Edição: Nº 281 - Círculo Militar em notícia - setembro/outubro 2016

 

Embed or link this publication

Description

Patria Amada Brasil

Popular Pages


p. 1

Círculo Militar em notícia Ano XXV Edição 281 setembro / outubro de 2016 Pátria amada, Brasil!

[close]

p. 2



[close]

p. 3

NOSSO CLUBE pág.04 SOCIAL pág. 42 07 de setembro pág.05 Palavra do Presidente pág. 04 Sócios em destaque pág. 06 Mulheres em destaque pág. 10 CMC em memória pág. 11 Conhecendo as NGA pág. 12 Espaço Multidesportivo pág. 13 Paisagismo pág. 14 Confraternização com o Clube Militar/ RJ pág.16 Novo Presidente de Honra pág.18 Dia do Professor pág. 20 CULTURAL pág. 23 Johnn Elvis pág. 25 Mágico de Oz pág. 23 Vivências Artísticas pág. 30 Orquestra de Violas pág. 33 Miscelânea Musical pág. 35 Tributo a Tim Maia pág. 37 Reviva New York pág. 45 Dancing Night pág. 42 II Encontro Circulista de Food Truck pág.48 Baile da Pátria pág.52 ESPORTE pág.57 Um torneio sem perdedores pág.57 Torneio Old Boys pág.58 Xadrez pág. 59 Futebol Menor pág. 60 CMC Runnes pág. 61 Natação pág. 61 Torneio Duque de Caxias pág. 64 Dia do Profissional de Educ. Física pág. 65 Vôlei pág. 66 Zumba Julina pág. 67 Escolinhas CMC pág. 68 TURISMO pág.66

[close]

p. 4

EXPEDIENTE Círculo Militar de Campinas -Fundado em 21 de abril de 1960 - GEN BDA CARLOS SÉRGIO CAMARA SAÚ Presidente de Honra CEL ADILSON MANGIAVACCHI Presidente do Conselho Consultivo CEL JOSÉ ROBERTO PIRES Presidente do Conselho Fiscal Diretoria Executiva CEL ALMIRANTE PEDRO ALVARES CABRAL Presidente TC JOÃO CARLOS PEZZO Vice-Presidente MÁRIO SATOCHI ASSANO Diretor Administrativo CEL CARLOS HENRIQUE TEIXEIRA COSTA Diretor Secretário MAJ JORGE FREDERICO PORT Diretor Cultural WILTON DOMINGUES Diretor de Esportes JOE YOSHIDA Diretor de Patrimônio TC ROBERTO SAMIR SABBAG Diretor de Relações Públicas TC SAMUEL ROBERTO DE ALMEIDA PACHECO Diretor Jurídico ARMANDO EUSTÁQUIO GUAIUME Diretor Social OTAIR MARCOS DANIELI Diretor Financeiro Círculo Militar em notícia Publicação Bimestral do Círculo Militar de Campinas sob a responsabilidade do Departamento de Relações Públicas relpub@cmcamp.com.br Diretor de Relações Públicas: TC Roberto Samir Sabbag Jornalista Responsável: Flávio Lamas Projeto Gráfico: Stephanie Carvalho Impressão: Lince Gráfica e Editora Tiragem: 5.200 exemplares Círculo Militar de Campinas Av. Getúlio Vargas, 200 Jd. Chapadão - Campinas - SP CEP 13070-0807 www.cmcamp.com.br (19) 3743.4800 4 Nosso Clube PALAVRA DO PRESIDENTE Caríssimos Circulistas!!! Conduzir a gestão do Círculo Militar é uma tarefa multifacetada que requer dedicação integral do seu Presidente e demais Diretores Executivos, dentre outras exigências não menos importantes. Porém, devem estar presentes, também, sentimentos não mensurados, intangíveis e nobres como a felicidade e a paixão!!! Ao experimentarem-se momentos contínuos de felicidade durante a atividade que se realiza, conseguem-se transferir ao produto final que se busca resultado mais adequado, melhor acabamento e as pessoas beneficiadas sentem-se partícipes do processo, compartilhando o brilho nos olhos do contentamento. Acresça-se a isso a centelha da chama iniciadora da paixão aos atos planejados, desenvolvidos e executados, conferindo-lhes colorido, calor e beleza e o público-alvo interage com o gestor como integrante do empreendimento. É assim que se amálgama a relação simbiótica existente entre Diretoria Executiva e Associados, após dois anos e quatro meses da Equipe “RENOVAÇÃO e RESULTADOS” à frente do destino do nosso Círculo Militar de Campinas. No período entre a edição anterior da revista impressa “CMC em Notícia” e essa atual, muitas atividades foram levadas a efeito no âmbito dos diversos Departamentos, como os queridos Associados poderão constatar ao longo das páginas que a compõem. Na Diretoria Social destacam-se a comemoração ao Dia dos Pais - “Reviva New York” - e o tradicional Baile da Pátria. O Departamento de Esportes, dentre as inúmeras atividades realizadas, contemplou o Torneio Duque de Caxias e o Torneio sem Perdedores (Tamboréu). O Cultural teve o seu período de “Canto do Cisne”, pois todos os eventos foram sucesso. Há muito mais na Revista, portanto envolvam-se e boa leitura. Como fato de transcendente relevância, cabe informar ao Associado que, em 15 de setembro, houve a transferência do cargo de “Presidente de Honra” do nosso Clube. Após mais de dois anos como Presidente de Honra do Círculo Militar de Campinas, estamos privados do salutar convívio com o Excelentíssimo Senhor General de Brigada RICARDO RODRIGUES CANHACI, em face da sua transferência para Brasília-DF, por necessidade do serviço. Ao Gen CANHACI auguramos sucesso na nova Comissão. O CMC continuará sendo sempre seu! Ao mesmo momento, damos as boas vindas e saudamos a chegada do Excelentíssimo Senhor General de Brigada CARLOS SÉRGIO CAMARA SAÚ, empossado como novo Presidente de Honra. Gen SAÚ, faça do Círculo Militar de Campinas, a exemplo de todos os Associados - Civis e Militares - a extensão do vosso lar. Por tudo isso, estamos felizes e trabalhando com muita paixão!!! Pois são, dentre todos os sentimentos, os que se multiplicam quando se dividem!!! Cordiais Saudações!!! Cel Almirante Pedro Alvares Cabral Presidente

