Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

João Monlevade, Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017 - Edição Número 4.126. Ano XX

Popular Pages


p. 1

SEXTA-FEIRA 17 DE FEVEREIRO - 2017 | R$ 1,00 Sol, alternando com pancadas de chuva e possíveis trovoada O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.126 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 MÁXIMA: 28ºC MÍNIMA: 17ºC www.bomdiaonline.com Sintramon pede 25% de reajuste salarial Página 3 Cíntia Araújo/Acom CMJM Mauri é empossado como vice no TCE O ex-deputado estadual Mauri Torres foi empossado como vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais na tarde de quarta (15). Cláudio Couto Terrão assume como novo presidente. Mauri Torres faz parte do corpo de conselheiros desde 2011. Divulgação Baixo efetivo é “desafiador”, diz comandante da PM MP manda recolher placas de taxistas irregulares Divulgação Página 5 Página 3

[close]

p. 2

BOM DIAsexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. CIRCUITO CULTURAL DO MÉDIO PIRACICABA Essa semana meu amigo Ricardo Guerra postou uma fotografia inspiradora. Nessa foto estavam a superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, Martha Mousinho e a assessora cultural Marta Rocha em reunião com o secretário de Cultura de São Gonçalo do Rio Abaixo, Ulysses Fonseca. Na legenda da foto ele noticiava que o encontro teve o intuito de estabelecer parcerias para o fomento da área cultural de ambos os municípios, que já tem fortes elos comerciais e econômicos. Fiquei feliz ao ver o meu amigo Ricardo em ação no que faz melhor: juntar gente trabalhando pelo bem comum. Mas a foto me fez sonhar. Imaginem se essa reunião fosse ampliada buscando interface com outras secretarias de cultura da região? Imaginem se fosse criado o CIRCUITO CULTURAL DO MÉDIO PIRACICABA para circular a vigorosa produção intelectual da nossa região? Imaginem que sensacional seria IGOR VENAL e MAÍ- RA BALDAIA de Itabira tocando em Alvinópolis? Agora imaginem São Domingos do Prata recebendo os excelentes Aulus Rodrigues e Tupete, de São Gonçalo? Imaginem a ótima Banda Estorvo e a bateria Colibri de Alvinópolis tocando em Santa Bárbara? Imaginem Rômulo Rás e o SoulDuSamba de João Monlevade tocando em Barão de Cocais? Agora imaginem a artista plástica Alesandra Alves de Alvinópolis expondo seus trabalhos em Itabira, o escritor Raphael Godoy em uma cidade do Médio Piracicaba . Também um sonho. Mas aí é que tá. Tudo que existe nesse mundo foi sonho antes de virar realidade. Bora fazer acontecer? Está lançado o desafio... COTONIGHT SHOW #02 de João Monlevade lançando seu livro em Dionísio, o Sanfoneiro Hudson de Souza de Dionísio tocando em Catas Altas e assim por diante. Utopia? Por enquanto sim. Mas quem sabe? E qual seria a instância adequada para costura isso tudo? Resposta fácil: A AMEPI, hoje presidida pelo aprovadíssimo prefeito Léris Braga de Santa Bárbara. A Associação dos Municípios do Médio Piracicaba é uma instituição sólida. Lá trabalha o gente finíssima Eduardo Quaresma, que há pouco tempo me falou sobre um projeto maravilhoso que acalentava, de uma feira multissetorial itinerante, que aconteceria a cada ano A turma de Itabira não tá de brincadeira. No ar o segundo programa COTONIGHT SHOW. Entrevista com João Jardel da banda Poison Or Medicine. Eu já conhecia uma música da banda anterior do João chamada Curved, e gostei bastante. Rock de muita potência e harmonias densas. Ainda não conheço o Poison, mas vou ouvir. Entrevista despojada bem no estilo “faça você mesmo em seu quarto do jeito que der”. Quem quiser assistir, acesse pelo canal no youtube -ttps:// www.youtube.com/ watch?v=l5RdLY0NFoc VENDE-SE APARTAMENTO VALE DO SOL Sala – copa – cozinha – Banheiro – 03 quartos reformados, com garagem Rua Etelvino Rocha 63 –Apto 702 Tratar telefone - 986768958 FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com

