Boletim Municipal #35 | Município de Pampilhosa da Serra

 

Embed or link this publication

Description

Atividade Municipal de Janeiro a Julho de 2016

Popular Pages


p. 1

mubnoicleiptiaml #35julho 2016

[close]

p. 2

ÍNDICE boletim municipal #34 04 VIAS MUNICIPAIS E ARRUAMENTOS 08 09 10PROTEÇÃO CIVIL, AMBIENTE E FLORESTAS 25 25EMPREENDEDORISMO 38 42AÇÃO SOCIAL SANEAMENTO E ÁGUAS 08 PROJETOS E OBRAS DESTAQUE 18 CULTURA 35TURISMO EDUCAÇÃO DESPORTO FICHA TÉCNICA boletim municipal #35 DIRETOR :: José Alberto Pacheco Brito Dias (Presidente da Câmara Municipal) EDIÇÃO E PROPRIEDADE :: Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra Rua Rangel de Lima 3320-229 Pampilhosa da Serra Tel: 235 590 320 / Fax: 235 590 329 municipio@cm-pampilhosadaserra.pt www.cm-pampilhosadaserra.pt COORDENAÇÃO EDITORIAL :: Alexandra Tomé FOTOGRAFIA :: Arquivo Fotográfico da C.M. Pampilhosa da Serra REDAÇÃO :: Graça Pinto PROJETO E DIREÇÃO DE ARTE :: Gustavo Brás COPYDESK :: Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra IMPRESSÃO :: VigaPrintes | Imagem e Impressão Digital, Lda. TIRAGEM :: 3000 exemplares PERIODICIDADE :: Semestral BOLETIM MUNICIPAL :: #35 | julho de 2016 DEPÓSITO LEGAL :: 189189/02 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

[close]

p. 3

JOSÉ ALBERTO PACHECO BRITO DIAS PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL editorial boletim municipal #35 São muitos os pampilhosenses que de fora do país ou das grandes cidades portuguesas, regressam às suas aldeias, ao seu concelho, à sua família, enfim, às suas raízes! Caros pampilhosenses e amigos, Os últimos meses de atividade municipal ficam marcados por um vasto e diverso conjunto de medidas e eventos, de especial importância para todos os munícipes e, bem assim, para o concelho de Pampilhosa da Serra. O destaque vai para a conclusão do novo Centro de Saúde de Pampilhosa da Serra, inaugurado pelo Ministro da Saúde, Prof. Doutor Adalberto Campos Fernandes, em 14 de maio último. Uma obra há muito desejada por todos os pampilhosenses e que vai proporcionar um melhor desempenho a todos os profissionais de saúde e um melhor serviço a toda a população. Com o intuito de se candidatar ao novo quadro comunitário PORTUGAL 2020, o Município já desenhou o seu Programa Estratégico Municipal, com uma ampla carteira de projetos. No sentido de promover a requalificação urbana da vila de Pampilhosa da Serra, foi também delimitada a ARU – Área de Regeneração Urbana da vila, que contempla o acesso a benefícios fiscais e a benefícios específicos e incentivos definidos pela autarquia, para ações de reabilitação levadas a cabo pelos privados. Da saúde ao bem-estar, temos trabalhado sempre a pensar nas nossas gentes. O verão é o tempo do regresso dos nossos conterrâneos às suas terras de origem. São muitos os pampilhosenses que de fora do país ou das grandes cidades portuguesas, regressam às suas aldeias, ao seu concelho, à sua família, enfim, às suas raízes! Para todos eles, trabalhamos para que possam aproveitar da melhor forma os sempre curtos e rápidos dias que tanto anseiam durante o ano. É bom estar convosco! A pensar em todos os pampilhosenses e naqueles que nos visitam, definimos um vasto programa de atividades para todo o mês de agosto que, espero, usufruam com gosto e satisfação. A Praia Fluvial da vila vai ser palco de muita animação e de muita música. Neste espaço de excelência temos de volta um dos mais famosos sunsets da atualidade: o SEASIDE SUNSET SESSIONS. A Feira de Artesanato e Gastronomia, com 19 anos de existência, é já um marco na nossa região, enquanto forma de preservação da cultura popular e agente promotor de desenvolvimento, com mais de uma centena de expositores e com espetáculos de grande qualidade. As festas não param e proliferam pelas aldeias do nosso concelho. Os dias podem ser passados com familiares e amigos nas excelentes Praias com água de qualidade ouro, galardoadas com as bandeiras “Azul” e “Praia Acessível”. São muitos e bons os motivos para viver em Pampilhosa da Serra. São também muitos e bons os motivos para visitar o nosso concelho. A todos, desejo umas excelentes férias e que aqui encontrem a energia necessária para retomar mais um ano de trabalho! Um abraço amigo, José Brito Presidente da Câmara Municipal www.cm-pampilhosadaserra.pt 03

