Revista RADAR N° 115

 

Embed or link this publication

Description

Revista RADAR N° 115

Popular Pages


p. 1

Revista RADAR 1 Janeiro 2017

[close]

p. 2

Revista RADAR 2 Janeiro 2017

[close]

p. 3

Revista RADAR 3 Janeiro 2017

[close]

p. 4

ÍNDICE 6 14 7 16 UNIÃO ESTÁVEL Bruna e Geisebel casam em Presidente Venceslau UTI Santa Casa de Presidente Venceslau reabre UTI credenciada pelo SUS PETRÓLEO Empresa faz estudos sobre existência de petróleo de gás na região 9VEÍCULOS Detran faz prensagem de veículos em Presidente Enfrentar desafios. O começo de ano para o setor de imprensa é difícil. Como todos sabem, revistas, blogs, rádios, jornais e outros meios de comunicação sobrevivem de propaganda, e este item é o primeiro a ser cortado no balanço de contas da empresas. O início do ano empurra para o bolso de todos uma lista 18 12 8 Venceslau de despesas, que vai dos docu- mentos do carro até os materiais NOTICIÁRIO GERAL Notícias curtas sobre temas variados CAPA Duran quer priorizar bem estar da popu- lação neste segundo mandato POLÍTICA Prefeito e Verea- dores dão inicio a novo mandato escolares dos filhos. Isso tudo entra na conta e a propaganda, ah!, essa às vezes fica para trás. Por isso digo que janeiro para o nosso setor é época de “enfrentar desa- fios”. E não pensem que fevereiro SAÚDE Dr. Roberto Nakata fala sobre Doença Celíaca 22 EDUCAÇÃO Colégio Venceslauense Completa dois anos está distante disso. Vai ser difícil também. O importante é que vencemos mais um desafio e o exemplar prometido do mês está em suas mãos. Radar voltou a circular to- dos meses e se mostra mais forte. 34 28 24 O objetivo é evidenciar os aconte- 4 COMERCIO cimentos de Presidente Vences- Sincomerciários fecha lau. convenção coletiva Temos uma capa com o pre- CAPA Nossa capa traz o primeiro prefeito reeleito em Presidente Venceslau, OBITUÁRIO Pessoas que vão deixar saudade feito reeleito Jorge Duran e matéria sobre o que pretende fazer no segundo mandato. Mostramos a cobertura da posse no executivo Jorge Duran, que fala sobre os desafios do segundo mandato. CRÉDITOS DA CAPA SOCIEDADE Veja movimentação da e legislativo e as caras novas do secretariado. Temos ainda outros sociedade venceslauense vários e interessantes assuntos e a estreia da coluna de indicadores profissionais. Desejamos a todos Produção: Thadeu Arias Fotografia: Thadeu Arias uma boa leitura. Toninho Moré Janeiro 2017 Revista RADAR EXPEDIENTE Projeção Revistas e Prop LTDA-ME Direção: Isabel Cristina M. D. Moré Rua: Henrique Dias, 163 Fone: (18) 3271-6795 E-mail: isabel.more@hotmail.com CNPJ: 19.492.054/0001-40 Presidente venceslau-SP CTP, Impressão e acabamento CIPOLA - Inteligência Gráfica Rua: Átila Bitencourt, 152 Fone: (18) 3311-0510 www.cipola.com.br Presidente Prudente - SP Direção de Jornalismo: Toninho Moré Direção de Arte/Criação: Thadeu Arias Atendimento: Isabel Moré / Isabelle Campos Designers: Thadeu Arias Diagramação: Thadeu Arias Fotografia: Toninho Moré / Thadeu Arias Comercial: Carlos Breith / Isabelle Campos / Toninho Moré Redação: Claudio Almeida / Gustavo Moré / Toninho Moré Jornalista Responsável Gustavo Dantas L. Moré MTB 54.156/SP Tiragem 1.000 exemplares Término desta edição 14h55 do dia 31/01/2017

