Catálogo Decanter Vinhos Finos

 

Embed or link this publication

Description

Catálogo de Vinhos Decanter Importadora

Popular Pages


p. 1

2017 | R$14,90

[close]

p. 2

www.decanter.com.br www.facebook.com/DecanterVinhosFinos twitter.com/Decanter_Vinhos pinterest.com/decantervinhos instagram.com/decanter_vinhos www.decantervinhosfinos.blogspot.com.br Decanter Vinhos A NOSSA SELEÇÃO Certamente, a parte mais prazerosa do meu trabalho é prospectar os rótulos que farão parte da seleção que apresentamos neste catálogo. Uma das mais incríveis coleções de vinho do mundo! Ao viajar pelas diversas regiões produtoras que oferecemos nestas páginas, ficará patente que a nossa busca é não somente por vinhos de alto valor técnico, mas sobretudo por vinhos que contam a história de um "terroir": autênticos, honestos e únicos. Dos vinhos de entrada aos mais raros e especiais, a tipicidade - ou a transparência ao "terroir" - deverá te conquistar... Desfrute da nossa verdadeira seleção! Guilherme Corrêa DipWSET Best Brazilian Sommelier 2006 and 2009 - ABS/ASI Finalist Best Sommelier of the Americas 2009 - APAS/ASI Sommelier Professionista AIS (Associazione Italiana Sommeliers) Diploma WSET (Wine & Spirts Education Trust)

[close]

p. 3

A verdade do vinho www.decanter.com.br É extremamente gratificante o reconhecimento que conseguimos junto à mídia nacional como uma das melhores importadoras do país, reconhecimento este confirmado entre todos os clientes da cadeia de distribuição, como restaurantes, lojas, hotéis, bares e consumidores finais. Agradecemos esta confiança, aumentando a nossa responsabilidade na qualidade do serviço e de manter a ‘Melhor Seleção’. É importante estarmos preparados para o momento conturbado que vive o Brasil, com reflexos em todos os setores da economia e naturalmente no mercado de vinho. Não bastassem os abusivos impostos e burocracia, que estimulam práticas criminosas como o contrabando, a situação é agravada ainda pela lei seca ‐ diga‐se de passagem necessária ‐, pela ST inflacionária, pelo assustador crescimento da criminalidade, e pelos movimentos de descontentamento da sociedade brasileira frente às deficiências e incertezas que pairam sobre o país. O custo do vinho no Brasil é atualmente um dos mais altos em todo o mundo, infelizmente. Este é o cenário desafiador que temos pela frente, mas motivação não nos falta para trabalhar e vencer. Acreditamos no futuro deste mercado promissor ainda que restrito, com um consumo minúsculo e estável de 1,8 litros de vinho per capita/ano. Edson, Heloisa, Adolar, Judila e Mara Família Hermann Defendemos que o mercado de vinho do Brasil deva crescer como um todo, com os vinhos nacionais e importados. Justamente por isto estamos a investir também na esfera da produção, e somos atualmente a única importadora a cultivar uvas e vinificar em nossos solos brasileiros. A solução para superarmos este momento difícil está na busca de caminhos inteligentes, oferecendo vinhos de boa qualidade e custo compatível com o atual poder aquisitivo, sempre a respeitar o princípio da ‘Melhor Seleção’. Ajustes de custos, margens comprimidas e serviços eficientes são medidas que nos ajudarão a enfrentar as atuais turbulências. As novidades apresentadas neste catálogo fazem parte da estratégia para continuarmos a nossa caminhada a um futuro melhor. Administradores, colaboradores e clientes, sintonizados e em harmonia, é a condição para superarmos tantos obstáculos e acreditar no amanhã. Estamos certos que vocês, caros clientes, sempre serão nossos melhores sócios. Adolar Léo Hermann

[close]

