Jornal Conecta Baixada 27ª Edição

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Conecta Baixada 27ª Edição

Popular Pages


p. 1

Recicle informação. Passe este jornal para outro leitor. 995-75-4545 www.conectabaixada.com.br 2016 A INFORMAÇÃO VAI ATÉ VOCÊ BAIXADA FLUMINENSE 16 a 31 de Dezembro ANO 2 - N° 27 GOVERNO EM FIM DE MANDATO MERGULHA MESQUITA NO CAOS SEM PAGAR SERVIDORES E FORNECEDORES, ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DESAPARECE E CIDADE VIRA TERRA DE NINGUÉM, COM PROTESTOS, SEM AULAS, SEM MERENDA, SEM HOSPITAIS, SEM REMÉDIOS E SEM COLETA DE LIXO. Página 7 Lélio Neto/Conecta Baixada Mantenha sua cidade limpa. Não jogue papel no chão. EMPREGO FIM DE ISENÇÕES É AMEAÇA Firjan alerta para redução de vagas com o fim do benefício. Página 6 SERVIDORES DEPENDEM DA CARIDADE ALHEIA PARA POR COMIDA NA MESA NO NATAL Lélio Neto/Conecta Baixada ESPORTES N. IGUAÇU RENOVA COMISSÃO Ex-goleiro Ricardo Cruz e Edson Souza vão comandar o time. Página 12 ESTADO ALERJ ADIA VOTAÇÕES POLÊMICAS Na tentativa de esvaziar manifestações, Picciani pede mais tempo. Página 2 Uma das ações promovidas para minimizar o drama dos servidores públicos de Mesquita, foi a arrecadação de alimentos na principal praça da cidade. Página 7 AIDS UNIABEU OFERECE APOIO "Projeto Positivo" vai atender gratuitamente soropositivos. Página 4

[close]

p. 2

PAÍS 2 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR LAMAÇAL DELAÇÕES VARREM O PMDB FLUMINENSE Agência Brasil EMENDA DE CONTROLE DE GASTOS É PROMULGADA O Congresso Nacional promulgou, na última quinta-feira (15), a Emenda Constitucional que limita por 20 anos os gastos públicos. A PEC 55 foi aprovada pelos senadores no dia 13. Encaminhada pelo governo de Michel Temer ao Legislativo com o objetivo de equilibrar as contas públicas por meio de um rígido mecanismo de controle de gastos, a PEC do teto de gastos públicos foi aprovada depois de muita discussão entre os senadores. De acordo com o texto, a partir de 2018, os gastos federais só poderão aumentar de acordo com a inflação acumulada conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A inflação a ser considerada para o cálculo dos gastos será a medida nos últimos 12 meses, até junho do ano anterior. Assim, em 2018, por exemplo, a inflação usada será a medida entre julho de 2016 e junho de 2017. Para 2017, primeiro ano de vigência da PEC, o teto será definido com base na despesa primária paga em 2016 (incluídos os restos a pagar), com a correção de 7,2%, a inflação prevista para este ano. Dois dos principais caciques do PMDB, Pezão e Paes estão na mira da justiça. Cabral já está preso OPMDB, partido da futura ex-primeira-dama de Mesquita, PMDB fluminense começou com a prisão, no dia 17 de novembro, do ex-governa- isenção fiscal de aproximadamente R$ 1,8 milhão concedida à construtora a deputada estadual Danie- dor Sérgio Cabral, que foi Fiori Empreendimentos le Guerreiro, está vivendo transferido para Curitiba, Imobiliários nas obras do dias agitados, com uma depois de passar 23 dias Campo de Golfe Olímpico, série de acusações sobre preso no Complexo Peni- na Barra da Tijuca. o envolvimento em esque- tenciário de Bangu. A mu- Já o governador Luiz Fer- mas de corrupção, feitas lher de Cabral, a advogada nando Pezão foi citado pelo por ex-executivos da em- Adriana Ancelmo, também ex-diretor de Infraestrutu- preitera Odebrecht, em de- está presa, no Rio. ra da Odebrecht no Rio de lações premiadas. No dia 9 (sexta-feira), o Janeiro, Leandro Andrade Dois dos principais no- Prefeito Eduardo Paes teve Azevedo. Pezão teria rece- mes do partido no estado, os bens bloqueados por or- bido pagamentos de caixa 2, o governador Luiz Fernan- dem da Justiça e, no dia 12 na campanha de 2014 para do Pezão e o prefeito Edu- (segunda-feira), os sigilos manter o "acesso privilegia- ardo Paes já estão na mira bancário e fiscal quebrados. do" que a empreiteira já ti- da Justiça. A derrocada do Ele teria se beneficiado de nha ao governo Cabral. PREVIDÊNCIA REFORMA MIRA TRABALHADORES A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, na quinta-feira (15), parecer pela constitucionalidade da PEC 287, que trata da reforma da Previdência. Pela proposta, o trabalhador precisa atingir a idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição para poder se aposentar. Neste caso, ele receberá 76% do valor da aposentadoria - que corresponderá a 51% da média dos salários de contribuição, acrescidos de 1% da média para cada ano de contribuição. Todos os trabalhadores ativos entrarão no novo sistema. Aqueles que têm menos de 50 anos (homens) ou 45 anos (mulheres) deverão obedecer às novas regras integralmente. Quem tem 50 anos ou mais será enquadrado com uma regra diferente, com tempo adicional para requerer o benefício. Aposentados e aqueles que completarem os requisitos para pedir o benefício até a aprovação da reforma não serão afetados porque já têm o direito adquirido. A proposta é criticada pela oposição e está conseguindo juntar as principais centrais sindicais do País, já que os trabalhadores serão duramente atingidos. SERVIDORES: ALERJ ADIA VOTAÇÃO DE EMENDAS POLÊMICAS Agência Brasil Protestos e confrontos entre PMs e manifestantes devem continuar Na tentativa de reduzir o impacto e esvaziar as manifestações de servidores públicos durante a votação das propostas mais polêmicas das medidas de austeridade propostas pelo governo, a Alerj decidiu, mais uma vez, a exemplo do que já tinha feito na sexta-feira (9) e na segunda (12), pelo adiamento. Duas das quatro propostas que estavam na pauta para serem votadas no dia 14 (quarta-feira) – o adiamento do aumento salarial da área de segurança (polícias, bombeiros e agentes penitenciários) e o aumento da contribuição previdenciária de todas as categorias - deverão ser votadas somente na segunda-feira (19) pelos deputados da casa. A decisão foi do presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), após reunião com deputados da oposição, o comando da PM e representantes dos policiais, bombeiros e agentes penitenciários. Segundo Picciani, é necessário mais tempo para dialogar com as classes.

