Revista 42

 

Embed or link this publication

Description

Tijuca nas Olimpíadas do Rio

Popular Pages


p. 1

Editorial Tijuca Tênis Clube 1

[close]

p. 2

Editorial 2 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 3

Editorial Refazendo o caminho Em 2015, ano do Centenário do Tijuca, nossa estrada foi coberta de rosas, sentíamos o vento dos bons fluidos e uma sensação de dever cumprido para com os nossos antepassados, dirigentes do clube-cidade que nos entregaram o bastão ( ou a tocha, no jargão olímpico), para correr e vencer os desafios dos séculos 20 e 21. Agora, em 2016, temos que reaprender a caminhar, com muitos desafios pela frente, pois o nosso país e o mundo encontram-se em convulsão, sem saber o que fazer com tantas mazelas e desequilíbrios. No Tijuca, felizmente, ainda temos uma estrutura forte a nos apoiar, graças aos nossos associados e amigos em todos os lugares e instâncias e à forte tradição familiar da região. Como vice-presidente Administrativo Financeiro da CBC – Confederação Brasileira de Clubes - 2017 / 2020, abrimos portas para realizações nos esportes, através dos Projetos Incentivados e continuamos com nossas ações sociais, culturais e educativas, essenciais para a formação das novas gerações e as aspirações de adultos, idosos e pessoas com necessidades especiais. E vamos continuar nessa trilha. Neste meio de ano perdemos, de um golpe, três batalhadores da casa: o vice-presidente José Paulo dos Santos- “Barral”, que dirigia com mão firme o CAIA – Centro de Atendimento Integrado ao Associado; o funcionário Isaac Braha, prestador de serviços ao Departamento Financeiro e José Carlos de Carvalho, ex-diretor do clube em gestões anteriores à nossa. Mas é nas dificuldades que o ser humano mostra a sua força. Com a ajuda de Deus e de todas as pessoas que acreditam num amanhã de luz, vamos vencer os desafios e refazer o caminho. Tijuca Tênis Clube 3

[close]

p. 4

Índice 4 Tijuca Tênis Clube Capa CAPA: Tijuca volta ao circuito olímpico Fotos: José Roberto Couto (Zeca) e jornal Estado de Minas Criação e arte: Luiz Fernando Motta Editorial 03 Refazendo o caminho Matéria de Capa 05 Moscou 1980 pode se transformar em prata ou ouro com doping de rivais 101 anos do TTC 06 Alvorada Tijucana, uma nova estrada. Seção Solene do Conselho Deliberativo. Agraciados com Benemerência e Láurea Tijucana. Esportes Aquáticos 13 Olimpíadas Especiais Seu médico, seu amigo Juvelhice 16 Jogos Recreativos 17 Um “parabéns” jovem para o TTC Sociocultural Festa Julina e muito mais Tênis Nova geração marca presença 18 20 Perfil 21 Tossi Kassae e a arte de viver bem TAG - Academia de Ginástica Crosstag é a prática do momento 22 Conselho Diretor Presidente Paulo Germano Maciel Vice-Presidente Geral Hildo Magno da Silva Vice-presidente de Administração Gilberto Carneiro da Silveira Vice-presidente do Edifício Leonardo Pereira Carlos Alípio de Almeida Vice-presidente de Esportes Aquáticos Aluízio Antônio Gomes de Souza Vice-presidente de Esportes Terrestres Jorge Amaro da Silva Vice-presidente de Finanças Cleber Porto Belfort Vice-presidente de Interesses Internos Carlos Coelho da Silva Vice-presidente de Jogos Recreativos André de Carvalho Chagas da Silva Vice-presidente de Marketing e Divulgação Edvaldo Ramos e Sousa Vice-presidente de Patrimônio Alcir da Silva Sampaio Vice-presidente de Secretaria e Comunicações José Paulo dos Santos Vice-presidente Sociocultural Marcos Antônio Pimentel Freitas Vice-presidente de Tênis Paulo César Moreira Cinelli Expediente Jornalista responsável /Editora Alda Rosa Travassos – Reg. 12846 – MT/RJ Fotografia Caroline Couto e José Roberto Couto (Zeca) Estagiários: Laryssa Bessa e Mathias Felipe Redação: Depto. de Marketing e Divulgação – 4º andar do Edifício-sede do TTC- Rua Conde de Bonfim, 451 – Tijuca – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20520-051. Tel. (21) 3294-9300 Tiragem: 11 mil exemplares Distribuição: gratuita, em mala direta aos associados e em bancas de jornais. Fale conosco Site: www.tijucatenis.com.br E-mail: marketing@tijucatenis.com.br Tel: 21 3294-9300 Publicidade e Impressão LL Divulgação Editora Cultural Ltda Tel: 21 2714-8896 E-mail: lldivulga@gmail.com @clubetijuca facebook.com/tijucatenis Projeto Gráfico: Luiz Fernando Motta

