Revista BrOffice - Edição 21

 

Embed or link this publication

Description

Linux Libre - Uma Questão de Liberdade

Popular Pages


p. 1

artigos dicas tutoriais cultura livre ano 5 n° 21 junho 2011 linux-libre uma questão de liberdade entrevistas florian effenberger ­ veja o que este apaixonado por software livre tem a dizer paulo josé ­ um brazuca no time de design do libreoffice espaço aberto edite manipule divirta-se solte a imaginação com o gimp migração de broffice.org para libreoffice claudio f filho explica as razões da mudança 1 junho 2011 cultura redblade ­ a aventura continua revista broffice www.broffice.org/revista revista broffice www.broffice.org/revista diagramada no broffice.org draw

[close]

p. 2

carta do leitor fale com a revista broffice 04 índice colaboradores quem faz a revista 08 entrevista paulo josé time de design do libreoffice florian effenberger time de marketing da tdf 09 11 como nós migramos para o libreoffice 13 artigo como contribuir com a comunidade libreoffice 20 anos do linux 20 23 reportagem projeto linux-libre liberdade é essencial 27 dica rápida incompatibilidade do odf 33 -alterando o tamanho de ícones e fontes de menus 33 dica empacotando macros para distribuição impressão de cabeçalho em planilhas 34 36 tutorial utilizando assinatura digital no libreoffice 39 espaço aberto conhecendo o editor de imagens gimp 44 cultura história em quadrinhos vidas paralelas redblade #10 dica de filme a rede social 47 51 54 resumo resumo do mês 55 revista broffice www.broffice.org/revista 2 junho 2011

[close]

p. 3

editorial h á muito heráclito disse que a única constante do universo talvez seja a mudança mas alguém disse que isso não é positivo mudanças são a base da evolução colaboradores desta edição redação bruno gurgel cárlisson galdino joão s o bueno paulo de souza lima clóvis tristão dicas julio cesar eira melanda paulo de souza lima rubens queiroz diagramação albino biasutti neto hélio s ferreira renata marques revisão albino biasutti neto luiz oliveira renata marques capa hélio s ferreira edição luiz oliveira luizheli@broffice.org jornalista responsável luiz oliveira ­ mtb.31064 coordenador geral broffice.org cláudio ferreira filho filhocf@broffice.org escreva para a revista broffice revista@broffice.org edições anteriores www.broffice.org/revista o conteúdo assinado e as imagens que o integram são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores não representando necessariamente a opinião da revista broffice e de seus responsáveis todos os direitos sobre as imagens são reservados a seus respectivos proprietários o que é o broffice/libreoffice É o produto ferramenta de escritório multiplataforma livre em bom português desenvolvido sob os termos da licença lgpl composto por editor de texto planilha de cálculo apresentação matemático e banco de dados mantido pela comunidade desenvolvimento esta revista foi elaborada no broffice editor de texto planilha eletrônica apresentação e diagramação a reprodução do material contido nesta revista é permitida desde que se incluam em local visível os créditos aos autores e a frase reproduzido da revista broffice ­ www.broffice.org/revista a revista broffice declara não ter interesse de propriedade nas imagens os direitos sobre as mesmas pertencem a seus respectivos autores/proprietários o conteúdo da revista broffice está protegido sob a licença creative commons by-nc-sa disponível no www.creativecommons.org.br esta licença não se aplica a nenhuma imagem exibida na revista e para utilização delas obtenha autorização junto ao respectivo autor cida coltro paulo de souza lima claudio f filho fátima conti luiz oliveira wilkens lenon e é nesse clima de novos ares que lançamos esta edição logo de cara claudio filho nos conta toda a trajetória da comunidade brasileira até a sua adesão ao libreoffice e dá uma ideia do que pode acontecer daqui para frente com o openoffice.org e como ele pode se relacionar com o libreoffice além disso ainda mostra porque as pessoas que migraram para openoffice.org broffice ou libreoffice não fizeram um mau negócio mesmo em meio a esse turbilhão de mudanças com a ajuda de paulo de souza lima esperamos te ajudar a descobrir como vocÊ pode fazer parte desta comunidade que está de braços abertos para te receber saiba quais as nossas ferramentas e conheça alguns dos projetos que precisam da sua ajuda ainda nesta edição temos um artigo sobre os 20 anos do linux data que será comemorada em agosto e sob uma visão bastante diferente sobre nosso amigo pinguim a reportagem de capa traz um bate-papo com alexandre oliva membro do conselho da free software foundation latin américa fundação que deflagrou uma campanha de resgate dos valores anunciados no manifesto gnu trazendo à tona a discussão linux não é software livre trazemos ainda duas entrevistas de membros da comunidade libreoffice aqui do brasil temos o paulo josé que vem se destacando na equipe de design e da comunidade internacional temos o florian effenberger um dos fundadores e membro do conselho consultivo da tdf para melhorar seu dia a dia com o libreoffice a seção dicas rápidas mostra como resolver problema de incompatibilidades entre versões do odf e como alterar tamanho de fontes e ícones de menu em dicas temos a continuação da série do julio melanda que dessa vez nos mostra como empacotar as macros feitas em python possibilitando que sejam instaladas como pacote de extensão ainda na mesma seção rubens queiroz ensina como repetir linhas ou colunas de título na impressão de planilhas com mais de uma página na seção tutoriais aprenda a assinar digitalmente seus documentos através do libreoffice no espaço aberto joão bueno nos apresenta o editor de imagens gimp mostrando algumas funcionalidades básicas que podem trazer grandes melhorias para suas fotografias e para a seção cultura compartilhamos uma história sobre o software livre nos quadrinhos vidas paralelas além de um novo capítulo da série redblade e de uma dica de filme pra deixar todo mundo conectado com a rede social que mostra a história de sucesso do facebook esperamos que apreciem a leitura renata marques cida coltro paulo de souza lima wilkens lenon revista broffice www.broffice.org/revista 3 junho 2011

