Balaio dos Prazeres #12

 

Embed or link this publication

Description

Balaio dos Prazeres #12

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•ACTUALIDADE CAPITAL DO AMBIENTE LUANDA O projecto Okavango Zambeze tem a ver com a partilha de beneficios proveniente dos recursos da biodiversidade, através das melhores praticas de gestão, de conservação do turismo de oportunidades. A capital angolana, Luanda, recebeu no dia 4 de Junho a primeira edição do Salão Internacional da Biodiversidade e Ecoturismo, uma iniciativa do Ministério do Ambiente, em parceria com a Feira Internacional de Luanda (FIL) e que contou com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Ambiente. A mostra, que reuniu meia centena de expositores, assinalou as celebrações oficiais do Dia Mundial do Ambiente que teve Angola como palco central. A eleição de Angola como País sede para as comemorações oficiais deste ano do Dia Mundial do Ambiente é o SERVIÇOS Achim Steiner, director executivo do Programa das Nações Unidas para o Ambiente, PNUA reconhecimento dos esforços práticos que o País vem fazendo no sentido de consolidar e aprimorar o seu contributo para a defesa ambiental, de um modo global, através de diversas acções que reafirmam inequÍvocamente o compromisso firme de protecção da biodiversidade. O director executivo do Programa das Nações Unidas para o Ambiente, PNUA, Achim Steiner, garantiu na oportunidade, que aquele organismo das Nações Unidas vai continuar a apoiar o governo angolano nas suas acções de protecção e desenvolvimento do projecto turístico OkavangoHOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS BARES R E S TA U RA N T E S

[close]

p. 3

Ano 1 - Nº11 - Maio 2016 3 Fórum Internacional da Biodiversidade e Ecoturismo, uma iniciativa do ministério do Ambiente. T URISMO • RES TAURA NTES • SNAC K BAR S • COMP RA S • SERVIÇO S • H OTÉIS Suplemento da revista Figuras&Negocios Propriedade: Etnia-Comunicação Director: Victor Aleixo Zambeze. O projecto é uma iniciativa transfronteiriça que teve o seu início em 2011 e são parte signatárias cinco países africanos: Namíbia, Zâmbia, Angola, Botswana e Zimbabwe. A iniciativa transfronteiriça Okavango-Zambeze, que levou anos a ser negociada, teve o seu primeiro passo em 2006, quando as cinco nações assinaram um memorando de entendimento. A reserva não conhece fronteiras, instalada na regiao dos rios Okavango e Zambeze, tem uma área de 278.132 kilometros quadrados. O projecto incorpora parques nacionais dos cinco países signatários, COMPRAS SERVIÇOS ainda separados pelas fronteiras traçadas no tempo colonial. Os 36 parques nacionais e áreas de protecção que lhe dão forma são marcados por uma enorme riqueza de vida selvagem. No Botswana vive a maior população de elefantes do continente, aproximadamente 120 mil animais. Naquele País também habitam girafas, zebras, leões e búfalos, No Zimbabwe, as famosas cataratas Vitoria Falls, no rio Zambeze, também fazem parte do Okavango-Zambeze. O principal órgão financiador do projecto é o Banco Alemão de Desenvolvimento. Redacção: Ana Kavungo,Yolanda Haitaleseni Capa: Bruno Senna Designer: A. Dalas e Cláudia Sacramento Publicidade: Cinthia Rocha - 942 645 817 Secretariado: Carolina Esteves Telef. 222 393 020 | 222 335 866 comercial@etniacomunicacao.co.ao www.figurasenegocios.co.ao Errata: a foto de capa usada na edição anterior pertence a Jessé Manuel/ VOA BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 4

