Jornal Manchete do Povo

 

Embed or link this publication

Description

Edição 245

Popular Pages


p. 1

Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 1

[close]

p. 2

2 Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 Qual vereador deve ser o presidente da câmara de Rolândia? Olá, no dia 1º de janeiro de 2017 os vereadores eleitos em Rolândia serão empossados e a primeira ação oficial será a escolha do presidente da câmara que vai dirigir a casa pelos próximos dois anos. Uma função extremamente importante e estratégica já que cabe à ele comandar as sessões parlamentares, decidindo inclusive qual pauta tem mais ou menos prioridade para ser colocada em votação. Também é o chefe do legislativo que decide quem serão os cargos comissionados que vão trabalhar na Câmara. Em resumo o presidente pode, mesmo que por tempo determinado, travar ou agilizar a votação de projetos, ajudando ou atrapalhando as intenções do prefeito. Além de receber um acréscimo no salário é claro. A exemplo de outros anos a atividade nos bastidores está intensa com negociações para formações de chapas, cargos e alianças que veremos nos próximos capítulos. Por isso pergunto: Qual vereador você acha que deve ser o próximo presidente da câmara de Rolândia? Acredito que a principal premissa para um chefe do legislativo deva ser o conhecimento básico do regimento interno e o perfil mediador já que cabe a ele a missão de fazer com que a casa do povo sirva a este propósito de fato. E nesta coluna faço um destaque ao competente diretor da casa, Reginaldo Burhoff - e servidores - pois sem as suas orientações teriam presidentes que sequer sa- beriam onde fica a cadeira para sentar durante a sessão. Pedalada antidrogas Ciclismo de Rolândia em Cambé O Conselho Municipal Antidrogas (COMAD), lotado na Secretaria Municipal de Assistência Social – Prédio do Banco do Brasil 3º andar, vem através deste convidar toda a comunidade para participar da “Pedalada Antidrogas”, a realizar-se dia 26 de novembro, um sábado, com o Tema: “É Preciso Saber Viver”. PROGRAMAÇÃO: Sábado (26/11/2016) – Pedalada Antidrogas 9h Concentração no Estádio Erich Georg Trajeto: 9h30 Saída – Av. Pre- sidente Bernardes – até esquina do Fórum – descendo Av. Expedicionários até esquina Banco do Brasil – seguindo Rua Santos Dumont até Monteiro Lobato, descendo até Av. Tiradentes – com chegada na Praça Castelo Branco, onde haverá aula de zumba e distribuição de doces às crianças. Fonte: Da Assessoria Rolândia é campeã no torneio da amizade sub 17 de futsal feminino A equipe de ciclismo da Secretaria de Esporte de Rolândia participou neste domingo (13) do GP Cambé de Ciclismo, prova organizada pela “Equipe Amigos do Pedal” e teve a participação de aproximadamente 200 atletas da região. A equipe de Rolândia participou com 10 atletas e mais uma vez que domina as categorias de base no ciclismo paranaense conquistando 10 pódios. Na categoria infantil Sergio Armacollo foi vicecampeão, Caio Neiverth ficou em 4º lugar e Alisson da Costa ficou em 5º lugar. Na categoria infanto juvenil feminino Luana Ferreira foi a campeã. Na categoria ELITE feminino Vitória Rita de Sá foi vice-campeã, vale ressaltar que Vitória tem ape- nas 14 anos e correu com atletas adultas. Na categoria infanto-juvenil masculino dobradinha para Rolândia com Matheus ........... sendo campeão e Gustavo Salin foi vice-campeão e Gabriel Bachega ficou em 4º lugar. Na categoria Master “A” Dirceu Junio foi vice-campeão e na Master “B” José Ricardo ficou em 3º lugar. A próxima competição da equipe será a final do Campeonato Intermunicipal de Estrada que será realizada no mês de dezembro em Londrina. A equipe é mantida pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Esportes etem uma parceria com a Casa das Bicicletas e patrocínio da FACCAR,METALÚRGICA METALMAX, ÓTICA KING e Armarinhos Frazatto/ Distribuidora Caviúna. Rolândia sedia etapa do paranaense de Karatê Rolândia vai sediar no dia 3 de dezembro, sábado, a 3º etapa do Campeonato Paranaense de Karatê. O evento conta com o apoio da Secretaria de Esporte e vai ocorrer no Ginásio de Esportes Emílio Go- mes com início às 9h. Cerca de 40 atletas vão representar a cidade no evento que deve reunir mais de 200 karatecas do estado. A entrada é franca. Fonte: Da Assessoria O Futsal feminino de Rolândia conquistou mais uma taça regional. Com duas, equipes, o time A e o time B, da Secretaria de Esportes participou em Cambé, no Ginásio do Ana Rosa no último sábado (12), da Taça da Amizade Sub 17. E na final, a equipe A bateu o Cambé Futsal por 2x0 e abocanhou o troféu. O time B recebeu uma medalha de participação. As equipes são dirigidas pelo técnico Bruno José Fonseca. Fonte: Da Assessoria 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23

