Jornal CristoRei.ComVocê Ano 5 Nº 52 - Setembro/2016

 

Embed or link this publication

Description

Arquidiocese promove debate com candidatos a prefeito

Popular Pages


p. 1

cristorei.comvocê Ano V - nº 52 - Setembro 2016 www.cristoreisp.org.br PARÓQUIA CRISTO REI Arquidiocese de São Paulo Arquidiocese promove debate com candidatos a prefeito As "histórias" dos nossos jovens na JMJ Página 5 Um craque no incentivo ao esporte e à cidadania Pág. 4 Pág. 7

[close]

p. 2

EDITORIAL A virtude da empatia Em julho e agosto passados o mundo se viu envolvido em dois grandes momentos: a Jornada Mundial da Juventude (evento religioso católico) e as Olimpíadas no Rio (competição esportiva e pluricultural). O que existe em comum entre esses eventos tão diferentes? Poderíamos arriscar e afirmar que a prática da virtude da empatia. Etimologicamente a palavra empatia, que vem do grego "empathéia", significa "ver o mundo com os olhos do outro" ou "entrar no sentimento do outro". Que lições podemos aprender desses eventos? Quando vemos o mundo com os olhos do outro, acontece o milagre da convivência fraterna; da interação de povos e nações; da percepção de que somos diferentes, mas não desiguais; da receptividade e acolhida do outro; da abertura para o diferente; da festa diante do encontro com o outro. A empatia é um caminho que nos conduz para a ética de um mundo melhor e mais humanizado, onde acreditamos que somos parecidos, moradores de uma casa comum (mundo) e de alguma forma irmanados. Essa consciência permite então a construção de uma nova história e de novas relações. E vimos e sentimos que isso é possível. A empatia é o desafio frente ao individualismo que marca o nosso tempo. É a base para a edificação de relacionamentos autênticos. A empatia desata os nós mais complexos da realidade humana, pois nos desafia romper barreiras e ir ao encontro do outro. A empatia não fala a linguagem política e econômica, mas a linguagem do coração. É preciso exercitar a nossa capacidade de empatia. "Só se vê bem com o coração...", afirmava o diálogo entre a raposa e o pequeno príncipe. A empatia é a amiga da compreensão; é comadre da generosidade e é filha da humildade. Será que não estamos precisando de pitadas de empatia no nosso dia a dia? Padre Marcelo POR DENTRO DA IGREJA Canonização – No âmbito das festividades da canonização de Madre Teresa de Calcutá, que acontece no dia 4 de setembro, o Papa Francisco fará uma catequese especial sobre a futura santa, na Praça São Pedro, em Roma. Cerca de 24 mil pessoas são aguardadas para o acontecimento. Paralelamente, na Basílica de Santo Andrea della Valle, também em Roma, o coro e orquestra "Fideles et Amati" interpretará o oratório "Mater" de Marcello Bronzetti e uma Santa Missa será celebrada seguida por uma das relíquias de Madre Teresa. Imagens poderosas – Dentre as peças do rico acervo de arte sacra do Mosteiro de São Bento, no centro de São Paulo, três imagens – instaladas na Basílica de Nossa Senhora da Assunção, anexa à abadia – destacam-se pela relevância histórica. São elas: São Bento (foto), Santa Escolástica e o Cristo Crucificado. "São Bento e Santa Escolástica foram confeccionados em 1656 aqui em São Paulo pelo escultor Frei Agostinho de Jesus, monge beneditino e primeiro escultor brasileiro", conta o monge João Baptista, bibliotecário da casa, que completa: "O crucificado foi confeccionado e oferecido ao mosteiro pelo escultor José Pereira Mutas, primeiro escultor paulistano, em 1777." Peregrinação – Diariamente, cerca de 6,7 mil capelinhas como a da foto acima percorrem de casa em casa na capital paulista – chegando a cerca de 200 mil lares por mês. Trata-se da imagem da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável, mais conhecida como Mãe Peregrina. A tradição das santas itinerantes começou em setembro de 1950, quando a religiosa Teresinha Gobbo mandou fazer três capelinhas. Ela escolheu três católicos de Santa Maria (RS) e deu uma capela a cada um, com a missão de fazê-la circular. O movimento se espalhou pelo País – calcula-se que sejam 140 mil santinhas no Brasil, chegando a 4,2 milhões de casas. Expediente: Informativo da Paróquia Cristo Rei – Setembro/2016 Rua Maria Eugênia, 104 – Tatuapé/São Paulo. Telefone (11) 2295-1685 Textos e Fotos: Pastoral da Comunicação 2

