Banco Práticas Benchmarking 2007

 

Embed or link this publication

Description

Resumo dos cases Benchmarking selecionados na Edição V do Programa Benchmarking

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Sobre o programa Benchmarking Brasil: Em 05 edições já realizadas, o Programa Benchmarking Brasil se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com uma metodologia estruturada, e participação de especialistas de vários países, o Ranking Benchmarking define e reconhece os detentores das melhores práticas de sustentabilidade do Brasil. O programa, além do Ranking congrega outras ações de fomento a sustentabilidade como publicações, banco digital de livre acesso, encontros técnicos, feiras e congressos, entre outros. Além de incentivar a busca da melhoria contínua e a adoção das boas práticas nas organizações, o Programa Benchmarking Brasil contribuiu ao longo destes anos de forma efetiva com a construção de massa crítica em sustentabilidade no país. 111 Cases Benchmarking certificados até o momento. Mais informações no site www.benchmarkingbrasil.com.br

[close]

p. 3



[close]

p. 4

CASES CERTIFICADOS EM 2007 Ordem alfabética A. W. Faber - Castell Case: 15 anos do Projeto Animalis Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Ronaldo Pereira de Oliveira Cargo: Meio Ambiente Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: O Projeto Animalis tem por objetivo geral conhecer e monitorar, ao longo de todo o processo do manejo florestal, as espécies da fauna silvestre existentes nos parques florestais, tanto entre os diversos ambientes nativos como também dentro das plantações de pinus em diferentes idades. Adicionalmente, busca o entendimento da dinâmica populacional das espécies da fauna nativa, com operações de curto, médio e longo prazo, executando, principalmente, um inventário/monitoramento sobre os grupos avifauna e mastofauna, além de um prévio diagnóstico da diversidade de formigas, anfíbios e répteis. Estes dados, em conjunto com os estudos da flora, geram subsídios especialmente para as espécies ameaçadas, endêmicas e/ou raras, e a partir daí planos de manejo e de conservação da biodiversidade local e/ou regional. Edição 2007 AGCO do Brasil Case: Gestão Sustentável de Recursos Hídricos: Reuso da Água Cidade: Canoas Estado: RS Responsável: Norbert Luckow Cargo: SSMA Temática Gerencial: Recursos Hídricos e Efluentes

[close]

p. 5

Resumo: A crescente demanda da utilização da água para diversos fins consolida a importância deste bem como um fator fundamental para a sobrevivência da espécie humana. Esta condição garante que a água tenha um papel de destaque no Sistema de Gestão Ambiental da AGCO fortalecendo um processo estruturado para atingir a melhoria contínua da gestão sustentável dos recursos hídricos. É neste contexto que se insere o novo conceito de Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) que busca alternativas ambientalmente sustentáveis para gerenciar os seus efluentes. Uma alternativa empregada para o tratamento de efluentes visando o atendimento pleno dos requisitos legais é a utilização de sistemas de plantas aquáticas emergentes (PAE) que constituem sistemas de transição entre sistemas aquáticos e sistemas terrestres, em que o nível d’água comumente está próximo ou na superfície da terra. Edição 2007 Alcoa Aluminio Case: Gerenciamento Ambiental nas obras do projeto ALREF U2 Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Aljan de Abreu Machado Cargo: Gerente EHS Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: O Projeto ALREF U2 representa a maior expansão de refinaria de produção de alumina do mundo, um mega projeto de construção civil pesada e montagem industrial, trabalhando atualmente com cerca de 7 mil colaboradores das mais diversas culturas, etnias, raças, sexos e previsão de no pico da construção empregar mais de 9 mil pessoas. O Gerenciamento Ambiental nas obras do projeto ALREF U2, constitui-se em uma ferramenta fundamental para a minimização dos impactos ambientais inerentes a construção, atendimento da legislação aplicável, redução da geração, segregação, tratamento e destinação final dos resíduos sólidos, na economia de recursos naturais, economia de energia, evitar o desperdício de água e no tratamento e destinação de efluentes. Além disso, propicia a realização de ações na garantia da sustentabilidade e principalmente para a conscientização de todos os envolvidos com a construção. Edição 2007 ArcelorMittal Tubarão Case: O Valor da Biodiversidade da ArcelorMittal Tubarão Cidade: Serra Estado: ES Responsável: Eugenio Jose Agrizzi Cargo: Especialista em Meio Ambiente Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental

