Revista Empresário Digital - Edição 167

 

Embed or link this publication

Description

Revista Empresário Digital - Edição 167

Popular Pages


p. 1

00167 9 771808 231002 empresariodigital.com.br • 1

[close]

p. 2

2 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 3

carta ao leitor Para o alto: a hora é agora A ssumindo o papel de verdadeiros super-heróis, milhares de empresários têm conduzido suas empresas em meio a dificuldades extremas no Brasil. Muitos negócios sofreram profundamente com a crise. Muitos deixaram de existir. Muitos tiveram de recorrer a bancos para tomar dinheiro emprestado. E muitos passaram a ter problemas fiscais e a lidar com a inadimplência. Nós não podemos ignorar esses fatos. Ainda que sejamos otimistas e acreditemos sempre no melhor. Mas o que podemos aprender com essa crise e fazer para prosperar? Um dos caminhos é estudar a própria história e aprender com o passado. Outro é acompanhar as notícias e entender as tendências. Um terceiro passa pelos estudos de mercado, avaliando números. Entre esses três caminhos, eu escolhi... todos. Há meses, tenho estudado a história de empresas que foram líderes no passado e deixaram de existir, passando pelas notícias de lançamento de produtos e tecnologias até chegar à avaliação de quantas empresas temos em cada um dos nichos de mercado. Confesso que tem sido um trabalho complexo, caro, com pouco apoio, mas entendo que é gratificante. Essa crise nos fez mudar e nos deu uma grande oportunidade. Dizem que, na crise, quem investe colhe frutos. Saber quem são os mercados que vão prosperar, saber quantas são as empresas e onde cada uma delas está parecia utopia no início desse projeto ousado. Mas hoje é realidade. A Empresário Digital continuará sendo uma plataforma de comunicação, mas haverá muitas novidades. Outras unidades de negócios estão surgindo como possibilidade de atender a uma nova demanda. Estamos discutindo a força da geração de conteúdo e leads. E evoluímos numa escala impressionante. Tenho participado de quase uma centena de reuniões a cada mês e quem já viu a nossa plataforma custa a acreditar no que realizamos. Atingimos um alto grau de desempenho em termos de estudos de mercado e dados para transmitir conteúdo relevante a um público ativo, qualificado e segmentado. Tudo isso por meio de uma série de filtros. E agora estamos na reta final. Já é a última fase do nosso projeto, coincidentemente num período em que a crise política e econômica tende a arrefecer no país. Sim, ainda vamos lutar muito nessa transformação e para promover esses novos valores, novos entendimentos dos custos, dos preços, dos mercados, dos clientes, dos personagens envolvidos, dos processos e do comportamento diante das novas plataformas. Aos heróis que me acompanham, meu agradecimento e minha torcida. Estou certo de que muito em breve teremos novidades que vão ser do seu interesse. E de todos aqueles que têm identificação com o nosso empenho. Bons negócios e até a próxima. Marco Marcelino, diretor editorial Twitter do editor: @marco_marcelino Twitter da revista: @revista_ESD www.empresariodigital.com.br (notícias todos os dias) CAPA O grande momento do setor promocional Pág. 24 4 Serigrafia 6 Sublimação 8 Impressão 12 PDV 14 Mídias 16 Decoração 18 Out of home 18 Digital 20 Varejo 22 Marketing 30 Lançamento 36 Sala Vip 38 Digital Avenida Paulista, 1079 • 8º andar Bela Vista • São Paulo/SP • Brasil Fone/Fax: (11) 2787-6386 www.serinews.com.br Publisher: Marco Marcelino {44.446} mmarcelino@serinews.com.br Gerente Editorial: Jorge Luiz Mussolin {15.978} jmussolin@serinews.com.br Jornalista: Alexandre Carvalho {44.252} alecarvalho@serinews.com.br Redação: Bruna Costa - bcosta@serinews.com.br Design: Patricia Barboni patricia@be-erredesign.com.br Foto de Capa: Yuri Mine Comercial: Alessandra Luz - aluz@serinews.com.br As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião da editora. As fotos publicadas têm caráter de informação e ilustração das matérias. Os direitos das marcas são reservados aos seus titulares. As matérias aqui apresentadas podem ser reproduzidas mediante prévia consulta por escrito à Editora. O não cumprimento dessa determinação sujeitará o infrator as penalidades previstas na Lei de Direitos Autorais. (Lei 9.610/98). empresariodigital.com.br • 3

