Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Sobre o programa Benchmarking Brasil: Em sua terceira edição, o Programa Benchmarking Brasil (na época chamado Benchmarking Ambiental Brasileiro) já mostra sua força com a adesão de grandes organizações. Com uma metodologia estruturada, e participação de especialistas renomados, o Programa define e reconhece os detentores das melhores práticas de sustentabilidade do Brasil. O programa, além do Ranking congrega outras ações de fomento a sustentabilidade como publicações, banco digital de livre acesso, encontros técnicos, feiras e congressos, entre outros. Além de incentivar a busca da melhoria contínua e a adoção das boas práticas nas organizações, o Programa Benchmarking Brasil contribui de forma efetiva para acelerar o desenvolvimento técnico gerencial desta área e com a construção de massa crítica em sustentabilidade no país. 58 Cases Benchmarking certificados até o momento. Mais informações no site www.benchmarkingbrasil.com.br

[close]

p. 3



[close]

p. 4

CASES CERTIFICADOS EM 2005 Ordem alfabética AES Tietê Case: Reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Demóstenes Barbosa da Silva Cargo: Diretor de Gestão de Meio Ambiente e Mercado de Carbono Temática Gerencial: Manejo e Reflorestamento Resumo: Este projeto faz parte do Programa de Revegetação de Matas Ciliares desenvolvido pela AES Tietê, que vem sendo realizado desde o ano de 2.000, no entorno das dez usinas hidroelétricas sob sua concessão, visando a revegetação das áreas de preservação permanente, contenção da erosão e assoreamento, recomposição de ecossistemas, manutenção da diversidade genética e preservação dos rios e lagos devido sua importância de fornecer água e dar suporte a sistemas de produção agrícola e industrial, para consumo humano, recreação, navegação, irrigação, pesca e geração de energia elétrica. Edição 2005 Bunge Fertilizantes Case: Centro de Educação Ambiental Cidade: Araxá Estado: MG Responsável: Ricardo Manoel de Oliveira Cargo: Gerente de Relações com a Comunidade Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: O Centro de Educação Ambiental da Bunge Fertilizantes, localizado na sua Unidade Industrial em Araxá – MG, foi criado em 22 de abril de 1990, com objetivo principal de desenvolver atividades educativas e culturais com os

[close]

p. 5

empregados e com a comunidade de Araxá, visando estimular a ampliação do conhecimento e a sensibilização sobre as questões ambientais e as possibilidades de compatibilização entre os fatores naturais e as atividades econômicas na busca do desenvolvimento sustentável.Destacam-se como metas principais: promover a ampliação da percepção ambiental de 100% dos empregados em 4 anos; contribuir para a formação de 20% dos professores do ensino fundamental da rede municipal de Araxá; complementar as ações de educação ambiental promovidas nas escolas através de trilhas e oficinas temáticas; e disseminar técnicas e procedimentos ambientalmente corretos para a comunidade araxaense. Edição 2005 Centro de Cuidados e Desenvolvimento Infantil Materna. Case: Sistema de Gestão Ambiental no Setor Educacional Cidade: São Bernardo do Campo Estado: SP Responsável: Adriane Imbroisi Cargo: Diretora Geral Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: A Materna é uma escola de educação infantil e foi a primeira no setor a obter o certificado ISO 14001 nas Américas e vive dentro destes procedimentos diariamente. Com o sistema de gestão implantado temos objetivos e metas traçados para todo o ano letivo, e estes se baseiam na redução e controle de consumo de água, energia elétrica e papel, além da principal meta, se tratando de uma escola, é a educação e a conscientização propriamente dita. Esta se dá com o desenvolvimento do projeto MATERVERDE que promove ações e implantação de áreas como composteira, minhocário, estufa experimental, reservatório da captação de água pluvial entre outros a vivência destes itens. Edição 2005 Cia Açucareira Usina Capricho Case: Mata Ciliar X Cultura de Subsistência Cidade: Cajueiro Estado: AL Responsável: Ivo Augusto Santana Pepe Cargo: Coordenador de Meio Ambiente Temática Gerencial: Proteção e Conservação Resumo: O case “Mata Ciliar X Cultura de Subsistência” tem como objetivo reflorestar a mata ciliar do rio paraíba, localizado no município de Cajueiro/AL, e conscientizar a comunidade da importância da mata ciliar para o meio ambiente. A ação teve inicio há 2 anos com 20 famílias utilizando uma área de 4ha. Hoje, crescemos e contamos com 47 famílias numa área de 12ha. A ação baseia-se na cessão das terras, doação das árvores da mata ciliar e a comunidade utiliza