[close]

p. 3

Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 3 Confira a situação da DENGUE, CHIKUNGUNYA e ZIKA VÍRUS em Rolândia e no Paraná Por meio do 8º boletim epidemiológico do ano de 2016, a Secretaria de Saúde de Rolândia apresenta a situação da DENGUE, CHIKUNGUNYA e ZIKA VÍRUS com os dados atualizados do novo período de acompanhamento epidemiológico. Objetivando principalmente a divulgação e utilização de dados por profissionais de saúde e comunidade Rolandense para uma maior efetividade no combate ao Aedes aegypti e das arboviroses veiculadas por este vetor. DENGUE, CHIKUNGUNYA e ZIKA VÍRUS Durante o período epidemiológico compreendido entre as semanas 31/2016 (primeira semana de agosto) e a semana 45/2016 (06/11/16 a 12/11/2016) o município registrou 162 notificações de casos suspeitos de dengue, dos quais 06 casos foram confirmados. Também foram notificados 02 casos de Zika que se encontram em confirmação laboratorial. No que tange à Febre Chikungunya não ocorreram notificações neste período. Entre os dias 07 e 10 de novembro de 2016 foi realizado o quarto Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa) do ano de 2016, onde através de análises estatísticas chegouse a um índice predial de 0,5%, ou seja, cinco imóveis com presença do vetor para cada 1.000 imóveis vistoriados. Este índice enquadra o município como de baixo risco para a proliferação do Aedes aegypti (Ministério da Saúde), bem como para a transmissão das arboviroses vinculadas. Todavia, é de suma importância que a mobilização da sociedade e dos serviços públicos sejam mantidas principalmente no que diz respeito ao acúmulo de água parada em possíveis criadouros, uma vez que, nesta época do ano as chuvas são abundantes e as temperaturas se encontram em elevação o que proporciona condições propícias à proliferação do vetor. PLANO NACIONAL DE ENFRENTAMENTO À MICROCEFALIA As atividades do Pla- no Nacional de Enfrentamento à Microcefalia (PNEM) e seus modos de operação serão mantidos até o final do ano 2016. As medidas estão sendo elencadas e divulgadas pela Sala Nacional de Enfrentamento à Microcefalia a qual busca uma coordenação nacional para enfrentamento deste agravo em todo o território Nacional. Durante este período ocorreram ações vinculadas ao Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia (PNEM) fomentado pelo Ministério da Saúde, dentro do qual foram realizadas vistorias nos imóveis do município abordando a orientação dos munícipes bem como promovendo a remoção de possíveis criadouros do vetor. Em 2016 foram concluídos seis ciclos de vistorias domiciliares, sendo realizadas 24.328 vistorias no primeiro ciclo, 27.862 no segundo ciclo e 30.356 no terceiro ciclo. No 4º ciclo concluído em 30 de junho foram realizadas 24.720 vistorias. Em relação ao 5º ciclo de vistorias que foi compreendido entre os meses de julho e agosto foram realizadas 29.046 vistorias. O 6º ciclo inserido entre os meses de setembro e outubro proporcionou 28.418 vistorias domiciliares. CONFIRMAÇÃO DE MICROCEFALIA POR ZIKA VÍRUS NO PARANÁ A Secretaria estadual da Saúde confirmou dia 09 de novembro o primeiro caso de microcefalia causada por infecção congênita por zika vírus no Paraná, registrado no município de Cascavel, na região oeste. O bebê nasceu em agosto deste ano com 32 semanas de gestação. Durante a gravidez foi identificado retardo no crescimento fetal através de ultrassom realizado entre o 6º e 7º mês de gravidez, quando passou-se a realizar exames semanais. A mãe havia tratado uma alergia na pele, sem suspeitar que poderia ser sintoma de Zika, isso passou a ser considerado quando foi verificado que o desenvolvimento do feto estava aquém do esperado. GINCANA MUNICIPAL: “DENGUE NA MINHA CASA NÃO ENTRA” Foi realizada entre os dias 24 de outubro e 09 de novembro em todas as escolas municipais a Gincana “DENGUE NA MINHA CASA NÃO ENTRA” na qual os alunos foram convidados a coletar possíveis