Informativo IBEM

 

Embed or link this publication

Description

Jornal informativo do Instituto Bíblico da Igreja Cristã Maranata

Popular Pages


p. 1

Instituto Bíblico News Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Ibem www.institutoicm.org.br Matérias 1ª Edição - Jan 2017 Curso de Doutrinas agora é uma realidade Ao longo de 2016, foi implantado pelo Instituto Bíblico Maranata o primeiro curso online, que se consolida de vez como alternativa para o ensino da Palavra de Deus no meio da Igreja e encerra o ano com aulas presenciais. Pg. 2 PALAVRA DO PRESIDENTE As aulas foram prorrogadas até março de 2017, com várias avaliações e exercícios de aprendizado. A Quinta medida. Pg.2 MISSÃO AMAZÔNIA PROJETO SUSTENTÁVEL POETA CARLOS NEJAR Pela segunda vez neste ano, Igreja promove ação evangelística e social em duas cidades do Pará. Pg.5 No Maanaim, estação garante reúso de água tratada e a sua devolução limpa ao rio Jucú. Pg.6 “Eu vi uma luz dotada de um idioma eterno”, um artigo do escritor, poeta e tradutor Carlos Nejar, da Acadêmia Brasileira de Letras. Pg. 7 Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 01

[close]

p. 2

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 Palavra do Presidente A quinta medida Na primeira edição deste informativo entendemos que uma janela de exposições se abre para a Igreja Cristã Maranata, através do Instituto Bíblico Maranata, fruto do trabalho do seu Diretor, Pastor José de Anchieta Fraga Carvalho. Não há espaço para “ideias informes”, ainda que somos envolvidos nesta vida e às vezes nos atemos a contribuições culturais, de certo valor, deixadas pela existência de grafados, ideias e trabalhos que notabilizam seus autores, alguns sem compromisso com os resultados positivos ou negativos de suas produções. Na verdade, as teorias não sustentam nem modificam o que por Deus foi criado, servindo apenas para motivos especulativos, acadêmicos, com resultados apenas culturais, válidos para a vida humana. Com todo respeito à realidade histórica, na vida de Charles Darwin constam “ideias informes”, expressão que pronunciou nos seus últimos dias quando, naquele momento, apoiado em travesseiros, olhava firmemente para uma cena distante de um bosque e campos de milho que reluziam à luz de um belo pôr-do-sol. A 1 narrativa da Lady Hope de NorthField (Inglaterra), em sua visita costumeira ao autor do evolucionismo, perguntou o que ele estava lendo na Bíblia, aberta em suas mãos. Respondeu ele: “Hebreus” (o Livro real – por ele assim chamado). Perguntou ela sobre a criação e o julgamento que ele faria do primeiro capítulo de Gênesis, quando, parecendo nervoso e angustiado, disse: “Eu era um jovem de “ideias informes”, que indagava sobre tudo, que, para meu espanto, de tais ideias as pessoas fizeram uma religião!” Em seguida, na conversa com Hope, pediu que ela falasse sobre Cristo Jesus e sua salvação – Não é o melhor tema? “Eu era um jovem de ideias informes” (base teológica e da ciência moderna, que pode arrastar multidões para as galeias eternas). As “ideias informes” não contavam até aqui, nem contam com a verdade do princípio da criação, só identificada agora pela física moderna. Em Gênesis, capítulo 1, verso 1, lemos: “No princípio criou Deus o céu e a terra.” Princípio – No original hebraico é expresso pela palavra Reshit, traduzida por espaço e tempo. Darwin buscou em suas “ideias informes” o caminho mais difícil, da criação para o criador, e apesar de estar lendo o livro de Hebreus, não descobriu o mistério da criação, descrito no verso 3 do capítulo 11 de Hebreus, que diz: “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” (o grifo é nosso). Da mesma forma, os grandes da física clássica só conheciam três medidas com a adição de mais uma medida acrescentada pela física moderna citada por Albert Einstein, que incluiu, surpreendentemente, o tempo às outras três medidas: comprimento, altura, largura. Darwin também não sabia que a base da sua teoria proposta por volta de 1859, apesar de conhecer os relatos bíblicos de Gênesis sobre a criação, continha a palavra “princípio” que, só agora, a física moderna inclui o que estava revelado em Reshit, que traduzida se refere a espaço e tempo. Espaço engloba as três medidas da física clássica. Tempo é o acréscimo da física moderna. Em 1934, Einstein escreve o livro “Como vejo o mundo” que, segundo entende, fundado pela razão, teoria ditada por René Descartes, que aceita um deus geômetra. O tempo incluído na física de Einstein caminha no quadrado da velocidade da luz (c²), velocidade que, em suas fórmulas, transporta a matéria até transformá-la em energia: E=MC². Tudo certo, estamos perto do infinito no mundo das ideias. Isto é notável. continua na próxima página... Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 02