[close]

p. 3

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 3 GERAL Divulgação CARNAVAL E SOLIDARIEDADE NO "ADEUS, GENERAL" Seis blocos carnavalescos de Mesquita farão uma grande festa para unir carnaval e solidariedade, no dia 31 de dezembro, na Praça Elizabeth Paixão. Além de muito samba e marchinhas, o encontro será marcado pela arrecadação de alimentos que serão doados aos servido- res do município, que estão há quatro meses sem receber salários. Com o tema "Adeus General", em alusão ao apelido dado por correlegionários ao prefeito Gelsinho Guerreiro (PRB), o evento reunirá foliões de cinco blocos: Águia de Mesquita, Chaparral Forever, Boca Bendita, Barreirense e Chaparralzinho. No local, os foliões mesquitenses se reuniam até 2015, quando foram proibidos por Gelsinho. "Toda vez que a gente chegava lá tinha alguérm pra dizer: "o general vem aí, e não nos deixava festejar", revela o fundador de um dos blocos.

[close]

p. 4

SAÚDE AIDS UNIABEU OFERECE ATENDIMENTO A PORTADORES DO VÍRUS HIV Divulgação 4 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR CHUVAS AUMENTAM RISCO DE INFESTAÇÃO DO AEDES AEGYPTI Divulgação Os pacientes contarão com a atenção e o envolvimento de dez alunos do 10º período de Psicologia do Uniabeu OServiço de Psicologia Aplicada do Centro Universitário Uniabeu (SPA/Uniabeu) oferecerá, a partir de fevereiro de 2017, atendimento a pessoas que vivem com o vírus HIV. O projeto prevê o acolhimento de 50 pacientes por semana, que contarão com a atenção e o envolvimento de dez alunos do 10º período de Psicologia, supervisionados pelo autor do projeto, professor Acyr Correa Leite Maya. Segundo o professor Acyr Maya, o objetivo da iniciativa do Uniabeu é estimular as pessoas vivendo com HIV na construção da sua autonomia, por meio da troca de informações e da reflexão para a ação. “O projeto se enquadra dentro da concepção da atenção básica ou primária em saúde com o suporte dos serviços especializados”, diz. ”O foco do serviço consiste no acolhimento das pessoas vivendo com HIV, para fornecer orientação sobre a prevenção de doenças, solucionar os possíveis casos de agravos à saúde e encaminhar os casos mais graves para os serviços nas redes de saúde”, explica o professor Maya. Roda de Conversa Maya conta que a metodologia utilizada será a “Roda de Conversa”. “É uma prática de ressonância coletiva que consiste na criação de espaços de diálogo, em que os participantes podem se expressar e, sobretudo, escutar os outros e a si mesmos”, comenta. Ele observa que manter um canal de conversa é fundamental. “O preconceito impede as pessoas de realizarem o teste. Além disso, o adoecimento em si gera um impacto psicológico que pode ameaçar o equilíbrio interno. Por essa razão os indivíduos desenvol- vem um quadro deno- minado de crise, que afeta todos os setores de vida”, avalia Maya Para participar do “Projeto Positivo” basta fazer a inscri- ção através do site da Uniabeu (www.unia- beu.edu.br) ou ligar para 2104-0450 ramal 468. Os atendimentos acontecem com hora marcada e em salas preparadas de acordo com as normas do Mi- nistério da Educação e do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Pelo serviço, é cobrada ape- nas uma taxa adminis- trativa simbólica. SERVIÇOS “Projeto Positivo” Local: Serviço de Psicologia Aplicada da Uniabeu Endereço: Rua Itaiara, 301, Centro, Belford Roxo Horário: 8 às 20 horas Inscrição: http://www. u n i a beu.edu.br/cadastrospa.php ou telefone: 21040450 ramal 468 A população deve tomar cuidado com o acúmulo de água da chuva Com as chuvas fortes que atingiram o estado nos últimos dias, a população deve ficar em alerta para não permitir que a água se acumule em alguns pontos e possa se transformar em criadouro para o mosquito Aedes aegypti. O tempo quente e chuvoso é propício para a proliferação do mosquito, que transmite dengue, zika e chicungunha. Os ovos do Aedes podem se conservar por mais de um ano e, em contato com a água, precisam de menos de uma hora para se transformarem em larvas do mosquito. Por isso, é muito importante, após a chuva, verificar se não existem vasilhas expostas que possam acumular água, como as calhas de escoamento e os coletores de águas da chuva. Outras ações que devem ser adotadas são verificar se o lixo foi colocado em sacos plásticos fechados e checar se os pratinhos dos vasos de plantas estão cheios de areia. As ações de combate aos locais que acumulam água parada levam menos de dez minutos e devem ser repetidas semanalmente. Leptospirose Nas regiões onde aconteceram enchentes, os moradores e os profissionais de saúde devem ter atenção redobrada aos sintomas da leptospirose. Transmitida na grande maioria das vezes pela urina de ratos, a doença costuma ter alta ocorrência quando as pessoas começam a limpar suas casas e têm contato com a água e a lama contaminada. O tratamento precoce é fundamental para evitar os casos mais graves da doença. ZIKA PODE SER TRANSMITIDA PELO SANGUE, DIZ PESQUISA Uma pessoa pode ser contaminada por meio de agulha infectada ou se tiver algum corte aberto na pele que entre em contato com o vírus da zika vivo, segundo pesquisa. Os cientistas descobriram que o zika vírus pode sobreviver em superfícies duras, não porosas, por 8 horas ou mais se estiver associado com o sangue. A pesquisa mostrou que, nessas situações, o vírus é altamente contagioso e aponta também que desinfetantes como álcool isopropílico e amônia são bastante eficientes para matar o zika vírus. Mas, quando está associado a sangue, o vírus se torna mais eficiente.

[close]