[close]

p. 4

carta do leitor aqui você pode tirar dúvidas sobre o libreoffice seja produto comunidade ou desenvolvimento e enviar críticas ou sugestões que possam enriquecer ainda mais a nossa revista para participar envie sua mensagem por e-mail ou através das redes sociais twitter e identi.ca e-mail envie sua mensagem para revista@broffice.org com o assunto carta do leitor twitter envie sua mensagem para o perfil @revistabroo contendo a hashtag #cartadoleitor identi.ca envie sua mensagem para o perfil @revistabroo contendo a hashtag !cartadoleitor participe revista broffice www.broffice.org/revista 4 junho 2011

[close]

p. 5

carta do leitor olá gostaria de saber se há alguma outra forma de entrar em contato com vocês a não ser por este e-mail estamos enfrentando alguns problemas em nossas máquinas com o broffice e gostaria de saber onde posso conseguir algum suporte para adiantar o assunto somos uma agência de publicidade e trabalhamos com macs em conjunto com a ferramenta broffice ao tentar salvar um documento em uma unidade de rede nosso servidor no caso o aplicativo congela simplesmente trava e só pode ser finalizado pelo forçar encerrar perdendo todo o trabalho o que poderia está acontecendo existe alguma incompatibilidade com o mac os x poderá ser a versão do so 10.6.7 estamos usando a versão 3.3.0 do libreoffice gostaria de saber onde posso conseguir esse suporte muito obrigado caio colaiácovo carneiro da costa o suporte para usuários é feito por voluntários na lista usuarios@pt-br.libreoffice.org para se inscrever basta enviar e-mail em branco para usuarios+subscribe@ptbr.libreoffice.org responda o e-mail recebido para confirmar sua inscrição sou usuário de linux debian estou fazendo de tudo para não ter que usar windows sou consultor de empresas e tenho inúmeras planilhas em excel na migração de windows para linux tudo funciona bem apenas quando vou trabalhar com bordas é que a coisa complica o aplicativo para se fazer bordas no broffice e no openoffice é péssimo por acaso você sabe se as novas versões melhoraram o programa para se trabalhar com bordas claudio pinto resposta de paulo de s lima olá cláudio não me atrevo a sugerir uma solução para o seu problema num espaço tão pequeno já que ela demanda mais informações no seu caso a melhor maneira de obter ajuda para as suas dúvidas de utilização do broffice agora libreoffice é inscrevendo-se na lista de usuários e colocando sua dúvida lá para isso envie um e-mail em branco para usuarios+subscribe@pt-br.libreoffice.org você receberá um e-mail solicitando a confirmação responda-o sem alterar nem incluir nada a partir desse momento você receberá os e-mails da lista você pode então enviar sua dúvida para usuarios@pt-br.libreoffice.org os voluntários lerão e responderão na lista pra você como você está inscrito também receberá as respostas abraço na minha cidade venho organizando um pequeno porém promissor grupo de estudos sobre o broffice abaixo segue a notícia publicada no meu blog http minhavidaemmiguelpereira.blogspot.com/2011/05/grupo-de-estudos-de-software-livre-da.html ainda enfrento muita resistência na adoção do software pois infelizmente muitos órgãos governamentais insistem em publicar formulários para preenchimento e uso dos servidores em formato proprietário leia-se ms-office só queria saber como fazer para a minha pequena colaboração fosse publicada no site de vocês flávio genelhu excelente iniciativa flávio parabéns já estamos publicando aqui na revista daqui pode alcançar as redes sociais e pode contar sempre com a revista para expor tuas ideias e iniciativas revista broffice www.broffice.org/revista 5 junho 2011