[close]

p. 5

07 DE SETEMBRO Breve história da Independência do Brasil A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I às margens do riacho do Ipiranga em São Paulo. CAUSAS : — Vontade de grande parte da elite política brasileira em conquistar a autonomia política ; — Desgaste do sistema de controle econômico, com restrições e altos impostos, exercido pela Coroa Portuguesa no Brasil; — Tentativa da Coroa Portuguesa em recolonizar o Brasil. DIA DO FICO — D. Pedro não acatou as determinações feitas pela Coroa Portuguesa que exigia seu retorno imediato a Portugal. Em 9 de Janeiro de 1822, D. Pedro negou-se a atender a ordem. MEDIDAS PRÉ-INDEPENDÊNCIA Logo após o Dia do Fico, D. Pedro I tomou várias medidas com o objetivo de preparar o país para o processo de Independência: — Organização da Marinha de Guerra; — Convocou uma Assembleia Constituinte; — Determinou o retorno das tropas portuguesas para Portugal; — Exigiu que todas as medidas tomadas pela Coroa Portuguesa deveriam, antes de entrar em vigor no Brasil, ter a sua aprovação; — Visitou São Paulo e Minas Gerais para acalmar os ânimos dos políticos dessas províncias. A PROCLAMAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA Ao viajar de Santos para São Paulo, D. Pedro recebeu uma carta da Coroa Portuguesa que exigia seu retorno imediato para Portugal e anulava a Constituinte que ele tinha promulgado. Diante desta situação, D. Pedro deu seu famoso grito, às margens do riacho Ipiranga: “Independência ou Morte!” MEDIDAS PÓS-INDEPENDÊNCIA — D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil em dezembro de 1822; — Portugal reconheceu a independência, exigindo uma indenização de dois milhões de libras esterlinas; — Em algumas regiões do Brasil, principalmente no Nordeste, ocorreram revoltas; a principal, foi na Bahia, onde as tropas portuguesas, sob o comando de Gen Madeira, não aceitavam a proclamação da nossa independência. Tais manifestações foram duramente reprimidas pelas tropas a D. Pedro I. Nosso Clube 5