[close]

p. 5

Revista RADAR 5 Janeiro 2017

[close]

p. 6

CIDADE UNIÃO ESTÁVEL HOMOAFETIVA Bruna e Geisebel casam em Presidente Venceslau Janeiro 2017 Revista RADAR Veja o vídeo Foi realizado em Presidente Venceslau, no dia 2 no julgamento conjunto da Ação Direta de Inconstituciona- 6 de dezembro, o casamento de Bruna Danielle lidade (ADI) n.º 4277, proposta pela Procuradoria-Geral da Souza Santos, 26 e Geisebel Pereira dos Santos, 33. República, e da Arguição de Descumprimento de Preceito A cerimônia foi simples e feita no Cartório de Registro Fundamental (ADPF) n.º 132, apresentada pelo governador Civil sob o comando do Juiz de Paz, André Kazuo Mas- do estado do Rio de Janeiro. Desta forma, no Brasil, são re- suda, na parte da manhã de uma sexta-feira. conhecidos às uniões estáveis homoafetivas todos os direi- Danielle estava vestido de noivo e Geisebel num tos conferidos às uniões estáveis entre um homem e uma belo traje de noiva. As duas eram pura felicidade e de- mulher. monstravam o carinho uma pela outra a todo instante. Desde então, as uniões do mesmo sexo se utilizam das Foram preparadas pelo ateliê de Solange Maemura. disposições de diversos princípios constitucionais. A coabi- As duas já viviam juntas há 11 anos e se aproveitaram tação brasileira (uniões não-registradas) é uma entidade da legalização do casamento entre pessoas do mesmo real reconhecida juridicamente, que concede aos parceiros sexo para selar a união. direitos e deveres semelhantes ao casamento, como o di- Geisebel comenta que já foi casada com homem, reito à adoção assim como todos os benefícios e regras do onde teve duas filhas, mas o desejo de conviver com casamento, como pensões, herança fiscal, imposto de ren- outra mulher era grande e achou em Bruna a parceira da, segurança social, benefícios de saúde, imigração, pro- ideal. Elas têm uma casa montada e a aprovação total priedade conjunta, hospital e visitação na prisão, além de dos familiares e filhas de Geisebel. Dizem que sofrem fertilização in vitro e barriga de aluguel, etc. Em 2011, o Su- preconceito, mas acham isso comum e superam com premo Tribunal Federal (STF) decidiu que casais do mesmo tranquilidade. As duas trabalham, Bruna é chapeira sexo têm o direito legal a essas uniões e estabeleceu uma em uma lanchonete e Geisebel costureira. base jurídica para uma futura legislação sobre os direitos Dizem que a oficialização tornará as coisas mais matrimoniais das uniões de mesmo sexo. fáceis entre as duas, especialmente no convívio com No dia 14 de maio de 2013 o Conselho Nacional de outras pessoas. Justiça (CNJ) aprovou uma resolução que obriga todos os cartórios do país a celebrar casamentos entre pesso- O reconhecimento oficial do casamento as do mesmo sexo. O presidente do CNJ afirmou que a homoafetivo resolução remove “obstáculos administrativos à efetiva- O reconhecimento de casamento entre pessoas ção” da decisão do Supremo, em 2011. No primeiro ano do mesmo sexo no Brasil como entidade familiar, por de vigência na cidade de São Paulo, onde a obrigação já analogia à união estável, foi declarado possível pelo existia desde final de fevereiro de 2013, foram realizados Supremo Tribunal Federal (STF) em 5 de maio de 2011 701 casamentos.n