[close]

p. 6

a área para plantio da cultura de subsistência. Nessa parceria a usina entra com a parte técnica e com palestras e orientações sobre temas ambientais e sociais. Plantio de 13.100 mudas de mata ciliar e conscientização da comunidade na preservação do meio ambiente e da melhoria da qualidade de vida. Esta ação serve de modelo para outras empresas do setor sucro-alcooleiro no Estado de Alagoas. Edição 2005 Cia Entreposto e Armazéns Gerais de São Paulo – CEAGESP Case: Sistema de Reciclagem Integrada Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Luciano Rodrigues Legaspe Cargo: Chefe da Sesar Temática Gerencial: Resíduos Resumo: A CEAGESP, maior central de abastecimento da América Latina (3ª do mundo) com um volume diário de comercialização de 10.000 toneladas, implantou o Sistema de Reciclagem Integrada na busca de uma destinação adequada, sob o ponto de vista ambiental, econômico e social, para os seus descartes em torno de 100 toneladas/dia. A fração orgânica (frutas, legumes, verduras, peixes, palha), que representa 80% dos nossos descartes, foi o ponto central dos estudos, uma vez que já existe mercado para os resíduos sólidos secos (plásticos, papéis, metais, vidros). Criamos, então, um modelo de gestão de resíduos na lógica dos 3R’s (Reduzir, Reaproveitar e Reciclar) que nos permitisse trabalhar em parceria com outras empresas e com a sociedade civil, utilizando o lixo como fonte de matéria-prima no processo de reciclagem em pequena e larga escala. Edição 2005 Companhia Vale do Rio Doce Case Revista Biodiversidade Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Responsável: Vania Velloso Cargo: Assessora Especial de Meio Ambiente Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: A CVRD é uma das empresas nacionais convidadas para fazer parte da organização e ratificação da CDB – Convenção sobre Diversidade Biológica assinada em 1992 durante a ECO-92 no Rio de Janeiro/RJ. A CDB é uma convenção internacional ratificada por 177 países, seus membros efetivos. Para que esse assunto não ficasse restrito aos meios políticos, diplomáticos, e científicos, a CVRD lançou uma revista empresarial com alcance social e inédita sobre Biodiversidade – Estruturação e importância da CDB, Biodiversidade no mundo, no Brasil, no setor mineral e dentro da própria empresa. Na publicação,

[close]

p. 7

a CVRD apresenta sua atuação em 7 dos 8 biomas nacionais, participando do desenvolvimento socioambiental e territorial do Brasil. Demonstra sua importância estratégica que pode contribuir efetivamente para a proteção, conservação, recuperação de ecossistemas ameaçados, incentivo ao empreendedorismo ambiental e de pesquisa, capacitação e educação para sociedades sustentáveis. Edição 2005 CST – Companhia Siderúrgica de Tubarão Case: Gestão do Uso Racional das Águas Cidade: Serra Estado: ES Responsável: Luiz Antonio Rossi Cargo: Gerente da Divisão de Meio Ambiente Temática Gerencial: Recursos Hídricos e Efluentes Resumo: O presente trabalho apresenta a política da CST quanto à gestão do uso racional das águas nas várias unidades operacionais da empresa e destaca a adoção de alternativas técnicas nas diversas unidades da Companhia que propiciaram o objetivo de reduzir o consumo desse recurso natural de grande importância no processo produtivo do aço, bem como o aumento da recirculação das águas nos processos que vem apresentando elevados índices. O trabalho também aborda índices de redução de água ao longo dos anos em relação ao abastecimento de água pela concessionária local, na região da grande Vitória, demonstrando a não impactação do consumo pela CST na matriz estadual. E apresentado o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) da empresa, certificado pela ISO 14001 desde 2001 pela Loyds Register Quality Assurance (LRQA). A CST tornou-se a primeira empresa brasileira a publicar um relatório ambiental com auditoria independente, realizada pela PricewaterhouseCoopers. Edição 2005 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Case: Dia Nacional de Mobilização Social Cidade: Bauru Estado: SP Responsável: Vanessa Clélia Carbone Cargo: Supervisora de Ações de Cidadania Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: O ano de 2001 foi celebrado como o Ano Internacional do Voluntário. Neste mesmo ano, a Diretoria Regional dos Correios de São Paulo Interior (DR/SPI) decidiu implantar e implementar a cultura de voluntariado entre os seus colaboradores, dedicando-se a uma ação social consciente. A forma de apoio definida foi a adesão ao “Dia de Fazer a Diferença”, maior evento de mobilização de causas sociais do mundo – MAKE A DIFFERENCE DAY/EUA – promovido no Brasil pela SIFE/BRASIL – empresa de consultoria e marketing social. A ação