[close]

p. 3

BOM DIAsexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 3.cidade Reajuste de 25% entra na pauta de negociação do Sintramon João Monlevade - O Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de João Monlevade (Sintramon) realizou nesta semana a sua primeira assembleia para discutir o reajuste salarial do funcionalismo público. Os servidores presentes aprovaram índice de aumento de 25%. O valor do cartão alimentação sugerido é de R$ 350,00 para todos os funcionários. A presidente do Sintramon, Isaura Tereza Bicalho, disse que o índice foi definido após análise das contas do município. Segundo ela, nos últimos cinco anos as perdas salariais da categoria giram em torno de 30%. Ela enfatizou também que há três anos o cartão alimentação não é reajustado. A proposta de aumento será encaminhada para a prefeita Simone Carvalho (PSDB), para negociação. No ano passado, a Pauta de Reivindicação da categoria pediu reajuste de 10%. No entanto, o ex-prefeito Teófilo Torres (PSDB) concedeu 5% de aumento salarial. Vereadores foram barrados pela política de segurança João Monlevade - O provedor do Hospital Margarida, José Roberto Fernandes, justificou que vereadores da comissão de Saúde da Câmara de João Monlevade foram barrados na portaria da unidade de saúde, na semana passada, devido a nova política de segurança da Casa. Os vereadores estiveram no hospital, com intuito de verificarem o motivo da demora na realização de cirurgias. No entanto, foram impedidos de entrar sob alegação de que não havia funcionário para acompanhá-los. Em ofício, o provedor do Margarida, disse que “(...) o Hospital Margarida, com objetivo de conceder uma maior segurança aos pacientes, funcionários e prestadores de serviços, está atualmente em fase de implantação de catracas, para entrada e saída das pessoas. (...) a diretoria repassou ordens expressas as recepcionistas para que o fluxo de pessoas dentro do hospital somente seria permitido dentro do horário de visita ou com autorização prévia da diretoria. A negativa de entrada dos vereadores se deu pelo fato de que no momento da visita não havia nenhum membro da diretoria no local”, consta na justificativa enviada à Câmara Municipal. O atraso na realização de cirurgias ortopédicas ocorreu devido a falta de perfuradores. Os três equipamentos do Hospital Margarida estragaram. Sobre o assunto, José Roberto alegou que “no momento da visita dos vereadores a situação já estava resolvida”, finalizou o gestor do hospital. Prefeitura notifica e suspende placas de taxistas irregulares João Monlevade - Taxistas que trabalham em João Monlevade e que não passaram por processo licitatório estão sendo notificados pelo Setor de Trânsito e Transporte da Prefeitura (Settran) e as placas dos táxis suspensas. A determinação é do Ministério Público, que cobrou da prefeita de João Monlevade, Simone Carvalho (PSDB), o cumprimento de um Termo de Ajustamento e Conduta (TAC) assinado pelo ex-prefeito Gustavo Prandini, em 2012. O documento prevê que somente pode exercer a atividade de taxista em João Monlevade quem participou de processo licitatório (23) e aqueles que já possuíam a placa de táxi antes da Constituição Federal de 1998 (13 taxistas). Nesse caso, o permissionário deve ser o mesmo da época. “O Ministério Público (...) notifica Vossa Excelência para dar cumprimento, no prazo de 30 dias, á obrigação assumida na segunda cláusula do TAC, sob pena de execução judicial da multa prevista na cláusula terceira. Fica autorizada, caso Divulgação Na terça foram entregues notificações sobre a revogação da permissão da placa do táxi queira, a manter as permissões concedidas anteriormente à CF/88 e cujos permissionários originários, após esta, não a tenham transmitido a quem quer que seja. Todas as demais devem ser revogadas”, consta no documento entregue à prefeita e também aos taxistas. A prefeita Simone Carvalho tem 30 dias para cumprir a determinação do Ministério Público. Ela está sujeita ao pagamento de multa se não fizer o determinado pela legislação. A notificação foi entregue à prefeita no dia 2 de fevereiro. Problema antigo O Termo de Ajustamento de Conduta foi assinado pelo ex-prefeito Gustavo Prandini depois que taxistas que queriam explorar o serviço no município foram impedidos pelos “mais velhos de casa”. Os “novatos” então recorreram à Justiça, que determinou a assinatura do documento, a realização de licitação para explorar o serviço e o recolhimento de placas de quem não participasse da disputa. Por orientação jurídica, os mais antigos se negaram a passar pela licitação e também recorreram à Justiça, questionando o processo, que acabou suspenso liminarmente. Os novatos, que não gostaram nada do resultado do processo, recorrem da liminar e ganharam o processo, em todas as instâncias, em 2014. A publicação do resultado da licitação foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal. A polêmica não terminou ai e, em novo capítulo, no final do ano passado, o ex-prefeito Teófilo Torres (PSDB) enviou projeto para a Câmara de Vereadores reconhecendo todos os taxistas do município. Além disso, a matéria previa vantagens aos “mais velhos de casa” sobre os “novatos” . A ação gerou novo questionamento na Justiça. Na terça-feira (14) foram entregues notificações aos taxistas sobre a revogação da permissão da placa do táxi. No documento, assinado pelo chefe do Setor de Trânsito e Transporte da Prefeitura (Settran), Breno Carlos Oliveira Lima, consta que o órgão “oficiará órgãos competentes para a devida baixa da permissão nos respectivos cadastros de registros”. A situação da suspensão das placas, que proíbe os taxistas de rodarem deve ser resolvida com um novo processo licitatório realizado pela Prefeitura de João Monlevade.