[close]

p. 5

Matéria de Capa Polêmica - Olimpíadas Moscou 1980 pode se transformar em prata ou ouro com doping de rivais Olimpíadas 2016 Bia, Branca e Pamela Nogueira levam fé na boa performance Matéria postada em 05/05/2016 14:03 / atualizado em 05/05/2016 14:38 - Ivan Drummond / Estado de Minas De acordo com consulta à Comissão de Doping da Alemanha, brasileiros teriam direito à prata ou ouro, já que existem casos de doping entre russos e alemães. OBS: Entre eles estão Jorge Fernandes e Cyro Delgado, do Tijuca Tênis Clube. Quatro nadadores brasileiros bronze em Moscou 1980 e que brigam no comitê olímpico pela medalha de prata tiveram uma grata surpresa nesta semana: eles podem ser confirmados até como ouro no revezamento 4x200m nado livre. O mineiro Marcus Mattioli, Djan Madruga, Cyro Delgado e Jorge Fernandes têm sido incansáveis na luta para obter a eliminação da equipe da Alemanha Oriental, que ficou em segundo lugar. Melhor do que isso, numa consulta feita por Djan à Comissão de Doping da Alemanha, veio a informação de que os brasileiros teriam direito ao ouro, já que existem casos de doping entre os russos, os primeiros colocados naquela prova. Na consulta ao órgão alemão, a resposta de um de seus membros, Steve Selthoffer, foi melhor que a expectativa do quarteto. Djan indica que agora há necessidade de a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) entrar com o apoio jurídico para o pedido de reconsideração sobre o resultado. Bia e Branca Pamela Nogueira Tijuca Tênis Clube 5

[close]

p. 6

101 anos do Tijuca Tijuca Tênis Clube Alvorada Tijucana Uma nova estrada O belo dia de um sábado ensolarado - 11 de junho de 2016 - alegrou o coração das pessoas que chegavam para mais uma Alvorada Tijucana, desta vez comemorativa dos 101 anos da agremiação, fundada em 1915. A postos, a Banda da Polícia do Exército sob a regência do maestro Moisés e os atletas e professores a serem homenageados. Kelma do Carmo, diretora de Eventos, abriu a cerimônia relembrando – “Parece que foi ontem, que estavam todos ali, na maior alegria, na varanda do 2º andar, para comemorar os 100 anos do Tijuca. E olha a gente aqui de novo, desta vez nos festejos dos 101 anos do clube”. A véspera do Dia dos Namorados foi aproveitada para lembrar que “todos nós temos um caso de amor com o Tijuca, um lugar onde passamos grande parte das nossas vidas”. Hasteamento das Bandeiras A cerimônia cívica teve a participação de cinco atletas e dois professores, homenageados pelo talento e dedicação aos esportes. 4 - Aquático - Ana Lúcia Guilherme Novaes – paratleta de natação adaptada. Emérita 1- Basquete - Matheus da Silva Brito – atleta do basquete tijucano desde 2012 2- Voley - Laura Azevedo Cacau - atleta do voleibol 3- Tênis – Manoel da Conceição – iniciador de associados no tênis e professor das crianças tijucanas Campeão em 2012, 2013, 2014 e 2015. Eleito o melhor armador e cestinha do Sul-Americano de Clubes 6 Tijuca Tênis Clube Vice-campeã do torneio início mirim – 2011, com várias premiações em 2012, 2013, 2014 e 2015 e vice – campeã da Copa Cidade Maravilhosa Infanto, em 2016 No Tijuca desde a década de 60. Exerceu funções de roupeiro na Casa do Tenista e auxiliar na Sauna, passando a auxiliar técnico de Tênis, dada a sua adaptação a este esporte. Em 1970 tornou-se professor técnico. É uma referência entre adultos e crianças. Em suas mãos estão os campeões do futuro Invicta nos regionais leste; primeira colocada em mais de 40 provas nos brasileiros; três Panamericanos com uma prata e um bronze; Mundiais na Inglaterra: dois bronzes. Convocada em duas Paralimpíadas; está entre os oito melhores tempos do mundo nos últimos ranqueamentos oficiais internacionais. OBS: Acompanhou a atleta o professor Menescal Pedrinha, Grande Emérito, nadador campeão, recordista carioca e jogador de polo aquático. Foi lembrado também o Profº Barros, das gerações dos anos 40, 50 e 60, mestre de Menescal no ensino da natação e educação física

