Jornal Santuario Sao Jose Operario Julho 2016

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Santuario Sao Jose Operario Julho 2016

Popular Pages


p. 1

S ão J osé Operário CAPÃO REDONDO - DIOCESE DE CAMPO LIMPO Jornal PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO ANO XII - EDIÇÃO Nº 156- 10.000 EXEMPLARES - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - JULHO - 2016 APARECIDA 21 de sto o g A Romaria a Nossa Senhora Nossa Senhora Aparecida, a Mãe de nossas famílias. VAMOS VISITÁ-LA Adquira sua passagem na secretaria do Santuário.

[close]

p. 2

Página-2 No início de Outubro de 1717, chegou a notícia de que o novo Governador da Província de São Paulo e Minas passaria, em sua viagem, pela vila de Guaratinguetá. As autoridades recrutaram os pescadores da vila a fim de recolherem no Rio Paraíba uma grande quantidade de peixes que permitisse fazer um banquete para receber o Governador. Vários barcos de pesca se incumbiram da tarefa, no dia 16 de Outubro. Após 12 horas no rio, que normalmente tinha peixes em abundância, quase todos desistiram, ficando apenas 2 canoas. Elas pertenciam a Domingos Alves Garcia e seu filho João Alves, e a Felipe Pedroso, cunhado de Domingos e tio de João. Considerando que estava anoitecendo, tentaram mais uma vez jogar as redes. João Alves recolheu a rede vazia, exceto por uma pequena imagem sem cabeça, de uma santa, com cerca de 40 cm. Confusos, eles a embrulharam em suas camisas e tentaram novamente jogar a rede. A surpresa maior veio então: a pequenina cabeça da escultura, muito menor do que as malhas da rede, foi trazida ao barco, sem que eles entendessem como não havia escapado da rede e caído nas águas. Novamente colocaram a imagem com cuidado envolta em suas roupas e lançaram a rede ao rio. Para surpresa de todos, a rede ficou tão pesada, cheia de peixes, que, em apenas dois lançamentos, eles encheram os barcos, e voltaram à vila. Antes de se dirigirem à Câmara, entregaram os pedaços da estátua a Silvana da Rocha EDITORIAL Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Julho - 2016 Alves, esposa de Domingos, irmã de Felipe e mãe de João, que reuniu as 2 partes com cera, e a colocou num pequeno altar de família, agradecendo à Nossa Senhora o milagre dos peixes que rendeu o suficiente para sua família se estabelecer. A estátua é feita de terracota, argila que foi modelada e queimada em forno, e mede 39 cm e pesa cerca de 4 quilos. Pode ter sido originalmente pintada, mas depois de ficar anos no leito do rio o material escureceu, adquirindo uma cor castanho dourada. Conseguiu-se analisar a argila de que foi feita, e constatou-se que se origina da região de Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo, mas a autoria da escultura é obscura. Sabe-se que na época vivia em Santana do Parnaíba um monge beneditino escultor, Frei Agostinho de Jesus, cujo estilo é bem definido: lábios sorridentes, covinha no queixo, flores em relevo nos cabelos e broche com perolas no cabelo, e todos estes detalhes existem na imagem aparecida do rio. Especialistas em arte barroca reconhecem nela o estilo seiscentista. As duas partes da imagem foram definitivamente reunidas no ano de 1946, quando um especialista as uniu com um pino de ouro interno e completou o acabamento externo. Nossa Senhora Aparecida foi a libertação de escravos acorrentados. Ainda hoje é possível ver as correntes que se soltaram sozinhas dos escravos, no teto da Sala dos Milagres da Basílica. Boa Leitura N EXPEDIENTE Monsenhor João Batista Diretor de atendimento aos Publicação mensal da Benfeitores: Jurandi Nunes Mário de Freitas - MTB 36.907 Diretor Geral: ós não damos muita importância a uma semente. Quando nós não andamos em algumas regiões, onde se transportam grãos, nós ficamos admirados da quantidade de grãos que se perdem. Um grão, uma semente não é importante para nós. Por exemplo, não damos muita importância a um pequeno grão de arroz que permanece sobre nossa mesa. Nós não damos muita importância. No entanto, Jesus dá importância a uma semente. E o que há nessa semente de grandeza? Essa semente tem como na primeira leitura uma espécie de gemido. Ela quer ver a luz. Ela tem um longo trabalho pela frente. Ela precisa sair de si mesma. Precisa arrebentar o casulo de si mesma e devagar se tornar aquilo que deve ser. A semente não deseja permanecer semente. Ela sempre guarda dentro de si aquilo que deve ser. No entanto, a semente também tem algo de liberdade. Liberdade no sentido de que ela conserva, mas terá o seu caminho, porque liberdade é conquista. Liberdade não ganhamos de mão beijada. A semente também terá de fazer um caminho. Mas talvez a expressão mais bonita em relação a primeira leitura é de que dentro de cada semente tem uma esperança que vê, mas não se vê. Toda semente indica, mas não se mostra. Toda semente, ainda mais a de mostarda, indica, mas não se mostra como a esperança, mas ela conduz. Como diz o poeta, “entre a fé, a esperança e a caridade, quem conduz a caridade e a fé é a esperança”. Ela é como uma menina que pula alegremente em frente e conduz. Assim é uma esperança dentro de uma semente. Ela é sempre um por vir. É bonita a história de uma semente. Toda a primeira leitura poderia ser vista nesta perspectiva de semente. E Jesus diz: O reino do céu é como uma semente. É o reino do céu. Nós vivemos no reino dos céus. Nós somos para o reino dos céus. Nós nascemos para o reino dos céus. Nós ajudamos a desabrochar o reino dos céus, porque o reino dos céus é sempre um caminho a ser percorrido. É sempre uma perspectiva de caminhar. E não é isso que fazemos na região da Amazônia, na região onde cada um de nós está? Nós anunciamos a semente! A É preciso nos lançar como semente Jornalista Responsável: Revisões e Correções Pe. Carlos Lozada Edson Felipe Magda dos Santos Silva José Andrade Alves Paróquia: Santuário São José Operário Rua Alfredo Ometecídio, 32 Cep.: 05869-170 Capão Redondo- SP Tel. 5873-2009 Diagramação O teor das matérias é de responsabilidadede seus autores. Todas as pessoas são voluntárias www.santuariosaojoseoperario.org.br santuario@santuariosaojoseoperario. org.br grandeza, a beleza, a nobreza, a simplicidade do escondimento do reino de Deus não somos homens e mulheres que anunciam o reino de Deus ? Não nos foi dado como tarefa anunciar o reino de Deus? vizibilizar o reino de Deus? e como dizia a leitura, e como se faz a semente, não sem dores, não sem sofrimento, mas com toda a esperança na realidade difícil, dura em que vivemos, ainda mais nós percebemos a força do reino de Deus. Nós como Igreja somos o reino de Deus, por que a semente já desabrochou na plenitude de Jesus Cristo. Ele é a visibilidade do reino de Deus. É a completude do reino de Deus, e nós Nele vamos levando o reino de Deus a sua plenitude. Talvez por isso é que os santos padres diziam: É preciso estar atento as sementes do verbo, isto é, as sementes do reino de Deus. E nós diríamos hoje nas nossas culturas, nas nossas ações, nas nossas conquistas, mas também sempre de novo atento para aquilo que ainda está escondido, para que Deus realmente possa construir o seu reino no meio de nós. O reino de Deus é como uma semente de mostarda. Simples, escondida, mas a espera de ser lançada. “Toda semente tem uma ânsia de ser lançada. Toda semente espera ser lançada para poder chegar a sua plenitude de se tornar uma arvore”. Lancemos a semente!. Nos lancemos como semente para que Deus possa tornar visível, como fez em Jesus, o reino de Deus. Que assim seja! Dom Leonardo Steiner Secretário Geral da CNBB Fonte: CNBB www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 3

