Apêndice da Revista Criacionista

 

Embed or link this publication

Description

Publicações da Sociedade Criacionista Brasileia

Popular Pages


p. 1

Publicação da Sociedade Criacionista Brasileira. – 2º semestre/2016 DE PUBLICAÇÕES CRIACIONISTAS Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 2

Os livros são grupados em quatro “Coleções” específicas contendo todos os livros publicados pela SCB, a saber: Telefax: (061) 3468-3892 Site: www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br Revista Criacionista / Sociedade Criacionista Brasileira v. 1, n. 1 (abril, 1972) – Brasília: A Sociedade, 1972-.Semestral 1. Gênese. 2. Origem. 3. Criação Catálogo dos livros publicados pela SCB Coleção Criacionismo e Origens É o tema mais abrangente, e envolve aspectos gerais de ordem científica e filosófica relacionados com a controvérsia entre Criação e Evolução. Coleção Planeta Terra Desenvolve-se em torno de aspectos científicos relacionados com interrogações feitas no âmbito da controvérsia entre Criação e Evolução, envolvendo mais especificamente características singulares de nosso planeta Terra. Coleção Advento O tema tem a ver com a recuperação da obra literária de Guilherme Stein Jr., e com assuntos relacionados com profecias bíblicas intimamente relacionadas com a adoração de Deus como Criador de todas as coisas. Coleção Idiomas Abrange os aspectos de ordem linguística relacionados com a controvérsia entre Criação e Evolução. Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 3

A Origem da Vida por Evolução: Um Obstáculo ao desenvolvimento da Ciência Autor: Fernando De Angelis Este livro foi publicado originalmente em Italiano, tendo sido traduzido para o Inglês e para Evangelica “Daniele-Baltazzar”, entidade criacionista italiana que teve relativamente curta duração, e foi a mola propulsora para o Espanhol, e sua edição em Português foi a fundação da atual “Associazone Italiana traduzida por Ruy Carlos de Camargo Studi sulle Origine”. Vieira e publicada pela SCB em parceria com a UNISA, em 1998 (1ª edição) e em 2004 pela SCB (2ª Edição), com 78 páginas. O Autor, Fernando De Angelis, vive em Cortona, na Toscana, Itália. Depois de seu doutorado em Ciências Agrárias na Universidade de Perugia, dedicou-se preponderantemente ao ensino de Ciências Naturais, Química e Geografia em escolas préuniversitárias. Confrontado pelo conceito bíblico do Criacionismo, De Angelis iniciou um profundo estudo dos diferentes postulados sobre as origens. Em sua busca analisou as várias teorias científicas, considerando os aspectos histórico e teológico envolvidos. Suas descobertas modificaram radicalmente seus pontos de vista. A partir de então, ele tem-se empenhado no estudo da Bíblia e na defesa de seu valor cultural Sem pedir que o leitor adote pressuposições específicas, e com uma linguagem acessível, o Autor ataca de frente o problema da origem da vida sob o ponto de vista tanto histórico, quanto científico, apresentando um capítulo útil para o esclarecimento do que vem a ser “Ciência”, e sobre como devemos encará-la. Em particular, desembaraça os fios da meada separando os aspectos científicos sobre os quais criacionistas e evolucionistas poderão concordar, dos aspectos teológico-culturais que dependem da visão de mundo de cada um. É um livro que nos desafia à reflexão, e será de especial interesse para cientistas que ponderam sobre a questão das origens da vida, e de fundamental importância para os professores de ciências naturais, filosofia e teologia. preocupando-se com a difusão do Criacionismo na Itália. Foi um dos fundadores da Associazione Culturale Publicado em Português pela Sociedade Criacionista Brasileira , com 76 páginas Formato: 15 x 21 cm Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 4