[close]

p. 6

SÓCIOS EM DESTAQUE Paula Gonçalves Paula Cristina de Araujo Gonçalves é uma tenista profissional brasileira, nascida em 11 de agosto de 1990, na cidade de Campinas/SP. Em 2016, alcançou sua melhor pontuação no ranking da Women’s Tennis Association (WTA). No ranking de duplas, a sua melhor performance, 98ª do mundo, foi alcançada em 2015. Atualmente é a 160ª do ranking de simples. Em 2013, ganhou o troféu Fed Cup Heart Awards, se tornando a segunda brasileira a ganhar o prêmio. Como recompensa, ela recebeu um cheque simbólico no valor de US$ 1 mil, que doou para Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). Seu técnico é Carlos Alberto Kirmayr, com quem está desde 2005 a convite para um projeto de Tênis que tem por objetivo colocar uma tenista brasileira no TOP 100 do ranking mundial. Em 2015, venceu seu primeiro troféu de WTA, nas duplas, em Bogotá. Com isso, ficou muito próxima de entrar para o top 100 da modalidade. Desde 2013, participou de 14 jogos de simples, tendo vencido 12 . Nas olimpíadas do Rio de Janeiro, Paula Gonçalves, ao lado de Teliana Pereira, 177ª e 135ª colocadas nas simples, respectivamente, tiveram a difícil tarefa de enfrentar as espanholas Garbiñe Muguruza (campeã em Roland Garros este ano), a 4ª melhor tenista do mundo e Carla Suárez Navarro, 12ª. Valentes, destemidas e corajosas, as donas da casa fizeram um excelente 6 Nosso Clube primeiro set mas acabaram derrotadas. Embora não tenham prosseguido nos jogos, tiveram um rendimento consistente e convincente, muito acima do esperado, atendendo plenamente a expectativa do público brasileiro. Com o atual ranking mundial, participou do Qualy de Roland Garros e Winbledon e agora no mês de agosto participando do Qualy do US Open em NY. A atleta olímpica Paula Gonçalves iniciou a prática de tênis no Círculo Militar de Campinas com o professor Fabio Saltori, onde obteve grandes conquistas estaduais vestindo a camisa do CMC, quando em 2005 recebeu um convite do atual técnico para ser incluída no projeto. Seus pais, Renato Sona Gonçalves e Rita de Cassia Araujo Gonçalves, ao lado de seu irmão Caio Cesar, são os grandes incentivadores da brilhante trajetória dessa extraordinária circulista! “Agradeço a todos que me acompanharam no CMC desde muito pequena. Não vou citar nomes, mas a gratidão por todos que acreditaram em mim é enorme e podem ter certeza que no filme que passou na minha mente, quando entrei nas quadras na RIO 2016, todos estavam presentes. Agora é seguir em frente com muito trabalho e dedicação”, disse a atleta. Parabéns Paulinha, que venham, as próximas Olimpíadas!

[close]