[close]

p. 7

SANTA CASA DE PRESIDENTE VENCESLAU REABRE UTI CREDENCIADA PELO SUS Provedor Reginaldo Beraldo planeja ampliação de leitos na nova UTI Foto: A.I./Santa Casa Janeiro 2017 Revista RADAR Equipe de enfermeiros da UTI e o provedor Reginaldo Beraldo Por Assessoria de Imprensa da Santa Casa de Presidente Venceslau Após dois anos e meio fechada, a Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) da Santa Casa de Presidente Venceslau voltou a funcionar no último dia 09 de janeiro. A medida foi tomada pelo novo provedor do hospital, Reginaldo Beraldo, e busca oferecer melhor condição de atendimento para os usuários da unidade de saúde. Inaugurada em janeiro de 2014, a nova UTI possui estrutura moderna com seis leitos e está bem equipada para suprir as necessidades de pacientes. A unidade chegou a funcionar por cerca de seis meses no ano de sua inauguração, mas devido ao alto custo de manutenção, deixou de atender em meados de junho de 2014. A retomada do atendimento neste ano faz parte do planejamento de ações elaborado pelo provedor Reginaldo Beraldo e sua equipe. “A volta do atendimento da UTI era uma de nossas metas para este primeiro ano de minha gestão frente a Santa Casa, e conseguimos graças ao trabalho de readequação estrutural que temos feito em conjunto com a diretoria executiva do hospital”, disse Reginaldo. A UTI conseguiu o credenciamento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) do Governo Federal para funcionar como UTI Adulto Tipo II e recebe cerca de R$ 33 mil reais mensais do Ministério da Saúde para auxiliar o custeio que chega em torno de R$ 150 mil reais por mês. “Temos uma estrutura de profissionais com equipe médica e de enfermagem para prestar toda assistência necessária aos pacientes”, afirmou Reginaldo. O trabalho é supervisionado pelo médico José Sebastião de Andrade Junior. Com pouco mais de 15 dias em funcionamento a administração do hospital já percebeu a diferença na qualidade do atendimento prestado aos pacientes. “A UTI em atividade é um forte aliado para salvar vidas. Já tivemos nesses dias registro de paciente que passou pela unidade e teve a saúde recuperada com o trabalho feito em nossa UTI”, destaca Murilo Cesar, Supe- rintendente da Santa Casa. O provedor Reginaldo Beraldo destaca que a equi- pe médica que atua na Santa Casa comemorou o funcionamento da UTI. “Os médicos passam a ter maior segurança no tratamento oferecido na Santa Casa, porque sabem que se o paciente tiver a necessidade, pode contar com a UTI sem precisar aguardar vagas em outras cidades.” O enfermeiro chefe da unidade, Everton Luiz Bezerra Santana, 35, atua na UTI. Na tarde desta sexta-feira (27) haviam quatro pacientes em tratamento no local. “São pessoas que seriam transferidas para outras cidades em busca de vagas em UTI, e hoje são atendidas aqui mesmo com toda estrutura necessária para casos de infarto, AVC e outros. Mesmo quando o caso for de transferência, o paciente que chega na emergência recebe um primeiro atendimento aqui para estabilizar o quadro, e esse atendimento é fundamental”, afirmou o enfermeiro. Dados internos da Santa Casa apontam que nos seis meses em que a UTI funcionou em 2014, houve redução de 50% na taxa de mortalidade no hospital em relação ao mesmo período de 2013. Ampliação O provedor Reginaldo Beraldo já solicitou que a equipe técnica da Santa Casa elabore um projeto emergencial para a ampliação dos leitos da UTI de seis para 10. “No contato que tive em dezembro passado com o deputado federal Major Olímpio, ele assumiu o compromisso de enviar recursos de emenda para que possamos fazer essa ampliação que será muito importante para a dinâmica do funcionamento da unidade. O deputado vai apresentar o projeto emergencial e deve ter os recursos liberados para a obra ainda neste ano”, destacou Reginaldo Beraldo.n 7