Como ensinar seus filhos a harmonia entre Criacionismo e a Ciência Autor: Bill Parks Esta é a tradução em Português, feita alcance para pais, pela Profa. Ieda C. Tetzke, do livro professores e alunos, bem “How to teach Creation Science to our como para interessados em children”, de autoria de Bill Parks, geral. Seu conteúdo destaca temas Presidente da entidade criacionista norte- relacionados com a importância do ensino americana Creation Education, Inc., do Criacionismo Bíblico, e apresenta experiente educador, laureado com prêmios argumentos a favor da Criação em conexão diversos em sua carreira de escritor e com aspectos da Ciência envolvidos na divulgador de temas criacionistas, além de controvérsia com o Evolucionismo. outros temas de caráter teológico. Trata-se Certamente, esta é uma obra indispensável de um interessante e importante livro, em para a compreensão de que não há conflito linguagem acessível, que traz informações entre a verdadeira Ciência e a Revelação específicas sobre a controvérsia entre o bíblica! Publicado em Português pela Sociedade Evolucionismo e o Criacionismo, de grande Criacionista Brasileira, com 122 páginas. Formato: 15 x 21 cm EM BUSCA DAS ORIGENS EVOLUÇÃO OU CRIAÇÃO? Autores: Jean Flori e Henri Rasolofomasoandro Dentro do Programa Editorial da Sociedade crítico ao modelo evolucionista, Criacionista Brasileira em comemoração ao e ao mesmo tempo propondo seu trigésimo aniversário em 2002, mereceu modelos alternativos criacionistas que destaque especial a impressão, na Espanha, levam em consideração a catástrofe do do livro “Em Busca das Origens – Evolução Dilúvio. Adicionalmente, são também ou Criação?”, traduzido da 5ª edição considerados aspectos relacionados com os espanhola publicada no ano 2000 pela métodos de datação diversos, incluindo a Editorial Safeliz. A tradução para o datação radiométrica. O livro presta-se Português foi feita por Ruy Carlos de muito bem, em particular, para ser adotado Camargo Vieira e Rui Corrêa Vieira, e a como texto para estudos em grupo. A SCB revisão técnica pelos Professores Doutores elaborou um roteiro de estudos que pode ser Márcia Oliveira de Paula (Biologia), Nahor utilizado para a sistematização do estudo Neves de Souza Júnior (Geologia), Marcos em grupo, que poderá ser solicitado à parte. Natal de Souza Costa (Geologia) e Urias Livro texto do Curso à Distância: Echterhoff Takatohi (Física). Trata-se de um “Interpretação da Natureza em modelo livro extremamente didático, cobrindo alternativo” produzido pela SCB. com 342 aspectos ligados à Geologia, Paleontologia páginas Formato: 18 x 25 cm e Geologia, tratados de um ponto de vista Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 5

EVOLUÇÃO - UM LIVRO TEXTO CRÍTICO Autores: Reinhard Junker e Siegfried Scherer Traduzido do alemão pela SCB Este livro, publicado na Alemanha pela em 1998 é um aprimoramento de Editora Weyel Lehrmittelverlag e traduzido edições anteriores, desde seu para o Português por Miriam Moreira-Ackermann, lançamento em 1986, e das Luis Guerreiro C. Cacais e Miguel Araujo de Matos, reedições em 1988 e 1992. Além dos dois autores, com coordenação da SCB, veio preencher uma colaboraram nesta nova versão mais nove grande lacuna existente na área de livros didáticos especialistas, dos quais oito doutores que cobrem disciplinas científicas tais como reconhecidos em suas respectivas áreas – Biologia, Biologia, Paleontologia, Evolução e Epistemologia. Botânica, Microbiologia, Embriologia, Química, É um livro- -texto que pode ser usado nos cursos Paleontologia e Antropologia. O livro divide-se em de nível médio e nas primeiras séries de cursos sete partes e é bastante abrangente, atualizado universitários, escrito por dois ilustres professores pelos seus autores e colaboradores, e com doutores, conhecidos internacionalmente pelas primoroso acabamento gráfico. Além de ser uma suas publicações especializadas na área da obra didática é ao mesmo tempo uma obra de Biologia. A 5ª edição original deste livro, lançada referência, indispensável para as bibliotecas A SEMANA DA CRIAÇÃO Examinando o Relato Bíblico de um Ponto de Vista Moderno Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Decorridos pouco mais de dez anos desde a relacionamento entre eles e os ocasião em que foram elaborados pelo respectivos aspectos dos temas Autor comentários adicionais ao fascículo de em consideração, cada comentário julgado de Estudos Bíblicos diários do terceiro trimestre de interesse para melhor possibilitar a desejada 1999 (na publicação intitulada “A Criação”, compreensão foi antecedido pela transcrição editada pela Casa Publicadora Brasileira, editora (ressaltada em itálico) do trecho constante da Igreja Adventista do Sétimo Dia), a Sociedade daquele fascículo de Estudos Bíblicos diários. Em Criacionista Brasileira teve a oportunidade de conformidade com o próprio espírito que se trazer à luz aqueles comentários, em forma pretendeu imprimir aos referidos comentários, devidamente organizada e coerente, para esta publicação foi intitulada “A Semana da possibilitar aos interessados no assunto o acesso a Criação – Examinando o Relato Bíblico de um esse valioso material que envolve aspectos Ponto de Vista Moderno”. Certamente, esta diversos da controvérsia entre Criação e Evolução. reedição dos comentários poderá contribuir para a Esses comentários adicionais haviam sido melhor compreensão de muitos aspectos apresentados com vistas a complementar importantes envolvidos na controvérsia entre diferentes aspectos de temas ressaltados naqueles Criação e Evolução, eliminando barreiras que Estudos Bíblicos e foram divididos em treze partes, frequentemente têm sido interpostas para a correspondentes aos respectivos temas compreensão correta do relato bíblico, devido a específicos abordados em cada uma das treze considerações materialistas e evolucionistas semanas do trimestre. Nesta reedição dos levantadas pelo secularismo ateísta prevalecente comentários, para melhor compreensão do nos meios de comunicação e no ambiente escolar Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 6

