CURSO PLANEJAMENTO NA SALA DE AULA PARA OS COORDENADORES PEDAGÓGICOS DA E/SUBE/CRE01 OS INDICADORES COMO FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO.

 

Embed or link this publication

Description

Trabalho elaborado de textos do Professor Carrilho do Curso PLANEJAMENTO NA SALA DE AULA Para os Coordenadores Pedagógicos da E/SUBE/CRE01 Angela dos Santos Araújo – Coordenadora Pedagógica do CIEP 01.02.502 Avenida dos Desfiles – Sambódromo – Rio de J

Popular Pages


p. 1

curso planejamento na sala de aula curso planejamento na sala de aula para os coordenadores pedagÓgicos da e sube cre01 para os coordenadores pedagÓgicos da e sube cre01 os indicadores como ferramentas de avaliaÇÃo prof carlos henrique carrilho cruz indicadores são formas concretas visíveis ações atitudes processos práticas estruturas de se verificar a existência de valores e princípios não observáveis diretamente os indicadores têm três aplicações importantes num processo de planejamento educacional 1

[close]

p. 2

1 tornam mais claros os conceitos expressos no marco de referência da instituição ou do trabalho de sala a de aula 2 ao caracterizarem concretamente formas visíveis que assumem os conceitos valores e princípios do referencial se tornam ferramentas de avaliação 3 as formas concretas que tornam claros os conceitos princípios ou valores indicam os possíveis caminhos de construção desses valores e princípios e com isso os indicadores sinalizam a metodologia de ação para a sua construção pelo exposto se caracteriza a importância da construção dessa ferramenta para um trabalho coerente na escola podemos construir os indicadores fazendo uma pergunta e as respostas que podemos dar Á pergunta feita se constituem nos indicadores 2

[close]

p. 3

i como construir os indicadores vamos às perguntas que podemos fazer para construir os indicadores como É que eu sei que um aluno É participativo em sala de aula ou então que atitudes e prÁticas demonstram que o aluno participa da aula as respostas que os professores derem são os indicadores da participação observe-se que cada grupo de professores de uma série ou de uma disciplina ou área de conhecimento deve elaborar os indicadores dos valores que desejam alcançar com o seu trabalho na escola atenção a três aspectos importantes 3

[close]

p. 4

a realidade nÃo pode ser reduzida a aspectos visÍveis isto é a realidade não é apenas aquilo que vemos É importante que o professor observe cotidianamente os alunos de forma atenta pois pode haver formas não convencionais de expressão de um valor ou princípio não visíveis diretamente e que na realidade existem É necessÁrio um conjunto de indicadores para sinalizar a presenÇa do valor ou princÍpio a presença de um ou dois indicadores somente não significa a presença do valor desejado os indicadores não são propriedade de um valor um indicador pode servir para sinalizar a presença de valores diferentes assim pode-se considerar que potencialmente estão em situação de risco alunos que demonstrem de forma sistemática e constante ou recorrente algumas das atitudes abaixo relacionadas É bom ressaltar que como um estudo introdutório é necessário complementar alterar ou modificar os indicadores citados abaixo vale lembrar ainda mais uma vez que é necessário um conjunto de indicadores para se caracterizar um risco potencial há situações ou atitudes listadas que podem ser consideradas até normais ou aceitáveis em outros contextos sócio geográficos 4

[close]

p. 5

indicadores de risco social ausência de estrutura familiar pai ou mãe envolvido em situações de limite social droga desemprego constante prisão etc ausência de uma pessoa como referência na família desinteresse constante pelos estudos em várias disciplinas notas baixas em todas/maioria das disciplinas agressões verbais e físicas a colegas e/ou professores atitudes de ameaças de agressão e de desrespeito a colegas e professores desrespeito sistemático e infração constante às normas da escola postura de enfrentamento quando se sente ameaçado círculo restrito de amigos e colegas na escola com características negativas parecidas com as suas liderança negativa entre o grupo olhar e atitudes dissimulados e evasivos mentiras sistemáticas e não assunção de responsabilidade por suas atitudes demonstração de aceitação da liderança e admiração por bandidos ou ídolos de cinema ou personagens históricos que simbolizam violência imitação em gestos e palavras de líderes marginais na sociedade atitudes ou ações que sinalizam distúrbio emocional grave não aceitação de ajuda de psicólogos orientadores educacionais ou outros profissionais da área histórico de humilhação em família escola ou em grupos sociais demonstração de sentimento de menos valia social 5