criadouros removíveis do Aedes aegypti de sua e casa e dos entornos e levá-los para a Escola, onde estes criadouros foram separados e pontuados pela equipe de controle de endemias municipal, a Escola que atingir a maior pontuação será premiada. Foram retirados do meio ambiente por volta de 6 toneladas de criadouros do vetor os quais foram encaminhados para o correto destino. PALESTRAS DE ORIENTAÇÃO DE COMBATE AO Aedes aegypti Várias atividades específicas de orientação foram realizadas no município, principalmente em empresas, indústrias e em outros locais de grande aglomeração de pessoas, com palestras e teatros abordando o perigo das arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya) e medidas de controle do seu vetor, o Aedes aegypti. Neste período epidemiológico 3.470 pessoas participaram de palestras de orientação proporcionadas pela equipe de educação em saúde da Vigilância Ambiental. Fonte: Secretaria de Saúde Câmara entrega Comenda Roland a técnico de atletismo de Rolândia O professor e técnico da equipe de atletismo de Rolândia, Ivar Benazi receberá na próxima segunda-feira (21) a Comenda da Ordem do Mérito Roland. O servidor público receberá a homenagem de autoria do vereador João Ardigo (PSB), que obteve aprovação de sua Indicação visando homenagear o professor “Tucano”, como é conhecido Ivar Benazi A Indicação foi aprovada no mês passado (outubro) e de acordo com João Ardigo, Tucano treina aproximadamente 130 pessoas que praticam Atletismo na cidade. Os treinos são realizados na pista de atletismo do Estádio Erich Georg a partir da 18h, sempre de segunda a sexta-feira. Participam atletas desde iniciantes, jovens, adultos e até da pessoas da “melhor idade”. João Ardigo acredi- ta que a homenagem é uma forma homenagear quem sempre dedicou a sua vida ao esporte de sua cidade, descobrindo novos atletas, levando saúde, e promovendo acima de tudo, o nome de Rolândia. “O professor Ivar é uma ban- deira da nossa cidade. Sempre com muita competência tem fortalecido o nome do atletismo paranaense através da nossa cidade e é mais do que merecido esta honraria”, justifica Ardigo. Assessoria da Câmara Rolândia Quem é Ivar Benazi Aos 62 anos, Ivar Benazi – o professor Tucano – é técnico da equipe de atletismo da Secretaria Municipal de Esportes de Rolândia. Tucano nasceu no interior de São Paulo, na cidade de Braúna e começou a praticar o atletismo ainda na adolescência. Na década de 70 chegou em Rolândia para participar dos Jogos Abertos do Paraná. Naquela oportunidade, Rolândia era uma das sedes da competição estadual. Aos 26 anos, o professor Ivar Benazi sofreu uma lesão que o afastou de sua paixão por algum tempos, mas com muita dedicação retornou as pistas e conseguiu conquistar no ano de 1982, o primeiro lugar na prova de Decatlo, um conjunto de 10 provas que visava descobrir quem era o atleta mais completo. Ainda no esporte, Ivar Benazi foi secretário de esportes do município de Rolândia onde desenvolveu diversos projetos que tinham como objetivo atender as categorias de base. O professor Ivar Benazi é casado com Rosane Nogueira Benazi com quem teve duas filhas e três netos. A Sessão Ordinária será realizada as 18h no dia 21 de novembro na Câmara Municipal de Rolândia. Mutirão de limpeza no lago do San Fernando As Secretarias de Infraestrutura e de Serviços Públicos promoveram um mutirão de limpeza no entorno do Lago do San Fernando. Na oportunidade, do local foram retirados caminhões com entulhos, restos de construção, lixo, rejeitos, artefatos de plástico, dentre outros itens. As Secretarias pedem para a população promova o adequado destino para o lixo e afins e reforça para que ninguém jogue lixo e objetos no entorno do Lago, que é uma área pública de lazer. Além da limpeza com a remoção dos objetos, parte do espaço foi roçado e capinado. O entorno do Lago tem placas indicativas de “Proibido jogar lixo”. Fonte: Da Assessoria 24 25 26 27 30 31 32 33 34 35