[close]

p. 8

na DR/SPI foi operacionalizada em cada região, com formação de grupos que pesquisaram a comunidade e definiram seu plano de ação, de acordo com o interesse dos voluntários. Pelos resultados obtidos, essa iniciativa passou a fazer parte do Projeto de Voluntariado & Cidadania, constando do PTR – Plano de Trabalho Regional. O Projeto tornou-se corporativo, recebendo uma nova denominação: “DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL DOS CORREIOS”. Edição 2005 Eurofarma Case: De Mãos Dadas com a Escola Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Isamara Garcia Freitas Cargo: Coordenadora Gestão Ambiental Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: Realizar o levantamento para conhecer o índice de filhos dos funcionários internos e prestadores de serviços de limpeza, rouparia, segurança patrimonial e restaurante interno em idade escolar de 4 a 12 anos que se encontram fora da escola, visando intervenção e conscientização da importância da criança na escola. Sensibilizar os pais da importância e necessidade da reciclagem do lixo e preservação do meio ambiente, bem como do benefício direto desta ação convertida em bem para seu filho. A EUROFARMA através das suas ações de Responsabilidade Social vem contribuir incentivando e apoiando através deste projeto as famílias que mantém seus filhos matriculados na faixa etária de 4 a 12 anos com a distribuição de um kit escolar. Este KIT ESCOLAR é proveniente do Programa de Coleta Seletiva do lixo nas unidades II,III, IV e na Creche. Edição 2005 Global Telecom (Vivo Regional PR/SC) Case: Transformando com Arte a Vida Cidade: Curitiba Estado: PR Responsável: Paulo Roberto Nunes Nemy Cargo: Gerente Gestão Ambiental Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: O Programa “Transformando com Arte a Vida”, desenvolvido em parceria pela VIVO Regional PR/SC, Antroposphera e a Secretaria Municipal de Educação de Curitiba-PR, que existente desde 2001, para contemplar três motivações principais: destinação correta ao lixo reutilizável, agregar um valor nobre ao ato da separação do lixo: a solidariedade e contribuir para o desenvolvimento sócio-educativo e artístico de crianças carentes. Através de uma campanha interna de sensibilização com os colaboradores da VIVO–PR/SC

[close]

p. 9

sobre questões como redução do montante de lixo gerado, destinação ambientalmente correta e solidária do material reutilizável com qualidade, nasceu o programa “TRANSFORMANDO COM ARTE A VIDA”. Edição 2005 Henkel Case: Programa de Conscientização Ambiental Cidade: Itapevi Estado: SP Responsável: Orlando de Oliveira Cargo: Supervisor de Segurança & Meio Ambiente Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: Desenvolver programa de conscientização ambiental, objetivando alcançar os funcionários, prestadores de serviços, familiares e comunidade através de ações estratégicas não convencionais, como: – Elaboração do desfile “Do lixo ao Luxo” (Mostrar que obras úteis, interessantes e criativas podem ser elaboradas utilizando-se materiais recicláveis que descartamos todos os dias, sem notarmos que poderíamos aproveitá-los de alguma forma.) – Curso apostilado no próprio local de trabalho (Mostrando o que pode ser reciclado e como cada colaborador pode participar) – Criação de grupo musical interno (Entregar mensagens da área ambiental de uma forma não convencional) – Envolver entidade beneficente local no Projeto (Visa mostrar ao colaborador que além da vantagem ambiental haverá também a contribuição social, pois todo valor arrecadado no programa de reciclagem é destinado a entidade). Edição 2005 Indústria Química e Farmacêutica Schering-Plough Case: Gestão Integrada de Recursos Hídricos Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Responsável: José Marcos Martins Cargo: Engenheiro de Meio Ambiente Temática Gerencial: Recursos Hídricos e Efluentes Resumo: O constante aumento da população, associado ao uso irracional e à contaminação das fontes de água doce, tem levado especialistas no mundo inteiro a refletirem sobre a necessidade de racionalização do uso dos recursos hídricos, em escala mundial. E é dentro deste contexto que a empresa estabeleceu como um dos principais objetivos do seu Sistema de Gestão Ambiental, a redução do volume de água potável utilizada nos seus processos industriais, e a conseqüente redução do volume dos seus efluentes líquidos lançados nos corpos d’água receptores. A esse projeto foi designado o nome de Gestão Integrada de Recursos Hídricos, constituído de três fontes alternativas ao abastecimento pela Concessionária, por intermédio da captação da água

