Dorinha em: A máquina do tempo e os minérios

 

Embed or link this publication

Description

Publicação infantil

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará - SIMINERAL Casa da Mineração - Travessa Rui Barbosa, 1536 - Cep: 66035-220 - Nazaré - Belém-PA www.simineral.org.br 91-3230-4055 simineral simineral

[close]

p. 3

Prontos para uma viagem no tempo? Meninos e meninas, eu sou a Dorinha. Sou uma mineradora e conheço muito bem a história e importância dos minerais. Para mostrar isso para vocês, vamos todos entrar na nossa máquina do tempo. 3

[close]

p. 4

O Big Bang Essa história começa há muito muito tempo. No começo do universo, antes de nós existirmos, já havia minérios em várias partes. Minérios são todos os minerais que existem e potencialmente podem ser usados a nosso favor, para o nosso desenvolvimento. É possível encontrá-los nas rochas e pedras. No princípio do mundo, eles já podiam ser vistos por toda parte. 4

[close]

p. 5

O Período Jurássico Nossa próxima parada é no período Jurássico. Olhem essa pedra aqui. Ela tem ferro. No nosso dia a dia, encontramos esse minério nas panelas, pregos e grampos. Uau, parece que tem muitos dinossauros por aqui, não é mesmo? Vocês viram aquele ali? Ai! Vamos correndo para o destino seguinte. 5

[close]

p. 6

Idade das Pedras Também conhecido como Paleolítico e Neolítico, esse período de tempo vai de 3 milhões de anos a.C. até 10 mil anos a.C. Vejam ali, já temos homens que utilizavam pedras como instrumentos de caça. É com as pedras, também, que acontece a descoberta do fogo. Foram os minérios permitindo nossa evolução. Vou tentar falar com ele: - Olá! - Ug ug ug! - Olá! Eu sou a Dorinha. Você está tentando fazer fogo? Sabe de que são feitas essas pedras? - Uggg uggg uggg ugg! - Ih, Senhor Ug Ug. Você não sabe falar ainda. - Ug? - Vou continuar minha viagem! Até mais Senhor Ug Ug. 6

[close]

p. 7

Idade dos Metais Entre 6 mil a.C e 5 mil a.C., o homem começa a ter domínio, também, dos metais. E é por isso que esse período da história ganha esse nome, tamanha a importância desses minerais para o nosso desenvolvimento. É nessa época, também, que a escrita começa a ser desenvolvida. Olhem ali! Tem um homem trabalhando! - Oi?? Oi??? Moço?? - Ei! Menina, estou trabalhando. - Uau! Eu também trabalho com minérios. O que é isso que você tem em mãos? - É cobre. Estou fundindo cobre, agora. Esses metais são uma verdadeira revolução na nossa vida. - São mesmo. Algo me diz que eles continuarão fazendo grandes revoluções no futuro. - Futuro? O que você quer dizer com isso? Você vem do futuro? - Ih! É melhor deixar pra lá, moço. Vou indo! Quem sabe a gente ainda se vê... - Como assim, menina? Me explique! Volte aqui. - Tchau, tchau! 7

[close]

p. 8

Idade Antiga Quando o homem começa, de fato, a dominar a escrita, entramos numa nova página da história. É a Idade Antiga. Ela dura até, mais ou menos, o ano 476, com a queda do Império Romano do Ocidente. Algumas das construções mais bonitas do mundo foram feitas com minérios, nessa época. Vejam só: Feito de mármore, o PARTENON, na Grécia; De mármore e pedras, o COLISEU, em Roma; E de pedras de calcário e argila, as PIRÂMIDES, no Egito. Lindos, não é? Acho que já deu pra entender porque esse é um dos meus períodos favoritos da história. Mas não paramos aqui. Seguimos nossa viagem! 8

[close]

p. 9

9

[close]

p. 10

Idade Média E aqui, na Idade Média, dos castelos às armaduras, tudo era feito de metais e rochas. Mas, ué!? De repente, estou com uma cavaleira. O que será que aconteceu? - Oi! Quem é você? - Oi! Que susto! Eu sou Joana D’Arc. Mas a pergunta aqui é quem é você, de onde vem e o que faz aqui com essas roupas esquisitas? - Eu.... Eu sou a Dorinha. Eu venho de... de... Deixa pra lá. Esse assunto pode nos levar algum tempo. - Por acaso você é das tropas inimigas? - Não, de maneira nenhuma! Eu só vim dar uma olhada nos minérios da sua época. - Miné o que? Olha, seja lá quem ou o que você esteja procurando, sugiro que tenha cuidado. Estamos em guerra. Sinto muito não poder lhe ajudar mais. - Tudo bem! Eu não quis atrapalhar. Até mais, Joana! - Até logo, Dorinha! Tenha cuidado! 10

[close]

p. 11

Idade Moderna Nossa! Parece que viemos parar em um novo período da história cheio de agitações. Estamos em Portugal e aqui todos estão prontos para explorar o mundo e sair nas grandes navegações. Olhem, aquele senhor está falando comigo. O que será que ele quer? - Vamos, menina, vamos! Estás partindo conosco? - Ir para onde? Quem é você? - Sou Pedro Álvares Cabral, ora pois! Comandante e navegador dessa expedição. Estamos a partir. Vens conosco? - Como assim, Pedro? - Menina, navegar é preciso! - Eu ainda tenho minha viagem para fazer, Pedro. Infelizmente não posso ficar muito. Mas será que posso ver seus instrumentos de navegação? - Mas é claro! 11

[close]

p. 12

Esse é meu astrolábio para medir a altura dos astros no céu. É o modelo mais moderno, feito de cobre. E esse é meu precioso relógio de areia. Essa é minha bússola de ouro, que uso para me guiar. 12 - Uau, Pedro. São todos belos trabalhos. Eu diria até que são verdadeiras relíquias. - Não menina, não são relíquias, ora pois. São muito modernos. - Ah! Sim! É verdade. Continuo a minha viagem agora. Aliás, meu nome é Dorinha. Boa viagem, amigo!

[close]

p. 13

Dias Atuais Ah! Agora, sim, estou em casa! Nada como nosso próprio tempo, não é? Esse definitivamente é o meu favorito. Aqui, quase tudo que temos é feito de minérios. Nossos celulares, computadores, roupas, papéis, automóveis, prédios e todas as instalações elétricas são algumas marcas do minério no nosso dia a dia. 13

[close]

p. 14

Felizmente, o Pará é extremamente rico em minérios e muitas mineradoras estão aqui. É aqui que eu trabalho, inclusive! Tem muito minério de ferro, cobre, caulim, bauxita e ouro, entre outros. E, para que a extração de tudo seja feita com cuidado e amor, existe o Simineral – o Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará. Ele busca garantir que a floresta seja preservada, que os animais não sejam prejudicados e que o lucro seja distribuído. Assim, tudo fica em equilíbrio. O nome disso é sustentabilidade. Eu, como uma boa mineradorazinha, trabalho sempre pensando nisso. Cuidar é fundamental. A mineração está desde sempre na nossa história. Ela é o presente e, por meio dela, faremos um futuro melhor. Minerar, sim, e com amor, em primeiro lugar. 14

[close]

p. 15

Roteiro: Luiza Chedieck Ilustração: John Bogéa Consultoria Técnica: Alberto Rogério Silva (Geologia) e Alessandro Costa (História) Direção/Produção: Agência Eko Impressão: Aquarela Gráfica e Editora

[close]

Comments

no comments yet