Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

João Monlevade, Sexta-feira, 06 de Janeiro de 2017 - Edição 4.114 - Ano XX

Popular Pages


p. 1

SEXTA-FEIRA 6 DE JANEIRO - 2017 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.114 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 Sol, alternando com pancadas de chuva e possíveis trovoadas MÁXIMA: 33ºC MÍNIMA: 20ºC www.bomdiaonline.com Câmara volta a emitir identidades no fim do mês Sinval Dias Página 3 Divulgação REFORMA DA CAPELA Depois de ser interditada pela Defesa Civil de João Monlevade, a igreja Sagrado Coração de Jesus, capela do bairro Cruzeiro Celeste começou a ser reformada. A intenção é de que as obras sejam finalizadas até a Semana Santa (no mês de abril). Página 4 Posse na Amepi A Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Piracicaba (Amepi) empossou nesta quarta-feira (5), a sua nova presidência, com o prefeito de Santa Bárbara, Leris Braga, e o de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho, como vice. Os dois também ficam à frente do Consórcio Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi). José Alves Parreira (Catas Altas) e Antônio Cota (Rio Piracicaba) tomaram posse no Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Piracicaba (Cismepi), e Wilber de Souza (Bela Vista) e João Galo Índio (Alvinópolis) no Consórcio da Gestão Pública de Resíduos Sólidos (CGPRS). A solenidade ocorreu no salão nobre do Real Esporte Clube, em João Monlevade. Breno Botelho Prefeita e comando da PM deve visitar Mariana em breve Guarda Municipal pode ser inspirada em serviço de Mariana Página 5 Quase R$ 55 mil para combate a Dengue Página 3 Pagamento do IPVA começa na segunda A escala de pagamento do IPVA 2017 começa na próxima segunda-feira (9) - em cota única ou primeira parcela -, para os veículos de final de placa 1 e 2. Os demais finais de placas vencem nos dias 10 (3 e 4), 11 (5 e 6), 12 (7 e 8) e 13 (9 e 0) de janeiro. Página 7

[close]