[close]

p. 6

Resumo: Mostrar como a biodiversidade da ArcelorMittal Tubarão está associada a um bom desempenho ambiental, econômico e social. Metodologia: Para avaliar a biodiversidade na ArcelorMittal Tubarão, a empresa utilizou estudos realizados desde 1995 como o Inventário da Flora e Fauna do Centro de Educação Ambiental, Estudos de Impacto Ambiental, Relatórios de Monitoramento Marinho da área adjacente a Companhia, Relatórios de Caracterização e Monitoramento das Lagoas compreendidas na área da ArcelorMittal Tubarão, Avaliação Ambiental das Áreas de Preservação Permanente da ArcelorMittal Tubarão, entre outros. Edição 2007 AREVA T&D Brasil Ltda. Case: Eco-Atitude: Um passo para recuperação da água Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Cristiano dos Santos Cargo: Coordenador de EHS Temática Gerencial: Recursos Hídricos e Efluentes Resumo: O case tem como objetivo e meta atingir os três pilares do conceito de sustentabilidade: econômico, ambiental e social. Econômico: Com os resíduos de óleo vegetal sendo recuperados, tivemos uma redução na quantidade de efluentes enviados para SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo contribuímos na economia do tratamento dado pela SABESP deste resíduo. Visando a destinação ambientalmente correta, o resíduo de óleo vegetal é enviado a empresa devidamente cadastrada e autorizada pela CETESB – Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, que realiza o reprocessamento do mesmo. Ambiental: Segundo informações da SABESP, um litro de óleo contamina cerca de 1 milhão de litros de água, o equivalente ao consumo de uma pessoa no período de 14 anos. Com esse projeto estamos contribuindo para recuperação do resíduo de óleo gerado e a despoluição da água. Social: Em relação aos impactos sociais o objetivo principal foi à geração de empregos diretos e indiretos de uma forma geral. Edição 2007 Banco Bradesco S/A Case: Clickarvore e Florestas do Futuro Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Giuliana Preziosi Cargo: Analista de Responsabilidade Socioambiental Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: O objetivo da Organização, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica é de contribuir para reverter a ameaça que paira sobre o bioma da Mata Atlântica. A meta, sem prazo, é doar recursos, resultantes das operações

[close]

p. 7

comerciais nas áreas da Capitalização e Cartões.A parceria BRADESCO-SOS Mata Atlântica gerou iniciativas importantes, com destaque para o “Cartão de Afinidade SOS Mata Atlântica” e o título de capitalização “SOS Mata Atlântica”. Em ambos os casos, parte dos recursos gerados pela ação comercial é doada à Fundação e se transforma em programa de reflorestamento da Mata Atlântica. A Fundação opera e executa os Projetos de reflorestamento e, através do Programa Clickarvore, internautas podem doar uma muda por dia. Edição 2007 Bayer CropScience Case: Projeto Biodiversidade Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Marcelo Vasconcelos Cargo: Coordenador de Produto Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: Dentre os princípios do desenvolvimento sustentável, a BAYER desenvolve projetos que contribuem para a melhoria da qualidade socioambiental. Entre eles está o Projeto Biodiversidade, que tem como objetivos promover a biodiversidade por meio da restauração ambiental e paisagística da microbacia do Córrego Taquara Branca, no município de Sumaré/SP, e capacitar jovens para uma ação socioambiental. Edição 2007 Bayer S.A. Case: Escola Verde Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Eckart Michael Pohl Cargo: Comunicação Empresarial Temática Gerencial: Educação, Informação e Comunicação Socioambiental Resumo: Com o propósito de estimular a conscientização ambiental dos estudantes das escolas municipais de Belford Roxo – RJ, a BAYER desenvolveu o Escola Verde em parceria com a ONG Reciclaverde, a Faculdade Hélio Alonso, a Hélio Tur e a Secretaria Municipal de Educação de Belford Roxo. Duas vezes na semana, um ônibus busca dois grupos de 50 alunos de uma escola do município para um passeio na trilha ecológica e para palestras realizadas no BEC (Bayer Esporte Clube), que é anexo ao Complexo Industrial em Belford Roxo – RJ. Enquanto as crianças passeiam pela trilha, um biólogo fala sobre o papel de cada cidadão para a preservação do Meio Ambiente e apresenta a vegetação nativa da região. Ao final da Trilha Ecológica todos são convidados a plantar uma muda de árvore numa área degradada. Depois do encerramento do passeio cada criança recebe um jogo ecológico desenvolvido especialmente para o projeto. Edição 2007

