Jornal Vida Missionária - Edição 58

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Vida Missionária - Edição 58

Popular Pages


p. 1

Odair/Paróquia São Marcos CAMPANHA - Participe do Domingo Missionário Verbita na sua paróquia e contribua com a missão na República Democrática do Congo, na África. A população desse país vive com muita pobreza causada pela guerra civil, regimes políticos autoritários e migrações de refugiados de países vizinhos. LEIA MAIS LEIGOS E LEIGAS: mais que coadjuvantes, são agentes da missão! Pág. 2 JUVENTUDE: Vocação não é bicho de sete cabeças Pág. 2 Somos chamados à Vida Missionária Em nossa caminhada, quando falamos em missão, logo pensamos em servir além fronteiras, em outros povos e culturas. Mas, diariamente somos desafiados ao anúncio do Reino de Deus em todos os lugares onde estivermos: junto à família, escola, amigos, trabalho... Na paróquia somos convidados para servir em atitude missionária, participando e promovendo as pastorais, organismos, encontros, estudos da Bíblia e leitura orante, retiros e celebrações, sempre fundamentados na Palavra de Deus e alimentados pela Eucaristia. O anúncio da Boa Nova de Cristo na comunidade é um desafio para todos nós - religiosos e religiosas, leigos e leigas. Não importa a idade, somos todos e todas agentes da missão! Por isso, a paróquia, em especial, é lugar de sermos profetas para anunciar e viver o Reino de Deus, e denunciar as injustiças para que “todos tenham vida” (Jo 10,10). Leia mais na pág. 3 EDUCAÇÃO: Assembleia reflete missão nas escolas Panam Pág. 4 TESTEMUNHO: O prazer de servir em missão na paróquia Pág. 4

[close]

