Moendo Notícias | Nº22 | 2013 (Informativo do Grupo Carlos Lyra)

 

Embed or link this publication

Description

Moendo Notícias - Nº22

Popular Pages


p. 1

Moendo Notícias INFORMATIVO DO GRUPO CARLOS LYRA | ANO 13 | Nº 22 | MAIO A AGOSTO DE 2013 Grupo Carlos Lyra celebra Semana do Meio Ambiente Páginas: 11 e 12

[close]

p. 2

Editorial Esta segunda edição digital do Moendo Notícias traz assuntos de grande importância para o Grupo Carlos Lyra. Podemos elencar a visita ilustre do Desembargador Presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas, Severino Rodrigues, aos diretores do conglomerado; a homenagem da Câmara de Vereadores de São Miguel dos Campos, aprovando o nome do industrial Carlos Lyra para o plenário daquela Casa; a participação de diretores e colaboradores no XXX Simpósio da Agroindústria da Cana-deAçúcar de Alagoas, entre tantas outras. Numa entrevista exclusiva, o novo diretor Luiz Magno Epaminondas Tenório de Brito traça sua trajetória no Grupo Carlos Lyra e destaca os desafios enfrentados no cotidiano de trabalho. Uma ação ambiental de reflorestamento da mata ciliar do rio São Miguel, desenvolvida em parceria com a Universidade Federal de Alagoas, durante as comemorações da Semana do Meio Ambiente, e os novos investimentos em mecanização foram destaque na mídia local. A Escola Conceição Lyra, mantendo a tradição, realizou mais uma edição da Feira de Livros e da Exposição Cultural Alagoana, realçando sua preocupação no resgate da cultura regional e estímulo à leitura. Expediente Jornalista Responsável: Carmem Valéria Neves dos Anjos Mte 579/AL Textos: Carmem Valéria Neves dos Anjos Mte 579/AL Revisão: Soraya Alves Mte 515/AL Design Gráfico: Amanda Karla Rocha Silva Publicitária Carmem Valéria Neves dos Anjos Mte 579/AL Informativo produzido pela Assessoria de Comunicação do Grupo Carlos Lyra Conselho Editorial Alexlene Melo Vanderlei Aryl Lyra Assis Gonçalves Amanda Karla Rocha Silva Bruna Oiticica de Paiva Lyra Farias Carmem Valéria Neves dos Anjos Denise Formágio Elizabeth Anne Lyra Lopes de Farias Gessiedina Tomaz de Souza Maria Betânia Costa Leite Maria de Fátima Araújo Marta Luciana S. M. dos Santos Suzana Menezes Henrique Jamile Maria Lima Santos Maria Cristina Lyra Lopes de Farias Mafra Costa 02 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 3

Presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas conhece sede do Grupo Carlos Lyra m uma visita de cortesia, ocorrida no dia 17 de maio, o Presidente do TRT de Alagoas, desembargador Severino Rodrigues, acompanhado de assessor daquele tribunal, conheceu a sede do Grupo Carlos Lyra, instalada no histórico bairro de Jaraguá, em Maceió. O desembargador foi recepcionado pela empresária Elizabeth Lyra de Farias, pelos diretores do conglomerado, Carlos Farias e Leonardo Mafra, além do coordenador Jurídico Trabalhista, Carlos André Sarmento. O presidente do TRT esteve, ainda, com o presidente do Grupo Carlos Lyra, industrial Carlos Lyra, e com D. Virginia Lyra, diretora vice presidente. Na ocasião, o desembargador Severino Rodrigues reconheceu a importância da aproximação da diretoria com seus colaboradores, destacando que essa a tude humaniza o ambiente de trabalho. “Fiquei surpreso com a belíssima arquitetura do prédio e com o ambiente de trabalho prazeroso. Doutor Carlos Lyra é um grande empreendedor, um exemplo de vida para todos. Um local onde o chefe sempre está presente valoriza o trabalhador. A visão do empreendedorismo é nato nesta família”, finalizou o desembargador. E Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 03