[close]

p. 3

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 Palavra do Presidente Continuação... No mundo das ideias “E” (energia), seria eternidade, “M” (massa) seria o homem, “C²” (luz ou revelação) a velocidade da luz. Na razão tudo certo, ao passo que na revelação algo maior terá que ser entendido. Na razão existe o obstáculo da morte, o tempo é eterno, porém é certo que não sustenta a vida. A vida é um veículo que caminha no tempo, que vai ao encontro do seu dono. Maior que a vida terrena é o tempo que, juntamente com o espaço, será transformado em vida, onde estará presente a luz verdadeira que revelará todos os segredos da eternidade. “Mas, se andarmos na luz (revelação), como ele na luz está...” I Jo 1:7 A QUINTA MEDIDA: Este será o primeiro passo para entendermos mais uma medida, que poderia se chamar de quinta essência física da vida, ou seja, a revelação. Portanto, para o crente, além das quatro medidas da física moderna, existe uma quinta medida, que é a revelação, responsável pela transcendência da palavra, ou seja, a Palavra Revelada. Nada de dúvidas, nada de “ideias informes”, nada de velocidade, nada de medidas matemáticas ou físicas, notáveis sem dúvida, apenas para esta vida, onde tudo é finito, restando o infinito, ou seja, a última morada do homem, a vida eterna alcançada por todos os que buscam a quinta medida como dádiva de Deus por meio de Jesus, o logos divino, através do Seu glorioso Espírito (Espírito Santo). “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” Jo 1-3. Nessa medida, tudo será luz e vida, que anulam as medidas da criação (velocidade, espaço, tempo etc). O Instituto Bíblico Maranata, já com seus 15.000 (quinze mil) alunos, continuará voltado para buscar, entender, viver e proclamar a quinta medida, cujo caminho está aberto a todos para essa e para a outra vida, vida eterna junto ao Pai. “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” Jo 14:6. CONCLUINDO: A RAZÃO É DO HOMEM – Com suas quatro medidas. A REVELAÇÃO É DE DEUS – A quinta medida que expõe o mistério que vence a morte e ressuscita o homem para a vida eterna. O homem saiu da luz quando pecou, porém, Deus abriu um caminho de Luz, que é Jesus, através do Espírito Santo. A espada flamejante do Gênesis permitiu que, no caminho da árvore da vida, só entrem aqueles que passam pela Palavra Revelada. “E havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida.” Gn 3:24. Assim, entendemos que existe, à disposição de todos, um projeto para ser compreendido, vivido e proclamado, cuja base está assentada na Obra Redentora. Ao contrário, não está firmada em “ideias informes”, apenas temporais, emergentes da Obra Criadora e voltadas só para esta vida. “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” I Co 15:19 Pastor Gedelti Victalino Teixeira Gueiros Presidente da Igreja Cristã Maranata Professor do Instituto Bíblico e do Seminário da Igreja Cristã Maranata, Professor Aposentado da Universidade Federal do Espírito Santo e Pós-Graduado em didática do Ensino Superior. 1 Extraído do Artigo “Darwin diante da Morte”, enviado pelo Pastor, Dr. Augusto Khols Filho. Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 03