[close]

p. 6

carta do leitor bom dia equipe broffice postei no ano passado uma sugestão para que fosse corrigido um erro na planilha do livro-caixa disponibilizado na aba contabilidade do escritório aberto por enquanto detectei os erros dos lançamentos nos meses de março e novembro ao exportar para a aba resumo valores errados o que invalida a eficiência da planilha até a presente data não houve correções ronaldo montechiare encaminhamos tua questão para a lista de usuários abaixo o link para acompanhar as respostas via web http listarchives.libreoffice.org/pt-br/usuarios/msg01011.html olá gostaria de parabenizá-los pelo software livre que utilizo aqui no meu ubuntu 11.04 mas ressalto a questão de que a compatibilidade com os arquivos docx ainda está muito fraca se o arquivo do microsoft office for somente texto tudo bem mas as imagens nunca carregam corretamente creio que isto pode e vai deixar bastante gente longe do broffice até ser sanado douglas wagner a compatibilidade com docx existe no libreoffice mas não é garantida a cada nova versão os filtros tem melhorado muito mas nem sempre é possível decifrar os códigos fechados a sugestão é sempre que puder utilizar arquivos em open document format odf por gentileza gostaria se possível de receber em word as etiquetas 6087 configuradas pois não estou conseguindo configurá-las roselene da silva steinbach há uma extensão disponibilizada pela empresa pimaco esta mensagem foi encaminhada pra a lista discussao@ptbr.libreoffice e gerou muitos comentários e sugestões para ler na web é só acessar o arquivo http listarchives.libreoffice.org/ptbr/discussao/msg00468.html revista broffice www.broffice.org/revista 6 bom dia sou usuário do windows 7 e tentei baixar sem sucesso o dicionário de sinônimos para instalar no broffice tentei pelo site mas a página só dá 502 bad gateway tem como me enviar este arquivo grato cristiano teixeira cristiano o paulo s lima criou uma página para o dicsin no wiki e disponibilizou o arquivo lá acesse http wiki.documentfoundation.org/pt-br/dicsin caros amigos parabéns pela iniciativa de divulgar esta ótima e democrática ferramenta gostaria de tirar uma dúvida se possível fiz uma prova e nela constava uma questão sobre o broffice calc 2.4 nesta versão pode-se contar com as funções mediana fatorial soma raiz e potência na prova que fiz constava que não existe a função mediana nesta versão isto é correto agradeço a atenção e mais uma vez parabéns mario faria mario na nossa lista de usuários o olivier hallot respondeu que existe a função =med para essa finalidade gostaria de saber se existe uma versão do broffice para tablet que utilizam o sistema android 3.0 daniel nowakowski daniel segue a resposta de rui ogawa eu acredito que não exista editor ainda mas tem um visualizador em https market.android.com/details id=at.tomtasche.reader&feature=search_result junho 2011