4 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•RESTAURANTES•LUANDA HOTEL VUNGE KITA |Texto Ana Kavungo |Fotografias DR A RECEPÇÃO PARA QUEM CHEGA NA CIDADE DE LOBITO COM QUATRO ANOS DE EXISTÊNCIA O HOTEL VUNGE KITA ESTÁ LOCALIZADO NA ENTRADA DA CIDADE DE LOBITO EM BENGUELA. A unidade hoteleira está aberta todos os dias, 24 sobre 24 horas para servir os seus clientes. Para isso, tem 40 funcionários que garantem o pleno funcionamento das zonas de lazer e alojamento. Com 44 quartos de casal e individuais, restaurante, piscina, um ginásio com capacidade de albergar mais de 20 atletas e um quintal vasto com espaço de parqueamento para mais de dez viaturas, oVunge Kita oferece ainda quartos totalmente equipados com ar condicionado, W.C e internet, na expectativa de proporcionar conforto e lazer aos seus hóspedes. O preço varia entre os 12mil kzs, num dormitório de casal, e 9 mil kzs, para quarto individual. Os quartos duplos custam entre 12 e 13 mil kzs. Segundo o Administrador de Património do Hotel Vunge Kita, Pascoal Domingos, a avaliação destes quatro anos de existência é positiva, apesar da situação económica que o país atravessa. O responsável do Hotel Vunge Kita explicou igualmente que durante esses quatro anos o trabalho tem sido mais na vertente de marketing. “De forma a nos firmarmos como marca e rede hoteleira, ao ponto de estarmos dentro das grandes redes hospedeiras existentes no país, e estamos felizes porque conseguimos resistir apesar das dificuldades”, assegurou. “O Hotel está na entrada da cidade do Lobito, que se situa logo depois de Luanda; Benguela é forte quer em termos de turismo, como de economia. O porto da província concorre com outros portos em África e tem uma dimensão incalculável”. Para mais informações: Tel: 943483225 ou 914198658 Email: vungekitalobito@hotmail.com Localização: Benguela- Lobito / Angola. COMPRAS SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 5

Ano 1 - Nº12 - Junho 2016 5 UMA PARCERIA VENCEDORA: O KOOK SUSHI BAR NO RESTAURANTE MIRAGE O sushi do Kook é considerado por muitos como o melhor na cidade. Obteve o segundo lugar nos Prémios LNL 2015, na categoria de Melhor Sushi do Ano, fruto da votação pública organizada pelo nosso portal. Contudo, havia muita gente na cidade que, embora tivesse vontade, ainda não tinha provado o sushi do Kook. É que o Kook fica em Talatona, o que automaticamente afugenta possíveis clientes no centro que não querem fazer a viagem por medo do trânsito, do tempo, ou dos dois. Já o Restaurante Mirage (Edifício Deana Day Spa) há muito que tinha o desejo de servir sushi no seu espaço, enquanto que o Brisa Café, no rés-do chão e pátio do mesmo edifício, tinha a mesma pretensão. Os donos do Kook e o Mirage conheceram-se, conversaram, e o resto é história. A parceria entre o Kook e o Mirage foi anunciada ainda no ano passado, e hoje funciona na sua plenitude. É da responsabilidade do Kook a criação do Festival de Sushi em Luanda, um evento SERVIÇOS semanal que ocorre todas as terçasfeiras há mais de um ano e meio e que quase sempre esgota. Como escreveu Patrícia Pinto da Cruz num artigo recente para a revista Rotas & Sabores, “Pelo preço de uma combinação de 20 peças, cada cliente é recebido com uma flute de espumante, seguida de uma entrada de Sopa Miso, uma peça à escolha do chef, um combinado de 20 peças (diferentes dos menus dos outros dias) e uma sobremesa.” O Kook pegou no sucesso deste Festival e exportou-o para o Restaurante Mirage e o Brisa Café. Agora, o sushi do Kook pode ser apreciado tanto na baixa como em Talatona. Estivemos no Mirage para aproveitar o Festival. Foi a primeira vez que lá estivemos propositadamente para provar o sushi. Vimos com agrado que a sala estava quase toda preenchida, mas segundo o nosso garçon, Giovanni, “Hoje até está calmo. Normalmente a sala fica esgotada!”. Reparamos no sushiman angolano por trás do balcão, trajado R E S TA U RA N T E S com a farda do Kook; o peixe que manuseava parecia delicioso. Sentamonos. Como é de costume em Festivais de Sushi no Mirage, fomos recebidos pela deliciosa sangria branca que é uma das especialidades do restaurante. A excelente sopa miso, com pequenos pedaços de salmão cru, veio pouco tempo depois. Abriu-nos o apetite de forma excepcional. A grande atração do Festival de Sushi é o combinado de 20 peças, preparado com mestria pelo habilidoso sushiman. O sushi do Kook é de fusão, e um dos toques especiais deste sushiman é a utilização de pesto, que funciona muito bem com o peixe. Come-se tão bem aqui como no próprio Kook, o que significa que os sushimen trabalham em perfeita sintonia e conseguem garantir a habitual qualidade do Festival em qualquer espaço com as mínimas condições. Com certeza que voltaremos! COMPRAS BARES HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 6