[close]

p. 8

Braskem S.A. Case: Projeto EcoBraskem Cidade: Camaçari Estado: BA Responsável: Rodolfo Figueiredo Schubach de Oliveria Cargo: Coordenador de Meio Ambiente Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: O projeto Cooperativo apresentado, financiado pela FINEP e iniciativa privada, envolve instituições públicas (UFBA, UFRJ, UNICAMP, CRA) e privadas (EMPRESA e Cetrel), tem como objetivo geral a melhoria do desempenho ambiental da EMPRESA, através da utilização racional dos recursos naturais e fontes energéticas e, consequentemente, a redução do consumo de água e combustíveis das unidades produtoras e de utilidades. Este projeto visa ainda a capacitação de técnicos da empresa e pesquisadores da universidade; desenvolver técnicas e práticas para otimização ambiental de empresas do setor de petróleo e gás; contribuir para expansão da proposta Produção mais Limpa no setor petróleo e gás. Edição 2007 Celulose Irani S.A. Case: Mecanismo de desenvolvimento limpo – Usina de co-geração Cidade: Vargem Bonita Estado: SC Responsável: Leandro Alexis Farina Cargo: Gestão da Qualidade e Ambiental Temática Gerencial: Energia Resumo: O desenvolvimento do projeto da usina de co-geração teve objetivo de reduzir o uso de energia proveniente de recursos naturais não renováveis, buscando conservar e otimizar recursos naturais como o carvão mineral, óleo BPF e óleo diesel. Objetivou-se reaproveitar resíduos de base florestal, usandoos como biomassa na usina de co-geração, podendo assim reduzir emissões de gases causadores do efeito estufa, fenômeno causado em conseqüência da degradação dos resíduos acumulados em lixões, florestas e aterros industriais. Com a construção da usina de co-geração houve a desativação de sete caldeiras antigas, sendo duas caldeiras a óleo BPF, 3 caldeiras a lenha e 2 caldeiras a biomassa. Edição 2007 Consórcio Propeno Case: A Importância do Sistema de Gestão Sócio-Ambiental na Construção e Montagem em Obras Petroquímicas Cidade: São José dos Campos Estado: SP

[close]

p. 9

Responsável: Júlio Cézar Alves Duarte Cargo: SMSRS Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: Os empreendimentos de construção e montagem de obras em Áreas Petroquímicas podem ser atividades de alto impacto ambiental e de riscos acentuados aos envolvidos em sua execução. O sistema de gestão sócioambiental deve considerar tais fatores e prever ferramentas gerenciais, operacionais e humanas para minimizar ou mesmo mitigar esses impactos ambientais e os riscos pertinentes, de forma a garantir a sustentabilidade do negócio e promover uma gestão participativa dos Integrantes envolvidos, garantindo uma melhoria da qualidade de vida dos Integrantes e familiares. Edição 2007 Copebrás Ltda Case: ”Estudo da Biodiversidade” Cidade: Cubatão Estado: SP Responsável: Gilberto Barbero Cargo: Coordenador de Meio Ambiente e Relações com a Comu Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: O estudo iniciou-se com uma Caracterização Ambiental Preliminar, que constituiu uma ferramenta inicial para os Estudos Florísticos, Fitossociológicos e o Programa de Levantamento e Monitoramento de Fauna, os quais foram realizados em campanhas mensais, ao longo de dois anos iniciados em 2004 ate 2006. Os Estudos de Fauna compreenderam 8 campanhas de Levantamento e Monitoramento. Foram selecionados os seguintes grupos faunísticos: Mamíferos, Aves, Répteis, Anfíbios, Peixes e Invertebrados Terrestres contendo: aranhas, opiliões e insetos. Os métodos aplicados foram variáveis de acordo com o grupo estudado e selecionados pelo pesquisador responsável. Edição 2007 Duke Energy International Case: Controle de Plantas Aquáticas por meio da manipulação do meio ambiente Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Sandro Britto Cargo: Analista de Meio Ambiente Temática Gerencial: Pesquisas Científicas e Desenvolvimento de Novos Produtos Resumo: A empresa mantém a Estação de Hidrobiologia e Aqüicultura de Salto Grande, onde conduz através de convênio com a Faculdade de Agronomia Luiz

