Código de Conduta

 

Embed or link this publication

Description

Veja o Código de Conduta das Indústrias Colombo

Popular Pages


p. 1

Código de Conduta Versão 1 - Março 2016 - Recursos Humanos

[close]

p. 2



[close]

p. 3

ÍNDICE 1. Apresentação......................................................................................5 1.1NossaMissão...................................................................................5 1.2 Nossa Visão.....................................................................................5 1.3 Nossos Valores................................................................................6 2. Objetivo .............................................................................................6 3.Aplicação.............................................................................................7 4. Divulgação .........................................................................................8 5. Conduta profissional .........................................................................8 5.1Colaboradores...............................................................................11 5.2 Recrutamento, Seleção e Promoção..............................................12 5.3Desligamento................................................................................13 5.4 Jornada de Trabalho.....................................................................14 5.5 Uso do Uniforme ..........................................................................14 5.6 Hora do café.................................................................................15 5.7 Uso do Crachá...............................................................................15 5.8 Informações pessoais...................................................................16 5.9 Ambiente de Trabalho...................................................................16 5.10 Segurança do trabalho................................................................16 5.11 Drogas ilícitas, tabaco, jogos de azar, arma de fogo e arma branca......................................................................................................17 5.12 Conduta fora da empresa ...........................................................18 5.13 Postura das Lideranças................................................................18 5.14 Relações de hierarquia................................................................19 5.15 Gratificações, Presentes e Convites...............................................19 5.16 Terceiros (prestadores de serviço) ............................................21 5.17 Críticas e sugestões ...................................................................22 5.18 Ferramentas de Tecnologia da Informação ................................22 5.19 Confidencialidade das Informações ............................................24 5.20 Atividades politicas.....................................................................25 Código de Conduta 3

[close]

p. 4

6. Questões de interesse Geral..............................................................25 6.1 Fraude, Desvio de recursos ou Apropriação de Bens.........................25 6.2 Suborno ou propina........................................................................26 6.3 Registros Contábeis.......................................................................26 6.4 Conflitos de interesses....................................................................26 6.5 Assédio, abuso de poder e discriminação.......................................28 6.6 Trabalho infantil e escravo..............................................................28 6.7Conformidadecomleiseregulamentações........................................28 6.8.DoaçõesePatrocínios.....................................................................29 6.9. Meio Ambiente..............................................................................29 6.10 Trabalhos acadêmicos e/ou Apresentação Institucional................29 6.11 Visitas ........................................................................................30 6.12 Segurança Patrimonial.................................................................31 7. Relacionamento com partes interessadas...........................................32 7.1 Relação com Clientes.....................................................................32 7.2 Relação com fornecedores ...........................................................33 7.3Relaçãocomacionistasecredores....................................................33 7.4 Relação com concorrentes..............................................................33 7.5RelaçõescomaComunidade............................................................34 7.6 Relação com o governo ................................................................34 7.7 Entidades associativas .................................................................34 8. Divulgação de violações deste código................................................35 9. Medidas Disciplinares........................................................................35 4 Indústrias Colombo

[close]

p. 5

Código de Conduta 1. Apresentação Indústrias Reunidas Colombo, empresa atuante no mercado nacional e internacional no segmento de máquinas e componentes agrícolas, por meio de suas marcas AEMCO, COTRAME, FUCOL e MIAC. Baseada na moralidade e na ética, a COLOMBO construiu, ao longo dos seus mais de 40 anos, uma história de tradição e respeito, mantida na sua ampla relação com seus colaboradores, clientes e parceiros, comunidade e demais públicos de interesse. Sua reputação e credibilidade de suas marcas no mercado são frutos dos seus princípios éticos que orientam sua atuação e contribuem para a manutenção da sua imagem como empresa sólida e confiável. Inspirado nos valores da empresa e nas crenças de sua gestão, a Colombo desenvolveu seu código de conduta, contendo os princípios e os fundamentos que alicerçam sua estrutura administrativa e organizacional. Este documento tem aplicação obrigatória entre seus colaboradores e deve servir de referência para os demais públicos de interesse. 1.1 Nossa Missão Contribuir para melhoria da vida das pessoas, proporcionando produtividade, segurança e preservação ambiental na realização de suas atividades agrícolas. 1.2 Nossa Visão Ser uma empresa reconhecida mundialmente como fornecedora de máquinas, equipamentos e componentes agrícolas inovadores e de qualidade. Código de Conduta 5