CRIAÇÃO Criacionismo Bíblico Autor: Alexander Vom Stein Publicado originalmente na Alemanha pela documentação adicional Editora Daniel Verlag, este é o primeiro extensa e aprofundada. O livro texto em língua alemã a apresentar livro deixa claro que as detalhadamente o modelo criacionista, perguntas sobre “de onde” e apropriado para jovens a partir de 14 anos. “para onde” não devem ser respondidas A sua tradução para o Português foi somente pela observação e dedução, mas, efetuada por Miguel Araujo de Matos, e o em última análise, pela fé. Neste livro fica DVD anexado foi preparado pelo Eng. claro que muitos fatos hoje descobertos Marcus Vinicius de Paula Moreira. A revisão podem ser melhor explicados por meio do técnica foi procedida por uma equipe modelo criacionista. Desta forma, este livro coordenada pela Sociedade Criacionista torna-se uma ferramenta valiosa para o Brasileira, contando com a colaboração dos ensino do Criacionismo Bíblico Professores Mestres e Doutores Eduardo sistematizado, especialmente nas escolas, Ferreira Lütz (Física), Nahor Neves de Souza utilizando uma linguagem clara e Júnior (Geologia), Tarcísio da Silva Vieira compreensível, sem superficialidade. As (Biologia e Química), Urias Echterhoff exposições da história bíblica das origens Takatohi (Física) e Wellington dos Santos são formuladas de maneira bastante feliz e Silva (Biologia e Genética), a revisão final precisa. Os capítulos referentes às ciências tendo ficado a cargo de equipe editorial da naturais proporcionam um acesso fácil aos SCB. Partindo do estado atual da ciência, temas complexos, e são bastante explica até mesmo fatos complicados de atualizados [ Resumo da apresentação feita modo que possam ser facilmente pelo Dr. Reinhard Junker da Sociedade compreendidos. O DVD que acompanha o Criacionista “ Wort und Wissen” livro, contendo o seu texto original em Com 224 páginas, impresso na Alemanha. Formato: 20 x 27 cm formato pdf, fornece também Cosmovisão Criacionista Bíblica Coletânea de artigos publicados nos periódicos da SCB Organizado por: Ruy Carlos de Camargo Vieira e Rui Corrêa Vieira O propósito desta publicação, intitulada “Cosmologia Criacionista Bíblica”, é apresentar subsídios bíblicos e acadêmicos a favor da Cosmovisão Criacionista, que possam ser úteis para aqueles que desejem compreender mais profundamente os fundamentos dessa cosmovisão em contraposição à Cosmovisão Evolucionista tão difundida hoje, e costumeiramente apresentada como uma “verdade cientificamente comprovada”. Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 7