6 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•RESTAURANTES•LUANDA MOMENTS RESTAURANTE O Moments é um lugar que vivamente recomendamos a visitar porque sabemos que tem a capacidade de se tornar uma das melhores casas da cidade. Tem a particularidade de uma conjugação agradável entre o espaço interior de restaurante e o bar no exterior, área onde já acontecem importantes festas e eventos. No Moments poderá comer um snack, tomar um drink após o trabalho ou mesmo comer uma refeição ao almoço ou jantar. Ao almoço oferecem um prato do dia mas também tem opção de escolher do menu. LOCALIZAÇÃO O Moments está situado na cidade de Luanda, ao lado dos campos desportivos da Rádio Nacional. Bem localizado, com bom acesso e parqueamento. A DECORAÇÃO Tem uma decoração que cruza bem o mundo clássico e moderno tornando o espaço elegante e agradável nos seus tons de preto e branco. Há detalhes de decoração que vale a pena prestar atenção pois inspiram-nos e transmitem algum conhecimento daqueles que foram alguns dos nossos icones. O Moments como espaço num todo, é versátil e para quem procura um lugar para eventos, pode ser o seu espaço. ATENDIMENTO E SERVIÇO Fomos atendidos por um garçon bastante profissional, bem articulado e simpático e com bom conhecimento do menu. Sabia sugerir os pratos e as bebidas da casa. Alguns garçons também falam inglês, o que é útil para o público estrangeiro. Os pratos não demoraram mais do que 20 minutos para chegar. Porém, o restaurante já tem sido criticado por longos tempos de espera, provavelmente em dias de maior clientela. BEBIDAS E ENTRADAS O bar do Moments já ganhou fama, tendo um dos seus barmans ganho um COMPRAS SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 7

Ano 1 - Nº12 - Junho 2016 7 prémio de melhor barman de Luanda. Infelizmente não se pode encomendar snacks na área do bar e lounge porque só os servem no restaurante. As sangrias do Moments são bastante apreciadas. Têm três tipos de sangria: a de espumante, a de vinho branco e a de vinho tinto; o preço varia entre os 4.500 e os 5.500 AKZ. O preço das bebidas é caro comparativo com o mercado: 2.000 AKZ por cocktail e 1.500 AKZ para os licores. O menu de entradas contempla 6 opções de entradas e duas de sopa com um preço médio de 2.000 AKZ. PRATOS PRINCIPAIS O menu não é muito vasto mas apresenta opções para apreciadores de carne, peixe e massas com predominância para as carnes. O lugar é conhecido pela sua picanha, massa de camarão e o arroz de lagosta e camarão. Os preços rondam entre os 4.000 AKZ e os 5.000 AKZ por prato. Escolhemos o “Bife na Caçarola” (7/10) e um “Bacalhau à Moments” (8/10). Estavam bastante saborosos e com uma apresentação cuidada. As porções são boas e satisfatórias. SOBREMESAS Há as opções de sobremesa tradicionais. Para a sobremesa escolhemos maça flambeada (6/10). PREÇOS Os preços do Moments parecem comparáveis a restaurantes do mesmo nível mas as bebidas são mais caras. A MELHORAR • Mais do que melhorar, sugeria que se usasse também o lado de fora, pelo menos até uma certa hora, para servirem snacks. • Serem mais consistentes com o menu e o atendimento para manterem o público conquistado. PORQUE VOLTAR • A comida é boa; • Bom bar; • Bonita decoração e ambiente. COMPRAS SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 8