Julho - 2016 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-3 Tomar decisões com a sabedoria de Deus Projeto inicial do criador. O resultado disso foi a entrada do pecado no mundo que até hoje assola a humanidade inteira. Por isso quando você for decidir algo, busque primeiro a luz de Deus para te iluminar. Porque Deus é Luz, ele sabe tudo, ouve tudo e vê tudo. Aquele que decide as coisas de acordo com a vontade do Senhor, sempre se dá muito bem. Este verá a Salvação. Seguir as orientações do Senhor significa estar em harmonia com Ele no bojo de sua grande obra. Aquele que decide as coisas segundo os próprios desejos, caminha por caminhos tortuosos e entra em choque com a grande construção de Deus. Por isso não avança em direção ao Reino. São as nossas decisões que influenciam e determinam a nossa vida para cima ou para baixo. Por isso, busque as decisões para sua vida de acordo com a vontade d’Aquele que é pura sabedoria. Em virtude disto, a pessoa sábia compreende que suas atitudes tem que estar no cerne do conjunto da grande decisão de Deus. Se não for assim, há sérios riscos para vida espiritual e corporal. O ser humano passa o tempo todo decidindo. Desde o nascer até o morrer; desde o levantar até o deitar. Por isso, a pessoa tem que buscar a sabedoria do Senhor para decidir bem sobre tudo o que faz. Para decidir bem o futuro é preciso obter sabedoria; para ser sábio é preciso temer a Deus. “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria. Os loucos e insensatos desprezam a sabedoria e a disciplina” (Pr 1, 7). Quem despreza os princípios da sabedoria e a disciplina passa a vida toda decidindo errado e o seu fim é certamente o abismo infinito. “A sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia” (Tiago 3, 17). Porque, ”O temor do SENHOR é fonte de vida para evitar os laços da morte” (Pr 14, 27). A inteligência está no âmago da vida humana; a sabedoria é encontrada somente no coração de Deus. Por isto, busque força na Palavra de Deus; abandone as trevas do pecado; ande na luz; confie no Senhor e Lhe peça mais sabedoria (Pr 3, 5-6). Tudo o que pedimos a Deus com fé Ele nos dá. A pessoa precisa primordialmente de três coisas para viver próspero: o temor de Deus, a sabedoria e a disciplina. Quando adquire estas riquezas, ela torna-se sensata, prudente e pronta para decidir as coisas do presente e traçar para a vida um futuro promissor. A inteligência bem disciplinada ajuda na busca da sabedoria que está escondida na vida do Senhor. A sabedoria leva a pessoa ao temor de Deus. De toda herança que Deus deixou para seus filhos, estas são as melhores; vale mais que um diamante, porque com ela a pessoa ganha o cêntuplo e a coroa no Reino de Deus. Somente uma pessoa sábia teme ao Senhor. Pároco e Reitor do Santuário Dioc. São José Operário A maior decisão da história da humanidade quem tomou foi Deus. Ele decidiu criar o mundo e capacitou pessoas para organizá-lo. Aqueles que aderiram o seu Espírito, foram escolhidos para tocar em frente a sua obra. Todos os escolhidos passaram por muitas dificuldades, pois tiveram que defender o projeto de Salvação. Muitos foram perseguidos e mortos. Em toda a história houve quem quis seguir a sua própria vontade e fizeram outro projeto contrário ao Monsenhor João Batista TOME HOJE UMA SÁBIA DECISÃO: SEJA FIEL NO DÍZIMO E NAS OFERTAS. “AQUELE QUE SEMEIA POUCO, POUCO COLHERÁ. AQUELE QUE SEMEIA COM GENEROSIDADE, COM GENEROSIDADE COLHERÁ” (IICor 9, 6). www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 4

