Gazeta de Alagoas - Alagoas Memorável - Fascículo 4

 

Embed or link this publication

Description

Gazeta de Alagoas - Alagoas Memorável - Fascículo 4

Popular Pages


p. 1

04 quarto fascículo 21x23.indd 2 26/07/2011 15:25:32

[close]

p. 2

presidente de honra jornalista ana luísa collor de mello presidente do conselho estratégico carlos alberto mendonça diretor executivo luis amorim coordenador editorial Ênio lins presidente de honra jornalista ana luísa collor de mello alagoas memorável pat r i m Ô n i o arquitetÔnico núcleo de projetos especiais coordenação geral leonardo simões coordenação editorial farol editora e marketing ltda textos cármen lúcia dantas douglas apratto tenório josé luiz mota menezes revisão ivone dos santos fotografia ricardo lêdo direção de arte diagramação e desenhos wellington charles tratamento de fotos victor josé santana paiva impressão gráfica moura ramos tiragem 15.000 exemplares instituto arnon de mello 82 3326-1604 capa ruínas do mosteiro de são bento maragogi alagoas 04 quarto fascículo 21x23.indd 3 26/07/2011 15:25:34

[close]

p. 3

04 quarto fascículo 21x23.indd 4 26/07/2011 15:25:34

[close]

p. 4

ruínas do mosteiro de são bento maragogi 76 alagoas memorável patrimônio arquitetônico 04 quarto fascículo 21x23.indd 5 26/07/2011 15:25:38

[close]

p. 5

arquitetura e arte conquista e fé no norte de alagoas cármen lúcia dantas museóloga a conquista do sul da capitania de pernambuco a partir de 1817 denominada província das alagoas teve como polos iniciais de povoamento as terras hoje pertencentes aos municípios de porto calvo penedo e marechal deodoro a ordem cronológica dessa ocupação no entanto permanece incerta pois não existem documentos comprobatórios e a falta de consenso entre os historiadores acirra as divergências para uns o início se deu ao norte por porto calvo outros afirmam que ao sul por penedo às margens do rio são francisco o certo é que juntos os três municípios compõem o mais antigo núcleo populacional do território alagoano comum à época o tipo de expansão praticada em nome do domínio português e empreendida em toda a colônia ocorreu predominantemente de forma desorganizada ou por meio de pequenas expedições oficiais na ânsia da conquista colonizadores se espalhavam a partir do litoral em todas as direções estabelecendo-se entre duas referências estratégicas de um lado a cruz de malta símbolo da monarquia portuguesa do outro a cruz latina marco da religião que professavam uma vez encontrado o lugar apropriado iniciavam imediatamente o povoado antes mesmo da formação dos primeiros arruados era erguido um cruzeiro ou uma capela o símbolo de cristo passava a ser o marco a partir do qual a malha urbana se irradiava em seu entorno aglutinavam-se as repartições públicas e as residências mais confortáveis a repetição contínua desse tipo de urbanização garantia ao largo da igreja o posto de ponto mais privilegiado do lugar o que de certa forma se mantém ao constatarmos em diferentes regiões e países que torres seculares permanecem como sendo o atestado inequívoco da fé dos primeiros colonizadores e elemento determinante no processo de ocupação do espaço urbano na então capitania de pernambuco não foi diferente duarte coelho pereira e os donatários que o sucederam com o intuito claro de apoderar-se da terra e das riquezas naturais dela advindas organizaram expedições para explorar todas as áreas dominar os indígenas apossarse do território e implantar a cultura da cana-de-açúcar estavam dentre os anseios da coroa era sabido àquela época que o açúcar alcançara cotação mais alta que o ouro no mercado internacional alagoas memorável patrimônio arquitetônico 77 26/07/2011 15:25:40 04 quarto fascículo 21x23.indd 6