p. 4

ÍNDICE 2 FRANÇA 6 Bordeaux - Médoc 6 CHÂTEAU LA TOUR DE BY 8 Bordeaux - Entre-Deux-Mers 8 CHÂTEAU BEL AIR PERPONCHER 9 Bordeaux - Bordeaux Supérieur 9 JULIE GONET MÉDEVILLE 9 JEAN-BAPTISTE AUDY 10 Bordeaux - Saint-Estèphe 10 CHÂTEAU PICARD 10 Bordeaux - Pauillac 10 CHÂTEAU LA TOUR L’ASPIC 11 Bordeaux - Saint-Julien 11 CHÂTEAU PEYMARTIN 11 Bordeaux - Margaux 11 BOUQUET DE MONBRISON 12 CHÂTEAU DES EYRINS 12 Bordeaux - Graves 12 CHÂTEAU RESPIDE-MÉDEVILLE 13 Bordeaux - Sauternes 13 CHÂTEAU LES JUSTICES 13 CHÂTEAU GILETTE 14 Bordeaux - Barsac/Sauternes 14 CHÂTEAU GRAVAS 14 Bordeaux - Sainte-Croix-du-Mont 14 CHÂTEAU DES TOURS 15 Bordeaux - Saint-Émilion 15 CHEVAL NOIR 16 CHÂTEAU PETIT BOUQUEY 16 CHÂTEAU HAUT-SARPE 17 Bordeaux - Saint-Georges - Saint-Émilion 17 CHÂTEAU TOUR DU PAS ST. GEORGES 17 Bordeaux - Lalande-de-Pomerol 17 CHÂTEAU PIERREFITTE 18 Bordeaux - Pomerol 18 CHÂTEAU BONALGUE 18 CHÂTEAU LA CROIX SAINT GEORGES 19 CHÂTEAU LA CROIX 19 CLOS DES LITANIES 20 Bordeaux 20 GRANDS CRUS CLASSÉS E OUTROS 21 DUC DE VALMER 21 Monbazillac 21 CHÂTEAU RAMON 22 Madiran 22 ALAIN BRUMONT 24 Cahors 24 CHÂTEAU LAGRÉZETTE 25 Bourgogne 25 DOMAINE ANTONIN GUYON 26 Bourgogne - Côte de Nuits 26 CHÂTEAU DE LA TOUR 27 DOMAINE CONFURON - COTETIDOT 28 DOMAINE ROBERT CHEVILLON 29 Bourgogne - Côte de Beaune 29 DOMAINE PIERRE LABET 30 CHÂTEAU DE CÎTEAUX 31 DOMAINE ROGER BELLAND 32 Chablis 32 ALAIN GEOFFROY 33 Bourgogne 33 KRITER 34 Beaujolais 34 DOMAINES DOMINIQUE PIRON 35 Loire - Nantais 35 CHÂTEAU DES GILLIÈRES 36 Loire - Chinon 36 COULY - DUTHEIL 38 Loire - Vouvray 38 CLOS NAUDIN PHILIPPE FOREAU 39 Loire - Pouilly-Fumé 39 CHÂTEAU DE TRACY 40 Loire - Cheverny 40 DOMAINE DU SALVARD 41 Champagne - Montagne de Reims 41 BARNAUT 42 Champagne - Côte des Blancs 42 DE SOUSA 43 Alsace 43 DOMAINE PAUL BLANCK 44 Jura 44 DOMAINE ROLET 46 Languedoc - Roussillon 46 PAUL MAS 48 ARROGANT FROG 50 Minervois 50 DOMAINE L’OUSTAL BLANC 51 Provence 51 DOMAINE SORIN 52 MAÎTRES VIGNERONS DE SAINT-TROPEZ 53 VINS BRÉBAN 54 Rhône Nord e Rhône Sud 54 JEAN-LUC COLOMBO 56 Rhône Sud - Châteauneuf-du-Pape 56 CHÂTEAU DE LA GARDINE 57 Rhône Sud - Lirac 57 CHÂTEAU SAINT-ROCH 58 Rhône Nord e Rhône Sud 58 BRUNEL PÈRE ET FILS 59 Rhône Sud - Vacqueyras 59 MONTIRIUS 235 Cassis de Bourgogne e Liqueurs 235 BRIOTTET 236 Cognac 236 TESSERON 237 Armagnac 237 DELORD ITÁLIA 61 Lombardia 61 ARPEPE 62 Piemonte 62 PIO CESARE 64 GIUSEPPE MASCARELLO E FIGLIO 65 ARALDICA 66 Piemonte - Lessona 66 PROPRIETÀ SPERINO 67 Alto Adige 67 ELENA WALCH 68 Trentino 68 FERRARI 70 Veneto/Trentino 70 ARMANI 71 Veneto 71 MICHELE CASTELLANI 72 TOMMASO BUSSOLA 73 ANSELMI 74 POGGI 74 BEDIN 75 Friuli Venezia Giulia 75 GRAVNER 76 DAMIJAN 77 ZIDARICH 78 VILLA RUSSIZ 79 Emilia-Romagna 79 UMBERTO CESARI 80 MEDICI ERMETE 82 Lazio 82 PRINCIPE PALLAVICINI 83 Toscana - Pisa 83 TENUTA PODERNOVO 84 Toscana - Chianti Classico, Maremma 84 ROCCA DELLE MACÌE 86 Toscana - Chianti Classico 86 SAN FABIANO CALCINAIA 88 MONTEVERTINE 89 ISOLE E OLENA 90 Toscana - Chianti Rufina 90 RENZO MASI - FATTORIA DI BASCIANO 91 Toscana - San Gimignano 91 CESANI 92 Toscana - Montalcino 92 CAPRILI 93 SALVIONI - LA CERBAIOLA 94 SOLDERA - CASE BASSE 95 Toscana - Vino Nobile di Montepulciano 95 BOSCARELLI 96 Toscana - Bolgheri 96 TENUTA DEI PIANALI - LODOVICO E PIERO ANTINORI 96 Toscana - Maremma 96 PODERE SAN MICHELE - BREMER 97 Umbria 97 CASTELLO DI MAGIONE 98 CARDÈTO 99 TENUTA CASTELBUONO 100 Marche 100 UMANI RONCHI 101 Abruzzo 101 NICODEMI 102 VALENTINI 103 Puglia 103 RACEMI 104 Basilicata 104 BASILISCO 105 Campania 105 VILLA RAIANO 106 Sardegna 106 GIUSEPPE GABBAS 107 DETTORI 108 Sicilia 108 GULFI 110 CURATOLO ARINI 111 Sicilia - Marsala 111 DE BARTOLI