[close]

p. 10

Meneghel a reprodução de espécies de peixes nativos do Paranapanema destinados ao povoamento do rio. É o reservatório de menor superfície de lâmina d’água de toda a cascata. Esta característica associada à Área da Bacia Hidrográfica o torna o reservatório que possui o maior índice de área armazenada com 3.230,42 km2 da bacia hidrográfica para cada km2 de lâmina d’água. Este reservatório é prioritário quanto à elaboração de políticas de manejo e conservação. O resultado final de toda a degradação da bacia hidrográfica, a erosão natural e a erosão causada pela má conservação dos solos, e, ainda, o aporte de nutrientes oriundos da emissão de esgotos domésticos e das atividades agrícolas potencializa o crescimento das macrófitas aquáticas pelo aumento da oferta de nutrientes. Edição 2007 Duratex S.A. Case: ARM – Área de Recuperação de Materiais Cidade: Jundiaí Estado: SP Responsável: João Carlos Redondo Cargo: Gerente de Sustentabilidade Temática Gerencial: Resíduos Resumo: O projeto visou aliar o tratamento de alta eficiência dos efluentes industriais gerados na fábrica com a possibilidade de reaproveitamento da água tratada e de parte do material sólido extraído desse efluente. Com isso, permitiu a completa integração da Estação de Tratamento de Efluentes ao processo produtivo, fechando o ciclo Uso da água – Geração de Efluentes – Tratamento – Reuso. Além da garantia da qualidade do efluente tratado, o que também motivou a elaboração e implantação do projeto foi a possibilidade de reaproveitamento da água tratada para o maior uso desse bem dentro da indústria cerâmica: a lavagem de pisos e equipamentos. Como ganho secundário, houve a possibilidade de reaproveitamento de parte do lodo gerado na Estação como matéria-prima para a própria fábrica, fechando, assim, o ciclo. Edição 2007 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Case: Confecção de Caixas de Correspondência com Material Reciclado Cidade: Bauru Estado: SP Responsável: Magda Cruciol Cargo: Ações de Cidadania Temática Gerencial: Resíduos Resumo: Os carteiros da Agência de Conchas (AC Conchas) tinham dificuldades para distribuir domiciliarmente algumas correspondências e consequentemente, realizar suas tarefas alegando que a ausência de caixas

[close]

p. 11

receptoras nas residências comprometia a integridade das cartas e a segurança do próprio carteiro que se submetia ao risco de ataques caninos. Segundo os moradores, a aquisição destas caixas representaria um grande aumento em suas despesas, haja vista que o alto custo da caixa receptora oneraria seus respectivos orçamentos familiares. Mediante a comprometedora situação, os funcionários elaboraram uma ação sócio-ambiental e educacional que mostrasse à população a possibilidade de se construir uma caixa receptora através da reutilização de materiais recicláveis. Edição 2007 Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – INPEV Case: Campanha “A Natureza Agradece” Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Taylise Fernandes de Espírito Cargo: Assessoria Temática Gerencial: Educação, Informação e Comunicação Socioambiental Resumo: Desde 2003 o INPEV realiza de campanhas educativas para agricultores e trabalhadores rurais. Em 2006, foi lançada a campanha “A Natureza Agradece”, formada por duas etapas, “Lavagem das embalagens” e “Devolução das embalagens”, em continuidade ao processo educativo iniciado com a campanha “A Natureza Precisa de Você”, realizada em 2005 pelo INPEV, com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A campanha “A Natureza Agradece” visa a ampliar a conscientização de agricultores sobre os procedimentos a serem realizados com as embalagens vazias de defensivos agrícolas, além de reforçar a divulgação de informações como a importância da realização da tríplice lavagem das embalagens vazias no momento da aplicação do produto e a necessidade de devolução de todas as embalagens nos locais indicados na nota fiscal. Edição 2007 Itaipu Binacional Case: Cultivando Água Boa – na Bacia Hidrográfica do Rio Paraná III Cidade: Foz do Iguaçu Estado: PR Responsável: Nelton Miguel Friedrich Cargo: Diretor de Coordenação Temática Gerencial: Recursos Hídricos e Efluentes Resumo: Desde 2003, época em que incluiu oficialmente na sua missão o foco da Responsabilidade Social e Ambiental, a empresa vêm desenvolvendo diversas ações em um mega Programa chamado “Cultivando Água Boa”, que têm na sua essência, a gestão das bacias hidrográficas de influência ao reservatório de ITAIPU. O “Cultivando Água Boa”, fundamentado em documentos planetários: Agenda 21, Metas do Milênio, Pacto Global, Eco Rio

