Indico N42

 

Embed or link this publication

Description

Revista Indico N42

Popular Pages


p. 1

EVASÃO ESCAPE FEITORIA BOUTIQUE HOTEL Ritmo doce Sweet rhythm PRIORITÁRIO PRIORITY Quando achamos que já conhecemos o mar, aparece Xai Xai When we think we already know the sea, Xai Xai shows up ALTITUDE ALTITUDE GEMUCE Pedalando pelo mundo Pedaling throughout the world REVISTA DE BORDO DA LAM LAM’S INFLIGHT MAGAZINE ESTE EXEMPLAR É SEU YOUR FREE COPY . MAR ABR MAR APR . SÉRIE IV . Nº 42 . 2017

[close]

p. 2



[close]

p. 3

ÍNDICE CONTENTS 06 HORIZONTES HORIZONS 12 PREMIUM PREMIUM Quando achamos que já conhecemos o mar, aparece Xai Xai When we think we already know the sea, Xai Xai shows up 20 EVASÃO ESCAPE feitoria boutique hotel Ritmo doce Sweet rhythm 26 OUTRAS PARAGENS OTHER STOPS macau Cidade com duas caras A two-sided city 34 GASTRONOMIA GASTRONOMY 50 CULTURA CULTURE 72 PRIMEIRA FILA FIRST ROW Detalhes exóticos de um sapato único Exotic details of a unique shoe 76 TERRA LAND tunduro Um jardim com novas cores A garden with new colors 78 CLASSES CLASSES instituto de directores A criar líderes para Moçambique institute of directors Creating leaders for Mozambique 82 20 GPS GPS ponte maputo-catembe Uma oportunidade para redesenhar Maputo maputo-catembe bridge An opportunity to redesign Maputo 86 ROLAR TAXIING A arte de transformar The art of transforming 26 90 LOUNGE LOUNGE mia couto convida… Mbate Pedro Dois modos de dizer o amor mia couto invites... Mbate Pedro Two ways of telling love 93 72 MUNDO LAM LAM’S WORLD EVASÃO ESCAPE FEITORIA BOUTIQUE HOTEL Ritmo doce Sweet rhythm PRIORITÁRIO PRIORITY Quando achamos que já conhecemos o mar, aparece Xai Xai When we think we already know the sea, Xai Xai shows up ALTITUDE ALTITUDE GEMUCE Pedalando pelo mundo Pedaling throughout the world REVISTA DE BORDO DA LAM LAM’S INFLIGHT MAGAZINE ESTE EXEMPLAR É SEU YOUR FREE COPY . MAR ABR MAR APR . SÉRIE IV . Nº 42 . 2017 CAPA [[COVER mauro pinto PROPRIEDADE [[PUBLISHER LAM - Linhas Aéreas de Moçambique SA; www.lam.co.mz; www.facebook.com/VOELAMM; Call Center: +258 21 468 800 Série [[Series IV, nº 42 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA LAM [[ LAM’S BOARD OF DIRECTORS Dr. António Pinto de Abreu (Presidente do Conselho de Administração Chairman of the Board) Dr. António Pinto (Presidente da Comissão Executiva Chief Executive Officer) Dr. Hélder Júlio da Silva Fumo (Administrador do Pelouro Financeiro Chief Financial Officer) Eng.º Carlos Vasco Sitoe (Administrador do Pelouro Técnico Operacional Chief Technical & Operational Officer) Eng.º Faizal Abdulgafar Sacugy (Administrador do Pelouro Comercial e Sistemas de Informação Chief Commercial and Information Technology Officer) Prof. Dr. Manuel Renato Matusse (Administrador Não-Executivo Non-Executive Board Member) Dr. Paulo Guilherme Mingot Negrão (Administrador Não-Executivo Non-Executive Board Member) EDITOR EXECUTIVO [[EXECUTIVE EDITOR Frederico Jamisse COLABORADORES [[CONTRIBUTORS Adelino Timóteo; Amâncio Miguel; Alda Costa; Cristina Freire; Custódio Mugabe; Francisco Manjate; Francisco Noa; Gil Filipe; Guilherme Mussane; José Machicane; Jorge Ferrão; Kaysa Johnsson; Laurindos Macuácua; Luís Loforte; Madyo Couto; Mia Couto; Paola Rolletta; Rui Trindade; Sangare Okapi; Sofia Jesus; Sónia Sultuane e Ungulani Ba Ka Khosa FOTÓGRAFOS [[PHOTOGRAPHERS Alexandre Marques; Acamo Maquinasse; Benoit Marquet; Chico Carneiro; Dudu Mogne; Filipe Branquinho; João Costa (Funcho); Koos van der Lende; Mauro Pinto; Madyo Couto; Mário Macilau; Mauro Vombe; Ouri Pota; Pedro Sá da Bandeira; Piotr Naskrecki; Ricardo Franco; Ricardo Rangel; Tito Calado; Tomás Cumbana; Vasco Célio e Yassmin Forte TRADUÇÃO [[TRANSLATION David Miranda, Pangeia - Serviços de Tradução DESIGN Executive Moçambique PRODUÇÃO GRÁFICA [[GRAPHIC PRODUCTION Iona - Comunicação e Marketing, Lda (Grupo Executive) PUBLICIDADE [[ ADVERTISING Departamento Comercial [[Commercial Department Ana Antunes (Moçambique Mozambique) ana.antunes@executive-mozambique.com; Pedro Dias (Portugal) pdias.contacto@iona.pt ADMINISTRAÇÃO, REDACÇÃO E PUBLICIDADE [[ADMINISTRATION, EDITION AND ADVERTISING Executive Moçambique; Rua Marconi, nº 43, Bairro Polana Cimento, Maputo – Moçambique; Tel.: +258 21 485 652; Telm.: +258 84 311 9150; geral@executive-mozambique.com DELEGAÇÃO EM LISBOA [[LISBON OFFICE Rua Filipe Folque, nº 10 J – 2º drtº, 1050-113 Lisboa; Tel.: +351 213 813 566; Fax: +351 213 813 569; iona@iona.pt IMPRESSÃO E ACABAMENTO [[PRINTING AND FINISHING MINERVA PRINT - MAPUTO - MOÇAMBIQUE Maputo - Mozambique TIRAGEM [[PRINT RUN: 15.000 exemplares 15.000 copies NÚMERO DE REGISTO [[REGISTRATION NUMBER: 08/GABINFO-DEC/2006 3