[close]

p. 6

uso ou ameaça de uso de objetos comuns como instrumentos de agressão isolamento social e dificuldade sistemática de participação em grupos atitude aparentemente passiva frente a agressões de colegas atitudes constantes de fechamento em si mesmo os indicadores podem ser aplicados a qualquer instituição seja escola seja empresa seja hospital ong´s ou oscips como é da natureza dos indicadores ele pode ser utilizado com instrumento de avaliação por isso a aplicação à avaliação institucional feita a seguir 6

[close]

p. 7

indicadores de avaliaÇÃo institucional como ferramenta de avaliação os indicadores podem ser aplicados ao processo de avaliação institucional exemplo para indicadores institucionais que práticas e atitudes demonstram que a gestão da escola é democrática respostas possíveis que indiquem se a gestão está sendo democrática gestão da escola à luz de um processo de planejamento participativo administração colegiada da escola concepção de escola como um bem público e não como propriedade pessoal respeito e acolhimento de ideais e sugestões de professores e funcionários tratamento educado e gentil com pais funcionários professores e alunos delegação de poderes e cobrança de resultados de forma coerente com o projeto político pedagógico transparência nas questões relativas à gestão financeira da escola envolvimento e estímulo à participação de professores e funcionários na elaboração do projeto político pedagógico administração transparente e coerente com os fins expressos em seu projeto político pedagógico 7

[close]

p. 8

incentivo e apoio público aos professores que buscam inovar e ousar em sua prática pedagógica respeito à liberdade e incentivo à autonomia para alunos e professores valorização e estímulo a ações e atitudes coerentes com a justiça e a ética incentivo e facilitação à participação de cursos seminários e encontros de capacitação profissional coerentes com o projeto político pedagógico da escola diálogo aberto franco e sincero entre direção professores funcionários e alunos presença ativa e apoio concreto aos movimentos comunitários de resistência e ou libertação cessão de espaço físico e incentivo e promoção de ações culturais para e com a comunidade outras respostas a essa mesma pergunta dadas por professores de outra instituição sobre o mesmo valor ­escola democrática foram os seguintes construção conjunta do projeto político pedagógico decisões importantes tomadas em conjunto pela direção e coordenação pedagógica e conselho escola comunidade à luz do projeto político pedagógico consulta sistemática ao conselho escola comunidade apm ou outros órgãos representativos presença ativa de grêmio estudantil e associação de pais e professores na escola liberdade de posicionamento dos representantes em assuntos importantes na escola mobilização dos professores em assuntos relativos à gestão da escola e da prática em sala de aula existência e atuação de representantes dos funcionários administrativos junto à direção reuniões periódicas para discutir os rumos e avaliar o trabalho da escola 8

[close]

p. 9

ainda dentro de avaliação institucional podemos dar outro exemplo de indicadores de um valor como competÊncia administrativo-pedagÓgica.1 conhecimento e prática de gestão de pessoas processos e relações em instituição pública e ou privada domínio dos processos teórico-metodológicos assumidos no projeto político pedagógico ou no projeto político institucional leitura atualizada e assídua de literatura educacional e de administração liderança por competência no ambiente de trabalho sensibilidade firmeza e discernimento nas situações de conflito incentivo e orientação prática aos professores domínio dos processos de avaliação coerentes com o projeto político pedagógico da escola indignação ética com os baixos resultados dos processos de ensino-aprendizagem participação pessoal e incentivo à participação de professores em simpósios encontros e cursos na área da educação maior valorização dos acertos do que dos erros nos trabalhos da instituição domínio dos fundamentos teórico das propostas educativas desenvolvidas na instituição interferência crítico-construtiva nos processos pedagógicos sob sua responsabilidade como gestor atenção cuidadosa aos problemas apresentados por pais professores alunos e funcionários encaminhamento de solução concreta aos problemas apresentados preocupação com soluções e não com culpados nas tensões ocorrentes na instituição zelo pela estrutura física e equipamentos da instituição manutenção atualizada dos registros do patrimônio da escola coordenação e supervisão do trabalho das merendeiras serventes e funcionários de apoio da escola 1 alguns dos indicadores listados servem para escolas outros se aplicam a instituições de ensino superior e com modificações podem ser aplicados a instituições de outra natureza como hospitais empresas e ong s ou oscips 9