[close]

p. 4

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 História Quase meio século de vida dando ênfase à Fé viva Doutrinas bíblicas consolidadas e amadurecidas. É desta forma que a Igreja Cristã Maranata chega aos seus quase 50 anos. Durante esse tempo a Igreja cresceu. Mas a grande ênfase nos dias atuais é fazer a diferença entre a fé viva e a filosofia, teologia e ideologia de poder. Isso tem provocado a busca por um evangelho de maior simplicidade e experiência, resultante de uma vida de comunhão com Deus, sem estabelecer nenhum tipo de confrontação teórica. A ênfase da Igreja desde a sua fundação é a fé viva, já que filosofia e teologia são conceitos cuja a ação é externa, de fora para dentro, enquanto que a fé uma ação inversa, de dentro para fora, uma operação exclusiva do Espírito Santo de Deus. Nos anos 60, o avivamento espiritual que atingiu diversas igrejas evangélicas tradicionais também despertou alguns integrantes do grupo inicial da Igreja Cristã Maranata. A partir daí foi necessário buscar uma experiência com a fé viva e dinâmica, fundamentada nos princípios bíblicos. Esse grupo foi usado por Deus para o início da ICM. Alguns deles, já falecidos, como o pastor Jonas Marques, oriundo da igreja congregacional. O pastor Manoel dos Passos Barros foi outro pioneiro, e chegou a presidir a Igreja entre 1970 e 1986, quando faleceu em 20 de maio. O oficial reformado da Polícia Militar do ES, Misael Lacerda, também integrou esse grupo inicial, secretariando a organização da primeira igreja, no bairro Belém, em Vila Velha, Espírito Santo, em 3 de janeiro de l968. Pr. Manoel dos Passos Barros O professor Edward Hemming Dodd também está entre os pioneiros da Igreja. Ele presidiu o Presbitério de 1986 a 2007, quando veio a falecer. O pastor Dodd era Doutor em Teologia e fez vários cursos fora do Brasil. A viúva do Pastor Dodd, a professora Sara Gueiros, também figura neste mesmo grupo inicial e tem contribuído, ao longo dos anos, com o ensino de crianças, intermediários e adolescentes e o trabalho feminino, áreas em que é especialista. Todavia, o fundador e o fundamento são eternos: o Deus Todo Poderoso. A Ele glória na igreja para todo sempre. Amém! Pr. Edward Hemming Dodd Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 04

[close]

p. 5

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 Conhecimento 1ª turma do curso de Doutrinas Bíblicas Mais de 7,2 mil alunos acompanharam as aulas online em plataforma digital O curso de Doutrinas Bíblicas do Instituto Bíblico Educacional Maranata (IBEM) está prestes a concluir os ensinos de sua primeira turma. O curso alcançou a marca de mais de 7,2 mil alunos, entre pastores, ungidos, diáconos, obreiros e demais membros da Igreja. Durante o período letivo, as aulas foram promovidas através de ambiente online de ensino, com a disponibilização de videoaulas e apostilas. Também aconteceram aulas presenciais na Grande Vitória, no Espírito Santo, com transmissões via satélite, ao vivo, para todas as igrejas. A matriz curricular do curso é composta pelos seguintes eixos doutrinários: Palavra Viva, Poder do sangue, Corpo, Salvação, Fé e Graça, além de Síntese da Bíblia. De acordo com o coordenador pedagógico do curso, Pastor Luiz Eugênio, o conteúdo programático destinado aos participantes foi preparado para possibilitar ao corpo discente o aprofundamento do conhecimento da Palavra de Deus. “Para que todos tenham uma melhor compreensão das doutrinas bíblicas e uma instrumentalidade mais efetiva na Obra do Senhor”, explica. O curso livre ministrado por pastores da Igreja por meio de videoaulas, foi acompanhado pelos alunos através de Ambiente Virtual de Aprendizagem. No AVA, os alunos puderam desenvolver seus estudos acessando o conteúdo das aulas. Durante o período do curso, os alunos são acompanhados pelos tutores que prestam todas as orientações quanto aos recursos didático-pedagógicos, dúvidas frequentes e tarefas educacionais. A metodologia aplicada ao curso teve como ferramentas virtuais o fórum de discussão, trabalhos em grupo, provas individuais, além da postagem semanais do material didático, incluindo apostilas digitais e videoaulas. Após a conclusão do curso, previsto para acontecer em março de 2017, os alunos irão receber um certificado de participação, depois de cumprirem a carga horária exigida e serem aprovados. Prorrogadas até março de 2017, as aulas contarão com vários exercícios práticos de aprendizado e avaliações do conteúdo. Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 05

