Bom Dia o Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

João Monlevade, Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016 - Edição 4.109 - Ano XX

Popular Pages


p. 1

SEXTA-FEIRA 2 DE DEZEMBRO DE 2016 | R$ 1,00 Sol, alternando com pancadas de chuva e possíveis trovoadas O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.109 - Ano XVIII - Fechamento: 18h00 MÁXIMA: 28ºC MÍNIMA: 16ºC www.bomdiaonline.com Vereadores poderão escolher quanto receber Página 3 Leris e Antônio Carlos à frente da Amepi Hospital tem déficit mensal superior a R$ 100 mil Divulgação Prefeitos da região se reuniram para escolher quem estará à frente da associação. Página 5 O Conselho da Associação São Vicente de Paulo de João Monlevade, mantenedora do Hospital Margarida, realizou na noite de quarta-feira (31) a assembleia para prestação de contas da instituição. De acordo com números apresentados, a situação econômica e financeira do Hospital Margarida apresentou uma razoável melhoria em relação aos anos anteriores, porém ainda apresenta um déficit médio mensal de R$ 123.468,00. Monlevade Enduro Race Team Prova proporcionou momentos de pura adrenalina. Página 7

[close]

p. 2

BOM DIAsexta-feira, 02 de dezembro de 2016 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com Cleber Camargo – um itabirano síntese Cléber Camargo Rodrigues é um itabirano síntese, apaixonado pela palavra, pela cultura em geral, gosta de se misturar aos artistas da música, conhece suas glórias e dores, sempre dialogando com os afins, movendo projetos e mais projetos, ativista, guerrilheiro cultural, sonhador e realizador, colunista, produtor zen, mas inquieto, exigente, mas sedento de novidades. Logo que comuniquei ao Editor do Jornal que pretendia entrevista-lo, ele já citou o projeto Meninos de Minas, que entre tantos projetos, notabilizou o Cléber como produtor diferenciado, que consegue mover importantes projetos culturais e mantém uma postura otimista perante as mudanças, uma espécie de couraça poética pra sobreviver com arte. Mas vamos à entrevista... – Você é poeta, produtor, gestor cultural, escritor. Entre tantos ofícios qual é o dominante? Acho que ser ajuntador de sonhos é o que caracteriza minha vida, minha sina. Em tudo que faço há uma pontinha de sonhos. Escrever uma poesia ou um projeto é um exercício de sensibilidade que permeia cada um de meus dias. De forma igual, produzir um evento ou gerenciar uma entidade ou projeto carrega a mesma necessidade. Esta sensibilidade vale pra toda atividade humana, mas costuma ser mais explícita no campo da cultura e das artes. – O que você acha da poesia em tempos virtuais? Acha que a internet banaliza ou depura a partir da quantidade? A internet democratiza tudo e oportuniza a difusão de uma forma de arte e de agir. Nas redes virtuais, todo mundo pode ser o que quiser e até mesmo ser o que não é. Muita coisa boa aparece e surpreende. Muita coisa de qualidade duvidosa aparece e surpreende também. A possibilidade está diante de todos. Cabe a cada um achar o filtro próprio. Estamos todos a um clique do sonho ou do pesadelo virtual. É uma questão de escolha daquilo que serve ou não pra cada um de nós. – Você é uma pessoa que construiu uma parte da sua história num mundo ainda analógico. Hoje é tudo digital. Como você trabalha isso? Atualizou-se ou tem dificuldades com esse novo mundo? Eu tenho uma grande dificuldade com a tecnologia, com a vida digital. Minha filha pequena costuma encurtar alguns caminhos que eu não consigo caminhar sem embolar a cabeça. Pra falar a verdade, eu sou quase uma ‘anta digital’, mas eu ainda não desisti. – Você foi superintendente da Fundação Carlos Drummond de Andrade. Quais foram seus orgulhos e frustrações dessa época? A oportunidade é tudo para o ser humano. Eu tive uma oportunidade de ouro. A