[close]

p. 3

AGENDA Retiro – Acontecerá no próximo dia 17, das 7h às 17h, o retiro dos crismandos. Realizada no Lar Santa Maria, em Cotia, a atividade reunirá 40 crismandos que se preparam para receber o Sacramento em 20 de novembro. Bíblia – Em celebração ao mês da Bíblia, no dia 21 de setembro será realizada a segunda edição do Projeto Leitura Contínua da Palavra de Deus. Os evangelhos serão lidos na igreja das 20h30 às 21h30. Os desafios dos cristãos leigos e leigas na Política É coisa nossa! Somos capazes de realizar, bem feito, grandes eventos pontuais com todos os percalços e gastos extras. Veja a Olimpíada. Manter no cotidiano essa qualidade, cuidado, atenção e acessibilidade, algo que seja bem comum, é o nosso desafio. É um desafio político, desafio da convivência humana. Parece ser o desafio do mundo. O planeta que o diga. Jesus nos diz que somos "sal da terra e luz do mundo", Mt5,13ss. Lembra-nos que unidos a Ele, "os ramos à videira", Jo15,1ss, produziremos frutos de Justiça e Misericórdia, ações transformadoras a serviço da vida. Nas escrituras, desde sempre, "o mundo e a história da humanidade são o grande campo da ação do amor de Deus", 15 Doc.105 CNBB. Em Jesus de Nazaré, na natureza humana assumida em plenitude, se revela a beleza e a bondade do mundo, em sua raiz profunda, como obra criada por Deus-Pai. Somos convidados, com Jesus, a cuidar e resgatar essa obra. Com Jesus, os discípulos são convocados a buscar soluções para as "fomes" no mundo e constituir relações mais equitativas. Evitar exclusões, lutas de poder e privilégios. Buscar o bem comum com retidão, equidade e generosidade. Daí a importância da ação transformadora do cristão no mundo. O Vaticano II já afirmava a importância dos leigos. Na exortação Christifideles Laici, 59, o Papa João Paulo II ressalta que os fiéis leigos são "membros do Povo de Deus: sujeitos ativos na Igreja e no mundo, membros da Igreja e cidadãos da sociedade humana". Por isso os Papas e os Bispos no Brasil vêm convocando os cristãos leigos a maior inserção e participa- ção nas ações transformadoras na sociedade e no mundo, em especial na política. É bom acolher e lembrar o que o Papa Francisco diz no parágrafo 205 da exortação Alegria do Evangelho: "Peço a Deus que cresça o número de políticos capazes de entrar num autêntico diálogo que vise efetivamente sanar as raízes profundas e não as aparências dos males do nosso mundo. A política, tão denegrida, é uma sublime vocação, é uma das formas mais preciosas da caridade, porque busca o bem comum. Temos de nos convencer que a caridade é o princípio não só das microrrelações (...) mas também das macrorrelações como relacionamentos sociais, econômicos, políticos. Rezo ao Senhor para que nos conceda mais políticos que tenham verdadeiramente respeito à sociedade, ao povo, à vida dos pobres." Rezemos com o Papa para que o Senhor envie operários para essa messe, o campo político. Rezemos para que sejamos capazes de identificar tais políticos e apoiá-los com nosso voto. Rezemos para que superemos nossas limitadas visões, interesses e preconceitos. Padre Kiyoharu Ojima 3

