Jornal Bom Dia

 

Embed or link this publication

Description

8 novembro 2016

Popular Pages


p. 1

TERÇA-FEIRA 08 DE NOVEMBRO DE 2016 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.103 - Ano XVIII - Fechamento: 18h00 Sol, alternando com pancadas de chuva e possíveis trovoadas MÁXIMA: 29ºC MÍNIMA: 19ºC www.bomdiaonline.com Anteprojeto para incentivar a cultura em Monlevade é aprovado pela Câmara Página 6 A FESTA DO ANO Mantendo a tradição, o evento “Costelão do Dindão Aniversário Solidário” foi o maior sucesso. A festa, que aconteceu em João Monlevade no último sábado, trouxe aos presentes muita descontração e alegria. Músicas de qualidade, choop Prússia e o assado de fogo de chão foram atrações. Confira as fotos no bomdiaonlie.com Imagens do evento no www.bomdiaonline.com COMUNICADO BOLSA FAMÍLIA A Prefeitura de João Monlevade, através da Secretaria de Assistência Social, solicita às famílias beneficiárias do Bolsa Família, moradoras dos bairros Planalto e Nova Esperança, que procurem a Secretaria até o dia 20 de novembro para pesagem obrigatória. As famílias deverão apresentar, para crianças menores de 07 anos, o cartão de vacina e, para as gestantes, o cartão do pré-natal e o cartão do Bolsa Família.

[close]

p. 2

BOM DIAterça-feira, 08 de novembro de 2016 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com Os enlameados de Mariana Obviamente é força de expressão dizer que a imprensa é o “quarto poder”. Mas, sem nenhuma dúvida, a boa imprensa traz à lume fatos que podem movimentar os poderes institucionais da República. É o que ocorre com o início de uma série reportagens de O Estado de S. Paulo sobre as consequências humanas e sociais da queda da barragem da Samarco, em Mariana-MG. O bairro de Bento Rodrigues foi destroçado e, com ele, seus moradores. Sofrem todos e, principalmente, as crianças. São refugiados tácitos no coração histórico do Brasil. O primeiro noticiário impressiona e repugna. As crianças são “pés de Euler Junior/EM/D.A Press lama”. Os cartões de débito fornecidos pela Samarco são assemelhados a um cheque duvidoso. Boa parte dos moradores são “aproveitadores”, “caçadores de indenização”. Sempre que ocorrem tragédias dessa natureza, os defensores do responsável se apressam em dizer, nas contestações judiciais, que há extravagâncias dos miseráveis que encontraram seu “Eldorado”. Ralam-se as chagas. É o que ocorre com os moradores do Bairro, “como se eles fossem os responsáveis pela tragédia”, no dizer do jornalista Bruno Ribeiro. Ocorrida em 5 de novembro de 2015, lá se vai um ano. Para variar, os procedimentos judiciais estão verdes. Seguindo- -se o ramerrão de nosso judiciário entupido, espera de duas décadas não é previsão exagerada. Enquanto isso, não fosse o sofrimento, os moradores são discriminados pelo restante da população. “O cara tinha uma vaca, agora fala para a Samarco que eram cem”. “O rapaz disse que tinha um cofre cheio de dinheiro...”. Dizem-no diretamente às vítimas. Jornal da cidade fez eco às aleivosias. Os atingidos dizem se sentirem como os refugiados vistos na TV. Suas vidas se transformaram em idas e voltas entre o trabalho e a moradia. Num supermercado, visto o cartão da Samarco, lá vem “olha o povo do Bento”. O problema, diz a reportagem, recrudesce nas escolas. As crianças, no próximo ano, devem mudar para uma escola exclusiva, dadas as provocações. Entre esses desafortunados não se fala de “bullyng”. O Promotor da cidade abriu inquérito para investigar “o preconceito de alguns moradores de Mariana contra os atingidos que recebem auxílio financeiro da Samarco”. As ações judiciais propostas no ano decorrido visam combater os preconceitos e obter a justa indenização. Diz o promotor que há audiências mensais no fórum de Mariana, para discutir ações emergenciais. “Precisamos, logo, começar a tratar das indenizações”, diz o representante do Ministério Público. Pouco, muito pouco, para quem conhece as agruras foren- ses. À Samarco, como é óbvio, não se pode negar as garantias constitucionais do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa. “Logo”, pois, é ilusão. Perícias, em geral demoradas, serão necessárias. Provavelmente, os “pés de lama” atingirão a maioridade com os pés enlameados. Os reflexos sobre a saúde física e psíquica não precisam ser narrados. Voltamos, assim, ao fio da meada desta abordagem. As revelações da imprensa, que serão complementadas na série especial, dão oportunidade, a primeira, no Brasil, para o Poder Judiciário mostrar sua efetividade. E, este é o ponto principal, desde logo, sem salto de instâncias, ao Supremo Tribunal Federal, hoje presidido por uma Ilustre conterrânea das vítimas, Ministra Carmem Lúcia. Esta e o Tribunal, contudo, não podem agir sem serem provocados. A instituição mais adequada a provocar a ação do STF é a Procuradoria-Geral da República, conduzida pelo ilustre Procurador-Geral, Dr. Rodrigo Janot Monteiro de Barros. É necessária sua compreensão no sentido de que se apresenta, com muito relevo, a hipótese de uma “arguição de descumprimento de preceito fundamental”. Os detrimentados encontram-se lesados em direito constitucional fundamental, a dignidade da pessoa humana, con- templado no art. 1º, III, da Constituição Federal, e seus dispositivos complementares. Agir ou não agir, constitucionalmente, na mais alta esfera jurisdicional brasileira, o STF, eis a questão. Óbices processuais formais são facilmente superáveis, a fim de não impedirem um pronunciamento do STF. Temos que o pronunciamento é perfeitamente cabível. Na preservação de um direito fundamental, o STF pode determinar: (a) que o processo de Mariana tenha preferência absoluta sobre todos os demais, indiscriminadamente; (b) determinar à Defensoria Pública que designe um número mínimo de defensores para Mariana; (c) determinar a formação de uma equipe de peritos; (d) determinar ao Tribunal de Justiça de MG que designe um juiz especialmente para cuidar do caso, e ao Ministério Público mineiro mais promotores etc. Tais determinações podem ser exaradas liminarmente pela maioria da Corte Suprema. A Justiça brasileira sairia de sua clássica letargia e demonstraria ao mundo que respeitamos os direitos humanos e que somos uma nação juridicamente civilizada. Amadeu Roberto Garrido de Paula, advogado e membro da Academia Latino-Americana de Ciências Humanas.

