumo” na cidade e possuía um mandado de prisão preventiva em aberto, acabou morto no confronto. Teixeira de Freitas -  Na ma- deslocaram-se a uma residência nhã de quinta-feira, 16 de março, à rua Monte Carmelo, no bairro policiais militares da RONDESP, Luiz Eduardo Magalhães, que se- gundo denúncias anônimas estaria sendo usada para tráfico e consumo de drogas. Assim que encontraram o imóvel os policiais fizeram um cerco, mas um indivíduo, ao perceber que seria abordado, correu em direção a um dos dormitórios e efetuou disparos contra a guarnição. No revide, segundo os militares, Milton Vieira Filho, o “Miltinho”, de 22 anos, apontado como dono de algumas “bocas de fumo” na cidade e que possuía um mandado de prisão preventiva em aberto, acabou alvejado e apesar de ter sido socorrido ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), acabou não resistindo e veio a óbito. Com o acusado foi apreendido um revólver calibre 38, municiado com cartuchos deflagrados, arma que foi apresentada à Polícia Civil. O homem morto, segundo a polícia, era contumaz na prática de tráfico de drogas e havia sido preso pela última vez em junho de 2015, também pela mesma modalidade de crime. Após constatado o óbito o corpo foi removido ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia. A Polícia Militar continua realizando incursões na cidade, pois comparsas de “Miltinho” estariam em posse de entorpecentes, que seriam distribuídos para outros pontos de distribuição de entorpecentes na cidade. (Por Ronildo Brito). Érico de Abreu Silva e Ezequiel dos Santos de Novais ao serem pre- sos após a fuga confessaram que fugiram porque estavam armados e iriam cometer assaltos. Teixeira de Freitas -  Na tarde de quarta-feira, 15 de março, uma guarnição do 2° Pelotão realizava rondas pelo bairro Bela Vista, quando avistou dois suspeitos em uma motocicleta Honda/CG 125, de cor preta e placa ODI-9586, licenciada em Linhares/ES. Os militares suspeitaram da dupla, que ao perceberem que poderia ser abordada, empreendeu fuga. Os militares saíram em perseguição aos criminosos, e descobriram que o carona estava armado. A guarnição do 2° Pelotão, comandada pelo Sargento Malta, solicitou apoio às guarnições da área e diversas viaturas deram apoio à perseguição. Os criminosos em fuga passaram pelos bairros: Bela Vista, Monte Castelo, João Mendonça e Castelinho, onde foi montado um cerco e barreira policial, mas tentaram fuga pela BR 101, onde abandonaram a moto e fugiram a pé, pulando muros de casas próximas ao local. O quarteirão foi cercado e durante buscas pelos imóveis, os criminosos foram interceptados e identificados como sendo: Érico de Abreu Silva, 22 anos, que reside na ocupação da Grendene e Ezequiel dos Santos de Novais, 20 anos, natural de Itamaraju e que reside na rua Nossa Senhora do Bom Sucesso, no Bairro Universitário. Os suspeitos ao ser questionados pelos militares a respeito do motivo da fuga, confessaram que estavam armados e iriam cometer roubos na cidade. Ao revistarem os acusados os policiais não encontraram a arma, mas ao serem questionados disseram que havia dispensado nas proximidades de um córrego. As guarnições se deslocaram até o local, onde realizaram buscas e encontraram um revólver calibre 32, municiado com quatro cartuchos, sendo três intactos e um deflagrado. Os suspeitos foram presos e conduzidos até a sede da 8ª Coorpin. O caso foi registrado e apresentado à delegada Maria Luíza Ribeiro, que ouviu os militares envolvidos na ação e, já no fim da noite ouviu os acusados. Após oitivas colhidas, a delegada flagranteou a dupla por porte ilegal de arma de fogo e entregará os acusados ao S.I da Polícia Civil, já que são suspeitos de serem autores de outros crimes. A dupla foi encaminhada à carceragem da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, onde se encontra à disposição da Justiça. Por: Rafael Vedra/Liberdadenews Mulher acima de qualquer suspeita é presa acusada de traficar drogas em Teixeira Estudante é assassinada a tiros por motoqueiros quando chegava no portão da escola