p. 7

Maj Cássio Rippel Cássio Cesar de Mello Rippel é paranaense, tendo nascido em Ponta Grossa, no dia 2 de maio de 1978. Associado do Círculo Militar de Campinas desde 2013, esse atleta olímpico integra a equipe brasileira de tiro esportivo. Ele foi eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro o melhor atleta do Tiro Esportivo nos anos de 2013 e 2015, quando recebeu o Prêmio Brasil Olímpico. Em 2013, 2014 e 2015, recebeu o prêmio Orgulho Paranaense. Destacam-se como resultados mais expressivos, em âmbito mundial: - 5º lugar na Etapa da Copa do Mundo da Alemanha, em 2015; - 5º lugar na Etapa da Copa do Mundo da Espanha, em 2013; - 5º lugar na Etapa da Copa do Mundo dos Estados Unidos, também em 2013; - 6º lugar na Etapa da Copa do Mundo da China, em 2014; e - 7º lugar na Etapa da Copa do Mundo da Eslovênia, também em 2014. Nos Jogos Pan-Americanos de 2015, conquistou a medalha de ouro vencendo a prova de carabina deitado 50m com 207.7 pontos, batendo o recorde pan-americano na fase classificatória, com 625.9 unidades. Com isso, assegurou uma vaga nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, onde disputou, com os melhores atiradores do mundo, as provas de carabina deitado e carabina 3 posições. Rippel é Major do Exército e serve atualmente no Comando da 11ª Brigada de Infantaria Leve, em Campinas. É casado com a Srª Audrey Rippel e tem dois filhos: Gabriel e Rafael, de 13 e 12 anos, respectivamente. O Círculo Militar cumprimenta o Maj Rippel pela sua trajetória de conquistas, superação e sucessos, extensivos a sua família. Parabéns! Nosso Clube 7

[close]

p. 8

Cel Emerson Duarte O atleta olímpico Emerson Duarte, coronel do Exército Brasileiro, nasceu em 18 de outubro de 1971, na cidade de Campinas. Filho do Sr. Hermas Martins Duarte, também oficial do Exército, e da Srª Dirma Nanuncio Duarte, iniciou sua atividade esportiva em 1991, ainda nos bancos da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) em Resende/RJ. Integrou a delegação nacional que disputou os Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, em 2007, os de Guadalajara, no México, em 2011, e os de Toronto, no Canadá, em 2015, quando foi medalhista de prata na prova de Pistola de Tiro Rápido 25m. Além dessa prova, compete nas disciplinas de Fogo Central, Pistola Standard e Tiro Rápido Militar. Tem no currículo 34 participações em Copas do Mundo, 04 em Campeonatos Mundiais da Federação Internacional de Tiro Esportivo, 07 em Campeonatos Mundiais Militares e 03 em Jogos Mundiais Militares. Foi campeão do mundo por cinco vezes e por duas vezes consecutivas foi eleito o melhor atirador de pistola do Conselho Internacional de Esportes Militares (CISM). O Cel Duarte é sócio do Círculo Militar de Campinas desde o ano de 2005, onde utiliza, com regularidade, as dependências da academia e as demais áreas desportivas para aprimorar e desenvolver o seu condicionamento físico. “Considero o Círculo a extensão do meu local de treinamento. É onde aperfeiçoo minha capacidade aeróbica e neuromuscular e, ao mesmo tempo, é um lugar extremamente agradável, com um ambiente sadio e que me proporciona, e à minha família, momentos de lazer e de convívio com os demais associados”, disse o oficial. Seus pais, a sua esposa, Srª Tatiana Lance Duarte, e os seus sogros, Sr Afonso Lance Silva e Srª Maria de Lourdes Carvalho Lance, também são circulistas e grandes incentivadores desse atleta de escol. Na Olimpíada do Rio de Janeiro, o Cel Duarte obteve a 13ª colocação entre os melhores atiradores do mundo na prova de Pistola de Tiro Rápido 25 m. “Fiz uma boa preparação e estava confiante que poderia conquistar uma medalha. Faltou pouco! Porém, em uma competição com um nível elevadíssimo, o pouco é o bastante para deixá-lo de fora de uma final olímpica. Mas fiquei feliz com meu desempenho e vou aproveitar a experiência obtida para aprimorar minha preparação para as próximas competições”, explicou o atleta. O Círculo Militar reconhece e destaca sua determinação, força de vontade e espírito de luta, desejando muitos êxitos e sucessos no prosseguimento dos novos desafios. Parabéns! 8 Nosso Clube

