Motoboy Magazine Edição 147

 

Embed or link this publication

Description

Motoboy Magazine Edição 147 - Junho de 2016

Popular Pages


p. 1

Ano XV 147 / Distribuição Gratuita www.motoboymagazine.com.br R A revista inteligente do profissional e usuário de baixas cilindradas prossional Periculosidade: direito de todo motociclista Lei Federal 12997 não diz que o benefício é só para motoboy, mas sim, para todos que exercem atividade com motocicleta. AVENTURA: Rafting ou Queda Livre? Desencana, os dois tem "aventura" garantida. DICAS: Férias escolares chegaram, atenção com as linhas de pipas. SEU DIREITO: Confira, PIS 2016/2017 é grana extra no Bolso.

[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4



[close]

p. 5



[close]

p. 6

EDITORIAL 08 12 14 Periculosidade para motociclista, diz a Lei # Por Oscar Santos Editor Chefe CARTA DO LEITOR Confiram as mensagens enviada dos nossos queridos leitores DICAS As férias escolares estão ai, proteja-se contra as linhas de pipas. # Por Oscarzinho Mascote da revista CAPA Polêmica nas ruas 34 Índice 16 18 20 FIQUE SABENDO Aumente seu conhecimento e inscreva-se em alguns cursos gratuitos que selecionamos para você ARTIGO Apaixone-se por você mesmo, pelo que faz e descubra oportunidades incríveis # Por Silvia Bez Palestrante motivacional Periculosidade: direito de todos que exercem função laboral com auxílio de motocicleta Reportagem de Capa POLÍTICA Precisamos repensar a política no Brasil # Por Oscar Santos - Editor 22 SAÚDE Dados estatísticos mostram o crescimento desenfreado de Motos no trânsito e suas trágicas consequências. # Por Dra. Jo Ikwueme Diretora Presidente da Shammah

[close]

p. 7

26 28 42 SEU DIREITO Confiram a Tabela do PIS 2016/2017 é grana extra no bolso. NOTÍCIAS BRASIL Fiquem por dentro das principais notícias do setor em diversas capitais do País PERFIL Valflex, Valplas e Slyck Retrovisores: pézinho no passado, olho no futuro 46 50 54 56 LANÇAMENTOS Confiram a Nova Yamaha MT3 e Nova Honda XRE 190 AVENTURA Rafting ou Queda Livre? Desencana, os dois tem "aventura" garantida DIVERSÃO Confiram os melhores filmes em Cartaz para o mês de Junho/Julho REFLEXÃO O Tamanho de Deus # Por Pedro Pimenta - Jornalista

[close]

p. 8

Periculosidade para Motociclista, diz a Lei O assunto Periculosidade é tão controverso que tem levantado questionamentos em todo Brasil. Empresas que utilizam serviços de prossionais que usam motos não querem pagar e entraram com liminares, outras do próprio setor de motofrete negam o benefício ao motoboy e, assim, essa tem sido mais uma lei não cumprida de tantas outras que seguem o mesmo caminho. A Lei Federal 12997 (periculosidade) não diz que apenas MOTOBOY deve receber, mas, sim, quem executa seu trabalho ou atividade com moto. Essa lei é clara e diz não existir tempo de exposição, eventualidade e proporcionalidade porque ao sair de casa para exercer a função prossional de moto, seja ela qual for, onde for e quanto tempo for, o perigo e risco de acidente existe, devendo a periculosidade ser paga. O pior é quem tem que receber car no vazio, sem usufruir de um direito conquistado. Diante da polêmica, o Ministério do Trabalho adiou consulta pública que denirá o novo texto da Periculosidade. A data limite agora é 17 de julho de 2016. Depois, uma comissão tripartite (sindicatos laborais, patronais e governo federal) irá elaborar as novas formas de pagamento, quem tem direito, como ocorrerá etc. Todo prossional que usa moto para trabalhar deve enviar sugestão, crítica ou reivindicar o direito para normatizacao.sit@mte.gov.br, ou pelo correio: MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho, Coordenação-Geral de Normatização e Programas / Esplanada dos Ministérios - Bloco "F" - Anexo "B" - 1º Andar - Sala 107 - CEP 70059-900 - Brasília/DF, ou através de cadastro feito no portal Ministério do Trabalho - consultas públicas. Aproveite em nossa revista e leia, além dessa matéria, também turismo, notícias do Brasil, dicas, artigos e muito mais. Boa Leitura! Editor: Oscar Gonçalves dos Santos E-mail: oscargoncalves@terra.com.br Edição 147 / 2016 Nossa Capa: Motoboys bolsão do Gordo na Libero Badaró / SP Crédito: Cláudio Barbosa Impressão: Tecno Print Gráca e Editora Ltda. Tiragem: 20.000 Exemplares Periodicidade: 09 Edições / Ano Assessoria Jurídica: Lima & Vasconcelos Tel: (11)3081-2135 Distribuição Gratuita: Prossionais e usuários de baixa e média cilindradas do segmento de duas rodas Jornalistas Responsável: Oscar Santos MTB: 81430-SP E-mail: redacao.motoboy@terra.com.br Design / Diagramação: Raíra Soares E-mail: redacao.motoboy@terrra.com.br Fotograa / Web: Cláudio Barbosa e Priscilla Santos E-mail: claudio.revista@terra.com.br E-mail: motoboymagazine@terra.com.br Ger. Comercial: Cláudio Barbosa E-mail: claudio.revista@terra.com.br E-mail: motoboymagazine@terra.com.br Assistente Comercial: Raíra Soares Dias E-mail: raira.comercial@terra.com.br Assinatura: Marcía Santos E-mail: redacao.motoboy@terra.com.br Piso - 1.123,20 Adicional de Periculosidade - 336,96 Aluguel da Moto - 522,23 Vale Refeição - 264,23 Cesta Básica - 60,00 Hora Ponto (Prossional Esporádico) - 7,58 Apólice de Seguro por Morte - 25.000,00 Apólice de Seguro por Invalidez - 25.000,00 Despesas Médicas Hospitalares até - 2.500,00 Correio de Mensagem: R: Rosa Mística, 88 Jabaquara / SP - Cep: 04333-010 08 motoboymagazine