[close]

p. 3

BOM DIAterça-feira, 08 de novembro de 2016 3.cidade Moradores de Mariana e Barra Longa participarão de exercícios para autoproteção em caso de rompimento de barragens Mariana - Hoje e amanha, 9, serão realizados exercícios simulados nas cidades de Mariana e Barra Longa, respectivamente. O foco é a preparação para atuação dos órgãos do sistema de proteção e defesa civil e da comunidade, em seguimento aos exercícios já realizados no mês de março do corrente ano. Considerando a necessidade de coordenação e controle, bem como da garantia de segurança de todos os participantes, todo o ambiente da simulação será controlado, de modo que os perímetros estarão com acesso restrito aos órgãos participantes e aos membros da comunidade. Divulgação Internet / Veja.com Todo o ambiente da simulação será controlado, de modo que os perímetros estarão com acesso restrito Câmara de Monlevade apoia a campanha Novembro Azul Acom CMJM João Monlevade - A Câmara Municipal de João Monlevade reforça, mais uma vez, seu apoio à campanha Novembro Azul. Durante todo este mês, a fachada do prédio do Legislativo monlevadense irá receber iluminação na cor azul. O objetivo é conscientizar os homens sobre prevenção e tratamento de doenças relacionadas à saúde masculina, em especial sobre o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Importante destacar que durante todo mês de outubro, a fachada da Casa Legislativa ficou iluminada no tom rosa, em alusão à campanha do Outubro Rosa.