[close]

p. 5

www.decanter.com.br 3 ESPANHA 113 Ribera del Duero 1 13 DOMINIODE CAIR 114 ARZUAGA NAVARRO 116 REAL SITIO DE VENTOSILLA - PRADOREY 118 Rioja 118 LUIS CAÑAS 120 AMAREN 121 Navarra 121 PAGO DE CIRSUS 122 Bierzo 122 PEIQUE 123 Rías Baixas 123 PALACIO DE FEFIÑANES 124 Rueda 124 JOSÉ PARIENTE 125 Aragón - Cariñena 125 COVINCA 126 Cataluña - Pla de Bages 126 ABADAL 128 Cataluña - Terra Alta 128 LAFOU CELLER 129 Cataluña - Priorat 129 CELLER DE L’ENCASTELL 130 Cataluña - Conca del Riu Anoia 130 RAVENTÓS I BLANC 132 Cataluña - Cava 132 VILLACONCHI 133 La Mancha 133 BODEGAS MUÑOZ - ARTERO 134 LOZANO 135 La Mancha - Ciudad Real 135 FINCA LA SOLANA - PAGO FLORENTINO 136 Castilla - Toledo 136 MÁS QUE VINOS - ERCAVIO 137 Levante - Valencia 137 EL ANGOSTO 138 Levante - Jumilla 138 ALCEÑO 139 Andaluzia - Jerez 139 EL MAESTRO SIERRA PORTUGAL 141 Douro 141 DOMINGOS ALVES DE SOUSA 144 Douro - Porto 144 FONSECA 145 Minho - Vinho Verde 145 ANSELMO MENDES 146 QUINTA DE GOMARIZ 147 Dão 147 QUINTA DOS ROQUES 148 QUINTA DAS MAIAS 149 Beiras 149 QUINTA DE FOZ DE AROUCE 150 Tejo 150 FALUA - CONDE DE VIMIOSO 151 Bairrada 151 KOMPASSUS 152 Alentejo - Évora 152 QUINTA DA PLANSEL - DORINA LINDEMANN 153 Alentejo - Reguengos 153 JOSÉ DE SOUSA 154 Madeira 154 COSSART GORDON 156 Setúbal 156 JOSÉ MARIA DA FONSECA ALEMANHA 158 Ahr 158 MEYER-NÄKEL 159 Mosel 159 GRANS-FASSIAN 160 Rheingau 160 FRANZ KÜNSTLER 161 Nahe 161 HERMANN DÖNNHOFF 162 Rheinhessen 162 KELLER 163 Pfalz 163 EUGEN MÜLLER 164 REICHSRAT VON BUHL 166 Franken 166 HORST SAUER ÁUSTRIA 168 Kamptal 168 HIEDLER HUNGRIA 171 Villány 171 ATTILA GERE 172 Tokaj 172 PENDITS ESLOVÊNIA 174 Brda 174 SIMČIČ 176 Kras 176 VINOGRADI FON CROÁCIA 178 Pelješac e Korčula 178 KORTA KATARINA GRÉCIA 180 Santorini 180 DOMAINE SIGALAS 182 Angialeia 182 TETRAMYTHOS ÁFRICA DO SUL 184 Paarl 184 GLEN CARLOU 186 Overberg 186 RAKA AUSTRÁLIA 188 Clare Valley 188 KILIKANOON 189 Barossa Valley 189 SCHILD ESTATE 190 McLaren Vale 190 FOX CREEK NOVA ZELÂNDIA 192 Hawke’s Bay 192 CRAGGY RANGE 194 Marlborough, Hawke’s Bay e Central Otago 194 WILD ROCK ESTADOS UNIDOS 196 California - Napa 196 HESS COLLECTION 197 California - Mendocino, Sonoma e Amador 197 ARTEZIN 198 California - Russian River e Santa Lucia 198 SEQUANA 199 California - Monterey e Paso Robles 199 J.LOHR CHILE 201 Maipo 201 DE MARTINO 204 Elqui 204 VIÑEDOS DE ALCOHUAZ 205 Maipo 205 EL PRINCIPAL 206 VIÑEDO CHADWICK 207 Colchagua 207 CALITERRA 210 Maule 210 TERRANOBLE 212 Casablanca 212 VILLARD URUGUAI 214 Montevideo e Maldonado 214 BOUZA ARGENTINA 217 Luján de Cuyo, Maipú e Tunuyán 217 LUIGI BOSCA 220 Luján de Cuyo 220 VIÑA ALICIA 222 Salta 222 COLOMÉ 223 AMALAYA 224 Salta, Mendoza e Uco 224 CHLOE 225 San Juan 225 LAS MORAS 228 Uco 228 RIGLOS 229 Patagonia 229 FAMILIASCHROEDER BRASIL 232 Serra Gaúcha e Serra do Sudeste 232 VINÍCOLA HERMANN 234 São Joaquim 234 QUINTA DA NEVE UVAS 238 UVAS BRANCAS E UVAS TINTAS ONDE NOS ENCONTRAR 239 DECANTER MATRIZ/FILIAIS 240 ENOTECAS DECANTER 242 DISTRIBUIDORES 244 REPRESENTANTES