8 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•RESTAURANTES•LOBITO O NOVO RESTAURANTE DO HOTEL TERMINUS UMA VISITA AO LOBITO NÃO PODE TERMINAR SEM UMA PASSAGEM PELO LENDÁRIO HOTEL TERMINUS. ACTUALMENTE, QUEM VISITA O ESPAÇO NÃO TEM COMO NÃO PASSAR PELO NOVO E MODERNO HOTEL E RESTAURANTE, ENQUANTO O SEU IRMÃO MAIS VELHO, O TERMINUS ORIGINAL, ESTÁ A SER RENOVADO. |Texto Lula Ahrens |Fotografias LNL A história do Hotel Terminus remonta ao ano 1902, quando a linha ferroviária de Benguela estava em alta produção. O interior tem um estilo colonial que foi preservado ao longo dos anos e dá ao hotel um ar histórico e nostálgico. Mas os lugares históricos precisam de manutenção, e o hotel fechou as suas portas temporariamente para poder se concentrar em obras de renovação. O contraste entre o antigo Hotel Terminus e o novo – localizado mesmo um ao lado do outro – não poderia ser mais evidente. A nova versão do Hotel Terminus abriu ao público há cerca de um ano e meio atrás. O edifício é moderno, rectangular e pintado de amarelo. O design interior é minimalista e tranquilo, com cores suaves e paredes de vidro com vista para a praia. A nossa primeira impressão foi que era ‘boring!’ mas nós mudamos completamente de ideia durante uma tarde no R E S TA U RA N T E S novo restaurante do Terminus. O novo Terminus tem um efeito relaxante sobre o corpo e a alma com o seu design moderno e suave. O edifício é tão sereno e arejado como a praia tranquila ao seu lado. Não há nada que PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS HOTÉIS

[close]

p. 9

Ano 1 - Nº12 - Junho 2016 9 distrai da serenidade, incluindo o hotel e excelente serviço do restaurante. O buffet do restaurante é bem colorido com uma exposição bonita e convidativa de entradas, sobremesas e alguns pratos principais. Aos hóspedes COMPRAS SERVIÇOS são oferecidos a escolha entre o peixe fresco grelhado ou o buffet (5000,00 AKZ). Os pratos do buffet estavam tão apetitosos que não pensamos duas vezes e queríamos atacar logo. Mas não sem experimentar primeiro um cocktail de R E S TA U RA N T E S 1500,00 AKZ. A margarita perfeita tem tudo haver com sabores frescos, um pouquinho de triple sec e açúcar. O Terminus acertou em cheio, e ainda mais com a sua apresentação elegante. O restaurante também dispõe de uma grande seleção de vinhos. Ao contrário do buffet típico angolano, a frescura e alta qualidade dos ingredientes foram imediatamente aparentes após a degustação. A nossa salada serviu como um bom exemplo disso, embora que o ovo recheado que adicionamos estava velho e seco; um erro desnecessário. A sopa picante de abóbora e gengibre também não decepcionou. Para o prato principal, experimentamos o atum enrolado em bacon com molho de manteiga, e também experimentamos a sugestão do chefe: filé de hake frito. Nós adicionamos uma variedade de pratos coloridos de vegetais deliciosos. Vamos começar com a nossa segunda decepção: o bife de atum. Estava maravilhosamente temperado, mas tão seco como atum conservado em lata, ao invés de mal passado ou medio como deveria estar. O filé de hake foi uma história totalmente diferente; sua textura firme, suculenta e saborosa foi feito ainda melhor com a variedade de legumes que adicionamos; beringela ao alho, um molho de tomate caseiro e um espinafre a lá creme delicioso. Para a sobremesa, tentámos o bolo de coco e mousse de caramelo. O bolo de coco estava coberto em caldo doce; sua doçura intensa dominou todos os outros sabores. A mousse de caramelo por outro lado, foi deliciosamente leve, cremoso e delicadamente aromatizada com uma pitada de canela. Será que recomendaria o novo restaurante do novo Hotel Terminus? Com certeza. E já agora, porque não experimentar um dos quartos também? BARES HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 10