[close]

p. 4

vias municipais e arruamentos boletim municipal #35 EXECUÇÃO DE NOVO ARRUAMENTO EM PORTO DA BALSA EXECUÇÃO DE ACESSO À ANTIGA ESCOLA PRIMÁRIA EM PORTO DA BALSA EXECUÇÃO DE MURO PARA CONSOLIDAÇÃO DE ARRUAMENTO JUNTO AO CEMITÉRIO EM DORNELAS DO ZÊZERE REALIZAÇÃO DE NOVO ARRUAMENTO EM DORNELAS DO ZÊZERE REPOSIÇÃO DE PAVIMENTO EM MALHADA DO REI LIMPEZA DE BERMAS NAS FREGUESIAS DE PESSEGUEIRO, FAJÃO-VIDUAL, UNHAIS-O-VELHO, DORNELAS DO ZÊZERE E JANEIRO DE BAIXO COLOCAÇÃO DE TOUT-VENANT NA ESTRADA DE DECABELOS PAVIMENTAÇÃO DE ARRUAMENTO DE ACESSO AO CEMITÉRIO DE MARIA GOMES

[close]

p. 5

SELAGEM DE ESTRADAS EM SOBRAL DE CIMA, PORTELA DE UNHAIS, MALHADA DO REI, PESCANSECO CIMEIRO E CRUZAMENTO DO VALE GRANDE SELAGEM DA ESTRADA PESCANSECO - ALTO DE FAJÃO COLOCAÇÃO DE CIMENTO EM ARRUAMENTO DE JANEIRO DE BAIXO amrurnuiacmipeanviitsaosse REALIZAÇÃO DE NOVO ARRUAMENTO EM VALE SERRÃO PAVIMENTAÇÃO DE TROÇO DE ESTRADA NO ACESSO A TURISMO RURAL EM MALHADAS DA SERRA CORTE DE RAÍZES E REPAVIMENTAÇÃO NAS ESTRADAS COELHAL - PESSEGUEIRO - MALHADAS DA SERRA COLOCAÇÃO DE BANDAS REDUTORAS DE VELOCIDADE EM JANEIRO DE BAIXO E ALDEIA CIMEIRA www.cm-pampilhosadaserra.pt 05

[close]

p. 6

vias municipais e arruamentos boletim municipal #35 EXECUÇÃO DE PASSEIO PEDONAL EM PORTELA DE UNHAIS EXECUÇÃO DE VALETAS EM CIMENTO NA ESTRADA PORTELA DE UNHAIS - PÓVOA DA RAPOSEIRA RETIFICAÇÃO E ALARGAMENTO DA ESTRADA MUNCIPAL CAMBA - CEIROCO

[close]

p. 7

RETIFICAÇÃO E ALARGAMENTO DA ESTRADA PORTELA DO FOJO - VILAR O Município de Pampilhosa da Serra tem assumido responsabilidades crescentes em todas as funções relacionadas com o planeamento e gestão da ocupação do território, bem como de muitas das infraestruturas implantadas, melhoradas ou requalificadas. Esta atuação reflete-se, não só na reabilitação de vias municipais e arruamentos, como num conjunto de intervenções que têm tornado possível a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e de quem visita o concelho. As intervenções realizadas vão desde a retificação e alargamento de estradas, como por exemplo da estrada municipal Camba-Ceiroco e Portela do Fojo-Vilar, ou novos arruamentos, até à colocação de bandas redutoras de velocidade, execução de passeio pedonal em Portela de Unhais e de valetas na estrada Portela de Unhais-Póvoa da Raposeira. RETIFICAÇÃO E ALARGAMENTO DA ESTRADA PORTELA DO FOJO - VILAR www.cm-pampilhosadaserra.pt 07