[close]

p. 6

LEGENDA As classificações do catálogo referentes ao corpo, taninos e acidez, seguem o padrão adotado pela “Associazione Italiana Sommeliers” e devem fornecer as bases seguras para a escolha dos nossos vinhos, embora pela própria subjetividade da avaliação sensorial, diferenças de interpretação possam ocorrer. No que diz respeito aos vinhos avaliados como “tânicos” () e “frescos” (), eles não são forçosamente agressivos, pois essas sensações de dureza podem e devem estar em perfeito equilíbrio na estrutura global do vinho. Na avaliação da presença de madeira, referimos ao período (temporal) de envelhecimento e não ao efeito final do mesmo, de forma que um vinho “com madeira” () pode apresentar os seus aportes gusto-olfativos de uma forma muito sutil e equilibrada. Quanto ao estágio de evolução, os vinhos sugeridos para guarda estão afinando as suas características organolépticas, mas como as preferências gustativas mudam bastante conforme o conhecimento e a experiência do degustador, recomendamos o acompanhamento do vinho com frequência, apreciando o seu desenvolvimento. CORPO LEVE DE CORPO ROBUSTO TANINOS POUCO TÂNICO MODERADAMENTE TÂNICO TÂNICO ACIDEZ POUCO FRESCO MODERADAMENTE FRESCO FRESCO MADEIRA SEM MADEIRA POUCA PRESENÇA COM MADEIRA DE MADEIRA (A PARTIR DE 06 MESES) ESTÁGIO DA EVOLUÇÃO GUARDAR BEBER OU GUARDAR BEBER Fechamento com tampa de rosca (screw-cap closure) Novo produtor ou novo rótulo (com chegada prevista até o final de 2016) Estilo dos vinhos do produtor Vitivinicultura Caixa de madeira original do produtor (original wooden case) Dica Enogastronômica Harmonização: sugestão do sommelier de um vinho do produtor com um prato. Características do terroir Premiação especial 4 VITIVINICULTURA: MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS  Viticultura sustentável, um estágio antes da adoção da viticultura orgânica ou biodinâmica  O controle das pragas, doenças e alterações fisiológicas das videiras é realizado através da limitação ou mesmo eliminação total de agroquímicos  Dispensa-se o calendário fixo de tratamentos químicos, os quais são adotados apenas em situações pontuais, quando estritamente necessários  Compreende um detalhado estudo da biologia das pragas e doenças, suas condições ambientais, predadores naturais, etc., para a tomada conciente das decisões LUTTE RAISONNÉE  “Supervised control” em inglês ou luta racional em português, a “lutte raisonnée” é uma forma de manejo integrado de pragas, na qual os produtos químicos são restringidos ao máximo, empregados apenas em situações estritamente necessárias  A biodiversidade nos vinhedos é encorajada através da manutenção de plantas espontâneas ou cultivos de cobertura nos solos, aragem sistemática e emprego de compostos naturais na fertilização  Alguns produtores buscam certificação em agências como a Terra Vitis, outros trabalham independentemente VINHOS ORGÂNICOS  O foco está em criar e manter a saúde dos solos  A vida nos solos mantem sua estrutura e o húmus torna os íons minerais disponíveis para as plantas Abolição de fertilizantes, pesticidas, inseticidas, herbicidas que possam destruir a vida microbiana dos solos  CERTIFICAÇÃO em 385 organismos pelo mundo que compartilham das mesmas práticas e filosofias VINHOS BIODINÂMICOS  Adiciona-se uma “camada filosófica” sobre o protocolo de agricultura orgânica  A biodinâmica foi desenvolvida a partir das ideias do filósofo austríaco Rudolf Steiner, em 1920  Não apenas os solos, mas a fazenda é vista como um sistema completo, conectada com as “forças da vida” que sofrem interação dos planetas, da lua, etc.  Observação do calendário lunar e astrológico para quaisquer intervenções no vinhedo e na cantina  Ênfase na biodinâmica é a prevenção, mais que o tratamento. Preparações à base de plantas, minerais e animais como compostagem e prevenções de doenças  Policultura e vida animal  CERTIFICAÇÃO através da Demeter ou da Biodyvin MOVIMENTO “VIN NATUREL” OU “NATURAL WINES”  Não há uma regulamentação oficial, nem organizações oficiais, mas diversas associações de produtores (S.A.N.S., VinNatur, Association des Vins Naturels, La Reinassance des Appellations);  Um movimento de contracultura;  Coalizão de produtores ligados pelas importadoras que os importam, os bares de vinhos naturais que os vendem e feiras que os promovem;  Se alinham em torno de alguns parâmetros:  Mínima manipulação ou aditivos  Mais interesse em “regular” o que (não) ocorre na vinícola do que nos vinhedos  Muitos praticam viticultura orgânica, outros biodinâmica, e até viticultura tradicional  Leveduras selvagens  Adições mínimas ou mesmo nenhuma adição de enxofre (SO2)

