Sindiavipar

 

Embed or link this publication

Description

Nova Etapa

Popular Pages


p. 1

NOVA ETAPA Sindiavipar cria estatuto mais moderno e dinâmico acompanhando evoluções da avicultura

[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4

Sumário 18 Resesceunrscoial Em 2017, Funasavi completa 10 anos de apoio e suporte à avicultura. Conheça! 24 Mais moderno Sindiavipar ganha novo estatuto e acompanha as evoluções do setor. 34 sAutisttuednetável Instituto Paranaense de Reciclagem é fundado com foco na Logística Reversa. Sindiavipar 06 Observatório 07 Agenda 08 Sindiavipar 10 Na mídia 12 Radar 14 Entrevista 16 História 18 Sanidade 20 Mercado 24 Capa 30 Estrutura 34 Meio ambiente 36 Legislação 36 Contribuição Sindical 38 Negociações coletivas 40 Evento 44 Saúde 46 Associados 48 Notas e registros

[close]

p. 5

Diretoria Presidente: Domingos Martins Vice-presidente: Claudio de Oliveira Secretário: Olavio Lepper Tesoureiro: João Roberto Welter Suplentes: Luiz Adalberto Stabile Benicio, Ciliomar Tortola, Vallter Pitol e Roberto Kaefer Conselheiros fiscais efetivos: Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro, Dilvo Grolli e Rogerio Wagner Martini Gonçalves Suplentes: Celio Batista Martins Filho e Marcos Aparecido Batista Delegados representantes efetivos: Domingos Martins e Luiz Adalberto Stabile Benicio Suplentes: Ciliomar Tortola e Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná Av. Cândido de Abreu, 140 - Salas 303/304 - Curitiba/PR - CEP: 80.530-901 Tel.: 41 3224-8737 | sindiavipar.com.br | sindiavipar@sindiavipar.com.br Fale conosco Se você tem alguma sugestão, crítica, dúvida ou deseja anunciar na Revista Sindiavipar, escreva para nós: revista@sindiavipar.com.br. Expediente Produção Centro de Comunicação centrodecomunicacao.com.br Jornalista responsável Guilherme Vieira (MTB-PR: 1794) Colaboração Camila Castro, Bruna Robassa, Giorgia Gschwendtner, Luiz Kozak, Jorge de Sousa, Laura Espada, Paulinne Giffhorn Design e diagramação Cleber Brito Comunicação e Marketing Mônica Fukuoka Impressão Maxi Gráfica Anuncie na Revista Sindiavipar Mônica Fukuoka Gerente de Comunicação e Marketing marketing@sindiavipar.com.br (41) 3224-8737 Editorial Ano novo, fase nova! Iniciamos 2017 com um marco na história do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar): a inauguração do novo estatuto, que tem por objetivo acompanhar as evoluções da entidade, que ao longo dos seus 20 anos de existência deixou de ser apenas uma autoridade sindical para representar a avicultura paranaense de forma mais abrangente. Na matéria de capa, desta edição, destacamos as inovações e mudanças que o regimento traz para o setor e toda a comunidade envolvida com a avicultura. A publicação ainda esclarece nossa nova categoria de associado: o “solidário”, que abrange empresas de todo o território nacional e de diversos segmentos, que compartilham do mesmo espírito de desenvolvimento da categoria econômica das Indústrias de Produtos Avícolas. Além disso, dedicamos a primeira revista do ano aos projetos desenvolvidos e apoiados pelo Sindiavipar, para que você possa conhecer um pouco mais sobre a nossa atuação no estado. Entre eles estão: o Instituto de Reciclagem do Paraná (Inpar), a campanha nacional de combate ao mosquito da Dengue, o Fundo de Assistência Sanitária para a Avicultura do Estado do Paraná (Funasavi-PR), entre outros. Para um ano ainda melhor e de novas conquistas, contamos com o seu apoio. Um abraço e boa leitura! Foto: Hamilton Zambiancki selo SFC As matérias desta publicação podem ser reproduzidas, desde que citadas as fontes. Domingos Martins Presidente do Sindiavipar Sindiavipar

