Jornal Bom Dia

 

Embed or link this publication

Description

24 janeiro 2017

Popular Pages


p. 1

TERÇA-FEIRA 24 DE JANEIRO DE 2017 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.119 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 Sol, alternando com pancadas de chuva e possíveis trovoadas MÁXIMA: 29ºC MÍNIMA: 19ºC www.bomdiaonline.com Acidente reascende discussão sobre risco de afogamentos em Minas Reprodução/Facebook Divulgação Febre amarela fecha parques mineiros Mateus se afogou na Cachoeira Alta após o rapel. Página 5 Semáforos começam a ser substituídos Acom PMJM Parque Estadual do Rio Doce teve a visitação suspensa devido a surto da doença no estado. Página 6 Câmara retoma trabalho em clima de união Acom/Flavio Lial O Setor de Trânsito e Transportes (Settran) iniciou as obras que irão melhorar as sinalizações semafóricas em João Monlevade. Segundo o chefe do setor, Brenno Lima, estão sendo substituídos os semáforos das avenidas Getúlio Vargas e Wilson Alvarenga, nos cruzamentos com as ruas Duque de Caxias, Andrade e Armando Batista, todos em Carneirinhos. Vereadores falaram sobre trabalho em equipe e união. Página 3

[close]

p. 2

BOM DIAterça-feira, 24 de janeiro de 2017 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com FESTIVA L MARCHINHAS D E MINAS, HUMOR, AMOR E FOLIA Tem um bocado de prefeituras que tenta trazer de volta a tradição das marchinhas do passado. Mas pra isso proíbe outros ritmos como funk, axé e sertanejo. Não seria proibido proibir na festa da liberdade? Ao invés disso, que tal tratarmos das marchinhas do futuro? É isso que propõe o FESTIVAL MARCHINHAS DE MINAS: renovar com humor, amor e folia o cenário desse gênero que não é mais tão popular mas tem lugar cativo no coração dos Brasileiros. Vamos conversar com Angelo Hosken da Krawy promoções, um dos idealizadores do FESTIVAL MARCHINHAS DE MINAS MEDIOPIRA – Por que fazer um Festival de Marchinhas? ANGELO KRAWY– Veja só. Nós somos de Alvinópolis, uma cidade muito musical e carnavalesca. Por lá, músicos maravilhosos compuseram marchinhas que marcaram as vidas de muita gente e todo mundo sabe cantar. O gênero atualmente anda meio abandonado pela mídia, mas todo mundo gosta. E percebemos que a maioria das cidades do interior também tem essa tradição das marchinhas. MEDIOPIRA – Mas como será o Festival Marchinhas de Minas? ANGELO KRAWY – Será todo virtual. As músicas serão publicadas na internet e as pessoas vão votar. As mais votadas vão ganhar os prêmios. Vai ter também prêmio para melhor do júri técnico. MEDIOPIRA – Mas quem comporá esse júri técnico? ANGELO KRAWY – Pessoas da mídia, influenciadores, produtores culturais. MEDIOPIRA – E qual será a premiação? ANGELO KRAWY – Os vencedores ganharão kits da premiada cerveja artesanal Botocudos, terão suas músicas divulgadas e ganharão prêmios em dinheiro. MEDIOPIRA – Mas como serão esses prêmios em dinheiro? ANGELO KRAWY – Nós criamos um sistema progressivo para configurar os prêmios. Quanto mais inscrições, maior o valor do prêmio. MEDIOPIRA – Pode explicar melhor? ANGELO KRAWY – É simples. Do total arrecadado com inscrições, 70% será para premiação e 30% para a produção. Assim, se tivermos 100 inscrições, teremos 3000 reais arrecadados, sendo 2 mil para a premiação. Quanto mais inscrições, maior o prêmio. MEDIOPIRA – Vocês lançaram o projeto há 4 dias apenas. Como está a procura. ANGELO KRAWY – Graças a Deus tem muita gente baixando fichas de inscrição e parece que vai ser um sucesso. MEDIOPIRA – Vocês não tiveram temor pelo fato das marchinhas serem um ritmo em desuso? ANGELO KRAWY – Em desuso por que o pessoal parou de fazer. Por que só ficam tocando marchinhas do passado. Nossa proposta é abrirmos espaço para as marchinhas do futuro. MEDIOPIRA – E tem conseguido muitos apoios? ANGELO KRAWY – Graças a Deus. O pessoal tá chegando. Aproveitamos pra agradecer a todos que vem acreditando nas marchinhas de minas. MEDIOPIRA –E quem são seus companheiros de empreitada? ANGELO KRAWY – O Alessandro Magno, músico e Analista de Sistemas, Marcos Martino, também músico, compositor e produtor e eu, Angelo Hosken, da Krawy Promoções. Mas temos um monte de colaboradores e entusiastas que estão firmes conosco. MEDIOPIRA – E o carnaval de Alvinópolis. Promete? ANGELO KRAWY – Rapaz...estamos em época de crise, mas o povo de Alvinópolis é muito animado. O carnaval de blocos é que faz a diferença por lá. Se Deus quiser estaremos lá...e aproveitamos pra convidar todo mundo. MEDIOPIRA – Mas sobre o Festival de Marchinhas. O que o pessoa tem de fazer pra se inscrever ou participar de alguma forma? ANGELO KRAWY – Só acessar o site www.marchinhasdeminas.com.br Tem também a nossa página no facebook https://www.facebook.com/marchinhasdeminas/