[close]

p. 8

CIDADE SERÁ QUE TEMOS PETRÓLEO? Empresa estuda existência de petróleo na região Janeiro 2017 Revista RADAR Desde o final do ano passado a região vem rece- res do subsolo na busca da existência de hidrocarbobendo empresas ligadas ao estudo da prospec- netos, que seriam petróleo ou gás. Segundo a empre- ção de petróleo no oeste do estado. A princípio, houve sa, as atividades maiores de vibração serão realizadas comentários de que seria a exploração do gás de xisto, em sua maioria nas estradas rurais. que segundo técnicos existe em abundância em vários pontos do estado de São Paulo, mas a sua exploração tem vedações legais e muitas imposições de organiza- ções não governamentais e Ministério Público ligados 8 ao meio ambiente. A presença dessas empresas capitaneada pela Wellfield Serviços Geofísicos do Brasil Ltda, foi ques- tionada pelos prefeitos José Amauri Lenzone, de Ri- beirão dos Indios, Roberto Volpe de Santo Anastácio, Valdir Aparecido Lopes, o Dudu de Piquerobi, Airton Caminhão vibroseis Cesar Herling de Teodoro Sampaio, e Jorge Duran de Os caminhões vibroseis, também chamados de Presidente Venceslau. A reunião foi realizada no gabi- Thumper, usam uma fonte sísmica terrestre na qual nete do prefeito venceslauense e os representantes da o pulso é gerado pela queda de um peso. O caminhão Wellfield expuseram como será realizada a exploração emite vibrações e as ondas sísmicas são captadas por sísmica e tudo que é relacionado ao estudo incluindo geofones instalados na superfície. seu objetivo. Houve esclarecimentos quanto ao traba- lho que é executado com equipamentos de precisão e alta tecnologia, visando zerar os danos de ocorrências de bens particulares e ao meio ambiente, já que exis- te a previsão da passagem de equipamentos pesados pelas estradas rurais e também por algumas ruas das cidades que compõem a área de exploração. Todo esse trabalho está gerando mão de obra em cidades da região e se criou também a expectativa da existência de petróleo no subsolo do oeste paulista. A A empresa aproveitou a presença dos prefeitos e base de apoio foi instalada em Presidente Venceslau. demais interessados na reunião realizada no dia 23 de Haverá estudos em áreas particulares que serão janeiro, para apresentar as licenças expedidas pelas asseguradas por indenizações ou reconstrução de autoridades competentes, incluindo a ANP – Agência eventuais danos, no caso de sofrerem perdas com os Nacional do Petróleo. abalos sísmicos, que segundo a empresa são modera- O prefeito Jorge Duran sugeriu a execução das dos e dificilmente causam danos em edificações. Nas obras tenha a presença de um agente público de cada áreas urbanas, serão instalados sensores para não município. danificar o pavimento das vias públicas. É necessário Agora fica a expectativa: será que temos petróleo a atividade sísmica para averiguar as camadas interio- na região? n

[close]

p. 9

PRENSAGEM DE VEÍCULOS Detran faz prensagem de veículos em Presidente Venceslau Janeiro 2017 Revista RADAR Veja o vídeo ODetran realizou a prensagem de veículos destinados à reciclagem arrematados no último leilão do pátio regionalizado, que contempla 51 municípios, incluindo a unidade de Presidente Venceslau. Os veículos foram prensados depois de terem sido arrematados como sucata no leilão. Os leilões são realizados conforme a legislação federal. O veículo apreendido por infração às leis de trânsito, como por exemplo, falta de licenciamento, pode ir a leilão caso não seja reclamado por seu proprietário em até 60 dias, exceto os que têm pendência judicial, de acordo com a lei federal 13.160, de 2015. nema. Já em Dracena, a prensagem aconteceu nos dias 5 e 6 de janeiro e foram 361 veículos. 9 Motos sendo levadas a prensa No dia 3 de janeiro de 2017 o caminhão que realiza a prensagem chegou a Presidente Venceslau para a realização deste trabalho. Foram prensados 250 veículos, cujos lotes vieram também das cidades de Teodoro Sampaio, Primavera, Rosana e Mirante do Paranapa- Carros após serem prensados Segundo Antonio Rolnei da Silveira, superintendente regional do Detran, o processo de prensagem é realizado em três fases. A primeira consiste na descontaminação (retirada de óleos e combustíveis ainda existentes nos veículos). A segunda é a prensagem do veículo e a terceira é a retirada do material reciclado. “Com isto eliminamos possíveis focos de criadouro do mosquito aedes aegypti”, ressaltou. Fica um alerta para que as pessoas regularizem seus veículos para que não sejam apreendidos. É ruim para o Estado, é ruim para o motorista que fica sem o meio de transporte. Mantenha seu veículo regularizado, pois fica bem mais caro depois que vai para o pátio, além das despesas para regularização, acarretará ainda, taxas de guincho e diária no local. n