[close]

p. 4

Luiz Magno é o mais novo diretor do Grupo Carlos Lyra A origem do seu nome, Magno, vem do La m e significa “O Grande”, reafirmando suas qualidades. Numa breve análise da e mologia da palavra, o novo diretor possui qualidades de grande magnitude, um trocadilho per nente com um homem, cuja trajetória no Grupo Carlos Lyra mantém desafios diários e grandes responsabilidades. Qual o ano e como foi seu início no Grupo Carlos Lyra? Comecei a trabalhar no Grupo Carlos Lyra em 16 de outubro de 1986, na Usina Caeté S/A - Unidade Cachoeira. Cheguei no primeiro dia de moagem, após uma grande reforma, pois o Grupo havia comprado a Cachoeira no final da safra anterior e realizou grandes inves mentos na usina, principalmente em Moendas e Caldeiras. Foi uma longa e di cil safra. Lembro-me que vemos um período de muita chuva. Permaneci por três anos na Cachoeira. Quais os cargos assumidos? Engenheiro Químico da Cachoeira, Gerente Industrial da Cachoeira, Gerente Industrial da Caeté, Superintendente Industrial da Usina Caeté e das Unidades Cachoeira e Marituba, depois, Assessor da Diretoria para as usinas de Alagoas e Minas Gerais. Por fim, Assessor da Diretoria para as usinas de Alagoas e a Unidade Paulicéia, em São Paulo. Durante um período de quase dois anos acompanhei os novos projetos da Profér l (que já não pertence mais ao conglomerado) e da Fábrica da Pedra. Quais os principais desafios ao longo desses anos? O primeiro grande desafio foi gerenciar a Cachoeira nos seus primeiros anos. Depois foi a grande reforma na Usina Caeté, capacitando-a para o acréscimo de moagem que vieram nos anos seguintes. Em seguida, foi par cipar da par da e crescimento inicial das unidades do Triângulo Mineiro (Volta Grande e Delta). Mas, o mais gra ficante foi o projeto da Unidade Paulicéia, do qual par cipamos desde o inicio até o fim da primeira safra. Porém, o mais desafiador foi procurar manter as unidades industriais trabalhando de uma forma cada vez mais eficiente, mesmo diante de muitas adversidades. Este é que é o grande desafio, pois é diário e não nos dá descanso. Como traduzir esse novo momento profissional, em que o senhor assume um cargo de tamanha responsabilidade? É um momento bom, pois estamos entrando em uma nova fase do Grupo Carlos Lyra. Com novos e grandes projetos sendo iniciados. O que vai nos cobrar trabalho e equilíbrio para mantermos o crescimento de uma forma sustentável. 04 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 5

Comemoração aos 99 anos da Fábrica da Pedra A Fábrica da Pedra realizou no dia 05 de junho de 2013 o culto ecumênico em comemoração aos 99 anos de existência. Logo em seguida foi servido um coquetel aos convidados. Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 05

[close]

p. 6

Câmara de Vereadores de São Miguel dos Campos homenageia industrial Carlos Lyra Vereadores de São Miguel dos Campos prestaram uma homenagem especial ao industrial Carlos Benigno Pereira de Lyra Neto, ao ba zar o plenário da Câmara Municipal com o seu nome, durante solenidade de reinauguração da Casa, no dia 27 de maio. A empresária Elizabeth Anne Lyra Lopes de Farias, que representou o industrial, agradeceu a homenagem e destacou o trabalho do seu pai em prol da educação no Brasil. Veja abaixo a íntegra do discurso da empresária Elizabeth Anne Lyra Lopes de Farias Ilustres vereadores Carlos e Maria Cris na, além do presidente desta Câmara, Demais autoridades Josivaldo Clemente e do vereador Diney Torres Neto. Senhoras e senhores O Grupo Carlos Lyra mantém como meta a erradicação do Boa noite trabalho infan l neste País. Nossas quatro usinas são É com grande sa sfação que estou aqui, representando meu pai, que recebe nesta solenidade tão significa va homenagem. Desde 1965, quando foi adquirida a Usina Caeté S/A, São Miguel dos Campos vive os reflexos posi vos deste inves mento. Através de parcerias com o poder público local, várias ações socioeduca vas foram desenvolvidas, reafirmando nosso compromisso com uma educação de qualidade para as futuras gerações. Meu pai, então Senador da República, ressaltou que: “O futuro de uma Nação está na mente de suas crianças”, afirmando sua preocupação com o ensino no Brasil. Desde a década de 60, neste município, mantemos a Escola Conceição Lyra, que ve o privilégio de atuar como educadora, e por onde mais de 18 mil alunos já par ciparam do processo educacional, dentre eles os meus próprios filhos cer ficadas pela Fundação Abrinq como Empresa Amiga da Criança. Carlos Benigno Pereira de Lyra Neto é um visionário e construiu empresas sólidas, mantendo como premissa básica a responsabilidade socioambiental. Em nome da Diretoria do Grupo Carlos Lyra, reafirmo nossa sa sfação com esta homenagem, que reflete uma trajetória empresarial arraigada em valores é cos e humanos. Finalizo parafraseando meu pai quando o mesmo afirma que: “a responsabilidade socioambiental torna-se impera vo à própria sustentabilidade do sistema democrá co brasileiro”. São Miguel dos Campos, 27 de Maio de 2013 Elizabeth Anne Lyra Lopes de Farias 06 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 7