[close]

p. 10

proveniente dos esgotos domésticos e industrial, oriundos de uma Estação de Tratamento de Efluentes, da captação da água das chuvas nos telhados dos prédios, coletada e conduzida a um lago reservatório, e do reuso da água de rejeito da osmose reversa que atende à demanda de água de processo para a Fábrica. Edição 2005 Instituto Ambiental Vale do Rio Doce Case: Braço Ambiental para Pesquisas Científicas, Proteção e Conservação Cidade: Linhares Estado: ES Responsável: Vania Velloso Cargo: Assessoria especial de Meio Ambiente Temática Gerencial: Pesquisas Científicas e Desenvolvimento de Novos Produtos Resumo: Instituto Ambiental Vale do Rio Doce criado em 2000 é o braço ambiental da Vale do Rio Doce no desenvolvimento de Pesquisas científicas, proteção e conservação da Biodiversidade, na recuperação de áreas interferidas, na gestão de reservas naturais e unidades de conservação do IBAMA, na gestão de parques botânicos – localizados em Vitória, São Luiz, Carajás. Realiza inventários de fauna e flora em todos os escossistemas que a CVRD atua. É responsável por mais de 50 pesquisas, sendo que na reabilitação de áreas com recuperação. Em resumo, o IAVRD é um guarda chuva que abriga várias ações de pesquisa e atividades para conservação e recuperação da Biodiversidade nos Biomas que a CVRD atua. Edição 2005 Instituto Via Viva Case: Sistema de Barreiras Rodoviárias Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Marcos Gonçalves Cargo: Presidente Temática Gerencial: Pesquisas Científicas e Desenvolvimento de Novos Produtos Resumo: A barreira em Concreto DI, deformável e isolante é composta do mesmo perfil convencional de uma barreira Nova Jersey executada em concreto, mas tendo parcela dos agregados graúdos substituídos por agregados de borracha provenientes da trituração de pneus inservíveis. Além de sua capacidade de absorver a energia do impacto dos veículos desgovernados e minimizar os danos materiais e traumatismos dos seus ocupantes, a nova tecnologia têm grande potencial para absorver um volume significativo de pneus inservíveis, gerados anualmente, além de reduzir o passivo ambiental existente. Edição 2005

[close]

p. 11

Klabin Case: A Responsabilidade Ambiental como Pilar Desenvolvimento Sustentável de Negócios Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Wilberto Lima Júnior Cargo: Diretor de Comunicação e Responsabilidade Social Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Estratégico no Resumo: O presente case relata atividades exercidas de forma economicamente viável, socialmente justa e ambientalmente correta na Unidade Monte Alegre, situada em Telêmaco Borba , no Paraná, há mais de 70 anos. A Unidade Monte Alegre tem 70 anos de vida e iniciou suas atividades em 1934. As terras, que hoje formam uma área de 230 mil hectares, deram origem à fábrica que viria a ser um marco do processo de industrialização no Brasil. Lá foi iniciada a produção de celulose e papel numa escala inédita para o País. A partir dela foi possível conceber o crescimento da Klabin no Brasil e exterior. Encontramos aqui práticas exemplares de preservação da biodiversidade, de manejo e fomento florestal, de gestão ambiental, de preservação de animais em extinção, de educação ambiental e de desenvolvimento econômico ao permitir o nascimento da cidade de Telêmaco Borba. Edição 2005 Newpower Sistemas de Energia Case: PRAC - Programa de Responsabilidade Ambiental Compartilhada Cidade: Guarulhos Estado: SP Responsável: André Luis Saraiva Cargo: Ger. de Desenvolvimento Ambiental Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: O PRAC: Programa de Responsabilidade Ambiental Compartilhada, orienta o cliente a respeito: das licenças ambientais que o gerenciador (fabricante), o transportador e o reciclador devem possuir para garantir à destinação ambientalmente adequada, cria a anuência dos órgãos ambientais envolvidos para realizar a operação, realiza a coleta e o transporte, envia as baterias para a recicladora autorizada, emite o Termo de Responsabilidade Ambiental, que garante ao cliente a conformidade com a legislação ambiental vigente. Acreditamos que o sucesso do programa se deve em primeiro lugar por garantir a preservação do meio ambiente, por gerar divisas para a empresa e finalmente por funcionar como um facilitador para o cliente que, muitas vezes desconhece os mecanismos para realizar o descarte correto. Edição 2005