[close]

p. 7

carta do leitor meu nome é dorival e estou realizando um trabalho de pósgraduação sobre software livre estou fazendo uma pesquisa sobre o broffice e gostaria de fazer algumas perguntas que irão me ajudar na apresentação do trabalho gostaria de saber sobre o tempo de maturidade do projeto o tipo da licença quem está por trás e quem é o publico alvo do software ficaria muito agradecido se houvesse respostas pois defendo o software livre e também sou usuário do broffice em minha casa e na empresa onde trabalho desde já agradeço dorival betite filho a comunidade tem várias pessoas que podem te ajudar nessas respostas o portal broffice.org ainda está disponível e pode ser uma rica fonte de consulta prezados boa tarde no windows após instalar o broffice3.3libreoffice percebi que os arquivos referentes as planilhas documentos etc do ms office e broffice não foram associados ao broffice fui no próprio windows e solicitei a associação de um arquivo .ppt ao impress mas após escolher o executável e confirmar a aplicação ignora o que foi feito quando eu tento associar a um outro programa que não seja do broffice a associação é feita normalmente eu utilizo o windows xp sp3 com 1gb de memória não utilizo o pacote ms office aqui no trabalho atenciosamente josé antonio pinto resposta de clóvis tristão fiz a associação usando uma máquina virtual com windows xp simulando o mesmo ambiente descrito por você e funcionou estando no por gentileza poderiam informar se existe alguma versão do broffice capaz de ler arquivos editados no wordstar 5.0 ou editados no wordstar 7.0 programas muito antigos que rodam no dos em caso positivo como poderei obter a aludida versão do broffice flávio essa dúvida gerou um verdadeiro saudosismo dos mais antigos na lista de discussão mas a solução mais apropriada foi mesmo utilizar o google docs uma vez que como nos informou o noelson esses filtros existem somente na suíte staroffice windows explorer clique no arquivo ppt com botão direito e escolha abrir com selecione o libreoffice impress e logo abaixo marque a opção sempre usar o programa selecionado para abrir este tipo de arquivo maiores informações e esclarecimentos de dúvidas sugiro enviar um e-mail em branco para usuarios+subscribe@ptbr.libreoffice.org você receberá um e-mail solicitando a confirmação responda-o sem alterar nem incluir nada a partir desse momento você receberá os e-mails da lista você pode então enviar sua dúvida/sugestões para usuarios@pt-br.libreoffice.org revista broffice www.broffice.org/revista 7 junho 2011

[close]

p. 8

colaboradores conhecendo os colaboradores albino biasutti neto cida coltro clóvis tristão fátima conti hélio s ferreira luiz oliveira paulo de souza lima renata marques wilkens lenon revista broffice www.broffice.org/revista 8 junho 2011

[close]

p. 9

entrevista por clóvis tristão hoje temos o prazer de entrevistar o web designer e estudante de ciência da computação da universidade federal de são joão del rei paulo josé ele vem se destacando com seu trabalho no libreoffice na equipe de design espero que aproveitem a entrevista com esse promissor art work então por favor fale um pouco sobre você É um pouco estranho falar sobre mim em uma entrevista pois eu sou apenas um estudante mas antes de tudo quero agradecer a você e a revista broffice por este convite estou muito contente em participar eu sou sou um brasileiro de 20 anos eu estou me tornando um programador agora mas eu já trabalhei com o blender gimp inkscape e outros aplicativos gráficos de código aberto e proprietário desde a minha infância eu amo desenhar ler sobre design e informática e coisas relacionadas para a escolha do curso universitário isso foi primordial desde que vim para ciência da computação eu tentei juntar esses dois universos por vezes muito diferentes no meu roteiro de estudo entre os meus projetos eu ajudei em uma recriação do design do site da ufsj fazendo parte de um grupo de pesquisa de usabilidade e acessibilidade e criamos a identidade visual para um congresso nacional de bio engenharia por outro lado eu sou um grande fã da cantora shania twain então a maioria das minhas obras de arte préuniversitário é relacionada a shania eu amo a música e a ciência também revista broffice www.broffice.org/revista 9 o que faz quando não está hackeando o libreoffice me tornei um membro do libreoffice há apenas um mês nas minhas férias até então eu ficava apenas com amigos e família desfrutando o tempo livre agora estou de volta aos estudos então no meu tempo livre me dedico ao libreoffice estou estudando terminando minha pesquisa com meus colegas de classe me divertindo com meus colegas de sala e até mesmo aproveito para correr ou andar de bicicleta alguns quilômetros para fugir do sedentarismo inevitável inerente à vida de profissional de computação quanto tempo você usualmente gasta no projeto de design ao longo do dia lendo e respondendo e-mails e às vezes antes de me deitar nas férias eu posso dedicar mais tempo ao projeto eu estou gostando muito de trabalhar nesta equipe sendo estudante como concilia isso com os estudos bem agora eu estou percebendo que isso não é uma tarefa trivial eu acho que não é uma questão apenas de gerir corretamente mas de quanto tempo você dispõe para cada tarefa diária junho 2011 arquivo pessoal paulo josé o amaro

