Jornal Bom Dia

 

Embed or link this publication

Description

14 julho 2016

Popular Pages


p. 1

QUINTA-FEIRA 14 DE JULHO DE 2016 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.070 - Ano XVII - Fechamento: 19h00 Predomínio de sol, apenas com pouca variação de nuvens MÁXIMA: 24ºC MÍNIMA: 15ºC www.bomdiaonline.com Pai agride homem que teria abusado de sua filha Página 5 EM SÃO GONÇALO Festival de Inverno terá Dudu Nobre e Jorge Vercíllo Dudu Nobre e Jorge Vercíllo se apresentam dia 29 e 30 de julho. Página 3 Governo prioriza ações para crianças Vem ai! e adolescentes em risco social Página 3 SORTEIO O Bom Dia irá sortear cinco ingressos para o show do humorista Paulinho Gogó, no dia 23 de julho, no Anfiteatro do Centro Educacional de João Monlevade. Mais informações em nossa fanpage – Bom Dia Online. Fim da conversa no bate-papo ...em setembro.

[close]

p. 2

BOM DIAquinta-feira, 14 de julho de 2016 2.cultura EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho (REG: 13221/JP) • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Tayana Duarte (Interiores com Estilo) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 126, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. Nº de cidades com potencial turístico diminui no Brasil, aponta governo Fotos: Divulgação Geral - O número de cidades com potencial turístico diminuiu entre as edições de 2013 e de 2016 do Mapa do Turismo Brasileiro, segundo dados do Ministério do Turismo. Em 2013, foram mapeados 3.345 municípios em 303 regiões turísticas em todo o país. Já na versão atual, são 2.175 municípios em 291 regiões turísticas. A versão 2016 do mapa foi lançada nesta terça-feira (12). Ela identifica as cidades de interesse turístico e aquelas que, de alguma forma, se impactam pelo turismo – como, por exemplo, aquelas que não recebem turistas, mas enviam mão-de-obra ou insumos para cidades vizinhas que são efetivamente turísticas. De acordo com o Ministério do Turismo, dos 26 estados do país, 24 tiveram o número de municípios reduzido entre as versões de 2013 e 2016. Apenas Pará e Santa Catarina registraram um aumento. Segundo o governo, no entanto, a queda no número de cidades é considerada benéfica, pois, com uma versão mais enxuta, “os órgãos conseguem priorizar, efetivamente, os municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento”. “Através do mapa, o dinheiro público é melhor aplicado nas regiões que realmente têm vocação turística”, diz Rogério Cóser, diretor do Departamento de Ordenamento do Turismo. “Se pudéssemos atender os 5.570 municípios do Brasil com muito dinheiro, estaríamos com um sorriso de orelha a orelha. Mas, infelizmente, a situação está difícil, Turismo histórico continua sendo valorizado em Minas Gerais então temos que usar o pouco que temos da melhor forma possível.” De acordo com o ministério, o mapa atual “traz um retrato mais adequado à realidade do país”, pois nem todas as cidades da versão anterior tinham potencial turístico. Isso porque 92% (1.078) dos municípios que deixaram o mapa estavam listados como D e E dentro do programa de categorização dos municípios turísticos – ou seja, já não tinham infraestrutura capaz de atrair turistas para suas cidades. Segundo o governo, o mapa funciona como uma base de orientação para melhor direcionar políticas e verbas públicas para áreas e cidades com potencial turístico. “É um instrumento que visa auxiliar o governo federal e os estados na aplicação das políticas públicas de turismo. Com o mapeamento, o gestor consegue direcionar as verbas para as regiões certas, pois às vezes vemos verbas sendo usadas em cidades que não têm vocação para o turismo. Pode até ser em uma excelente obra para o município, mas pode se tornar um elefante bran- co por causa da falta de demanda”, diz Cóser. A construção do mapa é feita em conjunto com os órgãos de turismo estaduais. Foram feitas oficinas e reuniões em todos os estados para definir quais cidades se enquadram nos critérios adotados. Esses critérios são baseados em uma portaria do ministério que considera, entre outras questões, a existência de um órgão responsável pelo setor, de verba específica e a oferta turística regional. A cidade também precisa assinar um termo de compromisso com o Ministério do Turismo. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com