p. 2

BOM DIAsexta-feira, 6 de janeiro de 2017 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com Maria Baldaia O primeiro MEDIOPIRA DE 2017 traz uma entrevista muito especial com uma das artistas mais promissoras dos últimos anos: a itabirana Maíra Baldaia. Embora jovem, a menina se preparou como ninguém, fez teatro, estudou muito, interagiu com meio mundo e seu CD e de estreia lançado no final de 2016 figura certamente entre os melhores lançamentos dos últimos anos. Quem me vê falando assim pensa que estou exagerando, mas não estou mesmo. As letras, as músicas, os arranjos , tudo é cativante no som dessa itabirana. Portanto, meus amigos: fiquem atentos. Se ela se apresentar perto de vocês, não percam. Vocês podem estar diante da próxima estrela da MPB. Bagagem pra isso ela tem. Mas vamos à entrevista... MEDIOPIRA - Quais são as suas influencias primordiais, os sons que ouvia na infância? MAÍRA BALDAIA - Tenho muitas influências, pois desde muito nova estive em contato com diversos sons por incentivo dos meus pais. Voltando um pouco na memória chego aos disco que mais ouvi quando pequena, entre eles o álbum Circuladô Vivo do Caetano Veloso, ao álbum Monjolear do Dércio Marques e Doroty Marques, ao Sá Rainha da Titane, ao Bisnetos da Família Alcântara Coral Afro. E daí em diante vão se somando várias influências sonoras sejam artísticas ou despertadas por vivências no candomblé/ umbanda, vivências em uma cidade do interior repleta de poesia e ludicidade ou na capital repleta de informações e diversidades. Tudo está à nossa volta, a natureza é uma grande inspiração, as paisagens, as estradas, as fases do sol e da lua. Há música em tudo! MEDIOPIRA - Você começou meio moleca, cabelão meio sarará e hoje exibe um visual mais enxuto, de cabelos curtos, realçando o rosto. Você compõe os personagens ( alma camaleoa) ou esses personagens emergem de forma natural? MAÍRA BALDAIA - Risos! Sim, tenho a alma camaleoa mesmo! Gosto de mudanças, sempre que algo muda dentro de mim também muda no meu visual e isso reflete diretamente na minha arte, pois trago no meu trabalho a minha verdade. Meu cabelo não era meio sarará, era totalmente sarará, amo meu cabelo crespo e volumoso seja solto ou trançado e em breve vou voltar a usá-lo. Assumir esse cabelo natural faz parte de todo um processo de identidade, de representatividade, de aceitação das raízes afro brasileiras e entendimento de que as belezas fora dos ditos “padrões” são belas. Algo que aprendi é que quanto mais você se ama mais bonito e autêntico você é, não é questão de estética, é questão amor-próprio e até de política. Hoje estou careca e platinada e já tive com o cabelo azul também. O cabelo curto traz uma liberdade e praticidade que gosto muito. Gosto de me transformar, faz parte da minha essência. MEDIOPIRA - No seu novo CD, você demonstra que é bem mais que uma cantora bonita. Poente é uma letra muito boa. Seu disco tem outras letras também cheias de achados poéticos. Você acha que letra de música é poesia? MAÍRA BALDAIA - Sim, pelo menos pra mim a música e a poesia estão totalmente ligadas. Gosto muito de escrever, algumas das músicas nascem primeiramente na poesia e só depois ganham melodias. As minhas músicas trazem o lugar de enunciação da mulher, sobretudo da mulher negra. Falam do nosso cotidiano, das alegrias, das tristezas, dos amores, das lutas, dos olhares sobre o mundo. que Eu não estou sozinha nessa estrada, tem diversas mulheres na composição mostrando suas vozes, quebrando padrões e mostrando através de suas canções que temos trabalhos potentes e de qualidade. MEDIOPIRA - Você saiu de Itabira e mudou-se pra BH. O que você levou de Itabira pra BH e o que leva de BH pra Itabira? MAÍRA BALDAIA - Me mudei de Itabira com 16 para 17 anos para buscar em Belo Horizonte estudo, trabalhos, contatos na arte. Nisso acabei ganhando grandes parcerias de arte e de vida. De Itabira veio toda poesia que corre em minhas veias, todas as minhas primeiras experiências na arte e, principalmente, um olhar sensível ao entorno. Isso me acompanha sempre. Em BH desenvolvi esse olhar sensível, me formei e comecei de fato a viver de arte, um caminho difícil, mas do qual não consigo me ver sem. Os aprendizados vividos nas duas cidades permanecem comigo em trânsito, estou sempre nessa ponte entre a capital e a cidade natal. MEDIOPIRA - Pesquisei um pouco e vi que vc tem uma forte ligação com os movimentos negros, principalmente com a religiosidade. Isso continua fazendo parte da sua vida? MAÍRA BALDAIA - Sim, isso está totalmente ligado à minha vida. Acredito na força do coletividade que aprendemos com nossos ancestrais, eu caminho para ser melhor dentro de um todo. Eu luto através da arte e do amor para que sejamos todos iguais, cada um com suas particularidades, mas com direitos na mesma medida. E quanto à religiosidade, está tudo aí na natureza, as forças que precisamos estão a nossa volta, a proteção que acredito vem de algo maior e ancestral. MEDIOPIRA - Seu CD faz uma ponte entre o passado e o presente, promove o diálogo do tambor com a guitarra elétrica e o som ficou bem orgânico. Foi você quem produziu, escolheu repertório e roteiro? MAÍRA BALDAIA -Esse paralelo entre o ancestral e contemporâneo é presente no meu disco por ser também presente na minha vida. Está tudo ligado, eu como ser que vive as questões de uma sociedade pós-moderna conto com um olhar aprofundado nas raízes e nas tradições orais. Trago aprendizados que vem das mulheres matriarcas da minha família e também que vem da minha irmã mais nova. Tudo é uma coisa só e reflete no meu trabalho enquanto estética, conceito, estilo. Sim, eu assino a direção artística desse disco, eu produzi e escolhei o roteiro que traça uma dramaturgia que vai do amanhecer ao anoitecer, mas tive a direção musical generosa e extremamente necessária do Clayton Neri. MEDIOPIRA - Você lança seu trabalho num momento em que o mercado anda meio avesso aos trabalhos autorais. Os promotores de shows e até de espaços culturais e bares dão preferência a música cover, principalmente do gênero sertanejo. Como você pretende fazer pra driblar essa preguiça mental e essa resistência ao novo? MAÍRA BALDAIA - Bom, não pretendo driblar o mercado, pretendo continuar espalhando a minha arte por onde for. Não sei se o percebo tão avesso assim ao trabalho autoral, apesar de ter noção de que o meu disco não está necessariamente inserido em determinados padrões, mas tem um cenário muito interessante da música independente que cresce cada vez mais no Brasil. A resistência e as dificuldades sempre estarão postas à nossa frente, nos resta caminhar e trabalhar para que nossa música chegue às pessoas. Apresento um trabalho com muita verdade, um trabalho autoral, um trabalho independente que fala por si, aonde chegarei com ele ainda não sei, mas se eu conseguir tocar as pessoas que ouvirem ao ponto delas também desejarem “espalhar essa palavra” para outras pessoas já está iniciada a rede. Acredito nas conexões. MEDIOPIRA - Além do seu projeto do CD, você tem trabalhos paralelos. Fale um pouco sobre esses projetos e parcerias. MAÍRA BALDAIA - Além do meu trabalho autoral, eu toco nos grupos Tambor Mineiro e Dingoma, sendo também atriz e arte educadora. Também dialogo de forma mais intimista com a poesia, com o cinema e com a pintura. MEDIOPIRA - Quem quiser contratar o seu show tem de falar com quem? Deixe seus contatos pro pessoal. MAÍRA BALDAIA - Quem quiser contratar o show pode entrar em contato com a nossa produção através do e-mail contatomairabaldaia@ gmail.com . Será um prazer levar esse pôr-do-sol para outros cantos. MEDIOPIRA - Quem quiser adquirir o belíssimo CD POENTE tem de fazer o que? Onde tem pro pessoal que não puder adquirir poder conhecer seu trabalho? MAÍRA BALDAIA - Para adquirir o CD físico basta entrar no site www.mairabaldaia. wixsite.com/baldaia e na aba POENTE encontrará todas as orientações. Também pode nos enviar mensagem na página do facebook (facebook.com/ mairabaldaiafanpage). Além disso, o disco está disponível no meu canal no YouTube e no Soundcloud, se inscreva no nosso canal e acompanhe todas as novidades.