Página-4 C aros irmãos e irmãs, A parábola evangélica que acabamos de ouvir (cfr Lc 18,1-8) contém um ensinamento importante: «A necessidade de rezar sempre, sem jamais se cansar» (v. 1). Portanto, não se trata apenas de rezar algumas vezes, quando sinto vontade. Não, Jesus diz que é preciso «rezar sempre, sem jamais se cansar». E apresenta o exemplo da viúva e do juiz. O juiz é um personagem poderoso, chamado a emitir sentenças baseadas na Lei de Moisés. Por isso a tradição bíblica recomendava que os juízes fossem pessoas tementes a Deus, dignas de fé, imparciais e incorruptíveis (cfr Ex 18,21). Ao contrário, este juiz «não temia a Deus, nem respeitava homem algum» (v. 2). Era um juiz iníquo, sem escrúpulos, que não observava a Lei mas fazia o que queria, segundo seu interesse. A ele se dirige uma viúva para ter justiça. As viúvas, junto com os órfãos e os estrangeiros, eram as categorias mais frágeis da sociedade. Os direitos assegurados a eles pela Lei podiam ser pisados com facilidade porque, sendo pessoas sozinhas e sem defesa, dificilmente recebiam apoio: uma viúva, ali, sozinha, ninguém a defendia, podiam ignorá-la, não eram justos com ela. Assim também o órfão, assim o estrangeiro, o migrante: naquele tempo era muito forte este problema. Diante da indiferença do juiz, a viúva recorre à sua única arma: continuar insistentemente a im- Oração não é “Varinha mágica” portuná-lo, apresentando-lhe seu pedido de justiça. E justamente com esta perseverança alcança o objetivo. O juiz, de fato, em um certo ponto a escuta, não porque é movido por misericórdia, nem porque a consciência o impõe; simplesmente admite: «Mas esta viúva já está me importunando. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha, por fim, a me agredir!» (v. 5). Desta parábola Jesus tira duas conclusões: se a viúva conseguiu dobrar o juiz desonesto com seus pedidos insistentes, quanto mais Deus, que é Pai bom e justo, «não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele?»; e além disso, não «vai fazê-los esperar», mas agirá «bem depressa» (vv. 7-8). Por isso, Jesus exorta a rezar “sem jamais se cansar”. Todos experimentamos momentos de cansaço e desânimo, principalmente quando nossa oração parece ineficaz. Mas Jesus nos garante: diferente do juiz desonesto, Deus ouve prontamente seus filhos, mesmo que isso não signifique que o faça nos tempos e nas maneiras que nós queremos. A oração não é uma varinha mágica! Ela ajuda a conservar a fé em Deus e a confiar n’Ele mesmo quando não compreendemos a Sua vontade. Neste sentido, o próprio Jesus – que rezava muito! – é um exemplo para nós. Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Julho - 2016 A Carta aos Hebreus recorda que «Ele, nos dias de sua vida terrestre, dirigiu preces e súplicas, com forte clamor e lágrimas, aquele que tinha poder de salvá-lo da morte. E foi atendido, por causa de sua piedosa submissão» (5,7). À primeira vista, esta afirmação parece improvável, porque Jesus morreu na cruz. A Carta aos Hebreus não erra: Deus verdadei- A parábola termina com ramente salvou Jesus da uma pergunta: «Mas o Fimorte dando-lhe sobre ela lho do Homem, quando vier, será que vai encontrar fé sobre a terra?» (v. 8). E com esta pergunta todos nos colocamos em vigilância: não devemos desistir da oração mesmo que ela não seja correspondida. É a oração que conserva a fé, sem ela a fé vacila! Peçamos ao Senhor uma fé que se faz oração incessante, perseverante, como aquela da viúva da parábola, uma fé que se nutre do desejo da sua vinda. E na oração experimentamos a compaixão de Deus, que como um Pai vem ao encontro de seus filhos pleno de amor misericordioso. a completa vitória, mas o caminho percorrido para obtê-la passou através da própria morte! A referência à súplica que Deus ouviu diz respeito a oração de Jesus no Getsêmani. Tomado por uma angústia profunda, Jesus reza ao Pai para que o liberte do cálice amargo da paixão, mas a sua oração é permeada pela confiança no Pai e se confia sem reservas à sua vontade: «Porém – diz Jesus – não seja feito como eu quero, mas como tu queres» (Mt 26,39). O objeto da oração passa em segundo plano; o que importa antes de tudo é a relação com o Pai. É isso que a oração faz: transforma o desejo e o modela segundo a vontade de Deus, qualquer que seja, porque quem reza aspira antes de tudo a união com Deus, que é Amor misericordioso. Papa Francisco www.santuariosaojoseoperario.org.br Boletim da Santa Sé

[close]