alegria maior é a certeza que nossa equipe fez o melhor e colheu frutos deste empenho. Conseguimos contribuir pra história de nossa terra. A frustração ficou no passado, como ficam algumas das melhores lições da vida. Foi tudo muito intenso, como deve ser um trabalho na área cultural. As alegrias superaram as frustrações. Lembro com carinho da intensa programação do Centenário de Carlos Drummond de Andrade, criação do projeto Drummonzinhos, reconstituição da Fazendo do Pontal, restauração e aquisição da Casa de Drummond, ônibus Biblioteca Drummond Sobre Rodas, Seminário Internacional de Produção Musical, Seminário Cultural do Sudeste (preparatório para o Fórum Cultural Mundial), festivais de inverno, lançamentos de livros e CDs, regulamentação da Lei Drummond de Incentivo à Cultura, Fórum Luso-Brasileiro, entre tantos outros. Passa um filme na gaveta da memória, quando penso na alegria de nossa equipe a cada desafio vencido. – Vemos a tecnologia assumindo funções antes executadas por seres humanos em todas as áreas. Acha que isso vai chegar ou já chegou as artes? Já chegou com força, mas tem espaço pras coisas que são feitas à unha, na raça, sem tecnologia. Há diálogos possíveis e necessários, mas há espaço em que uma coisa não condiz com a outra. É preciso achar o que valoriza sem descaracterizar. Sem afrontar a raiz. - Sobre a cena musical atual, você consegue garimpar coisas boas, no meio de tanta poluição musical? Todo dia, acho artistas fantásticos. A poluição não alcança meus sentidos. Eu procuro ouvir coisas novas pra reciclar os desejos e a vida. – Como você vê a cena itabirana da atualidade? E do Médio Piracicaba? Itabira está lotada de gente com condições de ganhar os palcos do mundo. Há muita qualidade e muitas novidades boas nesta terra Drummondiana. O Médio Piracicaba também tem uma série de artistas realizando um trabalho com muita competência. Conheço alguns, mas acho que é preciso encurtar a distância que temos de Itabira às outras cidades da região. É uma situação muito parecida com o que acontece entre o Brasil e a América Latina. Somos parte, mas ainda não compartilhamos e somamos da forma que poderíamos. – Na questão da poesia. Acha que continuará a sobreviver no papel ou seu caminho também é a nuvem e o universo virtual? O livro não acabará nunca. O universo virtual ajudará a popularizar a poesia nossa de cada dia. Um dia, a poesia será mais oral que impressa ou virtual. A poesia ainda será incorporada à cesta básica de necessidades humanas e terá lugar na sala de ser e de amar de todos nós. – Sobre as leis de incentivo. Não acha que tem burocracia demais para que um artista consiga viabilizar sua arte? A burocracia não é demais. Precisamos formar mais produtores, gestores e administradores culturais para dar vazão a tanta arte carente de espaço e difusão. Alguns artistas precisam de produtores. Outros dão conta de fazer a própria produção – por talento ou por necessidade. – Quais são os seus projetos do momento? Em que está envolvido na atualidade? Estou produzindo um CD dos Meninos de Minas. Tenho sonhando em dedicar à poesia uma parte maior do meu tempo. É um projeto, é uma parte dos sonhos que carrego no meu embornal da cor de burro fugido. – Seu trabalho é mais concentrado em Itabira ou atua em outras freguesias também? Ao longo de quase quarenta anos de produção cultural, tenho tentado construir algumas pontes fora de Itabira, em outros países e cidades. Acho que nenhuma cidade, do tamanho ou menor que a nossa, consegue consumir tudo que produz na área cultural. O público consumidor ainda é pequeno. É preciso outros caminhos e mercados pra ampliar os horizontes. Vou tentando achar estas possibilidades pra fortalecer o que fazemos aqui. Quase sempre, a vida é uma tentação, mas há alegrias plurais nesta caminhada.