[close]

p. 10

COMÉRCIO DESFRAN Arquiteta Jéssica Santos auxilia clientes da DESFRAN em Venceslau Janeiro 2017 Os clientes da Desfran, uma das mais conceitua- 10 das lojas do ramo de materiais de construções da região, além do amplo e variado estoque de pro- Revista RADAR dutos à disposição, ainda podem contar com um ser- viço diferenciado, a presença de uma profissional de arquitetura para tirar eventuais duvidas sobre produ- tos e suas aplicações, e visualização dos projetos em ambiente virtual 3D para ver o resultado final da obra. A arquiteta e urbanista Jéssica Santos de Souza, atende a todos em espaço especial, discreto e com atenção absoluta. “Faço o auxílio na escolha do acabamento do projeto em questão, colocando um visual em 3d para os pisos, re- Arquiteta e urbanista Jéssica Santos de Souza vestimentos e ajustando detalhes para facilitar a escolha Jéssica comenda ainda, “a procura desse serviço dos produtos junto aos clientes. É um trabalho exclusivo, tem aumentado e ficamos muito felizes com a possibili- sem nenhuma cobrança adicional, criado especialmente dade de ajudar os clientes na hora mais difícil da constru- pela Desfran”, comentou. ção que é a escolha dos acabamentos, afinal é o que vai ficar mais visível na casa de cada um”. A DESFRAN está situada em Presidente Venceslau na Avenida João Pessoa, é um local onde vale a pena fazer uma visita pela diversidade de produtos e condi- ções especiais para a compra.n Projeto em 3D Projeto em 3D

[close]

p. 11

Revista RADAR 11 Janeiro 2017

[close]