[close]

p. 4

4 Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47

[close]

p. 5

Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 5 Deputado Hauly defende 10 Medidas Contra Corrupção A Comissão Especial que analisa, na Câmara, o Projeto de Lei das 10 Medidas Contra a Corrupção deve votar na próxima terça (22) o relatório do deputado Onys Lorenzoni. Conforme o relator, o atraso na apreciação desta matéria ocorreu porque chegaram novas sugestões. Nos últimos dias houve, de todos os lados, comentários de que o documento original poderia ser alterado em função da pressão de parlamentares implicados na Operação Lava Jato. O próprio ProcuradorDeltonDallagnoldeu entrevistas alertando para o risco do retrocesso no relatório do PL que combate a corrupção. Membro da Comissão Especial e um dos responsáveis por acolher como subscritor as 10 medidas na Câmara, o Deputado Luiz Carlos Hauly mais uma vez se manifestou favorável a esse Projeto de Lei. “A quem interessa detonar a Lei da Ficha Limpa, Operação Lava Jato e impedir o avanço das 10 Medidas Contra a Corrupção? Justamente quando o País promove uma verdadeira cruzada contra a impunidade, temos mais é que apoiar e participar deste momento histórico de fortalecimento das instituições deste País”, acrescentou Hauly. Autor da Lei 9.755, que determinou a transparência total dos gastos públicos por meio da divulgação na internet da página “Contas Públicas”, com balanços, arrecadação, compras e os demais dados envolvendo a União, Estados e Municípios, líder na aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal que impôs limite e responsabilidade aos gastos públicos, subscritor do projeto da Lei da Ficha Limpa, e agora subscritor e vice-presidente da Comissão Especial que analisa as “10 Medidas Contra a Corrupção”, o Deputado Federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) defendeu legislação mais rigorosa no combate à impunidade. Para Hauly, a Lei da Ficha Limpa já cumpriu um papel determinante ao impedir políticos condenados de disputar cargos públicos; quando entrar em vigor, as “10 Medidas Contra a Corrupção” também vão apertar ainda mais o combate à impunidade; e a Operação Lava Jato é um divisor de águas, pois tem levado para a prisão as mais altas autoridades deste País. “Avante Polícia Federal, procuradores do Ministério Público Federal e juiz Sérgio Moro, pois o Brasil precisa continuar sendo passado a limpo”, defende Hauly. Fonte: Assessoria do Deputado Oito cidades do Norte vão receber academias ao ar livre Entre as contempladas está a cidade de Rolândia Por meio de emendas do deputado estadual Cobra Repórter, oito cidades da região Norte do Paraná vão receber academias ao ar livre no início de dezembro. Serão contemplados os municípios de Apucarana, Arapongas, Cambé, Rolândia, Ibiporã, Primeiro de Maio, Tamarana e Jaguapitã. “Entendemos que as academias são importantes para terceira idade, para os jovens, enfim, para todas as pessoas que precisam se exercitar e terão um espaço adequado com aparelhos para a essa prática. Elas significam saúde e qualidade de vida para a população”, afir- ma Cobra Repórter. De acordo com o depu- tado, todos os equipamentos das academias serão entregues no início de dezembro. “Eles já foram licitadas e adquiridas pelo Governo do Estado e agora podemos entregá-las às prefeituras. Saúde é nossa prioridade e este é mais um investimento na saúde da população”, finaliza o deputado. Fonte: Assessoria do Deputado Revitalização da estrada dos Pioneiros Atletismo em nível Internacional Mais uma vez a equipe de corrida Os Tucanos marcaram o nome de nossa cidade em todo território nacional e internacional. No domingo tivemos participações em: Natal com Carlos Eduardo Canônico na Meia Maratona do Sol; em Curitiba, o casal Priscila e Winston Hirassaki participaram da Corrida Sest/Senat; em Londrina vários atletas competiram, com destaque para Rogério Venâncio e Éder Ferreira (3º categoria), Vitor Santos Gomes (4º Lugar geral), Cláudio Silva (5º lugar geral) e Charles (3º categoria); No Chile, em um grande desafio, o casal Angélica Pusch e Ubirajara Nogueira competiram na corrida pelo deserto do Atacama e foram 1º colocados em suas categorias, sendo Angélica a 5ª geral. Na Terça de feriado, nossos atletas ainda trouxeram mais conquistas, em Iguatemi, Cláudio Silva foi 1º na categoria e Wallace Macedo campeão geral, este participou ainda de uma prova em Iporá. Em Londrina na Corrida do 5º Batalhão de Polícia, Rogério Venâncio foi 5º geral nos 8km. Não há limites para quem busca o impossível, não há impossível para quem acredita; acredite que você pode, e comece hoje mesmo uma vida saudável. Fonte:Dr. Winston As obras de revitalização da Estrada dos Pioneiros estão em ritmo acelerado. A KRB Obras Ltda ganhou a licitação e executa o empreendimento que visa a recons- trução do pavimento asfáltico, adequação da drenagem, colocação de meio-fio, enleivamento e reconstrução de aterro ao custo de R$ 2.978.407,38, sendo que o recurso é advindo de convênio com o estado do Paraná. O prazo para a realização é de 8 meses. Fonte: Da Assessoria 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59