[close]

p. 3

BOM DIAsexta-feira, 6 de janeiro de 2017 3.cidade Emissão de identidades na Câmara Municipal deve voltar no final o mês Breno Botelho João Monlevade recebe quase R$ 55 mil para combate a Dengue Divulgação O valor será repassado em duas parcelas Prédio vem recebendo adequações João Monlevade – O serviço de emissão de carteiras de identidade feito pela Câmara municipal de João Monlevade está suspenso temporariamente devido a obras no prédio do Legislativo. Segundo informações, há uma pedido de prioridade para que sejam liberados de antemão os gabinetes e o posto de emissão do documento por causa da grande demanda. A ideia é que o serviço seja retomado ainda neste mês. Os agendamentos também foram suspensos. Há pessoas agendadas para serem atendidas até o mês de março. Os cidadãos que já estavam agendados serão remanejados para atendimento nos meses de fevereiro e março A interrupção no serviço foi necessária para que o local possa oferecer um melhor ambiente de trabalho aos servidores e mais conforto ao cidadão. Em dezembro do ano passado, o presidente do Legislativo, Djalma Bastos (PSD), chegou a comentar sobre a reforma do prédio. “O que seria uma obra de quase R$800 mil, ficou orçada em R$266 mil. Estamos redividindo salas, vamos solucionar a questão do telhado que sempre deu problema em épocas de chuva, fazer rebaixamento em gesso. Vamos garantir conforto e segurança ao cidadão, vereadores e servidores”. Conforme informado pela empresa, as obras que começaram em dezembro devem terminar em 75 dias. Errata A edição 4113, distribuída na data 3 de janeiro de 2017, veiculou com a data de 7 de janeiro grafada em suas páginas internas. Pedimos desculpas aos leitores pelo equívoco. Agradecemos a compreensão de todos. Jornal Bom dia João Monlevade – O Ministério da Saúde vai repassar a todos os municípios brasileiros R$ 152 milhões extras para intensificar medidas de prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya neste verão. O recurso deverá ser liberado aos municípios em duas parcelas. O município de João Monlevade vai receber R$ 54.693,76. Na primeira etapa, serão repassados 32.816,25, a partir da data da publicação da portaria (29 de dezembro). O repasse da segunda parcela está condicionado ao cumprimento de alguns critérios, cujas informações deverão ser consolidas pelas secretarias estaduais de saúde e repassadas ao ministério até o dia 30 de junho. Dados do Levantamento Rápido de Índice de Aedes aegypti (LirAa), coletados entre os dias 19 e 21 de outubro, relatam que uma em cada 100 casas visitadas por agentes da Vigilância em Saúde de João Monlevade (Visa) está com focos do mosquito. A vistoria apontou que o maior número de focos foi encontrado em tambores, tanques recipientes de armazenamento de água, seguido de pneus, lixos diversos e depósitos elevados e depósitos naturais. Só em 2016 foram registrados cerca de 3.500 casos suspeitos de dengue na cidade. No ano passado, o número foi de 176. Também ocorreram um caso confirmado de zika e outro de chikungunya. EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pela presente venho convocar a todos Sr. (as) diretores e associados do serviço de assistência Social Nossa Senhora da Conceição, a participar da reunião de assembléia extraordinária a ser realizada no dia 15 de janeiro de 2017 ás 18:00 horas onde fará a primeira (1) chamada ás 19:00 e a (2) chamada ás 19:30,com qualquer número de diretores desde que atinge o quorum,será dada abertura dos trabalhos da reunião de assembléia a realizar-se em sua sede á rua campestre n 75-bairro São Jorge-João Monlevade- MG Assunto: Carta de renúncia do atual presidente e eleição de substitutos de diretoria para término de mandato período de 20 de março de 2015 á 20 de março de 2019. Atenciosamente. Pelo serviço de assistência Social N. Sra. Da Conceição João Monlevade,03 de janeiro de 2017