p. 5

Julho - 2016 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-5 SABER PERDOAR AS OFENSAS até ódio. Tudo isto que vamos sentindo dentro de nós, são veneno para a nossa alma, roubando a paz de espírito e a alegria de viver. É tremendo o que vamos sentindo dentro de nós. Simples assim... Se a pessoa que você perdoou continua agindo de forma errada, o problema já não será teu, mas sim dela... No momento que você perdoou, desaparece todo o laço de vingança, de revolta, de ódio, de maldade, ficando assim com a tua consciência livre de toda acusação falta de caridade com o das ofensas ao outro... e sem remorso de ter outro). Enquanto não perdoar, ofendido ao teu próximo criado a imagem e seAmigo paroquiano, liber- você não estará bem, melhança de Deus... tranquilo e com consciência livre... Você per- Dizia São Agostinho: doou... AMA E FAZ O QUE QUIÉ precisamente nestes momentos que você deve pedir ajuda ao BOM AMIGO, Cristo, que mesmo sendo ultrajado, torturado, abandonado, humilhado e traído, perdoou a ta-se JÁ !! Não espere todos, inclusive a ti. mais!!! Não Perdoar o Amigo, te confesso e irmão faz mal!!... Em alacredito sinceramente guns casos, a pessoa que nada pode impedir implicada nem lembra você de perdoar, a não do ocorrido e só você ser a tua vontade. A úniestá sofrendo, remoenca coisa que tens que do as consequencias fazer, é seguir ao pé da letra, o conselho sábio ANUNCIE AQUI de Jesus dito a Pedro: Este espaço está reservado Perdoe! Perdoe sempre! para você! S egundo o Evangelho de Jesus Cristo: Pedro, então, se aproximou de Jesus e lhe perguntou: “SENHOR, QUANTAS VEZES DEVEREI PERDOAR A MEU IRMÃO QUANDO ELE PECAR CONTRA MIM? Até sete vezes?”. Jesus respondeu: “EU DIGO A VOCÊ: NÃO ATÉ SETE, MAS SETENTA VEZES SETE “ (Mt 18, 21-22) ou seja, PERDOAR SEMPRE. Meus amigos paroquianos, quando somos traídos, feridos ou magoados por alguém inclusive por algum membro da nossa família, sentimos dentro de nós, rancor, mágoa e o pior de tudo, sentimos Muitas vezes e frequentemente, recordamos o que aconteceu toda vez que vemos a pessoa ou mesmo quando o seu nome é mencionado. E se não cuidamos, tal situação só pode agra- SER... MAS, SEMPRE SEM OFENDER AO IRMÃO. Então, quantas vezes você deve perdoar? Te digo, meu irmão e minha irmã, devemos perdoar quantas vezes forem necessárias, porque assim com nós também erramos e precisamos de compreensão e perdão, devemos usar esta mesma medida com o nosso próximo, mais próximo. Ame agora, hoje e sempre, deste modo serás feliz eternamente. Um abraço sincero do amigo de sempre, var ainda mais a nossa vida, pois o ódio que levamos dentro de nós, só aumenta, causando assim desconforto e até doenças de fundo emocional ou de tipo espiritual (remorso e Cyber Café Tai Chi Chuan Acumpultura Florais Massoterapia o aç ã p Es anh Am BISCUIT - PROMOÇÃO: 1ª AULA GRÁTIS Av. Comendador Santana, nº 959 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Refrigeração Bom Clima Assistência Técnica Especializada Freezer, Geladeiras e Máquinas de Lavar Câmaras e Balcões Frigoríficos, Telefone: 5873-2618 Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário www.santuariosaojoseoperario.org.br Tel. 5873-3032 / 9308-1486 - Sr. Augusto R. Marco Basaiti, nº 8 - Capão Redondo Pe. Nilson da Silva Vigário Paroquial

[close]

p. 6

Página-6 CERCO DE JERICÓ Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Julho - 2016 O Povo encontra nas promessas do Senhor a verdadeira alegria Ele veio para tirar o peso que nos oprime e nos dar a liberdade www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 7

Julho - 2016 MISSA DE SANTO ANTONIO Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-7 Dai-nos hoje o pão de cada dia Pão abençoado é pão partilhado com os necessitados D e muitas maneiras podemos ver a natureza de homens e mulheres e o quanto o amor de Deus lhes é presente. Uma delas é a generosidade. Pudemos sentir essa forma de carinho e afeto na segunda edição da Noite Junina, no dia 11 de junho, na qual muitos fiéis, pastorais e movimentos, realmente solícitos, colaboraram com o evento, pela força de trabalho, pelos itens doados, pelo prestígio na noite da festa e, ainda tão importante quanto, pelas orações fervorosas nas intenções do evento e de nossa pastoral. A todos esses é que deixamos nosso imenso agradecimento e pedimos a Deus que jamais lhes falte o pão de cada dia, o que sustenta o corpo e o que sustenta a alma. A todos muito obrigado. Noite Junina Pastoral dos coroinhas www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 8

Página-8 PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Julho - 2016 MISSA COM BÊNÇÃO DOS DOENTES Venha receber a bênção de Deus! A Capela São Vicente de Paulo convida todos para a Festa Julina, que se realizará no dia 9 de Julho a partir das 18h. Teremos barracas de comidas típicas, brincadeiras e muito mais... Participe! Venha com a sua família, amigos e vizinhos. Dia 03 de julho (domingo) às 15h Dia 24 de julho (domingo) em todas as missas. Traga óleo, arroz, feijão, açucar e macarrão para as famílias carentes TE RÇ DOMINGO DA SOLIDARIEDADE O DOS HO S EN M Terço dos Homens Deixe-se conduzir pelo amor de mãe de Nossa Senhora No Santuário: Inicia-se com a missa às 19h até às 21h.Todas as quartas-feiras. Na Capela São Vicente: todas as terças-feiras às 19h30 MISSA DE SÃO BENTO Pela quebra das perseguições e de todos os males Que em nossas famílias reine a paz e a tranquilidade Dia 11 de julho (segunda) às 12h e 19h Oração das Mil Ave - Marias Toda primeira quarta-feira do mês início às 08h30 até às 14h30 Venha rezar conosco, por todas as pastorais e movimentos Dia 16 de julho (Sábado) às 7h30, 12h e 19h Com bênção e imposição do escapulário! MISSA DE NOSSA SENHORA DO CARMO MISSA E ENTREGA DO LEITE PARA AS CRIANÇAS FAÇA A PROCISSÃO DO LEITE EM PÓ E ENTREGUE NO ALTAR DO SENHOR JESUS «Tudo que fizestes a um destes pequeninos é a mim que o fazes» Dia 17 de julho (domingo) Às 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Segunda: 12h e 19h - Terça: 7h30 e 12h Quarta: 7h30, 12h e 19h - Quinta: 7h30, 12h e 20h Sexta: 7h30, 12h e 19h - Sábado: 7h30, 12h e 19h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 MISSAS NO SANTUÁRIO Missa, Louvor e libertação Dias 10 e 24 de julho Deixe Jesus renovar a sua vida pelo poder da oração! www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 9