[close]

p. 4

BOM DIAterça-feira, 08 de novembro de 2016 4.esporte Saindo do sufoco Depois de ficar seis rodadas na zona de rebaixamento o Cruzeiro até que em fim pode dar uma respirada pelo menos por instantes. Dependendo ainda do resultado da partida de ontem entre Corinthians e Vitória no Itaquerão. A vitória por 2 x 1 contra o Figueirense, com gols de Henrique Ábila, o cruzeiro buscou fora três pontos importantes, como diz o Mano, o importante é somar pontos. Numa bobeira nos minutos finais cometida por Henrique, mas os jogadores Cruzeirenses seguraram a bola fazendo passar o tempo, mas eu e muitos Cruzeireses ficamos. Preocupado. No jogo contra o Figueira o Lucas França fez defesas importantes, algumas rebatidas , mas a defesa celeste atenta sempre protegendo, na minha opinião ele foi o nome do jogo. E no domingo pela manhã o Fábio passou pela cirurgia, esta passando bem e em breve começa a fisioterapia na Toca 2, a expectativa e que ele volte em 8 meses. O Cruzeiro volta a jogar pelo Brasileiro no domingo 11h no Mineirão contra o Santa Cruz, é um jogo de SEIS pontos e com certeza um público de mais de 35 mil pagantes. Como dise o amigo Argentino e torcedor do Boca e diretor, num bate papo no face ele falou que o Ábila é muito bom, goleador é artilheiro, uma coisa importante ainda que diz, ele no mínimo marca em todos os jogos, se não me engano é o quarto gol marcado no Brasileiro. Há muito não falava dos leitores cruzeirenses, começar pelo meu sobrinho Rodrigo Brno em são Paulo, Angelo Mota e sua esposa Tãnia em Ipatinga, Luis Oliveira e a esposa Cida e as filhas em BH, Rogério e seu pai Tião no Mundo dos Esportes, Raimundo e Letinho no Ulete Mota, Pastor Tarcisio da igreja do Evangelho pleno. Gustavo da Ótica novo Mundo, Evaldo Silva, Gabriel e Camila e Márcia em Itabira, Weber e Florêncio na Alternativa, Roney alcantra, Lucas Msartins na Radio Cultura, Geraldo Giovane, Vitor Gomes e Marl, também Kiára e Guilherme e Vitória-ES, minha Cunhada Graça no Auto Posto Bela Vista, Lucrécia e Zé Geraldo do Espinhaço na Comunicativa 87.9fm, programa na Boca do Povo, Gilson Eloi do Oceleste. Copa do Brasil é obrigação Contra o Coritiba, o Galo não entrou em campo pra vencer. Foi moroso e burocrático no primeiro tempo. Inofensivo. Acordou após levar o primeiro gol, na etapa final. Mesmo assim, sem qualidade. Praticamente fora da disputa do título do Brasileirão, a Copa do Brasil virou obrigação. Marcelo Oliveira não justificou sua vinda para o Atlético. Sempre reclamou que não lhe foi uma dada oportunidade e, quando acontece, desperdiça. Tem um bom plantel à sua disposição, mas não sabe escalar e nem substituir. Jogar com Patric é o mesmo que jogar com um a menos. Não marca, não ataca e muito atrapalha. Horrível! Erazo tem falhado muito, mas seus reservas imediatos são piores. Rafael Carioca esqueceu seu futebol refinado na Seleção. Só pode. E jogadores como Robinho e Fred não podem figurar em um banco de reservas. Certamente, a diretoria não vai permitir atuações como do último domingo. É, no mínimo, desrespeito à Massa. A equipe terá alguns dias de folga até o duelo contra o Palmeiras, dia 17 próximo, às 21 horas, em Belo Horizonte. Quanto às finais da Copa do Brasil, contra o Grêmio, o primeiro confronto será em Belo Horizonte, dia 23, e o segundo, em Porto Alegre, 30 de novembro, ambas às 21h45. Até semana que vem! Saudações Atleticanas Carlos Augusto - Gugu carlosaugustorochavieira@yahoo.com.br Rápidas: • Uniforme número 3 do Galo, lançado no último domingo, em Curitiba. Foto: www.atletico.com.br Na foto hoje destacamos meu sobrinho Douglas Graciano,a esposa Liliane a filhinha de 6 meses Alice, hoje residindo nos Estados unidos.