[close]

p. 10

entrevista paulo josé o amaro por clóvis tristão na verdade gerenciar como você gasta seu tempo em cada horário se você pode gastar 10 minutos de forma eficaz em uma tarefa menos importante é muito melhor do que gastar 60 minutos sem produzir em uma tarefa importante comece com as tarefas mais fáceis seja produtivo neste momento e você vai ter calma para completar totalmente as coisas mais difíceis e provavelmente você vai ter mais tempo livre para um sorvete depois do trabalho qual seu programa de design preferido e por quê pergunta difícil para a criação de 3d edição de vídeo ou tarefas de pós-produção gráfica blender sem dúvida para gráficos vetoriais webdesign e outras coisas relacionadas a texto inkscape com certeza e eu não estou falando de software open source mas de software em geral eu usei o photoshop corel draw adobe premiere por anos todos estes são grandes peças de software exceto o corel draw é claro mas na verdade hoje os softwares de código aberto são iguais ou melhores do que suas alternativas proprietárias não apenas em termos de funcionalidade mas em usabilidade flexibilidade e constante atualização mas se há uma resposta à pergunta eu diria que prefiro o blender por seu rápido desenvolvimento e características impressionantes sobre o gimp eu não gosto do programa por si só principalmente devido à falta de atualização e sua não-resposta à política de feedback do usuário mas plugins como o gimp ou registro g mic a sua terceira parte são incríveis e muito profissionais fizeram-me um ex-usuário do adobe photoshop há muito tempo como se envolveu com o libreoffice conte-nos um pouco sobre isso eu estava um pouco entediado em minhas férias e também tentava encontrar algum bom projeto de informática para participar por motivos pessoais quando eu vi o ensaio mockup do microsoft ribbon que foi portado para libreoffice em omg ubuntu no blog webupl8 pensei talvez eu possa fazer algo assim mas não tinha a ideia de um aplicativo específico para criação das interfaces então eu fiz alguns modelos usando o aplicativo blender baseando-me em mock-ups para libreoffice e enviei para omg ubuntu webupl8 e em outros lugares o feedback foi tão legal que me senti a vontade para juntar-se à equipe libreoffice e talvez ajudar ou ser ajudado de alguma maneira mas estou aprendendo muito mais do que eu poderia imaginar qual foi sua primeira contribuição para o libreoffice conte-nos sobre suas impressões sobre os feedbacks minha primeira contribuição real para o libreoffice foi a versão 256 pixels para os ícones mimetype como são chamados os ícones de tipo de arquivo open document text odt os ícones de até 128 pixels já tinham sido feitos por christoph noack mas com comentários e acréscimos de toda a comunidade quando entrei para a equipe christoph bernhard dippold me ajudou muito guiando os meus olhos para se concentrarem no que eu deveria fazer percebi que o prazo para os ícones mimetype estava chegando e resolvi terminar a versão dos ícones de 256 pixels quando eu apresentei eles para a comunidade o feedback foi muito prazeroso quando christoph noack disse que os ícones 256 pixels tinham ficado tão bons eu senti que tinha ganho o meu dia agora os ícones são um trabalho basicamente acabados para a marca atual e estou muito contente eu realmente nunca pensei que isso poderia me acontecer mas como tudo na minha vida eu estou tentando fazer o meu melhor e aproveitar cada segundo desta experiência impressionante paulo agradeço a você por compartilhar um pouco do seu brilhante trabalho em art work que você possa contribuir muito com a comunidade e temos orgulho de ter um brasileiro fazendo parte desse time revista broffice www.broffice.org/revista 10 junho 2011