[close]

p. 7

FRANÇA 1-BORDEAUX 2-LOIRE 3-CHAMPAGNE 4-ALSACE 5-BOURGOGNE 6-RHÔNE 7-PROVENCE 8-LANGUEDOC/ROUSSILLON 9-MINERVOIS 10-JURA 11-MONBAZILLAC 12 - CAHORS 13 MADIRAN 14- CHABLIS 15 - BEAUJOLAIS 5 FRANÇA BÉLGICA LUXEMBURGO NANTES OCEANO ATLÂNTICO PARIS 14 3 ESTRASBURGO 4 ALEMANHA 2 1 12 11 13 8 9 TOULOUSE 5 10 SUÍÇA 15 LYON 6 ITÁLIA 7 MARSELHA ESPANHA MAR MEDITERRÂNEO CHÂTEAU LA TOUR DE BY (1) - CHÂTEAU BEL AIR (1) - PERPONCHER JULIE GONET (1) - MÉDEVILLE (1) - JEAN-BAPTISTE (1) AUDY (1) - CHÂTEAU PICARD (1) - CHÂTEAU LA TOUR L'ASPIC (1) - BOUQUET DE MONBRISON (1) - CHÂTEAU PEYMARTIN (1) CHÂTEAU DES EYRINS (1) - CHÂTEAU RESPIDE-MÉDEVILLE (1) - CHÂTEAU LES JUSTICES (1) - CHÂTEAU GILETTE (1) - CHÂTEAU GRAVAS (1) - CHÂTEAU DES TOURS (1) - CHEVAL NOIR (1) - CHÂTEAU PETIT BOUQUEY (1) - CHÂTEAU HAUT-SARPE(1) - CHÂTEAU TOUR DU PAS ST. GEORGES (1) - CHÂTEAU PIERREFITTE (1) - CHÂTEAU LA CROIX SAINT GEORGES (1) - CHÂTEAU BONALGUE (1) - CHÂTEAU LA CROIX (1) - CLOS DES LITANIES (1) - DUC DE VALMER (1) - GRANDS CRUS CLASSÉS E OUTROS (1) - CHÂTEAU RAMON (11) -CHÂTEAU LAGRÉZETTE (12) - ALAIN BRUMONT (13) - DOMAINE ANTONIN GUYON (5) - CHÂTEAU DE LA TOUR (5) - DOMAINE CONFURON COTETIDOT (5)-DOMAINE ROBERT CHEVILLON (5) - DOMAINE PIERRE LABET (5) - CHÂTEAU DE CÎTEAUX (5)- DOMAINE ROGER BELLAND (5) - ALAIN GEOFFROY (14) - KRITER (5)- DOMAINES DOMINIQUE PIRON (15)- CHÂTEAU DES GILLIÈRES (2) - COULY DUTHEIL (2) - CLOS NAUDIN (2) - PHILIPPE FOREAU (2) - CHÂTEAU DE TRACY (2) - DOMAINE DU SALVARD (2) - BARNAUT (2) - DE SOUSA (3) - DOMAINE PAUL BLANCK (4) - DOMAINE ROLET (10) - PAUL MAS (8) - ARROGANT FROG (8) - DOMAINE L'OUSTAL BLANC (9) DOMAINE SORIN (7) - MAÎTRES VIGNERONS DE SAINT-TROPEZ (7) - VINS BRÉBAN (7) JEAN-LUC COLOMBO (6) - CHÂTEAU DE LA GARDINE (6) - CHÂTEAU SAINT-ROCH(6)- BRUNEL PÈRE FET FILS (6) MONTIRIUS (6)

[close]

p. 8

FRANÇA BORDEAUX - MÉDOC 6 CHÂTEAU LA TOUR DE BY www.la-tour-de-by.com Benjamin Richer de Forges e seu primo Frédéric Le Clerc lutam para manter a tradição Na revista Decanter de abril de 2005 foi solicitado a 6 dos maiores experts em Bordeaux na Inglaterra para que elegessem os seus châteaux preferidos (fora Cru Classés) dentro do critério preço/prazer. Foram elencandos 50 châteaux, e o La Tour de By ficou em 3 lugar geral, à frente de nomes famosos. Este Cru Bourgeois Supérieur (da antiga classificação anulada em 2007) tem uma história secular, e está nas mãos da família Pagès desde 1965. O estilo é o mais clássico possível, segundo David Peppercorn MW “harmônico, finamente aromático, com frutado cheio de vibração e elegância, um excepcional valor”. Château La Tour de By 2000 com vitela assada