p. 2

MIX VOCACIONAL Vocação é bicho de sete cabeças? Quando ouvimos a palavra vocação, somos remetidos a situações complexas e, às vezes esquecemos algo simples, mas importante: vocação é chamado! No entanto, fazemos parecer que a vocação é “um bicho de sete cabeças” quando afirmamos que alguns têm vocação e outros não. Na realidade, todo ser humano é chamado! O entendimento de que somos vocacionados(as) desde o ventre materno deve iluminar nossa caminhada. Deus nos chama pelo nome: “Eu ainda estava no ventre materno, e Javé me chamou; eu ainda estava nas entranhas de minha mãe, e Ele pronunciou o meu nome: você é meu Servo, Israel, e Eu me orgulho de você” (Is 49,3). Você já pensou qual é a sua vocação? Se você deseja ser missionário(a), entre em contato com a Pastoral Vocacional. Veja os endereços na pág. 4. Ana Elídia Neves/SSpS DESPERTAR VOCACIONAL » Em geral, o despertar vocacional começa na família com a convivência, diálogo e oração. Mais tarde, acontece na comunidade, catequese, grupos de jovens, retiros e grupos de reflexão. » As equipes de Animação Vocacional da Família Arnaldina trabalham nas escolas, com vídeos, debates, esclarecimentos, convites para encontros e retiros; e nas paróquias com grupos de jovens, celebrando nas comunidades e destacando o chamado vocacional . » A partir do interesse dos(as) jovens, suas famílias são visitadas e os jovens são acompanhados e convidados para encontros e retiros de discernimento. Aqueles(as) que decidem fazer uma experiência, iniciam uma caminhada na comunidade vocacional, aspirantado, pré-noviciado ou propedêutico. ESPIRITUALIDADE ARNALDINA Leigos: mais que coadjuvantes, são agentes da missão! Antes de refletir sobre a missão do leigo(a) nas paróquias, é importante acentuar que na Família Arnaldina, a questão da “missão do leigo(a) e sua participação em nossa espiritualidade” já se apresentou em muitos de nossos Capítulos Gerais. Os documentos afirmam que somos “sócios na missão”. Podemos imaginar a Família Arnaldina com um rosto laical? Se esse é o rosto que queremos para a Igreja no futuro, precisamos adiantar os passos “dentro de nossa casa”. Quando falamos que os leigos(as) são nossos colaboradores na missão, não queremos dizer que são “coadjuvantes”, mas “agentes” da missão. No Congresso Verbita sobre evangelização na estrutura paroquial concluímos que o modelo de paróquia que melhor responderia aos desafios dos tempos atuais é “uma paróquia entendida como rede de comunidades”, em constante processo de transformação/ conversão. Trata-se não apenas de uma “nova nomenclatura” para sustentar os antigos vícios da “igreja matriz”, mas de um esforço por fazer real a “eclesiologia de comunhão”, numa “atitude de abertura e diálogo. Neste modelo de “igreja-comunhão”, os fiéis são chamados a serem agentes e protagonistas da ação evangelizadora, como sal e luz do mundo (Mt 5,13ss), para que todos tenham vida (Jo 10,10). Urge, portanto, que nossas comunidades paroquiais sejam