Julho - 2016 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário DIA D IA 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 SEM SEX SAB DOM 1ª LEITURA Am 8, 4-6.9-12 SALMO 118 2ª LEITURA EVANGELHO Mt 9, 9-13 Mt 9, 14-17 Mt 16, 13-19 Mt 9,18-26 Mt 9, 32-38 Mt 10, 1-7 Mt 10, 7-15 Mt 10, 16-23 Mt 10, 24-33 Lc 10, 25-37 Mt 10, 34---11, 1 Mt 11, 20-24 Mt 11, 25-27 Mt 11, 28-30 Mt 12, 1-8 Mt 12, 46-50 Lc 10, 38-42 Mt 12, 38-42 Mt 12, 46-50 Mt 13, 1-9 Mt 13, 10-17 Jo 20, 1-2.11-18 Mt 13, 24-30 Lc 11,1-13 Mt 20, 20-28 Mt 13, 16-17 Mt 13, 44-46 Mt 13, 47-53 Lc 10, 38-42 Mt 14, 1-12 Lc 13, 13-21 uero aproveitar a primeira edição que me comprometo de escrever dando uma contribuição para me apresentar; Sou Pe. Wagner Fernandes, natural do Rio de Janeiro e ordenado para a Arquidiocese de Belém, residente até chegar em São Paulo em 2014 e no Santuário São José em 2016. Venho aqui ajudar a Igreja da Diocese de Campo Limpo. Muito agradecido a D. Luis Antonio Guedes pela acolhida na sua Diocese e aos Padres: Mons. João Batista pela aceitação na sua Paróquia e aos amigos Pe. Nilson e Pe. Carlos pela recepção no seu ambiente de trabalho como Vigários Paroquiais. Venho para contribuir, para somar aos tantos evangelizadores e cristãos comprometidos com o Reino de Deus, comprometidos com a difusão do Evangelho. Na Paróquia Santuário São José Operário desde nossa chegada observei quantos tem desejado viver como consciência o cristianismo que precisam exercer para se tornarem santos também, como tantos dos irmãos que nos precederam na fé, os Santos. Santos Juninos Página-9 Am 9, 11-15 84 At 12, 1-11 33 Os 2, 16.17b-18. 21SEG 144 22 TER Os 8, 4-7.11-13 113 QUA Os 10, 1-3.7-8.12 104 QUI Os 11, 1-4.8c-9 79 SEX Os 14, 2-10 50 SAB 92 Is 6, 1-8 DOM Dt 30, 10-14 18b SEG Is 1, 10-17 49 TER Is 7, 1-9 47 QUA Is 10, 5-7.13-16 93 QUI Is 26, 7-9.12.16-19 101 SEX Is 38, 1-6.21-22.7-8 Is 38,10-13.16 SAB Zc 2, 14-17 Lc 1, 46-55 DOM Gn 18, 1-10a 14 SEG Mq 6, 1-4.6-8 49 TER Mq 7, 14-15, 18-20 84 QUA Jr 1, 1.4.-10 70 QUI Jr 2, 1-3.7-8.12.13 35 SEX Ct 3, 1-4a 62 SAB Jr 7, 11-11 83 DOM Gn 18, 20-32 137 SEG 2Cor 4, 7-15 125 TER Eclo 44, 1.10-15 131 QUA Jr 15, 10.16-21 58 QUI Jr 18, 145 SEX 1Jo 4, 7-16 33 SAB Jr 26, 11-16.24 68 DOM Ecl 1, 2;2,21-23 89 2Tm 4, 6-8.17-18 Q Cl 1, 15-20 Neste mês de junho, com muita alegria celebramos santos populares e outros pouco conhecidos. Homens e mulheres que deram a sua vida por Jesus através da vivência do Evangelho e do testemunho de seguimento de Jesus mesmo que na dificuldade da implantação das suas palavras, que convenhamos, não são fáceis de viver, no seu tempo e no nosso. Nos seus anos, pois os recursos eram poucos havendo dificuldade pelas distâncias e parcos meios de divulgação e comunicação, hoje pelos múltiplos recursos e uma variedade de meios de comunicação se tornam também muito difícil a Palavra de Deus ser implantada. Santo Antonio com sua maneira e recurso de pregação: pouco conhecedor das letras, iletrado, se coloca a serviço do Reino de coração aberto para que o Senhor usasse sua boca e coração para fazer o que fosse melhor. E o Senhor usou mesmo sua bondade e disponibilidade para que fosse bem conhecido o Seu Evangelho. Exímio pregador. Sua língua ainda se encontra em estado de conservação. São João Batista: Jesus antes de começar sua vida pública, foi batizado por João Batista. Este homem que Deus usou para batizar seu Filho único. Nascido de Isabel, mulher de idade avançada que também serve ao Senhor com sua vida e é contemplada com a maternidade. São João Batista é um profeta que na Igreja é comemorado, tanto no nascimento como na morte, é o único santo que tem estas duas datas de comemoração 24/6 (natividade) e 29/8 data de testemunho de sua fidelidade a Palavra da verdade e compromisso como seguidor de Jesus. São Pedro Apóstolo que seguiu Cristo durante toda a sua vida. Desde o chamado de Jesus quando ele pescava com seus amigos e nas caminhadas com Jesus, esteve crescendo e dando testemunho de fé, inspirado pelo Espírito Santo fez um lindo discurso digno dos que querem vivenciar um compromisso de Cristo. Jesus lhe perguntou quem dizem o povo ser Ele, os apóstolos dizem as respostas do povo e Pedro dá a resposta de homem grande. “Tu és o Cristo de Deus”. Mt 16, 16. Ele recebe do próprio Jesus a chave para orientar a Igreja e ligar na terra e ser ligado no céu e também desligar na terra e ser desligado no céu. No mês de junho comemoramos estes santos (Antonio, João e Pedro) como modelo de santidade, mas em todos os meses temos outros homens e mulheres que também tiveram atitudes que a Igreja ao longo dos séculos canonizou para servir de exemplo para nós. Nos próximos meses falaremos deles. Cl 1, 24-28 Mt 13, 10-17 Cl 2, 12-14 Cl 3, 1-5.9-11 un ida de Alcoólicos Anônimos Fundada: 10/06/1935 Margareth Maria dos Santos Psicóloga CRP 06/30407 recuperação Se alguém que você conhece estiver com problemas com bebidas Alcoólicas Reuniões: 2ª, 3ª, 4ª, 6ª às 20h - Sábado às 19h Rua Abílio César, 26 Sala 05 CEP: 05881-020 Jd. Soraia - Capão Redondo - SP DESDE JANEIRO /2016 rviç se o ( Grupo Reconstrutores de Vida de A. A. ) Formado: 22/07/1973 Atendimento psicológico: Infantil - Adolescente Adulto - Grupo - Orientação Vocacional ‘ Procure-nos ’ Informações: 3315-0216 / 3315-0040 Email: margarethpsico2011@gmail.com www.santuariosaojoseoperario.org.br 11 97049-9115 (tim) 11 97147-3150 (vivo) 11 96678-9816 (oi) 11 98978-3070 (claro) Pe. Wagner Fernandes Vigário Paroquial DESDE ABRIL/2016