[close]

p. 6

focada nesse objetivo a expedição em direção ao sul comandada pelo sesmeiro christopher linz no século xvi implantou sobre colina próxima ao litoral o povoamento que tempos depois viria a ser a vila de bom sucesso e a partir de 1890 denominado porto calvo a área era propícia ao desenvolvimento agrícola notadamente para a cultura da cana-deaçúcar com terra fértil e vegetação exuberante cortada por rios piscosos e extenso litoral com o passar dos anos o núcleo originado na histórica porto calvo desdobrou-se em inúmeros povoados freguesias vilas e posteriormente cidades e municípios reflexo do crescente índice populacional responsável por impulsionar a ocupação em direção aos atuais municípios de porto de pedras são miguel dos milagres matriz de camaragibe passo de camaragibe maragogi e parte de são luís do quitunde a escassez e a dispersão de documentos no entanto impedem a descrição detalhada da formação desse território que serviu de palco a acontecimentos importantes da história nacional nas últimas décadas graças à iniciativa particular do pesquisador dirceu lindoso a memória fragmentada do norte alagoano vem sendo gradativamente recomposta a partir da antropologia e de raridades recolhidas a constatação é a de que os registros documentais não são as únicas fontes de informação dilapidadas o patrimônio material da região e de todo o estado sofre com diferentes níveis de descaso além da evidente carência documental a ação do homem por meio de demolições e reformas inadequadas impossibilita a recuperação física da história nesse aspecto podemos afirmar que a configuração urbanística de porto calvo reflete anos de equívocos irrecuperáveis hoje a igreja secular no alto da colina por exemplo é praticamente um resquício do antigo centro colonial 78 alagoas memorável patrimônio arquitetônico 04 quarto fascículo 21x23.indd 7 26/07/2011 15:25:40

[close]

p. 7

nossa senhora da conceição século xviii passo de camaragibe alagoas memorável patrimônio arquitetônico 79 26/07/2011 15:25:46 04 quarto fascículo 21x23.indd 8

[close]

p. 8

matriz nossa senhora da apresentação há mais de quatro séculos testemunhando fatos que vieram a compor capítulos importantes da história nacional como o domínio holandês no nordeste a morte de calabar e o movimento favorável à coroa portuguesa que garantiu a emancipação política de alagoas a matriz de nossa senhora da apresentação está entre os templos mais antigos do estado assim como as demais construções datadas de séculos passados a matriz alterna períodos de abandono e de restaurações sazonais concluída supostamente em 1610 data impressa no seu frontispício foi tombada pelo instituto do patrimônio histórico e artístico nacional apenas em 1955 historicamente as construções das igrejas antigas começavam pela capela principal e terminavam com a conclusão da fachada daí a prática de gravar a data em lugar visível quase sempre sobre a porta central ou no próprio frontão a etapa seguinte era a execução da talha do retábulo dos altares e demais elementos internos incluindo o mobiliário a pia batismal e o lavabo retábulo da igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo 80 alagoas memorável patrimônio arquitetônico 04 quarto fascículo 21x23.indd 9 26/07/2011 15:25:53

[close]

p. 9

igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo alagoas memorável patrimônio arquitetônico 81 26/07/2011 15:25:57 04 quarto fascículo 21x23.indd 10

[close]

p. 10

resquícios riqueza ornamental detalhe do retábulo da igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo construída na parte alta da cidade a matriz domina a paisagem e se destaca pela imponência das características estilísticas se comparada à pobreza arquitetônica que a circunda atualmente a localização privilegiada reforça a representatividade eclesiástica do monumento e o poder aglutinador ante a comunidade formada em seu entorno a caixa arquitetônica é simples e de linhas retas sobre a cimalha sequenciada da fachada um frontão triangular é encimado por uma cruz latina e ladeado por dois coruchéus elementos ornamentais pontiagudos na altura do coro três janelas de vergas retas e ombreiras de pedra lioz correspondem às portas igualmente contornadas que dão acesso à igreja nas laterais cunhais de pedra lavrada garantem o acabamento ao lado uma torre sineira a simplicidade da arquitetura no entanto contrastava com a riqueza ornamental do interior quando completo em seus elementos integrados o retábulo com motivos ornamentais do final do barroco com talha proeminente e volutas douradas era intencional atendia às determinações da contrarreforma estabelecidas no concílio de trento 1545-1563 norteadoras do ideal artístico dos séculos seguintes À época os representantes de cristo utilizavam a arte em suas mais diversas manifestações teatro música escultura e pintura como recurso de conquista com o claro intuito de convencimento do credo que professavam a catequese dos índios por exemplo representava um aumento considerável do contingente católico no mundo em um período em que o protestantismo ganhava novos adeptos 82 alagoas memorável patrimônio arquitetônico 04 quarto fascículo 21x23.indd 11 26/07/2011 15:26:02