[close]

p. 10

planejamento conjunto com a equipe sobre a destinação das verbas disponibilizadas para a escola aplicação adequada da verba destinada à escola transparência rigor e clareza na prestação de contas do dinheiro aplicado na instituição ii utilizando os indicadores para elaborar o diagnÓstico esse princípio vale para a instituição e vale para os processos do trabalho da aprendizagem em sala de aula o processo de elaboração do diagnóstico obedece às seguintes etapas 1 construção do referencial 2 elaboração dos indicadores 3 construção do diagnóstico para a elaboração do texto do diagnóstico tomam-se os indicadores e se levantam questões sobre eles 10

[close]

p. 11

exemplo a atÉ que ponto a direção toma decisões importantes em conjunto pela direção e coordenação pedagógica e conselho escola comunidade fatos e situações que mostram que vamos indo bem neste aspecto fatos e situações que mostram que vamos indo mal neste aspecto causas do que vai bem causas do que vai mal exemplo b atÉ que ponto essas decisões são tomadas à luz do projeto político pedagógico fatos e situações que mostram que vamos indo bem neste aspecto fatos e situações que mostram que vamos indo mal neste aspecto causas do que vai bem causas do que vai mal exemplo c atÉ que ponto valorizamos mais os acertos do que dos erros nos trabalhos da instituição indicador de competência pedagógica listado acima fatos e situações que mostram que vamos indo bem neste aspecto causas do que vai bem causas do que vai mal que fatos e situações mostram isso fazemos essas perguntas para cada um dos indicadores elaborados pelo grupo pode-se perceber que o diagnóstico que emerge das questões toca em aspectos significativos da vivência concreta da escola que foi detalhada de certa forma nos indicadores e aprofundada no diagnóstico na maioria das vezes as necessidades da instituição surgem nos detalhes nas circunstâncias e não nos fatos ou acontecimentos em si 11

[close]

p. 12

os indicadores se constituem portanto em excelente ferramenta de avaliação que pode por sua vez contribuir com a transformação da prática da escola iii conclusÃo provisÓria a construção dos indicadores é uma etapa do processo de planejamento que é um processo de construÇÃo de ideias vale lembrar que muitos manuais de didática falam em organização da prática de sala de aula previsão do que se vai fazer em sala distribuição equilibrada das ações e atividades adequadas ao tempo da aula e coisas parecidas essas definições de planejamento negam o essencial que é a ação intencional do professor quanto aos fins do que se propõe fazem em sala ao serem construídos os indicadores tornam claras as ideais ajudam a avaliar a prática e mostram o caminho pelo qual aquelas ideias podem ser construídas em sala de aula ou na instituição por isso a importância dos indicadores para a prática educacional dominar a técnica de elaboração dos indicadores será de grande ajuda aos que se dedicam ao trabalho de gestor de conhecimento de processos e de pessoas numa instituição referÊncias bibiliogrÁficas gandin danilo a prática do planejamento participativo petrópolis vozes 1992 gandin d e cruz c.h.c planejamento na sala de aula petrópolis vozes 1995 gandin d indicadores sinais da realidade no processo de planejamento sp loyola 2002 12