[close]

p. 4



[close]

p. 5

EDITORIAL EDITORIAL EDITORIAL EDITORIAL ANTÓNIO PINTO PRESIDENTE DA COMISSÃO EXECUTIVA DA LAM LAM’S CHIEF EXECUTIVE OFFICER Estimado Cliente Amigo, bem-vindo a bordo da LAM, a Companhia Moçambicana! Dear Customer and Friend, Welcome aboard LAM, the Mozambican Company! Iniciámos o ano 2017 com o incremento de unidades de venda de passagens aéreas para levar os nossos serviços a importantes centros económicos do país que pela sua localização não contemplam as principais lojas da LAM. Este projecto resulta de sinergias desenvolvidas com os Correios de Moçambique e permite racionalizar recursos e conter custos, através da utilização de infra-estruturas e recursos humanos da empresa parceira, cabendo à LAM garantir a formação e a disponibilidade de sistemas de vendas. Numa primeira fase, começámos em Xai-Xai, curiosamente a única cidade capital provincial que não dispunha dos serviços da LAM. Posteriormente, fomos a Mocuba, outro importante centro económico, e, até ao final de ano, esperamos abranger outras cidades distantes das capitais provinciais, reforçando o nosso papel de veículo da Unidade Nacional. Na Internet, os nossos serviços acrescentam benefícios aos Clientes, com super-promoções de 80 por cento de desconto nas passagens aéreas. Estas realizações e outras que apresentaremos oportunamente fazem parte do leque de acções de melhorias no ano em que celebramos o 37º aniversário da Companhia e redobramos esforços para o processo de recertificação internacional. We start the year 2017 with the increase of air ticket sale outlets to bring our services to the country’s major economic centers, that because of their location, do not include the main LAM stores. This project results from synergies developed with the Postal Service of Mozambique, and allows us to rationalize resources and contain costs through the use of the infrastructure and human resources of the partner company, while LAM ensures the training and availability of the sales systems. Initially, we started in Xai-Xai, curiously the only provincial capital that did not have LAM’s services. Later, we went to Mocuba, another important economic center, and by the end of the year, we expect to cover other cities away from the provincial capitals, reinforcing our role of promoting National Unity. On the Internet, our services add benefits for Customers, with super-promotions of 80-percent discount on tickets. These achievements and others that we will present in due course are part of the range of improvement measures to be introduced in a year in which we celebrate the Company’s 37th anniversary, and redouble our efforts to complete the international recertification process. Votos de boa viagem! We wish you a good flight! 5