[close]

p. 6

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 Missão Amazônia Igreja promove ação evangelística no Pará A cruzada missionária começou pela cidade de Melgaço e terminou em Bagre; sete dias consecutivos de ações sociais, cultos e evangelizaçōes O Trabalho evangelístico e social foi realizado pela Igreja Cristã Maranata nas cidades de Bagre e Melgaço, no arquipélago de Marajó, no Pará. Foram sete dias ininterruptos de uma extensa programação da II Missão Amazônia, que teve início com a realização de um culto especial na noite do dia 16 (domingo), na Igreja do bairro Batista Campos, em Belém, no Pará, e terminou no dia 22 de outubro (sábado), com outra celebração ao Senhor em Bagre. No dia seguinte (17), o grupo de 45 irmãos voluntários da Igreja desembarcou em Melgaço, cidade muito pobre com o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país, que fica à 300 km de Belém. No município, o grupo missionário preparou todo material a ser utilizado nas evangelizações e ações de cunho social. Na terça feira (18), o trabalho de evangelização foi desencadeado, com abordagens nas ruas, visitas a casas, creches e escolas, com louvores sendo cantados, seguidos de orações individuais. Além disso, inúmeros atendimentos médicos e odontológicos foram prestados à população local e realizadas oficinas para o ensino de instrumentos musicais às crianças. À noite, cerca de 600 pessoas participaram de um culto especial de glorificação ao Senhor no ginásio municipal. “A gente quer parabenizar pela Palavra de Deus trazida a essa população muito carente. Sem a Palavra de Deus nós não vivemos”, enaltecia o prefeito de Melgaço, Adiel Moura de Souza. Também presente no culto, o pastor Raimundo Filho, da Assembleia de Deus local, testemunhou da Palavra trazida: “Uma Palavra cheia do Espirito Santo. Senti sede de ouvir mais, porque é muito bom ouvir a Palavra de Deus. Me sinto muito feliz e alegre por essa oportunidade”, falou. “Eu fiquei muito maravilhada sobre essa água que devemos beber, uma fonte viva, que é Deus. A gente viu o poder de Deus nos olhos de cada um de vocês”, enfatizou Getilda Barros, diretora do Posto de Saúde da cidade, também presente no culto especial em Melgaço, que contou com a participação de muitas crianças. Depois, a equipe da II Missão Amazônia seguiu de barco para Bagre, cidade com 14 mil habitantes, que também integra a ilha fluvial de Marajó, considerada a maior do mundo. Lá, as experiências foram notórias já no primeiro dia (20) de trabalho evangelístico, quando a Palavra de Deus foi pregada nas ruas, lares, em uma rádio local e também em uma escola, onde muitos jovens foram renovados pelo poder da oração. Até uma pesquisa foi desenvolvida por integrantes do grupo missionário, para analisar a qualidade da água, condição do solo e a vegetação da região, além é claro, dos atendimentos médicos e odontológicos prestados à população. No final do dia,um novo culto especial foi realizado no ginásio municipal da cidade. A surpresa ficou por conta dos louvores cantados pelas crianças, com todos os gestos aprendidos com as professoras durante o dia. O encerramento do culto foi coroado com uma mensagem de salvação. “A mensagem trazida foi no sentido de as pessoas conhecerem o dom de Deus, que é Jesus, a água viva que dessedenta a alma do homem, pois as pessoas hoje vivem um vazio, sem conforto, direção e esperança, mas quando encontram a água viva, preenche o coração”, resumiu o pastor João Cidade, presidente da Missão Internacional Maranata. No sábado (22), a missão encerrou a atividade evangelística em Belém, no Pará. A primeira missão pioneira na Amazônia aconteceu entre os dias 11 e 18 de abril de 2016, nas cidades de Bagre e Breves. Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 06