[close]

p. 4

BOM DIAsexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 4.cidade Professor questiona justificativa da Prefeitura em extinguir curso de Química João Monlevade - O professor de Química, Huita Matozo questionou a justificativa da Prefeitura de João Monlevade em extinguir o curso técnico em Química, por não haver alunos suficientes para a manutenção da capacitação. O educador usou a Tribuna da Câmara de Vereadores na tarde da última quarta-feira (15) para manifestar sobre o assunto. Huita colocou em xeque a afirmação do secretário municipal de Educação, Teotino Damasceno Filho, que declarou que no ano passado o curso foi encerrado com 11 alunos. Ele também declarou a importância do curso no município e defendeu que este seja mantido pelo atual governo. Os vereadores, em especial os da oposição, também defenderam a permanência do curso, propondo ao Executivo que divulgue mais a iniciativa, para que os estudantes do município tenham conhecimento da oferta. Ainda durante a reunião foi aprovado um requerimento solicitando esclarecimentos à Secretaria Municipal de Educação sobre o curso de Química, como os motivos da não oferta do curso este ano, os investimentos de anos anteriores e se existe possibilidade de novas turmas nos próximos anos. O curso O curso Técnico em Química foi criado há mais de 25 anos em João Monlevade e extinto nesse ano sob alegação de falta de demanda. Mais de 2 mil alunos passaram pela capacitação. Com o fechamento do curso, os professores que lecionam na qualificação profissional foram remanejados para o ensino fundamental da rede municipal. João Monlevade vence a Copa Paineiras João Monlevade - A equipe de João Monlevade se sagrou campeã da 1ª Copa Voleibol de Paineiras. As equipes participantes foram Oliveira, Odrusba/BH, SuperBall/Mariana, A LIGA BH, Paineiras e João Monlevade. O time de João Monlevade, comandado pela técnica Neusa Faria, estreou o campeonato perdendo para Oliveira por 3x2. Mas se recuperou vencendo o Odrusba por 3x0 e classificando para a semifinal em 2° lugar da chave. A semifinal foi dificil, porém os monlevadenses superaram A LIGA BH por 3x0. A equipe de Oliveira também se classificou para a final ganhando do SuperBall Mariana. A final foi uma revanche contra a equipe de Oliveira. Entretanto, João Mon- levade entrou concentrada e não teve dificuldades para vencer a decisão por 3x0 (25x17, 25x19, 25x23) se consagrando campeã. O terceiro lugar ficou com a equipe de Mariana. A nossa equipe ainda faturou 3 destaques individuais, Miguel Abdo e Carlos Domingos como melhores ponteiros e Joanderson Anicetto (levantador) como melhor jogador da copa. Bell Silva/O Popular Huita Matozo questionou o fechamento do curso EDITAL CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL PESSOA FÍSICA EXERCÍCIO DE 2017 A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, em conjunto com as Federações Estaduais de Agricultura e os Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais com base no Decreto-lei nº 1.166, de 15 de abril de 1.971, que dispõe sobre a arrecadação da Contribuição Sindical Rural – CSR, em atendimento ao princípio da publicidade e ao espírito do que contém o art. 605 da CLT, vêm NOTIFICAR e CONVOCAR os produtores rurais, pessoas físicas, que possuem imóvel rural, com ou sem empregados e/ou empreendem, a qualquer título, atividade econômica rural, enquadrados como “Empresários” ou “Empregadores Rurais”, nos termos do artigo 1º, inciso II, alíneas “a”, “b” e “c” do citado Decreto-lei, para realizarem o pagamento das Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Rural, referente ao exercício de 2017, devida por força do Decreto-lei 1.166/71 e dos artigos 578 e seguintes da CLT. O recolhimento da CSR deverá ocorrer, impreterivelmente, até o dia 22 de maio de 2017, em qualquer estabelecimento integrante do sistema nacional de compensação bancária. A falta de recolhimento da Contribuição Sindical Rural – CSR, até a data do vencimento (22 de maio de 2017), constituirá o produtor rural em mora e o sujeitará ao pagamento de juros, multa e atualização monetária previstos no artigo 600 da CLT. As guias foram emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuintes nas Declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural – ITR, repassadas à CNA pela Secretaria da Receita Federal do Brasil - SRFB, remetidas, por via postal, para os endereços indicados nas respectivas Declarações, com amparo no que estabelece o artigo 17 da Lei nº 9.393, de 19 de dezembro de 1.996, e o 8º Termo Aditivo do Convênio celebrado entre a CNA e a SRFB. Em caso de perda, de extravio ou de não recebimento da Guia de Recolhimento pela via postal, o contribuinte deverá solicitar a emissão da 2ª via, diretamente, à Federação da Agricultura do Estado onde tem domicílio, até 5 (cinco) dias úteis antes da data do vencimento, podendo optar, ainda, pela sua retirada, diretamente, pela internet, no site da CNA: www.cnabrasil.org.br. Eventual impugnação administrativa contra o lançamento e a cobrança da Contribuição Sindical Rural - CSR deverá ser encaminhada, por escrito, no prazo de 30 (trinta) dias, contado do recebimento da guia, para a sede da CNA, situada no SGAN Quadra 601, Módulo K, Edifício CNA, Brasília - Distrito Federal, Cep: 70.830-021 ou da Federação da Agricultura do seu Estado, podendo ainda, ser enviada via internet no site da CNA: cna@cna. org.br. O sistema sindical rural é composto pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil–CNA, pelas Federações Estaduais de Agricultura e/ou Pecuária e pelos Sindicatos Rurais e/ ou de Produtores Rurais. Brasília, 17 de Fevereiro de 2017. João Martins da Silva Júnior Presidente da Confederação