[close]

p. 6

1.3 Nossos Valores ● Respeitar o ser humano, buscando seu desenvolvimento pessoal; ● Alcançar o progresso e o bem-estar em harmonia com nossos parceiros comerciais; ● Incrementar de forma continua as práticas éticas; ● Preservar o meio ambiente. 2. Objetivo O Código de Conduta é um documento que visa transmitir com a máxima transparência os conceitos e as normas que regem a atuação da empresa e definem o conjunto de virtudes esperadas no comportamento diário de seus colaboradores, de fornecedores, bem como de todos aqueles que compartilham dos seus serviços e ideais. Dentro deste conjunto de virtudes, destacamos o senso de justiça, honestidade, imparcialidade, integridade, lealdade, confiança, espirito de equipe, solidariedade, respeito, transparência, discrição e bom senso. A fim de trabalharmos com padrões morais e éticos cada vez mais elevados, preparamos este material, para consolidar a missão, visão e valores, que são os princípios morais e éticos da Colombo; porém estas normas não esgotam todas as demandas presentes no dia a dia. Seu objetivo é ser um guia para as ações, uma referência para as iniciativas e decisões. Ele funciona como um conjunto de direcionadores claros e não-negociáveis da conduta esperada de cada um de nós, ou seja, é destinado para aperfeiçoar os relacionamentos internos e externos da empresa. Lembramos que este Código não tem o intuito de restringir 6 Indústrias Colombo

[close]

p. 7

o desenvolvimento dos negócios. Ao contrário, vem para acrescentar valor, apoiar o crescimento e a constante busca pela excelência; para isso é fundamental que todos nós conheçamos o conteúdo deste guia e as normas aplicáveis às nossas atividades e, também, que o incorporemos em nossas atitudes. Desta forma, teremos a oportunidade de concretizar um comportamento coerente às condutas descritas neste documento. O Código é válido por tempo indeterminado. Deve ser distribuído a todos os integrantes da Empresa, que não poderão alegar, em qualquer hipótese ou sob qualquer argumento, desconhecimento das diretrizes e princípios nele constantes. A Colombo espera que você leia, compreenda, faça cumprir e utilize este guia como uma referência valiosa no seu dia a dia. “Abra seus braços para mudanças, mas não abra mão de seus valores.” (Dalai Lama) 3. Aplicação Este Código aplica-se a todos os Colaboradores, incluindo-se, aqui, os Diretores, Gestores e demais Empregados, Estagiários, Temporários e Terceiros vinculados à Colombo, bem como em todos os relacionamentos estabelecidos com Acionistas, Clientes, Fornecedores e demais partes envolvidas e/ou interessadas no nosso negócio. As normas citadas neste Código passarão a ter vigor sobre os acontecimentos posteriores a sua divulgação, não podendo, portanto, alcançar fatos anteriores. Código de Conduta 7

[close]

p. 8

4. Divulgação É de responsabilidade dos gestores a divulgação do Código de Conduta para os colaboradores das suas respectivas áreas, esclarecendo dúvidas e verificando o entendimento quanto ao conteúdo e aplicação. Todo colaborador recebe um livreto do Código e assina o termo de compromisso e adesão. O Departamento de Recursos Humanos será o responsável por fornecer o livreto do Código aos novos colaboradores, dando ciência e mantendo registro da concordância dos mesmos. 5. Conduta profissional Esperamos que todos os colaboradores da Colombo, independente da sua posição hierárquica, tenham um comportamento íntegro compatível com os valores da empresa, sendo responsáveis pelo cumprimento do Código de Conduta. Assim sendo, todos devem seguir as orientações abaixo: ● Buscar o melhor resultado para a Colombo, mantendo sempre uma atitude transparente, de respeito, lealdade, eficiência e colaboração com os colegas de trabalho e seus públicos de interesse; ● Exercer suas atividades profissionais com competência e diligência, buscando o aprimoramento técnico e a atualização permanente, devendo encorajar todos os envolvidos na atividade a adotar tal conduta; ● Ser estritamente profissional e imparcial no trata- 8 Indústrias Colombo

[close]

p. 9

mento com o público; ● Promover ações que possibilitam melhorar a comunicação interna, eliminando a propagação de informações sem comprovação (boatos); ● É inadmissível a participação em atos que violem o Código de Conduta, bem como sua conivência, autorização e omissão de fatos relacionados; ● Todos os colaboradores devem conhecer e seguir as políticas e normas da empresa; ● Não é permitido disseminar informações da empresa, sem autorização prévia do Gestor a quem o colaborador esteja vinculado; ● É contrária as normas da empresa a participação do colaborador em atividades externas não relacionadas às atividades profissionais durante o horário de trabalho, salvo quando autorizado pelo seu superior imediato; ● É obrigação do colaborador manter suas informações cadastrais atualizadas junto ao departamento de Recursos Humanos; ● Não participar de transações e atividades que possam comprometer sua integridade profissional ou que possam desabonar a sua imagem pública, bem como a imagem da Colombo; ● É inadmissível a prestação de serviços de qualquer natureza, durante o horário de trabalho ou fora dele, para outras organizações que possam beneficiar um concorrente; ● A Colombo apoia o bom relacionamento entre os colaboradores. Não é aceitável desqualificar colegas ou gestores, usando quaisquer meios, seja por meio de piadas ofensivas, insultos ou insinuações vexatórias, ou manifestações de qualquer tipo de discriminação; Código de Conduta 9