[close]

p. 4

serigrafia NOVA LAVADORA DE TELAS O modelo VWB-3621-AC mede 91,4 cm de largura e 53,3 cm de profundidade, comportando telas de até 58,4 x 78,7 cm. Já o modelo VWB-5121-AC mede 129.5 cm de largura e tem 53.3 cm de profundidade e cabe uma tela de 119.4 x 78.7 cm, ou duas telas de 58.4 x 78.7cm cada. Os painéis translúcidos de acrílico que ficam posicionados no fundo do equipamento permitem a adição de luz de fundo para inspeção completa da superfície da tela que está sendo recuperada e além disso a altura dos modelos foi aumentada em 5cm por 168cm para acomodar telas mais altas. Construídas em aço inoxidável, ambos os modelos estão equipados com telas e suportes que seguram as telas no lugar durante a lavagem, além de prateleiras de 7, 5 cm de largura. Os equipamentos têm uma ferramenta a vácuo que remove o excesso de água da tela para uma secagem mais rápida. O modelo VWB3621-AC é um equipamento pequeno, enviado via UPS, DHL e outros meios. A Vastex também fabrica prensas de serigrafia com 10 estações, material para numeração de camisetas esportivas, unidade de cura em flash, secadores de esteira infravermelhos, prensas de calor, e diversos outros equipamentos. GENESIS LANÇA BOOK O Book Inspiração da Gênesis apresenta diversas técnicas de impressão e efeitos diferenciados, para que sirvam como referência na criação de trabalhos inovadores e criativos. Procuramos utilizar produtos comerciais e acessíveis que agregam valor à estampa e que ao mesmo tempo proporcionam produtividade na sua empresa. Este foi um longo projeto desenvolvido com muito carinho e dedicação por toda a nossa equipe. Foram 18 profissionais envolvidos. 66 matrizes serigráficas. 360 kg de tintas e produtos auxiliares. 1.700 m² de tecidos. 5.200 horas de trabalho. 60.000 puxadas de rodo. E uma satisfação imensa de representar neste book toda a nossa paixão pela serigrafia! Se você desejar adquirir outros exemplares ou indicar para algum cliente ou parceiro, o Book Inspiração está disponível para venda no website da Escola Gênesis: escola.genesistintas.com.br 4 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 5

empresariodigital.com.br • 5

[close]