[close]

p. 6

ÍNDICO MAR. ABR MAR. APR SOLIDARIEDADE EM NOME DOS HERÓIS MOÇAMBICANOS SOLIDARITY ON BEHALF OF MOZAMBICAN HEROES Moçambique comemora todos os anos o Dia dos Heróis Moçambicanos. A data foi instituída para imortalizar a imagem e os feitos de Eduardo Chivambo Mondlane, o primeiro Presidente da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), partido criado a 25 de Junho de 1962 e que conquistou a Independência para o país, a 25 de Junho de 1975. Eduardo Chivambo Mondlane morreu a 3 de Fevereiro de 1969, em Dar-Es-Salam, na Tanzânia. Além de Eduardo Chivambo Mondlane, a data foi consagrada para homenagear e recordar todos aqueles cujos feitos dignificam o país e que resultaram nas conquistas para o bem da sociedade moçambicana. Os heróis podem ser figuras políticas, do desporto, da cultura e de outras áreas. Entretanto, há duas figuras na área da cultura cujos corpos foram levados à cripta dos heróis: o escritor José Craveirinha (que se notabilizou na luta clandestina através dos seus textos que clamavam Independência para Moçambique) e o maestro Justino Chemane (que produziu o primeiro Hino Nacional cantado durante 27 anos e co-produziu o Hino cantado actualmente, tendo sido também uma figura activa e importante na criação de grupos de canto coral nas igrejas). As comemorações do Dia dos Heróis no presente ano foram feitas com fortes apelos à solidariedade para com os moçambicanos que sofrem por causa dos efeitos da chuva e das inundações. O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, defendeu a necessidade de reflexão para todos os moçambicanos. Reafirmou a vontade comum de ver o país livre da pobreza, apelando ainda a toda sociedade moçambicana para que se aplique incansavelmente na busca pela paz efectiva. Mozambique celebrates every year the Day of Mozambican Heroes. The date was set to immortalize the image and achievements of Eduardo Chivambo Mondlane, the first President of the Mozambique Liberation Front (FRELIMO), a party established on 25 June, 1962 and which has achieved independence for the country on 25 June, 1975. Eduardo Chivambo Mondlane died on 3 February, 1969, in Dar-Es-Salaam, Tanzania. In addition to Eduardo Chivambo Mondlane, the date was devoted to honor and remember all those whose deeds dignify the country and resulted in achievements for the betterment of Mozambican society. The heroes may be political, sports, and cultural figures, as well as from other areas. However, there are two figures in culture whose bodies were taken to the crypt of heroes: writer José Craveirinha (who distinguished himself in the clandestine struggle through his texts clamoring for Independence for Mozambique); conductor Justino Chemane (who produced the first National Anthem sung for 27 years and co-produced the anthem sung nowadays, has also been an active and important figure in the creation of choral groups in churches). The Heroes Day celebrations this year were held with strong appeals for solidarity with Mozambicans suffering from the effects of rain and floods. The President of the Republic, Filipe Jacinto Nyusi, defended the need for all Mozambicans to reflect. He reaffirmed the common desire to see the country free of poverty, also calling for all of Mozambican society to apply tirelessly in the pursuit of effective peace. 6