p. 5

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 5 GERAL CONEXÃO GERAL Davi de Castro davi.castro@conectabaixada.com.br PM QUER DINHEIRO E PREFEITOS PEDEM SEGURANÇA Com o objetivo de melhorar a segurança pública em Mesquita e aumentar o efetivo da Policia Militar na região, o prefeito eleito da cidade, Jorge Miranda (PSDB), e seu vice, Waltinho Paixão (PROS), se reuniram com o comandante geral da PM do Estado do Rio, coronel Wolney Dias Ferreira. O encontro\almoço, que teve a presença da tenente coronel Cláudia Lorain, chefe do 3º Comando de Policiamento de Área (CPA), aconteceu dia 9, em Nova Iguaçu, com participação de outros prefeitos da Baixada, cujos interesses são comuns. O cardápio proposto por Dias foi uma ajuda financeira dos municípios para melhorar os serviços da PM na região. E os prefeitos querem mais policiais nas áreas críticas e um novo sistema de policiamento que eles chamam de “cinturão de segurança”. Ou seja, PMs fortemente armados nas fronteiras dos morros da Pedreira e Chapadão, para evitar que a bandidagem venha para a Baixada. PM SEM GRANA Depois de mostrar um profundo conhecimento sobre a situação pela qual atravessa o País, o comandante Dias conduziu o raciocínio para a falta de recursos da PM. Em seguida antecipou o pedido de ajuda financeira aos prefeitos eleitos. SERVIDOR COM FOME Dias citou inclusive um município metropolitano que vai contribuir com R$ 1 milhão mensalmente para ajudar a PM. Ao contrário da Baixada, onde há servidor no SPC, passando fome por falta de pagamento, atrasado há, no caso de Mesquita, quatro meses. CADÊ O DINHEIRO? Certamente os prefeitos compreenderam o projeto “integração financeira” de Dias. Mas devem ter perguntado em suas consciências: “Se o País e o estado estão quebrados, os municípios estão piores. E esse moço vem prá cá pedir dinheiro?”. BORNIER VAI DEIXAR HERANÇA MALDITA PARA ROGÉRIO Em Nova Iguaçu, por exemplo, o prefeito Nelson Bornier (PMDB) chega ao gabinete deitado no banco traseiro do carro, para não ser visto pelas pessoas que o aguardam. A folha de pagamento do município, que beira os R$ 40 milhões, está atrasada. O prefeito eleito, Rogério Lisboa (PR), se comprometeu a apoiar o projeto 'integração financeira' de Dias, mas se esquece da herança maldita que receberá do antecessor. A Saúde já não funciona mais e o Hospital da Posse, sem gaze e esparadrapo, ameaça suspender os atendimentos e fechar as portas por falta de recursos. Pelo visto, Rogério espera outro milagre. ADEUS A IVONEI O advogado Ivonei Souza, de 58 anos, foi sepultado na tarde de segunda-feira (12), no cemitério Jardim de Mesquita. Ele foi vítima de infarto fulminante, no domingo (11), durante o batizado de uma neta, na igreja de Santo Antônio, em Nova Iguaçu. E O RATO? Cemitério lotado de amigos e familiares no adeus ao Dr. Ivonei, quando houve uma grande correria. Alguém grita: “é o rato... é o rato...”. Ai surge um gaiato, sem a menor cerimônia, dizendo: “dá licença, vou ali falar com Gelsinho”. Quanta maldade! 