p. 12

NOTICIÁRIO GERAL ESPAÇO CASARÃO de pessoas que procuraram o local, PREOCUPAÇÃO COM O e querem repetir a dose em épocas SALÁRIO especiais, como carnaval e inverno. Os prefeitos que en- traram agora no go- LILY MODAS verno nas cidades da região, estão todos Veja o vídeo preocupados com os reajustes para o pagamento do salário no quinto dia útil. Uma das Foi sucesso a iniciativa do Instituto mais ansiosas, quanto a este as- Preserva comandada pelo arqui- sunto, é a prefeita de Caiuá Rute teto Júlio Fernando Martins e seu Almeida. Ela pretende honrar o que sobrinho, o sociólogo Caio, em disse em campanha quanto ao pa- realizar atividades culturais, mu- gamento do mês de janeiro, mas sicais e gastronômicas no Espaço está planejando parcelar o salário Casarão em Presidente Venceslau. de dezembro que não foi pago pela A programação sempre começava administração anterior. às quintas-feiras, dentro do mês A empresária Lucimara Adriana, Janeiro 2017 de dezembro, atraindo muitas pes- 43, de Presidente Prudente, é a pro- soas para a visitação do local. prietária da loja Lily Modas, aberta AVIVA ANAS- recentemente na Avenida Newton OPORTUNIDADES PARA A Prado, 37, de frente a Catarinense CULTURA Calçados, em Presidente Vences- TÁCIO A redação de Radar 12 lau. Trabalha com moda feminina, Veja o vídeo recebeu no final de modinha, últimos lançamentos e janeiro o empresário de esportes tem um estilo diferente para apre- Claudemir da Silva Tavares, mais Revista RADAR sentar a suas clientes, mostrando conhecido como Claudemir da Tota, todas as semanas novidades. Está de Santo Anastácio. Ele está orga- fazendo um convite para que to- nizando o Campeonato de Futebol dos visitem a sua empresa. A loja Amador “Aviva Anastácio”. Quer de Presidente Venceslau é uma de promover a competição com 12 suas filiais, pois ela tem a base em equipes, incluindo, além de Santo O que aconteceu no Espaço Casa- Presidente Prudente e uma segun- Anastácio, as cidades de Piquero- rão foi algo muito bom e especial da loja em Bataguassu/MS. bi, Ribeirão dos Índios, Presidente para os meios culturais de Presi- Venceslau, Marabá Paulista, Pre- dente Venceslau. Escolas de dança, corais, grupos musicais, artesãos, PEGADA POLÍTICA sidente Epitácio e Presidente Bernardes. A premiação é de R$ 3 mil e pessoas ligadas ao passado da Uma grande ansiedade tomou con- para a equipe vencedora e R$ 1,5 cidade, puderam expor seus traba- ta da cidade na última semana de reais para o vice-campeã. Os jogos lhos e tudo o que sabem sobre Pre- dezembro. Faltava apenas três dias serão nos finais de semana no Es- sidente Venceslau. Com essa ideia, para a posse, quando o prefeito tádio Municipal de Santo Anastácio o Instituto Preserva pode também Jorge Duran anunciou, finalmente, e no campo da Vila Moreno. mostrar o que vem fazendo para a sua nova equipe de secretários. preservar um dos locais de maior Nova, em termos, porque muita importância para a história regio- gente que já estava no governo, fi- ELOGIOS A NATUREZA nal e de Presidente Venceslau. cou. Houveram algumas mudanças O apresentador do Globo Esportes de pastas e apenas três novos no- Ivan Moré esteve em Presidente mes: Paulo Feriani, na Secretaria Venceslau neste início de ano. Ras- DEVE REPETIR A DOSE de Planejamento, Daiane Belaez na gou elogios para a beleza da orla Apesar do cansaço promovido pela Educação e Cultura, Mauricio Her- de Presidente Epitácio. Sempre que extensa programação, Júlio Fer- nandes, na Secretaria Jurídica. Sa- vem para o oeste paulista, frequen- nando e Caio adoraram o trabalho íram do governo, Sebastião Hercu- ta o condomínio Bora Bora, e até realizado e também a diversidade liani, Marcos Ota e Célia Dourado. elaborou um texto enviado ao Blog

[close]