espaços de renovação , apresentando a força dos nossos carismas na Igreja local, mediante as dimensões características, o diálogo e testemunho profético. A missão do leigo(a) como “sócio” não está restrita à paróquia, a exemplo de cada um de nós missionários(as), mas, movidos pela Espiritualidade Arnaldina, vai além das estruturas paroquiais. Pe. Edson Castro da Silva, svd Omir Oliveira/SVD No modelo de “igreja-comunhão”, os fiéis são chamados a serem agentes e protagonistas da ação evangelizadora. CURTAS DAQUI E DE LÁ Odair/Paróquia São Marcos ascdCEEOceoeasmomlrmtamBadibmanhnpoetaaaiarisrnrk,naliçiaasqhtodutuçaaa,iemf,ãrsooeeoepivtmenDaoetrDimrrPotádbeaic,eaeirnontnaccntaaneooesdanàPcgnoaeouaPnrmálaaam.rceaOPaóomanqlfhDreuoóiinirdaCáqtmacueuSaoiràaaAçninãocdtrtoomeiaAbmdaSrJaunomaondsnasiodtenoadfdionea, engajamento na missão e também participa da animação missionária da Congregação. A Família Arnaldina parabeniza o Diácono Armando e deseja uma boa missão. DApvdIVIpeePpPeAerpSseararóa.sassmnrpabsustRrataeésnilaiaketopinazttzCnaanrodouuCôSusoaosoeohnebotifsslrirkiamsoalec,Ieep;p;saivMfsvc.eass;MBoeoaeQsrapneiriiobaiárssauoatnpereNsarelnZiajcrdmfaliáorúaaieooaoorvabmmRçconieERiaoSieasbonáossosgainspvr.easZineoíãa;uiOrcisootnsJihtotesoeaosãzo caminhada! Testemunho de vida A história de vida de Irmã Matilde Eremita, SSpS, foi registrada em DVD pela Verbo Filmes, como testemunho de vida doada a missão. Depois de mais de 20 anos em missão na África, Irmã Matilde faleceu em dezembro passado. O vídeo compõe uma série de testemunhos missionários para marcar a Campanha Missionária 2010, que tem o tema Missão e Partilha. EMpOppdds(edOe1aiMeposlecriaí0ssosGrCmsiJ,Coiloe0o)étaaen,onulogiélsanoáiuigncaulgo,rSnieiisdrincoocaaf,neaosinosotaSegd,mtiesmaSeaoeanfçgs.aexsáuãBdrr-rndopaceaveidardooallduoeamoscanndsmHiesCodoeodmsnoooiadesçrrodeimaaisarezçaã.od21ãçnoe9o9õt1ee1s EXPEDIENTE Vida Missionária vidamissionaria@ssps.org.br Editado pelos Missionários do Verbo Divino e pelas Missionárias Servas do Espírito Santo 2 - VIDA MISSIONÁRIA Conselho Superior Ir. Monika Kopf – SSpS-BRN Ir. Maria de Fátima Kapp – SSpS-BRS Pe. Djalma Antônio da Silva SVD-BRN Pe. Joachim Andrade SVD – BRS Pe. Miguel McGuinness SVD – BRC Conselho Editorial Província Verbita Brasil Norte: Pe. Hélcio Nunes Grespan Valda Nazareno Província Verbita Brasil Sul: Pe. Edward Fernandes Província Verbita Brasil Centro: Pe. Omir Cicero A. Oliveira Ir. Moacir José Rudnick Região Amazônica Pe. Aparecido Luiz de Souza Pe. José Mapang Província SSpS Brasil Norte: Ir. Ana Elídia Caffer Neves Província SSpS Brasil Sul: Ir. Eva Bueno JUNHO/JULHO/AGOSTO DE 2010 Jornalista Responsável Ir. Ana Elídia Caffer Neves, MTB 20.383 Diagramação e Arte Cloves Costa/Alter Comunicare (11) 5824-5674 Redação e Revisão Marlise Costa e Cloves Costa/AlterComunicare Edição Ir. Ana Elídia Caffer Neves, Ir. Moacir Rudnick Tiragem 27.500 exemplares Impressão Gráfica Unisind (11) 3271-1137 FAMÍLIA ARNALDINA