[close]

p. 3

BOM DIAsexta-feira, 02 de dezembro de 2016 3.cidade Vereadores passarão a ter ausências descontadas em salários João Monlevade - Os vereadores aprovaram durante reunião ordinária desta quarta-feira (30), em turno único, a proposta de novo Regimento Interno do Legislativo monlevadense. A matéria ainda vai para votação em redação final. A aprovação nesta etapa foi feita após votação das emendas propostas pelos vereadores. Dentre as propostas aprovadas está a de desconto salarial de 1/30 por dia que o vereador se ausentar de reunião ordinária e de reuniões de comissões permanentes, sem justificativa plausível. Outra alteração é que, na ausência de todos os membros da Mesa Diretora, os trabalhos do Legislativo serão conduzidos pelo vereador com mais tempo de atuação, Breno Botelho Vereadores discutiram todas as emendas propostas ou seja, com maior número de mandatos. O novo Regimento Interno altera ainda a quantidade de homenagens que cada vereador pode apresentar, sendo total de quatro e uma específica para cada honraria: Diploma de Honra ao Mérito; Título de Cidadania Honorária do Município de João Monlevade; Diploma de Mérito Desportivo; Título de Filho Ilustre do Município de João Monlevade. Fica ainda vedada a apresentação de projetos para concessão das honrarias em ano de eleição municipal. Outra alteração de relevância é a redução do número de comissões permanentes da Câmara. Atualmente são 11. A proposta é que seja reduzida para sete. Além disso, fica determinado pelo Regimento a cerimônia de posse dos vereadores sempre para o dia 1º de janeiro do ano em que se inicia a nova legislatura, às 16h. Outra mudança provocada pelo novo regimento é a possibilidade do vereador poder escolher, no início da legislatura, entre receber 20%, 50% ou salário integral. A decisão é de caráter irrevogável. Emendas rejeitadas Uma das propostas que limitava o uso da Tribuna Popular a um intervalo de no mínimo 30 dias por entidade foi rejeitada pelos vereadores. Todos entenderam que esta seria uma forma de dificultar o acesso do cidadão à Câmara Municipal. Ainda nesta linha, foi rejeitada a emenda de alterar o horário das reuniões ordinárias de 17h para 14h. Além disso, conforme novo Regimento, o horário de funcionamento da Câmara permanecerá o mesmo: 8h às 17h. A proposta rejeitada era de que fosse de 12h as 18h. O novo Regimento Interno é um trabalho conjunto da comissão especial de servidores, formada por Elisângela Ferreira, Rosemeire Magalhães, Vilma Pires e Silvan Pelágio Domingues; e pela comissão especial de vereadores, à época formada por Van- derlei Miranda (PR), Sinval Dias (PSDB) e Pastor Carlinhos (PMDB). O regimento em vigor tem 26 anos, sendo de dezembro de 1990. O trabalho para elaboração do novo documento teve início em 2014. Para Djalma Bastos (PSD), o diferencial do novo documento é que ele foi construído por várias mãos e amplamente discutido entre os vereadores. “Parabenizo a todos os envolvidos. Já temos inclusive câmaras da região solicitando cópia do novo regimento para embasar a reformulação dos seus. Mais uma vez a Câmara Municipal de João Monlevade é referência”, destacou Djalma Bastos. MPE pede que processo contra vereador seja desarquivado João Monlevade - O Ministério Público Estadual (MPE) pediu o desarquivamento de um processo contra o vereador Guilherme Nasser (PSDB), reeleito para seu terceiro mandato a partir de 2017. O parlamentar foi notificado e prepara defesa. O processo é fruto de pedido da Procuradoria Regional Eleitoral pelo desarquivamento das denúncias que apontam o uso de um projeto social de dança como promoção da campanha eleitoral de Nasser. As denúncias que apontam fins eleitoreiros chegaram a ser arquivadas pelo promotor André Leite de Almeida. Uma portaria determina que outro promotor, no caso Rodrigo Fragas de Almeida, assuma as investigações. O Ministério Público Eleitoral alega que pediu a cassação do registro da candidatura de Nasser sob alegação de que o político teria usado o projeto “Vem Dançar”, de responsabilidade da Prefeitura de João Monlevade, para promover sua campanha. Constam na ação provas no processo fotos de redes sociais, homenagens de Guilherme ao professor do projeto, e ainda postagem que anunciam o sorteio de camisa da ação social com participação do vereador e da prefeita eleita Simone Moreira (PSDB). Todas as ações, para o promotor Rodrigo Fragas de Almeida, evidenciam a intenção do vereador de se promover com o projeto social na época da campanha. O professor também pode ser multado por conduta vedada. A popularidade do projeto de dança e o início em ano eleitoral (no mês de abril) são aferidos pelo promotor como justificativas para o pedido de cassação do registro de candidatura de Guilherme Nasser. O vereador se mostrou surpreso pela reabertura, já que o processo é exatamente o mesmo que chegou a ser arquivado. “Fui notificado desta representação eleitoral na quarta-feira, situação que me causou bastante surpresa. Esse mesmo caso já havia sido arquivado pelo Ministério Público e, agora, foi reaberto, mesmo sem a existência de fatos novos. Minha campanha foi pautada na mais absoluta transparência e cumprimento das normas morais e legais. Estou muito tranquilo e confiante na justiça”, defendeu Nasser.