Perguntas e Respostas sobre o criacionismo e evolucionismo (Duas estruturas conceituais) Na capa do livro publicado pela Sociedade Criacionista Brasileira é apresentada uma interessante composição artística ilustrando objetos de estudo de áreas diversas da Ciência– da Astronomia à geologia e à Biologia– ressaltando também tópicos básicos da Física e da Química, e o inefável decorrer do tempo. Esta ilustração foi escolhida exatamente porque nos faz lembrar que a Ciência procura compreender com maior profundidade o maravilhoso Universo no qual estamos inseridos, como sereshumanos, estudando o funcionamento entre todas as suas partes componentes, do macrocosmo ao microcosmo. Por outro lado, essa escolha nos traz a mente, também, as mais profundas aspirações e inquietações da alma humana ao comtemplar a diversidade e a complexidade desse cosmo que nos cerca - “Quem somos?”, “ De onde viemos?”, “Para onde vamos?”. Tudo que pudemos até hoje conhecer a respeito do Universo nos apela intimamente para a decisão crítica que havemos de tomar entre dois extremos excludentes- “Acaso ou Planejamento”? Este livro pretende apresentar respostas que possam nos apontar evidências que nos possibilitem decidir racionalmente a favor de um desses extremos opostos: aquele que aceita a existência de planejamento, e portanto, de um planejador! 1ª Parte – Nível Fundamental • A Bíblia Fala sobre Ciência • É possível harmonizar a Fé com a Ciência? • Uma Análise Geral do Termo Bíblico “Espécie” (Min) 2ª Parte – Nível Médio • Entrevista respondendo Perguntas Recorrentes • Esclarecimentos sobre Espécies e Especiação • Princípios Básicos da Ciência, Evolucionismo e Criacionismo • Como os peixes sobreviveram ao Dilúvio • Genes, Gênesis e Raças • A Velocidade da Luz e o Universo • O Invólucro de Vapor D’Água e a Longevidade dos Patriarcas 3ª Parte – Nível Superior • A Origem de Deus é Questão Absurda • O Caráter Científico da Doutrina da Evolução • A Datação com Radio carbono • Sobre a Existência de um Criador • O Princípio Antrópico e o Planejamento do Universo • O Infinito Real da Matemática – O Deus do Cientificismo • Uma Discussão sobre Árvores Evolutivas Humanas Obtidas de Estudos com Marcadores Moleculares Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 8

Estudos em Ciência e Religião Autor: Orlando R. Ritte Esta é a segunda edição do trabalho original do Prof. Orlando R. Ritter que foi publicado em forma de “apostila”, em dois volumes, respectivamente em 1977 e 1978, que agora é reeditado pela SCB com a gentil permissão do Autor. Trata-se de um documento histórico que durante mais de três decênios serviu de texto básico para alunos e professores da disciplina “Ciência e Religião” nas instituições de ensino da rede educacional adventista. Conforme o próprio Autor, o objetivo do trabalho é “proporcionar subsídios aos que encontraram razões e tiveram coragem de eleger o Criacionismo como sistema de pensamento”. Ainda, conforme o Autor, em sua Introdução, “No presente estudo haverá preocupação com o problema das origens e do tempo geológico, bem como com as perspectivas criacionistas e evolucionistas da natureza e da realidade. Será considerada a interpretação catastrófica da natureza em contraposição com a uniformista segundo a qual o presente forneceria a chave do passado. Serão também considerados os Modelos Criacionista e Evolucionista das origens, com o objetivo de verificar até que ponto os fatos observáveis são compatíveis com as predições feitas a partir de um ou de outro.” A Introdução encerra-se com o parágrafo: “Em suma, é propósito deste estudo promover o Criacionismo Moderno, bem como as doutrinas bíblicas que o sustentam e o modelo que dele deriva, buscando dar um colorido criacionista e catastrofista à visão do mundo, da realidade e da vida”. CRIACIONISMO BÍBLICO Súmula dos Principais Fundamentos Teológicos e Científicos Autor: Jônatas E. M. Machado Este livro constitui um memorável resumo das nessa controvérsia, tendo características essenciais das duas estruturas como pano de fundo a conceituais excludentes que modernamente aceitação do mero acaso para são apresentadas para a explicação do mundo as explicações desses fatos, em que vivemos - o Criacionismo e o ou a aceitação de Evolucionismo. planejamento, desígnio e propósito. No primeiro caso, a estrutura Não se trata de um conflito entre Ciência e conceitual baseia-se no materialismo e na Religião, como muito bem esclarece o Autor, eliminação do sobrenatural, e no segundo mas sim entre pressupostos aceitos caso, na existência de "algo mais", que nos liminarmente para a interpretação dos fatos aponta para um Criador ! que a atividade científica nos traz à consideração. Livro texto do Curso à Distância: “Introdução ao criacionismo” produzido Em linguagem simples e objetiva são pela SCB. destacados numerosos aspectos envolvidos Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 9