p. 13

do Toninho e a revista Radar, comentando que não há necessidade de irmos tão longe para apreciar a natureza em proximidades do mar. Disse que o Rio Paraná é show e que sente o maior prazer estar perto dele e se banhar em suas águas. ARRUMARAM O TREVO VALTER CAMARGO Entre o Natal e o Ano Novo, perdemos um grande radialista. Morreu aos 80 anos, Valter Camargo, um dos grandes expoentes da área esportiva do radialismo regional. Valter faz parte da história da Rádio Presidente Venceslau AM onde por muitos anos atuou como locutor e comentarista esportivo. Foi também um dos incentivadores de profissionais na área. Uma grande perda. MUDANDO A FACHADA Veja o vídeo Depois do apelo de muitas pessoas quanto a irregularidade de uma das alças do trevo que une as rodovias Raposo Tavares e Integração em Presidente Venceslau, e também alertada por uma matéria de vídeo do Blog do Toninho, a concessionária que cuida da Rodovia Raposo Tavares, consertou a alça de entrada do trevo da Integração para a Rodovia Raposo Tavares, criando um espaço de segurança à direita, passando de frente a entrada do DER. O trabalho foi realizado em cerca de dois meses e já está pronto. Antes os veículos que utilizavam esta alça eram jogados para dentro da pista de maneira brusca e poderiam se envolver em alguma batida com os carros que estavam em trânsito pela estrada. Agora tudo ficou com maior segurança. 13 TORRE DE TELEFONIA MÓVEL Janeiro 2017 Revista RADAR Está em obras em Presidente Venceslau a frente total do prédio do Supermercado Pires, da Rua Baturité. Uma ampla e moderna frente de vidro está sendo instalada com base em projeto do arquiteto Alex Pires. Vai ficar show. TURISMO O vereador Beto Coelho, eleito pelo PHS, está preparando viagem para São Paulo, ao lado do prefeito Jorge Duran e do presidente do partido Bruno Colli, para conversar com autoridades políticas ligadas ao projeto MIT – Município de Interesse Turístico. O objetivo é implantar este projeto na cidade. Os dois devem conversar com o secretário de turismo do estado Laércio Benko e com a deputada Clélia Gomes. Está sendo construída em Presidente Venceslau uma torre autoportante com 60 metros de altura para atender a telefonia celular do Jardim Eldorado, parte do Residencial Azenha, Bairro Azuma Futigami, Nico Moré e Rodovia Raposo Tavares. Esta é uma reivindicação antiga dos moradores destes locais que não conseguiam obter sinal para telefonia celular. As autoridades venceslauenses ficaram por mais de dois anos solicitando as empresas que fornecem este tipo de serviço a instalação de uma torre e de equipamentos para recepção e transmissão. Dois vereadores da cidade, Mestre Tota e Raphael do Fórum, falaram diversas vezes na Câmara sobre o assunto, e também houve pedido do prefeito venceslauense para que fosse instalado este serviço no local. Agora o mesmo está sendo viabilizado e a empresa que ocupará a torre é a Vivo.

[close]

p. 14

CAPA UM NOVO GOVERNO Duran quer neste segundo mandato melhorar a qualidade de vida da população Austeridade passou a ser a palavra de ordem da atual gestão do Prefeito Jorge Duran. Fará o enxugamento da máquina, gastando somente o necessário Oprefeito de Presidente Venceslau, Jorge Duran Gonçalez (PSD), iniciou o novo desafio de ad- ministrar a cidade por mais quatro anos. No discurso de posse fez questão de ressaltar que há quatro anos iniciou um projeto com objetivo de instrumentalizar a Janeiro 2017 administração pública municipal para, principalmen- te, melhorar a qualidade de vida da comunidade ven- ceslauense. Disse que o desafio foi árduo, mas satisfa- tório. E a população aprovou esse trabalho conferindo uma reeleição com quase 75% dos votos válidos. 14 Numa análise do primeiro mandato, confrontando com a segunda gestão 2017/2020, o prefeito Duran diz que administrar uma cidade não é fácil. Mas, com Revista RADAR o apoio da sociedade, e a colaboração dos poderes constituídos, sobretudo da Câmara Municipal, have- rá um caminhar já traçado para novas realizações, adequações da máquina pública, obras, serviços. “Avançamos bastante e deixamos pavimentado o caminho para que possamos nesses próximos quatro anos fixar de vez uma diretriz de desenvol- vimento”. Destacou que é perceptível que muito foi feito e muito mais poderia ser concretizado se o qua- dro de instabilidade político/econômica não ti- vesse o impacto da crise na economia brasileira, principalmente nos dois últimos anos do governo municipal, quando foi necessário equacionar os investimentos à realidade econômica, enqua- drando despesas com arrecadação que diminuiu mais de 40%. Duran disse que o primeiro mandato supe- rou as adversidades com medidas austeras, como corte de despesas até mesmo com a exoneração de servidores. “Com muita dor em cortar postos de trabalho, agimos com responsabilidade para man- ter as finanças”. Para o novo governo que se iniciou em 1º de janeiro de 2017, Duran voltou a priorizar e potencializar na sua nova gestão a palavra AUSTERIDADE. Disse que esse novo mandato vem com enxugamento da máquina e