[close]

p. 7

101 anos do Tijuca 5 – GRD – Luiza Vieira – atle- 6 – Xadrez – Karina ta federada da ginástica rítmica, atuante há 14 anos Abrahim 7- Município – Solange Amaral 8 - Estado – Regina Coeli de Freitas Ferreira Representante do Brasil na GYM NA ESTRADA- Suiça 2011; 1º lugar categoria Infantil 2009; 1º lugar conjunto categoria juvenil 2012, entre outras premiações Tijuca Tênis Clube - Hildo Magno da Silva - Grande Benemérito e vice-presidente Geral do Tijuca Tênis Clube Hepta campeã estadual Interclubes em 2015 e vice-campeã Classe C no Estadual Interclubes, no mesmo ano. Campeã estadual Sub-20 em 2011, que a levou ao Campeonato Brasileiro no mesmo ano, em Campinas – única representante do Rio de Janeiro no campeonato Personalidade atuante na vida pública do Rio, ex-deputada e presidente do Procon RJ até março deste ano Laureada, presidente do Conselho Deliberativo. Ela seria agraciada com o título honorífico de Benemérito à noite, na Sessão Solene. Desde 1992 na Diretoria da agremiação Brasil - Paulo Maciel - Grande Benemérito e Presidente do Tijuca Tênis Clube À frente do Conselho Diretor do Tijuca há 22 anos Tijuca Tênis Clube 7

[close]

p. 8

101 anos do Tijuca Linha de frente da Diretoria Presidente Maciel e Hildo Magno com membros do Conselho Diretor, profº Manoel (homenageado - 3º à direita) e Solange Amaral, convidada ao hasteamento das bandeiras pela sua atuação como parlamentar e ex-presidente do Procon-RJ Palavras do Presidente Vista geral do hasteamento das bandeiras no varandão do 2º andar Emocionado como sempre, nestas históricas datas, tendo ainda na memória os 100 anos do Tijuca, em 2015, o presidente Paulo Maciel falou sobre a importância do clube na formação de atletas e, consequentemente, na preparação das novas gerações para uma vida com dignidade, responsabilidade social, firmeza de propósitos e visão de futuro, valorizando toda a trajetória da agremiação e abrindo caminho para grandes realizações. Maciel aproveitou para realçar o papel do atleta como agente das mudanças sociais em prol de um mundo livre e mais justo, relembrando a atuação do pugilista norte-a- mericano Muhammad Ali-Haj, conhecido também como Cassius-Clay, recentemente falecido, considerado um dos maiores da história do esporte, uma lenda do box, eleito o “Desportista do Século” pela revista americana Sports Illustrated em 1999. Um atleta que tinha um objetivo de vida e lutou pelos direitos civis dos negros. Saiba mais: acesse tijucatenis.com.br 8 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 9

101 anos do Tijuca Ainda na Alvorada Tijucana Parque Aquático do Tijuca foi palco de treino para atletas e técnicos do nado sincronizado olímpico sênior Vice-presidente Cleber Belfort ao lado dos seus pares Assistência: parentes e amigos dos homenageados e da Chefe de Gabinete Ana Lúcia A cerimônia foi finalizada com a execução do Hino Nacional, pela Banda da Polícia do Exército, regida pelo sargento Moisés, passando os convidados para o salão, onde foi servido o tradicional chocolate. O tradicional Chocolate/Café O querido vice-presidente José Paulo dos Santos (D) em sua última aparição social, com Maciel e Hildo na Alvorada Equipe Supervisora: Sonia Hercowitz; Técnicas: Maura Xavier e auxiliares: Magali Cremona e Glaucia Soutinho; Atletas: Maria Eduarda Miccuci, Luisa Borges, Lara Teixeira(ex-TTC); Beatriz Feres - TTC, Branca Feres - TTC; Pamela Nogueira - TTC, Maria Clara Lobo (ex-TTC), Maria Bruno e Lorena Molinos. Reservas: Juliana Damico (ex-TTC), Priscila Japiassu e Dueto Misto - Renan Alcantara e Giovana Stephan. O símbolo e a recordação: A hora do bolo dos 101 anos Maciel comandou o “parabéns”, tendo ao lado George Khede (esq.) – atual Benemérito e filho do ex-presidente Carim Jorge Khéde: 1981-1985 e 1987-1991, dirigente que deu total apoio a Maciel. Construindo o progresso Em torno do bolo símbolo, Dr. José Luiz Santos Mendes, vice-presidente do Conselho Deliberativo, tendo ao lado Regina Coeli, presidente do mesmo órgão; Dra. Beatriz, assessora jurídica; Ana Lúcia, chefe de gabinete da Presidência e Ana Cláudia, oficial de gabinete Enviado por Suzanne Bunn – diretora de Nado Sincronizado do Tijuca Tênis Clube. Fotos Zeca. Tijucano ilustre, ex-diretor e antigo membro do Conselho Deliberativo, Orlando Machado Sobrinho surpreendeu Paulo Maciel ao fazer a entrega do Certificado “Construtor do Progresso”, ressaltando a importância de sua administração para a evolução e projeção do Tijuca, no Rio e no Brasil. Maciel e Hildo com as companheiras de diretoria Glória Campos, Lusmar Gomes, Ocacyra Horácio e Sheila Do ano de 2016 para a posteridade Vice-presidente Aluízio de Souza, dos Esportes Aquáticos, posou na ocasião com a nova geração de técnicas Tijuca Tênis Clube 9