[close]

p. 9

Henrique Martins Henrique de Souza Martins nasceu na cidade de Campinas, em 14 de novembro de 1991. É sócio do Círculo Militar desde criança e representou o clube nos primeiros anos de sua carreira, conquistando títulos estaduais e nacionais nas categorias mais novas. Destacam-se como eventos mais importantes em sua trajetória a sua participação no Campeonato Mundial Júnior em Monterrey, onde foi finalista nas provas de 50 e 100m borboleta, Campeonato Mundial Universitário 2011, em Shenzhen, China, quando Henrique Martins ganhou a medalha de prata no revezamento 4 × 100 metros livre. No Campeonato Mundial de Natação (25 m) em Doha, Qatar, Martins ganhou quatro medalhas. Ouro nos 4 × 50 metros revezamento medley masculino, nos 4 × 100 metros revezamento medley masculino, nos 4 × 50 metros revezamento medley misto e uma medalha de bronze na prova de revezamento 4 × 50 metros livre misto. No Mundial Universitário em Gwangju, Coréia do Sul, Martins ganhou duas medalhas de ouro nos 100 metros livre e nos 50 metros borboleta, além de uma medalha de prata nos 50 metros livre e foi o único brasileiro medalhista de ouro nessa edição dos jogos. Henrique também faz parte do programa de alto rendimento do Exército Brasileiro e representa a Instituição em competições desde 2010. Participou dos Jogos Mundiais Militares sediado no Rio de Janeiro em 2011, onde conquistou 1 ouro e 3 pratas. Integrou a seleção da Forças Armadas nos Jogos Mundiais Militares em 2015, realizado na Coréia do Sul, onde conquistou 4 ouros e 2 pratas e foi o 3º maior medalhista do time brasileiro. Nas Olimpíadas do Rio, esse extraordinário atleta teve um desempenho muito bom nas provas em que participou, 100m borboleta e revezamento 4x100m medley. Na prova de revezamento, Martins juntamente com outros 3 atletas se classificou para a final tendo a equipe conquistado o 6º lugar. Cabe lembrar que o Brasil não era finalista nessa prova desde 1980. O atleta olímpico Henrique Martins tem em sua família o incentivo e o apoio incondicional que o fazem um dos melhores nadadores do Brasil, sendo motivo de orgulho para a sua mãe, Srª Doris Aparecida e seu pai, Sr Luiz Henrique. Ressalta-se que os seus familiares e amigos realizaram uma força-tarefa para acompanhar e apoiar o circulista em sua primeira disputa de Jogos Olímpicos e já se preparam para torcer para esse atleta na sua trajetória para vencer os novos desafios que virão. Parabéns Henrique Martins! Nosso Clube 9

[close]

p. 10

MULHERES EM DESTAQUE Arita Damasceno Pettená por Vinícius D’Ottaviano A partir desta edição, o CMC em notícias passa a publicar entrevistas com mulheres que se destacaram no meio circulista. A nossa primeira entrevistada é Arita Pettená, associada do Círculo Militar deste sua fundação. Nascida em uma tarde do dia 28 de junho, na cidade de Florianópolis/SC, Arita é formada em Letras, Pedagogia e Ciências Sociais. Em 1963, casou-se com o saudoso Coronel  Rodolpho Petenná, ex presidente do CMC,  com o qual teve quatro filhos: Alcyonê, Elisabete, Raquel e Rodolpho . Possui uma vasta carreira como professora, vereadora e poeta. Escreveu 13 livros, além de inúmeros artigos, crônicas, contos e poesias. No ano de 1971 recebeu o Título de Cidadã Campineira e 1975 foi homenageada com a Medalha Carlos Gomes ambos pela Câmara Municipal de Campinas e depois, em São Paulo recebeu a Medalha Governador Pedro de Toledo - Veteranos. Na área política, foi eleita, em 1989, vereadora para a Câmara Municipal de Campinas.   CMC em notícia: Faça um resumo da sua carreira em geral.   Arita Pettená: Sou Membro da Academia Campineira de Letras e Artes; Membro da Academia Campinense de Letras; Membro Honorário da Academia Maçônica de Letras; Membro Correspondente do Movimento Poético Nacional; Membro da Casa do Poeta de São Paulo; Presidente do Clube dos Poetas de Campinas; Diretora Cultural e Vice-Presidente da Associação de Educação “O Homem de Amanhã”; Membro do Sindicato dos Servidores Públicos de São Paulo; Membro do Instituto Histórico e Geográfico e Genealógico de Campinas; Membro da ABAL (Asso- 10 Nosso Clube ciação Brasileira de Artistas Líricos) e Membro do CONDEPACC (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico de Campinas).   CMC em notícia: E agora, conte-nos um pouco mais da sua relação com o nosso CMC.   Arita Pettená:   Lembrei ainda hoje que possuo a documentação de outorga do título de número 0001 do Círculo Militar de Campinas. Ajudei sempre e muito, como esposa e primeira-dama do nosso clube, o Coronel Pettená a fundar e solidificar o Círculo Militar de Campinas por cerca de 18 (dezoito) anos de gestão, anos estes que marcaram época, tanto no clube como também na cidade de Campinas.   CMC em notícia: Por fim, como uma das grandes “primeiras-damas” do nosso clube gostaria de ser lembrada?   Arita Pettená: Entre outras coisas, gostaria de destacar também as muitas coisas boas (que com a ajuda de outras associadas) ajudei a realizar em nosso clube: lembrar da organização das primeiras Festas Juninas; as Festas do Folclore; os Campeonatos e Competições dos inúmeros esportes; os Eventos Culturais; como a Semana Guilherme de Almeida; as festas do Dia da Criança; as Festas de fim de ano dos Funcionários; além dos tradicionais e disputados Bailes de Carnaval; os Bailes da Pátria; as Festas Havaianas e a tradicional Noite de Réveillon com grandes orquestras, salões e conjunto aquático ricamente ornamentados... Sempre lembrando também, a fundamental dedicação do meu amor Rodolfo e da minha família, com o pensamento: “Unindo Civis e Militares”.    