Cristianismo e Ciência 100 artigos selecionados pela SCB Organizado por Ruy Carlos de Camargo Vieira e Rui Corrêa Vieira Contém 100 Artigos transcritos de números da Revista "Diálogo", uma revista internacional de fé, efetuada pela Comissão "Adventist Ministry to College and University Students - AMICUS", e destina-se precipuamente a estudantes de Faculdades e Universidades. A Primeira Parte trata do tema "Cristianismo“- dando ênfase aos tópicos "Cosmovisões", Filosofia" e "Ética. Na Segunda Parte aborda a "Ciência, Bíblia e Religião", "Acaso e Planejamento" e "Criação, Evolução e Dilúvio". Trata-se de uma publicação de grande valor informativo para jovens universitários e também para pessoas com formação acadêmica em nível superior, que demonstrem interesse na questão das origens, do desígnio e do propósito manifestados nas obras da Criação e na revelação bíblica da redenção. Coleção de separatas sobre o primeiro e o segundo princípios da termodinâmica Diversos Autores Os fenômenos observados na natureza caracterizam-se pela obediência a leis conservativas, como por exemplo, o Primeiro Princípio da Termodinâmica, e a leis degenerativas, particularmente o Segundo Princípio da Termodinâmica. No segundo artigo desta coleção de separatas, David Penny ilustrou a natureza dessas leis com o exemplo de uma pedra sendo atirada em um lago resultando uma série de ocorrências mantendo a conservação da energia em conformidade com o Primeiro Princípio da Termodinâmica. A experiência mostra que não acontece o contrário, fato esse explicado pelo Segundo Princípio da Termodinâmica, que caracteriza sentidos preferenciais, que em síntese apontam para a impossibilidade dos processos evolutivos. A seleção de separatas de artigos publicados nas Folhas Criacionistas no período de 1971 a 1979 constantes desta publicação aborda particularmente a irreversibilidade de vários outros fenômenos naturais, proporcionando argumentação favorável à Criação, em conformidade com o relato bíblico. Publicada pela Sociedade Criacionista Brasileira, reunindo separatas de vários artigos sobre o tema publicados na Folha Criacionista, com 42 páginas. Formato: 20 x 28 cm Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 10

A Geometria do Sistema Sol-Terra-Lua Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Inferência dos filósofos gregos sobre diâmetros e distâncias feitas há mais de 22 séculos Esta publicação destaca precipuamente as inferências dos filósofos gregos, feitas há mais de 22 séculos, sobre os diâmetros da Terra, do Sol e da Lua, e sobre as distâncias relativas entre esses três corpos celestes. É interessante constatar que, na própria concepção filosófica grega, a Terra era tida como esférica, tendo mesmo sido calculado por interessantes inferências observacionais o seu diâmetro, bem como os diâmetros do Sol e da Lua. Da mesma forma, as inferências observacionais permitiram calcular também as distâncias entre a Terra e a Lua, e entre a Terra e o Sol. A intenção desta publicação é ressaltar que o ser humano recebeu “no princípio” uma revelação precisa desses conceitos relacionados com a Geometria do Sistema Sol-Terra-Lua, que se manteve no decorrer dos séculos, embora tendo sofrido certa degradação eventual, que acabou dando origem a mitos não condizentes com a realidade. Com 28 páginas. Formato: 15 x 22 cm A Esfericidade da Terra Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Revelação Ciência e Pseudociência no contexto Bíblico e a Epopeia de Cristóvão Colombo Nesta publicação é abordada particularmente a questão da esfericidade da Terra – que aparentemente no passado suscitou muitas dúvidas – situando essa questão no contexto bíblico, e focalizando-a no âmbito da revelação e da ciência, em contraposição à pseudo--ciência. Dada a conotação usualmente dada a essa questão, relacionando-a com a viagem de Cristóvão Colombo ao continente americano, foi também dada ênfase à fé profética de Colombo. Particularmente, a publicação explica como Eratóstenes, e mais tarde Possidônio, elaboraram interessantes métodos observacionais para calcular o diâmetro da Terra. Com 24 páginas. Formato: 15 x 22 cm Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 11