12 ANOS SEM PAIXÃO Mesquita lembrou com saudade o dia 11 de dezembro. A data marcou 12 anos sem José Montes Paixão. Emancipador e primeiro prefeito da cidade, tio do vice prefeito Waltinho Paixão, ele foi vítima de um AVC quando ainda estava no exercício do mandato, em 2004. DESCASO CHUVA INUNDA O HOSPITAL MUNICIPAL EM MESQUITA A falta de infraestrutura da rede de Saúde de Mesquita deixou pacientes e funcionários do Hospital Mário Bento, na Jacutinga, expostos ao perigo, durante as chuvas que castigaram a cidade nos últimos dias. No dia 12, a sala Vermelha, onde ficam os pacientes de maior risco, foi inundada por uma verdadeira cachoeira. O flagrante foi filmado por um leitor do Conecta Baixada, que enviou as imagens pelo pelo WhatsApp da redação (995 75 4545). WhatsApp A sala Vermelha virou cachoeira Nas imagens é possível ver a água caindo do teto enquanto um paciente recebe cuidados. WhatsApp 995-75-4545

[close]

p. 6

ECONOMIA 6 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR ICMS TRABALHADORES EM RISCO Davi Boechat davi.boechat@conectabaixada.com.br Apossível anulação de incentivos fiscais às industrias instaladas no Rio divide opiniões. Se aprovada, a proposta que está entre as reformas propostas no pacote de austeridade discutidas pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), reforçaria o caixa do governo, viabilizando o pagamento regular de servidores e fornecedores. Servidores sofrem Enquanto as implicações e reflexos de uma possível revogação são discutidas no plenário do Palácio Tiradentes, acompanhadas de manifestações acaloradas às portas da Casa, ser- vidores ativos e aposentados amargam salários atrasados. Associações de classe apontam a revogação dos benefícios às empresas como saída para a crise no estado. Liderada pelo servidor público Álvaro Barbosa, a Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado do Rio de Janeiro (FASP-RJ), é uma delas. "Eles dão incentivos fiscais para empresas como Ambev, que distribuem cervejas. Se fossem empresas que beneficiassem o povo, eu até entenderia. Isso é puro interesse político", disse Barbosa. Indústrias O setor industrial, maior beneficiário das isenções, por sua vez, alega que o aumento dos impostos inviabi- "TIRAR BENEFÍCIOS FISCAIS SIGNIFICA AGRAVAR A CRISE" O economista Riley Rodrigues prevê cenários negativos com uma possível aprovação da proposta. "Uma boa ilustração para o que está acontecendo é o aumento do custo de uma conta. Vamos supor que antes ela custava R$ 200, mas salta para R$ 300. Se eu não tenho dinheiro para cobrir a diferença, deixo de consumir o serviço. Agora, imagine o impacto disso em uma escala ainda maior, como a relação estado-indústria. O aumento de impostos pode tornar insustentável a manutenção de muitos empreendimentos", comentou Riley. De acordo com os dados da FIRJAN, ao menos 40% das empresas beneficiadas não teriam Lélio Neto/Conecta Baixada Riley Rodrigues defende continuidade condições de permanecer abertas. Outro efeito possível seria a migração desses empreendimentos para regiões com condições fiscais mais convidativas. "Os estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo receberiam parte das empresas que abandonariam o Rio", disse. A votação final sobre as isenções fiscais deve acontecer antes do início do recesso legislativo. Divulgação Estudo da FIRJAN aponta que, se aprovada a proposta, empresas fecharão e 45 mil pessoas vão ficar desempregadas lizaria as operações de muitas empresas. De acordo com Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), entidade que representa a categoria, há empresas que só estão instaladas no estado por causa dos benefícios. Retirá-los, portanto, forçaria pelo menos 90% delas a realizar demissões para equilibrar as contas. Neste caso, ao menos 45 mil pessoas poderiam perder seus empregos.