[close]

p. 6

6 Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 JARDIM CIDADE VERDE I Rua das Onças Nº 80 Casa de alvenaria e laje contendo 4 quartos sendo 1 suíte, sala, copa, cozinha, banheiro social, área de serviço, edícula com lavanderia, área de churrasco e garagem para 2 carros. terreno: 300,00 m² construção: 169,00 m² R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais reais) JARDIM SANTA MONICA Avenida Waldomiro Moreira Nº 340 Casa de alvenaria e laje contendo, 2 quartos sendo 1 suite, sala, cozinha, lavabo, copa, banheiro social, churrasqueira, comodo externo com banheiro e garagem. terreno 316,00 m² construção: 214,00 m² R$ 350.000,00 ( trezentos e cinquenta mil reais) SEGUE AS VAGAS: O trabalhador deverá comparecer a Agência do Trabalhador/ SINE, portando CTPS, RG e CPF para realizar/atualizar seu cadastro. O SINE em Rolândia atende na Avenida Expedicionários 604, Centro. De segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Vagas publicadas em 18/11 * AUXILIAR DE ARMAZENAMENTO * MOTOBOY * VENDEDOR INTERNO * SERRALHEIRO * SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL O Cemitério Municipal de Rolândia informa o falecimento de: Eduardo Ibanhes 66 anos. O Velório foi realizado na Capela da Vila Oliveira e o sepultamento foi no dia 17/11 às 17:00 Hrs. Roberto Nunes De Souza 84 anos O velório foi realizado na Capela Vila Oliveira E o sepultamento foi no dia 15/11/2016 às 15:30 h Elidio Queiroga Cape Lanez 74 anos O velório foi realizado na Capela Central E o sepultamento foi no dia 14/11/2016 às 9:00 h Claudineia Alves de Araujo 49 anos. O velório foi realizado na Capela da Vila Oliveira e o sepultamento foi no dia 12/11 às 10:00 Hrs. Claudenice Gonçalves Teixeira 39 anos. O velório foi realizado na Capela Central e o sepultamento foi no dia 13/11 às 10:30 Hrs. Excursão Aparecida do Norte 16/12/2016 R$ 130,00 (43) 9916 8243/ (43) 3016 3441 VENDE-SE CASA Jardim Cidade Verde Rua Onças, 106 Terreno 300 m² Casa 132 m². Sendo 3 quartos, 1 suite, sala 2 ambientes, cozinha, espaço gourmet, lavabo, lavanderia, garagem 2 carros.Acabamento alto padrão.Valor R$ 385.000,00Contato José Carlos Pirani (43) 9972-2646 (43) 3255-2013 jcpirani@uol.com.br Alugo meia água casal ou 2 pessoa, contato Leonice: 3256 - 3661 VENDE-SE CASA Jardim nobre 5 (ótima localização) Financiamento minha casa minha vida Casa de 80 metros garagem para 02 carros grade com vidro box de vidro no banheiro porta de correr no quarto cômodos grandes Aceito carro/moto como parte do pagamento (43) 9657-4995 Policial protege vítima de acidente na chuva e foto "viraliza" na internet Era para ser mais um dia normal de atendimento de ocorrências na vida dos policiais militares, Tenente Edilson e o soldado Rondanini, do 15° Batalhão da Polícia Militar de Rolândia, não fosse uma pessoa que presenciou um acidente, utilizar o celular e tirar uma foto A tarde de sexta feira (11/11) estava bastante chuvosa, e os policiais foram acionados para atender uma ocorrência de acidente, próximo a rodoviária de Rolândia. A motociclista, Rosana Neiva Juliane de 43 anos, sofreu um mal súbito e caiu da moto. Ela teve contusão no punho esquerdo e joelho esquerdo. A chuva caia forte e enquanto o soldado Rondanini, organizava o trânsito, o Tenente Edilson empunhava um guarda-chuvas, protegendo a vítima do mal tempo, até a chegada da equipe do SIATE. A cena chamou a atenção das pessoas que passavam pelo local e o jornalista Rodrigo Stutz resolveu registrar esse momento, não pensou duas vezes e pegou o celular para tirar uma foto. A foto, está sendo compartilhada por milhares de pessoas nas redes sociais e os comentários são cheios de elogios à policia militar, em especial aos policiais que atenderam a ocorrência, afinal eles literalmente fizeram jus ao lema da PM, " Sua proteção é o nosso compromisso". A vítima do acidente passa bem . Foto tirada por Rodrigo Stutz – Texto de Luiz Cezar Jaime Além de circular nas redes sociais a foto foi reproduzida em sites regionais como xvcuritiba.com.br, www. varjotaemdestaque.com, www.portalaltopiquiri.com.br e abamf.org. Luiz Cezar Jaime, proprietário do site Noticias de Rolândia revela que só no portal dele essa matéria foi acessada mais de 100 mil vezes. 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 95