[close]

p. 4

BOM DIAsexta-feira, 02 de dezembro de 2016 4.cultura Exposição Consciência Negra integra preparação para os 10 anos do Centro Cultural de São Gonçalo ACOM / PMSGRA Destaques culturais de 2016 são homenageados pela Câmara Exposição segue até a próxima semana São Gonçalo do Rio Abaixo - O Centro Cultural São Gonçalo caminha rumo ao 10º aniversário, a ser celebrado em 27 de julho de 2017. Desde o último mês várias atividades apresentam mensalmente à população importantes ações realizadas no espaço. Em novembro, a Exposição e Mostra Consciência Negra – conhecendo e valorizando a cultura afro-brasileira integra a programação e fica aberta ao público até a próxima semana. Logo na abertura, o público poderá prestigiar uma exposição de fotos de eventos ocorridos no Centro Cultural ao longo de 2007 e 2008. Fotografias de artistas de renome nacional que se apresentaram em São Gonçalo chamam a atenção nos painéis. Importantes peças relacionadas à cultura negra integram a exposição. Boa parte dos itens compõe acervo pessoal da professora Ivone Pessoa e algumas peças, de propriedade do Centro de Artesanato, estão disponíveis para serem comercializadas. Aspectos culturais e históricos de São Gonçalo como a cultura do congado, disponíveis em fotografias, e imagens sacras do acervo Vieira Servas também agregam a exposição. As apresentações de congado são uma forma de devoção aos santos negros. Segundo os organizadores da exposição, a escolha do tema faz alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. Em dezembro, nova exposição será lançada, com abordagem do tema natalino. João Monlevade - A Câmara Municipal de João Monlevade entregou na noite de quarta-feira (30), a Medalha de Honra ao Mérito Cultural Leonardo Diniz Dias, a três importantes destaques da cultura monlevadense: o ativista cultural Afonso Torres Silva, o Coral Monlevade e a educadora física, Rose Machado. A entrega foi logo após a reunião ordinária. O prefeito Teófilo Torres foi representado pela diretora-presidente da Fundação Casa de Cultura, Claira Ferreira. Todos os vereadores presentes parabenizaram a contribuição dos homenageados, destacando que o município é berço de grandes artistas e ainda, palco para tantos outros que não nasceram aqui, mas Cíntia Araújo/Acom CMJM Homenageados posaram para foto junto aos vereadores reforçam o meio cultural em João Monlevade. Os homenageados agradeceram as palavras e reforçaram seus compromissos de promover sempre mais a cultura na cidade. A “Medalha de Honra ao Mérito Cultural Leonardo Diniz Dias” foi criada por meio da resolução 464, de agosto de 2008, com o intuito de reconhecer o trabalho das personalidades que se destacaram durante o ano na área cultural. A medalha leva o nome do saudoso Leonardo Diniz Dias, ex-vereador e ex-prefeito do município, por sua importante contribuição na área cultural. Conforme a resolução, os homenageados foram escolhidos por meio de uma comissão especial formada por um representante da Mesa Diretora, o vice-presidente Carlos Gomes (PTB); um representante da Fundação Casa de Cultura, Romilda Linhares e um membro da imprensa, o jornalista e editor do Jornal Bom Dia, Breno Botelho. Festa de Nossa Senhora da Conceição começa neste fim de semana Arquivo Bom Dia Festa de Nossa Senhora da Conceição ocorre durante a semana João Monlevade – A Festa de Nossa Senhora da Conceição, realizada pela paróquia que leva o mesmo nome, terá iní- cio neste sábado (3). As comemorações segue até o dia 8 de dezembro, dia da santa. Aprogramação traz eventos diários, como motivações às 7h, café da manhã partilhado no salão paroquial e visitas missionárias a famílias e comércios. Todas as ações serão na Igreja de Nossa Senhora da Conceição e conduzidos pelos padres Marco José Almeida e Roberto Baía de Sousa. A festa ainda contará com a presença do padre Francisco Guerra e de 21 seminaristas da Diocese de Itabira.