p. 6

sublimação A rigorosa certificação da NikeJK Group anunciou que integrou oficialmente a lista de fabricantes de tintas aprova- odos pela Nike através da gente de normas químicas. Em termos de tintas de sublimação, estas são sujeitas a ensaios anuais para verificar a ausência de vários produtos químicos, incluindo organotinas, PVC e Compostos Orgânicos oportunidades de negócios, a série Digistar HI-PRO dá-lhe a oportunidade de serem consideradas fornecedor oficial da Nike, dado que garante a conformidade de todas as impressões com os requisitos sua marca Kiian Digital. Voláteis (abreviatura do inglês, VOCs). RSL da empresa. A Digistar HI-PRO série da Kiian Digital A adesão da Digistar HI-PRO série aos “Temos o prazer de anunciar que a juntou-se à Lista de Substâncias Restritas exigentes critérios de produtos químicos nossa Digistar HI-PRO é uma tinta apro- da Nike (em inglês, Restricted Substance da Nike é confirmada por laboratórios vada pela Nike e 100% compatível com List - RSL) na sequência da conformidade qualificados, incluindo o Bureau Veri- o padrão de referência RSL da Nike”, com os rigorosos regulamentos da marca tas, sendo assim uma fantástica solução afirmou Marco Girola, Especialista em global de material desportivo, com o de sublimação para vestuário de alta Marketing da Kiian Digital. “Destaca- objetivo de cumprir ou mesmo exceder os costura, roupa desportiva resistente, -se assim a nossa cultura a longo prazo requisitos legais a nível mundial e recebeu equipamento e têxteis domésticos graças para com uma abordagem sustentável licença da Nike Inc. para ser utilizada na à sua capacidade para produzir gráficos de negócios, não só para nós enquanto sua substancial cadeia de fornecedores. impressionantes de alta qualidade em toda fabricantes de tintas, mas também na Na sua qualidade de maior fabricante uma gama de materiais têxteis e rígidos. apresentação de soluções que permitam de calçado e vestuário desportivo do A gama Digitstar HI-PRO consiste num aos nossos clientes oferecer produtos mais mundo, produzindo mais de 900.000 amplo leque de 14 cores intensas e vivas aceitáveis em termos ambientais.” produtos por ano, a Nike procura eliminar e é totalmente compatível com as cabeças A carteira de produtos de alta tecnolo- os produtos químicos perigosos em toda a piezoelétricas das impressoras Epson, gia da Kiian Digital compreende tintas à sua cadeia de produção. A sua RSL exige oferecendo uma qualidade de imagem base de água que permitem aumentar a que cada produto com a marca Nike, máxima, reprodução de cor precisa e produtividade reduzindo simultaneamente incluindo calçado, vestuário, acessórios secagem rápida. os desperdícios. Com uma cadeia em e equipamento da Converse e Hurley e Permite aos utilizadores aperfeiçoar expansão de concessionários regionais, a Nike Golf, adira ao seu compromisso com designs numa fase precoce e permite empresa assume um modelo de negócios a sustentabilidade. Este exige que os seus acelerar o prazo de comercialização de impressão local, potencialmente elimi- fornecedores avaliam o impacto químico dado que estes produtos aprovados não nando a necessidade de transporte global e incorporem processos de fabrico menos requeres ensaios adicionais. Para as e reduzindo mais a pegada ecológica. poluentes, que respeitem uma lista abran- gráficas que procuram aumentar as suas Girola conclui, “A oferta de uma configuração rápida do sistema, redução do tempo de paragem e maior qualidade permite às nossas tintas oferecer aos nossos clientes uma redução dos custos de produção e maiores margens de lu- cro. Gera-se assim um valor sustentável para empresas que procuram investir em produção digital.” Sendo um dos principais fabricantes de tintas, a vasta carteira da Kiian Digital inclui numerosas acreditações. Entre estes incluem as autorizações Adidas A01, OEKO-TEX® Standard 100, claras de usar e seguro para vestir atribuídos à série Di- gistar HI-PRO e a gama Digistar PES HD. 6 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 7

empresariodigital.com.br • 7

[close]