[close]

p. 3

BOM DIAterça-feira, 24 de janeiro de 2017 3.cidade Em tom de união, Câmara de São Gonçalo realiza primeira reunião ordinária São Gonçalo do Rio Abaixo - A Câmara Municipal de São Gonçalo deu inicio às reuniões ordinárias da nova legislatura nessa quinta-feira (19). Os vereadores falaram sobre trabalho em equipe e união. O primeiro a fazer o uso da tribuna foi o vereador Marco Antônio Bicalho, Kito. Ele ressaltou a importância do diálogo para contribuir com o crescimento de São Gonçalo. “Estamos de portas abertas para atender a todos sem distinção, seja oposição ou situação”, disse. O vereador Felipe Silveira destacou que é oposição, mas que fará com responsabilidade e coerência. “Se trabalharmos juntos em prol da nossa população pode ter certeza que nossa cidade será uma nova São Gonçalo”, disse. O vice-presidente da casa, vereador Flávio Silva de Oliveira também ressaltou que a união dos parlamentares fará a diferença para o município. “Estou ciente de todas as dificuldades que estão surgindo na sociedade, mas se trabalharmos juntos superaremos todas elas transformando as dificuldades em oportunidades”, discursou. Em seguida, a vereadora Maria de Lourdes Guedes Barros agradeceu a todos que a apoiaram durante a campanha e a elegeram. Ela também destacou que irá trabalhar junto pelo desenvolvimento do município. O vereador Luiz Gonzaga Fonseca, Pelé, em seu discurso deu boas vindas aos novos vereadores e pediu a eles que cumpram o papel do vereador, que é fiscalizar o executivo. A vereadora e presidente da Casa Luciana Bicalho agradeceu ao público presente e reforçou a importância do dialogo e da união dos parlamentares. “Fiquei atenta a todos os discursos e fiquei feliz em saber que todos tem o mesmo ideal, que é de trabalhar juntos em prol do povo. A oposição é democrática e deve existir. Mas é preciso fazer com inteligência e com fundamentos. Todos os questionamentos que foram feitos serão levados ao executivo e iremos cobrar o retorno”, falou. Luciana ainda frisou que a Câmara está sempre aberta ao dialogo tanto com os vereadores quanto com a população, assim como foi nos últimos quatro anos. Aprovações de indicações Durante a reunião os vereadores aprovaram 20 indicações. As matérias foram aprovadas por unanimidade. São elas: Limpeza da Rodovia Carlos Motta, Zona Rural de Santa Rita de Pacas; Limpeza da estrada e Instalação de redutor de velocidade na região do Pena de autoria do vereador Marcos Antônio Bicalho. Criação da Semana da Valorização da Pessoa com Deficiência; Implantação de rampas em Bares e Restaurantes da cidade; Promover uma feira noturna na Praça Central nos fins de Semana, das férias de Janeiro e Julho; Instalação