[close]

p. 7

Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 7 Aquicultura de verdade Acabou o Ministério da Pesca e Aquicultura. Ainda bem. Irrelevante, servia de palco para negociatas políticas. Sua extinção livrará o setor produtivo da tramoia. Ganhará o profissionalismo. Sorte dos verdadeiros pescadores e aquicultores do Brasil. Foi Lula, em 2003, quem criou o esdrúxulo Ministério, entregando-o ao seu amigo petista José Fritsch, então derrotado para o governo de Santa Catarina. O novo órgão permaneceu satisfazendo o PT catarinense até 2012, quando Dilma nomeou o Senador Crivella (PRB), bispo carioca da Igreja Universal, para comandá-lo. Piada pronta: um pescador de almas no barco. Puro trambique. Iniciado seu segundo governo, Dilma mexe nas redes: coloca Helder Barbalho (PMDB), recém derrotado para o governo do Pará, para cuidar da pesca. Filho de Jader, a familiaridade do moço com a atividade era desconhecida. Não fazia diferença. Importava, como nesses 12 anos de existência, a acomodação política. De quebra, chaves da corrupção. Enquanto os piscicultores do Brasil sofreram anos tentando conseguir autorizações para uso de águas públicas, duas falcatruas correram soltas no Ministério da Pesca: a primeira, ligada às permissões para a pesca industrial, grandes barcos no mar. Todos sabiam que, há anos, rolava propina nessa matéria, mas se calavam temerosos do poder. Coincidência ou não, na semana passada a Polícia Federal desbaratou a quadrilha, chefiada pelo número dois do antigo Ministério, Clemenson Pinheiro. Preso na operação Enredados juntamente com outras 18 pessoas, cobravam uma média de R$ 100 mil cada licença para pesca na costa brasileira. O esquema contava com a participação de servidores, armadores, representantes sindicais e intermediários. Uma trama graúda. A segunda fraude se disfarça com vestes sociais. Existe uma transferência de dinheiro que o governo federal repassa aos pescadores artesanais, para compensar sua perda de renda naquelas épocas do “defeso”, quando o IBAMA proíbe a captura de certas espécies visando proteger a reprodução dos cardumes. Muito bem. Acontece que o combate da pobreza virou uma boca-livre para seduzir eleitorado. Segundo denunciou Marlos Ápyus, o Censo do IBGE (2010) encontrou 413.551 pescadores em atividade no Brasil. Naquele ano, porém, o Ministério da Pesca possuía 853.231 mil pescadores, todos recebendo o “seguro-defeso”, no valor de um salário mínimo por mês, durante quatro meses. Somente em Brasília, onde não existe mar nem rio, existiam sete mil falsos “pescadores” recebendo o benefício. Picaretagem da grossa. Mais que a pesca, a aqüicultura vem se destacando na agenda do futuro da alimentação humana. O motivo é óbvio: os cardumes naturais de peixes e crustáceos se esgotam, mundialmente, devido à pressão exercida pela pesca tradicional, frente à crescente demanda da população. Produzir pescados em cativeiro, bem como reproduzir outros organismos de água doce ou salgada, virou atividade promissora. Ampara-a o extraordinário avanço tecnológico na nutrição e na genética dos mesmos. Basta ver o delicioso, e relativamente barato, filé de saint peters, uma espécie de tilápia, na gôndola dos supermercados. Ou o avermelhado salmão chileno. Surgiram também as “fazendas” de camarão. Instaladas em manguezais ou regiões lagunares próximas ao litoral, especialmente no Nordeste, a carcinocultura, como se denomina tal criação, passou a abastecer o mercado com o camarão “cinza”, menos saboroso, porém bem mais barato que as espécies marinhas. Resultado: democratizou-se o consumo do camarão fresco. Dessa história de sucesso também participam as algas, mexilhões, ostras. Sensacional. Dados oficiais mostram que, da produção brasileira de pescado (2013), 38,4% já se originam da piscicultura. E, desta, grande parte (82%) se origina nas águas continentais, não nas marinhas. Em todo o mundo, a aqüicultura responde por quase metade (48,9%) das carnes de pescado. A China responde, sozinha, por 62% da aqüicultura mundial, seguida da Índia (6,3%). O Brasil, após uma década de Ministério, manteve seu distante 12º lugar no ranking mundial, com cerca de 1% da produção total. Existe, sim, enorme potencial para crescimento da aqüicultura nacional. A posição é unânime entre os estudiosos do assunto, que defendem maior apoio ao setor, com novos marcos regulatórios, mais pesquisas e financiamento das atividades. Muita proteína de excelente qualidade se esconde nessa virtuosa equação. Foi daí que alguém teve a ideia de criar um Ministério. Lula a capturou para servir à sua lógica política. Um desastre. Nada comprova que a nova estrutura de gestão tenha influenciado a realidade produtiva. Durante sua existência, planos maravilhosos foram lançados, em lindas cerimônias. Prometeram-se mundos e fundos. Mas a produção nacional de pescado cresceu, no período, abaixo de 2% ao ano. As importações se elevaram. Cresceu, mesmo, o desperdício de dinheiro público. Fora o