[close]

p. 11

entrevista por clóvis tristão hoje temos a honra e o prazer de entrevistar o estudante florian effenberger um dos fundadores e membro do conselho consultivo da tdf the document foundation atuante na área de marketing e escritor freelance a tdf desenvolve a suíte de escritórios libreoffice um software open source libreoffice é um produto que faz frente aos outros de mesma categoria e broffice é a sua versão em português do brasil esperamos que apreciem a entrevista quais foram suas impressões sobre o libreoffice estou absolutamente impressionado com a comunidade em torno do libreoffice nesses últimos cinco meses não somente por lançarmos a primeira versão mas também por construirmos uma comunidade forte em todo o mundo criamos uma infraestrutura por conta própria e estamos no caminho certo para a criação de uma fundação como pessoa jurídica na alemanha a qual deve atuar em todo o mundo há quanto tempo você trabalha com software livre e no desenvolvimento e marketing do libreoffice qual é sua motivação eu trabalho como voluntário em projetos de código aberto há sete anos trabalhei com openoffice.org por um longo período atuando como líder de marketing e distribuição e no momento me juntei ao libreoffice e the document foundation ser ativo na comunidade open source abre muitas portas e te ajuda a fazer muitas coisas acontecerem fazendo o bem e muitos amigos ao redor do mundo você faz a coisa certa revista broffice www.broffice.org/revista 11 o que você faz quando não está `atuando no libreoffice sou estudante terminando meus estudos eu trabalho como escritor freelance além disso eu adoro ouvir música e sair com os amigos por que você se envolveu estava trabalhando com openoffice.org por muitos anos comecei pequeno e então me envolvi mais e mais para o libreoffice e a the document foundation eu me envolvi desde o primeiro minuto do projeto é fascinante e desde o começo eu senti que estamos fazendo a coisa certa finalmente uma suíte de escritório livre de verdade e independente de um único fornecedor novidades para a próxima versão do libreoffice novas funcionalidades e interfaces estou muito seguro de que coisas excitantes e interessantes irão acontecer o que é mais emocionante sobre a fundação tdf é que ela pode oferecer um quadro para quem se engaja junho 2011 arquivo pessoal florian effenberger

[close]

p. 12

entrevista florian effenberger por clóvis tristão não podemos apenas reagir rapidamente às necessidades de nossos usuários mas todos podem fazer a diferença então é você a comunidade os usuários os desenvolvedores quem decidirá sobre as novas funcionalidades poderia transmitir algumas palavras de incentivo e motivação aos nossos leitores na verdade nós tivemos um começo muito bem sucedido com o nosso http chalenge.documentfoundation.org para captação de recursos para a criação da fundação e para os projetos o dinheiro arrecadado servirá como uma boa base forte e independente e eu gostaria de agradecer a todos que contribuíram para este sucesso conte-nos um pouco sobre o fork quais foram suas motivações as dificuldades e conquistas desta mudança a ideia de uma fundação independente não é nova desde o início do projeto openoffice.org uma fundação independente foi anunciada mas nunca aconteceu um pouco antes do 10º aniversário do projeto os membros da comunidade sentiram que era o momento certo para concretizar esse plano claro que havia questões que pretendíamos resolver com essa mudança mas no final entregamos o que foi prometido há dez anos e o feedback da comunidade até agora prova que estávamos no caminho certo esta é a evolução natural e um grande passo para a comunidade qual a diferença entre se trabalhar em um programa totalmente gratuito como é o libreoffice em relação ao openoffice.org a diferença é que com a the document foundation e libreoffice finalmente temos uma suíte de produtividade verdadeiramente livre que é independente de um único fornecedor todos os ativos são de propriedade da fundação e estamos com base no princípio da meritocracia que se adapta muito bem às ideias e valores de onde a comunidade é baseada houve algum aumento no volume de contribuições da comunidade depois do fork como essa triagem e gestão de contribuições para o projeto é feita desde o lançamento do libreoffice ganhamos mais de 100 novos colaboradores o que é um número surpreendente novas pessoas que nunca contribuíram antes agora estão contribuindo ativamente na codificação localização documentação e qagarantia de qualidade um bom começo é a nossa página easy hacks disponível no nosso wiki http wiki.documentfoundation.org/easy_hacks para maiores informações sobre como contribuir com o código e envolver-se no projeto internacional consulte o site www.libreoffice.org/get-involved eu acho que o modelo que estamos seguindo abertura transparência meritocracia e independência de um grande patrocinador é muito atraente para os desenvolvedores e colaboradores em geral florian em nome da comunidade brasileira e da revista broffice gostaria de agradecer pela entrevista e ficamos felizes em saber que existem pessoas na comunidade tão dedicadas como você que contribuem para um bem comum muito obrigado software livre para todos revista broffice www.broffice.org/revista 12 junho 2011