[close]

p. 8

projetos, obras, saneamento e águas boletim municipal #35 APOIO À JUNTA DE FREGUESIA DE PAMPILHOSA DA SERRA NA PINTURA DE TANQUES FLORESTAIS EM LOMBA DO BARCO E PESCANSECO DO MEIO APOIO NA CONSTRUÇÃO DE CASA DE CONVÍVIO EM BOIÇAS COLOCAÇÃO DE CONDUTA ADUTORA ENTRE AMOREIRA E VILAR PROLONGAMENTO DO SANEAMENTO EM UNHAIS-O-VELHO Tem constituído um desígnio da Câmara Municipal garantir com a maior qualidade o abastecimento de água às populações, assim como o tratamento de águas residuais, aliado a um conjunto de obras extensivas a todo o concelho. É pois, num quadro de política municipal sustentável e de responsabilidade social com a comunidade que o município tem desenvolvido o seu trabalho, com a realização de obras que vão ao encontro das necessidades das populações, nomeadamente em estreita colaboração com as Juntas de Freguesia, Coletividades e Associações concelhias. De referir, neste sentido, o apoio à Junta de Freguesia de Pampilhosa da Serra na pintura de tanques florestais em Lomba do Barco e Pescanseco do Meio ou ainda o apoio às coletividades, como por exemplo, o apoio na construção da Casa de Convívio nas Boiças e o apoio na ampliação da Casa de Convívio do Souto do Brejo. APOIO À COLETIVIDADE DE SOUTO DO BREJO NA AMPLIAÇÃO DA CASA DE CONVÍVIO COLOCAÇÃO DE GRELHA EM DORNELAS DO ZÊZERE CONSTRUÇÃO DE MUROS PARA ALARGAMENTO DE NOVO ARRUAMENTO EM PORTELA DO FOJO RETIFICAÇÃO DE AQUEDUTO EM DORNELAS DO ZÊZERE 08 COLOCAÇÃO DE SINALIZAÇÃO DA SUBIDA ÉPICA DE PORTO DE VACAS ALTO DO XIQUEIRO COLOCAÇÃO DE AQUEDUTO EM BREJO DE CIMA

[close]

p. 9

APRESENTAÇÃO DO DECIF 2016 Decorreu no dia 21 de março a reunião de preparação do DECIF 2016, de forma a potenciar a articulação entre todos os intervenientes que concorrem para o sucesso das operações de socorro, em especial no combate aos incêndios florestais. A reunião contou com a presença do Presidente da Câmara, José Brito, enquanto responsável pela Proteção Civil Municipal, o Vice-presidente da Câmara, Eng.º Jorge Custódio. Durante a apresentação do DECIF, foram referidos os meios em permanência no concelho, tendo sido mencionada a permanência do Heli ligeiro. O Concelho de Pampilhosa da Serra conta com três Equipas de Combate a Incêndios, uma Equipa Permanente de Intervenção, duas Equipas de Sapadores Florestais, GIPS, dez Equipas de Vigilância Florestal, distribuídas pelas oito Juntas de Freguesia, uma Equipa de Sapadores Florestais Municipais e três Torres de Vigia. Os presentes destacaram ainda a articulação dos meios envolvidos, assim como a excelente entreajuda com todos os intervenientes. De referir ainda o facto de os meios inseridos no Dispositivo cobrirem toda a área geográfica do Concelho. proteção civil, ambiente e florestas boletim municipal #35 PLANO DE EMERGÊNCIA INTERNO DA BARRAGEM DE SANTA LUZIA - SEGUNDA SESSÃO DE ESCLARECIMENTO Na sequência do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, no âmbito do Plano de Emergência Interno da Barragem de Santa Luzia, realizou-se no dia 19 de janeiro, no Auditório Municipal Monsenhor Nunes Pereira, a segunda sessão de esclarecimento referente aos procedimentos a ter em conta na implementação do Plano e Sistema de Aviso à População na Zona de Autossalvamento. FORMAÇÃO VIDA ATIVA VIGILANTE FLORESTAL No dia 3 de maio realizou-se uma sessão de informação, promovida pelo IEFP, com vista à apresentação do Curso VIDA ATIVA, perspetivando a seleção de formandos. Neste sentido, no dia 16 de maio teve início o Curso de Formação VIDA ATIVA - Vigilante Florestal, funcionando a vertente teórica com duração de 100 horas em contexto de sala e a vertente prática, incluída na Vigilância Florestal pelos 10 Locais de Estacionamento, teve início no dia 15 de junho e decorrerá até ao mês de outubro, tendo permitido a integração de 30 desempregados nesta área de formação. OPERAÇÃO IGNIÇÃO ZERO - GNR No dia 5 de abril, o Município de Pampilhosa da Serra foi visitado por 33 militares do Grupo de Intervenção Proteção e Socorro da GNR – GIP´s, com 16 viaturas, procurando, de uma forma inovadora, sensibilizar as pessoas para a problemática dos incêndios florestais. Esta ação decorreu no âmbito da Operação Ignição Zero, nome dado ao projeto da GNR que já chegou a 31 mil pessoas e cuja iniciativa visa despertar consciências para a problemática dos incêndios florestais. www.cm-pampilhosadaserra.pt 09