[close]

p. 5

BOM DIAsexta-feira, 02 de dezembro de 2016 5.cidade Leris Braga é eleito novo presidente da Amepi João Monlevade - Prefeitos do Médio Piracicaba se reuniram na manhã de quarta-feira (30) para escolha das diretoria para a Associação do Municípios da Microrregião do Médio Piracicaba (Amepi) e seus consórcios regionais. Em clima de tranquilidade, os chefes de Executivo foram consensuais e formaram chapas únicas para os pleitos. Assim, José Alves Parreira (Catas Altas) e Antônio Cota (Rio Piracicaba) serão presidente e vice do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Piracicaba (Cismepi) nos próximos dois anos. O prefeito de Bela Vista de Minas, Wilber de Souza, e João Galo Índio estão à frente do Consórcio da Gestão Pública de Resíduos Sólidos (CG- Breno Botelho Leris Braga e Antônio Carlos estarão à frente da entidade nos próximos dois anos PRS), responsável pelo aterro sanitário. Para a Amepi e Consórcio Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi) os prefeitos aclamaram a escolha de Leris Braga (Santa Bárbara) e Antônio Carlos Noronha Bicalho (São Gonçalo). O Consmepi é responsável por gerir serviços de manutenção de iluminação pública em toda as regiões e, futuramente o Sistema de Inspeção Municipal (SIM), que certificará a qualidade do queijo e carne e seus derivados produzidos na região. Leris Braga disse que, no período à frente da Amepi fará um trabalho em prol do fortalecimento regional através da união dos municípios. Já Antônio Carlos usou como exemplo, a missão que fez a Portugal, a convite do Sebrae, para exaltar a importância do associativismo. “Portu- gal viveu uma grande crise econômica dos últimos cinco anos e se reergueu através do associativismo. Ele existe tanto dentro do poder público como no setor privado e até com os demais países da União Europeia”. A votação contou com a presença de João Galo Índio, José Alves Parreira e Laura Carneiro, de Nova Era, que, mesmo sem direito a voto, endossaram a escolha. “Um dos meus primeiros atos como prefeito será estar de volta à Amepi”, disse Galo índio. Novas iluminações serão entregues nos próximos dias João Monlevade - A Prefeitura de João Monlevade está realizando obras de iluminação em diversos locais da cidade. Nos próximos dias, serão finalizadas as iluminações da praça Chico Mendes, no bairro República; praça Geraldo de Paula Santos, conhecida como praça da Monza e do Estádio Louis Ensch, além da iluminação natalina na avenida Castelo Branco. Até o fim do ano, outros locais também ganharão nova iluminação. De acordo com o prefeito Teófilo Torres, foram investidos mais de R$ 1 milhão em iluminação. A Prefeitura também prepara para revitalizar a sinalização semafórica da cidade. Serão investidos cerca de R$ 132 mil para troca de semáforos nos principais cruzamentos da cidade.