[close]

p. 10

● A Colombo não admite discussões, conflitos ou agressões físicas e morais durante a jornada de trabalho. Caso isso ocorra, estarão as partes envolvidas sujeitas a ações disciplinares; ● É aconselhável a organização e a preservação da ordem e da limpeza em mesas, armários e todos os recintos da empresa – principalmente nos de uso comum como banheiros, copas, vestiários, corredores, refeitórios e portarias; ● As conversas nos corredores devem ser evitadas, mantendo-se a ordem; ● A Colombo não permite a utilização sem a devida autorização do nome, marca, logotipo, slogan, “mascotes” e tudo aquilo que venha compor a identidade visual da empresa, em redes/comunidades virtuais/sociais ou qualquer outro meio que possa causar danos à imagem ou aos negócios da empresa; ● Não é permitido aos colaboradores acessarem conteúdos disponíveis em sites em horário de trabalho, sem que seja de necessidade para desempenho de suas funções, principalmente os que contenham material pornográfico, ou ofereçam jogos de azar; ● Não é permitido aos colaboradores o uso de aplicativos de mensagens, como por exemplo o WhatsApp e demais aplicativos nos celulares, assim como Facebook e demais redes sociais durante a jornada de trabalho exceto para fins profissionais; ● Assuntos particulares no celular devem ser evitados; caso sejam necessários, devem ser breves a fim de evitar prejuízos no fluxo normal das atividades; ● Não será permitida a comercialização de produtos, rifas ou correntes de qualquer natureza, durante o expediente de trabalho e nas dependências da empresa, visto que tais atitudes dispersam ener- 10 Indústrias Colombo

[close]

p. 11

gias, distraem os colaboradores e prejudicam o fluxo normal das atividades, mesmo em horários de intervalo para as refeições; ● Não é aceitável a utilização de práticas ilegais como suborno, corrupção, fraudes, extorsão, propina, pirataria, sonegação fiscal, contrabando e violação de patentes e direitos autorais, ou prática de delito/furto. Normas rígidas serão aplicadas para quem cometer ou estiver envolvido em tais práticas; ● Os erros eventualmente cometidos devem ser reconhecidos honestamente e informados imediatamente à liderança ou ao responsável pela área para sua devida correção; ● Consideramos que todos os colaboradores estão cientes e anuem os termos estabelecidos no presente Código. Para isso, a Colombo se responsabiliza por promover a divulgação ampla deste Código toda vez que houver uma atualização no documento; ● No caso de haver dúvidas na interpretação ou aplicação do Código de Conduta, estas devem ser encaminhadas para ao Gestor da área, pelo qual serão apreciadas, a fim de se emitir um parecer sobre a questão. Sendo certo que, agindo em desconformidade com as normas ora estabelecidas neste documento, estará o colaborador sujeito às ações disciplinares. 5.1 Colaboradores Cabe a cada colaborador, independentemente de sua posição hierárquica, no exercício de suas funções, estimular o trabalho em equipe e o diálogo como forma de solucionar problemas, contribuindo para um ambiente sadio, estimulante e participativo, no qual se cultive um clima de con- Código de Conduta 11

[close]

p. 12

fiança e respeito. A Colombo espera que seus colaboradores sejam pessoas abertas a novas ideias, criativas, participativas e que saibam utilizar todo seu potencial para seu crescimento pessoal e profissional, contribuindo assim com o desenvolvimento da empresa. 5.2 Recrutamento, Seleção e Promoção Toda contratação deverá passar pelo processo seletivo, envolvendo as áreas de recursos humanos e requisitante, e deverá sempre atender aos princípios de competência e potencial. ● A Colombo se compromete com a ética e transparência nos processos de contratação e promoção, utilizando, para o recrutamento e seleção, critérios regidos de acordo com os princípios de justiça e igualdade; ● A Colombo admite a contratação de familiares ou promoção de parentes e cônjuges de empregados, desde que observado o critério do mérito e de igualdade de condição com os demais candidatos, exceto em caso de regime de subordinação, a fim de impedir comprometimento da entrega interna ou conflito de interesse; ● O processo de contratação compreende a busca de candidatos, análise dos currículos, aplicação de testes e entrevistas, sendo que uma das entrevistas deverá ser, necessariamente, com o supervisor imediato do candidato; ● Nos processos de contratação de cargos de Gerência, a participação da Diretoria é fundamental; 12 Indústrias Colombo