O Sábado ou o Repouso do Sétimo Dia Autor: Guilherme Stein Jr. Este livro aborda assuntos relacionados com indica também essas a semana da criação, cronologias do livro de mesmas qualidades, que Gênesis, etc., conforme explicitado mais enfim, sem dúvida, detalhadamente no “site” da SCB. Embora sendo caracterizam a pessoa do verdadeiramente uma obra de erudição, este livro autor, que, de Guilherme Stein Jr., publicado em primeira surpreendentemente foi edição em 1919 pela Sociedade Internacional de um autodidata, com apenas Tratados, apresenta todos os seus capítulos de cinco anos de educação primária formal [como uma forma didática, concisa, objetiva, com seu bem explicitado em sua biografia - “Vida e Obra linguajar peculiar, por um lado perfeitamente de Guilherme Stein Jr.” - publicação da Sociedade compreensível ao leitor comum, mas ao mesmo Criacionista Brasileira efetuada pela Casa tempo, por outro lado, primando pela elegância e Publicadora Brasileira. Com 290 páginas. precisão. Aliás, a própria estruturação dada à obra (Brochura e encadernado) Formato: 14 x 21 cm Sucessos Preditos da História Universal Autor: Guilherme Stein Jr. Este livro, que se destaca por ser o primeiro Grécia e Roma até a divisão do da lavra de autor brasileiro adventista, teve Império Romano devido à sua primeira edição em 1909 pela então invasão dos bárbaros. Em sua “Sociedade Internacional de Tratados”, segunda parte, o livro detémantecessora da atual Casa Publicadora Brasileira. se em um estudo referente à visão dos quatro Dado não só este seu caráter histórico, mas animais e particularmente da “ponta pequena”, também à sua exposição clara e simples dos temas relatada no capítulo 7 do livro do profeta Daniel, proféticos abordados nos capítulos 2 e 7 do livro abordando o seu aparecimento no meio dos dez de Daniel, mereceu ele uma segunda edição com reinos que resultaram da divisão do Império notas adicionais explicitando referências Romano, sua natureza diversa e o surgimento do bibliográficas e alguns comentários de interesse. poderio papal, com a sua consequente política de Esta segunda edição resultou de uma parceria perseguição e de mudança da lei e dos tempos. O entre a Sociedade Criacionista Brasileira e o então livro conclui ressaltando a alegria dos remidos ao Instituto Adventista de Ensino, hoje Centro adentrarem o último reino universal, que não Universitário Adventista. Em sua primeira parte, o passará jamais, e que será estabelecido na Terra livro considera o sonho do rei Nabucodonosor renovada e purificada. relatado no capítulo 2 do livro de Daniel, Com 84 páginas). Formato: 15 x 21 cm abordando aspectos históricos relacionados com os reinos universais de Babilônia, Medo-Pérsia, Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 12

A Mudança dos Tempos e da Lei Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Esta publicação apresenta alguns fatos científicos relacionados com os movimentos de rotação e de translação da Terra, como subsídio para a análise da questão religiosa decorrente de algumas passagens bíblicas que profeticamente declaram que haveria esforços, no tempo do fim, para alterar “os tempos e a lei” estabelecidos desde a semana da Criação. Após uma breve introdução, são abordados alguns aspectos científicos relacionados com a contagem do tempo e suas implicações históricas. Trata-se então dos ciclos astronômicos e de sua conexão com as festividades religiosas e os calendários. Em seguida são analisadas algumas alterações do calendário no decorrer da história da Igreja Cristã, incluindo a substituição do sábado pelo domingo, o estabelecimento da contagem da Era Cristã, a fixação da data do Natal, a fixação da data da Páscoa e o estabelecimento do Calendário Gregoriano. Finalmente, são expostos outros fatos históricos singulares no contexto da “mudança dos tempos e da lei” expressa na profecia de Daniel, capítulo 7. Como Apêndice, esta publicação apresenta a tradução de um capítulo do livro de Immanuel Velikovsky intitulado “Worlds in Collision”, que trata de evidências históricas sobre a variação da duração do ano no decorrer do tempo, em várias nações do mundo antigo. Publi Com 45 páginas. Formato: 15 x 22 cm Tempo Astronômico, Histórico e Profético Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Em 1992, por ocasião da comemoração do quinto centenário da célebre viagem de Cristóvão Colombo, que descortinou à Europa um Novo Mundo, a Sociedade Criacionista Brasileira aproveitou a oportunidade para tecer algumas considerações sobre a controvérsia a respeito da esfericidade da Terra, que costumeiramente é apresentada em livros textos em conexão com o empreendimento do grande navegador genovês. E assim lançou a publicação de um pequeno livro com o título “A Esfericidade da Terra” acrescido do subtítulo “Revelação, Ciência e Pseudo-ciência no Contexto Bíblico e a Epopeia de Cristóvão Colombo”. Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 13