[close]

p. 6

Observatório Agronegócio brasileiro Segundo publicação da editora norte-americana Watt Publishing, que dedica o mês de dezembro à divulgação das maiores empresas do mundo na produção animal, a JBS e a BRF, em primeiro e terceiro lugar respectivamente, estão no topo dessa lista como as maiores do segmento, respondendo por 44% do volume total produzido pelas 10 empresas da lista. Os números da JBS abrangem não só as atividades em território brasileiro, o que inclui a Pilgrim’s dos EUA (com pouco mais de 1,5 bilhão de cabeças em 2015). Garantia da qualidade O Secretário estadual de saúde, Michele Caputo Neto, assinou um termo de cooperação para inspeção e fiscalização de produtos de origem animal produzidos no Paraná. A ação visa garantir mais qualidade para os produtos produzidos pelo estado, como carnes, pescados, leite, ovos, mel e derivados. O documento, que já está em vigor, sugere que produtos fracionados na ausência do consumidor, normalmente vendidos em bandejas, sejam armazenados em uma área com temperatura adequada e que todo o processo deve ser acompanhado por um responsável técnico. Combate à Gripe Aviária O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), emitiu em dezembro de 2016 um alerta sanitário, por tempo indeterminado, com o objetivo de potencializar as ações de defesa responsáveis pela prevenção da gripe aviária no Brasil. Não é a primeira vez que o Mapa toma essa decisão, já que a doença é ameaça constante em todo o mundo. O país se vê livre da gripe aviária, por isso o Brasil precisa redobrar as precauções para proteger seus planteis de aves. De acordo com o diretor do Departamento de Saúde Animal, Guilherme Marques, o cuidado será cobrado tanto do setor público quanto do setor privado. 6 sindiavipar.com.br Agronegócio em alta Segundo levantamento do “Outlook Fiesp 2026 Projeções para o Agronegócio Brasileiro”, o desempenho do agronegócio nacional nos próximos dez anos será melhor do que a média mundial para produtos como o açúcar, soja, milho e também para as carnes, incluindo o setor avícola. Mesmo com a lenta recuperação da economia brasileira, o mercado de carnes no país deve ser um dos primeiros a se beneficiar com uma melhora do cenário macroeconômico brasileiro. Sindiavipar

[close]

p. 7

Crescimento na produção De acordo com o 3º levantamento da safra 2016/2017, com dados levantados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa de produção de grãos para a safra 2016/2017 é de 213,1 milhões de toneladas, com um crescimento de 14,2%, valor 26,5 milhões de t acima em relação à safra anterior, de 186,6 milhões. A produção de milho primeira safra, com 27,7 milhões de toneladas, será responsável por 12% de toda a ­produção. Crescimento na crise O PIB do agronegócio brasileiro tem a previsão de crescer entre 2,5 e 3 por cento em 2016. A estimativa é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). De acordo com a entidade, o indicador é positivo em relação à crise econômica atravessada pelo Brasil desde 2015. Show Rural Coopavel 2017 Data 06 a 10 de fevereiro 2017 Local Cascavel - PR Realização Coopavel Telefone (45) 3225 6885 Site showrural.com.br Expomeat Data 09 a 11 de maio de 2017 Local Anhembi - São Paulo - SP Realização Enterprise Telefone (11) 2730-0522 Site expomeat.com.br Conferência FACTA 2017 Data 23 a 25 de maio de 2017 Local Expo D. Pedro - Campinas - SP Realização Facta Telefone (19) 3243-6555 Site facta.org.br/conferencia2017 Sindiavipar sindiavipar.com.br 7