[close]

p. 3

CONGRESSO DE PASTORAL PAROQUIAL VERBITA “Para que todos tenham vida” Entre os dias 3 e 7 de maio de 2010, reuniram-se em Santa Isabel (ES), 65 padres e irmãos verbitas e 35 leigos que trabalham em paróquias e partilham da missão. Esteve presente também Ir. Leonilda, Missionária Serva do Espírito Santo. Este foi o I Congresso de Pastoral Paroquial Verbita e teve como tema: “Evangelização Missionária na Estrutura Paroquial: Desafios e Alternativas”. O congresso foi assessorado pelo Pe. Pedro Bassini, da Diocese de Cachoeiro do Itapemirim, ES, que refletiu sobre a atuação dos agentes pastorais em paróquias nos dias de hoje. Além disso, desafiou o grupo a uma reestruturação do modelo paroquial em que os leigos tenham um papel ainda mais relevante, tornando-se mais “parceiros” na vida e na missão da Família Arnaldina. Pe. Pedro apresentou a Paróquia como “Rede de Comunidades” que tem como características principais: a descentralização, empoderamento dos fiéis, ministerialidade, consciência de pertença, missionariedade e a transformação social. “Parece-me que o grande obstáculo para concretizar o sistema paroquial em rede de comunidades, é a vontade política aliada à macro mentalidade eclesial do momento”, dizia Pe. Pedro Bassini. Ao término deste Congresso, foram estabelecidas a resolução e as diretrizes para guiar os trabalhos na área da pastoral paroquial na Igreja do Brasil. Leia mais em www.verbodivino.org.br e www.verbodivino.com.br Fotos: Arquivo/Congresso SVD RESOLUÇÃO » Assumir  a renovação da paróquia verbita como Rede de Comunidades, levando em conta as 4 dimensões da congregação, dando destaque especial aos leigos e aos jovens » Potencializar e dinamizar a paróquia como Redes de Comunidades Missionárias que se façam presente nos diferentes lugares onde as pessoas se encontram. » Formar e capacitar equipes missionárias em nossas paróquias, Redes de Comunidades, para que sejam fontes de evangelização e missão, levando em consideração o rosto verbita. (Jo 10,10) HINO DO CONGRESSO Meus irmãos, aqui estamos Para, juntos, refletir: Que modelo de paróquias Hoje temos que assumir. Não podemos ficar presos Na estrutura do passado. Muita coisa está mudando Num mundo Globalizado. (...) (Trecho do Hino do Congresso, letra de Ir. Ivo dos Santos Fiúza,svd, e música de Pe. José Weber, svd) DEPOIMENTO “O Congresso para mim e Florinda foi uma riqueza muito grande devido à troca de experiências que tivemos e vivenciamos. Percebemos que somos responsáveis para dar um novo ânimo à Igreja. Quanto às propostas, precisamos sentar juntos com os padres e, de fato, assumir e sugerir como colocá-las em prática. Em primeiro lugar, agradecemos à Deus e depois aos verbitas por esta oportunidade” . Elenita Stein, Santa Isabel, ES. BÍBLIA E MISSÃO A Bíblia nos anima a servir Carta dos leigos Congresso de Pastoral Paroquial Verbita Santa Isabel, 07 de Maio de 2010 Nós, leigos e leigas, convidados que fomos de Norte a Sul do Brasil, para refletirmos sobre a “Evangelização Missionária na Estrutura Paroquial: Desafios e Alternativas”, responsáveis para dar continuidade a Missão da Congregação do Verbo Divino nos colocando a serviço para que todos tenham vida (Jo 10,10). Olhando a vasta estrutura que a Congregação do Verbo Divino já possui, como protagonistas deste I Congresso, vimos a necessidade de subsídios para conhecermos melhor o carisma verbita presente nas dimensões nos diversos seguimento como: Apostolado Bíblico; Animação Missionária; JUPIC e na Comunicação. Estes subsídios contribuirão para o processo de nossa formação e de nosso crescimento pessoal e comunitário, ajudando-nos a ver o rosto verbita, que para isto, é necessário uma equipe missionária para ajudar na assessoria em nossas Paróquias. Agradecemos a oportunidade de podermos contribuir neste Congresso Paroquial Verbita revigorando nossa Missão na ação. Leigos(as) do Primeiro Congresso Paroquial Verbita A vida missionária das irmãs Claudete, Yustina e Silvia, que moram em Palmas e Tocantínia (TO), são exemplos de serviço também nas comunidades locais. Além da atuação junto ao Instituto de Promoção dos Direitos Humanos e Meio a Ambiente, e também na defesa de comunidades indígenas da região, as irmãs são presença missionária à disposição do serviço nas paróquias. Com o objetivo de vivenciar a eucaristia e a espiritualidade, e preservar o meio ambiente, Irmã Claudete, que atua junto ao CEBI, dá suporte às paróquias e comunidades locais com momentos de formação e capacitação de grupos de catadores de materiais recicláveis no estado. Irmã Claudete ressalta que Jesus é o primeiro missionário enviado pelo Pai, por isso, “a missão de Jesus Cristo é bem clara: é para que todos tenham vida. Jesus não discriminava, mas combatia a injustiça. E isso nos dá coragem e clareza na caminhada missionária”, explica irmã Claudete. Nesta vida missionária, a bíblia orienta a caminhada e alimenta a espiritualidade no trabalho junto às paróquias e comunidades. “A bíblia é uma grande riqueza que temos. Nos aproxima de Deus, dá vida, coragem e clareza na caminhada. Então a gente lê os salmos e outros textos bíblicos para conversar, orar e caminhar juntos”. Ana Elídia Neves/SSpS FAMÍLIA ARNALDINA JUNHO/JULHO/AGOSTO DE 2010 VIDA MISSIONÁRIA - 3