[close]

p. 7

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 7 CIDADES Fotos: Lélio Neto/Conecta Baixada MESQUITA, UMA CIDADE MERGULHADA NO CAOS Ao longo do ano os servidores fizeram diversos protestos para cobrar o pagamento dos salários, mas em nenhum deles foram recebidos pelo prefeito, que sumiu ao ser derrotado nas urnas A15 dias do final do ano e do mandato de Gelsinho Guerreiro (PRB) como prefeito, a cidade de Mesquita mergulhou definitivamente no caos, como já previam observadores mais atentos, há pelo menos um ano. Sem coleta regular de lixo por falta de pagamento a prestadores de serviço, com a Saúde e a Educação em colapso por causa da falta de material, medicamentos, merenda e pagamento aos servidores, o Natal se apresenta incerto, tanto para a população como para os servidores. Prefeitura vazia Sem pagamento há quatro meses, profissionais da limpeza urbana, cansados de promessas vazias do secretário de Governo, Evandro Taveira, fizeram um protesto na véspera do início do recesso de da Prefeitura, marcado para a sexta-feira , dia 16. Eles espalharam lixo e entulho pelas ruas do Centro e tentaram ser recebidos por algum representante do Governo municipal, mas encontraram na sede da Prefeitura apenas os atendentes que, como eles, também estão sem salários. “Estamos sem dinheiro para comprar comida para nossos filhos. Estou com aluguel atrasado, sem gás e sem esperança. Como vai ser o Natal?”, indagou um servidor. Para tentar segurar a situação até uma possível solução da prefeitura, no início do mês trabalhadores e moradores da cidade promoveram a arrecadação de alimentos para serem doados aos servidores em piores condições. A ação, na Praça Elizabeth Pas voluntários. O total arrecadado não foi divulgado, mas segundo informações de participantes da ação, cerca de 30 famílias foram beneficiadas. Em desepero, muitos estão se desfazendo do pouco que conseguiram conquistar com anos de suor. “Tive que vender minha geladeira por um preço muito abaixo do que vale pra dar de co- mer aos meus filhos”, revela outro servidor. Prefeito sumiu Os trabalhadores se queixam da falta de atenção tanto do prefeito, que desapareceu logo após ser derrotado nas urnas pelo empresário Jorge Miranda (PSDB), em outubro, como dos vereadores, que não moveram palha para cobrar uma solução do Executivo. Nas poucas notícias que os moradores da cidade tiveram de Gelsinho Guerreiro foi de que ele estava soltan- do pipas em um galpão de sua propriedade e de sua aparição em uma feira de automóveis antigos , em Cabo Frio, na Região dos Lagos, em novembro. Além do prefeito e seus secretários, os trabalhadores também não conseguem nenhuma resposta da Coopsege Cooperativa de serviços, pela qual foram contratados. Empresa não responde A reportagem do Conec- ta Baixada tentou diversas vezes contatar algum representante da empresa, que tem sede no Méier, mas não obteve retorno. Por telefone, em três dias consecutivos, uma mulher que se identificou como secretária, e um homem, que seria da Administração, disseram que o gerente Administrativo, Adil Motta Jacob, estava em reunião fora da empresa e retornaria as ligações, o que não aconteceu até o fechamento da edição. Sem respostas, os trabalhadores estão temerosos de, ao invés de Papai Noel, receberem a visita da fome. Em protesto pelos quatro meses de salários atrasados, trabalhadores da limpeza urbana espalharam lixo por toda a cidade