p. 8

impressão Menor custo de produção com Led UV A AMPLA Impressoras Digitais lança a ELITE RR LED UV, uma impressora digital UV Spor R$ 199 mil egundo a empresa, uma diferença - e grande vantagem - da impressão com cura UV em relação à impressão solvente (ou eco solvente) é que, enquanto a segunda seca através da evaporação dos solventes presentes na tinta, a tinta UV não seca, mas se polimeriza pela reação entre o fotoinicializador e a irradiação ultravioleta emitida pelas lâmpadas UV. Essa polimerização faz com que o processo seja até 40% mais rentável no consumo de tinta. Além disso, possui elevada resistência mecânica e química e exige baixo consumo de energia, resultando em uma tecnologia alinhada com as mais recentes tendências mundiais de produtos e equipamentos ecologicamente corretos. A nova impressora LED UV da AMPLA foi projetada para proporcionar redução dos custos de produção e de mão de obra às empresas de comunicação visual, graças à diminuição - ou até mesmo eliminação - de etapas de acabamento dos trabalhos, se comparada à impressão solvente ou eco solvente, que exige um período maior para secagem completa da mídia antes de iniciar o processo de acabamento. Um exemplo disso é que, quando se utiliza impressão solvente ou eco solvente para impressão em vinil (adesivos), e este é posteriormente aplicado em uma chapa rígi- da, é necessária mão-de-obra de aplicação para essa atividade devido a problemas na colagem como rasgos, bolhas, etc. Com a impressão UV, estes processos podem até mesmo eliminados, já que, dependendo da aplicação, não é necessário imprimir no vinil ou recortá-lo, porque a impressão UV pode ser realizada diretamente na chapa, reduzindo prazos e desperdício de materiais. A versatilidade do LED UV A nova ELITE RR LED UV pode também substituir as impressoras de baixa produtividade nas demandas habituais das empresas de comunicação visual, ou ser incorporada como complemento no aumento da capacidade produtiva, possibilitando explorar uma infinidade de novas aplicações como PDV, decoração, brindes e displays, entre outros, abrindo múltiplas possibilidades para atender a novos mercados. Tecnologia industrial em formato mais compacto Projetada com toda a tecnologia embarcada na consagrada linha de impressoras industriais New Targa XT LED UV, a ELITE RR LED UV possui uma estrutura mais compacta e conta com o inovador Chassi Monobloco AmplaCore, que atribui ao equipamento extrema robustez e estabilidade. Além do CLP industrial e da Interface Touchscreen, para controle e gerenciamento dos subsistemas da impressora, a ELITE RR LED UV conta com a tecnologia AmplaSmart para monitoramento em tempo real das principais funções do equipamento. Seu avançado sistema de cura fria LED UV assegura grande eficiência energética, permitindo a impressão ecologicamente correta em diversos tipos de substratos, flexíveis ou rígidos leves, de até 5mm de espessura, inclusive aqueles sensíveis ao calor. Já à disposição dos clientes para demonstrações no Showroom da AMPLA, a ELITE RR LED UV está disponível na largura de 3,20m, é equipada com 04 cabeças industriais de 07pL, imprime com resolução de até 1.200dpi e velocidade de 40m²/h. Tudo isso com uma extraordinária riqueza de cores e detalhes, surpreendendo até nas aplicações mais exigentes. Outros ganhos da impressão com cura LED UV • A impressão digital com cura UV é uma tecnologia que possibilita imprimir uma imagem sobre diferentes tipos de materiais. • Com a tecnologia UV, além de eficiência e alta qualidade, as soluções de impressão podem ser realizadas tanto em materiais flexíveis – papel, lonas e adesivos-, quanto em materiais rígidos, como o MDF, PS, PVC, PVC expandido, papelão, borracha, plástico e acrílicos, entre outros. • A percepção de qualidade na impressão, comparando com a impressão solvente ou eco solvente, é significativamente maior. Se o empresário souber explorar esta vantagem, pode agregar valor aos seus impressos, aumentando também suas receitas. • O sistema LED UV proporciona eficiência no consumo de energia; além disso, a tecnologia não gera calor excessivo, possibilitando a impressão em materiais sensíveis ao calor. • A Impressão de cura UV é ecológica, pois não emite VOCs (Componentes Orgânicos Voláteis). Por todos estes diferenciais, o sistema de impressão digital LED UV está ganhando cada vez mais espaço no mercado de comunicação visual e a Ampla, ciente desta tendência, traz uma linha completa de impressoras de grandes formatos para atender as necessidades de seus clientes com produtos cada vez mais competitivos. 8 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 9

empresariodigital.com.br • 9

[close]

p. 10

impressão CORES DESEJADAS A GMG desenvolvedora de software para gerenciamento de cores e soluções de provas, anuncia o lançamento do ProofMedia estúdio OBA fosco 150. Esta é a primeira superfície de provas fosca da GMG que contém altos agentes de avivamento ópticos (Optical Brightening Agents - OBAs)*. O papel foi desenvolvido para conseguir alta fidelidade na reprodução de provas, para trabalhos de produção com papeis não revestidos. No passado, era problemático para agências de design e publicidade, pré-impressão e empresas de impressão, entregar uma aparência visual semelhante entre provas e impressões, mesmo com boa medição colorimétrica, pois os papeis de prova mate não contém nenhuma ou muito pouca fluorescência. Este problema pode ser resolvido com o novo papel de alta tecnologia OBA da GMG fosco 150. Apresentando níveis fluorescentes comparáveis aos papéis de produção populares, provas impressas no GMG OBA fosco 150 entregam ótimos resultados visuais para a produção final. Isto inclui a norma de impressão FOGRA52. GMG OBA fosco 150 não só contém alta (OBA)*, mas também consegue que as tintas revelem um nível de brilho mais elevado. Como resultado, OBA fosco 150 oferece uma gama de cores maior em áreas de destaque, em comparação aos outros papeis de prova do mercado. As principais características do novo papel GMG OBA fosco 150 são: • as características da superfície e cor, tornam possível alcançar uma perfeita correspondência visual entre provas e impressões de papéis de produção não revestidos. • O papel de provas OBA fosco 150, podem simular a norma de impressão FOGRA52 perfeitamente. • O ponto branco do papel de L* 97; a* 2,5; b* -10 fornece uma gama de cores maior em áreas de destaque em comparação com a maioria dos papeis de prova do mercado. • É reciclável • GMG OBA fosco 150 está disponível em larguras de 17, 24, 42 e 44 polegadas 10 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 11