10 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•COMER & BEBER •BENGUELA O 7° FESTIVAL DE GASTRONO DE BENGUELA, ‘PALADARES M A CIDADE DE BENGUELA CELEBROU O SEU 399° ANIVERSÁRIO E A SUA RICA GASTRONOMIA LOCAL DURANTE A 7ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DE GASTRONOMIA ‘PALADARES MIL’, QUE DECORREU ENTRE OS DIAS 14 A 17 DE MAIO. ESTE EVENTO ANUAL DE QUATRO DIAS PROCURA ATRAIR TURISTAS PARA A REGIÃO E AUMENTAR O INVESTIMENTO NO SECTOR DE TURISMO. O festival anual de gastronomia de Benguela, que já vai na sua sétima edição, foi uma iniciativa da Direção Provincial de Hotelaria e Turismo de Benguela em parceria com a Associação de Hotelaria e Turismo de Benguela. Este ano, 26 estabelecimentos hoteleiros e turísticos participaram no Festival. A notável tranquilidade deste alegre festival, com a sua comida deliciosa, situado entre a minimamente preservada arquitectura colonial, ao lado da inesquecível Praia Morena, fez-nos secreta e egoisticamente desejar que futuros turistas não descubram este lugar tão cedo. Diversão, jogos e comida O vice-governador provincial de R E S TA U RA N T E S Serviços Técnicos e Infraestrutura, Victor Moita, abriu oficialmente o festival no dia 14 de Maio. Isaac dos Anjos, o governador provincial, estava entre várias personalidades de renome durante a cerimônia de abertura. O festival, que teve a duração de quatro dias, contou ainda com um concurso de corrida de garçons enquanto balançavam tabuleiros de comida, concurso de cocktails, tatuador, um mercado artesanal, um grupo de capoeira, e barracas de vinho e cerveja, entre outras atrações. O concurso anual para eleger a Miss Benguela também fez parte da noite de abertura do Festival, bem como alguns concursos de ânimo leve em que os espectadores – incluindo crianças e os mais velhos – eram PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS SERVIÇOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 11