[close]

p. 4

Jornada para uma vida inteira Os jovens que nos representaram na Jornada Mundial ficaram pouco mais de dez dias na Polônia. Mesmo assim, tiveram tempo suficiente para vivenciar momentos e situações que ficarão para sempre na memória, como o contato com outras culturas e costumes, a inesquecível experiência de fé e solidariedade, além da convivência com famílias diferentes. Acompanhe: Agatha Essa experiência abriu minha mente e me fez refletir sobre como a cultura de cada povo é influenciada por uma infinidade de fatores. Foi interessante ver como as guerras, os regimes ditatoriais e toda a história pela qual a Polônia passou influenciaram em sua cultura. Caroline Depman O que mais me marcou foram o carisma e amor das senhoras que nos acolheram. Elas nos trataram com toda atenção e afeto possível. Notamos também costumes diferentes como o respeito às leis e com a cidade, comer salada e tomate no café da manhã e tomar chá em todas as refeições. Guilherme Barsi A experiência de conviver em uma cultura diferente foi muito interessante. Achei alguns aspectos positivos na cultura deles: muitos adultos e a maioria dos jovens falam inglês, cujo ensino é reforçado em casa por seus pais. Também o respeito e zelo deles pela cidade me impressionaram. Leo No começo achei estranho, mas aos poucos fui me acostumando com o modo de viver dos poloneses. Lá é muito diferente do Brasil, pois eles são muito educados, porém, de forma geral, não são afetivos. Mesmo assim fomos acolhidos muito bem. Espero voltar lá em outra oportunidade. Lucas Vinícius Por mais que o Brasil tenha uma grande diversidade cultural, nada se compara à realidade de se conviver com outra cultura tão de perto. Isso sempre traz uma mistura de sensações, ainda mais com a diferença de idioma, uma barreira que foi quebrada pela recepção acolhedora das famílias em suas casas. Lucas Lafalce Num primeiro momento, conviver com uma cultura diferente é sempre muito impactante. As regras sociais, o comportamento e a reação das pessoas a situações que nos parecem comuns, mas estranhas a eles, são interessantes. A experiência de vida adquirida é sensacional. Maria Luiza Conviver em outra cultura me fez perceber o quão rico o mundo é em relação a isso. A convivência com costumes de vários países me deixou surpresa. Acho que todas as pessoas deveriam passar por esta experiência de interação de cultura. Isto deixa qualquer um mais tolerante. Pedro A experiência de poder conhecer e experimentar uma cultura diferente foi fantástica. Eu nunca havia viajado para o exterior e fiquei fascinado pelas pessoas e como elas se comportavam perante aquele momento de confraternização e misericórdia. Só tenho a agradecer a Deus e a nossa comunidade. Rafaela Para mim, a Jornada foi uma experiência maravilhosa. Além de aumentar minha fé, pude perceber que, apesar de sermos todos católicos, em cada país o catolicismo atua de uma maneira. Também pude sentir a presença de Jesus em cada uma das pessoas da família que nos acolheu e em outros peregrinos. 4

[close]

p. 5

POR DENTRO DA IGREJA Debate reúne candidatos a prefeito no próximo dia 20 Você ainda está em dúvida sobre em quem votar para prefeito de São Paulo? Então não perca essa oportunidade: no próximo dia 20, das 9h às 12h, a Arquidiocese de São Paulo realizará um debate com os cinco candidatos mais bem posicionados nas pesquisas eleitorais. O encontro acontecerá no Teatro dos Padres Camilianos da Faculdade São Camilo (avenida Nazaré, 1.501 – Ipiranga). Os candidatos responderão a pergun- tas feitas por padres e diáconos da Arquidiocese, das dioceses de Santo Amaro, Campo Limpo e de São Miguel Paulista, além de agentes pastorais. Esse será o segundo debate organizado pela Arquidiocese de São Paulo. Em 2012, o encontro foi realizado no Tatuapé e reuniu os então candidatos Fernando Haddad (PT), José Serra (PSDB), Gabriel Chalita (PMDB) e Soninha (PPS). Embora convidado, Celso Russomano (PRB) não compareceu. Tatuapé sediou o primeiro evento realizado pela Arquidiocese, na eleição de 2012 Cartilha da CNBB orienta eleitores A Regional Sul 2 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), no Paraná, lançou uma cartilha para orientar os fiéis nas eleições municipais e motivá-los a participar do processo político deste ano. Sob o nome "O cidadão consciente participa da política", a cartilha é dividida em três partes: Igreja e Política; Mudanças na Legislação Eleitoral; e Ética na Política. Nela, o fiel encontra dicas básicas sobre o universo da política a partir do olhar da Igreja Católica, bem como as mudanças na legislação eleitoral e informações sobre as funções de prefeito e vereador. A cartilha pode ser adquirida na secretaria da paróquia ao custo de R$ 2. AtednedBeonmdoGPoesstsooas 2097-2615 RuaTRuuiauTtui,iuntio, n1o.11.61644--CTaEtuPa:p0é3-0S8P1-015 visiTteantousasopséite-: wSwãwo.cPaamuallcoha-imS.Pcom 5