[close]

p. 8

EMPREENDEDORISMO 8 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR EXPORTAR FICOU MAIS SIMPLES PARA MICROS E PEQUENAS Divulgação QUAL 0 TAMANHO DA SUA FOME? HAMBÚRGUER GIGANTE FAZ SUCESSO NA BAIXADA Rodrigo Melo lrodrigo.melo@conectabaixada.com.br Divulgação Pelo Simples Internacional, à empresa caberá apenas produzir e fechar negócio Agência Sebrae - Micro e pequenas empresas brasileiras já podem exportar, por meio de documentação simplificada. Foi publicada no dia 6 de dezembro, no Diário Oficial da União, a instrução normativa da Receita Federal que regulamenta o Simples Internacional. O objetivo é facilitar o acesso ao comércio exterior pelos pequenos negócios, aumentando sua participação no volume de exportações do País. A nova regra estabelece que o operador logístico – Correios ou empresas privadas de transporte - se encarregará de todo o fluxo de exportação, cabendo às micros e pequenas apenas produzir e fechar negócio. As mercadorias das empresas inscritas no Simples serão dispensadas da licença de exportação, terão prioridade na verificação física nas alfândegas e na análise de controles físicos, químicos e sanitários. A participação dos pequenos negócios nas exportações totais brasileiras cresceu, entre 2014 e 2015, de 0,89% para 1,03%, de acordo com levantamento realizado pelo Sebrae. Quando Raffael Alves e Michely Ribeiro perceberam que seus empregos do dia-dia não bastariam para pagar as dívidas, recorreram ao empreendedorismo. O jovem casal de Nova Iguaçu pegou material emprestado com um amigo, conseguiu uma barraca e resolveu trabalhar no carnaval, vendendo hambúrguer. O sucesso foi grande e o surgimento da MR Burgueria aconteceria pouco tempo depois. Com o fim do carnaval, ambos voltaram aos seus empregos: Raffael, fiscal de lojas, e Michely, técnica de enfermagem. A MR Burgueria começou em março e Rafael queria um diferencial no seu empre- Raffael prepara o super hambúrguer e desafia os "gulosos" de plantão endimento. Com quase 2 metros e jogador de basquete nas horas vagas, ele comia vários hambúrgueres em lanchonetes até ficar satisfeito. Quando o hambúrguer dos sonhos de Raffael se tornou realidade, o nome não poderia ser outro, “Desafio”. Os ingredientes do “Desafio” atraem aqueles que realmente querem se desafiar e tentar comer o lanche inteiro. Com 14 centímetros, o hambúrguer precisa ser equilibrado em espetinhos de churrasco. Serviço: Serviço MR Burgueria – 99145-0303 ou 3102-6223 Somente entregas – 19hs às 24h Sexta, sábado e domingo.

[close]

p. 9

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 9 CULTURA BAIXADA EM CENA TEATRO DE RESISTÊNCIA NA BAIXADA Divulgação Leilane Oliveira leilane.oliveira@conectabaixada.com.br Criada em 2008, a Rede Baixada em Cena, tem o objetivo de resistir coletivamente a desafios comuns aos artistas de teatro da região, como falta de apoio técnico e financeiro às ações artísticas e culturais desenvolvidas, assim como potencializar a visibilidade do processo Acultural da Baixada. Rede também se propõe a fortalecer a consciência política e participativa de artistas e produtores, por meio da colaboração voluntária, do fluxo de informações e trabalhos coletivizados. Apesar de ser um novo modelo de organização na Baixada Fluminense, a Rede Baixada em Cena já apresenta resultados satisfatórios como instrumento de luta e organização social. A Rede reúne atualmente 18 companhias de nove das treze cidades da região ( Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaguaí, Japeri, Paracambi, Queimados, Nova Iguaçu, Guapimirim, Magé, Mesquita, Nilópolis, São João de Meriti e Seropédica) que, juntas, somam uma população de mais de 4 milhões de habitantes, maior que As companhias que fazem parte da Rede Baixada Em Cena promovem o acesso da população à Cultura muitos países. Um dos fundadores da Rede, Lino Roca, de 53 anos, tem uma trajetória ligada às artes cênicas. "Ainda criança, comecei a fazer teatro na escola e me apaixonei pela atuação. Me profissionalizei em 1995 e não parei mais. Fui conhecendo vários grupos teatrais da Baixada e, em 2003, fundei minha primeira com- panhia de teatro. A população não tem muito acesso à Cultura, então o jeito foi juntar os grupos da região", conta. Além de festivais, a Rede Baixada Em Cena realiza uma série de ações para promover o acesso da população à Cultura. Uma dessas ações é a Mostra Baixada em Cena, que ocupou as Bibliotecas Parque do Estado, dando visibilidade aos trabalhos das companhias locais, que vêm sendo premiadas em festivais regionais, estaduais e nacionais. "É arte das quebradas do Rio para o povo do Rio ver e de graça", finaliza Lino. SERVIÇO redebaixadaemcena redebaixadaemcena@gmail.com 99813-1101 (Jorge Braga Jr) INFLAÇÃO CEIA DE NATAL MAIS CARA ESVAZIA MESA DA POPULAÇÃO Os produtos da ceia do Natal desse ano estão 10,19% mais caros em relação a 2015, de acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ibre). Entre os produtos mais caros na mesa do brasileiro estão o azeite (17,52%), o vinho (16,95%) e as frutas frescas (16,91%). O resultado supera a inflação média de 6,76%, acumulada nos últimos 12 meses medida em novembro, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), da FGV. Segundo o economista André Braz, coordenador do IPC do FGV/ Ibre, o consumidor terá que usar a criatividade para colocar, pelo menos, o mínimo, na ceia."Esses produtos já vão pesar nos orçamentos comprometidos pela crise que a gente atravessa", disse. Já os presentes tiveram um recuo nos preços no período de 12 meses. A média dos preços ficou em 4,23%, índice que está abaixo da inflação, porque entre os presentes há muitos bens duráveis pagos à vista.“As pessoas não se comprometem a longo prazo com essa taxa de juros alta, até porque estão com medo de perderem o emprego. Isso diminuiu muito o consumo de eletroeletrônicos", conclui o economista.

