121

 

Embed or link this publication

Description

Revista Budista - Budismo Primordial Honmon Butsuryu-Shu do Brasil

Popular Pages


p. 1

Ano 12 nº121 | setembro de 2016 PaOrlailmimpeípaídaadsas

[close]

p. 2

Expediente Ano 12 / Revista N° 121 / setembro 2016 Responsável Geral: Arcebispo Takassaky Nitiguen Editor: Kyohaku Correia Coordenador Site www.revistalotus.com.br: Gyouen Campos Coordenador Site www.budismo.com.br: Gyouun Vieira Colaborador: Gyouan Assis Colaboradora: Akemi Kawamata Contatos: budismo@budismo.com.br

[close]

p. 3

ÍNDICE 07 Palavras do Arcebispo 12 Bispo Suzuki Eishin 24 Bispo Yoshikawa Jyunshou 34 Monge Gyoushuu Tadokoro 44 Monge Gyouun Vieira

[close]

p. 4

4 | Revista Lótus

[close]

p. 5

Revista Lótus | 5

[close]

p. 6

6 | Revista Lótus

[close]

p. 7

Representando o Budismo nas Olimpíadas Arigatougozaimassu. Na atletas do mundo, num momenOlimpíada e Paralimpiada, to de alta tensão e necessidade. realizadas no Brasil entre Após darem o máximo de si em os meses de agosto e setembro, seus treinamentos e beirarem o o Budismo Primordial recebeu o limite do esforço físico, por fim honroso convite para represen- recorriam à força maior solici- tar o budismo nas salas religio- tando as orações. sas na Vila Olímpica no Rio de Janeiro. No início a proposta era ficar apenas dentro da sala religio- Ocorre que, em caso de Olim- sa. No entanto, percebemos píadas, independente do país, o que além de atender dentro da Comitê Olímpico solicita o aten- sala religiosa era interessante dimento religioso aos atletas. atender em meio à circulação Para isso costuma reservar uma na Vila Olímpica. Eram milhares sala religiosa ao Budismo, Cato- de atletas que circulavam e que licismo, Judaísmo e Islamismo, também nos assistiam. Alguns consideradas as maiores religi- chegavam a pedir orações mes- ões do mundo. mo em meio a nossa circulação. Os Pedidos para tirar fotos de Essa surpresa e experiência lembrança também, eram tan- foi extremamente gratificante. tos que chegávamos a levar ho- Pois, além de conhecer atletas ras para retornar à sala religiosa de vários países, conseguimos após a saída. atender o anseio dos maiores Estive presente na Vila Olímpica Revista Lótus | 7

[close]

p. 8

ありがとうございます。 念写真を撮ってくれと頼まれたり、 歩道でもいいから、幸運や勝利をも たらす祈りを頼んできたりでした。 去る八月から九月まで、ブラジル・ その人数は多すぎて、宗教サービス リオで開催された、オリンピック並 ルームに戻るのに、数時間かかるほ びにパラリンピックでは、ブラジル どでした。 佛立宗が佛教界を代表して参加する ようにという光栄な招きをいただい ブラジル教区長として選手村に参加 た。 しましたが、オリンピック開催中は 主に、吉川淳省、鈴木英信、田所行 オリンピック開催委員会は世界にお 宗とビエイラ行運の四人にご奉公を ける、四大宗教(佛教、キリスト 依頼しました。彼らに感謝するとと 教、ユダヤ教とイスラム教)の代表 もに、それぞれの所属寺院の理解に を招いて各オリンピックの開催中、 対しても感謝いたします。 選手村で選手たちのために精神ケア を施しているのでこのような経緯と この経験を通じて、我々の視野が広 なりました。 がり、世界における佛立宗の活動の 仕方に関しても反省させられ、同時 これは大変なサプライズで感激しま にわが佛立宗という名に値する世界 した。世界各国の最優秀選手に接す 佛教の代表元として、さらなる誇り ることもでき、且つ又、緊張高まる をも持たせていただきました。 ときに共にお題目を祈らせていただ けたのはありがたく有意義でした。 故に、この佛立宗のご信心がさせて やはり、最高峰の選手たちでも同じ いただける誇りをさらに持ち、そし 人間。肉体努力の限界に達する選手 て、ご法様のご弘通という常なるオ たちでさえも結局は「お祈り」に縋 リンピックにさらに努力精進をして らなければならないという結論に達 いただきたいと思います。 するようだ。 日々命の限界を生きる私たちは、ご 最初は、宗教サービスルームの中だ 宝前のお守りをなくして一日も生き けでの活動を依頼されていた。が、 られないとを忘れず、一生懸命口唱 選手たちの様子をみながら外に出て 信行につとめさせていただきましょ 結縁をしはじめてからは、動き回る う。 数千人の選手たちは私たちにさらに                  目を向けてくれました。多くは、記 ブラジル教区長  高崎日現 8 | Revista Lótus