[close]

p. 10

Página-10 Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Julho - 2016 ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! MELLO FARMA DROGARIAS 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Medicamentos e Perfumaria em geral Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário Telefone: 5872-6763 Rua Abílio Cesar, nº 3 Capão Redondo - SP CAFÉ COHAB Maria Rodrigues Vieira Panificadora Pães, Doces, Salgados Bolos,Tortas e muito mais Aceitamos encomendas Rua Abílio Cesar, nº 179 - Jd. Jangadeiro LOJAS KENZO Enxoval para bebê e roupa infantil ADVOCACIA Arabela Santos * Civil (Advogada) * Trabalhista * Família * Criminal e Empresarial * Aposentadoria E-mail: arabelasantos@uol.com.br RUA JOÃO ROBALO, 17 - JD SORAYA SÃO PAULO - CEP 05881-000 FONE/FAX 5873-4588 / 5873-2320 - CEL. 9136-9382 Tel.: 5873-2620 Av. Comendador Santana, nº 957 Capão Redondo - SP ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 11

Julho - 2016 SANT. DIOC. SÃO JOSÉ OPERÁRIO ADRIANA DE CASSIA P. SANTOS ADRIANA FERREIRA DA SILVA I ADRIANA FERREIRA DA SILVA II Os mais sinceros votos de Paz aos Dizimistas do mês de Julho/2016 EDILSON JUSTINA BARBOSA OLIVEIRA JUVENAL DA PAZ FONSECA KAROLYNE VEIGA DE OLIVEIRA KELLY REGINA SOARES CHAVES LAUDELINA FERREIRA MONTEIRO LAURITA RAMOS LEANDRO SILVA DIAS LEILA LUCIA NUNES CORDEIRO LENICE SÃO LEÃO O. DOS SANTOS LIZETE ARRUDA DA SILVA LOURDES SANTANA FERREIRA LUCIA MARCIA MENDONÇA FARIAS LUCIA MARIA DA ROCHA MESQUITA LUCIA MARIA FERREIRA DA ROCHA LUCIANO DA SILVA LUCIANO XAVIER GONÇALVES LUCIENE FERNANDES DA SILVA LUIS CARLOS DE MORAIS LUIS CARLOS DE SOUZA PINHEIRO LUIZ NETO DA SILVA LUIZA VICENCIA DE A. SILVA Mª EDILEUZA B. DE SOUTO Mª JOSÉ DA SILVA MADALENA LOURENÇO AUGUSTO MADALENA VIEIRA MAILZA SOUZA DOS SANTOS MANOEL RIBEIRO MARCIA MATOS DE MELO MARCIA PEREIRA VIANA SANTOS MARIA ANTONIA DA SILVA MARIA AP. DOS SANTOS MARIA APARECIDA S. DOS SANTOS MARIA AUXILIADORA DA SILVA MARIA CELINA DE ABREU MARIA CIRLENE LIMA DOS SANTOS MARIA CRISTINA DE MELO MARIA DAS GRAÇAS MARTINS MARIA DAVINIA DE SOUSA MARIA DE FÁTIMA NASCIMENTO MARIA DE LOURDES ARAUJO ROCHA MARIA DE LOURDES DA S. SOARES MARIA DE LOURDES DA SILVA II MARIA DE LOURDES M. MIRANDA MARIA DE LOURDES VIEIRA RAMOS MARIA DO CARMO E. DA SILVA MARIA DO CARMO M. DOS SANTOS MARIA DO ROSÁRIO FERREIRA MARIA DO SOCORRO O. SANTOS MARIA DOS SANTOS TIMOTEO MARIA ELIZABETH VENÂNCIO MARIA GENILDE DA SILVA MARIA GERLANDIA FREITAS MARIA GORETE DE S. X. GONÇALVES MARIA IVANILSA MARIA IVONE FERREIRA MARIA IZABEL FERREIRA MARIA IZABEL VEIGA MALRIA JOSE BARBOSA DA SILVA MARIA JOSÉ L. SANTANA MARIA LUCIA DA SILVA REIS MARIA LUCIA DE JESUS MARIA LUCIENE NUNES COSTA SOUSA MARIA LUZINETE GOMES DE ARAUJO MARIA NEIDE DIAS FERNANDES MARIA PEREIRA PARDINHO MARIA RITA DA SILVA LIMA MARIA SABINA DA SILVA LICURGO MARIA VERONICA DE OLIVEIRA MARICI ROSA MOLK MARINALVA BARBOSA DA SILVA MARINES PORTO LIMA MARINETE ISABEL DA CONCEIÇÃO MARIZETE M. SILVA DO NASCIMENTO MARLENE DOS SANTOS NADJA CRISTINA SANTANA NEUZA CARVALHO DA SILVA NEUZA FELIX DA SILVA NILCE OLIVEIRA PEREIRA NORMA NOVAES AMORIM ORDI ALVES DE ARAÚJO ORLINDA DE JESUS MARTINS OSVALDO GUAROLIANO S. PAULO CESAR DE O. PEREIRA PEDRO ALVES DA SILVA RAFAELA COSTA SANTOS RAFAELA DOS SANTOS FRANÇA RAFAELA RIBEIRO DE OLIVEIRA RAIMUNDA BARRETO COSTA REGIANE CRISTINA DA CRUZ REGINALDO A. DOS SANTOS RICARDO ALEXNDRE DOS SANTOS RITA MOREIRA DA SILVA ROBERTA FERREIRA GABRIEL ROBERTO OLVEIRA DE SOUZA RODOLFO KRUGEN ROSELI ELAINE DE SOUZA RUBENS MOREIRA DIAS SANDRA C. COSTA SANTOS SEBASTIÃO ERNESTO RIBEIRO SILVANA JESUS DA SILVA SILVANA MACHADO BRUM SILVANA OLIVEIRA GONÇALVES SILVESTRE RUFINO SOUSA SOCORRO FERREIRA GONÇALVES SONIA TEIXEIRA DE SOUZA TALITA RAMOS ALVES TEREZA SILVA DE LIMA TEREZINHA PEREIRA DE JESUS TEREZINHA VIEIRA DE SOUZA THAINA CARDOSO AGUIAR THALITA RAMOS ALVES VALDECINA SANTANA VALDETE RIBEIRO DA SILVA VALTER LOPES FERREIRA VERA LUCIA ALVES DE BESSA VERA LUCIA DO ESPIRITO SANTO VERA LUCIA SOUZA DE OLIVEIRA VERANICE PEREIRA GOMES VIRGILIO MANOEL DA SILVA VITOR PAULO GUEDES PEDROSA WAGNER AP. DA COSTA WAGNER BARRA WAGNER M. DE CARVALHO REIS CAPELA SÃO PEDRO EDNA SANTANA COSTA DA SILVA EDVAN AMORIM EFIGÊNIO CANDIDO ELBER RAMOS DA SILVA ELEUSINA CARVALHO DA S. LIMA ELISANGELA FERREIRA DA CUNHA ELISIA BATISTA DA SILVA ELISNETE GOMES LARANJEIRA