[close]

p. 10

101 anos do Tijuca Sessão Solene do Conselho Deliberativo O Tijuca Tênis Clube viveu, no dia 11 de junho, uma noite de muita emoção, ao completar 101 anos sempre com representatividade na cidade, no estado e no país e com um poder de atração inato, o que o faz querido por sócios e não sócios, numa simbiose social ímpar. Paulo Maciel, seu presidente há 22 anos, teve a alegria de fazer a entrega, nesta data, de comendas – títulos honoríficos de Laureado e Benemérito a 35 personalidades que muito contribuíram para o crescimento e engrandecimento da agremiação. Também para o presidente foi um momen- to de renovação por ver a nova geração tomando posição para a passagem do bastão de comando, ao término da sua gestão 2016/2018. Ele exaltou a presença, como orador, do assessor Mário Lúcio Pontes Bastos, filho do inesquecível Paulo Bastos, ex-presidente do Conselho Deliberativo, falecido em pleno mandato. Mesa de trabalhos: ao centro o presidente do Conselho Diretor e Grande Benemérito Paulo Maciel, ladeado pelo Grande Benemérito e vice-presidente Geral Hildo Magno da Silva e a Laureada condecorada Benemérita durante a cerimônia Regina Coeli de Freitas Ferreira, presidente do Conselho Deliberativo, seguindo-se da direita para a esquerda: Benemérito Agostinho Eugênio de Oliveira, vice-presidente do Conselho de Beneméritos; Benemérito João da Silva, presidente do Conselho de Beneméritos; Laureada Vera Catarina Martins, Secretária do Conselho Deliberativo; Laureado Dr. José Luiz Santos Mendes, vice-presidente do Conselho Deliberativo; Benemérito João França Filho, presidente do Conselho Administrativo; Francisco Levy Louzada, vice-presidente do Conselho Administrativo; Benemérito Luis Fernando Ferreira Rosa, presidente do Conselho Fiscal e Ericson Araújo,vice-presidente do Conselho Fiscal. Nesta foto faltou Mário Lúcio Pontes Bastos, assessor da presidência no Conselho Deliberativo e orador convidado, por estar na hora do seu discurso. 10 Tijuca Tênis Clube

[close]