Ano 1 - Nº12 - Junho 2016 11 OMIA MIL’ convidados a participar, no palco. Palhaços, bandas e Djs completaram o cenário festivo. Os restaurantes Escondidinho, Bodona, Lodge Kapembawé, a pastelaria Nova, a empresa de formação turística Aka Suku, o Klaudia’s Sushi & Lounge Bar, os Hotéis Benguela, Luso, o restaurante-hotel O Golfinho, entre outros, estiveram também presentes no Festival. Todos os participantes usaram ingredientes locais sempre que possível. Cada restaurante dispunha de um pequeno espaço onde os visitantes eram oferecidos a escolha de uma refeição ou a-la-carte. Provamos o choco frito do conhecido restaurante Escondinho, bem como o calulu e batata doce (2500 AKZ por pessoa). COMPRAS SERVIÇOS Se existisse haute cuisine angolana, estes pratos estão próximos de atingir este nível com os seus sabores delicados e texturas sublimes. Prémios Gastronómicos Chefs de vários restaurantes benguelenses participaram num concurso de confecção de pratos com cerveja. A competição foi ganha pelo Hotel Benguela, seguidos pelo Lodge Kapembawé e o Restaurante O Escondidinho em terceiro lugar. O júri premiou o chefe de cozinha Junior Costa com o primeiro lugar pelo seu prato “Atum com Cerveja Cuca”, que descreveram como sendo um prato local inovador. A promoção do turismo Durante a cerimónia de atribuição de prémios, o dono de restaurante e R E S TA U RA N T E S Presidente da Associação de Hoteleiros de Benguela Jorge Gabriel chamou a atenção para a facilitação do processo de atribuição de vistos para turistas que queiram visitar Angola, e em particular Benguela. “Não obstante a crise, conseguimos organizar a sétima edição do Festival de Gastronomia de Benguela ‘Mil Paladares’. A oitava edição já está no horizonte. Temos todos de investir para que consigamos trazer mais empregos para a juventude benguelense, e não só,” disse. O director da Direcção Provincial de Comércio, Hotelaria e Turismo de Benguela, António Saraiva, aconselhou o executivo a continuar a trabalhar com empreendedores locais do sector do turismo para ajudar a diversificar a economia. “Os dados oficiais indicam que mais de 5.000 pessoas passam pela cidade de Benguela diariamente,” disse. “Isso é um bom sinal. Queremos que este número aumente.” O patrocínio Soba da Catumbela A cerimónia de atribuição de prémios terminou com a assinatura de um contrato de patrocínio entre a conhecida empresa de cerveja local Soba Catumbela e a Direcção Provincial de Comércio, Hotelaria e Turismo, que garantiu assim a continuidade da Soba Catumbela como patrocinador oficial do Festival de Gastronomia de Benguela ‘Mil Paladares’. A Catumbela, uma vila a 15 minutos de Benguela de carro, alberga o principal aeroporto de Benguela e uma novíssima escola internacional de hotelaria. Em Maio de 2017, a cidade de Benguela celebrará o seu 400° aniversário. Colaboração LUANDA NIGHT LIFE www.luanda-nightlife.com www.lnl.co.ao BARES HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 12

12 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•COMER & BEBER •LUANDA CARTAS NA MESA Amélia Neto responsável cogerente do espaço Kalumbitas, um restaurante, inaugurado este ano, em Luanda e quer se afirmar na restauração. Abre-nos as portas e conta-nos sobre as atividades diárias do estabelecimento, desde fevereiro de 2016. O espaço, situado em um dos bairros mais populosos de Luanda, a Vila Alice conta com uma serie de encantos artísticos em volta do seu interior, que combina com o cenário e o ambiente afro chic. Há uma disponibilidade e eficácia da equipa notável inclusive através dos serviços prestados ao público. A cozinha internacional faz o casamento perfeito com a culinária tradicional na preferência do público que diariamente ali se desloca. Amelia Neto realçou que os preços praticados variam e vão de encontro COMPRAS SERVIÇOS à qualidade e eficácia, que se presta, a procura tem sido razoável, e primam constantemente pelo bem estar do cliente . Kalumbitas conta com uma equipa profissional de qualidade. O outro lado das atividades realizadas regularmente no kalumbitas são às musicas ao vivo, com novos talentos, karaoke e disco joker, às quintas feiras, num período único das 21h00 às 00h. AlÍ também se realizam eventos, como aniversários, almoços de empresa em ambiente restrito, sem interromper os demais clientes no local de restauração. Uma refeição normal sem bebida, no kalumbitas, fica por media em 2.500kz. A casa tem uma excelente seleção de vinhos e também existem as bebidas especiais da casa, como sumos naturais de hortelã e caipirinha de múcua.. R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS RESTAURANTE KALUMBITAS BARES

