Jornal SINDSERV

 

Embed or link this publication

Description

Edição: Dezembro/2016

Popular Pages


p. 1

Cerimônia de Posse da gestão 2016/ 2020 Categoria aprova Pauta de Reivindicações que será discutida com o futuro prefeito Assembleia de mudança estatutária traz benefícios para os Servidores

[close]

p. 2

Olá amigo Servidor, olá amiga Servidora Gostaria de mais uma vez agradecer pela confiança depositada nesta gestão que trabalha incansavelmente para e por todos os servidores. No dia 4 de dezembro, foi realizada a cerimônia de posse desta diretoria por mais quatro anos. Como disse, “esta diretoria está aqui para servir àqueles que servem”, por isso, pode ter a certeza que continuaremos a desenvolver um trabalho sério, voltado para a manutenção e ampliação dos direitos dos Servidores Públicos Municipais de Londrina. Teremos grandes desafios nos próximos anos, em virtude dos rumos políticos e econômicos que o governo federal vem tomando nos últimos tempos. Com um discurso de que “temos que apertar os cintos” (no caso a população, os trabalhadores, os pais e mães de família). Ficam de fora os políticos, os juízes, o Ministérios Público e Tribunais de Contas, pois estes usam suspensórios que sustentam uma infinidade de regalias que elevam seus salários para um “outro mundo” que a grande maioria da população nem sonha que existe. Por isso nossa luta será árdua, continuaremos neste enfrentamento contra a injustiça, denunciando o desrespeito contra a população e contra os servidores. Dessa forma, necessito que você servidor fique em estado de ALERTA, pois precisaremos da participação de todos para mostrar a nossa força!

[close]

p. 3

Assembleia de mudança estatutária traz benefícios para os Servidores Foi realizado no dia 28 de Novembro na sede do Sindserv a assembleia para mudança estatutária do sindicato, mesmo com a chuva mais de 300 servidores se fizeram presentes na reunião. Algumas alterações foram aprovadas, como correção ortográfica e questões burocráticas, afim de, agilizar alguns processos sindicais, mas o principal motivo pelo qual foi feito o chamamento, é para que no estatuto esteja incluída a liberação para financiamento imobiliário vinculado ao consignado do servidor. Hoje o sindicato não consegue firmar nenhum tipo de parceria de financiamento de imóveis porque não consta essa liberação no estatuto, Em 2015 o Sindserv fez uma pesquisa para saber quantos servidores ainda não possuíam casa própria, mais de mil trabalhadores sinalizaram o desejo de sair do aluguel. Categoria aprova Pauta de Reivindicações que será discutida com o futuro prefeito Foi realiza no dia 2 de dezembro, no SINDSERV a tradicional Assembleia de Fim de Ano, que tratou exclusivamente da definição da Pauta de Reivindicações da Categoria para o ano de 2017. O encontro foi conduzido pelo servidor Roberto Pintor que apresentou aos servidores presentes a pauta que será trabalhada com o futuro prefeito e sua equipe. Durante a reunião a pauta foi discutida e modificada pelos servidores e aprovada por unanimidade ao fim da Assembleia. Confira na próxima página, a pauta de revindicações para o ano de 2017.

[close]