p. 11

101 anos do Tijuca Discurso de Mário Lúcio Pontes Bastos Assessor da Presidência no Conselho Deliberativo e orador convidado Grande Benemérito e presidente do Conselho Diretor Paulo Germano Maciel, grande Benemérito e vice-presidente do Conselho Diretor Hildo Magno da Silva, Benemérita e presidente do Conselho Deliberativo Regina Coeli, vice presidente do Conselho Deliberativo José Luiz Santos Mendes, demais membros da mesa, meus colegas do Conselho Deliberativo e a todos os presentes, boa noite! Antes de mais nada eu gostaria de agradecer do fundo do meu coração ao Grande Benemérito e presidente do Conselho Diretor Paulo Germano Maciel, Grande Benemérito e vice presidente do Conselho Diretor Hildo Magno da Silva, Benemérita e presidente do Conselho Deliberativo Regina Coeli, vice presidente do Conselho Deliberativo José Luis, por terem me convidado para ser o orador da sessão solene em homenagem ao aniversário do nosso Tijuca Tênis Clube. Foi com muita honra que eu recebi esse convite e estar aqui para mim é um prazer muito grande. Quero aproveitar a oportunidade e antes de falar do nosso Tijuca, fazer um agradecimento que eu estou para fazer há dois anos e 10 meses e durante todo esse tempo eu sempre procurava o momento oportuno para fazê-lo. Quantas vezes eu pensei em pedir a palavra em uma de nossas sessões, mas eu sempre relutava... Parece que Deus já sabia que essa oportunidade esperada há tanto tempo, me seria concedida no dia mais importante do nosso clube e com todas as pessoas que eu gostaria de agradecer juntas. Acredito que a maioria dos presentes saibam que eu sou filho do nosso ex-presidente do Conselho Deliberativo Paulo Ferreira Bastos, que faleceu aos 83 anos quando presidia o Conselho Deliberativo. O meu agradecimento é para cada um de vocês que durante anos foram ao seu gabinete para uma conversa ou para tirarem alguma dúvida sobre o Estatuto, vocês não sabem o bem que vocês faziam para ele. Receber uma pessoa em sua sala era um prazer! E quanto mais vocês o visitavam, mais ele tinha vontade de estar aqui, o que renovava a vontade de viver de um senhor de 80 anos. A gente se encontrava à noite e, como de praxe, ele me dava uma pequena aula sobre o estatuto e me contava quem o visitou e sobre o que conversaram, com o brilho no olhar de um rapaz recém contratado por uma empresa. O Tijuca e vocês oxigenaram a vida do meu pai e, com certeza, fizeram com que o final da sua vida fosse cheio de alegria e companheirismo... Muito obrigado a todos vocês pelo que fizeram por ele e podem contar comigo sempre que precisarem! Comecei a frequentar o Tijuca com 7 anos de idade, foi quando meu pai me inscreveu no nosso tão famoso Dente de Leite. Isso aconteceu em 1987 e a partir daí o Tijuca virou literalmente minha segunda casa e como a maioria dos prédios na Tijuca não tinha playground , me acostumei a vir todos os dias pra cá. Em 1991 meu pai começou a se envolver na política do clube com a campanha do então candidato Paulo Maciel. Com a eleição do nosso querido presidente comecei a ver o nosso Tijuca que já era muito grande, se tornar um clube gigante, vi o Tijuca se tornar referência nos esportes amadores. Ao longo da década de 90 o Tijuca não parava de crescer, e paralelamente a isso eu entrava na minha adolescência, com todas as perguntas e indecisões, entretanto, foram os valores éticos e morais que eu aprendi dentro do clube que nortearam a minha vida. A maioria dos amigos que cultivo até hoje foram feitos dentro do clube. Com o passar dos anos, as novas constru- ções na Tijuca, viraram verdadeiros clubes dentro de seus próprios condomínios, o que acarretou em uma queda drástica na quantidade do nosso quadro associativo e ainda sofremos com o êxodo de moradores do nosso bairro para a Barra da Tijuca, mas ainda assim o clube conseguiu superar os percalços e seguir em frente na busca por melhorias para o seu quadro associativo. Quando eu tinha 25 anos comecei a colaborar com o Departamento Social, seguindo sempre as orientações do nosso querido vice-presidente geral Hildo Magno da Silva, que é um ícone na implementação do entretenimento social e cultural dentro do nosso clube. Assim comecei a realizar shows de grandes nomes da MPB no nosso ginásio.No ano seguinte, fui convidado pelo meu pai para integrar o Conselho Deliberativo, o que muito me honrou, pois comecei a colaborar administrativamente com o clube que eu amo tanto. A partir daí comecei a me inteirar dos problemas de um clube dessa magnitude, e aprender com verdadeiros mestres a habilidade de contornar problemas que pareciam indissolúveis . Ano passado tive a honra de participar do centenário do nosso clube e o privilégio de receber uma homenagem para o meu falecido pai. Espero poder retribuir ao Tijuca toda alegria que ele me proporciona... Aqui, minha mãe, com certeza, tem suas melhores lembranças; aqui minha irmã trabalha há 25 anos; aqui eu conheci a minha futura esposa, aqui eu sinto a presença do meu pai... É, acho que por mais que eu faça, sempre vou estar em débito com o nosso Tijuca. Tentando retribuir um pouco para o Tijuca, hoje além de continuar colaborando com o nosso Departamento Social e fazer parte do Conselho Deliberativo, sou membro da comissão que estuda e moderniza o nosso estatuto.Sou membro do Tribunal de Disciplina e sou assessor da presidência. E o mais gratificante disso tudo é saber que a história da minha vida e da minha família se entrelaçam com a história desse clube que eu amo tanto. Parabéns ao nosso Tijuca Tênis Clube e obrigado a todos. Mário Lúcio Bastos Tijuca Tênis Clube 11