[close]

p. 10

destaque boletim municipal #35 FERIADO MUNICIPAL Comemorações do Feriado Municipal 10 de abril de 2016 O Feriado Municipal Pampilhosense, celebrado a 10 de abril, volta a relembrar a entrega da Carta de Privilégios, dada por D. João I, em 1385 e através da qual foi reconhecida a autonomia do Concelho de Pampilhosa da Serra. A data das Comemorações do Feriado Municipal marca anualmente o momento histórico de independência do Concelho de Pampilhosa da Serra, permitindo desta forma relembrar a importância de um povo e das suas gentes no desenvolvimento social, cultural e económico que se deseja para o concelho e para as pessoas que nele vivem e que o visitam. Presidente da Câmara, José Brito, Presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, Dr. João Ataíde, Vice-Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Dr. António Veiga Simão e do Adjunto da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, Eng.º João Paulo Catarino. O programa das comemorações de 2016 teve início com o hastear da bandeira nos Paços do Concelho, receção e guarda de honra a Sua Excelência o Ministro-adjunto, Dr. Eduardo Cabrita, que presidiu às cerimónias. Estas decorreram no Edifício da Câmara Municipal, com as presenças do Presidente da Assembleia Municipal, Professor José Ramos, PROTOCOLOS DE COLABORAÇÃO E APOIO FINANCEIRO No decorrer das cerimónias foram assinados sete Protocolos de Colaboração e Apoio Financeiro com entidades e organismos locais, que mantêm atividades de interesse e relevância municipal: 10 ASSOCIAÇÃO DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE PAMPILHOSA DA SERRA 60.000,00 € GRUPO MUSICAL FRATERNIDADE PAMPILHOSENSE 5.000,00 €

[close]

p. 11

GRUPO DESPORTIVO PAMPILHOSENSE 5.000,00 € SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE PAMPILHOSA DA SERRA 45.000,00 € RANCHO FOLCLÓRICO DE DORNELAS DO ZÊZERE 5.000,00 € RANCHO FOLCLÓRICO DE PAMPILHOSA DA SERRA 5.000,00 € CASA DO CONCELHO DE PAMPILHOSA DA SERRA 7.000,00 €. www.cm-pampilhosadaserra.pt 11

[close]

p. 12

destaque boletim municipal #35 As comemorações são ainda o momento para reconhecer e homenagear, através da atribuição de medalhas honoríficas, pessoas e instituições que, pelo seu desempenho, dedicação e entrega à causa pública se destacaram no seio dos seus percursos e das suas atividades. CARLOS MANUEL REBELO SIMÕES, A TÍTULO PÓSTUMO MEDALHA MUNICIPAL DE VALOR E ALTRUÍSMO A Medalha Municipal de Valor e Altruísmo foi atribuída aos cidadãos que se têm distinguido pela sua coragem, determinação, altruísmo e espirito de sacrifício, em prol da causa pública. Neste sentido foram reconhecidos: CARLOS ALBERTO DE ALMEIDA JOSÉ HENRIQUE MARTINS DE ALMEIDA ARNALDO RODRIGUES DE ALMEIDA ANTÓNIO MONTEIRO ANTUNES ROBALO CARLOS EDUARDO DA SILVA PEREIRA ISAURA DO CARMO COSTA FERNANDES MEDALHA DE BONS SERVIÇOS Com Medalha de Bons Serviços foram distinguidos os funcionários que se aposentaram no ano de 2015 e que ao longo das suas carreiras desempenharam o seu trabalho de uma forma cumpridora, dedicada e responsável. Os agraciados foram: JORGE MANUEL DOS SANTOS DIAS JOSÉ BARATA NUNES MÁRIO GARCIA MENDES Depois da Sessão Solene, as Cerimónias integraram a bênção e entrega de uma Ambulância à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Pampilhosa da Serra, oferta do benemérito Rui Manuel Almeida Cortez Olivença. Um gesto altruísta, fruto da generosidade deste empresário Pampilhosense. 12