p. 4

Pauta de Reivindicações 2017 I. CLÁUSULAS ECONÔMICAS 11. Gratificação do Magistério: isonomia com o percentual de 70% da ART Transformar a Gratificação do Magistério no percentual de 70% do salário, da mesma forma que é pago aos demais servidores de nível superior. 1. Reposição salarial anual A partir do dia 1º (primeiro) de fevereiro de 2017 a Administração Municipal reajustará os salários, vencimentos, proventos de aposentadorias e demais vantagens pecuniárias dos servidores públicos municipais ativos, inativos e pensionistas, inclusive CAAPSML, ACESF, ASMS, CODEL, IDEL, FEL e IPPUL, pelo índice de inflação acumulada no período de 01/02/2016 (primeiro de fevereiro de dois mil e dezesseis) a 31/01/2017 (trinta e um de janeiro de dois mil e dezessete), utilizando-se o INPC. 2. Reposição dos códigos da folha de pagamento que acumulam perdas no período de 01/02/2000 a 31/01/2015 - Complementação salarial (fev/2000 a fev/2017 – 2,7646%) - Gratificação assiduidade (mar/2002 a fev/2017 – 34,3512%) 3. Reposição das perdas pela não reposição salarial Pagamento de 01(um) salário nominal/ano referente as perdas apuradas pela não correção dos salários nas datas base, no período de 01/02/2000 (primeiro de fevereiro de dois mil) à 31/01/2017 (trinta e um de janeiro de dois mil e dezessete) utilizando-se o INPC. 4. Auxilio alimentação - Equiparação de valores do auxílio alimentação da PML com a CMTU, Cohab e Sercomtel. - Pagamento do auxilio alimentação do 2º vínculo. 5. Abono do auxílio alimentação para servidores aposentados Pagamento aos aposentados de abono a título de auxilio alimentação. 6. Pagamento da insalubridade - Pagamento da insalubridade sobre o Piso Regional do Paraná – Grupo IV. - Pagamento de insalubridade para os professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental. 7. Alteração dos níveis das tabelas salariais As tabelas salariais passariam de 128 níveis para 64 níveis e o interstício entre os níveis passaria de 0,63% (zero vírgula sessenta e três por cento) para 1,26% (um, vírgula vinte e seis por cento). 8. PCCS - Revisão e adequação do PCCS, de acordo com as recomendações da Comissão Permanente. - Análise individualizada das demais tabelas salariais, a fim de corrigir eventuais distorções na proporcionalidade e nas alterações de gratificações (ADAE e ART) ocorridas no ano de 2011. - Equiparação (mesmo percentual) para os Técnicos de Saúde Pública e Agentes Operacionais, na promoção de Competências e Habilidades (Interníveis), em relação aos Técnicos de Gestão Pública. - Criação e aprovação do PCCS da Guarda Municipal. - Alterar o requisito da licença em caso de acidente de trabalho para fins de concessão das promoções. - Criar as referências “VI” e “VII” nas tabelas salariais. - Pagamento da Promoção por Merecimento aos(s) servidores(as) do magistério que estão na parte transitória da tabela, com pagamento retroativo. - Possibilidade de que os servidores do magistério que foram transferidos da parte transitória para a parte permanente da tabela salarial possam participar da Promoção por Conhecimento imediatamente, sem necessidade de aguardar o prazo legal de 4 anos. - Pagamento das promoções por conhecimento represadas em 2016. - Cumprimento do decreto nº. 471/2016 da Promoção de Competência e Habilidades dos servidores da saúde. 12. Adicional de Responsabilidade Técnica – ART e ADAE para o Nível Técnico Pagamento do Adicional de Responsabilidade Técnica e ou ADAE para todos os servidores de nível médio, tanto os administrativos quanto os de saúde no percentual de 70%. 13. Alterar o cálculo da hora extra dos servidores Incluir no cálculo de hora extra os adicionais (de risco da Guarda Municipal, ART, ADAE, gratificação do magistério, etc). Gratificação de 100%(cem por cento) para as horas extras feitas em domingos e feriados. II CLÁUSULAS DE CONDIÇÕES E RELAÇÕES DE TRABALHO 14. Capacitação profissional - Cumprimento por parte da Administração Municipal da Lei Federal nº 9.394/1996, do Artigo 26 da Lei Municipal 11.531/2012 e do Artigo 26 da Lei 9.337/2004, criando um programa de formação continuada e um sistema de capacitação para os servidores públicos municipais. - Aplicação do recurso destinado (0,5%) do orçamento do município para a capacitação do servidor. 15. Processo de remoção Criação e realização anual de processo de remoção para todos os servidores em isonomia com a educação e a saúde, inclusive com regulamentação expedida por decreto. 16. Medicina do Trabalho - Imediata aplicação da Lei nº 11.794/2012 que dispõe sobre Segurança e Medicina do Trabalho para os servidores públicos municipais, com a implantação de programas de prevenção a doenças, fornecimento permanente de equipamentos de proteção, melhoria das condições e dos locais de trabalho e implantação do exame médico periódico. - Que o agendamento de perícia medica na DSO seja durante o horário de trabalho do servidor. 17. Guarda Municipal - Reformulação do Estatuto da Guarda. 18. Segurança Disponibilizar e manter integrantes da Guarda Municipal nas escolas municipais e unidades básicas de saúde e demais prédios públicos. 19. Representante por local de trabalho (OLT) Será concedida licença remunerada a todos os servidores públicos municipais para o fim de efetiva participação em cursos de formação sindical mediante ofício expedido pelo sindicato. 20. Liberação dos Diretores do Sindicato Todos os Diretores do SINDSERV serão liberados para participação em eventos sindicais quando oficiado com 72 horas de antecedência. Londrina, 02 de dezembro de 2016. 9. Vale-transporte Metropolitano Fornecimento de vale transporte para os servidores que moram na região metropolitana de Londrina. 10. Adicional de Deslocamento Conceder aos servidores que se deslocam da Zona Urbana para a Zona Rural do Município e que iniciam sua jornada somente ao chegar em seu local de trabalho o Adicional de Deslocamento. Marcelo de Lima Urbaneja Diretor Presidente SINDSERV-LD