[close]

p. 15

gastar só o necessário. Pondera que não é momento de grandes saltos, mas, sim, garantir os compromissos essenciais e os serviços fundamentais para a população de Presidente Venceslau. “O meu governo foi pautado pela transparência. E vai continuar assim nesse segundo mandato. Comprometo-me a cumprir os propósitos de servir ao povo, mas sempre com responsabilidade, sem aventuras e falsas promessas”. Demonstrando confiança disse que sabe exatamente o que a cidade precisa. Reformas, construções, investimentos e, o mais importante, criatividade no jeito de administrar. “Criar, criar sempre. Os ideais são construídos com debate, ouvir a população. E, isto, fizemos muito e, com essa bagagem, temos condições, sim, de conduzir um segundo governo com mais efetividade, melhorando a cidade em todos os seus aspectos, garantindo sua originalidade, e trazendo inovações necessárias ao povo que vive em constante mutação”. Duran pede a compreensão da população; o apoio das entidades de classe e, principalmente, da Câmara Municipal, pois ao lado do Poder Legislativo espera implantar importantes mudanças nas áreas administrativa, previdenciária, fiscal. REABRINDO A UTI DA SANTA CASA com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura Municipal, além das gestões efetivas do prefeito Jorge Duran, que buscou recursos e apoio em Brasília, principalmente do deputado federal venceslauense Major Olímpio, que enviou através de emenda parlamentar, R$ 300 mil para incrementar as ações de atendimento dos serviços de maior complexidade. “Em meados de dois mil e quatorze recebi uma determinação do prefeito Jorge Duran para dar total e irrestrito apoio à Santa Casa, no sentido de viabilizar o credenciamento da UTI. E foi graças a esse empenho, conjuntamente com a direção do hospital, que hoje podemos estar aqui comemorando a efetiva abertura da unidade de terapia intensiva”, relatou a secretária municipal de Saúde, Susi Bonifácio. Ela explica que o trabalho ainda não terminou porque o governo municipal, em parceria cada vez mais efetiva com a direção da Santa Casa, busca agora a ampliação de leitos. Para tanto, o prefeito Jorge Duran tem interferido diretamente nos órgãos governamentais para que a UTI receba mais recursos, investimentos em equipamentos e na melhoria da equipe médica específica para a unidade de terapia. “A saúde pública municipal passa pela Santa Casa com quem mantemos o contrato com o Pronto Socorro e também exercemos a gestão plena da saúde pública, razão pela qual o bom funcionamento do hospital resulta em atendimento mais completo para a população. Agora com a UTI, preservaremos vidas aqui mesmo, sem necessidade de deslocamentos para outras referências regionais. Hoje somos referência na região na questão de serviço de UTI”, comemora do prefeito venceslauense. O prefeito Jorge Duran trata como sendo a melhor notícia deste início de ano em Presidente Venceslau a reabertura da UTI da Santa Casa de Misericórdia. A unidade de terapia chegou a entrar em funcionamento, mas, sem credenciamento ao SUS, fechou em poucos meses por falta de condições econômicas para financiar o alto custo deste serviço. Com a intervenção da administração pública municipal, o procedimento de credenciamento foi retomado AMBULÂNCIA NOVA Com prioridade e austeridade, o prefeito Jorge Duran anuncia que não haverá carnaval popular este ano na cidade. Para realizar os festejos seriam investidos cerca de R$ 30 mil. Entretanto, com esse valor em caixa o prefeito Duran priorizou a aquisição de uma nova ambulância, aproveitando um convênio estadual de R$ 50 mil. “Conseguimos a liberação desse recurso de cinquenta mil e não precisávamos de mais trinta mil para complementar a compra de uma nova ambulância. Optamos pela saúde pública e determinei a utilização dos trinta mil para complementar a o valor do veículo. Não dá para fazer carnaval em detrimento de um interesse maior. Estamos em busca de mais recursos para aquisição de outras ambulâncias e melhoria do sistema de saúde pública municipal”, concluiu.n Revista RADAR Janeiro 2017 15

[close]

Comments

no comments yet