[close]

p. 12

92, Protocolo de Kyoto, Tratado de Educação Ambiental para sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global, Água para todos, água para vida (UNESCO), visa estabelecer critérios e condições para orientar as ações socioambientais relacionadas com a conservação dos recursos naturais, centradas na qualidade e quantidade das águas e na qualidade de vida das pessoas. Trata-se de um movimento de participação permanente, em que a EMPRESA oferece a sociedade, para mudar valores, modos de ser, pensar, produzir e consumir, com base na ética do cuidado dos recursos naturais e dos seres vivos em geral. Edição 2007 Itautec S/A – Grupo Itautec Case: Plano Ambiental – Redução de Substâncias Nocivas ao Meio Ambiente em Equipamentos de Automação e Informática – Projeto ATM CX3 Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: João Carlos Redondo Cargo: Gerente de Sustentabilidade Temática Gerencial: Pesquisas Científicas e Desenvolvimento de Novos Produtos Resumo: Hoje no Brasil, o mercado de tecnologia comercializa aproximadamente 4 milhões de unidades por ano de diversos modelos e aplicações de equipamentos de informática, incluindo automação bancária e comercial, micros, notebooks e servidores (dados de 2006 – fonte IT Data Consultoria). Isso significa dizer que aproximadamente 180 mil toneladas de material eletrônico, além de acessórios e periféricos são acrescentadas no parque instalado de máquinas nos diversos segmentos da economia. O objetivo maior deste projeto é isentar os equipamentos desenvolvidos pela empresa de substâncias nocivas ao meio ambiente tendo como referência a diretiva Européia (RoHS) para projeto e fabricação, e orientação da norma QC080.000 IECQ HSPM. Esses materiais estão presentes principalmente em placas eletrônicas, revestimentos, pinturas, partes metálicas. Edição 2007 Johnson & Johnson Industrial Ltda. Case: Resíduo: matéria-prima da transformação social Cidade: São José dos Campos Estado: SP Responsável: André Marinovic Cargo: Diretor de EHS América Latina e Caribe Temática Gerencial: Resíduos Resumo: Nosso case é a Central de Reciclagem de Resíduos das manufaturas da Johnson & Johnson no Brasil. A multinacional possui três companhias no país, todas localizadas em um mesmo campus industrial, na cidade de São José

[close]

p. 13

dos Campos, estado de São Paulo, em área de um milhão de metros quadrados, com 300 mil metros quadrados de área construída, 500 mil metros quadrados de gramados e 200 mil metros quadrados de Mata Atlântica preservada em fauna e flora. Objetivo: Assegurar que os resíduos gerados pela Johnson sejam destinados de acordo com as Políticas e Procedimentos Ambientais da Companhia e a legislação vigente. Parte desses resíduos devem ser destinados a entidades sociais, focando sempre na conscientização, eliminação, redução, reutilização e a reciclagem do resíduo industrial. Edição 2007 Klabin S.A. Case: Programa de Fomento Florestal KLABIN Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Wilberto Lima Jr. Cargo: Diretor de Responsabilidade Social Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: O Programa de Fomento Florestal da Klabin parceria da companhia com pequenos e médios proprietários de áreas rurais tem por objetivo formar florestas, principalmente, em áreas ociosas e marginais das propriedades. Dessa forma, as áreas de fomento são incorporadas ao processo produtivo, aumentando a base florestal da companhia – matéria-prima base para a produção de seus produtos – promovendo assim, o desenvolvimento sustentável nas regiões onde possui unidades fabris e nos municípios circunvizinhos. O programa de fomento possibilitou o aumento na oferta de madeira, não só para as indústrias do setor de celulose e papel, como também para as indústrias de chapas reconstituídas e de produtos sólidos, evitando grandes investimentos na compra e manutenção de novas áreas florestais, já que os fomentados trabalham como parceiros nessa atividade. Edição 2007 Philips do Brasil Ltda Case: Aprendendo com a Natureza Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Renata Macedo Cargo: Coordenadora de Sustentabilidade Temática Gerencial: Educação, Informação e Comunicação Socioambiental Resumo: O projeto ‘Aprendendo com a Natureza’ é um projeto de educação ambiental que visa promover o desenvolvimento sustentável a partir de uma perspectiva de ‘grass-roots’, isto é, de uma visão de base, contando com a participação e entendimento daqueles afetados pelas suas ações. O programa é inteiramente destinado a alunos de escolas públicas de cinco cidades brasileiras: Manaus, Mauá, São Paulo, Recife e Varginha. Estas são cidades