[close]

p. 10

SOCIEDADE 10 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR karolveiga@hotmail.com SACOLÉ GOURMET É PROMESSA DE SUCESSO Vanessa Areias (foto) comemora seu novo negócio. A estudante de administração e empresária está feliz da vida com o sucesso do "queridinho do momento", o sacolé gourmet VENETTO. Ela, que já é empresária e empreendedora, tem como inspiração a mãe, Angélica Areias. O verão promete!!! O sacolé gourmet está à venda no Café Le Monde, em Nova Iguaçu. Divulgação EMPRESÁRIA FITNESS Divulgação A psicóloga, coach e empresária Vanessa Ferreira, tem feito muitos cursos para deixar nossa vida mais saudável. A bonitona é dona da empresa Pote Viva Leve, que trabalha com saladas em pote, e agora promete, para este Natal, panetones, doces e bolos sem lactose, sem açúcar e sem glúten. A Baixada Fluminense ganha força e saúde com as mulheres empreendedoras. PARA AS MULHERES DA BAIXADA A apresentadora Patricia Freitas, do programa "Entre Mulheres", da Rádio Alfa 107,3 FM, esteve, junto com a cantora Kaynara, na pré-estreia do filme "Pra Sempre", do diretor Michael Linn, o mesmo de "Quarto de Guerra". Após a exibição, elas posaram com Linn e o protagonista do longa, Stephen Boyle. O programa "Entre Mulheres", vai ao ar todo sábado, às 16 horas, e tem como alvo as mulheres da Baixada Fluminense. Divulgação ARRASANDO DE MODELO Leandro Duarte A empresária do ramo fit, Liliane Roosaf, ou Lili (1ª à esq.), como é super conhecida em sua cidade, resolveu ousar no seu catálogo de verão e fez bombástica aparição como modelo. O resultado ficou incrível. "Em tudo que faço, gosto de fazer o meu melhor", disse. E fez. Arrasou Lili. BRIGADA CIVIL FIRE FÊNIX REFORÇA PREVENÇÃO EM B. ROXO Marcelle Bappersi marcelle.bappersi@conectabaixada.com.br Osonho em comum de três amigos foi o suficiente para que a brigada Fire Fênix fosse inaugurada, em Belford Roxo. Os bombeiros civis Dayse Pereira, Roque Amauri de Castro e Anderson Douglas Evangelista contam que escolheram a cidade estrategicamente como sede da brigada. "A região têm muitas casas de festas, bares e uma casa de show. Por isso, o trabalho de preven- ção deve ser redobrado, para evitar que incidentes ocorram", disse o bombeiro e socorrista Anderson. O Bombeiro Civil atua na prevenção de incêndios e acidentes de trabalho. Anderson explica que os postos de trabalho são montados em prédios e eventos para garantir a segurança das pessoas. "Os profissionais trabalham em dupla. Caso ocorra um princípio de incêndio, um se ocupará em prevenir que se alastre e o outro aciona os órgãos competentes", de- Divulgação Os brigadistas da Fire Fênix atuam tanto na prevenção como nas ocorrências talhou o socorrista. que é coordenadora admi- Já a bombeira Deyse, nistrativa da Fire Fênix, além de técnica em segurança do trabalho, revela que se sente orgulhosa por ter conquistado seu espaço no mercado. "A dificuldade maior foi porque a profissão ainda é dominada por homens. E hoje, estou cursando enfermagem para me capacitar ainda mais", concluiu Deyse. A Fire Fênix oferece aluguel de equipamentos de segurança, equipes de brigadistas e consultoria. Contatos: (21) 97314-8967 99823-2878 97470-0806