[close]

p. 5

BOM DIAsexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 5.cidade Comandantes das polícias Militar e Civil se reúnem com vereadores João Monlevade - A segurança pública foi pauta de uma reunião entre os vereadores e os comandos das polícias Militar e Civil do município: major André Pedrosa e delegado Alberto Vieira, respectivamente. O encontro ocorreu na tarde desta quarta-feira, 15, e precedeu a reunião ordinária do Legislativo monlevadense. O presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD) esclareceu aos vereadores que o encontro era para discutir a segurança na cidade e ainda, reforçar sempre a parceria entre as três instituições. “Atendemos ainda ao pedido do vereador Guilherme Nasser (PSDB). Todos aqui somos servidores da população. Precisamos sim trabalhar juntos por João Monlevade”, declarou. A unificação do serviço de emissão de carteiras de identidade e ainda, a atuação do Legislativo para trazer ao município o Instituto Médico Legal (IML) também foram discutidos no encontro, que teve a presença de todos os vereadores, com exceção de Pastor Carlinhos (PMDB) e Sinval Dias (PSDB). Ambos justificaram ausência. O primeiro a falar foi o major André. Ele, que responde pelo comando da 17ª Cia. de Polícia Militar Independente há uma semana, disse que ainda se familiariza com a realidade da cidade. “É notório o estreitamento dos laços entre a PM e Cíntia Araújo/Acom CMJM Comando da PM citou o baixo efetivo como um desafio a comunidade. Inclusive pelas redes sociais e ainda pelo aplicativo whatsapp. Isto é algo que vamos manter”, declarou. O major André ainda disse que o principal desafio da Polícia Militar é o baixo efetivo e ainda a questão de infraestrutura, em especial as viaturas. “Durante um plantão, temos uma média de um militar para 20 mil habitantes. É algo realmente desafiador e que trabalhamos diariamente para suprir”, disse o comandante. Ainda durante a conversa com os vereadores, major André informou que João Monlevade terá um subcomandante, que virá de Governador Valadares. Segundo ele, será um capitão, que traz grandes experiências para o município. “Em especial com o sistema de monitoramento por câmeras. Um trabalho iniciado pelo último comandante e que vamos otimizar”, declarou. Já sobre a Polícia Civil, o delegado Alberto também destacou como dificuldade o número de policiais. “O que para a PM é um número de turno, para nós, policiais civis, é uma realidade. Trabalhamos com um policial para quase 70 mil habitantes. Ainda reforço com o exemplo quem em nossa regional havia 13 delegados. Hoje são 7. Temos 1/5 do efetivo da Polícia Militar”, disse. O delegado ainda citou outros serviços que demandam muito da instituição. “Emissão de carteiras de identidade, vistoria de veículos e outros parecem simples, mas não são. Em especial agora, em que estamos centralizando as delegacias em um só endereço. Mudanças trazem transtornos, mas será muito benéfico à população”, disse o delegado. IML e Posto de Identificação também são citados Após as declarações dos comandos, Djalma abriu a palavra aos vereadores. Todos foram unânimes em afirmar o apoio irrestrito às ações das polícias. Os edis ainda solicitaram que os conselhos de segurança pública sejam mantidos e anda mais incentivados pelas polícias. Djalma Bastos destacou a parceria da Câmara com a Polícia Civil, no que diz respeito ao Posto de Identificação. Segundo ele, a intenção é unificar a emissão do documento na Câmara Municipal. “Estamos estruturando a casa para isso. Já conversei com a prefeita, que