[close]

p. 13

como nós migramos para o por claudio f filho muita gente está os se perguntando projetos de o que está livre acontecendo com software principalmente com a questão de termos tantos offices como opeoffice.org broffice e agora libreoffice estas pluralidades não são tão raras assim dentro do universo do software livre e tampouco fragiliza o ecossistema mas por ser um modelo dinâmico e baseado na meritocracia que apesar de ter a lógica clara dentro dos projetos para o usuário final seja doméstico ou institucional torna-se aparentemente confuso para começar precisamos entender que essa diversidade não é só do software livre hoje existe uma infinidade de ferramentas de escritório sejam pagas ou livres para uso em computador ou na web e que rodam em uma ou mais plataforma computacional isto é em windows® linux mac osx entre outras para começar precisamos entender que essa diversidade não é só do software livre voltamos a meados da década de 90 quando a empresa chamado staroffice e começou a alemã star division criou um pacote de escritório gratuitamente foi revolucionário para a época tanto que distribui-lo chamou a atenção de grandes empresas como a sun microsystem que em 1999 comprou a star division nesta época o produto staroffice estava em sua versão 5.1 logo após a compra já sob a chancela da sun microsystem foi lançado o staroffice 5.2 ainda como um produto gratuito e em 13 de outubro de 2000 a empresa doou parte do código fonte do staroffice para a comunidade de código aberto tornando-se colaboradora como tudo começou os projetos openoffice.org broffice.org e libreoffice estão intimamente ligados pois existe uma relação direta baseada em derivações e personalizações entre eles para entender um pouco melhor essa relação é necessário ver um pouco de suas histórias revista broffice www.broffice.org/revista 13 e patrocinadora principal do recém lançado projeto openoffice.org nesta época foi possível liberar apenas 2/3 do código de forma que a comunidade teve um trabalho considerável para regenerar os itens que faltavam junho 2011

[close]

p. 14

como nós migramos para o libreoffice por claudio f filho a iniciativa ganhou o apoio de diversas organizações do mundo tecnológico como novell red hat debian intel mandriva além das essa importantes contribuições e formada de por desenvolvedores governamentais independentes ongs agências o broffice.org em 2004 no entanto devido a problemas com a marca open office registrada anteriormente por uma empresa do rio de janeiro foi necessário trocar o nome da comunidade e do produto surgiu assim em 2005 o broffice.org como broffice.org a comunidade cresceu em sua divulgação e projetos surgindo projetos como o escritório aberto dicionário de sinônimos clipping de notícias sobre broffice.org openoffice.org e odf no brasil e no mundo além de uma série de outros projetos que surgiram nos anos seguintes pelo lado do produto por precisarmos de um nome diferente foram alguns anos compilando o broffice.org aqui no brasil sempre em sincronia com o projeto internacional até que em 2007 o conselho comunitário do projeto openoffice.org reconheceu o problema e com o apoio da sun microsystem o pacote brasileiro começou a ser compilado dentro da infraestrutura do projeto internacional graças a este trabalho de construção nacional fizemos algumas alterações em relação ao pacote básico isto é adicionamos algumas ferramentas extras principalmente relacionadas ao suporte do português do brasil deixando o produto ainda mais atrativo para o nosso usuário final assim é fácil entender que o broffice.org era nada mais nada menos que o pacote openoffice.org com ferramentas de idioma para o português do brasil desta forma dizemos que a base tecnológica do broffice.org era o openoffice.org comunidade programadores e usuários do mundo inteiro é quem desenvolveu o pacote desde então todos fazendo com que o openoffice.org não fosse apenas uma alternativa livre em suítes de produtividade mas a melhor e a mais avançada solução de ferramenta de escritórios no brasil uma comunidade de voluntários se formou com a missão de adaptar o openoffice.org para o português brasileiro em fevereiro de 2002 raffaela braconi líder internacional da equipe do projeto l10n na época repassou a função de coordenação da tradução para mim e com ajuda de vários voluntários fizemos a compilação das primeiras versões do openoffice.org em português do brasil a partir de então além da tradução a comunidade brasileira passou a organizar e desenvolver funcionalidades específicas para a versão brasileira do pacote foram criadas as listas de discussão o projeto de documentação o rau-tu o projeto extras e finalizadas as traduções das aplicações e da ajuda do software o período coincide também com a organização de comunidades de software livre espalhadas por todo o país pela sua popularidade e organização o projeto openoffice.org no país passou a ser uma das referências no cenário do software livre brasileiro disseminando a utilização do pacote de aplicativos para usuários empresas entidades governamentais e organizações em geral 14 desta forma dizemos que a base tecnológica do broffice.org era o openoffice.org junho 2011 revista broffice www.broffice.org/revista