[close]

p. 11

BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 11 PASSATEMPO EXPEDIENTE: Presidente: Ricardo Lucena Coordenador Editorial: Marco Antonio Canosa Projeto Gráfico: Daniel Souza e Renato Ferreira Diagramação: Renato Ferreira Tecnologia: Ronald Henrique Edição Quinzenal Impressão: InfoGlobo O Jornal Conecta Baixada não se responsabiliza pelas opiniões emitidas por colunistas e colaboradores. Redação: Rua Dr. Mário Guimarães . Nº 428, SL. 308 . Centro, CEP: 26255-230, Nova Iguaçu, RJ. Tel: (21) 3765-3423 Comercial: (21) 3765 3423 WhatsApp: 995-75-4545 Email: contato@conectabaixada.com.br WhatsApp 995-75-4545

[close]

p. 12

ESPORTES 12 BAIXADA FLUMINENSE, 16 a 31 de Dezembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR FECHANDO COM CHAVE DE OURO Já no fim do ano, o Projeto Esportivo Social Alvo da Luta busca finalizar um dos melhores momentos da equipe. Disputando na modalidade BLLE (Brazilian Luta Livre Esportiva), Jordan só precisou de um atleta para voltar com a medalha de ouro para Mesquita. Kaíque Oliveira, um dos destaques do projeto, recebeu a medalha de ouro das mãos do organizador do evento e lenda no Japão, Alexandre Pequeno. Fotos: Divulgação Kaíque(d) no pódio com o ouro GAROTO DE BRONZE Enzo e Jordan comemoram o bronze Com menos de dois meses de projeto, Enzo Loyola, de apenas 10 anos, conseguiu surpreender no Grajaú Country Club e voltou com a medalha de bronze para casa. De acordo com Jordan Almeida, o segredo para tantas medalhas é o trabalho duro realizado no projeto, e a dedicação de seus atletas. CASA DA LUTA Para começar 2017 com chave de ouro, o Projeto Esportivo Social Alvo da Luta está preparando o GP Casa da Luta, que reunirá várias modalidades, lutas casadas e equipes de toda a Baixada. Além disso, Jordan Almeida quer ampliar o projeto e gerar mais oportunidade de inclusão para novos atletas da Baixada Fluminense. O objetivo é atender mais de 500 atletas Casa da luta estará em toda Baixada e suas respectivas famílias, implantando o projeto em escolas públicas e particulares ANO NOVO, VIDA NOVA CLUBES DO RIO BUSCAM REFORÇOS PARA 2017 Fotos: Divulgação Rodrigo Melo rodrigo.melo@conectabaixada.com.br Depois de um ano turbulento para os clubes cariocas, os dirigentes já buscam nomes para reforçar os elencos em 2017. Botafogo O Alvinegro carioca se classificou para a Libertadores e pretende contratar nomes de peso para formar o elenco de 2017. Porém, com a saída de Sidão para o São Paulo, o clube tem interesse em Gatito Fernández, goleiro do Figueirense. O Botafogo também negocia com Montillo, ex-jogador do Cruzeiro Flamengo Também classificado para a libertadores, o Flamengo já sonda destaques do brasileirão. Um deles é o atacante Marinho, atualmente no Vitória. Marcelo Cirino, Allan Patrick e Jorge estão de saída, este último negociando com o Manchester City, time comandado por Guardiola. Paulinho e Luiz Antônio estão retornando ao Fla. Fluminense Sem vencer desde outubro, o Fluminense terminou o Campeonato Brasileiro três posições acima da zona de rebaixamento. Com o fim de ano ruim, o clube contratou Abel Braga para a vaga de Levir Culpi. A pior notícia para o torcedor tricolor é a possível saída de Gustavo Scarpa para o Palmeiras, atual campeão do Brasileirão. Vasco Retornando da Série B, o Vasco teve um fim de ano dramático. O acesso para o Brasileirão veio na última rodada, mas o técnico Jorginho não resistiu à pressão. Cristovão Borges, já conhecido do torcedor do Gigante da Colina, retorna ao clube em 2017. De acordo com Eurico Miranda, o clube não comentará as possíveis contratações. Porém, há rumores sobre interesse em Luis Fabiano e Thiago Neves. Luan, zagueiro vascaíno, pode estar de saída para o Corinthians. NOVA IGUAÇU REEDITA PARCERIA DE SUCESSO DOS ANOS 80 Após ser campeão da Série B do Campeonato Carioca, o Nova Iguaçu quer iniciar 2017 com o pé direito. Buscando fazer uma boa campanha, o clube já está se preparando para o Cariocão. Para isso, Edson Souza, técnico do Carrossel da Baixada, terá na comissão técnica o ex-goleiro Ricardo Cruz, companheiro de Fluminense quando a equipe conquistou o tricampeonato estadual nos anos 80. “Sinto a necessidade Divulgação Edson Souza e Ricardo Cruz reeditam parceria que fez sucesso no Fluminense de adquirir conhecimento ao lado do Edson, que é um cara que eu admi- ro muito, como homem e como treinador", declarou Ricardo.

[close]

Comments

no comments yet