[close]

p. 13

DISCURSO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA 10 DE ABRIL DE 2016 Hoje é o dia em que temos a obrigação de honrar os pampilhosenses. Aqueles que ao longo da história nunca desistiram e lutaram pela sua terra. Hoje é o dia em que assinalamos o fim da injustiça imposta por D. Fernando ao anexar a Pampilhosa ao concelho da Covilhã e da vitória dos pampilhosenses que com determinação, acreditaram na sua autonomia, reconhecida por D. João I nas Cortes de Coimbra de 1385. Essa determinação valeu a pena! Não pela Covilhã, da qual somos vizinhos e amigos e que emprega muitos pampilhosenses nas Minas da Panasqueira, mas pela grandeza do nosso território, em área, e pela excelência dos nossos recursos. Senhor Ministro Adjunto, Dr. Eduardo Cabrita, é para nós subida honra ter Vossa Excelência connosco neste dia. Penso que é a terceira vez que nos visita, e nem sempre em momentos fáceis. Não esqueço que, após os incêndios de 2005, que dizimaram mais de dois terços deste território, seguidos de grandes inundações, o Dr. Eduardo Cabrita aqui esteve para assinar um contrato-programa com o então Presidente da Câmara, Hermano Almeida, que permitiu requalificar todas as estradas atingidas. Hoje está aqui novamente, e os pampilhosenses dizem: - Bem-haja por estar connosco neste dia! Vossa Excelência, Senhor Ministro Adjunto, bem sabe que a luta deste povo soma décadas. Nunca, mas mesmo nunca, deixarei de lutar por respostas adequadas e justas aos problemas deste concelho e desta região. O dia em que o não fizesse, deixaria de merecer a confiança deste povo maravilhoso e de honrar os nossos conterrâneos que, com grande determinação, levaram D. João I, nas Cortes de Coimbra, a anular a nossa anexação à Covilhã. mos a vontade férrea de vencer na vida. A Câmara Municipal decidiu por unanimidade atribuir a Medalha Municipal de Valor e Altruísmo a sete pessoas, sete grandes exemplos! Permitam-me que refira em primeiro lugar o meu amigo Carlos Simões. Não é por ter sido um grande amigo que o refiro, em primeiro lugar; é porque, para além de ter estado de forma exemplar no seu trabalho, nunca deixou de se interessar pelas “coisas” da Pampilhosa, por tudo! Infelizmente partiu cedo de mais! Foi um grande amigo, um grande pai e marido. Foi um enorme pampilhosense. O Carlos, que viveu tão depressa, e deixou tantas saudades e tantos amigos, foi também o principal colaborador da Dr.ª Telma, na criação da Fundação Dr. José Fernando Nunes Barata. Obrigado Carlos! Senhor Ministro Adjunto, Vossa Excelência já percebeu que Pampilhosa da Serra tem em Lisboa uma grande comunidade, cerca de trinta mil descendentes deste concelho. Todos eles com percursos de vida diferentes, mas, na sua maioria, com caminhadas de sucesso em diferentes setores. Os nossos conterrâneos José Henrique Martins de Almeida, Carlos Alberto de Almeida e Arnaldo Rodrigues de Almeida são exemplo, sendo-lhes atribuída a Medalha Municipal de Valor e Altruísmo. Grandes empresários, grandes homens, grandes pampilhosenses. As suas caminhadas de sucesso, nunca impediram uma forte ligação ao seu concelho, traduzida em investimentos vários, grande participação em inúmeras iniciativas e apoio aos mais carenciados. Muito obrigado pela forma ativa e colaborante que sempre têm. Senhor Ministro Adjunto, hoje vou fazer-lhe apenas um pedido, fundamental para este concelho, e que todos vão compreender. Antes, permita que refira o outro objetivo desta cerimónia, que é distinguir e honrar diversos pampilhosenses, que pelo seu percurso de vida e pela sua entrega, são fundamentais para o concelho e para o país. Hoje, dia de festa, é dia de afetos, é dia de convívio e de alegria. É o dia da Pampilhosa da Serra. É o dia das pessoas e para as pessoas. É dia de reconhecer- António Monteiro Antunes Robalo, nascido em Vidual de Cima, de onde saiu muito jovem. Há tempos contou-me o seu começo: uma, duas garagens em Lisboa, que serviam de armazém. Quem quiser sentir o que é subir a pulso, visite os armazéns do Grupo Pollux em Vila Franca de Xira e perceberá. Ninguém imagina a forma como, ainda hoje, o nosso conterrâneo António Robalo vive o negócio; parece que os anos não passaram por ele. Parabéns, amigo António Robalo! www.cm-pampilhosadaserra.pt 13