[close]

p. 14

onde a PHLIPS tem bases e onde ela pode contar com a cooperação de seus funcionários na promoção de atividades de educação ambiental com crianças carentes, como voluntários. Formalmente, o programa pode ser definido como uma “ação educativa centrada na preservação ambiental, tendo como foco a biodiversidade e a sua importância para a manutenção da vida no planeta”. Edição 2007 SABESP Case: Gestão Participativa no Processo de Tratamento de Esgoto Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Anelise Brigano Luzio/Fábio Sanazaro Marin Cargo: Gestores Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: Trata-se de “case” que envolve a Bacia dos Córregos Garcia e Barreiro. A região é densamente ocupada por empreendimentos imobiliários, sendo que a montante existe área irregularmente ocupada por população de baixa renda. A SABESP, por meio da Unidade de Negócio Oeste, negociou, com os empreendedores locais, parceria para o desenvolvimento de projeto de coleta de esgotos domésticos e industriais, cujo destino final é a Estação de Tratamento de Esgoto de Barueri. A citada negociação objetivou justamente antecipar os investimentos no sistema de esgotos daquela localidade. Edição 2007 Souza Cruz S.A - MG Case: Gerenciamento de resíduos Cidade: Uberlândia Estado: MG Responsável: Edson Heraldo Dorigon Cargo: Gerente Engenharia Industrial Temática Gerencial: Resíduos Resumo: Cada vez mais pessoas estão preocupadas com as questões ambientais, atitude que vem promovendo mudanças nas empresas gerando uma atitude pró-ativa em relação com o meio ambiente, segurança e saúde ocupacional de seus funcionários. Dentre todas as ações destacamos o gerenciamento de resíduos na Fábrica Uberlândia, por entender que as ações relacionas ao perfeito gerenciamento dos resíduos contribuem efetivamente para a empresa e para a comunidade a qual está inserida. Atualmente a fábrica de Uberlândia gera em média 665 toneladas de resíduos por mês. De todos os resíduos gerados na unidade 97% são destinados para a compostagem, reutilizados e / ou reciclados e apenas 3% são encaminhados para o aterro público municipal. Edição 2007

[close]

p. 15

Souza Cruz SA – RS Case: Parque Ambiental Souza Cruz Cidade: Santa Cruz do Sul Estado: RS Responsável: Flavio Marques Goulart Cargo: Gerente de Assuntos Corporativos Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: A área total da unidade é constituída por 104 hectares, dos quais 85 hectares repousavam para uma longa evolução natural. Foi nesse contexto que surgiu a idéia de harmonizar a planta industrial com o meio ambiente. A preocupação ambiental da Souza Cruz se traduziu em um planejamento e arrojado projeto que transformou a área em um verdadeiro Parque, com objetivos ligados à educação ambiental, enriquecimento da fauna e da flora, além dos aspectos de preservação. Um passeio pelas trilhas e coleções do Parque permite ao visitante ter um panorama do maravilhoso mundo vegetal do planeta, suas paisagens. Edição 2007 Unimed do Brasil Confederação Nacional das Cooperativas Médicas Case: Programa Consumo Consciente UNIMED Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Adriana Perroni Ballerini Cargo: Consultora de responsabilidade social Temática Gerencial: Educação, Informação e Comunicação Socioambiental Resumo: “Programa Consumo Consciente UNIMED” lançado a partir de junho de 2005, em comemoração à Semana do Meio Ambiente, o programa foi composto da criação de um Manual de Consumo Consciente, uma Caneca de Porcelana, um Personagem, um CD com dicas de consumo chamado “Momento UNIMED” e, também, da possibilidade de realizar compra conjunta de materiais reciclados. A divulgação foi realizada a todo o Sistema UNIMED, composto de 376 cooperativas presentes em mais de 4.000 municípios do Brasil. Edição 2007 Vianorte S/A Case: Neutralização de Carbono em Posto de Pesagem de Veículos de Cargas na SP 322 – Rod. Armando Salles de Oliveira – Km 358 Cidade: Sertãozinho Estado: SP Responsável: Helvécio Tamm de Lima Filho Cargo: Diretor Superintendente Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão

[close]

Comments

no comments yet