[close]

p. 7



[close]

p. 8

ÍNDICO MAR. ABR MAR. APR TELINHA PARA AS CRIANÇAS SMALL CANVAS FOR CHILDREN A TV Cabo Moçambique fez, recentemente, uma doação de 500 pastas escolares. Chamado “Projecto Telinha”, a ideia consiste em reaproveitar as telas de publicidade, fazendo pastas para os alunos conservarem os livros e cadernos. Feliciano da Câmara, jovem estilista moçambicano, produziu as pastas originais e confortáveis. Numa primeira fase, foram doadas 500 pastas à Escola Primária Amílcar Cabral, situada nos arredores da cidade de Maputo. TV Cabo Mozambique recently donated 500 schoolbags. Entitled “Project Small Canvas” (Projecto Telinha), the idea is to reuse the advertising canvases, making schoolbags for students to keep their books and notebooks. Feliciano da Câmara, a young Mozambican stylist, produced the original and comfortable schoolbags. Initially, 500 schoolbags were donated to the Amílcar Cabral Primary School, on the outskirts of Maputo. WWF FEZ 15 ANOS WWF TURNED 15 O Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês) celebrou os 15 anos de presença e trabalho em Moçambique. Considerada uma das maiores organizações mundiais de conservação da natureza, a WWF foi criada em 1961, tendo chegado ao nosso país em 2001. Entre as várias áreas de actuação destacamse a área marinha e florestal, a conservação e gestão sustentável de recursos naturais e a biodiversidade aquática e terrestre. No âmbito do aniversário de presença em Moçambique, a WWF elaborou um Plano Estratégico que envolve a paisagem do Rovuma, do Zambeze e os habitats costeiros e marinhos. Com sede na Suíça, a WWF é composta por organizações e escritórios em diversos países. The World Wide Fund for Nature (WWF) celebrated 15 years of presence and work in Mozambique. Considered one of the largest organizations in nature conservation, WWF was established in 1961, arriving in our country in 2001. Among the various areas of activity are the marine and forest ecosystems, the conservation and sustainable management of natural resources, and aquatic and land biodiversity. Following its anniversary in Mozambique, WWF prepared a strategic plan involving the landscape of the Rovuma, of the Zambezi, and coastal and marine habitats. Headquartered in Switzerland, WWF is comprised of organizations and offices in several countries. 8

[close]

p. 9



[close]

p. 10

ÍNDICO MAR. ABR MAR. APR MANU DIBANGO E MOREIRA CHONGUIÇA LANÇAM DISCO MANU DIBANGO AND MOREIRA CHONGUIÇA LAUNCH RECORD “M&M” é o título do disco que será lançado entre os dias 31 de Março e 1 de Abril, na 18ª edição do Cape Town International Jazz Festival, a decorrer naqueles dias naquela cidade da África do Sul. O disco, com uma grande diversidade rítmica baseada no jazz, resulta do trabalho conjunto dos dois saxofonistas africanos Manu Dibango (camaronês) e Moreira Chonguiça (moçambicano), um disco gravado em Paris, França. Ritmos dos Camarões, de Moçambique e um pouco do clássico do jazz mundial compõem as faixas musicais. “M&M” is the title of the record that will be released between 31 March and 1 April, at the 18th edition of the Cape Town International Jazz Festival, taking place in those days, in that city of South Africa. The record, with a great jazzbased rhythmic diversity, is a joint work of the two African saxophonists, Manu Dibango (Cameroon) and Moreira Chonguiça (Mozambique), an album recorded in Paris, France. The rhythms of Cameroon and Mozambique, and a little bit of classic world jazz make up the tracks. FILIPE BRANQUINHO APRESENTOU NOVA EXPOSIÇÃO FILIPE BRANQUINHO PRESENTED A NEW EXHIBITION “Botânica” é o título da exposição individual do fotógrafo e artista Filipe Branquinho, que esteve patente na Fundação Fernando Leite Couto. Esta série “singulariza emoções, cores e tonalidades de todas as estações do ano e da terra ao céu. As estações são representadas pelo voo das árvores e das aves até ao solo e o que nele rasteja, desde as cobras aos pangolins”, de acordo com a descrição do trabalho. Ao longo do último ano, Filipe Branquinho apresentou duas exposições individuais de fotografia: “Paisagens Interiores”, no Instituto Camões; e “Gurué”, na Kulungwana. “Botanical” is the title of the individual exhibition of photographer and artist Filipe Branquinho, which was on display at the Fernando Leite Couto Foundation. This series “distinguishes emotions, colors and shades of all seasons of the year, and from earth to heaven. The seasons are represented by the flight of trees and birds to the ground, and of what crawls in it, from snakes to pangolins”, according to the work’s description. Over last year, Filipe Branquinho displayed two individual photo exhibitions, “Interior Landscapes” at the Camões Institute; and “Gurué”, at Kulungwana. 10