Profeta Daniel, O Cientista Sir. Isaac Newton e o o Advento do Messias Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Como se poderá depreender da leitura deste livro, os dois personagens principais – Daniel e Newton – manifestaram particular interesse pelo advento do Messias, tema esse que, desde a mais remota antiguidade, no decorrer do tempo não poderia deixar de interessar também a patriarcas e profetas, como nos relata recorrentemente o texto bíblico. De fato, a primeira promessa profética messiânica registrada no texto bíblico (Gênesis 3:15) foi dada ao próprio Adão, após seu pecado original, com a intenção de lhe proporcionar esperança de que, apesar de sua sentença de morte (“certamente morrerás” – Gênesis 2:17), havia um Plano de Redenção estabelecido até mesmo “antes da fundação do mundo” (I Pedro 1:20) para livrá-lo dessa condenação. Esse plano estava centralizado na morte do Messias, que misericordiosamente daria a Sua própria vida em substituição à vida dele (Adão) e seus descendentes, dando fim à história do pecado (Daniel 9:26-27). “Sinais” Prenúncios do Advento do Messias Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Esta publicação faz parte de um conjunto que a SCB preparou para complementar suas demais publicações que tratam da controvérsia entre as estruturas conceituais evolucionista e criacionista. Esse confronto certamente leva a questionamentos que se inclinam para a discussão de temas relacionados com os relatos bíblicos referentes às origens e ao destino de nosso planeta Terra, e nesse sentido, esta publicação pode apresentar interesse para aqueles que se preocupam com esse tipo de questões. Sob a ótica criacionista bíblica, entendemos que são de extrema importância os relatos sobre as origens que se encontram no primeiro livro da Bíblia, e ao mesmo tempo também os relatos proféticos a respeito do cumprimento final dos desígnios e propósitos do Criador revelado nas Escrituras. Certamente o destino e as origens se entrelaçam, assim como a Criação e a Redenção. Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 14

Dicionário de Raízes primitivas Autor: Luiz Caldas Tibiriçá A impressão deste Dicionário foi feita pela SCB, principal “Dicionário de Raízes por ter reconhecido o valor da obra do Autor (ele Primitivas”, cujo objetivo é mesmo um símbolo de perseverança), e por ter demonstrar com evidências o vislumbrado o valor de suas pesquisas sobre o monogenismo linguístico. relacionamento entre as línguas Tupi e Suméria, “Neste dicionário”, diz o Autor, “verá o leitor que complementam magnificamente o trabalho um mesmo termo com o mesmo significado na de Guilherme Stein Jr. sobre a origem comum Ásia, na Europa, na África, na Oceania e nas das línguas e das religiões. Luiz Caldas Tibiriçá línguas indígenas da América. Creio, pois, que graduou-se em Geologia na Universidade de São esta obra irá surpreender muitos estudiosos, que Paulo, onde fez vários cursos de pós-graduação. não poderão compreender como cheguei ao Desde os 14 anos, quando tomou contato com os âmago do tão complexo problema: a origem índios Guarani-Nhandeva, de Itanhaém, e aos comum de todas as línguas, ou melhor, uma 21, quando serviu o exército em Mato Grosso, prova evidente do monogenismo lingüístico”. com muitas tribos do Pantanal (Guaiacuru, Na primeira parte desta publicação é apresentada Andauê, Chiriguano, Terena e outras), passou a a posição do Autor a favor do interessar-se pelo estudo das línguas da América monogenismolingüístico, partindo de alguns e suas origens. Estudou cerca de 200 dialetos e pressupostos que embora aceitem alguns elaborou oitenta e três monografias, das quais conceitos evolucionistas, também reforçam as foram editadas apenas quatro. É autor de seis teses criacionistas. Na segunda parte é dicionários: Tupi-Português, Guarani-Português; apresentado um resumo do “Dicionário de Dicionário de Topônimos Brasileiros de Origem Raízes Primitivas”, com algumas raízes Tupi; Dicionário da Mitologia selecionadas, e com vários interessantes gráficos Universal;Vocabulário Tupi Comparado; ilustrativos. Finalmente, é adicionada uma vasta Dicionário de Termos Asiáticos e Ameríndios, bibliografia, e ressaltado que, para a execução do este último ainda inédito. Há 40 anos dedica-se trabalho. incansavelmente à elaboração de sua obra Estudos comparativos que demonstram a existência de uma língua mãe pré-histórica e sua difusão universal. A Época e a Obra Pioneira de Guilherme SteinJr. Um ensaio sobre origens Autor: Ruy Carlos de Camargo Vieira Neste livro, o autor oferece sua meados do século dezenove. contribuição pessoal para o resgate da vida Transcendendo as fronteiras e obra de Guilherme Stein Jr., um dos das raízes denominacionais, o pioneiros da Igreja Adventista do Sétimo livro interessa aos estudiosos Dia no Brasil. da história do evangelismo A história deste pioneiro é destacada no pátrio, e não apenas aos que têm quadro da evolução do movimento pesquisado os primórdios da Igreja evangélico no país, em conexão com as Adventista do Sétimo Dia no país, grandes mudanças políticas, econômicas, tornando-se assim uma importante fonte de sociais e culturais presenciadas a partir de referência. Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