[close]

p. 12

101 anos do Tijuca Agraciados com Benemerência e Láurea Tijucana Beneméritos Laureados Laureados Discurso do presidente Paulo Maciel O novo e o tradicional – unidos por amor ao Tijuca Em sua fala na Sessão Solene o presidente e Grande Benemérito Paulo Maciel falou da importância deste aniversário por ser um novo marco para o Tijuca Tênis Clube, o primeiro ano de um novo século que vai levar a agremiação ao seu bicentenário. O presidente do Conselho Diretor elogiou o discurso e a postura do orador Mário Lúcio Pontes Bastos, que mostra uma nova ge- 12 Tijuca Tênis Clube ração consciente do seu papel para a condução do Tijuca, de agora em diante. -São jovens que aqui cresceram e adquiriram valores morais e éticos, valorizando a família e as instituições sociais do país. O Dente de Leite do Tijuca é um exemplo de celeiro de craques que formou gerações e agora, aos 43 anos, continua com força total, dando continuidade a esse trabalho. Nesta minha última Beneméritos: *George de Faria Khede *Helio Salathiel da Silva *Isaac Guerchon Cohen *Jorge Amaro da Silva Pinto *Regina Coeli de Freitas Ferreira Laureados: *Ademir José de Almeida *Alexandre Vianna de Lima F. de Almeida *Antonio Carlos Mele *Augusto Armbrust Lohmann *Carlos Felicio Mele *Cícero Tupiara da Costa Lima *Edson Luis Araújo *Elcio Araújo Lima *Felipe Braga Sampaio *Fernando de Souza Gomes *João Manuel de Almeida *Joaquim de Carvalho *José Carlos de Miranda Resis Neto *José Elias de Souza *José Henrique de O. Tamburini *Josias Caldas Correa *Ladislau Correa de Souza Neto *Lucio Ricardo de Almeida Pinho *Luiz Carlos de Oliveira Cunha Baptista *Marcelo Coelho Calixto *Maria de Nazareth Leite da Costa *Murilo Ribeiro Flores *Moyses Parseghian *Oswaldo de O. S. Fabrício *Pedro Cesário Cirilo *Reginaldo Altoé *Ricardo Luiz Mello Gabriel *Ricardo Luiz Murca Leon Haddad *Rodolpho Emilio de Carvalho Campello *Sergio Luiz Evangelista. administração à frente do Tijuca – 2016/2018, dei uma renovada na vice-presidência, já colocando nomes de jovens expoentes que têm tudo para buscar novos métodos de trabalho e trazer frescor e dinamismo a diversas áreas. Essa é uma geração que poderá, a partir de um clube de tanta tradição de trabalho e bons costumes, reconstruir um país. Não descuidei, no entanto, de homenagear a velha guarda, a tropa de choque que aplainou o caminho do clube rumo ao sucesso que o faz, hoje, integrante da CBC – Confederação Brasileira de Clubes, reconhecido em todo o país por um trabalho esportivo e social de primeira linha. Estamos entregando, nesta noite, trinta e cinco comendas - 5 Beneméritos e 30 Laureados, entre eles Regina Coeli de Freitas Ferreira, a primeira mulher a receber este título, nos 101 anos da agremiação. Título merecido, pela competência com que vem conduzindo o Conselho Deliberativo, na difícil tarefa de suceder ao Benemérito Paulo Ferreira Bastos, falecido em plena vigência do seu mandato e relembrado hoje com carinho pelo seu filho Mário Lúcio. A todos quero agradecer a honra de estar à frente do Tijuca Tênis Clube, em momento tão especial para a nossa cidade, estado e país, fazendo a parte que nos cabe, com empenho e dignidade. Paulo Maciel - Presidente

[close]