empresariodigital.com.br • 11

[close]

p. 12

pdv Por Lourival Mariano* Display automático: saiba como usar e economize tempo Escolher o display automático certo para divulgar seus produtos e serviços vai fazer toda a diferença na hora de conquistar novos clientes, seja no ponto de venda ou em feiras e eventos. Para ajudar sua equipe listamos tudo que você precisa saber sobre displays automáticos e como escolher o ideal para sua necessidade. Displays de papelão são uma forma econômica e criativa de promover sua marca, produtos e serviços e podem ser utilizados em todo tipo de ponto de venda. Feitos de um material leve tem o transporte facilitado quando desmontados e podem ser reutilizados de acordo com a sua necessidade. Esses displays podem servir a múltiplas funções sendo as principais a exposição de produtos e divulgação de sua marca sendo o suporte através do qual informação é repassada para o consumidor. Feitos com impressão digital de alta qualidade tem como principal vantagem o acabamento impecável, pois seu corte é feito a máquina o que os torna muito mais precisos. Esses displays tem a garantia de montagem rápida e chamam atenção em qualquer ponto de venda! O principal diferencial do display automático está em sua montagem, que é feita de forma completamente automatizada. Assim, sua empresa não precisa contratar uma equipe para organizar seu stand e pode realizar a montagem em poucos segundos, graças a patente Faster Displays. Com ela é possível produzir diversos formatos de displays e balcões promocionais com montagem automática, completamente personalizados com a identidade do seu negócio ou campanha. Levando no máximo cinco segundos para serem montados, é uma excelente alternativa para agilizar a criação de pontos de venda atraentes e dinâmicos que são desmontados com igual facilidade. Por serem transportados desmontados é fácil enviá-los para qualquer lugar do Brasil pelos Correios e cabem até mesmo em carros convencionais. Não existem limitações para o uso de displays automáticos, que facilitam muito a vida da sua equipe de produção na hora de fazer espaços em lojas, congressos, feiras, shoppings e eventos se tornarem realidade. Com criatividade é possível incrementar o seu stand com os totens e displays automáticos, que vão ser extremamente funcionais desde a exposição até a montagem. Completamente personalizáveis, esses displays vão ficar com a cara do seu negócio e serão o suporte ideal para reproduzir as cores e elementos de sua identidade visual de forma impactante. Através deles é possível realizar a sinalização e ambientação do seu espaço destacando o que é importante para a sua marca. Uma comunicação forte consegue transmitir nos menores detalhes os valores que norteiam seu trabalho. E como escolher o display automático ideal para o meu PDV? Há múltiplas opções. Displays Elípticos, Back Drops e Balcões Promocionais são ideais para divulgar melhor as funcionalidades de seus produtos ou promover sua marca. A Displays Expositores simula prateleiras com um acabamento incrível e personalizáveis, produz três formatos diferentes de Balcões Promocionais para a realização de ações de degustação, como o oferecimento de amostras grátis. Para receber as pessoas no seu stand, o Portal PDV é ideal em proporcionar impacto visual e quando combinado com um Back Drop conferem a imponência que sua marca precisa para fazer aquela primeira impressão! O Expositor Escada é uma ótima maneira de estruturar um ponto de venda em loja ou shopping e pode ser combinado com o Totem Elíptico para reforçar sua identidade visual e ressaltar o que torna o seu produto especial. Na hora de divulgar uma nova linha ou um produto especialmente inovador uma opção e tanto é centralizar o Display Cônico aproveitando-se de espaços em branco ao redor do produto em questão para conseguir aquele efeito de singularidade que tornará a experiência de conhecer seu produto tão especial. As principais vantagens do display automático é que eles simplificam a logística de seu negócio na hora de montar stands ou pontos de venda, sendo produzidos de forma ágil e transportados sem nenhum problema. Podem ser enviados pelos correios e são extremamente práticos de se manusear, ocupando pouco espaço quando desmontados. Além disso, agilizam a produção de um evento ou montagem de um ponto de venda graças a tecnologia patenteada Faster Displays, que garante a montagem em poucos segundos. A impressão digital em alta qualidade garante que suas artes terão o destaque que merecem e vão capturar a atenção dos passantes criando pontos de venda únicos e com a cara do seu negócio.Na hora da montagem, você não precisa se preocupar em contratar uma equipe específica para isso, já que ela é automatizada. Oferecendo uma ampla variedade de formatos podem ser combinados de forma infinita para que seu espaço fique com a sua cara, refletindo todo o trabalho por trás das soluções que seu negócio oferece. Quer saber tudo sobre displays automáticos? www.petink.com.br 12 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 13