[close]

p. 9



[close]

p. 10



[close]

p. 11



[close]

p. 12

Bem amigos da Motoboy, gostaria de parabenizar a revista pela reportagem de capa da edição 146, sobre as Leis que complicam a vida dos motociclistas, realmente tem muitas leis que ajudam, mas infelizmente a maioria dos projetos de Leis voltadas para o setor de duas rodas são mal planejadas e interpretada por pessoas que mal sabem andar de motocicleta, imagina criar leis para os motociclistas, lamentável, onde vamos parar? Email de Pablo Oliveira – Motociclista de São Paulo Da Redação: Pablo, camos muito felizes em saber que você acompanha e lê nossas reportagens, continue nos escrevendo sempre que puder, até a próxima. Gostaria de receber um brinde da revista se puderem me enviar. Sou fã do trabalho de vocês e acho que são os únicos que escrevem para nós motocas que estamos na luta, a categoria agradece o respeito e consideração. Um forte abraço e sucesso sempre. Enviado pelo Skype de Luiz Santos Coimbra Da Redação: Olá Luiz, podemos sim, vamos entrar em contato com você e em breve receberá um brinde especial da revista, aguarde amigo, até lá. Salve, salve Revista Motoboy, é nóix na TVMOTOBOY quando for ao ar nos avise hein, estamos na expectativa e ligado no canal de vocês, forte abraço a toda equipe de redação. Postado no Facebook por Antônio Marcos Da redação: Pode aguardar amigo, em breve estaremos com muitas pautas legais, e os personagens principais dessas reportagens serão vocês mesmo, divulguem. Olá Pessoal, estava olhando o site de vocês percebi que deram um inovada no visual, cou bem melhor, mais limpo, fácil de navegar e com reportagens muito legais, adorei os testes que você realizam, mandam muito bem, parabéns equipe Motoboy. Email de Alex Alves – Motoboy de São Paulo Da redação: Muito obrigado Alex, continue nos acompanhando. As diculdades que passamos só servem para valorizar o nosso trabalho e vejo isso no trabalho de vocês sem demagogia, é do coração e eu é que agradeço pela conança e consideração. Postado no Facebook por Antônio Pegrucci – Representante Comercial do setor Motopeças. Da Redação: Sem palavras para agradecer grande amigo, fazemos das suas palavras as nossas aqui da redação. Deus abençoe. 12 motoboymagazine

[close]

p. 13



[close]

p. 14

Dicas Cuidado com as pipas As férias escolares estão próximas e, se para a criançada isso é motivo de alegria, para quem anda de moto é, no mínimo, de cuidado e atenção redobrada. Essa, que é uma das diversões mais populares nas cidades, principalmente periferia pelos espaços abertos, traz com ela o perigo do uso do cerol, mistura de cola e vidro moído, que pode matar. Em São Paulo, o uso do cerol é proibido pela Lei Estadual 7189/86, os responsáveis por menores que se envolvem em acidentes relacionados com o uso do cerol são responsabilizados e respondem criminalmente por tentativa de homicídio. Além disso, é proibida a fabricação e comercialização da mistura cola e vidro moído. O pescoço do motociclista em contato com o material cortante xado à linha da pipa pode ocasionar lesão grave, com muita perda de sangue e possível morte. Além disso, o motociclista ca desnorteado, o que pode provocar um segundo acidente com quem vem atrás em velocidade. O Ministério da Saúde explica que não existem dados computados dos casos de acidentes de motos envolvendo linha de pipa, mas sabe-se que todo ano, diversos prossionais que usam moto, motoboys e até motociclistas em passeios, acidentam-se por conta dessa brincadeira nada saudável, quando há o uso dos temidos cortantes. Além do tradicional cerol, existe ainda uma variedade mais perigosa: a linha chilena. Ela é fabricada com um tipo de alumínio e por isso é quatro vezes mais cortante que uma linha de cerol. Com ela, é possível cortar uma batata ao meio. 14 motoboymagazine

[close]

p. 15

O que diz a lei? Não existe uma lei federal que proíba o uso de linha com cerol ou chilena, mas tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que prevê a proibição deste tipo de item. Assim, a legislação acaba variando pelo território brasileiro. Antena corta pipa e capacete fechado são as melhores proteções A principal maneira para o motociclista se prevenir contra a linha com cortante é a instalação da antena corta pipa. O item de proteção é encontrado em lojas especializadas para motos por valores que podem variar de R$ 10 a R$ 50. Para o motoboy, o uso é obrigatório segundo a Lei Federal 122009. A antena funciona como um anzol na ponta e tem um ponto de corte. Já o uso do capacete do tipo fechado é mais seguro e a viseira sempre deve estar fechada. Outra proteção, são os lenços ou “pescoceiras” que cam envoltos no pescoço, dando mais segurança.

[close]

Comments

no comments yet