[close]

p. 12

Portobello Case: Teoria dos Sistemas Cidade: Tijuca Estado: SC Responsável: Edson Moritz Cargo: Gerente de Marketing Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: A mineração representa a etapa inicial do processo cerâmico e é essencial para a obtenção de produtos de qualidade. A Portobello tem sido referência nacional na recuperação e restauração de áreas degradadas pela mineração. Nesse sentido, há aproximadamente três anos e meio, iniciou uma pesquisa que trouxe uma abordagem inovadora, utilizando a Engenharia de Sistemas e gerando ótimos resultados nas áreas exploradas. O novo processo inova o preparo do solo e reafeiçoamento topográfico, valorizando a variabilidade ambiental que resulta em maior biodiversidade. Com esse novo sistema, a recuperação do meio ambiente, que antes levava dezesseis anos para ser alcançada, agora pode ser conseguida em um pouco mais de um ano. Edição 2005 Prefeitura de Poços de Caldas Case: Desenvolvimento do Modelo de Gestão dos Resíduos Cidade: Poços de Caldas Estado: MG Responsável: Yula de Lima Merola Cargo: Gerente Vigilância Sanitária Temática Gerencial: Resíduos Resumo: O modelo de gestão de resíduos de Poços de Caldas é uma experiência de educação e gestão ambiental que inclui: (a) pesquisa quantitativa e qualitativa para detectar o nível do controle ambiental, químico e biológico dos resíduos gerados pelo município; b) aplicação de pesquisa qualitativa p ara a valiar o perfil dos catadores e servidores municipais da coleta de lixo; (c) organização de simpósios sobre resíduos de serviços de saúde para orientar os estabelecimentos sobre a resolução; (d) inspeções educativas aos geradores de resíduos; (e) formulação do Plano de Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde; (e) implementação da coleta seletiva no setor da Vigilância Sanitária, pois cabe ao Governo o papel estratégico de induzir a sociedade a adotar novos referenciais de produção e consumo de bens materiais, também com o intuito dos servidores públicos “vestirem a camisa” do Desenvolvimento Sustentável, pois de nada adianta as ações educativas decorrentes de programas e projetos governamentais se, dentro de nossos locais de trabalho, nos posicionamos como seus meros espectadores. Edição 2005

[close]

p. 13

Rohm and Haas Química Case: Projeto Sementes - Plantando um Futuro Melhor Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Nádia Gama Cargo: Diretora regional de EHS Temática Gerencial: Educação, Informação e Com. Socioambiental Resumo: O Projeto Sementes tem o objetivo de iniciar a formação necessária para transformar as crianças de hoje em adultos ambientalmente e socialmente responsáveis. Ministrando aulas de seis disciplinas diferentes (Habitat Natural, Reciclagem, Água, Ar, Agricultura e Nutrição), o Projeto Sementes ensina, de forma lúdica, como respeitar o meio ambiente e pensar no futuro do mundo, sem comprometer as gerações futuras. A meta do Projeto é formar, a cada semestre, 32 alunos da rede pública, sempre em parceria com a Secretaria de Educação de Jacareí, cidade base do Projeto. Edição 2005 Souza Cruz S.A. Case: Sistema de Tratamento Terciário de Efluentes Cidade: Cachoeirinha Estado: RS Responsável: Antonio Carlos Perrone Freire Cargo: Gerente de Engenharia Industrial Temática Gerencial: Recursos Hídricos e Efluentes Resumo: O Sistema de Tratamento Terciário tem como objetivo propiciar o reaproveitamento de 100% dos efluentes líquidos gerados na fábrica visando à redução do consumo de água da concessionária, possibilitando disponibilizar mais água potável para a comunidade local, servindo de referência junto às empresas da região e em linha com nossa política de meio ambiente. Originalmente nossa Estação de Tratamento de Efluentes, já operava de acordo com os padrões legais propostos pelos órgãos governamentais, e consistia de sistema de tratamento químico / biológico (sistema anaeróbico / aeróbico) cuja performance já atingia 100 % dos parâmetros estabelecidos. Para a estação foi implementado um sistema de centralização automática de informações possibilitando que todo o processo seja operado via sistema, com informações on-line e operadas a distância. Edição 2005 TV Globo Case: Gestão Ambiental - Cuidados com o meio ambiente Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Responsável: Jadiel Guerra Cargo: Coordenador de Serviços SR