[close]

p. 8

Associe-se! Porque juntos somos mais fortes! Expedição Avicultura Em 2017, o Sindiavipar e o Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo estarão juntos novamente para a realização da 4ª edição da Expedição Avicultura, levantamento técnico-jornalístico da cadeia produtiva do frango no Brasil. Nas últimas três edições, a equipe do projeto percorreu os estados da região Sul, líder em abate e exportação no país, comprovando a importância da avicultura para a economia nacional na geração e distribuição de renda. Capacitação No mês de dezembro, a equipe do Sindiavipar participou de um treinamento organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). A capacitação foi voltada para nova versão do Sistema Integrado de Gestão da Arrecadação (SIGA), que gerencia as arrecadações sindicais patronais obrigatórias. Prestação de contas O Sindiavipar realizou, dentro de sua política de transparência, Assembleia Geral Extraordinária no dia 8 de dezembro, na sede da entidade, com os seguintes objetivos: discussão e votação da prestação de contas referente ao ano 2007 a 2015, da previsão orçamentária referente ao ano 2017, da mensalidade para associados solidários e da contribuição confederativa. Mais informações: sindiavipar.com.br | (41) 3224-8737 8 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 9



[close]

p. 10

Na mídia Produzindo informaçãoTrabalhode comunicação do Sindiavipar ultrapassa fronteiras Além de uma publicação bimestral (Revista Sindiavipar), uma newsletter com as principais notícias do setor (Conexão Sindiavipar), e redes sociais, o Sindiavipar conta com um trabalho de assessoria de imprensa para levar informações sobre a produção avícola do estado a diversas regiões. Em 2016, mais de mil notícias envolvendo a entidade foram divulgadas em jornais, sites, revistas, rádios e TVs do país, somando um retorno de mídia espontânea de mais de R$ 54, milhões. Entre os assuntos que foram destaque estão os números conquistados pela avicultura paranaense, que apresentaram alta de 4% no volume de abate e exportação até dezembro de 2016, se comparado ao mesmo período de 2015. O IV Workshop Sindiavipar, realizado em outubro do ano passado, e a aprovação do novo estatuto também ganharam espaço nos veículos de comunicação do Paraná e do Brasil. O sistema de integração avícola, consolidado há mais de 40 anos, foi destaque mostrando a importância dos 19 mil avicultores integrados e cooperados que estão presentes no estado. Contribuindo para que o Paraná seja líder na produção e exportação de carne de frango no país, atendendo a mais de 160 países e sendo referência em qualidade e sanidade em todo o mundo. Dentre as mais de mil notícias, o Sindiavipar esteve nas páginas das revistas Aveworld, Avisite, SindiRural, Feed & Food, Boletim FAEP, Avicultura Industrial, nos portais da Revista Globo Rural, Dinheiro Rural, Agência Estado, IstoÉ, em jornais como Valor Econômico, Gazeta do Povo, Folha de Londrina, O Diário do Norte do Paraná e DCI, nas rádios Nacional, CBN Londrina, CBN Cascavel, Webcom Brasil, CBN Cascavel e em programas de TV como Negócios da Terra, Caminhos do Campo, entre outros. 10 sindiavipar.com.br Retorno de mídia - acumulado 2016 R1e0vi%sta R2á%dio TV 16% O5n0li%ne J2o2rn%al Sindiavipar

[close]

p. 11



[close]

p. 12

Radar Temos milhares de aviários financiados pelo BRDE e dezenas de unidades industriais. Tudo isso se faz no Paraná, com a força da articulação promovida por entidades como o Sindiavipar Paulo Cesar Starke Junior, superintendente da Agência Paraná (BRDE) O Sindiavipar cumpre seu papel de protagonista na cadeia produtiva, aglutinando e promovendo ações que impulsionam a economia do estado e geram emprego e renda, com sustentabilidade Inácio Afonso Kroetz, diretor presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Adapar) O Sindiavipar tem papel importante de aglutinação da indústria avícola, representando a avicultura paranaense, cuja atividade corresponde ao segundo produto da pauta da produção de riquezas da indústria do estado Norberto Anacleto Ortigara, secretário da Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab) 12 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 13