[close]

p. 5



[close]

p. 6

Gestão “SINDSERV para Todos” toma posse por mais quatro anos Em cerimônia realizada na Câmara Municipal de Londrina, no último dia 4, a diretoria eleita do SINDSERV foi empossada para o quadriênio 2017/2020. Durante o evento que contou com a presença de diversas autoridades, servidores e familiares da diretoria eleita foram apresentados alguns vídeos sobre a história de luta do SINDSERV. Também foram convidados para compor a mesa, os vereadores Amauri Cardoso e Elza Correa, o presidente da comissão eleitoral do SINDSERV, o servidor Roberto Pintor, o prefeito do município de Londrina, Alexandre Kireeff e o presidente do SINDSERV, Marcelo Urbaneja. Os convidados da mesa fizeram suas falas focadas no esmero do trabalho sindical que Urbaneja e sua diretoria vem desenvolvendo nos últimos anos, na luta por direitos dos servidores e conquistas para a categoria. O prefeito ressaltou que o respeito e o trabalho desenvolvido pelo sindicato foram surpreendentes. “Essa diretoria teve uma postura muito colaborativa. Foram inúmeras a reuniões que tivemos nestes quatro anos da minha Administração, com uma pauta extensa com itens de difícil compreensão e ao compreender a gente percebe a importância dessas reivindicações, desta forma gostaria de deixar o registro sobre o ponto de vista da Administração municipal a forma responsável e objetiva com que o SINDSERV conduziu os trabalhos neste período ao qual estivemos à frente da prefeitura. Fiquei muito satisfeito com esse processo de reeleição, pois dessa forma o servidor público municipal estará bem representado nos próximos anos”, discursou Kireeff. Encerrados os discursos, o servidor Roberto Pintor completou o processo eleitoral, ao realizar a leitura da ata de posse para o quadriênio 2017/2020. Desta forma os diretores presentes foram convidados a assinar o documento. Logo após as assinaturas, Urbaneja realizou seu discurso voltado para o agradecimento pela confiança que os servidores tem depositado nesta gestão ao longo dos últimos 12 anos. O presidente do SINDSERV, agradeceu ao prefeito na figura do servidor “número 1”, bem como seu pai, José Urbaneja. “Para mim, meu pai é o servidor 001, pois foi nele que vi a imagem do primeiro servidor público, trabalhava na Sercomtel em um período ao qual a estrutura era precária e não tinha dia nem hora, quando chamavam ele ia atender, além do seu exemplo de honestidade e respeito com seu trabalho e com as coisas públicas, relembrou Urbaneja. “Quando falo que trabalho para todos reafirmo meu discurso, pois existe espaço para todo mundo, o que precisamos diminuir é a ganancia, pois tem muita gente que acha que é uma ilha”, disse o Presidente do Sindserv. Ele também citou a vereadora Elza Correa, como sendo um exemplo de mulher firme e determinada, bem como sua mãe, Marlene Urbaneja. “Estas duas mulheres guerreiraS, determinadas, nunca fogem da briga. São exemplos como estes, que observamos e aprendemos. Situações onde muitos homens fogem da luta, e elas vão lá e fazem o enfrentamento”, homenageou o presidente. Urbaneja também citou o vereador Amauri Cardoso, na figura do servidor público e professor, que assim como muitos servidores já passou por inúmeras dificuldades dentro da prefeitura e tem lutado junto ao sindicato por melhorias para todos os trabalhadores. “Em todos estes anos de luta, o SINDSERV tem lutado para que a justiça seja feita para todos, sem privilégios para uma categoria ou outra, por isso tenho uma divida de gratidão com esta gestão, pois após três prefeitos que lavaram suas mãos, conseguimos fazer justiça com todos aqueles servidores que lutaram por seus direitos e foram punidos arbitrariamente em 2006 com os descontos de seus salários. Obrigado Prefeito Kireeff!” agradeceu Urbaneja. Urbaneja finalizou sua fala agradecendo ao servidor público: “Quero agradecer ao servidor público por ter nos dado (diretoria do SINDSERV) mais uma oportunidade de servir aquele que serve! A diretoria do sindicato tem que ter esse compromisso, nós estamos lá no sindicato para servir, e nós estamos servindo àquele que serve”, finalizou o presidente do SINDSERV.