[close]

p. 6

PALAVRA DOS FIÉIS Livia Me sinto muito feliz por participar do Grupo Perseverança há aproximadamente um ano e meio. Para mim, essa alegria em fazer parte resume-se em uma única palavra: fé. A fé é o caminho do sucesso para qualquer pessoa, pois ela nos direciona em busca de um mundo melhor. É isso que vivenciamos em nossos encontros com os catequistas e nas missas. Gabriel O que mais gosto na paróquia Cristo Rei é servir ao altar como acólito. Me sinto bem servindo, auxiliando a equipe de liturgia, ensinando os mais novos e aprendendo com eles. Também gosto muito de aprender sobre Deus e de como melhor servi-Lo nas reuniões e nos encontros realizados aqui na igreja. Testemunho de Partilha Silvia Marcon "Nossa família foi crescendo junta na fé, participando desde os coroinhas, crisma, Grupo de Jovens, Escola da Fé... Mas queríamos nos envolver de uma forma mais concreta da comunidade, que nos recebeu com tanto carinho. Falei com meu marido Marcelo e as nossas filhas Vanessa e Marina sobre a possibilidade de partilharmos das bênçãos que Deus nos proporcionava diariamente. Então, decidimos ser atuantes no Dízimo e ajudar a manter os projetos da Igreja. Nos inspiramos na fé sem reservas da viúva na parábola do Tesouro do Templo, no Novo Testamento: "Porque todos depositaram do que estava sobrando para eles. Mas a viúva na sua pobreza depositou tudo o que tinha, tudo o que possuía para viver." (Mc 12, 44)." Aniversariantes de Setembro 1/9 MARIA APARECIDA OZARIAS 2/9 MARIA ARCANGELA MAZZEO 6/9 GENETTI BIM CARRERA 9/9 MIRIAM IANNONE 11/9 IOLANDA CORTEZ PASSETI 11/9 LYDIA GAETA MANNO 12/9 ROSA MARIA PINHEIRO 12/9 REINALDO CRAVEIRO 12/9 YOLANDA PRIETO 17/9 MARIA DOS ANJOS DE SOUZA 17/9 ARACY PENHA F. GRER 17/9 ADIL PEREIRA SALES 22/9 IVO SILOTO 22/9 CLAUDETE MANNA OLIVEIRA 24/9 MERCHOL NAVARRO 25/9 NEUSA MARCHI 26/9 MARGARIDA A. P. MIRANDA 26/9 AMÁLIA LUCIA SANSORE SANCHEZ 28/9 ANTÔNIO JOÃO DO NASCIMENTO 28/9 MARTHA TEREZINHA F. IARABAY 28/9 ANTÔNIO JOÃO DO NASCIMENTO 30/9 ELAINE MARIA DE L. GUIMARÃES CLÍNICA SANTA VIRGÍNIA RUA: SANTA VIRGÍNIA, 68 - TATUAPÉ SÃO PAULO - CEP: 03084-000 TODAS AS ESPECIALIDADES! TELEFONES: 2097-0079 / 2097-0089 6