vexame internacional. Em 2014, a Controladoria Geral da União (CGU) divulgou auditoria apontando uma série de irregularidades na Pasta, incluindo a divulgação de dados falsos sobre a produção pesqueira e aquícola nacional. Informações mentirosas foram encaminhadas para a FAO, Fundação das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, e para a Comissão Internacional para Conservação do Atum Atlântico (ICCAT). Vergonhoso. Talvez agora, libertadas dos esquemas safados, a pesca e a aqüicultura se expandam de verdade. Os brasileiros merecem. Não apenas apreciar em sua mesa as delícias criadas nas águas, ou obtidas na pesca sustentável, mas também viver longe desses peixes podres da política nacional. Fonte: Xico Graziano: www.xicograziano.com.br A produção de grãos 2016/2017 está entre 210,9 e 215,1 milhões de toneladas Segundo levantamento da safra divulgado pela Conab mostra crescimento da produção de 15,6% em relação à safra anterior A estimativa da safra 2016/17 de grãos pode variar de 210,9 a 215,1 milhões de toneladas, de acordo com o 2º levantamento da safra, divulgado nesta quinta-feira (10), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O crescimento da produção poderá ser de até 15,6% em relação à safra anterior, que foi de 186,1 milhões. Também há previsão de ampliação da área total plantada, que deve se situar entre 58,5 e 59,7 milhões de hectares, o que representa um crescimento de até 2,3%, se comparada com a safra 2015/16. Com exceção do algodão e do amendoim primeira safra, todas as demais culturas de primeira safra tiveram incremento de área plantada. O milho primeira safra deverá ter uma produção de 4,7 a 10,4% superior à passada, alcançando de 27,1 a 28,6 milhões de toneladas. Já o arroz, com a retomada de áreas não cultivadas, registra uma perspectiva de produção entre 11,5 e 12,1 milhões de toneladas, superior à safra passada entre 8,4 e 13,9% , enquanto o feijão primeira safra, também com incremento de área, poderá ficar entre 1,2 a 1,3 milhão de toneladas. A produção é também superior entre 17,3 e 24,4% em relação à última safra. A projeção para a soja é de crescimento de 6,5 a 8,5% na produção, podendo atingir 103,5 milhões de toneladas. Já a produção de algodão pluma deve crescer de 8,1 a 14,8% e pode chegar a 1,5 milhão de toneladas, apesar da redução entre 6,9 e 1% na área cultivada. Safra de inverno 2016 – Para a safra de inverno 2016, o trigo é o destaque e a produção deverá ser de 6,3 milhões de toneladas, ou seja, 14,5% superior à safra passada. No caso da cevada, há uma leve redução de área, mas a produção será de 331 mil toneladas, com a recuperação da produtividade. A canola e o triticale também apresentaram aumento de área e produtividade. A primeira deve produzir 75 mil toneladas e o segundo, 65,7 mil toneladas. Fonte: FAEP Governo não registra pedido de importação de milho de fora do Mercosul sem tarifa O governo federal liberou até 31 de dezembro a importação de até 1 milhão de toneladas de milho Nenhum importador brasileiro de milho solicitou até o momento cotas para aquisição do grão de fora do Mercosul sem impostos, sinalizando que é discreta, ou nula, a movimentação para eventuais compras do cereal dos Estados Unidos, mostraram nesta segunda-feira dados do Ministério de Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic). Desde abril, importadores têm à disposição uma isenção de tarifa para compras de milho de fora do Mercosul, que habitualmente deveriam pagar 8%. O governo federal liberou até 31 de dezembro a importação de até 1 milhão de toneladas de milho sem essa tarifa. Contudo, para obter o benefício, é necessário fazer uma requisição junto ao ministério. Relatório da pasta atualizado até a última segunda-feira (14) mostra que não houve nenhum pedido até 9 de novembro. As compras de milho de fora do Mercosul são apontadas como uma alternativa para produtores de aves e suínos do Brasil que enfrentam preços elevados para o grão no mercado doméstico, após frustração de safra no país e fortes exportações entre o final de 2015 e o início de 2016. Um importante impedimento para as importações dos EUA foi retirado no início de outubro, quando a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou o uso de três variedades de milho transgênico norte-americano para produção de ração no Brasil. Na semana passada, da agência Bloomberg disse, citando fontes, que a JBS, BRF e a cooperativa Aurora, as três maiores indústrias de aves e suínos do país, uniram-se para comprar dois carregamentos de milho dos Estados Unidos, totalizando 60 mil toneladas. Nos dez primeiros meses do ano, as importações de milho pelo Brasil somam 1,91 milhão de toneladas, alta de 607% ante mesmo período de 2015, configurando os maiores volumes da história. As importações são provenientes, basicamente, do Paraguai e da Argentina, parceiros de Mercosul que podem negociar o produto com o Brasil livres de tarifas. Fonte: FAEP 96 97 100 101 102 103 104 105 106 107