[close]

p. 11



[close]

p. 12

ÍNDICO MAR. ABR MAR. APR QUANDO ACHAMOS QUE JÁ CONHECEMOS O MAR, APARECE XAI XAI WHEN WE THINK WE ALREADY KNOW THE SEA, XAI XAI SHOWS UP 12

[close]

p. 13

PREMIUM PREMIUM 13

[close]

p. 14

ÍNDICO MAR. ABR MAR. APR TEXTO TEXT: CRISTINA FREIRE FOTO PHOTO: RICARDO FRANCO Xai Xai tem aos seus pés as maiores praias de Moçambique, escondidas e protegidas por dunas. Xai Xai has at its feet the largest beaches in Mozambique, hidden and protected by dunes. A pouco mais de três horas da cidade capital, Maputo, para norte, está deitada no Índico a antiga Vila João Belo, hoje Xai Xai. A cidade frenética que acorda ao nascer sol com as cores das capulanas das mulheres moçambicanas, é atravessada pela EN1. E tem aos seus pés as maiores praias de Moçambique, escondidas e protegidas por dunas. Para conhecer tanto mar, pode optar por um fim-de-semana prolongado ou por uma semana inteira. Ao redor da cidade há imensos locais para pernoitar, quase todos com self catering. O mesmo é dizer que pode comprar frutas e legumes na cidade e peixes ou mariscos aos pescadores locais e cozinhá-los ao seu gosto. Se para si descanso não é sinónimo de cozinha, não se preocupe, todos os lodges têm restaurante com deliciosos pratos temperados com aromas da terra. A vantagem de tudo tão perto é que pode dormir num e aproveitar para almoçar ou jantar nos outros. Com tanto mar para escolher, começámos por Chizavane. Depois de 10 quilómetros de terra batida, em bom estado, chegamos. Aqui somos os donos da praia e perdemo-nos ao olhar para o horizonte. O sol é mais brilhante e o mar azul tem um intenso cheiro a maresia. As ondas são feitas de espuma branca que nos dá vontade de mergulhar para sentir na pele o leve toque do sal. Ao longo da praia, que não tem fim, há um cordão de rochas que na maré baixa ajuda a formar pequenas piscinas naturais e deixa à vista mexilhão e ostras, prontos a serem degustados pelo palato mais exigente. Aconselhamos que leve para a praia, além do protector solar, um canivete e limão, garantimos um bom repasto antes de a maré voltar a subir. Se os moluscos não são o que mais aprecia, pode fazer uma longa caminhada à beira mar. Pela areia, além do sorriso das gentes locais, só se A little over three hours from the capital city, Maputo, to the north, the old Vila João Belo, today Xai Xai, lies on the Indian Ocean. The bustling city that wakes up at sunrise with the colors of the capulanas of Mozambican women, is crossed by the EN1. And it has at its feet the largest beaches in Mozambique, hidden and protected by dunes. To get to know so much sea, you can opt for a long weekend or for a whole week. Around the city there are plenty of places to stay overnight, almost all self-catering. That is to say you can buy fruit and vegetables in the city and fish or shellfish from local fishermen, and cook them to your liking. If to you, resting is not synonymous with cooking, don’t worry. All the lodges have a restaurant with delicious dishes, seasoned with local aromas. The advantage of having everything so close is that you can sleep in one and enjoy lunch or dinner in another. With so much sea to choose from, we started with Chizavane. After 10 kilometers of dirt road in a good condition, we arrived. Here, we own the beach and wander away while looking at the horizon. The sun is brighter and the blue sea has an intense smell of salt and seaweed. The waves are made of white foam, that makes us want to dive in, to feel the light touch of salt. Along the beach, which is endless, there is a line of rock at low tide that helps form small natural pools, and leaves mussels and oysters in sight, ready to be tasted by the most demanding palate. We advise you to take to the beach, in addition to sunscreen, a knife and some lemon. We guarantee a good meal before the tide is back up. If mollusks are not a favorite of yours, you can take a long walk by the sea. Along the sand, besides the smile of local people, you’ll only 14

[close]

p. 15



[close]

Comments

no comments yet