[close]

p. 9

FRANÇA BORDEAUX - MÉDOC Vitivinicultura Lutte raisonnée Estilo dos vinhos do produtor Bordeaux clássico, gastronômico, mais ao estilo inglês que americano, bom potencial de guarda Características do terroir Vinhedos ao lado do estuário do Gironde no Bas-Médoc, com excelente drenagem Premiação especial Jancis Robinson conferiu 17 pontos em 20 a o La Tour de By 2009: “super-fragrant” 7 TINTOS 1754 Château La Roque de By 2010 1814 Château Noaillac 2009 2072 Château La Tour de By 2010 542 Château La Tour de By 2011 (375ml) 1927 Château La Tour de By 2009 1287 Château La Tour de By 2006 541 Château La Tour de By 2005 1637 Château La Tour de By 2000 2073 Château La Tour de By 1996 1636 Château La Tour de By 1995 2074 Château La Tour de By 1986 1638 Héritage Marc Pagès La Tour de By 2001  CS,ME ME,CS,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME,PV CS,ME                                                              

[close]

p. 10

FRANÇA BORDEAUX - ENTRE-DEUX-MERS Três gerações de Despagnes Vitivinicultura Lutte raisonnée Estilo dos vinhos do produtor Moderno, direcionado à fruta, brancos puros e frescos e tintos carnudos e redondos CHÂTEAU BEL AIR PERPONCHER www.despagne.fr A família Despagne foi uma das pioneiras na elaboração de grandes vinhos brancos na região de Entre-DeuxMers, e está a provar que com extremos cuidados nos vinhedos e técnicas corretas é possível elaborar belos tintos na região. Com a assessoria de Michel Rolland e a entusiástica direção de Thibault Despagne, um dos mais atuantes enólogos da nova geração de Bordeaux, o château elabora vinhos “brancos e tintos que representam valores sensacionais”, segundo Robert Parker. Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos argilo-calcários 8 BRANCOS 652 Château Bel Air Perponcher Réserve 2014 653 Château Bel Air Perponcher Réserve 2013 (375ml) 654 Château Bel Air Perponcher Grande Cuvée 2011 1761 Girolate 2009 ROSÉ 649 Château Bel Air Perponcher Réserve 2014 TINTOS 650 Château Bel Air Perponcher Réserve 2012 651 Château Bel Air Perponcher Réserve 2012 (375ml) 655 Château Bel Air Perponcher Grande Cuvée 2009 656 Girolate 2001 1931 Girolate 2009  SB,SE,MU SB,SE,MU SB,SE SB,SE CS ME,CS ME,CS ME,CS ME ME Premiação especial Na safra de 2001 o Girolate logrou 91 pontos em Parker e “coup de coeur” com 3 estrelas no Guide Hachette 2005. Na safra de 2009 foi ainda mais longe, com 93 pontos em Parker: “sensacional”                                                       Château Bel Air Perponcher Réserve 2014 branco com salada de queijo chèvre fresco, rúcula e segurelha

[close]

p. 11

FRANÇA BORDEAUX - BORDEAUX SUPÉRIEUR Julie Gonet-Médeville e Xavier Gonet Vitivinicultura Tradicional TINTOS 2061 Domaine des Justices 2012 2062 Cru Monplaisir 2011 JULIE GONET MÉDEVILLE www.gonet-medeville.com Estabelecida em Preignac - no coração de Sauternes - desde 1710, a família Médeville é a guardiã de um dos melhores e mais singulares vinhos de toda a região de Bordeaux, o Château Gilette. A bela Julie Médeville assumiu em 2004 a responsabilidade de conduzir os châteaux da família, pouco mais de 30 hectares espalhados nas denominações de Graves e Sauternes. Ao lado do seu marido, o vigneron Xavier Gonet, brilham em todas as categorias de preço. Estilo dos vinhos do produtor Enologia inspirada e respeitosa à tipicidade, vinhos de perfume e sedução, corpo e harmonia  ME,CS ME,CS,CF    Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos argilosos com graves na superfície           Domaine des Justices 2011 com “poulet rôti avec croûtons au jus et sa farce, avec des grosses frites cuites à l’ancienne”, frango caipira recheado e assado, seus croûtons ao suco do assado, e batatas fritas na gordura de pato BORDEAUX - BORDEAUX SUPÉRIEUR 9 Jean-Baptiste Bourot JEAN-BAPTISTE AUDY www.jbaudy.fr Jean-Baptiste Bourotte, bisneto do fundador, está à frente desta maison de négoce centenária no porto de Libourne, margem direita de Bordeaux. Além das milhares de garrafas de crus classés em estoque na sede no Quai du Priourat, que alimentam o seu trabalho de negociante, Audy é famoso pelos seus próprios châteaux, como o Bonalgue e o Clos du Clocher. Sua seleção imbatível de pequenos produtores de alta qualidade em diversas denominações de Bordeaux lhe rendeu o epíteto de “o rei dos petits châteaux”. Vitivinicultura Tradicional TINTOS 2054 Château Tour de Luchey 2012/2013 2055 Château La Croix Calendreau 2011 Estilo dos vinhos do produtor Vinhos direcionados à fruta, suculentos e gastronômicos  ME,CF,CS ME    Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos limosos no Tour de Luchey e argilosos no La Croix Calendreau, rendendo um Merlot mais volumoso           Château La Croix Calendreau 2011 com queijos de leite de vaca, massa semidura, prensada, não-cozida, como um Saint-Nectaire