[close]

p. 14

destaque boletim municipal #35 Continuando a falar do Vidual, quero agora referir o grande amigo Carlos Pereira, descendente de vidualenses que, na sua juventude, migraram para Lisboa. O Carlos, nunca deixou de participar nas festas e eventos do concelho. Quando estava no Sporting, jogava connosco, naqueles campos de então no Vidual, sujeitando-se a algumas caneladas, e sendo para nós, adolescentes, motivo de grande admiração. O Carlos Pereira continua a colaborar connosco, ajudando também os mais carenciados e animando as nossas iniciativas. Grande Carlos Pereira! Parabéns pelo teu percurso de vida e por nunca teres esquecido o concelho do qual te sentes natural. Senhor Ministro Adjunto, a grande comunidade pampilhosense em Lisboa, cedo se uniu e lutou pelo desenvolvimento do seu concelho. A Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra em Lisboa, presidida pelo amigo José Ferreira, aqui presente, é a sede de cerca de oitenta coletividades regionalistas. Tem, há muitos anos, um Rancho Folclórico que preserva a nossa cultura e as nossas tradições. Lança todos os meses um jornal, o “Serras da Pampilhosa”, onde divulga muitos dos acontecimentos que aqui têm lugar. Estas iniciativas, e a sua concretização, devem-se a pessoas que se entregam de alma e coração à causa, que ajudam, que trabalham, que dão o seu tempo. Muitos têm sido aqueles que mereceriam grande reconhecimento por parte de todos nós, mas hoje, é o dia de dizer obrigado à grande Isaura do Carmo Costa Fernandes! Cinquenta anos de dedicação ao Regionalismo, com diversos cargos ligados à Casa do Concelho e à Liga Pró-Melhoramentos da Freguesia de Fajão. Obrigado, amiga Isaura! Costumam dizer que ao lado de um grande homem está sempre uma grande mulher. Permita que brinque com a frase e diga que, neste caso, é ao contrário. Obrigado amigo António por ser aquele que está ao lado de uma grande mulher. Para três colaboradores do Município, que se aposentaram no ano de 2015, é atribuída a Medalha de Bons Serviços: Jorge Dias, José Nunes e Mário Mendes. Todos eles, em diferentes atividades, desempenharam cabalmente a sua mis são, tendo dado o seu contributo para a resolução de muitos problemas. Bem sabem a importância que dou a todos os colaboradores. Independentemente da sua missão, todos são fundamentais. Nenhum executivo consegue concretizar os seus objetivos, se não tiver total dedicação por parte dos seus colaboradores. Obrigado a todos! Senhor Ministro Adjunto, Dr. Eduardo Cabrita, estamos no coração do Pinhal, um território de baixa densidade, mas com grandes potencialidades. O Turismo de Natureza, a floresta, as energias eólica e hídrica, são exemplos de sucesso e de grandes fontes de riqueza. Pampilhosa da Serra já é conhecida por muitos e bons motivos: as nossas praias fluviais de excelência; sete percursos pedestres já homologados, que se estendem por paisagens maravilhosas; três rios e três barragens, com excelente qualidade de água; o nosso ar puro; as nossas Aldeias do Xisto; a nossa gastronomia e as nossas gentes, que sempre acolhem de forma simpática, fazem com que possamos dizer que todo este esforço tem valido a pena! Senhor Ministro Adjunto, no verão, a população do concelho quintuplica, sinal de que, cada vez mais este território, pelo seu turismo de natureza, é procurado. Como Vossa Excelência bem sabe, muitos têm sido os governantes a falar do Interior. Eu sei que todos eles sabem, que o país não se pode dar ao luxo de desperdiçar parte do seu território. Há que passar das palavras aos atos! A criação do conceito “baixa densidade” foi um começo, mas, se ficar pelo conceito, de nada vale. Este governo procedeu recentemente, à criação da Unidade de Missão para a Valorização do Interior. Estou convencido, que a coordenadora, Prof. Helena Freitas, e o coordenador adjunto, Eng.º João Paulo Catarino, ambos com vasto conhecimento do interior deste país, terão um papel fundamental na sinalização de situações e obras, que permitam a afirmação do Interior de Portugal e provoquem uma nova abordagem no aproveitamento e valorização dos recursos. Senhor coordenador adjunto, Eng.º João Paulo Catarino, desejo-lhe a si e a toda a 14

