Blue Book Benchmarking Indicadores Ed 2016

 

Embed or link this publication

Description

Resumo dos cases Benchmarking certificados em 2016

Popular Pages


p. 1

O que não é medido não é gerenciado (Robert Kaplan e David Norton – autores da metodologia BSC Balanced Scorecard) 2016 1ª Edição 03 Cases Certificados

[close]

p. 2

Sou Benchmarking Quem já é Benchmarking (possui case de sustentabilidade certificado pelo Programa Benchmarking), agora tem mais um motivo para se orgulhar. Além de integrar um seleto time de gestores diferenciados, poderão participar desta nova modalidade que mostra porque a sustentabilidade em suas mãos se tornaram inovação e competitividade. Benchmarking Indicadores, feito especialmente para gestores e cases Benchmarking O que não é medido não é gerenciado (Robert Kaplan e David Norton – autores da metodologia BSC Balanced Scorecard) Os indicadores de sustentabilidade servem para medir a evolução das melhorias geradas com as práticas. Isto é realizado a partir do acompanhamento de um histórico dos resultados alcançados. A partir deste ano, o Programa Benchmarking Brasil conta com uma nova modalidade para reconhecer e incentivar a adoção de indicadores de sustentabilidade nos cases Benchmarking. Todo processo de crescimento passa pelo aperfeiçoamento do seu modelo de gestão, e dentro deste contexto os indicadores são fundamentais. A sustentabilidade está sendo tratada por organizações inteligentes como uma nova fronteira de inovação, e os cases Benchmarking estão aí para comprovar esta tendência. Benchmarking Indicadores é a nova modalidade do Programa Benchmarking que comprova esta realidade. Metodologia: Cases Benchmarking certificados em uma das edições do Programa Benchmarking Brasil e ainda em operação, que adotaram indicadores reconhecidos internacionalmente em seus modelos gerenciais (GRI, ISE, ETHOS, ISO 14000 e 26000, ONU – Pacto Global/Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) poderão se inscrever para serem reconhecidos como melhores cases Benchmarking na modalidade Benchmarking Indicadores – Veja mais em: benchmarkingbrasil.com.br/modalidade-benchmarking-indicadores/

[close]

p. 3

PRIMEIRA EDIÇÃO – 2016 Cases Benchmarking Certificados na modalidade Indicadores 03 Cases Empresa: Itaipu Binacional Case: Cultivando Água Boa na Bacia Hidrográfica do rio Paraná III Ano de Certificação Benchmarking: 2007 Resumo: Desde 2003, época em que incluiu oficialmente na sua missão o foco da Responsabilidade Social e Ambiental, a ITAIPU BINANCIONAL vêm desenvolvendo diversas ações em um mega Programa chamado “Cultivando Água Boa”, que têm na sua essência, a gestão das bacias hidrográficas de influência ao reservatório de ITAIPU. O “Cultivando Água Boa”, fundamentado em documentos planetários: Agenda 21, Metas do Milênio, Pacto Global, Eco Rio 92, Protocolo de Kyoto, Tratado de Educação Ambiental para sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global, Água para todos, água para vida (UNESCO), visa estabelecer critérios e condições para orientar as ações socioambientais relacionadas com a conservação dos recursos naturais, centradas na qualidade e quantidade das águas e na qualidade de vida das pessoas. Trata-se de um movimento de participação permanente, em que a Instituição oferece a sociedade, para mudar valores, modos de ser, pensar, produzir e consumir, com base na ética do cuidado dos recursos naturais e dos seres vivos em geral. Indicadores Adotados e seus respectivos Padrões: Metodologia internacional Global Reporting Initiative – GRI versão G4 Indicador EC2: Implicações financeiras e outros riscos e oportunidades para as

[close]

p. 4

atividades da organização em decorrência de mudanças climáticas https://www.globalreporting.org/standards/G3andG3-1/guidelinesonline/G31Online/StandardDisclosures/Economic/Pages/EC2Indicator Protocol.aspx. Empresa: Caixa Econômica Federal Case: Projeto "Ilhas de Impressão" Ano de Certificação Benchmarking: 2008 Resumo: O projeto Ilhas de Impressão, ação desenvolvida com base nos princípios aprovados, junto com a campanha educativa, gerou uma economia de 56,7% dos gastos com os insumos de impressão no período de março de 2005 até novembro de 2006 em toda a CAIXA. Reduziu em 59,37% o parque de impressora, somente no Prédio da Matriz e consequentemente reduziu o consumo e os resíduos sólidos (cartuchos, papel e componentes de impressora). Indicadores Adotados e seus respectivos Padrões: Metodologia internacional Global Reporting Initiative – GRI versão G4 Indicador EC2: Implicações financeiras e outros riscos e oportunidades para as atividades da organização em decorrência de mudanças climáticas https://www.globalreporting.org/standards/G3andG3-1/guidelinesonline/G31Online/StandardDisclosures/Economic/Pages/EC2Indicator Protocol.aspx. . Empresa: Grupo Fleury SA Case: Implantação de unidade Sustentável em empresa de saúde Ano de Certificação Benchmarking: 2013 Resumo: Durante o processo de certificação LEED foram avaliados inúmeros fatores com base em sete critérios principais: site sustentável consumo de água, energia e atmosfera; materiais e recursos, qualidade interna do ambiente e inovação. Ações necessárias para atendimento aos requisitos definidos para a certificação foram adotados, tais como: estratégias para redução de energia, consumos de água, escolha de materiais, destinação de resíduos, relação com o entorno, qualidade interna dos ambientes de trabalho entre outros. A cada visita técnica um relatório de acompanhamento emitido. O processo de certificação foi dividido em fases: Registro do empreendimento junto ao USGBC e Submissão de créditos de Projetos e obras. Indicadores Adotados e seus respectivos Padrões: GRI – Global Reporting Initiative – padrão G3.1 – indicadores EN8, EN18 e EN26 no Relatório de sustentabilidade ISO 14.000.

[close]

p. 5

O que não é medido não é gerenciado (Robert Kaplan e David Norton – autores da metodologia BSC Balanced Scorecard) benchmarkingbrasil.com.br/modalidade-benchmarking-indicadores/

[close]

p. 6



[close]

Comments

no comments yet