de Cestas de Basquete em todas as quadras do Município de autoria do vereador Flavio Silva de Oliveira Ampliar mais duas coberturas de ponto de ônibus do lado da Escola Municipal Manoel Gonçalves Moreira de autoria do vereador Ailton de Figueiredo Neves. Que seja realizada as obras ( reforma do calçamento, calçadas para pedestre, quebra molas, iluminação da via e placas de indicação) na rua Rio Grande do Sul, que liga o bairro Santa Efigênia ao Bairro Guanabara ( Piçarrão); Instalação de quebra- molas ao redor da praça Conego Guimarães. Bairro Santa Efigênia; Obra de Calçamento e iluminação na comunidade Faxina; Instalação de caixas d’águas acima de 70 mil litros nos bairros que tem maior índice de reclamações por falta de agua; Instalação de caixas d’águas acima de 70 mil litros Acom/Flavio Lial Vereadores deram início à nova legislatura em todas as comunidades rurais do município; Que a empresa de ônibus que presta serviço ao município faça o trajeto passando por dentro do bairro Matias; Que seja terminado a obra de instalação de iluminação na rua Malaquias; Construção de quadra esportiva no bairro Fonte do Mato; Que seja doado um lote para Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Gonçalo do Rio Abaixo (ACIASGRA), localiza- do no centro comercial de São Gonçalo do Rio Abaixo; Que seja concedida bolsa de estudos a candidatos residentes no município de 100%, das modalidades em dois cursos oferecidos pelo SENAI com custo total de 18 meses, no valor das duas turmas de R$ 532.800,00 com duração de 18 meses. Lembrando que já existe a Lei de nº 861 de janeiro de 2011 que autoriza esse repasse de autoria do vereador Felipe Silveira. Construção do Centro de Educação Infantil e Escola Integral nas Comunidades Rurais; Transporte para buscar os pacientes das comunidades Rurais para consultar nos PSF´s das comunidades de autoria da vereadora Luciana Maria Bicalho Construção de quadra Poliesportiva e Academia ao Ar Livre na região de Ponte Coronel de autoria dos vereadores Luciana Maria Bicalho e Marcos Antônio Bicalho. Oficinas integram preparação para os 10 anos do Centro Cultural São Gonçalo do Rio Abaixo - O Centro Cultural São Gonçalo do Rio Abaixo caminha rumo ao 10º aniversário, que será comemorado em 27 de julho. Por isso, desde o ano passado várias atividades apresentam, mensalmente, à população importantes ações realizadas no espaço. Na próxima sexta-feira, 27, as oficinas de Crivo para confecção de pano de prato e Patchwork que vai ensinar técnicas para aproveitamento de retalhos, integram a programação. Para participar das atividades é necessário fazer a inscrição, no Centro Cultural. As vagas são limitadas. Informações: 3820-1816.

[close]