[close]

p. 6

6

[close]

p. 7

BOM DIAsexta-feira, 02 de dezembro de 2016 7.esporte Vinicius Araújo promove jogo beneficente com presença de atletas profissionais João Monlevade – Vários atletas profissionais foram convidados para a participação de uma partida de futebol beneficente, promovida por Vinícius Araújo, ex-Cruzeiro e atualmente no Sport, de Recife. Desde que se saiu das categorias de base do Cruzeiro, Vinicius realiza o jogo com a presença de pessoas próximas, inclusive de João Monlevade. O jogo está marcado para o dia 17 de dezembro, sábado, às 16h no Real Esporte Clube. Divulgação O jogo está marcado para o dia 17 de dezembro Para assistir à partida, o ingresso poder ser trocado por dois quilos de alimentos não perecíveis (exceto sal e fubá). A troca pode ser feita na Tecnosilk, Real, Cell Center e Decor. Haverá sorteio de brindes. Entre vários jogadores confirmados para a festa estão Rithely (Sport), Gabriel Xavier (Cruzeiro), Serginho (Ex Atlético Mineiro e Vasco), Eurico (Cruzeiro), Amaral (Ex Palmeiras, Corinthians e Benfica), Danilo (América/MG), Willians (Corinthians), Rafael (goleiro do Cruzeiro), Mayke (Cruzeiro) e Da Silva (Ex Cruzeiro). Vários jogadores enviaram vídeos confirmando a presença no evento. Todos compartilhados pelo anfitrião Vinicius Araújo no Facebook. Real Monlevade enfrenta São Cristóvão O time de futebol feminino Real Monlevade tem a honra de convidar a todos para o grande jogo, que ocorrerá no próximo domingo (4) de dezembro no estádio Louis Ensch às 17h. A equipe monlevadense irá fazer um amistoso contra o São Cristóvão, de Itabira. A entrada é gratuita. Adrenalina e emoção marcam Monlevade Enduro Race Team Fotos: Pollyana e Adriana Andrade “Pela primeira vez, a cidade pode conhecer uma prova de enduro e ainda conhecer os atletas que praticam essa modalidade” Os principais atletas da modalidade enduro da região estiveram na cidade participando das provas João Monlevade – O último fim de semana m João Monlevade foi marcado por emoção, adrenalina e o radicalismo da prova de enduro promovida pela BikeZone Brasil. Nos dias 26 e 27, sábado domingo, os principais atletas da modalidade enduro da região estiveram na cidade participando das provas do Monlevade Enduro Race Team, primeira prova da modalidade já realizada nessas paragens. Com a largada na BikeZone Brasil, na avenida Castelo Branco, os ciclistas se dirigiam até o Campo de Aviação, acima do Vila Tanque, onde acontecia a parte técnica da prova, dividida nas seguintes categorias: Rígida, para bicicletas sem amortecedores traseiro, Full sub 30 (com amortecedores traseiro para atletas abaixo de 30 anos) e Full Master (com amortecedores tra- seiro e acima de 30 anos) . Pela primeira vez, a cidade pode conhecer uma prova de enduro e ainda conhecer os atletas que praticam essa modalidade. O Monlevade Enduro Race Team contou com o patrocínio e apoio de No Comply Skate Shop, Giga Matt, Canego Factoring, Farmácia Padre Pinto, A7 Comunicação Visual, Aqua Ambiental, Villa Alemã e Hiper Comercial Monlevade. Rígida Full Sub 30 1 – Breno 1 – Matheus 2- Bruno 2 – Edmar 3 – Gabriel Miranda 3 – Wallace 4 – Gabriel Odair 4 – Rafael Dino Full Master 1 – Talles 2 – Jayson 3 – Thiago 4 – Waltinho Largada na BikeZone Brasil, na avenida Castelo Branco

[close]

p. 8



[close]

Comments

no comments yet