[close]

p. 3

BOM DIAquinta-feira, 14 de julho de 2016 3.cidade Festival de Inverno de São Gonçalo apresenta shows principais Fotos: Divulgação Dudu Nobre e Jorge Vercíllo farão os shows principais. São Gonçalo do Rio Abaixo - O 12º Festival de Inverno de São Gonçalo do Rio Abaixo está prestes a apresentar toda sua programação. O evento será de 24 a 31 de julho e levará à população apresentações musicais, espetáculos teatrais e oficinas diversas. Mesmo com um calendário reduzido, o festival ainda mantém a qualidade das atrações. Este ano, Dudu Nobre e Jorge Vercíllo farão os shows principais. Mesmo com algumas atrações a serem confirmadas, os shows dos dias 29 e 30 de julho estão definidos. Na sexta-feira (29), haverá Cortejo Arruaça pelas ruas da cidade, Deangelo Silva convida La Seca (Argentina), Dudu Nobre e Supremacia. No sábado (30), haverá Kabalou, Whisky e Blues, Jorge Vercíllo e Neanderthal. Os shows serão na Praça Central. Governo de Minas prioriza ações direcionadas para crianças e adolescentes em risco social Geral - O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), publicado em 13 de julho de 1990, completa nesta quarta-feira 26 anos de vigência, em meio a inúmeros desafios para o seu cumprimento. Com a determinação do governador Fernando Pimentel de dar prioridade a ações voltadas para crianças e jovens em situação de risco social, o Estado investe em um trabalho intersetorial, que contempla a atenção a esse público em várias frentes de atuação. Mais importante ato do Governo até agora, segundo palavras do próprio governador Fernando Pimentel, a Estratégia de Enfrentamento da Pobre- za no Campo (Novos Encontros – Cidadania para Todos), lançada em 29 de junho, para execução até 2018, inclui vários programas que têm a criança e o adolescente como alvos. Ciente de que no campo ainda há uma parcela de menores de 18 anos à mercê do trabalho infantil, o Novos Encontros investe R$ 30 milhões na Ampliação da Educação Integral nas escolas estaduais, beneficiando 54 mil estudantes. Para a reforma e ampliação de 252 escolas localizadas no campo, o Novos Encontros prevê o investimento de R$ 59,53 milhões, ainda neste ano. A formação de mil professores, no mesmo projeto, vai custar outros R$ 3,2 milhões, a serem liberados também em 2016. Assim como a estruturação de laboratórios de informática de 335 escolas, que consumirão R$ 11,8 milhões, até 2018. A aquisição de 400 veículos para transporte escolar, entre 2015 e 2016, está empregando R$ 58,4 milhões. Em outra ação importante, o I Encontro Estadual das Ações Estratégicas do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), convidou 72 municípios nos quais é registrada maior incidência de trabalho infantil para orientá-los e discutir com eles como combate o problema. Durante dois dias, as 58 cidades que enviaram representantes receberam informações de representantes não só da Sedese, mas das secretarias de Estado de Saúde (SES) e Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e foram alertadas, inclusive, para o prazo, até 15 de agosto, de conclusão dos planos municipais de ações do Peti, que devem enviar ao Estado, para posterior remessa ao MDSA.

[close]