[close]

p. 7

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 Sustentabilidade Projeto de reúso gera economia e devolve água limpa à natureza Com capacidade para o tratamento de 6 litros por segundo, a estação devolve água limpa ao rio jucú, principal manancial do Estado. Atenta aos acontecimentos proféticos e as suas consequências ao meio ambiente com o agravamento da crise hídrica, a Igreja Cristã Maranata desenvolveu o projeto de reúso de água no Maanaim, em Domingos Martins, no Espírito Santo. Este projeto, além de gerar economia considerável, devolve água limpa à natureza. Isso só foi possível depois da instalação de uma estação de tratamento no local com capacidade para 6 litros de água por segundo. A iniciativa tornou-se exemplo de sustentabilidade para as comunidades locais. A propriedade com 2,6 milhões de metros quadrados, sendo 200 mil metros de área urbanizada e 20 mil metros de área construída na região central é utilizada quinzenalmente para realização de seminários para aproximadas 5 mil pessoas, época em que o consumo d’água chega a quase um milhão de litros. O projeto de sustentabilidade foi desenvolvido no ano de 2014 em função da ameaça da escassez dos recursos hídricos no país. Além do reúso, são devolvidos 800 mil litros de água tratada ao rio Jucú, um dos principais mananciais do estado com uma extensão de 166 km, que corta a propriedade e é responsável pelo abastecimento de água de 60% da população da Grande Vitória. “O processo começa com um tratamento preliminar, uma caixa de areia com gradeamento. Depois, passa pelo processo primário, constituído de quatro fossas sépticas com filtro anaeróbio. Em seguida, o processo secundário, com filtro aeróbio. Depois, a água vai parar na estação de reúso, com o tratamento físico-químico’’, explica o pastor José Marcos, engenheiro responsável pelo desenvolvimento do projeto. O gerente operacional do Maanaim, Marco Aurélio também falou da aplicação da água reutilizada. “Nós pegamos o efluente da estação de tratamento de esgoto e fazemos o tratamento na estação de reúso, para a utilização em limpeza de vias, descarga nos vasos sanitários e aguar plantas”, disse. O Maanaim também possui uma estação de tratamento de esgoto de 2,5 mil metros quadrados, suficiente para atender uma cidade de oito mil habitantes. É considerada a segunda maior do Estado. A água utilizada no banho e na louça é conduzida a esta estação. Lá, junto com o esgoto, esta água é tratada e devolvida à natureza. A água do Maanaim é captada em doze fontes naturais e oito nascentes que jorram em média 50 mil litros por hora. O abastecimento é para consumo próprio, banheiros e cozinha. Além desses recursos naturais, o local conta com quatro poços artesianos, feitos para armazenar a água extraída das fontes e nascentes. E para que essas nascentes continuem jorrando água, o Maanaim desenvolveu também um projeto de reflorestamento em toda propriedade, principalmente nas áreas de nascentes. Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 07

[close]

p. 8

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 Artigo Eu vi a luz que falava um idioma eterno Quantos já viram a luz e não perceberam, brilhava e não era tangível como uma flor. E o que brilha na flor pode ser o advento do fruto. E escutei Letícia, esta Nuvem humana que me apareceu num relâmpago. Disse-me: Deus não precisa de nós. Nós é que precisamos Dele. Sempre existiu e é maior que a Eternidade. E nós existimos quando nos pensou no ventre materno. Mas só precisa de nós pelo amor. E só vivemos de palavra, quando somos ditos por sua boca, pois tudo é palavra. E passa a acontecer através dela. A Nuvem falava com veemência, como entre trovões na língua e o que dizia dava a impressão de compor um jardim impalpável. Então recordei dois momentos. Quando na juventude, em Tramandaí, no Rio Grande e o mar me engolia, não tinha mais pé e embaixo era o abismo e vi a mão que me tirou das águas. Outra vez, quando viajava no meu carro, de Caxias do Sul, na pampa, onde fora promotor de justiça. O veículo se descontrolou e saltou como um galgo da estrada e caiu no meio do campo, todo um monte de ferro e eu incólume, sobre a poltrona intacta, sem ferimento. Quando Deus está onde estamos não há dano algum. E a Nuvem sorriu como um vento. Era Nuvem literata – o que é difícil de ver, inteirada na literatura francesa. E me citou dois versos de Paul Éluard: “No fundo da minha tristeza há uma janela aberta, uma janela iluminada”. Não me lembrava desses versos, desmemoriado de existir. E vi que saía luz não sei se dos versos, se da Nuvem, se do céu ou varanda. E luz não entorpece, avulta. Porque luz tem idioma que é eterno. E se revela invencível em nós. E quis, leitores, esconder-me dentro dela, mas não sou estrela para ocultar o firmamento. Mas mesmo assim adivinhei sua espessura, como se fosse esconderijo da infância no meio das árvores. E ela não espantava pássaros. E pobre vivente continuo sobrevivendo, porque a luz me tocou com uma espécie de felicidade. A Nuvem me olhava como se soubesse de tudo, e sabia. Eu só fico sabendo aos poucos. Tateio vagaroso as coisas e até certo ponto elas não me conhecem. E o que na verdade sabemos sobre as coisas? Porque o mistério se esquece de nós, mas não esquecemos o mistério. Como de cada fulgir das madrugadas ou primeiro orvalho que recobre a terra. A Nuvem prometeu ensinar-me a respeito, mas ela é lenta, o mistério, lento e ela, parte intraduzível dele. Mas não importa: eu vi a luz. * Carlos Nejar é poeta, escritor, crítico literário e membro da Academia Brasileira de Letras. Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 08