[close]

p. 11

detalhe do manto da imagem de nossa senhora do rosário século xviii na igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo ainda que muitos elementos originais tenham se perdido no tempo a igreja de porto calvo conserva na nave única o púlpito o arco cruzeiro e no alto o balcão do coro permanece também um nicho com moldura retilínea de pedra que provavelmente pertence à planta original com a imagem de nossa senhora do rosário século xviii desprovida de seu atributo o rosário de ouro que pendia da mão direita mas conservando a coroa de prata portuguesa trata-se de um excelente exemplar do apogeu barroco tanto na talha escultórica quanto na pintura do manto com aplicação de folha de ouro os altares colaterais as sanefas das tribunas o teto original ornatos e possíveis áreas de pinturas estão entre os elementos desaparecidos nem mesmo uma prospecção mais apurada poderia detectar características pormenorizadas em virtude da perda do madeiramento e das sucessivas raspagens e pinturas acumuladas nas paredes imagem de nossa senhora do rosário século xviii igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo alagoas memorável patrimônio arquitetônico 83 26/07/2011 15:26:10 04 quarto fascículo 21x23.indd 12

[close]

p. 12

retábulo talhado somadas à falta de documentos e de registros de autorias as intervenções e em alguns casos a inexistência de recuperação impedem que se faça uma investigação precisa dos elementos originais expondo o monumento a avaliações hipotéticas o retábulo perdeu todo o revestimento de folha de ouro e com ele o glamour apoteótico da exuberância barroca está mantida no entanto a beleza da talha de refinados recortes folhagens e volutas o camarim altar original no centro do retábulo e onde deveria ficar entronada em seu andar mais alto a imagem da santa padroeira permanece conservado na falta da escultura original foi colocado um cristo crucificado em tamanho natural e de excelente feitura aos pés do senhor no nicho central encontrase uma imagem de nossa senhora da apresentação do século xix enquanto as peanhas pedestais de imagens que o ladeiam estão vazias detalhe do altar-mor igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo 84 alagoas memorável patrimônio arquitetônico 04 quarto fascículo 21x23.indd 13 26/07/2011 15:26:17

[close]

p. 13

detalhe da imagem de jesus crucificado início do século xix jesus crucificado altar-mor da igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo alagoas memorável patrimônio arquitetônico 85 26/07/2011 15:26:26 04 quarto fascículo 21x23.indd 14

[close]

p. 14

dramaticidade do conjunto dos passos restauradas recentemente sob coordenação do iphan três imagens do conjunto de esculturas dos passos da paixão do século xix ocupam a capela lateral exemplares primorosos da arte escultórica o senhor da coluna o senhor da pedra fria e o senhor morto podem ser vistos em tamanho natural o que era comum à época vale salientar que apenas as igrejas maiores e mais representativas possuíam o conjunto dos passos a seletividade se dava em função do alto custo alcançado pelas imagens no brasil colônia e brasil império e da dificuldade de transportá-las da península ibérica os passos da paixão século xix igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo 86 alagoas memorável patrimônio arquitetônico 04 quarto fascículo 21x23.indd 15 26/07/2011 15:26:40

[close]

p. 15

além de caras as peças encomendadas a escultores portugueses ou espanhóis primavam pela qualidade artística o fato de retratarem o percurso de jesus cristo do morro das oliveiras até o calvário culminando com a morte reforça a dramaticidade das expressões e dos corpos flagelados com vivas marcas de sangue provocadas pela coroa de espinhos pelos açoites dos soldados e no caso do senhor morto as chagas deixadas pela perfuração dos pregos o corpo quase despido em todas elas é envolto apenas pelo perizônio pano branco amarrado à cintura de uso comum entre os condenados à cruz registros históricos confirmam que as mais antigas imagens do conjunto dos passos surgiram nas procissões espanholas por volta do século xviii rapidamente chegaram a portugal sendo veneradas com devoção principalmente por ocasião da semana santa período em que o drama da morte e ressurreição de cristo é relembrado por meio de rituais litúrgicos passos da paixão século xix igreja de nossa senhora da apresentação porto calvo alagoas memorável patrimônio arquitetônico 87 26/07/2011 15:26:50 04 quarto fascículo 21x23.indd 16

[close]

Comments

no comments yet