[close]

p. 4

TESTEMUNHO MISSIONÁRIO O prazer de servir na paróquia ANIMAÇÃO VOCACIONAL MISSIONÁRIAS SERVAS DO ESPÍRITO SANTO “Não tenham medo de aceitar a vocação, pois ser um missionário é um desafio constante, mas que vale a alegria, o prazer e o fervor de seguir o Mestre Jesus Cristo”, afirma Pe. Vincent O Pe. Vincent Chinnaiyan Adaikkalasamy nasceu na India, na Vila Maranery que fica no estado de Tamil Nadu. Fez os votos perpétuos em 2003 e em 2004 foi ordenado como missionário do Verbo Divino, chegando em 2004 ao Brasil. Desde menino sempre teve muito interesse pelas coisas de Deus. Quando era coroinha sentiu pela primeira vez o desejo de ser padre. Quando completou 15 anos, entrou para o Seminário da Congregação do Verbo Divino, onde cursou o Ensino Médio e o Propedêutico. Na adolescência surgiu uma grande dúvida sobre sua vocação religiosa e, por isso, voltou para casa dos pais. Nesse período, cursou a graduação em Letras e também trabalhou com os pais na roça. Repensou muito a vocação, e no fundo do coração ainda sentia o desejo de ser padre. Foto: Arquivo/SVD Quando terminou a graduação, o chamado manifestou-se mais uma vez e então entrou para o Noviciado, onde a Espiritualidade foi marcante e deu certeza de sua vocação. Não teve dúvidas a missão era sua vocação. Após a ordenação, chegou ao Brasil e passou três meses estudando . Fez estágio em várias paróquias e foi enviado para a Paróquia N. Sra. de Fátima, em Naviraí (MS) e, em seguida, para a Paróquia Santo Antônio, em Cascavel (PR). Não tinha se acostumado ainda quando veio o pedido para assumir uma paróquia na periferia da cidade de Foz do Iguaçu (PR). Foi um grande desafio por ser uma paróquia recém formada em que precisava iniciar as pastorais e os movimentos. Pe. Vincent explica que “no trabalho paroquial, o maior desafio é encontrar pessoas comprometidas com a obra da evangelização, pois a missão é grande e os operários são poucos. Porém, o Senhor nos diz que ‘se alguém quer vir a mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si sua cruz e siga-me’”. Para os jovens, Pe. Vincent diz: “Quero dizer que deixem as banalidades de lado e dêem importância à família e que a transformação do mundo está em suas mãos”. Jesus nos chama a ser presença de amor e de esperança junto aos pobres, crianças, mulheres e jovens. Venha ser missionária também! PROVÍNCIA NORTE Rua São Benedito, 2146 CEP: 04735-004 - São Paulo - SP Tel: (011) 5687-7229 Email: vocacional@ssps.org.br www.ssps.org.br PROVÍNCIA SUL Rua Arnaldo Janssen, 320 Cx. Postal, 41 - CEP: 84001-970 Ponta Grossa - PR Tel: (42) 3226-4091 Email: savsspssul@yahoo.com.br www.mssps.org.br SERVAS DO ESPÍRITO SANTO DA ADORAÇÃO PERPÉTUA PELO MUNDO Assembleia reflete missão nas escolas Panam Entre os dias 18 e 24 de abril de 2010, aconteceu no Colégio Imaculado Coração de Maria, no Rio de Janeiro, a VI Assembleia Panamericana de Educação das Escolas das Missionárias Servas do Espírito Santo, com o tema: “Escolas SSpS: Comprometidas com a vida a serviço da missão”. Participaram 130 representantes das escolas na Argentina, Chile, Brasil Província Norte e Sul, Paraguai, como também Ir. Maria Cristina Ávalo, representante da Direção Geral. A Assembleia transcorreu em clima de alegria, acolhimento, respeito às diferenças e muito dinamismo. Aconteceram diversas palestras e oficinas sempre com o fio condutor da não violência, tecnologia a favor da vida e a não violência na arte da dança. Nas celebrações, todos participaram com leituras, cantos e salmos em português ou espanhol. Cada país também apresentou um logo sobre o tema da assembleia trabalhado com os alunos em suas escolas. Não podiam faltar apresentações artísticas, entre elas a Escola Rítmica da Mangueira e a Bateria Mirim da Escola de Samba da Mangueira, onde as crianças mostraram com toda sua graça e gingado que o samba está no sangue do povo carioca; grupo de dança das alunas do Colégio Nossa Senhora da Piedade; e também do grupo de alunas do Colégio Imaculado Coração de Maria, entre outras apresentações A Assembleia terminou com algumas perspectivas: » Próxima assembleia no Paraguai; » Cada província tem o compromisso de aprofundar o tema: não violência e paz; » Os alunos das escolas SSpS assina- Fotos: Adriano Zochio rão uma grande bandeira da paz que passará pela América Latina; » Uma corrente de e-mail e artigos com reflexões sobre a paz foi iniciada. O encontro foi um forte momento na caminhada das missionárias Servas do Espírito Santo na área da Educação, fortalecendo uma grande Rede Latinoamericana tendo como fundamento a Espiritualidade Trinitária, aberta e atenta aos diferentes desafios da educação. 4 - VIDA MISSIONÁRIA JUNHO/JULHO/AGOSTO DE 2010 Deus nos chama a uma vida contemplativa e à adoração perpétua para apoiar o serviço missionário. CONVENTO N. SRA. DO CENÁCULO Rua Nunes Machado, 150 Cx. Postal, 405 - CEP: 84001-970 Ponta Grossa - PR Tel. (42) 3229-1629 MISSIONÁRIOS DO VERBO DIVINO Jovem, preciosa é a vida doada à missão. PROVÍNCIA NORTE Rua Halfeld, 1179 - Cx. Postal, 668 CEP: 36001-970 - Juiz de Fora - MG Tel: (32) 3229-9820 e (32) 3221-3656 E.mail: provocasvd@bol.com.br http://pastoralvocacionalsvd.blogspot.com PROVÍNCIA CENTRO Rua: Verbo Divino, 993 CEP: 04719-001 - São Paulo - SP Tel: (11) 5181-6444 E.mail: pvsvdbrc@yahoo.com.br www.verbodivino.org.br PROVÍNCIA SUL Rua Prof. Brandão, 155 CEP: 80040-010 - Curitiba - PR Tel: (41) 3023-2893 E.mail: pasvoc@yahoo.com.br www.verbodivino.com.br REGIÃO AMAZÔNICA Cx. Postal, 229 CEP: 68100-970 - Santarém - PA Tel: (93) 3523-2059 E.mail: verdiama@yahoo.com.br FAMÍLIA ARNALDINA

[close]

Comments

no comments yet