[close]

p. 9

Informativo do Instituto Bíblico Educacional Maranata - Jan 2017 História Mais de 7 milhões de acessos em três meses A página mais visitada no site do Instituto Bíblico Educacional Maranata (IBEM) foi a destinada ao trabalho de Crianças, Intermediários e Adolescentes (CIAs) com a marca recorde de mais de 4 milhões de acessos. O restante do site registrou uma movimentação de mais de 3 milhōes de acessos, com 340 mil usuários desde que entrou no ar em agosto deste ano até o último dia 7 de novembro. A média diária de acessos a página CIAs oscila entre 15 e 30 mil visitações. Somente nos dias 29 e 30 de outubro, os acessos atingiram um pico de 80 mil visitas por dia. São 5 visualizações (view), em média, por acesso em áreas distintas do site, como na home, ícones da página de CIAs, ou abas diversas da page. Para o pastor Fábio Lúcio Gomes, responsávelpeloTrabalhodeCrianças, Intermediários e Adolescentes na Comissão de Doutrina, Fé e Ética (CDFE-CIA), o resultado alcançado foi surpreendente. “O número de acessos obtido é extraordinário, considerando que o site iniciou suas operações no início de agosto. Trata- se de uma operação do Senhor para divulgação deste ao contexto profético que a igreja vive” , avaliou. Na page são disponibilizadas todas as orientações com relação ao trabalho de crianças, intermediários e adolescentes, bem como as aulas do mês, seminários, circulares, apostilas, perguntas e respostas, dados estatísticos dos encontros, atividades realizadas nas igrejas e áreas, além dos louvores e gestos para o aprendizado das classes. Também são disponibilizados no site o portal acadêmico do curso de Doutrinas Bíblicas, as EBDs, trabalho de senhoras, jovens e notícias sempre atualizadas, além de informações institucionais. Segundo pastor Fabio Lúcio Gomes, a navegabilidade também foi outro item facilitador para que o usuário em poucos cliques e encontre o que procura. Ele falou também sobre a leveza do design e o acabamento da parte gráfica do material disponibilizado. O trabalho de Crianças, Intermediários e Adolescentes é um dos alvos prioritários revelados pelo Senhor em 1997, em função da importância da unificação da instrução das classes e a sua integração ao contexto profético que a igreja vive. O ensino tem como ênfase anunciar a volta do Senhor Jesus. O diretor geral do IBEM, pastor Anchieta Carvalho, glorificou o Senhor pelos números de acessos ao site alcançados. “Isso mostra que estamos no caminho certo e que a Obra do Senhor está sendo realizada com a utilização e o aperfeiçoamento desse recurso tecnológico e digital”, disse. Ele anunciou também que o próximo passo agora é fazer a tradução da homepage para outros idiomas, já que há vários outros países que figuram no ranking de acessos ao site do IBEM. Entre agosto e outubro, homepage do Instituto recebe visita de mais de 7 milhōes de usuários; destaque para page da CIAs, com mais de 4 milhoes views Tel.: (27) 3320-3400 / 3320-3401 - Site: www.institutoicm.org.br - E-mail: comunicacao@institutoicm.org.br Página 09

[close]

Comments

no comments yet