[close]

p. 11

CÍRCULO MILITAR DE CAMPINAS EM MEMÓRIA by. Vinícius D'Ottaviano 1966 Obras Piscina Social 1966 1967 Cel Pettená e sócios nas obras da Piscina Social 1968 O Campeão Brasileiro de natação, Sílvio Fiolo, na Inauguração da Piscina Social 1968 Primeira Vista Aérea do CMC Time de Futebol dos Veteranos Nosso Clube 11

[close]

p. 12

CONHECENDO AS NGA Acesso de convidado de sócios ao Clube Esse assunto está contemplado no Capítulo II das Normas Gerais de Ação (NGA), nominado de ACESSO AO CLUBE, que regula o acesso de todo o seu quadro social, convidados de sócios, babás e enfermeiras, escoteiros, acompanhantes, vendedores e prestadores de serviços, entre outros, ao interior do Círculo Militar. Convites cortesia e convite pago (entrada por 01dia) Para cada associado titular serão concedidos dois convites cortesia por mês. No caso de não utilização, o total de convites cortesia não é acumulativo. O convite cortesia é somente para almoço e visita, não se podendo utilizar as instalações do clube, como as piscinas, quadras desportivas, academia de musculação, sauna, etc. O convite poderá ser retirado no Terminal de Autoatendimento (ATM) pelo próprio titular, coassociado ou dependente, sendo necessário possuir o número de matrícula e senha. Os convites cortesia que excederem a cota mensal do titular serão cobrados de acordo com a tabela de preços vigente no ano. Neste ano, o valor é de R$ 14,50, destacando-se que, igualmente ao convite de cortesia, ele é válido apenas para almoço e visita, não podendo o convidado se utilizar das instalações do clube. Ressalta-se que não é permitida a entrada de veículos de convidados. Esta regra não se aplica a deficientes físicos e a cadeirantes devidamente constatados. Convites para utilização das dependências do clube 1. Convidados que residem fora da Região Metropolitana de Campinas: Esses convidados de sócios poderão usar as dependências do clube integralmente, mediante o pagamento de taxa, de acordo com a tabela de preços vigente no ano. No corrente ano, essa tabela, a qual consta do Capítulo XXIX das NGA – TABELA DE PREÇOS 2016 é a seguinte: PERÍODO 01 a 07 dias 01 a 14 dias 01 a 21 dias 01 a 30 dias VALOR R$ 65,00 R$ 130,00 R$ 195,00 R$ 260,00 Esses convidados deverão apresentar, obrigatoriamente, o RG e o comprovante de residência. 2. Convidados que residem na Região Metropolitana de Campinas Também poderão usar as dependências do clube integralmente, mediante o pagamento de taxa, de acordo com a tabela de preços em vigor no ano de 2016. DIAS De 2ª a 6ª Feira Sáb/Dom/Feriado VALOR DA DIÁRIA R$ 78,00 R$ 118,00 12 Nosso Clube