p. 15

O Estudo da Arca de Noé Autor: Antônio Cremades A Bíblia é uma fonte inesgotável de ocorrência. informações sobre uma ampla gama de Esta publicação pretende assuntos referentes à história da apresentar considerações que humanidade. permitam uma melhor Dentre tais assuntos ressaltam-se a Criação avaliação da coerência do relato bíblico e e o Dilúvio, que passaram a ser da sua consistência em vista do questionados como não sendo relatos conhecimento adquirido com o verídicos de acontecimentos ocorridos no desenvolvimento da ciência e da tecnologia passado, passando a ser considerados como em nossos tempos atuais. composições poéticas épicas em linguagem O texto foi elaborado originalmente pelo fi gurada ou até como mitos elaborados por Dr. Antonio Cremades Fuerte e povos em estágio inferior de civilização, complementado pelos Editores da desprovidos de conteúdo real. Sociedade Criacionista Brasileira, no Assim, particularmente o relato bíblico do âmbito das atividades desenvolvidas pelo Dilúvio, envolvendo como figura central o Consórcio Criacionista Adventista. A patriarca Noé, tem sido questionado sob publicação visa primariamente a vários prismas, bem como distorcido e professores e alunos de escolas deturpado, sempre com o propósito e a confessionais cristãs, sendo certamente de pretensão de demonstrar a existência de interesse para qualquer pessoa que se incoerências e inconsistências no relato, que interesse pelo ainda hoje palpitante assunto apontariam para a impossibilidade de sua do Dilúvio e da Arca de Noé. Depois do Dilúvio Autor: Bill Cooper A história antiga da Europa retrocedendo até o dilúvio bíblico Este livro é a tradução do original publicado sua descendência desde Noé, pela New Wine Press, para o Creation na linhagem de Jafé, em Science Movement da Grã-Bretanha, feita documentos para o Português por Ruy Carlos de meticulosamente preservados; como Camargo Vieira. O Autor é membro do conheciam tudo sobre a Criação e o Conselho e curador do Creation Science Dilúvio; e como tiveram encontros com Movement, e recentemente recebeu o criaturas que hoje chamaríamos de Honours Degree da Kingston University por “dinossauros”. Esses registros de diferentes seus estudos interdisciplinares em História nações imprimem aos capítulos 10 e 11 de das Idéias (Religião, Filosofia e Teoria Gênesis um grau de precisão que os destaca Política) e Literatura Inglesa, e mostra de todos os demais documentos históricos como a História da Europa pode ser traçada do mundo antigo. Em seu livro, fruto de desde o Dilúvio e os descendentes de Jafé, mais de 25 anos de pesquisas, ele traça o mediante relatos contemporâneos e a desenvolvimento da controvérsia entre “Tabela das Nações”, concatenando Criação e Evolução que grassou no mundo impressionantes evidências que indicam antigo, e detona muitos dos mitos e erros como os primeiros europeus registravam dos críticos bíblicos “modernistas”. Sociedade Criacionista Brasileira -Brasília-DF, Brasil -(061) 3468-3892 /www.scb.org.br E-mail: scb@scb.org.br

[close]

Comments

no comments yet