O Sindiavipar é uma fundamental associada da ABPA, atuante e promotora de importantes iniciativas de fomento ao desenvolvimento do setor, como o Workshop Sindiavipar e outras ações Francisco Turra, presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) A avicultura é um dos principais setores da economia paranaense e cresce a passos largos nos últimos anos. Muito desse crescimento se deve, sem dúvida alguma, ao trabalho do Sindiavipar Edson Campagnolo, presidente da Federaçao das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) O Sindiavipar tem sido bastante importante, atuando junto ao Coesa-PR, na divulgação de matérias relevantes em sua revista e na promoção e participação em eventos técnicos Elizabeth Santin, professora do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Sindiavipar sindiavipar.com.br 13

[close]

p. 14

Entrevista Conquistas e previsões Expectativas da avicultura paranaense para o ano que se inicia O ano de 2016 foi complicado em inúmeros aspectos. A avicultura esteve cercada por um cenário de grande alta no preço dos insumos, mas, mesmo assim, conseguiu superar os obstáculos apresentados, mantendo os níveis de produção e exportação, apresentando até mesmo crescimento nos índices. Para compreender quais foram as tendências no setor em 2016 e quais são as expectativas para 2017, o presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), Domingos Martins, conversou com a Revista Sindiavipar e ressaltou os principais diferenciais para que a atividade siga em crescimento. Quais foram as principais conquistas da avicultura paranaense em 2016? Vale registrar que 2016 foi um ano muito difícil. A elevação violenta do custo dos insumos, fez com que não conse- guíssemos repassar os preços, tanto nacionais quanto internacionais. Portanto, a grande conquista da avicultura foi exatamente em função desse grande desafio dos insumos e, mesmo com os elevados preços, conseguimos crescer. Foi por meio da eficiência e da busca pelo aprimoramento das indústrias que alcançamos esse progresso. Os resultados financeiros que almejávamos podem não ter sido alcançados, mas é confortante saber que poucas empresas tiveram problemas com prejuízo. Quais são as expectativas para 2017? Após termos vencido o desafio de 2016, o próximo ano deve ser de mais tranquilidade para a avicultura. O cenário encontra-se estabilizado – por conta dos estoques internacionais adequados –, fazendo com que a pressão de muitas vendas para o exterior diminua. Os insumos não serão comprados ao mesmo preço que há um ano e meio atrás, por exemplo, mas eles estarão estáveis. A avicultura sobrevive exatamente desse equilíbrio, pois com a linearidade desses custos, podemos crescer a um nível bem interessante. Em pouco tempo, a carne de frango deverá se tornar a segunda carne mais consumida no mundo e, ao longo de 2017, deverá chegar ainda mais perto da carne suína. Como é possível fazer com que o mercado avícola siga em alta? É preciso manter nossos produtos sempre à disposição, nos mais diferentes pontos do mercado. A carne de frango deve estar presente na mesa de todos os brasileiros, já que é uma opção de dieta saudável e econômica, com qualidade, pontualidade e acima de tudo, sempre visando a qualidade e a sanidade que temos em nossos produtos. Esse é o caminho do sucesso, não só na avicultura, mas em qualquer outra atividade. 14 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 15

Foto: Hamilton Zambianck Domingos Martins Formado em Direito pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) Diretor da Câmara de Comércio da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) Diretor da empresa Integra S.A. Presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar) Proprietário da empresa Frango a Gosto Sindiavipar Vai e volta Mercado Com a retomada da economia prevista para 2017, o consumo interno deve apresentar alta. Na exportação, o Paraná tende a obter crescimento devido a sua ótima política de competitividade. Sanidade É o ponto mais forte, eu acredito. A avicultura paranaense tem o melhor controle de sanidade do mundo. Avicultura Temos capacidade de trabalhar com competência, isso já faz parte do nosso DNA. A avicultura do Paraná tem grande capacidade de trabalho, é a nossa vocação. Insumos Os insumos impactam muito em nosso consumo e o milho possivelmente foi o grande vilão em 2016. Para este ano, a expectativa é de equilíbrio nos valores. A avicultura sobrevive exatamente desse equilíbrio, pois com a linearidade desses custos, podemos crescer a um nível bem interessante sindiavipar.com.br 15

[close]

Comments

no comments yet