[close]

p. 13

● Para admissão e promoção, serão atendidos os requisitos básicos do cargo. Não será admitida nem tolerada qualquer forma de discriminação nos processos seletivos, nem tão pouco para desligamento, treinamento, remuneração, promoção ou transferência de colaboradores; ● A seleção dos candidatos levará em conta, também, o perfil ético do candidato, visando fortalecer o padrão vigente; ● A demonstração de interesse de um colaborador em participar de um processo de recrutamento interno deve ser entendida por sua liderança como uma alternativa natural de evolução de carreira, não podendo dar ensejo a nenhum tipo de retaliação; ● Nos processos de recrutamento, a prioridade será dada aos colaboradores internos, desde que preencham todos os requisitos de competência e disponibilidade requeridos pela descrição do cargo em questão. 5.3 Desligamento Caso seja constatada a necessidade de desligamento de um colaborador, o processo “Demissional”, seja qual for sua motivação, ocorrerá de forma sigilosa, seguindo as leis trabalhistas e respeitando as políticas e os normativos de recursos humanos da empresa. Ao término do contrato de trabalho ou rescisão de contrato, o colaborador deve devolver: uniformes, telefones celulares, crachás, laptops, veículos e demais objetos de propriedade da Colombo que estejam sob sua responsabilidade, no seu último dia trabalho para o seu gestor. Os recursos fornecidos aos colaboradores devem retornar em perfeito estado de funcionamento e condições de reutilização; caso Código de Conduta 13

[close]

p. 14

sejam constatados destruição e/ou danos por mal uso, o colaborador deve ressarcir o produto ou o valor deste para a empresa, para isso, a Colombo considera a especificação idêntica ou similar do produto danificado. 5.4 Jornada de Trabalho Os colaboradores devem cumprir rigorosamente suas jornadas de trabalho. Horas adicionais são feitas apenas em ocasiões excepcionais mediante autorização da gerência do departamento. Em caso de serviços externos, o colaborador deve cumprir a mesma carga horária determinada em seu contrato. Logo, se ao término desta atividade ainda houver horas para cumprir, o colaborador deve retornar ao seu posto de trabalho. É obrigatória pelo colaborador a marcação de sua jornada de trabalho de acordo com sua escala de trabalho, devendo, inclusive, nos casos exigidos, que sejam marcados os intervalos para refeição. Serão considerados para fins de abono de ausência ao trabalho somente aqueles contemplados na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). 5.5 Uso do Uniforme Colaboradores em exercício de suas atividades profissionais representam a imagem da Colombo. Por esta razão, o uso do uniforme é obrigatório durante todo o horário de trabalho e deve-se manter a limpeza e conservação das roupas. Ao término do contrato, o colaborador deve devolver o uniforme. O uniforme Administrativo da Colombo é composto apenas pela camisa, obrigando o complemento com outras peças como calças ou saias, neste caso é esperado pela empresa 14 Indústrias Colombo

[close]

p. 15

que o colaborador se preocupe em usar roupas e acessórios que valorizem a sua imagem, evitando exposições desnecessárias (decotes, saias curtas e shorts, roupas rasgadas, etc.), cabendo ao gestor da área avaliar se o colaborador está adequadamente trajado. O padrão de vestimenta da empresa condiz com um ambiente de negócios. A Colombo espera que seus colaboradores utilizem o bom senso e discrição. Caso o colaborador esteja utilizando o uniforme da empresa em atos que envolvam brigas em bares, no trânsito, ocorrências policiais ou qualquer ato que possa denegrir a imagem da Colombo fora do horário de trabalho, estará sujeito às penalidades. 5.6 Hora do café A Colombo não estipula horário para consumo de café nas suas áreas administrativas, porém todo colaborador deve procurar usar o bom-senso. Caso sejam detectados abusos, sejam eles de tempo, barulho ou desperdícios, o gestor do colaborador deverá atuar para correção do comportamento. As unidades fabris têm horários pré-determinados de 15 minutos para descanso, portanto, é indicado que se cumpra o horário. 5.7 Uso do Crachá O crachá é de uso pessoal e intransferível, sendo a primeira via gratuita. O seu uso é obrigatório dentro das dependências da empresa e deve estar sempre em local visível, seguindo as normas de segurança. A área de RH deverá ser informada imediatamente em caso de perda ou roubo do crachá. A emissão da segunda via terá um custo adicional a ser pago pelo colaborador por meio do débito em folha de pagamento. Código de Conduta 15

[close]

Comments

no comments yet