empresariodigital.com.br • 13

[close]

p. 14

mídias FOMOS À LONA? vConversamos com a Sansuy, fornecedora de laminados de pvc para comunicação visual, para saber: o que muda de fato com a Lei Antidumping? ocê sabe: o preço das lonas importadas subiu. Mais especificamente na base de estratosféricos 97% a 127%. Então não é surpresa que esse aumento tenha se tornado motivo de polêmica, discussão e dúvidas – que têm alimentado centenas de mensagens trocadas em grupos de WhatsApp. Para esclarecer melhor a associação entre o momento atual e a Lei Antidumping, publicada em junho no Diário Oficial (http://bit.ly/29u0Kr9), ouvimos diretamente a empresa que entrou com o pedido de investigação de dumping junto ao Departamento de Defesa Comercial: a Sansuy, representada nesta entrevista por seu diretor, Toshio Nakabayashi. A entrevista que você vai ler a seguir traz uma compilação de perguntas que ouvimos de empresários e executivos do setor. O que motivou a Sansuy a entrar com o pedido de investigação antidumping? O direito de defender o nosso mercado. Algumas regras básicas e procedimentos de concorrência precisam ser observados. Quando isso não ocorre, as empresas que se sentem prejudicadas têm garantido o seu direito de solicitar uma avaliação a um órgão independente, neste caso o DECOM (Departamento de Defesa Comercial do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços), de modo a defender não apenas os interesses de quem faz a solicitação, mas de todas as empresas do mesmo ramo. O processo durou aproximadamente dois anos e constatou tecnicamente que os exportadores da China e Coreia do Sul praticaram dumping nas exportações ao Brasil, com preços exageradamente abaixo daqueles praticados no mercado, o que causou danos à indústria nacional, provocando queda significativa da produção e das vendas domésticas, com altas taxas de ociosidade e redução de empregos. Por que a Sansuy não consegue produzir no Brasil um produto com a mesma qualidade e o preço da China ou da Coreia? Não estamos discutindo a questão da qualidade. A Sansuy e demais transformadores sempre estarão dispostos a fazer ajustes na qualidade e no preço de seus produtos, de acordo com as solicitações do mercado, desde que as regras estejam sendo seguidas por todos os fabricantes – nacionais e internacionais. Num passado não muito distante, a Sansuy importou lona do Oriente para revender no Brasil. O que aconteceu? Ainda importa lona para sider de caminhão? A Sansuy nunca importou lona da China. Importamos da Coreia do Sul, justamente para sider de caminhão. Mas não temos feito importações deste produto nos últimos tempos devido à drástica queda nas vendas de implementos rodoviários no mercado brasileiro. Apesar de a Sansuy ter entrado com esse processo, ela não fabrica lona na principal medida de 3,20 m de largura. Não é estranho, já que essa medida abrange cerca de 50% do mercado? A questão não é que a Sansuy queira atender todo esse mercado. De fato, não fabricamos lona de 3,20 m, mas há outras empresas no Brasil que fabricam nessa medida. Após a Resolução Camex, com a aplicação do direito antidumping, alguns clientes alegaram que a Sansuy fez um reajuste e aumentou os preços das lonas para comunicação visual. Há alguma justificativa ou associação desse aumento com o processo? Estávamos aplicando, por um período restrito, uma tabela promocional, que vigorou durante o mês de junho. O fim da promoção não teve nenhuma relação com o processo antidumping. Qual a capacidade produtiva da Sansuy para atender o mercado brasileiro? Segundo alguns clientes, já está faltando produto. É de 25 milhões de m²/ano, atendendo tanto larguras-padrão quanto larguras sob encomenda. Como a Resolução foi publicada no Diário Oficial no dia 24 de junho, há pouco tempo, o que pode estar ocorrendo é que, em função dessa publicação, muitos importadores estejam revendo os preços, acarretando uma falta momentânea de produto importado. 14 • empresariodigital.com.br