[close]

p. 4

BOM DIAsexta-feira, 6 de janeiro de 2017 4.cidade Igreja do Cruzeiro Celeste passa por reforma que deve durar três meses Fotos: Sinval Dias Igreja deverá ser reaberta na Semana Santa João Monlevade - Depois de ser interditada pela Defesa Civil de João Monlevade, a igreja Sagrado Coração de Jesus, capela do bairro Cruzeiro Celeste começou a ser reformada. A intenção é de que as obras sejam finalizadas até a Semana Santa (no mês de abril). A capela teve seu funcio- namento interrompido após o prédio apresentar rachaduras nas paredes laterais. Elas foram causada pelo excesso de peso do telhado sobre as tesouras do telhado, que transferiram a força para as colunas, que, por sua vez, não suportaram o peso. De acordo com informações, o reparo é feito em uma coluna de cada vez. O telhado da igreja está todo escorado e um engenheiro acompanha toda obra. A igreja fica às margens da BR 381 e foi tombada há 22 anos, pela Lei Municipal 1.243, que dispõe sobre a sua preservação como patrimônio cultural de João Monlevade. As obras estão orçadas em cerca de R$ 70 mil e a igreja será reformada, respeitando as características do patrimônio tombado. Prédio apresentar rachaduras nas paredes laterais As obras estão orçadas em cerca de R$ 70 mil

[close]