[close]

p. 15

equipa, o maior sucesso, que será também o sucesso do Interior do País. Dr. Eduardo Cabrita, temos aí o “Portugal 2020”. Vem devagarinho e, quanto a mim, vem também um pouco de costas voltadas para os municípios, partindo do princípio de que, no que às infraestruturas diz respeito, quase tudo estará feito. Todos sabemos que assim não é, mas, como nos chega desta forma, saberemos aproveitar o melhor possível os objetivos que traz, tanto em Comunidade, como regionalmente. Espero que também os nossos empresários vejam nele uma ferramenta que lhes permita crescer, aumentar a competitividade e que seja possível criar mais emprego nesta região. Senhor Ministro adjunto, no início falei da alma e do vigor das gentes deste concelho. Disse também que nunca deixámos de lutar por aquilo que entendemos ser de justiça e que achamos fundamental para a valorização dos nossos recursos e para a atração de investimentos, que permitam a criação de mais postos de trabalho. Estou a falar da acessibilidade à Pampilhosa da Serra! Dr. Eduardo Cabrita, Pampilhosa da Serra precisa, e merece, uma melhor ligação a Coimbra e a Lisboa. E está tão fácil! Apenas e só a retificação e alargamento da EN 344, que nos liga ao IC 8 e à A13. São cerca de 20 Km. Segundo o estudo prévio feito pelo Município, e já entregue nas Infraestruturas de Portugal, tem um custo de cerca de oito milhões de euros. Senhor Ministro Adjunto, Pampilhosa e a região precisam e merecem esta melhoria. Não estamos a pedir uma obra megalómana. Pedimos apenas que nos tratem como portugueses que cumprem as suas obrigações e que, para terem sucesso, fazem o dobro do esforço daqueles que vivem junto das grandes vias. No dia 10 de abril de 1385, D. João I concedeu a este concelho, a Carta de Privilégios, que ficou na História. E chegou o momento do pedido referido no início! Permita-me, Dr. Eduardo Cabrita, que hoje, aqui e agora, lhe peça que envide todos os esforços junto do Senhor Primeiro Ministro e do Senhor Ministro das Infraestruturas, para que a concretização deste objetivo, que é de extrema justiça, seja realizada. Seria muito bom para todos nós que, também nesta matéria, se fizesse História. Eu acredito! Senhor Ministro Adjunto, os Bombeiros que aqui saúdo e a quem agradeço a participação nesta cerimónia, passarão a contar com mais uma ambulância de excelente qualidade, fruto da generosidade de um grande pampilhosense, o nosso grande empresário, Rui Olivença. Agradeço também a colaboração da nossa Banda Filarmónica que soma já 308 anos de existência e que é constituída por executantes tão jovens! Dr. Eduardo Cabrita, é uma honra muito grande, tê-lo connosco neste dia. Espero que se sinta bem entre nós, e obrigado por ter vindo à Pampilhosa da Serra, mais uma vez. Os pampilhosenses esperam que o nosso problema possa ter resposta positiva nas decisões de Vossa Excelência e do Governo de Portugal. Muito obrigado a todos os presentes. Muito obrigado, Senhor Ministro. Viva a Pampilhosa da Serra! José Brito Presidente da Câmara Municipal 10 de abril de 2016 www.cm-pampilhosadaserra.pt 15

[close]

Comments

no comments yet