“Com a reinauguração da nossa Casa, a história de São Miguel dos Campos inicia um novo ciclo. E ficou sob a responsabilidade destes vereadores, que compõem o mandato 2013 a 2016, a escolha do nome do plenário desta Casa. A indicação do nome do industrial Carlos Lyra, empresário de grande importância na polí ca e na economia, e que tanto contribui para o crescimento de Alagoas e do nosso município, foi aprovada por unanimidade. Doutor Carlos Lyra, hoje representado por sua filha, Dona Elizabeth Lyra de Farias, é digno desta homenagem. A presença de a Syssinha, empresária que ve a oportunidade de conhecer quando estudei na Escola Conceição Lyra, transformou aquela unidade de ensino numa referência para o Brasil, pela qualidade de ensino ofertado. É com muita honra que passamos a chamar este plenário de: Plenário Senador Carlos Lyra, numa justa homenagem a um dos mais brilhantes empresários do Brasil”. Jó Clemente Presidente da Câmara dos Vereadores Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 07

[close]

p. 8

Escola Conceição Lyra realiza XIV Feira de Livros – Exposição Literária Alagoana * Betânia Leite A XIV Feira de Livros - Exposição Literária Alagoana este ano teve como tema A CASA. De 22 a 24 de maio, a Escola Conceição Lyra se transformou na Casa do Livro e abriu suas portas para que toda a comunidade pudesse conhecer a visão que os escritores estudados têm sobre a casa. Decidimos abraçar este projeto por entendermos que a nossa casa é o nosso lar, nosso refúgio, nosso porto seguro. Para nós é muito gra ficante o resultado deste projeto, em sua 14ª edição, em anos consecu vos, e poder constatar a desenvoltura dos alunos no trabalho com as artes cênicas. Outro fator que nos deixa muito orgulhosos é o envolvimento de todos os educadores, desde as turmas de Creche, onde alunos com apenas três anos de idade já iniciam os trabalhos no palco. A cada dia descobrimos verdadeiros talentos, basta oportunizar a todos esta maravilhosa experiência. Além dos espetáculos, os alunos realizaram entrevistas com escritores, produções através de desenhos, pesquisas e montam painéis que ficam expostos durante a realização do evento. Vale salientar a parceria com as livrarias Bêabá e Edições Paulinas, como também a disponibilidade dos escritores estudados, que sempre atendem ao nosso convite, enriquecendo ainda mais o referido evento. * É diretora da Escola Conceição Lyra “Para mim, a Feira de Livros da Escola Conceição Lyra é uma feira exemplo. Surpreendo-me, pois, sou um poeta semianalfabeto e acho incrível ao ver essas crianças interpretarem textos e declamarem de uma forma brilhante e cheia de encantamento. A escola está de parabéns pela boa qualidade do ensino desenvolvido.” Vicente Minervino (Escritor) “Estou muito sa sfeito de ter vindo para este grande show. Já toquei em muitos lugares do Brasil e todo mundo gosta da minha música. Nunca aprendi minhas músicas na escola, tudo o que toco aprendi sozinho. Sou fã da música de outros ar stas, mas, gosto mais da minha música.” Nelson da Rabeca (Músico) 08 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 9