[close]

p. 15

como nós migramos para o libreoffice por claudio f filho o libreoffice em 2010 com a aquisição da sun microsystems pela oracle® [1 a comunidade openoffice.org sofreu uma grande avaria devido à forma que a oracle® tratava os projetos de código aberto trazendo um grande prejuízo ao projeto que se traduziu na dissidência dos desenvolvedores do projeto openoffice.org que não concordavam com os rumos que o projeto seguia isso resultou num fork ou derivação deste projeto surgindo um novo o libreoffice[2 como a comunidade brasileira optou pela liberdade de desenvolvimento e da comunidade migramos para o libreoffice desta forma fizemos a troca do logotipo e da marca para broffice sem o org como a comunidade brasileira optou pela liberdade de desenvolvimento e da comunidade migramos para o libreoffice além disso todas as inovações que estavam sendo recusadas ou barradas pelos motivos mais diversos no openoffice.org entraram quase que imediatamente no libreoffice assim podemos dizer que o libreoffice é tudo que o openoffice.org tem mais uma gama incrível de novos recursos e funcionalidades que a comunidade de desenvolvedores trouxe para ele e o broffice foi um acordo com a comunidade do libreoffice em manter o nome para trazer os nossos usuários para o libreoffice ação que foi cumprida desde a versão 3.3.0 ajudando a migrar nossos usuários para essa nova ferramenta de escritório assim o libreoffice sofreu uma adaptação em seu código de forma que ao detectar um computador configurado para português do brasil trocasse o nome do produto para broffice sem o org isto aconteceu no lançamento da versão 3.3.0 os usuários do broffice.org que atualizaram seus sistemas para esta versão passaram de um produto baseado tecnologicamente no openoffice.org para o libreoffice de maneira transparente mas agora sem problemas relacionados a marcas no país a comunidade brasileira optou por seguir também com este novo nome se integrando ainda mais ao projeto internacional e contando com esta incrível ferramenta de escritório É importante destacar os impactos desta escolha quando a comunidade de desenvolvedores se desligou do projeto openoffice.org criando o projeto libreoffice foi feita uma cópia de todo o código de lá e colocado nos repositórios do novo projeto ou seja o libreoffice em seu lançamento era exatamente o mesmo código do openoffice.org hoje algumas pessoas perguntam sobre as diferenças entre eles e a resposta é ainda mais interessante pois tudo que é feito no openoffice.org é monitorado e transferido para o libreoffice isso acontece porque a licença do openoffice.org permite isso já o contrário não é possível ou ainda não é interessante pois na política que a oracle® vinha seguindo todas as inovações e evoluções precisavam ser compartilhadas com ela de forma que a permitisse criar o seu produto o oracle open office ou o staroffice no tempo da sun microsystem como não há interesses da comunidade de software livre neste tipo de compartilhamento houve um esvaziamento dos colaboradores de lá vindo todos para o libreoffice revista broffice www.broffice.org/revista 15 junho 2011

[close]

Comments

no comments yet