apoia em definitivo esta ação. Vamos estreitar esse diálogo com a Polícia Civil ”, disse Djalma. O presidente ainda revelou que outra ação será trazer o Instituto Médico Legal (IML) para João Monlevade, por meio da soma de forças entre polícias, Prefeitura e Câmara. O delegado apoiou a iniciativa. “Poucos dão valor ao IML, mas este serviço é de extrema importância, em especial para os serviços da Polícia Civil”, disse. Ao fim do encontro, o delegado e o major agradeceram a receptividade e a parceria entre as instituições. Com aulas gratuitas, Ufop seleciona alunos para cursinho em Monlevade João Monlevade - O campus da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) em João Monlevade oferece 45 vagas para um curso pré-vestibular gratuito. Os selecionados terão aulas de Português, Redação, Matemática, Química, Física, Biologia, Geografia e História. As inscrições para o cursinho vão até o dia 8 de março e podem ser feitas das 13h30 às 17h30 no Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas ICEA/UFOP (Bloco C-1º andar) localizado na rua Trinta e Seis, 115 – bairro Loanda. Para se inscrever no processo seletivo é preciso que o candidato tenha cursado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral em escola privada. Além disso, ter concluído o ensino médio ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio em 2017. O Processo Seletivo será por critério classificatório de acordo com a pontuação obtida pelo candidato na prova de seleção que terá questões de Matemática, Física, Química e Português. Divulgação O Processo Seletivo será por critério classificatório

[close]

p. 6

BOM DIAsexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 6.cidade Antônio Carlos pede que empresa utilize mais mão-de-obra da cidade Acom PMSG Câmara de São Gonçalo promove exposição sobre as funções do vereador Durante visita Antônio Carlos pediu para que as empresas utilizem mais mão-de-obra local São Gonçalo do Rio Abaixo - O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho, o vice-prefeito Eduardo Fonse- ca e os secretários municipais, realizaram uma visita nas instalações da Mina de Brucutu, pertencente à mineradora Vale no início da semana. Durante o encontro, o prefeito Antônio Carlos cobrou dos representan- tes da Vale a contratação de mão de obra são-gonçalense diretamente na empresa e em suas prestadoras de serviço. O gerente de Operações do Complexo de Minas Centrais da Vale, Rodrigo Chaves, garantiu que o número de funcionários são-gonçalenses que trabalham na Vale quase dobrou nos últimos anos, porém ressaltou que a empresa segue trabalhando para aumentar o número de empregados do município em Brucutu. São Gonçalo do rio Abaixo – Desde ontem (16), quem visita a Câmara de São Gonçalo do Rio Abaixo pode apreciar a exposição “O papel do vereador e as Funções da Câmara” e “É você que faz política!”. A exposição foi elaborada por um grupo integrado por servidores do Centro de Apoio às Câmaras (Ceac) e da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Minas. São sete painéis temáticos que explicam desde curiosidades, como a origem do termo “vereador” – que vem do verbo “verear”, caminhar – até as atribuições desses agentes públicos e as do Parlamento. Além disso os painéis apresentam a importância da participação do cidadão na vida pública. A exposição já percorreu 5 cidades e ficará exposta no legislativo até o dia 10 de março. A mostra educativa é produzida pela Assembleia Legislativa e ficará exposta na Câmara após uma iniciativa do vereador Felipe Silveira.