Trabalhar arte com uma criança é como estar diante de um terreno com uma semen nha dormindo. Esta semen nha, podemos chamar de arte, e nós, educadores, temos a missão de regar este terreno incen vando-a ao vigor de sua germinação e crescimento. Com o passar do tempo, podemos notar que ela vai se tornando uma linda árvore e seus frutos são saborosos quando vistos no palco. É gra ficante ver crianças ensinando a adultos e a outras crianças o prazer que se deve ter com a leitura, o cuidado que se deve ter com os livros e ainda mais quando as vemos tornar vivo, personagens que um autor quis expressar nas páginas de seu livro. Salomão D’Luna (Professor) Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 09

[close]

p. 10

Diretores do Grupo Carlos Lyra par cipam de Simpósio da STAB iretores e colaboradores do Grupo Carlos Lyra par ciparam do XXX Simpósio da Agroindústria da Cana-de-açúcar de Alagoas, que aconteceu em conjunto com a 10ª Fersucro, entre os dias 02 e 05 de julho. O presidente do Grupo Carlos Lyra, Diretor Carlos Lyra Lopes de Farias juntamente com o vice-presidente execu vo, Fernando Lopes de Farias, par ciparam da conferência de abertura do simpósio, considerado um dos maiores eventos técnico-cien ficos do País. Carlos Lyra Lopes de Farias coordenou a conferência de abertura realizada por Marcos Jank, da Plataforma Agro, que teve como temas “As Perspectivas do Setor Sucroenergético no Cenário Nacional e Mundial” e “A Problemática do Etanol e seus Desdobramentos”. D Cerca de mil pessoas, entre estudantes, profissionais e empresários, par ciparam das conferências nas áreas administra va, agrícola, comum e industrial. Vários colaboradores do Grupo Carlos Lyra ministraram palestras técnicas. O evento, que é organizado em parceria pela STAB Leste e o Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), um dos mais renomados do país e um dos centros de pesquisas da Ridesa, Rede Interuniversitária de Desenvolvimento do Setor Sucroenergético. 10 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 11

A Justiça Trabalhista no setor sucroenergético / conduta empresarial preventiva *Carlos André R. Sarmento setor sucroenergé co sempre contribuiu significa vamente para a economia do país. Não obstante, este segmento empresarial sempre enfrentou inúmeras dificuldades de defesa perante a Jus ça Laboral. Por enquanto, a legislação trabalhista sempre terá o hipossuficiente economicamente (trabalhador), como aquele que deve ser protegido nas relações entre o capital e o trabalho, inclusive em sua matriz cons tucional, o Direito do Trabalho é ramo jurídico de inclusão social e econômica, garan dor de direitos sociais e individuais fundamentais do ser humano (art.7º, CF/1988). Nesse passo, o Direito do Trabalho não busca somente proteger o trabalhador, mas harmonizar as relações trabalhistas. Por outro lado, não se pode acirrar conflitos laborais de maneira ideologizada, a vista e parcial, porque a legislação trabalhista já é naturalmente parcial. Obviamente, não se trata de favorecer juridicamente o empregado em detrimento do empregador. Não há segredo. Apenas, toda organização empresarial, e no nosso caso, as usinas de açúcar, devem minimizar os riscos com reclamações trabalhistas de modo preven vo. O E, ações preven vas devem ser manejadas co dianamente pelos diversos departamentos das usinas, com atuação premente dos seus gestores: diretoria, administração, RH, departamento jurídico, segurança e medicina do trabalho, etc. No par cular, os departamentos jurídicos trabalhistas atuam muito mais eficazmente quando adotam prá cas preven vas, não somente na defesa contenciosa, mas, principalmente, iden ficando potenciais causas de demandas trabalhistas, sendo, para isso, necessário: a) iden ficar os problemas e suas causas; b) atuar para evitar a ocorrência de problemas jurídicos trabalhistas; c) orientar juridicamente as melhores ações necessárias; d) implementar treinamentos jurídicos preven vos na área trabalhista. No contexto, o Grupo Carlos Lyra (Usina Caeté, e suas Unidades Cachoeira, Marituba e Paulicéia), sempre zelou preven vamente no âmbito de sua administração, e no dia 10 de abril, o departamento jurídico trabalhista, através de sua coordenação, ministrou palestra sobre Dano Moral por Acidente de Trabalho e/ou Doença Equiparada à Acidente de Trabalho, no setor sucroenergé co. *É Advogado Trabalhista. Coordenador Jurídico Trabalhista do Grupo Carlos Lyra. MBA em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Graduação em Direito pela Universidade Federal de Alagoas/UFAL. Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 11