[close]

p. 13

ESPAÇO MULTIDESPORTIVO Honrando o compromisso assumido com a família circulista, a atual gestão segue trabalhando na conquista de seu objetivo maior, ou seja, “renovação e resultados”. Visando não só o atendimento aos anseios do associado, mas também, priorizando ações e investimentos para a manutenção e valorização de todo o patrimônio do nosso querido Círculo Militar de Campinas, está em andamento a reforma do antigo Ginásio de Bocha, que seguindo um projeto personalizado, desenvolvido voluntariamente por um engenheiro civil associado do CMC, integrante da Comissão de Obras do Clube, será transformado num espaço multidesportivo que, além da Bocha e da Sinuca, atenderá algumas modalidades que necessitavam de um local adequado para sua prática, como é o caso da Ginástica Artística, Spinning, Tênis de Mesa e Xadrez. A reforma, com término previsto ainda em 2016, contemplará também um espaço multiuso que poderá ser utilizado para o atendimento de outras demandas desportivas ou de lazer num ambiente confortável e seguro. GINÁSTICA 8 SINUCA BOCHA DEPÓSITO SECRETÁRIA BAR Térreo HALL DO BAR Mezanino SPINNING XADREZ TÊNIS DE MESA TÉRREO ESPAÇO MULTI-USO Nosso Clube 13

[close]

p. 14

PAISAGISMO A natureza, sem dúvida, foi generosa com o Círculo Militar de Campinas. Um lindo “clube de campo” em área urbana, e que, independentemente de sua beleza natural, é merecedor de cuidados paisagísticos capazes de renovar e trazer novas cores e contornos aos seus jardins e praças. O projeto paisagístico realizado, numa primeira etapa, desde a Portaria 1 até a Academia de Musculação e que em breve contemplará outras áreas do Clube, já pode também ser admirado nas proximidades do Restaurante e Campo da Cabana e das Quadras de Tênis. Com o objetivo de tornar o nosso Clube ainda mais bonito, valorizar seu patrimônio e proporcionar aos circulistas um visual capaz de encher os olhos e tornar ainda mais agradáveis seus momentos dentro do CMC, a Diretoria Executiva têm priorizado também projetos como este buscando não só valorizar as belezas naturais mas revitalizar espaços já existentes. 14 Nosso Clube Nosso Clube 14

[close]

p. 15

Parte das ações necessárias à implementação deste grande projeto paisagístico foi o transplantio dos ipês amarelos que há anos foram plantados em frente à Academia. A espécie que até então não havia florescido, recentemente nos agraciou com lindas flores amarelas, constatando-se assim, que a operação de transplantio foi um sucesso! Há alguns dias, o pequeno Ipê Amarelo floriu anunciando que se adaptou muito bem ao novo local e tem agora um belo futuro pela frente, embelezando ainda mais nosso Clube, atraindo pássaros e encantando principalmente os circulistas que caminham em volta do Campo Oficial de Futebol. A doce circulista Helena Macedo Bigatto embelezando ainda mais o paisagismo do nosso clube. CIRCULISTAS QUE DEIXAM SAUDADES... NORMA J. CONSOLO 08/02/1923 22/06/2016 WILSON MALAVAZZI 06/03/1946 23/07/2016 ANTONIO GONZALES 24/05/1930 16/08/2016 KIRKOR PARSEKIAN 26/12/1927 24/08/2016 FRANCISCO ENTENZA GUIMERANS 04/04/1942 31/08/2016 Manifestamos nossas sinceras condolências às famílias enlutadas. Nosso Clube 15

[close]

Comments

no comments yet