Josiane Resende dos Santos de 20 anos que residia no bairro Tancredo Neves foi executada com nove tiros. Teixeira de Freitas - No início tada a poucos metros da entrada da noite de terça-feira, 14 de mar- da unidade de ensino. Segundo ço, uma jovem que chegava na ga- informações, dois indivíduos, em rupa de uma motocicleta Honda/ outra motocicleta, se aproximaram CG 150 Fan ESI, de cor vermelha e efetuaram diversos disparos, que e placa OUI-7994, no CEMAS atingiram a jovem. O jovem, que (Centro Educacional Machado de pilotava a motocicleta em que esAssis), o antigo CETAB, foi execu- tava a vítima, evadiu-se, foi perse- guido, mas, não foi alcançado. A Central de Polícia Militar foi acionada e informada do caso, e uma guarnição do PETO e a guarnição do coordenador de área da 87ª CIPM, incorporada pelo Subcomandante Capitão Klaus, estiveram no local, onde confirmaram a informação e isolaram a área. A Polícia Civil foi informada e o Núcleo de Homicídio, liderado pelos delegados Manoel Andreetta e Bruno Ferrari estiveram no local e realizaram o levantamento cadavérico. A vítima foi identificada como sendo, Josiane Resende dos Santos, 20 anos, que residia no bairro Tancredo Neves. Segundo a Polícia, Josiane, que vinha sofrendo ameaças, foi namorada de Max Milan, traficante que tombou em confronto com a RONDESP, em janeiro deste ano. Segundo a Polícia, a morte da jovem possui mais de uma linha de investigação, primeiro o envolvimento da jovem com Max Milan, segundo as ameaças sofridas e terceiro o envolvimento do irmão da vítima com drogas. O delegado solicitou perícia e o Departamento de Polícia Técnica esteve no local, liderado pelos peritos Flávio Sampaio e Pablo Bonjardim. Durante os trabalhos periciais, os peritos identificaram que a vítima possuía nove perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, possivelmente revólver calibre 38, sendo duas no rosto, uma na cabeça, uma no pescoço, três no Tórax e duas nas costas. O delegado instaurou inquérito policial para investigar o crime e juntamente com a equipe do Núcleo de Homicídio já trabalha no caso e conta com apoio da população para chegar a autoria e motivação do crime. Por: Rafael Vedra/ Liberdadenews. Bem vestida e maquiada, acusada foi presa em posse maconha. Foto: Rafael Vedra/LN Teixeira de Freitas - Na noite de segunda-feira, dia 13 de março, a central de comunicação da 87ª Companhia Independente da Polícia Militar de Teixeira de Freitas (CIPM), foi informada através do telefone 190, sobre uma jovem, que normalmente andava bem vestida e supostamente acima de qualquer suspeita, vinha recebendo e distribuindo drogas a partir de um imóvel localizado à rua Antônio Floriano, no bairro Tancredo Neves, região oeste da cidade. A denúncia foi repassada a uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), que já fazia rondas em outro bairro próximo e quando os policiais chegaram ao endereço indicado, encontraram um tio da acusada, que autorizou a entrada deles no interior da residência. E durante as buscas, como informado na denúncia anônima, os policiais foram direto a um guarda roupa que pertenceria à acusada e lá localizaram uma sacola plástica contendo quatro tabletes de maconha. Com a descoberta, Jamile da Costa Silva, de 21 anos, recebeu voz de prisão e foi conduzida à sede da 8ª Coorpin, onde o caso foi registrado e apresentado ao delegado Bruno Ferrari, de plantão na unidade. No decorrer da oitiva, Ferrari descobriu que a acusada iria visitar um interno do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CTPF) e, apesar da mesma ter informado não conhecê-lo, acredita-se que a jovem poderia estar a serviço desse preso que ainda está tendo a identificação levantada. Na madrugada de terça-feira (14), Jamile da Costa Silva, de 21 anos, acabou indiciada por tráfico de entorpecentes, com base no Artigo 33, da Lei 11.343/2006 e permanece presa à disposição da Justiça. (Por Ronildo Brito).

[close]

p. 14

14 Teixeira de Freitas, 19 a 26 de março/2017 Publicidade CianoMagentaAmarelo

[close]

Comments

no comments yet