[close]

p. 7

GENTE NOSSA O esporte resgatando valores e despertando a cidadania Vivemos uma experiência inesquecível com a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, um megaevento que reuniu mais de 500 mil pessoas e atraiu os holofotes de todo o mundo para o nosso país, afinal surgiram muitas especulações antes do início da competição. Mas a verdade é que o brasileiro foi surpreendido por esse espetáculo de superação e integração chamado esporte. O esporte tem o poder de unir, de resgatar e de despertar o que o ser humano tem de melhor dentro de si. E disso Glicio Barbosa entende bem, afinal são 32 anos de dedicação à arte de ensinar e incentivar a prática esportiva para milhares de crianças e adolescentes. Natural de São Paulo e morador do Tatuapé há 25 anos, ele divide seu tempo entre o trabalho como professor de educação física para alunos de 6 a 17 anos e a comunidade Cristo Rei, onde participa de diversas atividades juntamente com a esposa Cristiane e os filhos Bernardo e Bianca. Por falar em Olimpíada, Glicio começou a praticar diversas modalidades esportivas desde a infância. "Tentei atuar em outras áreas, mas minha paixão pelo esporte falou mais alto, mesmo tendo que enfrentar as adversidades dessa profissão", relata. Professor dedicado, ele ressalta a importância do esporte para a formação e desenvolvimento da disciplina, do respeito e, principalmente, da cidadania do indivíduo. "O esporte tem o poder de resgatar o que há de melhor dentro de cada um de nós", acrescenta. Na opinião de Glicio, se houvesse uma maior quantidade de locais para práticas desportivas, com certeza o Brasil teria uma participação mais significativa nas competições. "Além disso, ocuparíamos os jovens e teríamos um poderoso aliado para prevenir e diminuir os índices de violências, sem contar com os benefícios proporcionados pelos exercícios físicos para a melhoria da saúde da população", completa. Glicio: 32 anos incentivando jovens Que tal uma pausa no seu dia? Bolos, café, sobremesas e tortas Queremos fazer parte dos momentos mais doces do seu dia FACEBOOK.COM/VARANDINHABOLOS 011-98819-4305 Rua Sabatino Nastari, 336 – Tatuapé (ao lado do CAT Itaú) ACEITAMOS ENCOMENDAS COLABORE AJUDE AS FAMÍLIAS CARENTES DO BAIRRO DOANDO ALIMENTOS PARA O GRUPO DE VICENTINOS. AS DOAÇÕES DEVEM SER ENTREGUES TODO TERCEIRO DOMINGO DO MÊS. Dr. Alberto Wagner Albertini ODONTOLOGIA CROSP - 45.979 A3teª nIDdAeDmEos • IMPLANTE • ENXERTO • ORTODONTIA • ATM-PRÓTESE • CLAREAMENTO A LASER • IMPLANTE com CARGA IMEDIATA 2092-3820 / 3578-3414 / 9.7341-4405 Rua Henrique Sertório, 457 Estacionamento no local 7

[close]

p. 8

PARÓQUIA EM AÇÃO Igrejas do Tatuapé fazem peregrinação no próximo dia 10 Entre tantas atividades propostas pelo Papa Francisco para 2016, destaca-se a peregrinação aos santuários do Ano da Misericórdia e a passagem pela porta Santa. Em nossa região, a Igreja de Nossa Senhora do Sagrado Coração, na Vila Formosa, é o santuário indicado. No local, os fiéis encontrarão uma das portas santas para rezarem e buscar a misericórdia de Deus como força para a conversão pessoal e comunitária. As paróquias da região do Tatuapé farão a peregrinação no próximo dia 10, com concentração às 9h30 na frente da Igreja Nossa Senhora do Sagrado Coração. A partir das 10h15 os fiéis farão a passagem pela porta, com um rito muito bonito, e em seguida entrarão na paróquia para acompanhar a missa. Aproveite a peregrinação para experimentar como eterna e maravilhosa é a misericórdia do Senhor Deus. Peregrinação seguirá até a Igreja N. Sra. do Sagrado Coração Sucesso – Se o sucesso de um evento gastronômico costuma ser medido pela quantidade de alimento consumido, então a 3ª Festa das Nações da Cristo Rei fez bonito. Para se ter ideia, os responsáveis pela barraca italiana tiveram que encomendar discos de pizzas e recorrer ao supermercado para dar conta da demanda dos fiéis, que aproveitaram a noite de 13 de agosto para devorar as "redondas" produzidas pela Pastoral da Família. O sucesso também foi constatado em outras barracas, que venderam todos os produtos levados para a festa. O dinheiro arrecadado será destinado a projetos desenvolvidos pela paróquia.

[close]

Comments

no comments yet