p. 5

BOM DIAsexta-feira, 6 de janeiro de 2017 5.cidade Guarda Municipal de João Monlevade pode ter inspiração em Mariana João Monlevade – Parte das promessa de governo de Simone Carvalho (PSDB), a implantação da guarda municipal pode ser baseada no serviço prestado em Mariana. A ideia foi do comandante da Polícia Militar em João Monlevade, major Jayme Alves. “É uma das boas referências que temos, e podemos nos espelhar na Guarda (Municipal) de Mariana para implantarmos esse trabalho em Monlevade”, Acom PMSG Simone e os policiais discutiram sobre ações de segurança disse o major. O comandante convidou a prefeita para irem a Mariana conhecer o serviço. A data ainda não foi confirmada, mas deverá ocorrer em breve. Simone também comen- TV Canção Nova volta ao ar no canal 26 João Monlevade - Já está no ar o sinal da TV Canção Nova, que pode ser sintonizado através do canal 26, em UHF. Devido à desativação da torre na Mina do Andrade, o canal ficou temporariamente fora do ar, e a emissora fez investimentos para instalação de equipamentos no sistema do satélite. Segundo os técnicos, para sintonizar a emissora, basta que se utilize uma antena UHF, direcionada para o satélite. Os trabalhos tiveram o acompanhamento da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de João Monlevade, através do técnico responsável pelas torres, Jânio Evangelista da Silva. Divulgação tou que tem o compromisso de criar e implantar a Guarda Municipal, mas que pretende fazê-lo em parceria com a PM. “Queremos a implantação e o desenvolvimento da Guarda Municipal junto à Polícia Militar, objetivando-se evitar quaisquer atritos ou divergências futuras”. O assunto foi abordado durante encontro no gabinete de Prefeitura, que ainda contou com a presença do capitão Conra- do, do cabo Elisandro e da secretária de Fazenda, Luciana Carvalho. A chefe do Executivo disse que, através de convênio, a Administração Municipal estará sempre pronta para apoiar a Polícia Militar (PM), e fez algumas solicitações aos militares, como a otimização de um policiamento ostensivo e intensificação de operações, no centro comercial e na periferia da Cidade. O major Jayme Alves falou sobre as ações da PM em Monlevade, ressaltando que existe um déficit de 34% no efetivo da corporação, mas que, em abril deste ano, novos policiais estarão sendo integrados à PM em Monlevade. O comandante solicitou à prefeita que determine podas de árvores em algumas praças públicas, como a do “Lindinho”, em Carneirinhos, o que, segundo ele, ajuda a inibir as ações de determinados delinquentes. Prefeitura acaba com os “selos” no setor da Saúde João Monlevade - A partir desta semana, pacientes não precisam mais ir para as filas em busca dos “selos” para a realização de exames. Antes, as pessoas consultavam e, em um determinado dia do mês, iam de madrugada para a aquisição dos tais “selos”. Agora, o paciente já sai da consulta com o carimbo de autorização determinando a data e o laboratório credenciado em que os exames devem ser realizados. A mudança faz parte do processo de reorganização implantado por Simone Carvalho (PSDB). Ela exonerou todas as pessoas que ocupavam cargos comissionados no governo anterior, porém já chamou de volta parte desses servidores, e avisou que haverá redução do quadro de comissionados. A prefeita determinou, também, o bloqueio de todos os telefones celulares do plano corporativo, devendo tais aparelhos ser liberados somente para os secretários e alguns serviços considerados essenciais. O acesso às redes sociais, através da internet mantida pela Prefeitura, também foi bloqueado, objetivando que as mesmas não sejam usadas durante o ho- rário de trabalho. Simone Moreira afirmou, ainda, que tomará medidas enérgicas para economizar água e energia elétrica no serviço público. Para tanto, haverá pessoas responsáveis por acompanhar, orientar e monitorar as ações de cada setor, objetivando-se alcançar as metas de economia desejadas.

[close]

p. 6

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017 Formatura da Escola Peter Pan Aconteceu no mês de dezembro, nas dependências do Centro Educacional, a formatura dos alunos da Escola Peter Pan. Momentos de emoção marcaram o evento e, na oportunidade, os formandos receberam os seus respectivos diplomas. Cobertura completa você encontra no site www.bomdiaonline.com

[close]