[close]

p. 7



[close]

p. 8

Aposentados passam momentos inesquecíveis nos encontros mensais Sabe aquele dia gostoso onde você dá boas risadas, encontra amigos, coloca os assuntos em dia e ainda come uma comidinha deliciosa? São assim os encontros dos aposentados todos os meses no Sindserv. Desta vez além do bingo que já é muito aguardado, os nossos companheiros da melhor idade participaram também de um jogo de adivinhação, onde teriam que descobrir o preço dos itens selecionados pelo diretor da pasta Júlio Cezar. Para o diretor do Sindserv, desenvolver essas atividades é sempre uma alegria “Passo momentos muito significantes junto dessas pessoas, aprendo muito, nos tornamos uma família, faço sempre questão de proporcionar um dia inesquecível da hora que eles chegam a hora que vão embora” Disse Júlio. Quase 100 servidores aposentados se fizeram presentes nesse último encontro.

[close]

p. 9



[close]

p. 10

Administração apresenta proposta para déficit do Fundo Financeiro da Caapsml. Em reunião no dia 25 de Novembro o prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, convocou o SINDSERV, Caapsml, Associação dos Aposentados, Conselho Administrativo da Caapsml, Conselho Fiscal da Caaspml, para discutir um projeto de lei que visa diminuir o déficit do Fundo Financeiro da Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de Londrina. A proposta da Administração seria unir as massas do fundo Previdenciário que hoje está superavitário, com o fundo Financeiro e assim diminuir a dívida que gira em torno de sete bilhões de reais, com essa junção o valor cairia para 2,5 bilhões. Para o Sindicato, essa união poderia trazer riscos para o fundo financeiro e ainda assim não acabaria com a dívida do fundo previdenciário. Outra questão que o Sindserv acha necessário avaliar são as mudanças que estão para acontecer no sistema previdenciário Nacional, caso se concretize, automaticamente todas as contas feitas em relação à dívida seriam alteradas, fazendo com que essa proposta se invalide. Além de tudo isso, o sindicato também acredita que existam muitas outras propostas que devem ser discutidas e que no projeto de lei sejam incluídas algumas garantias para que os fundos se mantenham equilibrados, como o aporte da Prefeitura que deveria ter começado a ser feito desde 2011 e até hoje não ocorreu. Mesmo com as ressalvas apresentadas pelo sindicato, a Administração encaminhou no dia 2 de Dezembro o Projeto de Lei nº 117/2016, que ainda está tramitando e deve entrar para votação ainda este ano. Estamos de olho!

[close]

p. 11

Servidores são expostos a riscos por irregularidades na Pavilon O Diretor de condições do trabalho Edson Pedrozo, esteve averiguando algumas irregularidades na Pavilon, serviço de asfalto do Município. Lá foi constatado que o timer da caldeira, o ar condicionado da sala de controle da Usina entre outras coisas não estavam funcionando, colocando em risco a vida dos servidores que trabalham lá. O timer da caldeira é o que delimita o superaquecimento da mesma, como está quebrado, faz com que o servidor tenha que ficar o tempo todo controlando o aquecimento para assim evitar uma explosão. O ar condicionado da sala de controle da Usina está quebrado a mais de quatro meses, fazendo com que o controlador que fica lá dentro o dia todo trabalhe com a temperatura beirando aos 60graus em dias mais quentes, além disso, também foi constatado que para fazer com que a tinta que pinta o asfalto amoleça, os servidores tem que colocar fogo no tonel porque não existe um sistema para que isso aconteça. Um ofício foi enviado à secretária e uma reunião será marcada para cobrar urgência no conserto dos equipamentos, “Iremos cobrar agilidade no processo de conserto desses equipamentos já que são vidas que estão em jogo” disse o diretor Pedrozo.

[close]

p. 12



[close]

Comments

no comments yet