[close]

p. 13

Ano 1 - Nº12 - Junho 2016 13 Rua : António Feliciano de CastilhoBairro Nelito Soares 120 Horários Segunda à sexta das 12h00 às 00h00 Sábado 18h00 às 00h00 Domingo 8h00 às 16h00 Tel. 928 19 46 44 Email: kualumbitasrestaurante@gmail. com Serviços: Música ao vivo às quintas feiras, das 21 às 00hh. Amélia Neto Gerente Restaurante Kalumbitas COMPRAS SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

p. 14

14 Publicação da Revista Figuras&Negócios BALAIO•EVENTOS PRIMEIRA EXPOSIÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL EXPONOIVOS REÚNE +DE 70 EXPOSITORES COM O OBJECTIVO DE PROMOVER E DINAMIZAR A INDÚSTRIA DOS CASAMENTOS NO PAÍS, A REVISTA LUX, EM PARCERIA COM A EVENTOS ARENA, REALIZARAM NOS FINAIS DE MAIO (27,28 E 29) A PRIMEIRA EDIÇÃO DO EXPONOIVOS ANGOLA, NA TENDA DO HCTA (HOTEL DE CONVENÇÕES DE TALATONA), EM LUANDA. O |Texto Ana Kavungu |Fotografias João Gomes evento reuniu 80 expositores nacionais e internacionais, 50 stands e centena de visitantes. Segundo Magda Almeida, responsável da organização e directora Geral da Revista Lux, o balanço dos três dias do evento é bastante positivo. “Conseguimos superar as expectativas e agradar os expositores que aceitaram abraçar o desafio lançado pela organização”, afirmou. “O nosso objectivo é tornar esta feira anual. Durante esta primeira R E S TA U RA N T E S edição trabalhamos oito meses para apresentarmos, em três dias, uma feira de amor, variedade de serviços e alegria”, acrescentou. Magda Almeida salientou que a ideia surgiu através da revista Lux Casamentos. “A revista vai na segunda edição, é anual e desde o primeiro exemplar que deixou aquele ‘bichinho‘. Acho importante realizar este tipo de feiras, pois dinamiza as famílias, o próprio ambiente e é muito aconchegante”, frisou. Ela agradeceu PONTOS TURÍSTICOS COMPRAS SERVIÇOS BARES HOTÉIS

[close]

p. 15

Ano 1 - Nº12 - Junho 2016 15 o apoio de todos os que contribuíram de maneira direta e incondicionalmente para a concretização do evento e assegurou: “Acredito que conseguimos mostrar tudo o que é necessário para um casamento”. Além da exposição dos cônjuges, a ExpoNoivos Angola 2016 ficou ainda marcada pelo desfile de estilistas e das marcas: Glamesse, Moda Itália, Luboia, Hellius Kids, Noivíssima, Soraya da Piedade, Pnina Tornai, Casa Della Sposa e Chez Winnie. As actuações musicais ficaram à responsabilidade dos artistas Celso e Elizabeth Mambo, Delmo Guibs, Edmásia, As Africanas, Os 3, Mona Nicastro, Havana Music, sendo que a dupla Dalila Prata e Edvânia do Carmo ficaram com a apresentação do evento. OS GALARDOADOS DO PRÉMIO PRESTÍGIO EXPONOIVOS 2016 Melhor Participação em Lojas de Noivas Melhor Florista Melhor Inovação Melhor Inovação de Catering Melhor Serviço de apoio Magda Almeida directora da Revista Lux Angola Pnina Tornai Impala “E tudo começou assim” By Diva Marques Aurora Lopes Triângulo Doce Angola Leonel Pedro (Fotógrafo) Melhor ExpoNoivos 2016 COMPRAS SERVIÇOS BARES R E S TA U RA N T E S HOTÉIS PONTOS TURÍSTICOS

[close]

Comments

no comments yet