p. 13

Esportes Aquáticos Aluízio Antônio Gomes de Souza vice-presidente de Esportes Aquáticos Olimpíadas Especiais no Parque Aquático Aloysio Pires Bandeira de Mello A Natação Paralímpica do Tijuca Tênis Clube viveu momentos de glória no dia 18 de junho, das 8h às 14h. Na ocasião, foi realizado evento pelas OLIMPÍADAS ESPECIAIS Brasil, organização que está impactando positivamente a vida de milhares de pessoas com deficiência física ou intelectual, através da prática de esportes. O evento foi do tipo Natação Unificada – o participante pode ter um parceiro com deficiência ou não. Saiba mais sobre Esporte Unificado Uma Tendência mundial O Esporte Unificado faz parte de uma corrente mundial que promove a inclusão cultural e social, através de uma experiência compartilhada de esportes entre as pessoas com e sem deficiência intelectual. Tem como objetivo aumentar a inclusão social de atletas com deficiência intelectual através da criação de um quadro em que as pessoas com deficiência e sem deficiência intelectual (chamados parceiros) podem interagir em um ambiente esportivo, rompendo barreiras e gerando uma compreensão mútua. Seguindo as diretrizes da Special Olympics International, a Olimpíadas Especiais Brasil está focada em promover o ESPORTE UNIFICADO, através de capacitação de profissionais, oportunidades de treinamento e competição para os atletas e parceiros. Acreditamos fortemente que este modelo reflete o que queremos: a verdadeira inclusão e o respeito mútuo. Fundação Special Olympics Brasil Promoção de Esportes Por Carol Santos e Santos A Fundação Special Olympics Brasil é uma organização sem fins lucrativos, cuja missão é melhorar a vida das pessoas com deficiência intelectual, através de treinamentos e competições esportivas cuidadosamente estruturadas. A Special Olympics permite que mesmo aquelas pessoas com maiores limitações cognitivas ou motoras sejam valorizadas. O programa desafia o participante a tomar decisões e fazer escolhas, aumenta a confiança no seu corpo, melhora sua autoestima, desenvolve sua independência e autonomia e, o mais importante, fortalece sua capacidade de inserção na sociedade, com melhor qualidade de vida. Histórico A ideia da Special Olympics nasceu na década de 60 no seio da família do Presidente dos Estados Unidos, John Kennedy (1961-1963), na qual uma das suas irmãs, Rose, era portadora de deficiência intelectual. Em consequência disto, a caçula da família, Eunice Kennedy Shriver, organizava brincadeiras esportivas no jardim de casa para os amigos da irmã, constatando-se a surpreendente habilidade dessas pessoas para atividades físicas e esportivas, ampliando os seus horizontes. A semente foi lançada e, através do Joseph P. Kennedy Jr. Foundation, a Special Olympics International foi formalmente estabelecida, com sede em Washington D.C. O Movimento Hoje Atualmente, a Special Olympics ope- ra em nível global (aproximadamente 170 países), organizando treinamento e competições esportivas para mais de quatro milhões de pessoas com limitações inte- lectuais. A culminância dos treinamentos é a realização dos Jogos Olímpicos Mundiais de Verão e de Inverno realizados a cada dois anos. No Brasil, o movimento existe desde o inicio da década 90 e tem passado por vários formatos jurídicos. Olimpíadas Especiais Brasil impactou positivamente a vida de mais de 50 mil pessoas. Hoje, o programa está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco e envolve parcerias com dezenas de universidades de educação física e organizações filantrópicas, contando com mais de 1000 treinadores. Conta ainda com um time de embaixadores do mundo esportivo, como Zico, Romário, Cafú, Denilson, Ricardo Rocha, Rivelino, Carlos Alberto Torres, Robson Caetano, Lars Grael, Fernando Meligeni , Jackie Silva, Flávio Canto, Giba, Magic Paula e Adriana Behar. Olimpíadas Especiais conta também com um projeto de Times Embaixadores: Inter de Milão, Manchester United, Glasgow Celtic, Tottenham Hotspur, Corinthians, Monarcas de Morelia e Sounders FC. Dentre outras atividades esses times promovem o futebol para pessoas com deficiência e mantêm escolinhas inclusivas. O órgão também levou grandes grupos de atletas para uma longa série de Jogos Olímpicos internacionais, abarcando países como Grécia, China, Estados Unidos e Irlanda. Tijuca Tênis Clube 13

[close]