[close]

p. 5

BOM DIAterça-feira, 08 de novembro de 2016 5.cultura João Monlevade recebe curso para formação de conselheiros municipais de Cultura e Patrimônio Marley Mello O curso A qualificação dos conselheiros municipais mineiros conta com os seguintes eixos temáticos: Estado e Sociedade, Princípios da Administração Pública, Conselhos de Políticas Públicas, Políticas de Cultura e Políticas de Patrimônio. O projeto concebido pela Faculdade de Políticas Públicas (FAPP) da Uemg frisa a compreensão histórica e política dos espaços democrá- ticos de participação social. Serão discutidas e apresentadas informações técnicas e jurídicas sobre as atribuições e competências dos conselhos municipais. O pioneirismo da ação contribui para o processo de institucionalização do Sistema Estadual e Municipal de Cultura em Minas Gerais. O regulamento garante, durante o processo de seleção, prioridade aos municípios que já aderem ao Sistema Nacional de Cultura. Seguindo as diretrizes de regionalização balizadoras do Governo Fernando Pimentel, o equilíbrio na distribuição das vagas entre os 17 territórios de desenvolvimento do Estado de Minas Gerais será também considerado. Os conselheiros escolhidos deverão ter escolaridade mínima de nível médio e receberão, ao final dos seis meses de curso, os certificados de Qualificação Profissional e de Atualização. Curso serão realizado em Monlevade no dia 23 João Monlevade - João Monlevade é uma das cinco cidades que vão receber o curso de Formação de Conselheiros Municipais de Cultura e Patrimônio. A iniciativa é da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), por meio da Superintendência de Interiorização e Ação Cultural. As aulas começaram ontem em Divinopólis. O curso passa ainda por Diamantina, no Vale do Jequitinhonha (dia 10), Passos, no sudoeste do estado (dia 17) e Leopoldina (dia 30). Em Monlevade as aulas serão no dia 23. Após os primeiros encontros, os alunos vão continuar o treinamento por meio virtual. A iniciativa, junto ao Ministério da Cultura, tem apoio da Universidade do Estado de Minas Gerais e oferece 320 vagas para trazer efetividade à participação social na cultura mineira. A capacitação gratuita terá carga horária total de 160 horas e duração de seis meses. Gabarito do ENEM será divulgado amanhã Geral - O gabarito do Exame Nacional do Ensino Médio, realizado no final de semana, será divulgado amanhã (9), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela organização da prova. Já o resultado oficial só será divulgado no dia 19 de janeiro. Somente em 2017 os estudantes poderão saber o desempenho que tiveram em cada uma das quatro provas: Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática. A nota da redação, que esse ano teve como tema “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”, também será divulgada em janeiro. Resultado Final Mesmo com o gabarito em mãos, os candidatos não conseguiram saber a nota que tiraram porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada item. O valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil, e por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar uma questão com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por aquele item. Dessa forma, o candidato só saberá sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final, em janeiro. De acordo com o INEP, exatos 5.848.619 dos 8.356.215 estudantes inscritos participaram o ENEM. A abstenção foi de 30,01%. Não entraram nesse percentual os estudantes que vão fazer as provas em dezembro devido à ocupação de escolas em todo o país. As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e bolsas no ensino superior privado no Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

[close]

p. 6

BOM DIAterça-feira, 08 de novembro de 2016 6.cultura Anteprojeto que objetiva incentivar a cultura em João Monlevade é aprovado pela Câmara Municipal Acom CMJM A matéria é de autoria do vereador Guilherme Nasser (PSDB) Os vereadores da Câmara de João Monlevade aprovaram, por unanimidade, o anteprojeto de Lei nº03/2016, denominado “Cultura na Praça”. A matéria, de autoria do vereador Guilherme Nasser (PSDB), foi aprovada no último dia 3 e tem como objetivo democratizar o acesso às manifestações artístico-culturais e de valorizar a produção artística e cultural em João Monlevade. Ainda conforme redação do anteprojeto, a proposta de execução é por meio da Fundação Casa de Cultura. Desta forma, ao menos uma vez por mês, o órgão deverá promover um evento cultural, com apresentação e/ou exposição gratuita à população de manifestações artísticas como música, dança, escultura, pintura, teatro, literatura, fotografia, cinema, arte digital, entre outros. Para tanto, deverá ser adotado um critério de rotatividade em praças de diferentes regiões da cidade. “Assim garantimos o acesso à cultura nas diversas comunidades. João Monlevade é berço de vários artistas. Nada mais justo do que fazer de nossa terra o palco para eles”, destacou Guilherme. Outra matéria que estava pautada para votação na reunião ordinária é a proposta de veto total à proposição de lei complementar nº10/2016, referente ao Código Tributário do município. Desta vez foi o vereador Belmar Diniz (PT) quem pediu vista ao projeto. Arquivo / Sérgio Henrique Braga Anteprojeto preve eventos culturais em toda a cidade

[close]

Comments

no comments yet