[close]

p. 12

Grupo Carlos Lyra celebra Semana do Meio Ambiente C om uma vasta programação e com a vidades previstas para todas as empresas pertencentes ao conglomerado, em junho, o Grupo Carlos Lyra comemorou a Semana do Meio Ambiente. Uma das ações mais destacadas foi o plan o de espécies na vas para recompor a mata ciliar do rio São Miguel, localizada no entorno da Usina Caeté S/A, em São Miguel dos Campos. “A inicia va teve como obje vo garan r a preservação do rio São Miguel e fazer com que a comunidade compreenda o envolvimento da empresa com o meio ambiente e re re os animais que são colocados na área, o que dificulta a regeneração da mata ciliar da região”, acrescentou a coordenadora ambiental do Grupo Carlos Lyra, Fá ma Araújo. Foram plantadas 30 mudas de Ipê Amarelo, Ipê roxo e Ingazeira. O professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Ulysses Gomes Cortez, que desenvolve, desde 2008, um projeto em parceria com a Usina Caeté aproveitou a oportunidade para falar sobre o desenvolvimento das plantas e sobre a importância desse projeto para toda a comunidade circunvizinha. 12 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 13

“Esta é uma ação simbólica em comemoração ao Dia do Meio Ambiente. A usina possui a vidades de conservação, de repovoamento de áreas degradadas e de mata ciliar, como também possui muitas áreas preservadas. Muitas delas são importantes áreas de preservação”, destacou o professor Ulysses Cortez. A ação contou com a par cipação da empresária Elizabeth Lyra de Farias, dos gerentes da usina, Fabrízzio Tenório, Marta Luciana Santos e Antônio Carlos Pimentel, da diretora da Escola Conceição Lyra, Betânia Leite, além de professores e alunos daquela unidade de ensino. A chefe da Reserva Extrativista Marinha da Lagoa do Jequiá, Diana Alencar Meneses e o Analista Ambiental, Petrúcio Pereira do Nascimento também pres giaram a ação, que contou com a cobertura da TV Gazeta, afiliada da Globo em Alagoas. ‘‘Na escola já realizei alguns trabalhos como este e gostei muito.’’ Milene Beatriz de Souza Tenório (11 anos) ‘‘Aprendi na escola que é importante evitar a erosão, para o solo ficar mais rico e também que devemos salvar as espécies.’’ Juan Silva de Almeida (11 anos) Usina Caeté S/A Usina Caeté S/A - Unidade Marituba Usina Caeté S/A - Unidade Cachoeira Usina Caeté S/A - Unidade Paulicéia Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 13

[close]

p. 14

ARRAIÁ PAULICÉIA Paulicéia comemora os festejos juninos Cerca de 400 pessoas par ciparam da festa junina promovida pela Usina Caeté S/A – Unidade Paulicéia. O evento, que contou com a par cipação do prefeito de Paulicéia, Waldemar Siqueira Ferreira, e do prefeito de Panorama, Luiz Carlos Scaliante, foi realizado no dia 21 de junho, no Centro Comunitário do município. “A festa junina é uma grande oportunidade para nos confraternizarmos, estreitando os laços de amizades e descontração entre os colaboradores, além de proporcionar maior integração entre as pessoas. Agradecemos a todos os colaboradores que contribuíram para o sucesso da nossa festa”, acrescentou Denise Formágio, coordenadora de Gestão de Pessoas da unidade. 14 Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra

[close]

p. 15

VIVA SÃO JOÃO! Colaboradores do Escritório de Maceió organizam café da manhã para celebrar as festas juninas Em um clima de muita animação, colaboradores do Escritório do Grupo Carlos Lyra, em Maceió, organizaram um café da manhã regional no dia 21 de junho, com comidas picas do período junino. “Todos os anos organizamos esse café da manhã; é sempre muito diver do e o melhor é o clima de integração”, assinalou Daniel Paulino, do setor Administra vo. Moendo Notícias - Grupo Carlos Lyra 15

[close]

Comments

no comments yet