[close]

p. 14

Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: A Gestão ambiental nos moldes da ISO 14001 foi oficialmente iniciada em 2003. A padronização de processos e o planejamento das ações permitiram os resultados positivos de economias e maior adequação à legislação. Realizamos a coleta seletiva de papeis desde 2001 e ampliada em 2004 com o recolhimento de capítulos de novelas e programas gravados, que são recolhidos em áreas internas e na casa dos atores. Nas praças de alimentação adotamos a coleta seletiva de resíduos (papel, plástico e lixo orgânico); Na construção e desmontagem das cidades cenográficas é feita coleta seletiva dos materiais recicláveis para reaproveitamento no local e/ou comercialização; (ver quadro de economia) O lixo orgânico proveniente dos restaurantes é armazenado em câmaras frigoríficas até seu destino final; Só utilizamos aterros sanitários e industriais licenciados, para destinação dos resíduos não reciclados ou não reaproveitados; Possuímos uma Central de Resíduos com uma área de triagem onde é feita a separação/seleção e armazenamento temporário dos resíduos. Edição 2005 Usina Santa Cruz Case: Gestão Empresarial com Responsabilidade Ambiental e Social Cidade: Campos dos Goytacases Estado: RJ Responsável: Joaz Alves Pereira Cargo: Superintendente Temática Gerencial: Ferramentas e Políticas de Gestão Resumo: Com o advento de novas tecnologias e o aprimoramento de legislações, trabalhista e ambiental foram criados meios para a constituição de uma gestão empresarial onde é possível encontrar formas de minimizar, e em alguns casos, eliminar, os possíveis impactos negativos ligados ao trabalho na lavoura e seus desdobramentos. Há cerca de dois anos a empresa adquiriu a Usina Santa Cruz no estado do Rio de Janeiro. Por ocasião da aquisição, outros valores sociais e ambientais estão sendo agregados aos negócios tais como: reformulação de equipe técnica adequada a nova visão empresarial; treinamentos adequados exigidos pelas prerrogativas trabalhistas e legais; implantação de normas e procedimentos adequados e incentivo a CIPA; implantação de brigada de incêndio; ambulatório médico atuante e investigativo; aprimoramento do fluxograma de contratação de funcionários; oferecimento de garantias e seguridades legais; melhoria da qualidade de vida dos funcionários através da gestão participativa. Edição 2005 Vianorte Case: Programa de Gestão Arqueológica, Pesquisa e Educação Patrimonial Cidade: Sertãozinho

[close]

p. 15

Estado: SP Responsável: Donaldo José Trocoli Junior Cargo: Diretor de Engenharia Temática Gerencial: Pesquisas Científicas e Desenvolvimento de Novos Produtos Resumo: O objetivo deste trabalho é apresentar a pesquisa arqueológica de resgate desenvolvida na obra de Duplicação da Rodovia SP 322, enfatizando as estratégias científicas e técnicas que foram adotadas de forma a atender a legislação vigente, a dinâmica da obra e a responsabilidade social da VIANORTE em contribuir na recuperação e valorização da herança cultural de nosso país. Edição 2005 Voith Paper Case: Voith Recicla Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Affonso Alvarez Cargo: Engenheiro de Meio Ambiente Temática Gerencial: Resíduos Resumo: O projeto de implantação do programa ”VOITH RECICLA“ foi concebido após a identificação da necessidade de se tomar uma posição definitiva do sistema de coleta seletiva, até então funcionando precariamente, apenas em setores isolados da fábrica, sem resultados expressivos. Percebeuse a carência de informações, motivação, recursos (coletores, pontos de coleta, procedimentos formais, responsáveis bem definidos) e engajamento dos funcionários. Para operacionalizar o projeto, estabeleceu-se uma parceria com uma empresa de comérico de aparas que disponibilizou os coletores seletivos de materiais para o início do programa, material para divulgação e contratou peças teatrais para conscientização do público alvo. Estes recursos foram pagos por este aparista e amortizados com o próprio material enviado para reciclagem. As metas foram: levar material informativo e de divulgação para, no mínimo, 90% do público localizado na planta Voith-Jaraguá e aumento de 10% em peso do material enviado para reciclagem. Posteriormente o programa foi estendido para outros materiais como metais, óleos, abrasivos e vidros. Edição 2005

[close]

Comments

no comments yet