[close]

p. 13

a elaboraÇÃo do planejamento na sala de aula subsídios teórico-metodológicos na elaboração do plano de sala de aula chamamos o referencial de marco pedagÓgico ao sinalizar os fins a razão de ser do que se faz em sala de aula o marco pedagógico sinaliza a metodologia a linha de ação o espírito que deve dar vida à prática em sala de aula se por exemplo você afirma no marco pedagógico que deseja ajudar a que os alunos se constituam como seres críticos e competentes para uma atuação produtiva na sociedade esse desejo indica que você optou por uma prática em sala de aula aberta ao questionamento à crítica a perguntas você escolheu fazer da pesquisa um caminho de construção do conhecimento a forma de elaboraÇÃo do marco pedagÓgico o marco pedagógico deve ser construído pelos professores em conjunto num processo participativo o rigor metodológico é fundamental para o bom êxito do trabalho essa proposta metodológica de construção se pauta no princípio da educação libertadora apropriação individual do saber e da produção coletiva 13

[close]

p. 14

questÕes para provocar idÉias para a elaboraÇÃo do marco pedagÓgico de sÉrie disciplina ou curso leia todas as questões antes de começar a responder 1 quais os aspectos de sua disciplina série ou curso que são mais importantes para a formação do aluno como pessoa e como cidadão 2 qual o sentido social do conhecimento de que forma ele ajuda na compreensão da sociedade em suas múltiplas dimensões 3 no trabalho com esta disciplina série ou curso como deve ser a relação professor/aluno para que se ajude os alunos/as a alcançarem os fins propostos neste marco pedagógico 4 qual a abordagem qual a metodologia é mais adequada a esta disciplina série ou curso de foram a que ela ajude o aluno/a na compreensão e na inserção crítica e produtiva na sociedade em que vive 5 que competências esta disciplina série ou curso deve ajudar a que os alunos/as desenvolvam como instrumentos de participação ativa e crítica na sociedade 6 que forma de avaliação é adequada para a vivência dos fins a que você se propõe alcançar com o trabalho nesta série ou disciplina ou curso 7 com que elementos conhecimentos formas de ser e formas de agir esta disciplina contribuirá para ajudar a que o aluno construa sua identidade pessoal e social 8 de que forma sua disciplina pode ajudar a que o aluno assuma um compromisso social tais como participação sentido de igualdade respeito à diferença justiça fraternidade solidariedade e outros valores e princípios em coerência com o projeto político pedagógico da escola 9 como sua disciplina pode ajudar a que os alunos construam algum tipo de relação com a transcendência entendida em sua dimensão do sagrado do estético do sensível 10 que outros aspectos/ideias princípios ainda não citados você julga importante registrar para tornar o referencial mais adequado aos fins que você como pessoa e como cidadão se propõe alcançar com o seu trabalho em sala de aula ao responder às questões responda pensando na série turma ou curso em que trabalha na segunda etapa da elaboração do marco pedagógico os professores se reúnem por disciplina ou série/curso para reunir as idéias e elaborar o texto do marco pedagógico se houver apenas um professor na série é ele quem elabora o seu marco pedagógico quando há vários professores a elaboração obedece à metodologia participativa resposta individual e produção coletiva do texto o texto final do marco pedagógico deve ser resultado da construção coletiva do grupo 14

[close]

p. 15

É fundamental que todos participem de todas as etapas desde as respostas individuais à elaboração do texto do marco pedagógico em grupo o marco pedagógico primeira etapa do planejamento em sala de aula deve expressar com clareza as opções os desejos e a vontade dos professores em relação ao trabalho que ele desenvolve por isso os parágrafos do texto do marco pedagógico da disciplina série ou curso devem começar com verbos do tipo queremos defendemos desejamos estamos comprometidos estamos empenhados nada impede que o texto do marco pedagógico contenha princípios teórico-metodológicos defendidos pelos teóricos da educação contudo na seqüência da frase deve vir expressa com clareza a opção operativa isto é como o grupo deseja que aquele princípio seja colocado em prática ou ainda que linha metodológica ele fundamenta ou apóia e é assumida pelos professor es 15

[close]

Comments

no comments yet