[close]

p. 12

FRANÇA BORDEAUX - SAINT-ESTÈPHE CHÂTEAU PICARD www.mahler-besse.com Este cru bourgeois pertence à família MählerBesse, um dos mais respeitados e tradicionais négociants de Bordeaux com uma longa tradição que remonta a 1892. Co-proprietários do Château Palmer desde 1938, direcionam todos seus esforços à qualidade, e se esmeram em mostrar ao mundo os grandes vinhos de Bordeaux. Vitivinicultura Tradicional Estilo dos vinhos do produtor Plantado com 85% de Cabernet Sauvignon, este Château entrega um estilo esfumaçado e especiado, de bom corpo TINTO 1830 Château Picard 2011  CS,ME   Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos argilosos com presença de fossilização de mexilhões e ouriços-do-mar       Château Picard 2011 com “rognon de veau forestière”, rim de vitela na panela com bacon, cebolinhas e cogumelos frescos diversos BORDEAUX - PAUILLAC 10 CHÂTEAU LA TOUR L’ASPIC Super-relação preço/prazer de Pauillac, este é o second vin (segundo vinho) do Château Haut-Batailley da renomada família Borie, elaborado com vinhas antigas de uma parcela denominada La Tour de L’Aspic e mais algumas vinhas jovens do Haut-Batailley. Vinificado com a mesma paixão que o seu irmão mais velho, desvela com muito charme e taninos perfeitamente fundidos as características da nobre subregião. Vitivinicultura Lutte raisonnée Estilo dos vinhos do produtor Típico Pauillac, conjuga força com elegância Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos com típica cobertura de graves que favorece o amadurecimento da Cabernet Sauvignon TINTO 841 Château La Tour L’Aspic 2008  CS,ME,CF        Château La Tour L’Aspic 2008 com “parmentier” de rabada ao “jus” de cogumelos

[close]

p. 13

FRANÇA BORDEAUX - SAINT-JULIEN Sr. e Sra. Triaud CHÂTEAU PEYMARTIN www.domaines-henri-martin.com Na interseção entre a potência de Pauillac e o charme arrebatador de Margaux, os vinhos de Saint-Julien despontam com uma harmonia insuperável. O Château Peymartin é o second vin do ultraconsistente Château Gloria, do grupo Domaines Henri Martin, também proprietários do Château Saint-Pierre. Elaborado à partir das videiras jovens do Gloria, com uma vinificação tradicional e cuidadosa, esbanja tipicidade, amplitude e finesse. Vitivinicultura Tradicional Estilo dos vinhos do produtor Evoca a tradicional estrutura com harmonia do Château Gloria, típico e refinado Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos argilo-arenosos cobertos com graves da glaciação günzienne Premiação especial O Château Peymartin 2008 arrematou uma “Médaille d’Or” no Concours de Bordeaux Vins d’Aquitaine 2010 e foi estrelado no Guide Hachette TINTO 719 Château Peymartin 2008  CS,ME,CF,PV         Château Peymartin 2008 com “canard à la vanille”, pato confitado com fava de baunilha e pequenos legumes gratinados BORDEAUX - MARGAUX 11 BOUQUET DE MONBRISON www.chateaumonbrison.com Conduzido com uma política estrita de “qualidade acima de tudo” por Laurent Von der Heyden, e auxiliados pela consultoria clássica dos Boissenot, o Château Monbrison é um cru em ascenção na comuna de Margaux. O seu second vin, o Bouquet de Monbrison, apresenta o refinamento feminino dos vinhos da subregião, embora a sua densidade deixe transparecer os seus moderados rendimentos de 40 hectolitros por hectare. Vitivinicultura Tradicional Estilo dos vinhos do produtor Feminino e perfumado, dotado da famosa textura sedosa de Margaux Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos de depósitos profundos de graves dos Pirineus TINTOS 721 Bouquet de Monbrison 2011 2271 Bouquet de Monbrison 2012  CS,ME,CF CS,ME,CF             Bouquet de Monbrison 2011 com um peru assado com cogumelos e castanhas confitadas

[close]