ELIZABETH DE OLIVEIRA SANTOS EMÍLIA AZEVEDO CORNÉLO ENÉAS DE SOUSA ERMELINDA CONCEIÇÃO ERMIZA APARECIDA A. SANTOS EUDES ROSILDA S. ROCHA EUGENIO BARBOSA DE OLIVEIRA EUNICE DOS SANTOS VIEIRA FABIA CORREIA DE S. DOS ANJOS FABIO DOS SANTOS LARANJO FABIO LUIZ DA S. BERNADINO FABIOLA APARECIDA GREGORIO FLORIPES DIAS CERQUEIRA FRANCISCA PONTES DA SILVA FRANCISCO DE ASSIS TABOSA FRANCISCO VALDERI SILVA FREDERICO JOSÉ DA SILVA GABRIEL RIBEIRO GONÇALVES SILVA GABRIELA ALVES NASCIMENTO GEOVANA ROCHA DE SOUSA GUARACINÉIA ANGELA GUILHERME BARRETO DE SOUZA GUSTAVO LOPES SOUZA HELENA DE P. PIRES FELIPELI HILDA MARIA DE JESUS IRENE ROSA COELHO DE LIMA IRENE SANTOS BANDEIRA IRENE XAVIER DIAS CARLOS ISABELLA C. N. DA SILVA ISAIAS CORREIA DA SILVA JACINTO MARIANO JAIME LUCAS DA CRUZ JAIR RIBEIRO RODRIGUES JOÃO MARCELO/LUCIMARA/PEDRO JOÃO ROBERTO PALACIO ROCHA JOAQUIM VITAL DO CARMO JOSÉ ABELARDO JOSÉ ARRUDA DA SILVA FILHO JOSÉ CORREIA SOBRINHO JOSÉ DA SILVA JOSÉ DOMINGOS DE ARAÚJO JOSÉ EDVANIO FRESENA DA SILVA JOSÉ ELENILTON F. DA SILVA JOSÉ ENAZIO LIMA JOSÉ FERNANDES SILVA JOSÉ MARQUES DA COSTA JOSÉ PEDRO BATISTA JOSILEIDE SOUZA BASTOS COSTA JULIANA B. OLIVEIRA CORRÊA JULIO BENTO DE MORAES JULIO DOS SANTOS CRAVEIRO JULIO JESUS DOS SANTOS JUSCILENE DOS SANTOS MARIA MADALENA SILVA ALBUQUERQUE Com Jesus somos mais que vencedores Jornal São José Operário Página-11 WELLINGTON P. DOS SANTOS ZÉLIA DE FATIMA BEZERRA ZELITA DIAS JARDIM MAGALHÃES AGREPINO APOLINÁRIO DOS SANTOS AGUIMAR DE ASSIS SANTANA AILTON PINHEIRO CARVALHO ALAÍDE DA SILVA SANTOS ALDEMIR DA SILVA LIMA ALESSANDRA DO L. DAMASCENO ALESSANDRA DOS SANTOS SILVA ALESSANDRA P. LIMA ALESSANDRO DO NASCIMENTO ALEXANDRE DA SILVA ALLAN DUTRA DE SOUZA ALVINO DE OLIVEIRA LIMA AMANDA PRISCILA OLIVEIRA GONÇALVES AMARA S. C. MELO AMARO CAETANO SILVA ANA CAROLINE DA SILVA ROQUE ANA LUCIA P. CRUZ ANA MARIA SOARES DA S. LOPES ANA ROSA RAMOS DE OLIVEIRA ANA SANTANA SANTOS ANA SENA DE ABREU ANATALIA DOS SANTOS ANDRÉA COSTA SILVA ANDRESSA DE JESUS OLIVEIRA ANGELINA CARDOSO DOS SANTOS ANTONIA SENA DE ABREU ANTONIA SOARES MARTINS ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA ANTONIO DA SILVA DINIZ ANTONIO DOS SANTOS LIMA ANTONIO ERISVAN ARAUJO ANTONIO FERREIRA DA SILVA ANTONIO MIRANDA DA GAMA APARECIDA GOMES TASSO ARCENIA DE OLIVEIRA SALES ARNALDO RIBEIRO DE OLIVEIRA ARNOLDO JOSÉ SEILER BELEIDE APARECIDA DE MELO CATARINA APARECIDA DE ANDRADE CECÍLIA ANANIAS SILVA LOPES CECÍLIA RODRIGUES TAVARES CÉLIA V. DO SACRAMENTO CÍCERO ANTONIO DE SANTANA CLAUDIO CONCEIÇÃO DA SILVA CLEA FELICIANA DE JESUS CLÉLIA MARIA AMBROSIO CLEONICE DA SILVA CLEONICE FERNANDES DE OLIVEIRA CLORIS ALBA DE CARVALHO CONCEIÇÃO MARTINS DE JESUS CORACI MARCIANO DA CRUZ CRISLANE R. BARBOSA CARVALHO DANIEL BARBOSA DO NASCIMENTO DANILO NASCIMENTO SANTOS DAYANE N. FUGIMOTO DIONISIO DONIZETE LOPES DOMINGOS OLIVEIRA DOS SANTOS EDILENE DE JESUS DE SOUSA ALINE CARVALHO SILVA AMARA ANTONIA DA SILVA ANDERSON CRUZ DE SOUZA ANDRESSA SILVA PEQUENO ARIANE BARROS DA SILVA CARLOS SILVA DOS SANTOS CÁSSIA C. ROSA DAIANA ARCANJO GOMES DIANA DE ANDRADE ALVES FILOMENA CONCEIÇÃO SANTANA FRANCISCO DE ASSIS DOMINGOS GERALDO MAGELA GUEDES GETULIO JACINTO DE MATOS GISLAINE DE PAULA JANETE ELIAS DOS SANTOS JEFFERSON BARBOSA E SANDRA LIMA JOSE FERNANDES LIMA JOSEFA ALVES DA SILVA KARINA CRISTINA TEIXEIRA KASSIA GOUVEA DOS SANTOS LEILA BARBOSA ALVES MARTINS LUCIMARA L. BATISTA DE MATOS MARIA DAS DORES DE MIRANDA MARIA JOSÉ HENRIQUE RAMOS MARIA JOSÉ PAIVA FERNANDES ROSELI APARECIDA DOS S. BARBOZA ROSEMARY DOS SANTOS RUBENS LIMA DOS SANTOS SANDRA ALVES SIDNEY LEANDRO DOS REIS THAMIRES ALVES DE SOUZA VIVIANE OLIVEIRA DOS SANTOS CAPELA SÃO VICENTE CLAYTON DE SOUZA OLIVEIRA DANIELA ALVES MARTINS FRANCISCO DE SOUZA SANTANA GRACIELLE ALVES NEVES JOÃO PACHECO MUNIZ JOSEFA APARECIDA DA SILVA KATIA KUNZE GARZON ARAUJO LEONARDA GONÇALVES LINDALCI LIMA AGUIAR MAGALI SOARES PINTOR MARIA APARECIDA LOPES MARIA ARLETE J. DA SILVA MARIA DO CARMO F. DE LEMOS SILVEIRA MARIA DO PERPÉTUO S. DA S. SOUZA MARIA MADALENA DA SILVA MARLENE ALVES MARTINS ROSA SILVA LIMA SONIA SIMÕES VITOR TATIANE MARIA DA SILVA TEREZA CRISTINA PINTO VICENTE PEREIRA DO AMARAL VIRGINIA CASTELLO OLIVEIRA ZILDA MARIA C. PASTOR “Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa” (Malaquias 3, 10) www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 12