[close]

p. 9

Revista Lótus | 9

[close]

p. 10

e também ofereci o atendimento, mas durante toda a olimpíada solicitei a atuação dos sacerdotes, Suzuki Eishin, Yoshikawa Jyunshou, Tadokoro Gyoushuu e Vieira Gyouun, aos quais e aos seus templos, agradeço pela nossa representação e desprendimento durante todo esse período. Além de abrir novos horizontes e de nos trazer uma visão mundial de atuação religiosa, senti uma enorme satisfação do Budismo Primordial chegar ao ponto dessa tamanha representação, a altura do nome que ostentamos. Desejo que todos também sintam esse orgulho de poder praticar o Budismo Primordial, e que se empenhem ao máximo em nossa constante olimpíada de expansão do Darma Sagrado. Vivemos no limite de nossas vidas todos os dias. Por isso, vamos orar e nos esforçarmos na prática da fé com a máxima intensidade, pois não há como viver um dia sequer sem a força e proteção do Gohouzen. Arcebispo do Budismo Primordial no Brasil, Nitiguen Takassaky. 10 | Revista Lótus

[close]

p. 11

Revista Lótus | 11

[close]

p. 12

Rio 2016: Não foi só a pira olímpica, desabrochamos flores de lótus olímpicas! 12 | Revista Lótus

[close]

p. 13

Revista Lótus | 13

[close]

p. 14

Budismo nas Olimpíadas? equilibrada a cada refeição, mas Pois é, o Budismo foi es- não é que me deparo com atlecalado para viver esta tas se fartando com sanduiches, experiência única, durante as refrigerantes, batatas fritas? Era Olimpíadas e Paraolimpíadas Rio como um cartão de visitas que 2016, formando a delegação de me dizia: Olha, nós não somos religiosos, que ficaram ao lado máquinas! Somos humanos, e dos melhores atletas do mundo, temos uma vida como qualquer dando-lhes o suporte espiritual um! nesta grande festa mundial do esporte. Dia após dia, respirando as Olimpíadas e caminhando na Para mim, no início me senti um Vila Olímpica, cruzando com peixe fora d´água. Como não atletas de todas as nações, co- estou envolvido com esportes res, raças, línguas e culturas di- diretamente, sempre pensei que ferentes, conversando com eles os atletas olímpicos fossem má- (muitas vezes, na base dos ges- quinas de músculos, quase que tos), e principalmente orando perfeitos, inquebráveis. Como junto com eles, a sensação de ilhas de perfeição, sempre com peixe fora d´água foi se dissi- performances de nos fazer arre- pando. Os dois meses de Olim- galar os olhos. píadas me mostraram que, ser humano é principalmente con- Mas, para minha surpresa, de- viver com os altos e baixos da parei-me com uma realidade di- vida, e isso ainda mais para os ferente da que imaginei. Uma atletas. Os momentos que ante- cena me impactou logo quan- cediam as competições eram de do cheguei na Vila Olímpica: ao verdadeira pressão psicológica. entrar na Vila dos Atletas, além Os atletas vinham ao Centro In- do restaurante olímpico, dei de ter-Religioso procurar maneiras cara com uma fila enorme no de aliviar o coração. fast-food montado na Vila. Essa cena me deixou perplexo, pois Na caminhada diária na Vila dos pensei que encontraria atletas Atletas, só de fazer o gesto de de dieta regulada, balanceada e unir as palmas das mãos para 14 | Revista Lótus

[close]

p. 15

Revista Lótus | 15

[close]

Comments

no comments yet