p. 14

FRANÇA BORDEAUX - MARGAUX CHÂTEAU DES EYRINS www.gonet-medeville.com Julie Gonet-Médeville tem o desafio de conduzir um dos mais raros, espetaculares e cobiçados vinhos de Sauternes, o Château Gilette. Em Margaux defende a tradição da família com o Château des Eyrins, que conta apenas com 2,9 hectares plantados em solos profundos de graves. Neste terroir elabora um tinto que é a perfeita definição do que é um Margaux: pura finesse, sedução e harmonia. Vitivinicultura Tradicional Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos, solos de depósitos profundos de graves Estilo dos vinhos do produtor Modelo da denominação de Margaux, finesse arrebatadora, pura seda! Premiação especial Atribuímos neste ano uma primeira estrela e este petit château desconhecido, mas muito Margaux em performance, onde a finesse dos vinhos normalmente atinge a dos crus classés”, segundo o Les Meilleurs Vins de France 2011 - RVF. O 2010 foi um dos 10 melhores vinhos do ano para Olivier Poels da RVF TINTO 1828 Château des Eyrins 2010  CS,ME,PV        Château des Eyrins 2010 com “oie rôtie sarladaise”, ganso assado com pele crocante, fatiado sobre batatas confitadas na sua gordura e cogumelos porcini salteados e trufados BORDEAUX - GRAVES 12 CHÂTEAU RESPIDE-MÉDEVILLE www.gonet-medeville.com Os vinhos da denominação de Graves amadurecem antes do que seus vizinhos do Médoc, e estampam um estilo muito particular, com veios minerais e esfumaçados. Os brancos são igualmente fascinantes nestas paragens, entre os melhores da França. Julie Médeville assumiu em 2004 as rédeas do château familiar, juntamente com o Sauternes de culto, Château Gilette. Ao lado do passional enólogo Olivier Dauga, cria clássicos convincentes. Vitivinicultura Tradicional Características do terroir Clima marítimo favorece o frescor dos vinhos. Mosaico de terroirs no alto de uma colina em Graves Premiação especial Nota 90 ao Château Respide-Médeville 2010 tinto Estilo dos vinhos do produtor O branco é um Graves para dar aula, com gramíneas e tostados, assentados sobre mineralidade. O tinto é igualmente clássico, com cassis e esfumaçados BRANCO 2063 Château Respide-Médeville 2012 TINTO 2064 Château Respide-Médeville 2010  SE,SB,MU CS,ME              Château Respide-Médeville 2012 branco com “filets de sole au beurre citronné”, filé de linguado poché com emulsão de fundo de peixe, limão e manteiga clarificada

[close]

p. 15

CHÂTEAU LES JUSTICES www.gonet-medeville.com Julie Médeville e Xavier Gonet elaboram o Sauternes mais amadurecido antes de sair ao mercado, raro e disputado por verdadeiros conhecedores, o Château Gilette. Na mesma região de Preignac são proprietários do Château Les Justices, estrelado no Le Guide des meilleurs vins de France 2012 - RVF, um vinho que rivaliza com os melhores crus da denominação. Vitivinicultura Tradicional Características do terroir A proximidade do rio Ciron cria condições de umidade para o desenvolvimento da podridão nobre Estilo dos vinhos do produtor Sem nenhuma aromatização de madeira, uma decisão para exaltar toda a pureza da fruta permeada pelo seu intenso caráter botrytisado Premiação especial “Um dos mais constantes e melhores crus não classificados de Sauternes” segundo Le Grand Guide des Vins de France 2011 Bettane & Desseauve, que ainda elogia o 2006: “muito surpreendente pela sua complexidade aromática” BRANCO DOCE 1829 Château Les Justices 2006/2008  SE,SB,MU        FRANÇA BORDEAUX - SAUTERNES BORDEAUX - SAUTERNES 13 Château Les Justices 2006 com salada de frutas tropicais e exóticas, sorbet de Sauternes e telha de amêndoas ao gengibre CHÂTEAU GILETTE www.gonet-medeville.com O máximo em finesse, frescor e pureza em Sauternes. O Château Gilette é o Sauternes do verdadeiro connaisseur. Apesar de estar fora da classificação oficial da região, seus vinhos são disputados garrafa a garrafa no mercado, e como atesta Parker em seu Comprehensive Guide de Bordeaux, o Gilette está ao lado do Château d’Yquem, do Climens e do Rieussec em qualidade. Desde a safra 1936, o grande mérito deste minúsculo château da família Médeville é ser o único no cenário a amadurecer seus vinhos por 15 a 20 anos em cuves inertes, buscando a pura expressão do terroir e da podridão nobre, sem interferência da madeira. Les Antiquaires de Sauternes! Vitivinicultura Tradicional Estilo dos vinhos do produtor Sem nenhuma aromatização de madeira, uma decisão para exaltar toda a pureza da fruta permeada pelo seu intenso caráter botrytisado, ultra fresco e concentrado Características do terroir As videiras do Gilette mais novas foram plantadas em 1930, num solo arenoso sobre base calcária. Não se adicionam nem sulfitos nem leveduras à fermentação, quando prontos os vinhos amadurecem em “cuves” seladas por até duas décadas, garantindo o que Michel Bettane bem coloca: “vinhos quase que imortais, com uma sensacional complexidade aromática e dotados de uma persistência na boca insuperável” Premiação especial O fresquíssimo Château Gilette Crème de Tête 1989 sublimou-se com 19 pontos em 20 no Bettane & Desseauve 2012, 19 em 20 no Le Guide des meilleurs vins de France 2012 - RVF, e ainda 94 pontos na Wine Spectator. O Château Gilette Crème de Tête 1975 colheu 95 na Wine Spectator e 93 no Parker, com sua definição e equilíbrio entorpecentes BRANCOS DOCES 2065 Château Gilette Crème de Tête 1989 2066 Château Gilette Crème de Tête 1975  SE,SB,MU SE,SB,MU             Château Gilette Crème de Tête 1989 com um “diplomate de pain d’épices aux fruits confits”, pudim de pão de especiarias aromatizado com rum velho, com frutas secas e “crème anglaise” para acompanhar

[close]

Comments

no comments yet