p. 4

BOM DIAterça-feira, 24 de janeiro de 2017 4.esporte A cobrança será maior Dois anos sem ganhar nada. Nem um simples Campeonato Mineiro. Essa é a atual situação do Cruzeiro. Condição que incomoda muito os cruzeirenses. Foram duas temporadas amargando derrotas e eliminações por causa das escolhas equivocadas da diretoria. E no último ano da atual gestão, o torcedor só quer saber de títulos. Custe o que custar. O cenário em 2017 é completamente diferente. O elenco foi mantido, o treinador será o mesmo, algumas poucas e pontuais contratações foram feitas, todos estão fazendo a pré-temporada juntos, e a diretoria está consertando os erros do passado. Todos esses motivos (que o torcedor já está cansado de ler e ouvir por aí) sugerem que o ano do Cruzeiro será melhor que os dois últimos. Por todas essas razões que elencamos acima, a cobrança será muito maior. Apesar da desconfiança de alguns, qualquer treinador brasileiro gostaria de ter em mãos o elenco que o Cruzeiro tem. Percebo que todos os jogadores do Maior de Minas têm falado em títulos nas coletivas. E isso é bom. O grupo deve estar focado num mesmo propósito. Eles sentem esse incômodo causado pelo jejum de conquistas. Eles querem ganhar. Isso é fundamental. E nós também queremos. Por isso, a cobrança será maior. E tenho certeza que o torcedor continuará fazendo sua parte, enchendo o Mineirão, cantando e empurrando o time. Pois nós queremos títulos e nada mais interessa. Pedro Henrique é estudante de Letras, cruzeirense fanático, twitteiro e blogueiro assíduo. Agora é pra valer Após alguns amistosos como o Torneio Flórida Cup e contra o Guarani, de Divinópolis, o Galo se prepara para estrear no Mineiro, sábado próximo, às 17 horas, contra o América – TO, no Horto. Sem grandes contratações. O técnico Roger deve utilizar a equipe-base de 2016 e mantém a dúvida sobre a dupla Fred-Pratto. Pelo que demonstra, não deve utilizá-la como titular, aumentando a expectativa quanto à venda do argentino. O comandante quer aproveitar algumas jovens revelações da base. O zagueiro Rodrigo Rodrigão tem se destacado. Em meio à desconfiança, a Massa promete apoiar. Mas é nítido o descontentamento pela ausência de reforços. Independente da fragilidade do Estadual, é preciso estar atento às outras competições. A Libertadores, por exemplo, começará no próximo mês. A diretoria adota a cautela e o silêncio para anunciar, principalmente, um volante. Elias tem sido bastante especulado, mas nada oficial. Outras posições carecem de melhor qualidade técnica também e aumentam a corrida por boas notícias. No ano passado, o Galo foi considerado favorito aos títulos, porém decepcionou a maior torcida de Minas e parte da mídia. Agora, o clube quer aproveitar as oportunidades e conquistar, pelo menos, uma delas. O último triunfo de expressão foi a Copa do Brasil de 2014. Até semana que vem! Saudações Atleticanas Carlos Augusto - Gugu carlosaugustorochavieira@yahoo.com.br Rápidas: • O abraço de hoje vai os funcionários da BR Mania, em Monlevade. Sob a gerência de Eliene Sampaio, a loja de conveniência é uma das melhores opções da cidade. Vale a pena conferir!

[close]

p. 5

BOM DIAterça-feira, 24 de janeiro de 2017 5.polícia Morte de professor traz à tona preocupação com afogamentos em Minas Gerais João Monlevade – O acidente que provocou a morte de Mateus Pesso Portes (31) no último sábado (21), no distrito de Ipoema (Itabira) traz para a realidade regional uma discussão feita em Minas Gerais praticamente em todo verão: como reduzir o numero de afogamentos em cachoeiras e rios. Somente até o dia 7 de janeiro deste ano, o Corpo de Bombeiros já havia registrado 15 afogamentos no estado. Segundo a instituição, 90% dos acidentes com água acontecem em áreas naturais, como rios, represas, lagoas, cachoeiras e córregos, sendo que, a maior parte deles, 25%, são nos rios. Já os outros 10% são em águas não naturais, sendo que 2% delas acontecem em piscinas. Os índices de afogamentos aumentam entre os meses de novembro e fevereiro, chegando a 44% dos registros. Nos anos de 2014 e 2015, foi registrado cerca de um afogamento por dia pelo Corpo de Bombeiros. Dados da corporação ainda dizem que 51% das vítimas são pessoas com até 29 anos. Monlevadense, professor e praticante de rapel, Mateus Portes estava desaparecido desde o fim da tarde deste sábado quando praticava o esporte na Cachoeira Alta, na companhia de amigos. Ele fez a descida de ra- Fotos: Divulgação Após descer, Mateus foi nadar no que é conhecido por “poço”, onde deu algumas braçadas e afundou pel na cachoeira, mas relatou dores pelo corpo ao instrutor. Após descer, Mateus foi nadar no que é conhecido por “poço”, onde deu algumas braçadas e afundou. Bombeiros foram até o local no início da noite, mas a escuridão notur- na dificultou as buscas pelo corpo da vítima. O trabalho da corporação foi retomado nas primeiras horas da manhã de domingo. O corpo de Mateus foi localizado na tarde do dia 22 e sepultado no final da manhã de ontem (23).