p. 4

BOM DIAquinta-feira, 14 de julho de 2016 4.cidade Cultura empreendedora e economia criativa são caminhos para diversificação da economia no estado Geral - Tecnologia e inovação são segmentos da vez para investimentos, geração de empregos e renda. Em Minas Gerais, o apoio e incentivo à indústria criativa tem espaço nas linhas de ação do Governo do Estado, sobretudo com foco na diversificação da economia e o fomento aos novos negócios. Os produtos tecnológicos, inclusive, também já marcam presença na balança comercial, avaliados em estudo da Fundação João Pinheiro (FJP) como estratégicos para a ampliação das inovações tecnológicas e da competitividade mineira no mercado internacional. As empresas embrionárias (startups), por exemplo, contam com o apoio do maior programa de aceleração de startups de Minas Gerais, o Seed. Com nova sede inaugurada recentemente na capital, no tradicional Espaço CentoeQuatro, o programa leva às startups selecionadas formação empreendedora, mentoria, capital semente (de até R$ 80 mil) e o contato entre equipes numa verdadeira conexão com o ecossistema local. Tudo isto dentro de uma ação macro – o Divulgação/Sectes Minas conta com mais de 400 startups, sendo o segundo estado brasileiro em número de empresas programa Minas Digital – que engloba o Seed e outras iniciativas com o propósito de gerar o desenvolvimento econômico e social a partir da inovação, economia digital e economia criativa. “O Governo de Minas Gerais tem sua aposta central em inovação e empreendedorismo para o desenvolvimento do estado, transformando economia criativa e cultura empreendedora em política pública”, destaca o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa. “Acreditamos que uma das formas de crescer é continuar investindo em tecnologia e nos profissionais que querem empreender no estado e, assim, desenvolvemos programas que visam articular o ecossistema mineiro”, complementa. Hoje, conforme dados da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), Minas Gerais conta com mais de 400 startups, sendo o segundo estado brasileiro em número de empresas. O estado também abriga o San Pedro Valley, primeira comunidade de startups do Brasil e polo de empreendedorismo, que é referência para negócios de base tecnológica no país. Além disso, mais de 20 incubadoras estão distribuídas em 16 cidades mineiras. “Investir em economia criativa é acreditar no papel das startups e do ambiente empreendedor do estado para impulsionar o desenvolvimento de tecnologias, novas soluções e oportunidades, gerando crescimento e aquecendo o mercado mineiro. Assim, Minas Gerais vem despontando como polo de inovação e tecnologia no Brasil e nosso objetivo é crescer ainda mais para ser referência na América Latina”, conclui Miguel Corrêa. Desenvolvimento Econômico Os produtos de alta tecnologia estão refletidos na pauta de exportações mineiras e a diversificação da matriz econômica nas estratégias para o desenvolvimento econômico no estado. Entre outras ações, a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) tem trabalhado para fomentar o desenvolvimento de novos negócios. Com o ‘Programa Codemig de Incentivo à indústria Criativa’, por exemplo, a proposta é, até o fim de 2018, investir mais de R$ 20 milhões em iniciativas que valorizem segmentos, entre elas Novas Mídias e Design. Por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), o Governo do Estado também tem definido novas políticas de desenvolvimento. Entre diversas atividades realizadas pela pasta, justamente para a diversificação e retomada do crescimento, estão, por exemplo, projetos de infraestrutura tecnológica, com potencialidades que podem atrair investimentos e permitir avanços. “A balança comercial de Minas Gerais mostra que o estado tem avançado no comércio de produtos de alta tecnologia e com maior valor agregado, com destaque para os setores biotecnológico, aeroespacial e químico. O avanço nessas áreas é um diferencial para a economia mineira, pois revela o crescimento da indústria que utiliza cada vez mais pesquisa e desenvolvimento”, aponta o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fábio Cherem. De acordo com o secretário, a biotecnologia de Minas Gerais é referência na produção de insulina e de serviços clínicos e laboratoriais que são comercializados no mercado doméstico e internacional. Destaque, ainda, para o agronegócio, que tem utilizado a tecnologia e a inovação para tornar referência mundial o café mineiro e outros produtos agrícolas amplamente exportados para os quatro cantos do planeta. “No setor aeroespacial, Minas Gerais também tem se sobressaído com o projeto de construção do Polo Mineiro de Inovação e Tecnologia, no qual haverá, inclusive, instalação de uma escola técnica estadual focada na capacitação de mão de obra especializada. Esses e outros pontos mostram o esforço de Minas Gerais no processo de diversificação da economia em segmentos de ponta como a chamada economia criativa e o crescente uso da tecnologia e da inovação”, afirma Cherem.