[close]

p. 8

8 Dom Orlando Brandes é nomeado novo Arcebispo da Arquidiocese de Aparecida O Papa Francisco aceitou nesta quarta-feira, dia 16 de novembro, a renúncia do Cardeal Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis. E, nomeou como novo arcebispo Dom Orlando Brandes, transferindo-o da Arquidiocese de Londrina, no Paraná. Dom Damasceno havia apresentado renúncia em fevereiro de 2012, quando completou 75 anos, conforme prevê o direito canônico. E, até a posse do novo arcebispo, marcada para o dia 21 de janeiro de 2017, ficará na Arquidiocese de Aparecida como Administrador Apostólico. Em entrevista ao vivo a Rádio Aparecida, na manhã de hoje, Dom Orlando falou sobre sua transferência para Aparecida. "Quero acolher essa nova missão que me foi confiada pelo Papa Francisco. O primeiro objetivo é conhecer o rosto da Arquidiocese de Aparecida". "Me sinto muito feliz por tê-lo por sucessor. Terá uma especial proteção de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. Lhe desejo que tenha um ministério muito frutuoso em Aparecida", afirmou Dom Raymundo Damasceno a Dom Orlando. História de Dom Orlando Dom Orlando Bran- des nasceu em 13 de abril de 1946 em Urubici, SC. É filho de Gregório Brandt e Hilda Morais Brandt (falecidos). Tem seis irmãos. Após o curso primário ingressou no Seminário João Vianney, de Lages. Em 1968 concluiu Filosofia na UCP em Curitiba. Fez seus estudos teológicos na Universidade Gregoriana e na Academia Alfonsiana (Roma) especializando-se em Teologia Moral em 1973. Recebeu a ordenação sacerdotal em Francisco Beltrão (PR) em 6 de julho de 1974. Foi professor de Teologia Moral e Dogmática no Instituto Teológico de Santa Catarina (Itesc) de 1974 a 1994. Vice-diretor do Itesc (1974-1982) e seu diretor (1982-1984). Diretor do Seminário Teológico (1987- 1987), orientador do Seminário Dom Honorato Piazera (1990-1994), presidente, vice-presidente e Juiz do Tribunal Eclesiástico Regional de Florianópolis. Assistente Espiritual do Seminário Nossa Senhora de Guadalupe da Diocese de Joinville, em Florianópolis. Pregador de retiros espirituais. Auxiliar na Catedral Metropolitana. Animador de diversos cursos de teologia e, por espírito missionário, passava suas férias escolares em diversas paróquias carentes no Estado e também na Bahia, Mato Grosso, Acre e Piauí. Foi eleito pelo Papa João Paulo II no dia 9 de março de 1994 como 3° bispo diocesano de Joinville. Escolheu como lema: “Somos operários de Deus” (1 Cor 3,9). A ordenação episcopal e posse ocorreu no dia 5 de junho de 1994 na Catedral São Francisco Xavier em Joinville, dia de São Bonifácio. No dia 10 de maio de 2006, o Papa Bento XVI nomeou Dom Orlando Brandes Arcebispo de Londrina. A tomada de posse como 4º Arcebispo da Arquidiocese de Londrina aconteceu no dia 23 de julho de 2006. Fonte: Arquidiocese de Aparecida D. Orlando Brandes em celebração no Santuário de Aparecida por ocasião da Festa da Padroeira 2016 em outubro - Thiago Leon "Sem a generosidade de vocês nada seria possível" Nós da PASTORAL DO IDOSO – Grupo Idade de Ouro, queremos agradecer imensamente à colaboração de todos os comerciantes que, através da doação de brindes, alimentos, prestações de serviços, colaboraram para o sucesso de nosso Chá/Bingo e Bazar de Artesanato Anual. “Comece fazendo o que é NECESSÁRIO, depois faça o que é POSSÍVEL, de repente estaremos fazendo o IMPOSSÍVEL”. São Francisco de Assis. Nossa homenagem e o nosso Adeus Sem palavras para descrever tantas demonstrações de carinho, pela passagem do meu pai HELIO MANGANOTTI. Durante esses mais de 60 dias de uti, as orações, as doações de sangue, enfim, o cuidado comigo e com minha família....... E ele foi morar com o Pai. Lutou bravamente pela sua vida. Foi exemplo de honestidade, humildade, amor ao próximo. Foi guerreiro, ao lado de minha mãe, construindo um lar, edificado na rocha, pois em primeiro lugar estava Deus. Até na hora de sua morte, só pensou na família, pois tenho certeza que esses mais de 60 dias que vc lutou bravamente na uti, foi para o fortalecimento da sua família. Nesse ano da Misericórdia, Deus te levou. Por nós e por vc. Amor sem fim. Descanse amado paizinho. O céu está em festa. Obrigada em nome da nossa família. Silvana Manganotti Brolio Rolândia, 19 a 25 de novembro 2016 ESPECIAL 06 ESPECIAL 07 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119

[close]

Comments

no comments yet