[close]

p. 15

As empresas deixarão de importar da China e passarão a trazer da Índia. Como você vê essa tendência? Cada empresário tem o direito de trazer mercadoria de onde for necessário e interessante para os seus negócios. Desde que esteja em conformidade com as regras do comércio internacional, a Sansuy e a indústria brasileira não têm o que questionar. No passado, a Sansuy teve o maior posicionamento de marca do mercado, quando clientes finais pediam por Sanlux em vez de chamarem o material de lona. E agora, qual a estratégia da empresa para os produtos para comunicação visual? A Sansuy nunca saiu do mercado de comunicação visual com a marca Sanlux, mas, em função dos preços praticados, não tinha competitividade para escala maior. Então, escolhemos alguns nichos que exigiam principalmente qualidade e maior valor agregado. Mas continuaremos trabalhando no segmento de comunicação visual com a marca Sanlux. Com a resolução antidumping, acreditamos que a marca ganhará competitividade, com uma área de atuação mais ampla. Desde a morte do Dr. Honda e a entrada da empresa no Regime de Recuperação Judicial, a Sansuy deixou de fazer atendimento às empresas de comunicação visual. Qual será a estratégia para voltar a distribuir os produtos? Será diretamente ou via canal de distribuição? A Sansuy nunca deixou de atender às empresas de comunicação visual. Como disse, por causa dos preços praticados, optamos por trabalhar apenas com um nicho que exigia um produto de qualidade superior. Continuaremos trabalhando com diferentes canais de comercialização, tanto diretamente como por meio de distribuidores, para atender a todos os clientes, independente do seu tamanho no mercado. A medida antidumping foi para proteger o mercado de toldos? A medida antidumping não se restringe a uma aplicação ou outra, mas a todos os mercados onde a lona de PVC com reforço têxtil e filme de PVC em ambas as faces tem aplicação. Enfatizamos que esta medida não beneficia unicamente a Sansuy, mas toda a indústria nacional fabricante de lona e também a cadeia que fornece matéria-prima para fabricar lona de PVC. A medida vai beneficiar a cadeia petroquímica desde a primeira até a quarta geração. Quantas empresas com impressoras digitais acima de 2,60 m de largura a empresa acredita ter no mercado, e o que a Sansuy terá a oferecer para essas empresas? Não temos conhecimento desse número, mas en- tendemos que há mercado para todos. A Sansuy ainda não definiu se irá fabricar lona com largura acima de 2,60 m, mas continuamos atendendo dentro da nossa capacidade de até 2,20 m de largura. Lembramos que painéis maiores podem ser soldados para atingir a altura ou largura desejada. Como a Sansuy vê os produtos antichama e o que tem feito para produzir um material mais sustentável? Neste mercado de lonas de PVC, não existe produto antichama. O termo correto é “produto com característica autoextinguível” e, desde o início de sua operação, a Sansuy já domina esta especificação. Havendo a solicitação do cliente, a Sansuy produz lonas para atender a diferentes especificações, com ampla diversidade. Consciente de que a preservação do meio ambiente é fundamental para a sociedade, a Sansuy se preocupa em desenvolver produtos e processos voltados à otimização dos recursos e recicla os materiais remanescentes da sua produção. Um distribuidor do Rio de Janeiro acredita que nada muda com a Resolução antidumping, a não ser um maior recolhimento do governo e o cliente pagando mais caro para vender o mesmo tipo de produto. Qual sua opinião quanto a esse ponto de vista? Estamos tratando de regras que precisam prevalecer no mercado e do benefício gerado para toda a cadeia produtiva envolvida. Lembramos que a resolução antidumping estabelece regras que visam ao comércio justo e ponderado das lonas de PVC, sejam de origem nacional ou importada. Para um exibidor na Bahia e diretor do portal de mídia Out of Home, o mercado está em recessão e os aumentos de preços só agravam a situação. Além disso, muitas empresas anunciaram que o aumento vai ser repassado para o cliente final em torno de 29% a 39%. Qual a visão da empresa em relação a esses custos? Neste momento, as empresas envolvidas terão a oportunidade de estudar e equacionar a questão do preço. No caso da comunicação visual, a lona de PVC talvez represente menos de um terço do produto final que será exposto. O mercado está ciente dos custos das matérias-primas, atrelados ao dólar, com tintas e maquinário importados. Portanto, não é a lona de PVC que vai inviabilizar os negócios. empresariodigital.com.br • 15

[close]

Comments

no comments yet