Consagração do Dízimo nos dias: Dia 07 de julho (quinta-feira) às 20h Dia 09 de julho (sábado) às 19h Dia 10 de julho (domingo) no Santuário às 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 MISSA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Dia 01 de Julho às 07h30 (Sexta-feira) Abra o seu coração para Jesus Dias 07, 14, 21 e 28 de julho (quinta-feira) - às 20h MISSA DA FAMÍLIA Venha consagrar a sua família a Deus, e receber a bênção familiar GRUPOS DE ORAÇÃO - SANTUÁRIO Todas terças-feira das 15h às 17h Missa em louvor ao Espírito Santo todas as 2ª terças-feira do mês às 16h. e todas as sextas-feira, Grupo de Oração iniciando-se com a missa às 19h PARTICIPE DAS MISSAS NO SANTUÁRIO Segunda 12h e 19h - Terça 7h30 e 12h Quarta 7h30, 12h e 19h - Quinta 7h30, 12h e 20h Sexta 7h30, 12h e 19h - Sábado 7h30, 12h e 19h Domingo 6h30, 8h, 10h, 12h, 15h e 18h30 Na Capela São Pedro: às 8h30 - Na Capela São Vicente: às 10h NA LIVRARIA E PRESENTES SÃO JOSÉ OPERÁRIO Julho: mês de São Bento e Nossa Sra. do Carmo Presenteie quem você ama. Escapulário cordão Escapulário em aço Imagens de Nossa Sra. do Carmo Imagens de São Bento Chaveiro de São Bento Cruz de São Bento Medalhas de São Bento Visite também as demais seções de Cd’s, livros, imagens, artigos religiosos, serviços xerox, impressões e recarga de celulares Livraria e presentes - Faça-nos uma visita! 5871-9846 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

Comments

no comments yet