p. 14

Esportes Aquáticos Equipes Participantes e Atletas: Fundec Duque de Caxias – 11; Vila Olimpica de Deodoro - 10 ; APABB – 12; Cqua Fitness – 9; TTC - Duas Equipes - 22 Atletas e Naves SSD - Duas Equipes - 20 Atletas. Total: 84 Atletas e 12 Técnicos. Close na turma do Tijuca TC, com Carolina no comando Atletas TTC Paralímpicos Douglas Felipe Pereira Ribeiro, Glauber Quintela, Lucas Pinto Peixoto de Souza, Gabriel Masid de Brito, Pedro Renato de Almeida Gonçalves, Ronald Antonio Bento de Araujo Cardoso de Castro Guimaraes, Renan Sepulvida Alves, Jean Barcellos Rodrigues, Fabio Alfredo Soares da Silva e Afonso Silva Domingues As cobiçadas medalhas Atletas TTC Parceiros Luiza Santos Lopes (Petiz); Marcos José da Silva Pinto de Rezende Filho (Petiz); Isabela Chaia Miranda dos Santos (Mirim); Artur Macedo Teixeira de Melo (Mirim); Giuliana Pineschi Braun (Infantil); Alexandra Vaz Cerbino (Infantil); Rafael de Lima Libardi (Petiz); Giovana Faria Gistos do Nascimento (Mirim); Bernardo Maya Moreira (Mirim); Raquel Cotta Justo (Petiz); Andre Monteiro Braga Filho (Mirim) e Caio Felipe Mendes Ottoni (Petiz). Antes da largada para um dia feliz Técnicos • Carolina Santos e Santos (Natação Adaptada) • André Veloso (Mirim) • Fellipe Donatelo (Infantil e Juvenil) • Felipe Oliveira (Petiz) Obs.: Iniciamos, no final de 2015, a parceria com as equipes convencionais do TTC e deu certo! Este ano repetimos a parceria e temos, além de bons resultados, a integração total das equipes, pais e técnicos. Nossos agradecimentos. Imagens do Evento Assistência do técnico Em boas mãos O vôo Alegria não faltou Confiança no taco O almejado encontro com a água Lindos! Técnica Carol e Atletas 14 Tijuca Tênis Clube Preparo para o tchibum Elas e eles premiados, com técnica Carolina ao fundo

[close]

p. 15

Esportes Aquáticos Nado Sincronizado Por Suzanne Bunn nimo de 10 atletas. - Ter em cada categoria de idades um técnico e um estagiário e/ou auxiliar técnico. *Competitivas - Atender aos Torneios e Campeonatos regionais e brasileiros organizados pelas entidades responsáveis pelo Nado Sincronizado no Brasil. - Participar de Campeonatos Internacionais de Clubes. - Participar e organizar clínicas técnicas de Nado Sincronizado para atletas, técnicos, dirigentes e árbitros. - Participar e organizar Torneios e/ou Amistosos Interclubes. Explicando o Esporte - 2 Formas possíveis de um Torneio e/ou Campeonato * Organizacional - É necessário pelo menos 10 atletas por categoria de idades. O que não significa que não se possa participar com menos atletas, ou mais. * Qualitativas - Implantar uma escola de iniciação ao Nado Sincronizado compatível com a demanda que se deseja para ingressar para a equipe competitiva. - Promover alunas para equipe competitiva com as técnicas básicas aperfeiçoadas. - Incrementar e aprimorar o nível técnico das atletas pertencentes a equipe, capacitando-as ao ingresso nas Seleções Estaduais e Nacionais. - Criar um grupo de profissionais capacitados, multidisciplinar, bem remunerados e comprometidos com o bom andamento do projeto em questão. * Quantitativas - Ampliar o número de alunas na iniciação do Nado Sincronizado. - Ter em cada categoria de idades o mí- *Eventos e Competições: Anualmente existem Torneios e Campeonatos organizados e realizados pelas Federações Estaduais (FARJ, FAP, FAN etc) e pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Esses eventos são destinados aos clubes e agremiações esportivas devidamente registrados e vinculados a essas federações e confederação. O Tijuca Tênis Clube é filiado à FARJ e à CBDA. Isso nos credencia a competir e colocar as nossas atletas nas Seleções Estaduais e/ou Brasileiras, competir em Torneios e/ou Campeonatos Internacionais de Clubes e/ou representando o nosso País. Os Campeonatos Brasileiros de categoria são realizados anualmente e cada vez em um Estado da nossa Federação. A esses Campeonatos todos os clubes federados estão compulsoriamente obrigados a participar. Os Torneios e Amistosos entre clubes acontecem conforme os projetos anuais de cada clube e/ou Federação Estadual e os clubes escolhem aqueles que lhes convêm ou não. Existem Campeonatos Internacionais de Clubes que são de excelente nível e que complementariam nosso projeto de desenvolvimento do Nado Sincronizado Tijucano. Alguns desses Campeonatos são: Copa Synchro Peru (para todas as categorias de idade), US Opens (para as atletas acima de 15 anos) e Panamericano de Idades (para infantis e juvenis). Para acompanhar mais de perto nossa modalidade acessem os sites: Federação Internacional de Natação Amadora - http://www.fina.org/ Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - http://www.cbda. org.br/ Federação Aquática do Rio de Janeiro - http://www.aquatica.org.br/ website/Default.aspx Facebook do NadosincroTTC https://www.facebook.com/NadoSincroTTC/?fref=ts Instagram do NadosincroTTC https://www.instagram.com/nadosincrottc/ Professora Suzanne Bunn Diretora Técnica de Esportes Aquáticos Tijuca Tênis Clube 15

[close]

Comments

no comments yet