p. 7

BOM DIAsexta-feira, 6 de janeiro de 2017 7.cidade Escala de pagamento do IPVA começa na segunda com desconto para cota única Geral - Os contribuintes mineiros que optaram pelo pagamento antecipado do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2017 proporcionaram ao Estado de Minas Gerais uma arrecadação de R$ 263 milhões até essa terça-feira (3/1). Esse valor contempla 513.764 veículos. A quitação à vista, com desconto de 3%, representou R$ 237 milhões (90%). O restante, R$ 26 milhões (10%), refere-se a uma ou duas parcelas. A estimativa é de uma arrecadação total de R$ 4,6 bilhões com o tributo neste ano. A escala de pagamento do IPVA 2017 começa na próxima segunda-feira (9) - em cota única ou primeira parcela -, para os veículos de final de placa 1 e 2. Os demais finais de placas vencem nos dias 10 (3 e 4), 11 (5 e 6), 12 (7 e 8) e 13 (9 e 0) de janeiro. Quem preferir parcelar o imposto deverá pagar a segunda parcela em fevereiro e a terceira em março. No dia 31 de março também vence a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículo (TRLAV), cujo valor é R$ 92,66. O superintendente de Arrecadação e Informações Fiscais da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF), Leônidas Marcos Torres Marques, observa que, historicamente, muitos contribuintes optam por antecipar o pagamento do IPVA para aproveitar o desconto de 3% e também evitar preocupação com essa obrigação no período de férias e viagens. Expectativa A expectativa da SEF/ MG é que cerca de 30% do IPVA seja pago em cota única, gerando receita de aproximadamente R$ 1,4 bilhão. Outros R$ 500 milhões devem ser arrecadados com a primeira parcela, totalizando R$ 1,9 bilhão, no mês de janeiro. O valor total do IPVA emitido para 2017 é de R$ 4.645.855.847,89, um incremento de R$ 240 milhões (5,46%), em relação a 2016. A frota também aumentou, no mesmo período, em 337 mil veículos (3,72%), totalizando 9,4 milhões. Pagamento O pagamento do IPVA 2017 pode ser feito diretamente nos terminais de autoatendimento ou guichês dos agentes arrecadadores autorizados, bastando informar o número do Renavam do veículo. Os agentes arrecadadores autorizados a receber os tributos são: Banco do Brasil, Mais BB, Banco Postal, Bradesco, Itaú-Unibanco, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas, Santander e Sicoob. O contribuinte que preferir emitir a guia de arrecadação poderá retirá-la pelo site da SEF/MG ou pessoalmente nas Repartições Fazendárias ou Unidades de Atendimento Integrado (UAI). Quem deixar de pagar o imposto nos prazos esta- Arquivo Bom Dia A estimativa é de uma arrecadação total de R$ 4,6 bilhões com o tributo neste ano belecidos está sujeito a multa de 0,3% ao dia (até o 30º dia), e de 20% após o 30º dia. Os juros são calculados sobre o valor do imposto ou das parcelas, acrescido da multa, pela taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e Custodia (Selic). Destinação Do total apurado com o IPVA, 20% são repassados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb); 40% ao caixa único do Estado e 40% para o município de licenciamento do veículo. Alerta O superintendente de Arrecadação e Informações Fiscais, Leônidas Marcos Torres Marques, alerta aos cidadãos que a Secretaria de Fazenda não envia para os contribuintes nenhum tipo de boleto do IPVA por Correios, e-mail, SMS ou redes sociais, como whatsapp. “Se alguém receber esse tipo de cobrança deve ignorar, pois, caso pague, não estará pagando à Secretaria de Fazenda”, afirma. Rodovias estaduais recebem mais dez radares fixos Geral - Dez novos radares fixos começaram a funcionar, em modo educativo, na última terça-feira (3) e já estão contribuindo para a segurança viária em mais cinco rodovias mineiras. No total, 143 radares do tipo fixo monitoram a velocidade na malha rodoviária estadual. Os novos equipamentos foram instalados nos seguintes trechos: MG-129, quilômetros 24,9 e 32,5, em Itabira; MGC-262, quilômetros 226,4, 230 e 230,2, em Santa Bárbara; MG-431, quilômetros 15,1 e 15,3, em Pará de Minas e quilômetro 55,1, em Itaúna; MG-260, quilômetro 34, em Cláudio; e MG179, quilômetro 86,2, em Silvianópolis. Os radares entram em operação definitiva a partir do próximo dia 10 de janeiro, quando passarão a ser autuados os veículos que excederem a velocida- de máxima permitida, de acordo com a sinalização instalada em cada segmento, que varia entre 40 km/h, em Pará de Minas, e 60 km/h nos demais pontos. Radares estáticos Quatro equipamentos estáticos também já estão em operação, ampliando as ações voltadas para o aumento da segurança viária em toda a rede rodoviária sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/ MG). Esse tipo de radar pode ser transportado e operado em locais, dias e horários aleatórios. Independentemente da fiscalização eletrônica, o DEER/MG recomenda que os motoristas respeitem a sinalização e os limites de velocidade específicos de cada trecho, para garantir viagens mais seguras.

[close]

p. 8



[close]

Comments

no comments yet