[close]

p. 7

BOM DIAsexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 7.cidade Acimon promove Café Empresarial com tema Líder Coach João Monlevade - A Acimon promoveu na manhã dessa quarta-feira (15), o Café Empresarial “Líder Coach” em parceria com a Insight Consultoria Empresarial. A diretora da Insight Consultoria, Cristiane Lage, fez uma análise do mercado atual, citando o período de crise financeira, que tem impedido muitos empresários de ousar em suas áreas. Segundo ela, o medo tem deixado as empresas estagnadas, sem ações concretas e poucas iniciativas. “Crise deve ser vista como oportunidade de crescimento. É necessário ser pró-ativo e ter mentalidade positiva”, orientou Cristiane, que é psicóloga com formação em Coach e especialização em Exe- Flávia Henriques Durante o café, foi possível falar sobre a importância da pró-atividade diante da crise cutive Coach e ainda em Business Coach. Para ela, o Líder Coach é essencial em uma empresa para que a mesma se saia bem em momentos como o País está vivenciando. E, para se tornar um Líder Coach, é primordial que se trabalhe o desenvolvimento próprio e da equipe em mesmo nível. “A diferença está na forma de motivar, trabalhar as habilidades, as competências do colabo- rador. É potencializar o lado humano”, ressaltou. Durante a palestra, o jornalista e radialista, Francis Júnior frisou que a sua experiência com a crise foi positiva na Rádio Alternativa 1, onde exerce sua profissão e ainda atua no setor comercial. “Vi a oportunidade e tracei uma estratégia própria para atrair meus clientes e obter outros”, enfatizou ele, que garantiu estar tendo bons resultados até então. De acordo com Cristiane Lage, a metodologia Coaching é uma melhoria contínua das competências de um Líder Coach e sua equipe. Juntos, os resultados para empresa são sempre positivos. E para que você possa extrair o melhor de sua equipe e melhorar os resultados da sua empresa, a Insight Consultoria Empresarial pode prepará-lo para ser um Líder Coach. Interessados em participar de um treinamento intensivo e de imersão na metodologia, devem ligar no 31 38311873 ou 31 99672-5000. Falar com Janaina Oliveira, setor comercial. Serviços Para o presidente da Acimon, Carlos Augusto Arthuso, o serviço oferecido pela entidade por meio do Café Empresarial é uma ferramenta muito importante para que as empresas possam conquistar mais clientes e abrir novos mercados. “É um momento do empresário apresentar seus produtos e serviços e ainda encontrar outros empresários, ampliando seu network. O empresariado deve usar mais a Acimon para fomentar seu Negócio, pois temos outros serviços”, explicou ele. Divulgado resultado final do concurso da Prefeitura Acom PMJM nos concursos públicos. Os resultados em sua integra serão publicados, respectivamente no Quadro de Avisos e Publicações da Prefeitura Municipal de João Monlevade e no Hall de Publicações do Departamento Municipal de Águas e Esgotos e serão divulgadas nos endereços eletrônicos www.pmjm.mg.gov.br, www.daejoaomonlevade.com.br e www.gestaodeconcursos.com.br. Candidatos podem conferir resultado na Prefeitura João Monlevade - A dação Municipal Crê- Esgotos (DAE), divul- sultado final pós-recurso Prefeitura Municipal de -Ser e o Departamento garam na manhã desta contra a prova prática e João Monlevade, a Fun- Municipal de Águas e quarta-feira (15), o re- classificação preliminar

[close]

p. 8



[close]

Comments

no comments yet