[close]

p. 5

BOM DIAquinta-feira, 14 de julho de 2016 5.polícia Pai agride suspeito de abusar da filha Nova Era - A Polícia Militar registrou mais um caso de abuso sexual contra menor de idade. Desta vez a ocorrência foi registrada na noite desta terça-feira (12), em Nova Era. O caso foi depois que o pai da menor de 13 anos de idade, viu o suspeito de 48 anos, em uma lanchonete e foi tirar satisfações e o agrediu com socos e chutes. Quando a polícia chegou o pai da vítima contou que ficou sabendo que sua filha estaria sendo assediada via Facebook pelo suspeito, que na quinta-feira passada filha mais velha dele lhe mostrou mensagens do celular da menor onde havia teor de cunho sexual, conversas pornográficas, convites para namorar e para ir ao motel com recompensa em dinheiro. Depois que tomou conhecimento dessas informações o pai da vítima criou um perfil falso na rede social WhatsApp com o nome de “Bianca de 13 anos” e mandou uma mensagem para o homem como se houvesse enviado para a pessoa errada. A partir daí o suspeito continuou a conversar com ele sem desconfiar de nada. Nestas conversas o homem teria perguntado se “ela” (pai da menor com perfil falso) queria ganhar dinheiro, que era coroa e gostava de “novinha” e marcou um encontro perto de casa para saírem. Pelo fato do pai da jovem estar monitorando e acompanhando a rotina do suspeito, que utilizava o veículo Amarok com placas de Belo Horizonte, na noite de ontem, ao ver o veículo dele na porta da lanchonete, e já estando bastante nervoso com a situação, parou e agrediu o homem com socos e chutes. Para a polícia a menor contou que há cerca de um mês e meio recebeu uma mensagem, via Facebook, do envolvido lhe propondo ganhar dinheiro mantendo segredo para sair com ele. Disse ainda que aceitou o convite e que, mesmo sabendo que ela tinha 13 anos, eles foram para a Praça Juquinha Lima e namoraram somente de beijos e abraços. Pra isso ela recebeu R$50,00 dele. Em outro convite eles foram para um motel e que já na primeira vez, o suspeito tirou fotos dela nua e ambos ficaram nus, porém não mantiveram relações sexuais. A menor disse que após esta primeira vez no motel, informou ao homem que não voltaria. O homem então a ameaçou de publicar suas fotos nas redes sociais. Temendo as ameaças, a menor disse que voltou mais duas vezes ao motel com o suspeito e que, cada vez, recebeu R$300,00 dele. As conversas continuaram e, em uma delas, o homem ofereceu um celular modelo IPhone em troca de sua virgindade. Segundo a polícia a menor alegou que, caso o pai não tivesse descoberto o caso, teria aceitado a proposta. Disse ainda que o suspeito teria confessado a ela que outras menores da cidade, já teriam aceito essa proposta e que ele sempre usava o perfil falso de “Ricardo Santos”, no Facebook. De acordo com a polícia, neste perfil falso há apenas uma foto de um homem de terno, com metade do rosto coberto, e nenhuma foto de rosto inteiro, sem informações pessoais como cidade, emprego e somente com fotos de adolescentes do sexo feminino. Questionado o suspeito disse apenas, para a polí- cia, que não tinha nada a declarar sobre as acusações da menor. O celular dele foi apreendido, e ele levado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde o caso será investigado. Menor é apreendido com pedras de crack João Monlevade - Um menor de 16 anos foi apreendido pela Polícia Militar, na manhã desta quarta-feira (13), suspeito de envolvimento com tráfico de drogas. Durante patrulhamento pela rua Manoel Evangelista, no bairro Planalto, militares depararam com o menor, que ao avistar a viatura policial entrou para os fundos de uma residência e, muitos depois, retornou muito apreensivo. Ele foi abordado e, durante busca pessoal, foi encontrada com ele uma porção de maconha. Os militares foram até a casa dele e, durante buscas no quintal da residência, foram encontrados um pequeno frasco contendo 12 pedras de crack, doladas e prontas para o comércio. O menor recebeu voz de apreensão em flagrante e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com os entorpecentes apreendidos. Foi acionado o Conselho Tutelar que acompanhou o menor e os trabalhos da polícia. Bell Silva / O Popular Militares depararam com o menor, que ao avistar a viatura policial entrou em uma residência

[close]

p. 6

BOM DIAquinta-feira, 14 de julho de 2016 6.ambiente

[close]

Comments

no comments yet