[close]

p. 6

BOM DIAterça-feira, 24 de janeiro de 2017 6.saúde Surto de febre amarela fecha parques estaduais em Minas Arquivo Bom Dia Geral - Devido ao surto de febre amarela no território mineiro, dois parques estaduais foram fechados por tempo indeterminado. A visitação está suspensa aos Parques Estaduais do Rio Doce, área localizada entre os municípios de Timóteo, Marliéria e Dionísio, e da Serra do Brigadeiro, localizado nas regiões de Araponga, Fervedouro, Miradouro, Ervália, Sericita, Pedra Bonita, Muriaé e Divino. Essas unidades de conservação retomarão suas atividades normais tão logo a situação seja devidamente contornada na região, informou, em nota, o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Segundo a seção, a medida atende a uma solicitação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, devido à situação de emergência em saúde pública decretada pelo Executivo estadual. “As UCs são as principais a receber visitação pública da região diretamente afetada pelo surto de febre amarela que se acomete sobre o estado”, justifica a nota. A intenção do Sisema é preservar visitantes e funcionários de um possível contato com o vírus, que é transmitido pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes em ambiente silvestre e, em ambiente urbano, pelo Aedes aegyptii. Visitas ao Parque Estadual do Rio Doce estão suspensas Governo revisa classificação de casos de febre amarela Geral - A Secretaria de Estado de Saúde anunciou uma força-tarefa para o enfretamento da febre amarela por meio de um conjunto de ações e revisão da classificação de casos. A nova classificação leva em conta critérios como exames laboratoriais, histórico vacinal da pessoa, sinais e sintomas compatíveis com a definição de caso e exames complementares. Para o subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde da SES-MG, Rodrigo Said, a revisão dos casos envolve um trabalho conjun- to entre a secretaria, o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/ OMS). “Todos os 206 casos notificados estão sendo investigados criteriosamente e, com o intuito de passar uma informação mais direta, iremos, a partir de agora, classificar os casos utilizando as definições de casos notificados/suspeitos e casos confirmados”, afirma. Desde o início do mês, quando a SES-MG foi notificada pelas Unidades Regionais de Saúde de Teófilo Otoni e Coronel Fabriciano sobre a ocorrência de casos suspeitos de febre hemorrágica, várias medidas vêm sendo adotadas com o intuito de conter o avanço da doença no estado. Uma dessas estratégias é a intensificação da vacinação nas regiões atingidas pelo surto de febre amarela. Para o secretário de Estado de Saúde, Sávio Souza Cruz, a agilidade e dedicação das equipes merecem destaque. “Em apenas uma semana, foram distribuídas 1 milhão e 600 mil doses da vacina contra a febre amarela para as regiões prioritárias. Isso mostra a capacidade de mobilização das áreas técnicas da SES-MG e do Minis- tério da Saúde, que tem dado grande suporte no reforço do envio de doses extras da vacina”, reforçou o secretário. Situação da doença em Minas Em 2017, até o momento (19/1), foram notificados 206 casos suspeitos de Febre Amarela, sendo que, desses, 34 são casos confirmados. Foram considerados casos confirmados aqueles que apresentaram: exame laboratorial detectável para Febre Amarela, exame laboratorial não detectável para dengue, histórico vacinal (não vacinado/vacinação ig- norada), sinais e sintomas compatíveis com a definição de caso e exames complementares que caracterizam disfunção renal/hepática. Em relação às mortes, há 54 óbitos suspeitos de febre amarela. Desses, 23 óbitos foram confirmados. Essas mortes ocorreram nos municípios de Ladainha (7), Piedade de Caratinga (2), Ipanema (3), Malacacheta (2), Imbé de Minas (1), São Sebastião do Maranhão (2), Frei Gaspar (1), Itambacuri (2), Poté (1), Setubinha (1), Teófilo Otoni (1).

[close]

Comments

no comments yet